Vitória sobre as forças do malLição 6                                                                                     ...
Segunda: Esperança de vitória3. Que razões Paulo apresenta para que o cristão olhe confiantemente o futuro? Que promessas ...
inimigo. Qualquer outro meio de defesa é inteiramente inútil. É unicamente por meio de Cristo que o poderde Satanás é limi...
Deus alcança os corações mediante o alívio dos sofrimentos físicos. Uma semente de verdade é depositada namente, sendo reg...
O Espírito de Deus pode unicamente iluminar o entendimento daqueles que estão dispostos a ser iluminados. Lemos queDeus ab...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Vitória sobre as forças do mal_Resumo_Liç_642012_Esc_Sab.

571 visualizações

Publicada em

https://www.facebook.com/gerson.g.ramos

https://twitter.com/@ramosgerson7

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
571
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Vitória sobre as forças do mal_Resumo_Liç_642012_Esc_Sab.

  1. 1. Vitória sobre as forças do malLição 6 3 a 10 de novembro VERSO PARA MEMORIZAR: “Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores, por meio dAquele que nos amou” (Rm 8:37).Quando alguém, dia a dia, se acha diligentemente empenhado em vencer os defeitos em seu caráter, estáacalentando a Cristo no templo da alma; a luz de Cristo encontra-se nessa pessoa. Sob os brilhantes raios da luzdo semblante de Cristo, todo o seu ser é elevado e enobrecido. Testimonies, vol. 4, 346.Objetivo: A vida, morte e ressurreição de cristo, foi vitoriosa sobre o inimigo, permanecendo nEle seremos tambémvencedores em todas as coisas, por meio dAquele que nos amou. Domingo: Um cenário para nossa vitória1. Estude Efésios 1:18-22. Paulo ora pela iluminação dos olhos dos cristãos de Éfeso. De acordo com Paulo, o que Cristorealizou por nós? Como podemos entender essas palavras no contexto do grande conflito? O que nos é prometido ali?Como trazer para a realidade essas promessas?iluminados os olhos do vosso coração, para saberdes qual é a esperança do seu chamamento, qual a riqueza da glória dasua herança nos santos e qual a suprema grandeza do seu poder para com os que cremos, segundo a eficácia daforça do seu poder; o qual exerceu ele em Cristo, ressuscitando-o dentre os mortos e fazendo-o sentar à suadireita nos lugares celestiais, acima de todo principado, e potestade, e poder, e domínio, e de todo nome que se possareferir, não só no presente século, mas também no vindouro. E pôs todas as coisas debaixo dos pés, e para ser o cabeça sobretodas as coisas, o deu à igreja, (Efés. 1:18-22)Era a ministração do Espírito na iluminação do entendimento e desvendação dos olhos do espírito humano para penetraçãodas coisas profundas da Palavra de Deus, que o apóstolo suplicava para a igreja de Éfeso. O Grande Conflito, p. 11.A mente, porém, primeiro tem de tornar-se adaptável à natureza da verdade a ser investigada. Os olhos do entendimentoprecisam ser iluminados, e o coração e a mente postos em harmonia com Deus, que é a verdade. E Recebereis Poder, 99.Cristo por Sua morte e ressurreição, conquistou para nós uma herança eterna e gloriosa; venceu o autor da morte, bemcomo todos os seus principados e potestades, nos livrando de suas influencias malignas; é importante lembrar que avitória está no poder de Deus, e deve ser confirmada diariamente em nossa vida através da aceitação e obediência.Não julgue ninguém que ele possa vencer sem o auxílio de Deus. Precisais ter a energia, a força, o poder,de uma vida interior produzida em vosso íntimo. Produzireis então frutos para a santificação e abominareisintensamente o vício. Deveis lutar constantemente para manter afastado o mundanismo, as conversas fúteis,tudo que é sensual, e vos propordes como alvo a nobreza da alma e um caráter imaculado. Vosso nome podemanter-se tão puro que não pode, com justiça, ligar-se a qualquer coisa desonesta ou injusta; ao contrário, serárespeitado por todos os bons e puros, e pode ser inscrito no livro da vida, do Cordeiro, para ser imortalizado entre ossantos anjos. Medicina e Salvação, pág. 144.2. Quais promessas podemos suplicar em nossas lutas contra forças superiores a nós? Ef 1:20-22o qual exerceu ele em Cristo, ressuscitando-o dentre os mortos e fazendo-o sentar à sua direita nos lugarescelestiais, acima de todo principado, e potestade, e poder, e domínio, e de todo nome que se possa referir, não sóno presente século, mas também no vindouro. E pôs todas as coisas debaixo dos pés, e para ser o cabeça sobretodas as coisas, o deu à igreja, (Efés. 1:20-22)Cristo reina sobre todos os governos celestiais, autoridades, forças e poderes. Ele tem um título que está acima de todos ostítulos das autoridades que existem neste mundo e no mundo que há de vir. Deus colocou todas as coisas debaixo daautoridade de Cristo e deu Cristo à Igreja como o único Senhor de tudo."Cristo é a cabeça de todo varão." I Cor. 11:3. Deus, que pôs todas as coisas sob os pés do Salvador, "sobre todas ascoisas O constituiu como cabeça da igreja, que é o Seu corpo, a plenitude dAquele que cumpre tudo em todos". Efés. 1:22e 23. A igreja é edificada tendo Cristo como seu fundamento; deve obedecer a Cristo como sua cabeça. O Desejado deTodas as Nações, 414.O arco-íris da promessa, que circunda o trono no alto, é um perpétuo testemunho de que “Deus amou o mundo de talmaneira que deu o Seu Filho unigênito, para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. João 3:16.Ele testifica perante o Universo que Deus nunca abandonará Seu povo na luta com o mal. Enquanto durar o própriotrono de Deus, é para nós uma garantia de força e proteção. O Desejado de Todas as Nações, 493.O Salvador venceu para mostrar ao homem como ele pode vencer.O Salvador venceu para mostrar ao homem como ele pode vencer. Todas as tentações de Satanás, Cristo enfrentava com aPalavra de Deus. Confiando nas promessas divinas, recebia poder para obedecer aos mandamentos de Deus, e o tentadornão podia alcançar vantagem. A toda tentação, Sua resposta era: “Está escrito.” Assim Deus nos tem dado Sua Palavrapara com ela resistirmos ao mal. Pertencem-nos grandíssimas e preciosas promessas, a fim de que por elas fiquemos“participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupção, que, pela concupiscência, há no mundo”. 2 Pedro 1:4. ACiência do Bom Viver, p. 181. ramos@advir.com
  2. 2. Segunda: Esperança de vitória3. Que razões Paulo apresenta para que o cristão olhe confiantemente o futuro? Que promessas e palavras deencorajamento ele menciona? Como podemos levá-las além da teologia, além de algo que parece bom, e viver de acordocom esses ensinamentos da Palavra de Deus? Rm 8:26-39E da mesma maneira também o Espírito ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedircomo convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis. … Rom. 8:26-39.O Espírito intercede por nós, em nossa fraqueza; sabemos que todas as coisas trabalham juntas para o bem daquelesque amam a Deus, daqueles a quem ele chamou de acordo com o seu plano; Porque aqueles que já tinham sidoescolhidos por Deus ele também separou a fim de se tornarem parecidos com o seu Filho "Assim Deus chamou os quehavia separado. Não somente os chamou, mas também os aceitou; e não somente os aceitou, mas também repartiu asua glória com eles, santificação e glorificação." Em todas essas situações temos a vitória completa por meio daqueleque nos amou.Aproximando-se o pecador da cruz erguida, e prostrando-se junto à mesma, atraído pelo poder de Cristo, dá-se uma novacriação. É-lhe dado um novo coração. Torna-se uma nova criatura em Cristo Jesus. A santidade acha que nada mais hápara requerer. Deus mesmo é "justificador daquele que tem fé em Jesus". Rom. 3:26. E "aos que justificou, a essestambém glorificou". Rom. 8:30. Grande como seja a vergonha e degeneração pelo pecado ainda maior será a honra eexaltação pelo amor redentor. Aos seres humanos que lutam por conformidade com a imagem divina, será concedido umsuprimento do tesouro celeste, uma excelência de poder que os colocarão acima dos próprios anjos que jamais caíram.Parábolas de Jesus, 163.4. Qual é o clímax do argumento de Paulo para impulsionar a confiança do cristão? Rm 8:31-34 (Considere especialmenteo verso 31. No contexto do grande conflito, que lição podemos tirar desse verso para nossa experiência?)Que diremos, pois, à vista destas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós? Aquele que não poupou o seupróprio Filho, antes, por todos nós o entregou, porventura, não nos dará graciosamente com ele todas as coisas?Quem intentará acusação contra os eleitos de Deus? É Deus quem os justifica. Quem os condenará? É Cristo Jesusquem morreu ou, antes, quem ressuscitou, o qual está à direita de Deus e também intercede por nós. Rom. 8:31-34Se Deus está do nosso lado, quem poderá nos vencer? Ninguém!; Porque ele nem mesmo deixou de entregar o próprioFilho, mas o ofereceu por todos nós! Fazendo isso será que não nos dará também todas as coisas? Quem acusará aquelesque Deus escolheu? Ninguém! Porque o próprio Deus declara que eles não são culpados. Será que alguém poderácondená-los? Ninguém! Pois foi Cristo Jesus quem morreu, ou melhor, quem foi ressuscitado e está à direita de Deus. E elepede a Deus em favor de nós e nos livra da condenação.Que toda pessoa fraca e agitada pela tempestade encontre ancoradouro em Jesus e não se torne tão centralizada em sique pense somente em seus pequenos desapontamentos e na interrupção de seus planos e esperanças. Não é o tema doplano da salvação todo-absorvente? Se o Deus infinito me justifica, “quem os condenará? E Cristo Jesus quemmorreu”. Romanos 8:34. Ao morrer pelo homem Ele revelou quanto ama o homem — o suficiente para morrer porEle! A lei condena o pecado e o conduz a Cristo. É Deus quem justifica e perdoa.Satanás acusará e buscará permissão para destruir, mas é Deus que abre a porta de refúgio. É Deus que justificaaquele que entra pela porta. Então “se Deus é por nós, quem será contra nós?” Romanos 8:31. Oh, que brilhante egloriosa verdade! Por que os homens não a discernem? Por que não andam em seus brilhantes raios? Por que todosquantos crêem não falam do incomparável amor de Cristo?Deus vive e reina. Todos quantos são salvos devem lutar bravamente como soldados de Jesus Cristo; então serãoregistrados nos livros do Céu como verdadeiros e fiéis. Devem realizar as obras de Jesus Cristo, combater o bom combateda fé. Cuidado de Deus, 314. Terça: Cristãos versus Satanás5. Que promessa é dada a quem resiste ao diabo? Como podemos resistir a uma força muito mais poderosa do quenós? Tg 4:7; Dt 4:4Porém vós que permanecestes fiéis ao SENHOR, vosso Deus, todos, hoje, estais vivos. (Deut. 4:4)Resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. Porém vós que permanecestes fiéis ao SENHOR, vosso Deus, todos, hoje, sereisvencedores.Sempre que uma pessoa se acha rodeada de nuvens, perplexa pelas circunstâncias, ou aflita pela pobreza e a infelicidade,Satanás se acha a postos para tentar e aborrecer. Ataca nossos pontos fracos de caráter. Procura abalar nossa confiançaem Deus, que permite existirem tais condições. Somos tentados a desconfiar de Deus, pôr em dúvida Seu amor. Manuscrito15, 1908.Sujeitai-vos, portanto, a Deus; mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. Chegai-vos a Deus, e Ele se chegaráa vós outros. Purificai as mãos, pecadores; e vós que sois de ânimo dobre, limpai o coração. Tiago 4:7, 8.O homem é cativo de Satanás, naturalmente inclinado a seguir suas sugestões e cumprir suas ordens. Em si mesmo, nãotem poder para opor resistência eficaz ao mal. É só à medida que Cristo nele habita, pela viva fé, influenciandoseus desejos e fortalecendo-o com poder do alto, que o homem pode se atrever a enfrentar tão terrível ramos@advir.com
  3. 3. inimigo. Qualquer outro meio de defesa é inteiramente inútil. É unicamente por meio de Cristo que o poderde Satanás é limitado. Esta é uma importantíssima verdade, que todos deveriam compreender. Satanás está ocupadoa todo momento, indo para cá e para lá, andando acima e abaixo pela Terra, buscando a quem possa tragar. Mas afervorosa oração da fé frustrará seus maiores esforços. Tomem, pois, irmãos, “o escudo da fé, com o qualpodereis apagar todos os dardos inflamados do maligno”. Efésios 6:16. Testemunhos para a Igreja v. 5. 293-294.Cristo declarou ao tentador: “Retira-te, Satanás”. ... Assim podemos nós resistir à tentação e forçar Satanás aafastar-se de nós. Jesus obteve a vitória mediante a submissão e fé em Deus, e por meio do apóstolo diz Ele a nós:“Sujeitai-vos, portanto, a Deus; mas resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.” Tiago 4:7. Não podemos salvar a nósmesmos do poder do tentador; ele venceu a humanidade e quando tentamos permanecer em nossa própria força, tornamo-nos presa de seus estratagemas; todavia, “torre forte é o nome do Senhor, à qual o justo se acolhe e estáseguro”. Provérbios 18:10. Satanás treme e foge diante da mais frágil alma que encontra refúgio nesse poderosonome. Manuscrito 15, 1908.6. Que promessa é dada ao cristão diante de um inimigo descrito como um “leão que ruge procurando alguém paradevorar”? Como podemos entender o texto de Tiago? 1Pe 5:6-10; Ef 4:27; 6:11Humilhai-vos, portanto, sob a poderosa mão de Deus, para que ele, em tempo oportuno, vos exalte, lançando sobre ele todaa vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós. Sede sóbrios e vigilantes. O diabo, vosso adversário, anda emderredor, como leão que ruge procurando alguém para devorar; resisti-lhe firmes na fé, certos de que sofrimentos iguais aosvossos estão-se cumprindo na vossa irmandade espalhada pelo mundo. Ora, o Deus de toda a graça, que em Cristo voschamou à sua eterna glória, depois de terdes sofrido por um pouco, ele mesmo vos há de aperfeiçoar, firmar,fortificar e fundamentar. (1 Ped. 5:6-10)nem deis lugar ao diabo. (Efés. 4:27)Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do diabo; (Efés. 6:11)Humilhai-vos que significa reconhecimento e dependência, portanto, peçamos a proteção da poderosa mão de Deus,para que ele, em tempo oportuno, nos livre, lancemos sobre ele toda a nossa ansiedade, porque ele tem cuidado de nós.Sejamos sóbrios e vigilantes. Revestindo-nos de toda a armadura de Deus, para podermos ficar firmes contra as ciladasdo diabo (que é representado como um leão devorador), e sairmos vencedores.Nossa única segurança está em não darmos lugar ao diabo; pois suas sugestões e desígnios são semprepara nosso dano, para impedir-nos de confiar em Deus. Ele se transforma em anjo de pureza, para que possa, porsuas sedutoras tentações, apresentar os seus ardis de tal maneira que lhe não possamos perceber a astúcia. Quantomais cedermos, tanto mais poder terão seus enganos sobre nós. Não é seguro discutir ou parlamentar com ele. A cadavantagem que concedermos ao inimigo, ele pedirá mais.Nossa única segurança é rejeitar com firmeza a primeira insinuação para sermos presumidos. Deus nos deu,por meio dos méritos de Cristo, suficiente graça para resistir a Satanás, e ser mais que vencedores.Resistência é êxito. "Resisti ao diabo, e ele fugirá de vós." Tia. 4:7. A resistência precisa ser firme e imutável.Perdemos tudo quanto ganhamos se resistirmos hoje apenas para ceder amanhã. Nossa Alta Vocação MM,1962, 93. Quarta: Exemplos de vitória7. Qual foi a tarefa dada aos discípulos? Qual é a relação entre essa obra e o grande conflito? O que isso diz aosdiscípulos modernos, chamados a pregar sobre Jesus? Mt 10:1-8; Mc 6:7, 12, 13; Lc 9:1, 2; Lc 10:1-20Tendo chamado os seus doze discípulos, deu-lhes Jesus autoridade sobre espíritos imundos para os expelir e paracurar toda sorte de doenças e enfermidades. Ora, os nomes dos doze apóstolos são estes: primeiro, Simão, por sobrenomePedro, e André, seu irmão; Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão; Filipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, o publicano; Tiago,filho de Alfeu, e Tadeu; Simão, o Zelote, e Judas Iscariotes, que foi quem o traiu. A estes doze enviou Jesus, dando-lhes asseguintes instruções: Não tomeis rumo aos gentios, nem entreis em cidade de samaritanos; mas, de preferência,procurai as ovelhas perdidas da casa de Israel; e, à medida que seguirdes, pregai que está próximo o reino doscéus. Curai enfermos, ressuscitai mortos, purificai leprosos, expeli demônios; de graça recebestes, de graça dai.(Mat. 10:1-8)Chamou Jesus os doze e passou a enviá-los de dois a dois, dando-lhes autoridade sobre os espíritos imundos. (Mar. 6:7)Então, saindo eles, pregavam ao povo que se arrependesse; expeliam muitos demônios e curavam numerososenfermos, ungindo-os com óleo. (Mar. 6:12-13)Tendo Jesus convocado os doze, deu-lhes poder e autoridade sobre todos os demônios, e para efetuarem curas.Também os enviou a pregar o reino de Deus e a curar os enfermos. (Luc. 9:1-2)Luc. 10:1 E, depois disso, designou o Senhor ainda outros setenta e mandou-os adiante da sua face, de dois em dois, a todas ascidades e lugares aonde ele havia de ir. ... 19 Eis que vos dou poder para pisar serpentes, e escorpiões, e toda a forçado Inimigo, e nada vos fará dano algum. 20 Mas não vos alegreis porque se vos sujeitem os espíritos; alegrai-vos, antes,por estar o vosso nome escrito nos céus.A responsabilidade confiada aos discípulos (tanto aos doze quanto aos setenta) era de expulsar demônios, curar toda sorte dedoenças, ressuscitar mortos, buscar as ovelhas perdidas de Israel, pregar o evangelho, preparar o caminho de Jesus; essamissão estava em confronto com o reino de satanás; nos hoje como discípulos devemos dar continuidade a essa missão. ramos@advir.com
  4. 4. Deus alcança os corações mediante o alívio dos sofrimentos físicos. Uma semente de verdade é depositada namente, sendo regada por Deus. Muita paciência pode ser necessária antes que esta semente mostre sinais de vida, masafinal brota, e produz fruto para a vida eterna. Medicina e Salvação, pág. 246.A obra médico-missionária é a obra pioneira do evangelho, a porta através da qual deve a verdade para este tempoencontrar entrada em muitos lares. O povo de Deus deve ser verdadeiro médico-missionário, pois devemaprender a atender as necessidades tanto da alma como do corpo. Nossos obreiros devem demonstrar o maisgenuíno desprendimento quando, com o conhecimento e a experiência adquiridos pelo trabalho prático, saírempara tratar os enfermos. Ao irem eles de casa em casa encontrarão acesso a muitos corações. Muitos quede outra maneira jamais teriam ouvido a mensagem do evangelho, serão alcançados. A demonstração dosprincípios da reforma de saúde muito fará no sentido de afastar o preconceito contra nossa obraevangélica. O Grande Médico, o originador da obra médico-missionária, abençoará a todos os que assim se esforçarempara comunicar a verdade para este tempo.A saúde física está intimamente ligada com a comissão evangélica. Quando Cristo enviou Seus discípulos em suaprimeira viagem missionária, ordenou-lhes: "E, indo, pregai, dizendo: É chegado o reino dos Céus. Curai os enfermos,limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios: de graça recebestes, de graça dai." Mat. 10:7 e 8. Equando, no final do Seu ministério terrestre, lhes deu sua comissão, disse: "E estes sinais seguirão aos que crerem: EmMeu nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas; pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera,não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão." Mar. 16:17 e 18. Conselhos Sobre Saúde,497-498. Quinta: Exemplos de vitória (livro de Atos)8. Que exemplos temos de vitórias sobre as forças do mal? Que lição podemos aprender com eles para o nosso contextode evangelismo e testemunho?At 5:12-16 | At 3:1-11 | At 16:14-18Os apóstolos faziam sinais e prodígios e a igreja crescia.Muitos sinais e prodígios eram feitos entre o povo pelas mãos dos apóstolos. E costumavam todos reunir-se, de comumacordo, no Pórtico de Salomão. Mas, dos restantes, ninguém ousava ajuntar-se a eles; porém o povo lhes tributavagrande admiração. E crescia mais e mais a multidão de crentes, tanto homens como mulheres, agregados ao Senhor, aponto de levarem os enfermos até pelas ruas e os colocarem sobre leitos e macas, para que, ao passar Pedro, ao menosa sua sombra se projetasse nalguns deles. Afluía também muita gente das cidades vizinhas a Jerusalém, levando doentese atormentados de espíritos imundos, e todos eram curados. (Atos 5:12-16)Os apóstolos continuaram sua obra de misericórdia, curando os aflitos e proclamando o crucificado e ressurreto Salvador,com grande poder. Muitos eram continuamente acrescentados à igreja pelo batismo, mas ninguém se aventurava aassociar-se a eles sem estar unido de coração e mente com os crentes em Cristo. Multidões afluíam a Jerusalém,trazendo seus enfermos e aqueles que estavam possessos de espíritos imundos. Muitos sofredores eram depositados nasruas ao passarem Pedro e João a fim de que sua sombra fosse projetada sobre eles e ficassem curados. O poder doressurreto Salvador havia sem dúvida caído sobre os apóstolos, e estes operavam sinais e maravilhas que diariamentefaziam aumentar o número de crentes. História da Redenção, 254.A cura do coxo na porta do templo.Pouco tempo após a descida do Espírito Santo, e imediatamente depois de um período de fervorosa oração, Pedro e João,subindo ao templo para adorar, viram à porta Formosa, um coxo, de quarenta anos de idade, cuja vida, desde o seunascimento, tinha sido de dor e enfermidade. Este infeliz havia durante muito tempo desejado ver a Jesus, para sercurado; mas encontrava-se quase ao desamparo, e estava muito afastado do cenário dos labores do grande Médico. Seusrogos finalmente induziram alguns amigos a levá-lo à porta do templo, mas chegando ali, soube que Aquele em quemsuas esperanças se centralizavam havia sido morto cruelmente.Seu desapontamento provocou a simpatia dos que sabiam por quanto tempo avidamente esperara ser curado por Jesus,e diariamente o levavam ao templo, a fim de que os que passavam fossem pela piedade induzidos a dar-lhe uma ninhariapara lhe aliviar as necessidades. Ao passarem Pedro e João, pediu-lhes uma esmola. Os discípulos olharam-no comcompaixão, e Pedro disse: "Olha para nós. E olhou para eles, esperando receber deles alguma coisa. E disse Pedro: Nãotenho prata nem ouro." Atos 3:4-6. Ao declarar Pedro desta maneira a sua pobreza, o rosto do coxo descaiu; mas tornou-se radiante com esperança ao continuar o apóstolo: "Mas o que tenho isso te dou. Em nome de Jesus Cristo o Nazareno,levanta-te e anda." Atos 3:6."E, tomando-o pela mão direita, o levantou, e logo os seus pés e artelhos se firmaram. E, saltando ele, pôs-se em pé, eandou, e entrou com eles no templo, andando, e saltando, e louvando a Deus." Atos 3:7 e 8. "E, apegando-se o coxo, quefora curado, a Pedro e João, todo o povo correu atônito para junto deles, ao alpendre chamado de Salomão." Atos 3:11.Estavam estupefatos de que os discípulos pudessem efetuar milagres semelhantes aos que foram realizados por Jesus.Contudo ali estava aquele homem, que durante quarenta anos fora um coxo inválido, regozijando-se agora em pleno usode seus membros, livre de dor, e feliz por crer em Jesus. Atos dos Apóstolos, 57-59.A conversão de Lídia.Certa mulher, chamada Lídia, da cidade de Tiatira, vendedora de púrpura, temente a Deus, nos escutava; o Senhor lheabriu o coração para atender às coisas que Paulo dizia. Depois de ser batizada, ela e toda a sua casa, nos rogou, dizendo:Se julgais que eu sou fiel ao Senhor, entrai em minha casa e aí ficai. E nos constrangeu a isso. ramos@advir.com
  5. 5. O Espírito de Deus pode unicamente iluminar o entendimento daqueles que estão dispostos a ser iluminados. Lemos queDeus abriu os ouvidos de Lídia, de modo que ela atentou para a mensagem proferida por Paulo. Declarar todo o desígniode Deus e tudo o que era essencial que Lídia recebesse - essa era a parte que competia a Paulo desempenhar em suaconversão; e então o Deus de toda a graça exerceu o Seu poder, conduzindo a pessoa no rumo certo. Deus e oinstrumento humano cooperaram, e a obra teve pleno êxito. SDA Bible Commentary, vol. 6, pág. 1.062.A libertação da jovem com espírito de adivinhação.… Aconteceu que, indo nós para o lugar de oração, nos saiu ao encontro uma jovem possessa de espírito adivinhador, aqual, adivinhando, dava grande lucro aos seus senhores. Seguindo a Paulo e a nós, clamava, dizendo: Estes homens sãoservos do Deus Altíssimo e vos anunciam o caminho da salvação. Isto se repetia por muitos dias. Então, Paulo, jáindignado, voltando-se, disse ao espírito: Em nome de Jesus Cristo, eu te mando: retira-te dela. E ele, na mesma hora,saiu. (Atos 16:14-18)Essa mulher era um instrumento especial de Satanás, e por meio de adivinhação dava muito lucro a seus senhores. Suainfluência auxiliara o fortalecimento da idolatria. Satanás sabia que seu domínio estava sendo invadido, e recorreu a estemeio de opor-se à causa de Deus, esperando misturar seus sofismas com as verdades ensinadas pelos queproclamavam a mensagem evangélica. As palavras de recomendação proferidas por essa mulherrepresentavam um dano à causa da verdade, distraíam o espírito do povo dos ensinos dos apóstolos etraziam má reputação para o evangelho, e, por meio delas, muitos foram levados a crer que esses homensque falavam no Espírito e poder de Deus, eram impelidos pelo mesmo espírito dessa emissária de Satanás.Por algum tempo os apóstolos suportaram esta oposição; por inspiração do Espírito Santo, Paulo ordenou ao espírito mauque deixasse a mulher. Seu imediato silêncio provou serem os apóstolos servos de Deus e que o demônio tinhaconhecimento disto e obedecera a sua ordem. Libertada do espírito mau e restituída ao uso da razão, a mulher preferiuseguir a Cristo. Atos dos Apóstolos, 212-213 Sexta: Estudo adicionalConclusão: Em “Vitória sobre as forças do mal” aprendi que …A vida, morte e ressurreição de cristo, foi vitoriosa sobre o inimigo, permanecendo nEle seremos também vencedores emtodas as coisas, por meio dAquele que nos amou.Domingo: Em Um cenário para nossa vitória vimos que cristo por Sua morte e ressurreição, conquistou para nósuma herança eterna e gloriosa; venceu o autor da morte, bem como todos os seus principados e potestades, nos livrandode suas influencias malignas; é importante lembrar que a vitória está no poder de Deus, e deve ser confirmadadiariamente em nossa vida através da aceitação e obediência. O Salvador venceu para mostrar ao homem como ele podevencer.Cristo reina sobre todos os governos celestiais, autoridades, forças e poderes. Ele tem um título que está acima de todos ostítulos das autoridades que existem neste mundo e no mundo que há de vir. Deus colocou todas as coisas debaixo daautoridade de Cristo e deu Cristo à Igreja como o único Senhor de tudo.Segunda: O Espírito intercede por nós, em nossa fraqueza; sabemos que todas as coisas trabalham juntas para o bemdaqueles que amam a Deus, daqueles a quem ele chamou de acordo com o seu plano; Porque aqueles que já tinham sidoescolhidos por Deus ele também separou a fim de se tornarem parecidos com o seu Filho "Assim Deus chamou os quehavia separado. Não somente os chamou, mas também os aceitou; e não somente os aceitou, mas também repartiu asua glória com eles, santificação e glorificação." Está é a base para nossa Esperança de vitória; Em todas essassituações temos a vitória completa por meio daquele que nos amou.Se Deus está do nosso lado, quem poderá nos vencer? Ninguém!; Porque ele nem mesmo deixou de entregar o próprioFilho, mas o ofereceu por todos nós! Fazendo isso será que não nos dará também todas as coisas? Quem acusará aquelesque Deus escolheu? Ninguém! Porque o próprio Deus declara que eles não são culpados. Será que alguém poderácondená-los? Ninguém! Pois foi Cristo Jesus quem morreu, ou melhor, quem foi ressuscitado e está à direita de Deus. E elepede a Deus em favor de nós e nos livra da escravidão do pecado e da condenação.Terça: Em Cristãos versus Satanás o conselho divino é para resistir ao diabo, que ele fugirá de nós. Porém vós quepermanecestes fiéis ao SENHOR, vosso Deus, todos, hoje, sereis vencedores.Humilhai-vos que significa reconhecimento e dependência, portanto, peçamos a proteção da poderosa mão de Deus,para que ele, em tempo oportuno, nos livre, lancemos sobre ele toda a nossa ansiedade, porque ele tem cuidado de nós.Sejamos sóbrios e vigilantes. Revestindo-nos de toda a armadura de Deus, para podermos ficar firmes contra as ciladasdo diabo (que é representado como um leão devorador), e sairmos vencedores.Quarta: A responsabilidade confiada aos discípulos (tanto aos doze quanto aos setenta) era de expulsar demônios, curar todasorte de doenças, ressuscitar mortos, buscar as ovelhas perdidas de Israel, pregar o evangelho, preparar o caminho deJesus; essa missão estava em confronto com o reino de satanás eles a fizeram conforme a orientação dada por cristo, ese tornaram Exemplos de vitória; nos hoje como discípulos devemos dar continuidade a essa missão.Quinta: Está revelado; que os apóstolos faziam sinais e prodígios e a igreja crescia; A cura do coxo na porta do templo; Aconversão de Lídia; A libertação da jovem com espírito de adivinhação, todos estes são Exemplos de vitória no (livrode Atos) para confirmar que o Espírito de Deus age poderosamente por meio de servos fieis para a salvação dahumanidade. ramos@advir.com

×