 Romantismo foi um movimento artístico do século
XIX que teve influência na literatura e nas várias
manifestações da arte...
 O Romantismo no Brasil nasceu do processo sócio
cultural que surgiram com a independência política,
proclamada em 1822: ...
 Rompimento com a tradição clássica
 Amo platônico
 Idealização da mulher
 Subjetivismo
 Indianismo (termo do índio
...
Nacionalista, indianista e religiosa. Nessa fase, ganhou
destaque os escritores Gonçalves Magalhães e Gonçalves
Dias.
Cara...
 O sofrimento, a dor existencial, angustia e o amor sensual e
idealizado, foram os principais temas da literatura
produzi...
 Manuel Antônio Áluares de Azevedo (1831-1852)
 Cassimiro José Marques de Abreu (1837-1860)
 Luís Nicolau Fagundes Vare...
 O Condoreirismo, importante corrente literária que
marcou a terceira geração da poesia romântica no Brasil,
teve como pr...
 A prosa literária brasileira começa de fato no
Romantismo, com os folhetins, que são histórias
publicadas em capítulos n...
De acordo com o tema principal que desenvolvem, os
romances românticos podem ser classificados em:
 Romance urbano – dese...
 Joaquim Manuel de Macedo (Itaboraí - RJ, 24 de junho de
1820 – Rio de Janeiro – RJ, 11 de abril de 1882) foi um médico
e...
 O romance A Moreninha, tem origem folhetinesca.
Veio a ser conhecido no Brasil como uma categoria
literário presente nos...
 O tempo cronológico em que toda a história ocorre é
de três semanas e meia, aproximadamente.
 É mais ou menos linear, o...
 O clímax do romance, ocorre quando Carolina
desconfia que Augusto tem outra amada, e lhe pede
para ir atrás da menina qu...
 Supõe-se que a verdadeira identidade da moreninha é
Maria Catarina de Abreu Sodré, com quem Joaquim
Manuel de Macedo se ...
A Moreninha - Joaquim Manoel de Macedo
A Moreninha - Joaquim Manoel de Macedo
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A Moreninha - Joaquim Manoel de Macedo

505 visualizações

Publicada em

Livro A Moreninha de Joaquim Manoel de Macedo

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
505
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A Moreninha - Joaquim Manoel de Macedo

  1. 1.  Romantismo foi um movimento artístico do século XIX que teve influência na literatura e nas várias manifestações da arte.  É uma expressão usada para designar uma situação que envolve um universo romântico, poético ou romanesco. Está associado à ternura, à paixão e a sensibilidade. O mundo cor de rosa da juventude feminina está intimamente ligado ao romantismo.
  2. 2.  O Romantismo no Brasil nasceu do processo sócio cultural que surgiram com a independência política, proclamada em 1822: o novo público leitor, as instituições universitárias e o nacionalismo do qual os escritores foram os principais intérpretes.
  3. 3.  Rompimento com a tradição clássica  Amo platônico  Idealização da mulher  Subjetivismo  Indianismo (termo do índio  Culto a natureza  Egocentrismo  Maior liberdade formal  Religiosidade  Evasão e escapismo
  4. 4. Nacionalista, indianista e religiosa. Nessa fase, ganhou destaque os escritores Gonçalves Magalhães e Gonçalves Dias. Características  Exalta da natureza e da liberdade  Religiosidade  Figura do índio ou indianismo  Sentimentalismo, emoções  Brasileirismo (linguagem)
  5. 5.  O sofrimento, a dor existencial, angustia e o amor sensual e idealizado, foram os principais temas da literatura produzida durante a segunda geração do Romantismo.  Características  Profundo subjetivismo  Sentimentalismo exacerbado  Pessimismo e melancolia  Egocentrismo e individualismo  Fuga da realidade  Saudosismo
  6. 6.  Manuel Antônio Áluares de Azevedo (1831-1852)  Cassimiro José Marques de Abreu (1837-1860)  Luís Nicolau Fagundes Varella (1841-1875)
  7. 7.  O Condoreirismo, importante corrente literária que marcou a terceira geração da poesia romântica no Brasil, teve como principal representante Castro Alves, cujo o engajamento na poesia social lhe rendeu a alcunha de ‘poeta do escravos’.  Características  Groteismo  Pecado  Liberdade  Abolicionismo  Realidade social  Negação do amor platônico
  8. 8.  A prosa literária brasileira começa de fato no Romantismo, com os folhetins, que são histórias publicadas em capítulos nos jornais. Quando uma dessas histórias fazia sucesso, era lançada em forma de livro. Assim nasceram quase todos os romances importantes do século XIX no Brasil.
  9. 9. De acordo com o tema principal que desenvolvem, os romances românticos podem ser classificados em:  Romance urbano – desenvolve temas relacionados à vida na cidade.  Romance sertanejo ou regionalista – aborda temas e situações que se passam longe dos centros urbanos. Focaliza a gente do interior, com seus costumes e valores peculiares.  Romance histórico – volta-se para o passado, numa reinterpretação nacionalista de fatos e personagens da nossa história.  Romance indianista – enfoca a figura do índio, idealizando-o.
  10. 10.  Joaquim Manuel de Macedo (Itaboraí - RJ, 24 de junho de 1820 – Rio de Janeiro – RJ, 11 de abril de 1882) foi um médico e escritor brasileiro: romancista, poeta, cronista, literário, dramaturgo e segundo José de Alencar: ‘um mestre’.  Em 1884, Macedo formou-se em medicina no RJ, e no mesmo ano estreou na literatura com a publicação daquele que viria ser seu romance mais conhecido “A Moreninha’.  Criou uma forte ligação com Dom Pedro II e com a Família Imperial Brasileira.  Nos últimos anos de sua vida padeceu com problemas mentais, morrendo pouco antes de completar 62 anos.
  11. 11.  O romance A Moreninha, tem origem folhetinesca. Veio a ser conhecido no Brasil como uma categoria literário presente nos jornais da época.  Cenário: Na Ilha de Paquetá, não mencionada pelo autor.  A descrição do cenário da cidade grande com suas festividades e costumes sugerem um romance urbano.  Narrador: É narrado em terceira pessoa. O narrador está em toda parte, em todos os momentos, portanto é um narrador onisciente.
  12. 12.  O tempo cronológico em que toda a história ocorre é de três semanas e meia, aproximadamente.  É mais ou menos linear, ou seja, obedece até certo ponto a cronologia natural dos fatos.  Dia de Sant’Ana: É uma comemoração, na qual, os quatro estudantes, vão para uma ilha. Lá começa uma trama, onde ocorrem muitos acontecimentos.
  13. 13.  O clímax do romance, ocorre quando Carolina desconfia que Augusto tem outra amada, e lhe pede para ir atrás da menina que ele tinha prometido casamento. Carolina sofre com isso, mas logo Augusto revela que ela é a mulher que ele ama.  O desfecho dá-se no final da história quando Augusto perde a aposta que havia feito com Filipe, tendo que escrever um romance.
  14. 14.  Supõe-se que a verdadeira identidade da moreninha é Maria Catarina de Abreu Sodré, com quem Joaquim Manuel de Macedo se casou depois de 10 anos de namoro.

×