Alavancas01

1.333 visualizações

Publicada em

Biomecânica...
Alavancas...
Um conteúdo de alavanca para você que quer aprender um pouco mais sobre alavanca...
Matéria de Fisioterapia...

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.333
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
31
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Alavancas01

  1. 1. ALAVANCAS Prof. Dr. Guanis de Barros Vilela Junior
  2. 2. Alavancas: máquinas si mpl es F ER
  3. 3. Componentes de uma alavanca • Barra rígida • Eixo de rotação • Resistência • Força (potência) F Eixo R
  4. 4. Braços de uma alavanca • Braço: é a menor distância entre a linha de ação da força considerada e o eixo de rotação. F Eixo RbF bR Braço da resistência Braço da potência
  5. 5. Braços de uma alavanca eixo F bF R bR L L é o comprimento do segmento bF = L . sen bR : é o braço da resistência
  6. 6. Cl asses de al avancas • 3 Classes: Interfixa Interresistente Interpotente
  7. 7. Alavanca de 1ª classe: Interfixa • O eixo está localizado entre a força (potência) e a resistência • Gangorra • Pode ser de velocidade ou de força • Trata-se de uma alavanca que pode ser modificada • É a única alavanca que pode ter vantagem mecânica igual a 1,0.
  8. 8. Alavanca de 2ª classe: Interresistente • A resistência está entre o eixo e a força • Carrinho-de-mão (carriola) • Previlegia a força • Vantagem mecânica é maior que 1,0.
  9. 9. Alavanca de 3ª classe: Interpotente • A força (potência) está entre o eixo e a resistência • Pá • Privilegia a velocidade • Vantagem mecânica é menor que 1,0.
  10. 10. R FE Alavancas anatômicas
  11. 11. Alavancas anatômicas • Barra rígida é o osso • O eixo é a articulação • Resistência é o C.G. ou carga externa • Força atua na inserção do músculo • Na maioria das vezes são de terceira classe, ou seja, a força está entre o eixo e a resistência.
  12. 12. Alavancas Anatômicas R FE
  13. 13. Alavancas anatômicas de 1ª classe • Balanço da cabeça • R E F • R é o peso da cabeça que tende a flexionar a coluna cervical • E é o eixo • F é a força exercida pelos músculos posteriores (esplênio da cabeça)
  14. 14. Alavancas anatômicas de 2ª cl asse • Ficar na ponta dos pés • F R E
  15. 15. Alavancas anatômicas de 3ª cl asse FR E R F E Mesa romana
  16. 16. Vantagem Mecânica • Usada para melhorar a performance • Pode ser aprimorada pelo treinamento • É calculada a partir dos braços das forças • Fórmula básica: VM = bF/bR • Onde VM é a vantagem mecânica (adimensional)
  17. 17. Vantagem Mecânica • Exemplo para tipo Interfixa (1ª classe): bF = 5, bR = 5 F E R VM = 5/5 VM = 1.0 • Ou seja, o indivíduo pode exercer sobre um objeto a mesma força que ele exerce com seus músculos. • Esta alavanca pode sofrer adequações para produzir o mesmo efeito que as de segunda e terceira classe.
  18. 18. Vantagem Mecânica • VM = bF/bR • Exemplo de interresistente: bF = 10, bR = 5 F R E VM = 10/5 VM = 2.0 • Ou seja, o indivíduo pode aplicar MAIS força do que exerce com seus músculos. • É um meio para “ganhar” força
  19. 19. Vantagem Mecânica • VM = bF/bR • Exemplo de alavanca interpotente: bF = 5, bR = 10 R F A VM = 5/10 VM = 0.5 • Ou seja, o indivíduo aplica MENOS força do que exerce com seus músculos • Possibilita o ganho de velocidade
  20. 20. Alavancas em equilíbrio • Possibilita compreender a performance • É útil para otimizar o ensino de técnicas esportivas • F x bF = R x bR • Onde: – F = força – bF = braço da força – R = resistência – bR = braço da resistência
  21. 21. Alavancas Anatômicas • Em equilíbrio Fórmula: • F x bF = R x bR F x 4cm = 500 x 20cm 4F = 10000 F = 2500N RFE Contração Isométrica
  22. 22. Considerações evolutivas das alavancas • O braço da força é (na maioria das vezes) mais curto que o braço da resistência, resultando assim uma desvantagem mecânica. • Quando o braço da força é menor que o braço da resistência, a função da alavanca é de aumentar a velocidade. • A maioria das alavancas ósseas tem o braço da força menor que o braço da resistência, isto aponta para o fato de que o corpo humano está mais preparado para realizar tarefas que envolvam velocidade do que tarefas que envolvam força.
  23. 23. Considerações evolutivas das alavancas • O fato da maioria das alavancas do corpo humano privilegiarem a velocidade é conseqüência da história evolutiva do homem. • Em 4 milhões de anos de evolução, os nossos ancestrais tinham que correr para fugir de grandes predadores, além disto, ser veloz, maximizava a probabilidade de conseguir caçar pequenos animais.
  24. 24. Exercícios 1) Dê exemplos de cada tipo de alavancas no corpo humano. 2) Calcule a resistência que atua sobre o antebraço de um sujeito que esteja com o mesmo em repouso e na horizontal. Sabe-se que o braço da força vale 2 cm e o da resistência vale 20 cm. Dado: força desenvolvida pelo bíceps 60N. 3) Explique, sob o ponto de vista biomecânico e evolutivo os 3 tipos de alavancas existentes no corpo humano. 4) Discuta a importância biomecânica das alavancas no judô.
  25. 25. Trabalho • Identifique a origem e inserção de 20 importantes músculos do aparelho locomotor humano. • Descreva uma situação que envolva cada um destes 20 músculos e descreva o tipo de alavanca constituída em cada caso (tipo, VM, bF e bR). • Use ilustrações (desenhos ou fotos) para cada caso.

×