Caderno Riscos quimicos interessante

475 visualizações

Publicada em

Publicada em: Internet
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
475
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
23
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Caderno Riscos quimicos interessante

  1. 1. CENRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE PERNAMBUCO Curso Técnico em Química Industrial RISCOS QUÍMICOS + EPI + EPC Professores Ana Carmela, Dulce Lins e Eduardo Alécio PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  2. 2. ACIDENTES: PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  3. 3. ACIDENTES: PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  4. 4. ACIDENTES: PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  5. 5. ACIDENTES: PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  6. 6. CURVA DE ACIDENTES COSTA, M.A.F. 1996 PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  7. 7. Riscos Químicos em Laboratórios de Química e Biotecnologia PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  8. 8. O Que é Química?O Que é Química? “Química é uma Ciência Experimental que estuda a estrutura, composição e a transformação da matéria”. PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  9. 9. Conceitos Ácidos: Compostos com ions hidrogênio que em presença de alguns solventes reage produzindo íons hidrogênio (H+). Bases: Substâncias capazes de liberar íons OH - Substância Química (Agente tóxico, Xenobiótico) Agente com atividade potencial intrínseca, capaz de danificar um sistema biológico quando absorvido pelas diversas vias de penetração. PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  10. 10. Pictogramas E F+ F O Explosivo Extremamente Inflamável Altamente Inflamável Oxidante PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  11. 11. Pictogramas T+ T Xi C N Tóxico / Muito Tóxico Irritante / Nocivo Corrosivo Perigoso ao Meio-Ambiente PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  12. 12. Conceitos Toxicidade: É a medida do potencial tóxico de uma substância. Toxicidade Aguda: Efeitos tóxicos produzidos por única ou múltiplas exposições a uma substância por um curto período, inferior a um dia. Geralmente as manifestações ocorrem rapidamente. Toxicidade Crônica: Efeitos tóxicos após repetidas exposições , por um período longo de tempo, geralmente durante toda a vida do animal ou aproximadamente 80% do tempo de vida. PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  13. 13. Conceitos Mutagenicidade: Substância química capaz de induzir mutações genéticas, e que podem ser transmitidas durante a divisão celular. Carcinogenicidade: Substância capaz de produzir câncer ou tumores em animais de laboratório e no homem. Teratogenicidade: Substância capaz de desenvolver malformação no embrião em desenvolvimento. Outros Conceitos: DL 50, Reação alérgica, etc. Idiossincrasia: reatividade anormal, geralmente nociva, geneticamente determinada a uma substância química PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  14. 14. Riscos Químicos Provocados por substâncias que possam penetrar no organismo pela via respiratória, ou serem absorvidas pelo organismo através do contato com a pele ou ingestão. PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  15. 15. Riscos Químicos Causas Possíveis de Acidentes: • Instrução não adequada • Mau planejamento • Supervisão incorreta e/ou despreparada • Não seguimento das normas • Prática inadequada • Manutenção incorreta • Mau uso de EPI e/ou EPC • Material de origem desconhecida • lay-out inadequado • Jornada excessiva de trabalho PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  16. 16. Risco Primário: A fonte do risco (p.ex. Frasco de Éter) Risco Secundário: A fonte do risco + Ato Inseguro (p.ex. Frasco de Éter + Proximidade Fonte de Calor) Risco Terciário: A fonte do risco + Ato Inseguro + Condição Insegura (p.ex. Éter + Proximidade Fonte de Calor + Ventilação Deficiente) PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  17. 17. Riscos Químicos Vias de Penetração: RESPIRATÓRIA • Área alveolar 80 - 90 m2 • Absorção Sistêmica • Consumo ar 10-20 Kg/dia MAIOR GRAU DE RISCO PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  18. 18. Elaboração: Eduardo Alécio Vias de Penetração: DÉRMICA • Absorção de Produtos Lipossolúveis • Ação local Irritante Primária • Situações: • Barreira Protetora • Ação generalizada • Sensibilização Riscos Químicos PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  19. 19. Vias de Penetração: ORAL • Descumprimento de normas de higiene • Via Secundária Riscos Químicos PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  20. 20. Riscos de Características Químicas: •Reações de Decomposição: Estocagem Inadequada, Choque mecânico, Fricção. (H2O2, HClO4, Sais de Diazônio) •Reações de Polimerização: Polimerização de Monômeros(Cloreto de vinila, Óxido de Etileno, Estireno, Hepicloridina, Acrilamida) •Reação com o Ambiente: Inflamabilidade Espontânea com o ar (Pó fino de NaH, SiH4) Formação de Peróxidos PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  21. 21. Riscos de Características Químicas: •Reações com Água: Liberação de Hidrogênio (Anidrido Acético, Anidrido Fosfórico, PCl5, PCl3, NaH, F , Nao, Ko, Cao , CaO, ) •Reações com Liberação de Produtos Tóxicos:(KCN, NaCN) PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  22. 22. Exemplos de Substâncias de Alto Risco Químico: • Mutagênicas: Azida Sódica, Hidroxilamina, Brometo de Etidium • Cancerígenas ao Homem: Aflatoxinas, Microcistina-LR, Benzeno, Cloreto de vinila. • Provavelmente Cancerígenas: Acrilamida, Formaldeído, Sílica cristalina, Brometo de vinila. • Teratogênicas: Dimetilmercúrio, Cloreto de vinila, Sais de lítio. PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  23. 23. B I O S S E G U R A N Ç A “CONJUNTO DE MEDIDAS VOLTADAS PARA A PREVENÇÃO, MINIMIZAÇÃO OU ELIMINAÇÃO DE RISCOS INERENTES ÀS ATIVIDADES DE PESQUISA, PRODUÇÃO, ENSINO, DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO E PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS, AS QUAIS POSSAM COMPROMETER A SAÚDE DO HOMEM, DOS ANIMAIS, DO MEIO-AMBIENTE OU A QUALIDADE DOS TRABALHOS DESENVOLVIDOS.” PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  24. 24. BIOSSEGURANÇABIOSSEGURANÇA em Laboratórios de Química e Biotecnologia EEquipamentos de PProteção IIndividual PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  25. 25. EPIEPI Dispositivo de uso pessoal destinado aDispositivo de uso pessoal destinado a preservar a incolumidade do usuário nopreservar a incolumidade do usuário no exercício de suas funçõesexercício de suas funções • Última Medida de Proteção • A Cada Trabalho e a cada Risco um EPI • Deve Proteger contra os Riscos e Gerar Proteção contra Condições Incômodas PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  26. 26. PROTEÇÃO DOS OLHOSPROTEÇÃO DOS OLHOSEPI PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  27. 27. PROTEÇÃO DOS OLHOSPROTEÇÃO DOS OLHOSEPI PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  28. 28. EPI PROTEÇÃO DO ROSTOPROTEÇÃO DO ROSTO Protetores FaciaisProtetores Faciais: Acetato Celulose PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  29. 29. EPI PROTEÇÃOPROTEÇÃO AUDITIVAAUDITIVA • Só utilizar como Último Recurso • Limite: 90 a 100 decibéis • No Trabalho Proteger: > 85 decibéis • Atenuação: 115-120 dB => 25-30 dB PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  30. 30. EPI PROTEÇÃO DAS MÃOSPROTEÇÃO DAS MÃOS • Luvas de Borracha, Látex, Neoprene e PVC: Para Materiais Químicos/Corrosivos PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  31. 31. EPI PROTEÇÃO DAS MÃOSPROTEÇÃO DAS MÃOS • Luvas de Couro: Aparas, objetos ásperos, temperatura, etc. PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  32. 32. EPI PROTEÇÃO DOS PÉSPROTEÇÃO DOS PÉS Fechado, Solado Anti-Derrapante e Resistente a Impacto PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  33. 33. EPI PROTEÇÃO DO TRONCOPROTEÇÃO DO TRONCO Aventais Tecido: Trabalhos Secos Sem Chama Aventais Plásticos: Lavagem / Ácidos / etc. PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  34. 34. PROTEÇÃO VIAS RESPIRATÓRIASPROTEÇÃO VIAS RESPIRATÓRIAS Máscaras (Materiais):Máscaras (Materiais): EPI • Fibroso: Poeira, Fumos, etc. PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  35. 35. Máscaras:Máscaras: ••Carvão Ativo:Carvão Ativo: Álcool e Derivados de PetróleoÁlcool e Derivados de Petróleo ••Outros reativos:Outros reativos: Ácidos, Orgânicos, NHÁcidos, Orgânicos, NH33, HCN, Cl, HCN, Cl22, CO, CO22.. PROTEÇÃO VIAS RESPIRATÓRIASPROTEÇÃO VIAS RESPIRATÓRIASEPI PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  36. 36. BIOSSEGURANÇABIOSSEGURANÇA em Laboratórios de Química e Biotecnologia EEquipamentos de PProteção CColetiva PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  37. 37. Armazenamento de Produtos QuímicosArmazenamento de Produtos Químicos EPCEPC PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  38. 38. Chuveiros de Segurança / LavaChuveiros de Segurança / Lava--OlhosOlhos EPCEPC PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  39. 39. Controle de ResíduosControle de Resíduos EPCEPC PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  40. 40. Extintores de IncêndioExtintores de IncêndioEPCEPC PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  41. 41. Capelas de ExaustãoCapelas de Exaustão EPCEPC PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com
  42. 42. Capelas de Fluxo LaminarCapelas de Fluxo Laminar EPCEPC PDF created with pdfFactory trial version www.pdffactory.com

×