SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 19
Aline Carvalho
Escolha das
Cultivares de Soja- 1º
Safra
Levar em conta:
Produtividade e estabilidade;
Resistência a doenças;
Grupo de maturação;
Composição do grão;
Altura e acamamento;
Escolha da cultivar
Escolha da cultivar
Ciclo da cultivar ( Goiás)
Precoce, médio e tardio
Precoce: Até 125 dias;
Médio: 126 a 140 dias;
Tardio: Mais que 140 dias;
Histórico da lavoura
Importante escalonar tipos de maturação-
COLHEITA
Objetivo de fazer safrinha ou não;
Microrregiões- Zoneamento
Agrícola
Figura 1. Microrregiões
Área
Piracanjuba- Goiás ( Microrregião 304)
Clima tropical úmido
Pluviosidade média : 1359 mm;
Área Geagra:
 250 Há (1 talhão)
 Solo argiloso;
 Histórico de problemas com Nematoide das galhas
(M. javanica)
Cultivares recomendadas-
Macrorregião 304
NS 7227 RR;
NS 7709 IPRO;
BRASMAX DESAFIO RR;
Pioneer 95R51;
Outras;
Nomenclatura-Cultivares
De acordo com a instituição de origem;
Acrescida da letra S ou nome de pessoas, cidades,
rios, regiões;
Ex:
BR e BRS- (EMBRAPA)
BRS 359 RR
IAC (Instituto Agronômico de Campinas)
IAC-24
M-SOY ( Monsanto)
M-SOY 8866
Nomenclatura-Cultivares
Tendência:
Após abreviatura:
Acrescentar números que representem grupo de
maturação;
Número de ordem do seu lançamento comercial;
Nomenclatura-Cultivares
RR: Roundup Ready –Tolerância ao herbicida
glifosato;
Tecnologia Intacta (RR2 PRO®)
Alta produtividade;
Proteção e supressão contra insetos;
Tolerância ao herbicida Glifosato;
Cultivar
NS 7227 RR
Precocidade
Tolerância ao nematoide das galhas (M. javanica);
Arquitetura foliar- melhor eficiência dos
fungicidas;
Florescimento: 28 a 35 dias;
Altura da planta: 66 a 82 cm;
Cultivar
 Hábito de crescimento: indeterminado;
Tipo da planta: ereta;
 Maturação fisiológica: 98 a 112 dias;
Colheita: 105 a 118 dias;
Tolerância ao herbicida glifosato (soja
transgênica)
Peso médio de mil grãos: 146,8
Altura da primeira vagem: 8 a 14cm.
Cultivar
Quantidade de semente
NS= PD .
(GxPxIS)
Ns: Número de semente por hectare
Pd: População desejada
G: Germinação
P: Pureza
Is: Índice de sobrevivência
Quantidade de semente
NS/há = 360000 = 429645,54 sem/ha
(0,95 x 0,98 x 0,9)
PD: 360000
G: 0,95
P: 0,98
IS: 0,90
Quantidade de semente
NS/m= NS x E
(10000 )
 429645,54 x 0,45 = 19,33 sem /m
(10000 )
Ns/m: Número de semente por metro linear
Ns: Número de semente/há
E: Espaçamento
Quantidade de semente
Kg sem/há= Ns x PMS =
100000
429645,54 x 146,8 = 63, 07 kg /há;
1000000
NS: Número de sementes
PMS: Peso de mil sementes
Custo- Sementes
Preço: 3,00/kg; ( á vista)
Kg/há: 63, 07 kg /há;
Área: 250 há;
Custo total da área = 3,00 x 63,07 x 250,oo = 47302.5
Custo total: R$ 47.302,50
Custo em Sc/há : 2,48 sc/há;
Quando comprar?
Analisar:
Preço;
Disponibilidade de sementes para comercialização;
Logística;
Ideal comprar na época seca (Junho-julho);
O quanto antes tiver disponível na propriedade,
melhor!
Produtor tem que buscar o menor custo e menores riscos para o
sucesso desta etapa.
Aline Carvalho
aline.bcarvalho@Hotmail.com
Cel: (62)82014732
Obrigada!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Unidade 06 vigor em sementes
Unidade 06 vigor em sementesUnidade 06 vigor em sementes
Unidade 06 vigor em sementesBruno Rodrigues
 
Implantação da Cultura do Feijão
Implantação da Cultura do FeijãoImplantação da Cultura do Feijão
Implantação da Cultura do FeijãoKiller Max
 
MORFOLOGIA E FISIOLOGIA DO ALGODOEIRO
MORFOLOGIA E FISIOLOGIA DO ALGODOEIROMORFOLOGIA E FISIOLOGIA DO ALGODOEIRO
MORFOLOGIA E FISIOLOGIA DO ALGODOEIROGeagra UFG
 
Tratos culturais: Aplicação de herbicidas - Milho
Tratos culturais: Aplicação de herbicidas - MilhoTratos culturais: Aplicação de herbicidas - Milho
Tratos culturais: Aplicação de herbicidas - MilhoGeagra UFG
 
Sorgo morfologia e fisiologia
Sorgo morfologia e fisiologiaSorgo morfologia e fisiologia
Sorgo morfologia e fisiologiaGeagra UFG
 
Grupo de Maturação e Posicionamento de Cultivares
Grupo de Maturação e Posicionamento de CultivaresGrupo de Maturação e Posicionamento de Cultivares
Grupo de Maturação e Posicionamento de CultivaresGeagra UFG
 
A Cultura do Arroz
A Cultura do ArrozA Cultura do Arroz
A Cultura do ArrozGeagra UFG
 
INTRODUÇÃO À CULTURA DA SOJA
INTRODUÇÃO À CULTURA DA SOJAINTRODUÇÃO À CULTURA DA SOJA
INTRODUÇÃO À CULTURA DA SOJAGeagra UFG
 
COLHEITA E PÓS-COLHEITA DE SOJA
COLHEITA E PÓS-COLHEITA DE SOJACOLHEITA E PÓS-COLHEITA DE SOJA
COLHEITA E PÓS-COLHEITA DE SOJAGeagra UFG
 
Comportamento de herbicidas no solo
Comportamento de herbicidas no soloComportamento de herbicidas no solo
Comportamento de herbicidas no soloRonaldo Cunha Coelho
 
Caracterização de Produtos Químicos - Fungicidas
Caracterização de Produtos Químicos - Fungicidas Caracterização de Produtos Químicos - Fungicidas
Caracterização de Produtos Químicos - Fungicidas Geagra UFG
 
Reguladores de crescimento, desfolhantes e maturadores
Reguladores de crescimento, desfolhantes e maturadoresReguladores de crescimento, desfolhantes e maturadores
Reguladores de crescimento, desfolhantes e maturadoresGeagra UFG
 
cultura do arroz slide simplificado
cultura do arroz slide simplificadocultura do arroz slide simplificado
cultura do arroz slide simplificadoAndre Vinicius
 
Identificação de plantas daninhas
Identificação de plantas daninhasIdentificação de plantas daninhas
Identificação de plantas daninhasGeagra UFG
 

Mais procurados (20)

Vigor em semente
Vigor em sementeVigor em semente
Vigor em semente
 
Tratos culturais
Tratos culturaisTratos culturais
Tratos culturais
 
Unidade 06 vigor em sementes
Unidade 06 vigor em sementesUnidade 06 vigor em sementes
Unidade 06 vigor em sementes
 
Implantação da Cultura do Feijão
Implantação da Cultura do FeijãoImplantação da Cultura do Feijão
Implantação da Cultura do Feijão
 
MORFOLOGIA E FISIOLOGIA DO ALGODOEIRO
MORFOLOGIA E FISIOLOGIA DO ALGODOEIROMORFOLOGIA E FISIOLOGIA DO ALGODOEIRO
MORFOLOGIA E FISIOLOGIA DO ALGODOEIRO
 
Cultura da Soja
Cultura da SojaCultura da Soja
Cultura da Soja
 
Tratos culturais: Aplicação de herbicidas - Milho
Tratos culturais: Aplicação de herbicidas - MilhoTratos culturais: Aplicação de herbicidas - Milho
Tratos culturais: Aplicação de herbicidas - Milho
 
Sorgo morfologia e fisiologia
Sorgo morfologia e fisiologiaSorgo morfologia e fisiologia
Sorgo morfologia e fisiologia
 
Grupo de Maturação e Posicionamento de Cultivares
Grupo de Maturação e Posicionamento de CultivaresGrupo de Maturação e Posicionamento de Cultivares
Grupo de Maturação e Posicionamento de Cultivares
 
Inseticidas
InseticidasInseticidas
Inseticidas
 
A Cultura do Arroz
A Cultura do ArrozA Cultura do Arroz
A Cultura do Arroz
 
INTRODUÇÃO À CULTURA DA SOJA
INTRODUÇÃO À CULTURA DA SOJAINTRODUÇÃO À CULTURA DA SOJA
INTRODUÇÃO À CULTURA DA SOJA
 
Manejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhasManejo de plantas daninhas
Manejo de plantas daninhas
 
COLHEITA E PÓS-COLHEITA DE SOJA
COLHEITA E PÓS-COLHEITA DE SOJACOLHEITA E PÓS-COLHEITA DE SOJA
COLHEITA E PÓS-COLHEITA DE SOJA
 
Comportamento de herbicidas no solo
Comportamento de herbicidas no soloComportamento de herbicidas no solo
Comportamento de herbicidas no solo
 
Caracterização de Produtos Químicos - Fungicidas
Caracterização de Produtos Químicos - Fungicidas Caracterização de Produtos Químicos - Fungicidas
Caracterização de Produtos Químicos - Fungicidas
 
Reguladores de crescimento, desfolhantes e maturadores
Reguladores de crescimento, desfolhantes e maturadoresReguladores de crescimento, desfolhantes e maturadores
Reguladores de crescimento, desfolhantes e maturadores
 
Soja
SojaSoja
Soja
 
cultura do arroz slide simplificado
cultura do arroz slide simplificadocultura do arroz slide simplificado
cultura do arroz slide simplificado
 
Identificação de plantas daninhas
Identificação de plantas daninhasIdentificação de plantas daninhas
Identificação de plantas daninhas
 

Destaque

MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS NA SOJA
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS NA SOJA MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS NA SOJA
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS NA SOJA Geagra UFG
 
BASF – AgCelence Soja
BASF – AgCelence SojaBASF – AgCelence Soja
BASF – AgCelence SojaAgência e21
 
Aplicações Foliares - Nutrição e Fitormônios
Aplicações Foliares - Nutrição e FitormôniosAplicações Foliares - Nutrição e Fitormônios
Aplicações Foliares - Nutrição e FitormôniosGeagra UFG
 
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NA CULTURA DA SOJA
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NA CULTURA DA SOJA MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NA CULTURA DA SOJA
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NA CULTURA DA SOJA Geagra UFG
 
Apresentação Aspectos Fisiológicos da Cultura da Soja
Apresentação   Aspectos Fisiológicos da Cultura da SojaApresentação   Aspectos Fisiológicos da Cultura da Soja
Apresentação Aspectos Fisiológicos da Cultura da SojaGustavo Avila
 
FIXAÇÃO BIOLÓGICA NA SOJA
FIXAÇÃO BIOLÓGICA NA SOJAFIXAÇÃO BIOLÓGICA NA SOJA
FIXAÇÃO BIOLÓGICA NA SOJAGeagra UFG
 
Morfologia e Fenologia do Feijão
Morfologia e Fenologia do FeijãoMorfologia e Fenologia do Feijão
Morfologia e Fenologia do FeijãoKiller Max
 
Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento: Prestacao de contas a so...
Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento: Prestacao de contas a so...Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento: Prestacao de contas a so...
Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento: Prestacao de contas a so...Rural Pecuária
 
Youblisher.com 1170112-terra cia-edi_o_196
Youblisher.com 1170112-terra cia-edi_o_196Youblisher.com 1170112-terra cia-edi_o_196
Youblisher.com 1170112-terra cia-edi_o_196Lela Gomes
 
Filosofia e Sociologia - 2º bimestre 2016
Filosofia e Sociologia - 2º bimestre 2016Filosofia e Sociologia - 2º bimestre 2016
Filosofia e Sociologia - 2º bimestre 2016Marcos Azevedo
 
Programa Nutricional Kimberlit na Cultura da Soja
Programa Nutricional Kimberlit na Cultura da SojaPrograma Nutricional Kimberlit na Cultura da Soja
Programa Nutricional Kimberlit na Cultura da SojaANDRE BONILHA
 
Determinação da produtividade de soja por sensoriamento remoto
Determinação da produtividade de soja por sensoriamento remotoDeterminação da produtividade de soja por sensoriamento remoto
Determinação da produtividade de soja por sensoriamento remotoLidiane Ortiz
 
Adubacao da-soja-em-areas-de-cerrado-micronutrientes-
Adubacao da-soja-em-areas-de-cerrado-micronutrientes-Adubacao da-soja-em-areas-de-cerrado-micronutrientes-
Adubacao da-soja-em-areas-de-cerrado-micronutrientes-Cézar Guerra
 
Manejo de Milho: Tratamento de sementes e plantio
Manejo de Milho: Tratamento de sementes e plantioManejo de Milho: Tratamento de sementes e plantio
Manejo de Milho: Tratamento de sementes e plantioAM Placas Ltda. Placas
 
Arquivo do agrônomo como a soja desenvolve
Arquivo do agrônomo   como a soja desenvolveArquivo do agrônomo   como a soja desenvolve
Arquivo do agrônomo como a soja desenvolvegersonagronomia
 

Destaque (20)

MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS NA SOJA
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS NA SOJA MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS NA SOJA
MANEJO INTEGRADO DE DOENÇAS NA SOJA
 
BASF – AgCelence Soja
BASF – AgCelence SojaBASF – AgCelence Soja
BASF – AgCelence Soja
 
Soja brasil
Soja brasilSoja brasil
Soja brasil
 
Aplicações Foliares - Nutrição e Fitormônios
Aplicações Foliares - Nutrição e FitormôniosAplicações Foliares - Nutrição e Fitormônios
Aplicações Foliares - Nutrição e Fitormônios
 
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NA CULTURA DA SOJA
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NA CULTURA DA SOJA MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NA CULTURA DA SOJA
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS NA CULTURA DA SOJA
 
Apresentação Aspectos Fisiológicos da Cultura da Soja
Apresentação   Aspectos Fisiológicos da Cultura da SojaApresentação   Aspectos Fisiológicos da Cultura da Soja
Apresentação Aspectos Fisiológicos da Cultura da Soja
 
FIXAÇÃO BIOLÓGICA NA SOJA
FIXAÇÃO BIOLÓGICA NA SOJAFIXAÇÃO BIOLÓGICA NA SOJA
FIXAÇÃO BIOLÓGICA NA SOJA
 
Morfologia e Fenologia do Feijão
Morfologia e Fenologia do FeijãoMorfologia e Fenologia do Feijão
Morfologia e Fenologia do Feijão
 
Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento: Prestacao de contas a so...
Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento: Prestacao de contas a so...Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento: Prestacao de contas a so...
Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento: Prestacao de contas a so...
 
Youblisher.com 1170112-terra cia-edi_o_196
Youblisher.com 1170112-terra cia-edi_o_196Youblisher.com 1170112-terra cia-edi_o_196
Youblisher.com 1170112-terra cia-edi_o_196
 
Filosofia e Sociologia - 2º bimestre 2016
Filosofia e Sociologia - 2º bimestre 2016Filosofia e Sociologia - 2º bimestre 2016
Filosofia e Sociologia - 2º bimestre 2016
 
Agrocurso - Grãos
Agrocurso - GrãosAgrocurso - Grãos
Agrocurso - Grãos
 
Adote refúgio 12.11
Adote refúgio 12.11Adote refúgio 12.11
Adote refúgio 12.11
 
Programa Nutricional Kimberlit na Cultura da Soja
Programa Nutricional Kimberlit na Cultura da SojaPrograma Nutricional Kimberlit na Cultura da Soja
Programa Nutricional Kimberlit na Cultura da Soja
 
Determinação da produtividade de soja por sensoriamento remoto
Determinação da produtividade de soja por sensoriamento remotoDeterminação da produtividade de soja por sensoriamento remoto
Determinação da produtividade de soja por sensoriamento remoto
 
Soja
SojaSoja
Soja
 
Lançamento NIT - Secretaria de Política Agrícola
Lançamento NIT - Secretaria de Política AgrícolaLançamento NIT - Secretaria de Política Agrícola
Lançamento NIT - Secretaria de Política Agrícola
 
Adubacao da-soja-em-areas-de-cerrado-micronutrientes-
Adubacao da-soja-em-areas-de-cerrado-micronutrientes-Adubacao da-soja-em-areas-de-cerrado-micronutrientes-
Adubacao da-soja-em-areas-de-cerrado-micronutrientes-
 
Manejo de Milho: Tratamento de sementes e plantio
Manejo de Milho: Tratamento de sementes e plantioManejo de Milho: Tratamento de sementes e plantio
Manejo de Milho: Tratamento de sementes e plantio
 
Arquivo do agrônomo como a soja desenvolve
Arquivo do agrônomo   como a soja desenvolveArquivo do agrônomo   como a soja desenvolve
Arquivo do agrônomo como a soja desenvolve
 

Mais de Geagra UFG

INTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptx
INTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptxINTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptx
INTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptxGeagra UFG
 
Colheita e armazenamento da soja........
Colheita e armazenamento da soja........Colheita e armazenamento da soja........
Colheita e armazenamento da soja........Geagra UFG
 
Manejo de doenças da soja...............
Manejo de doenças da soja...............Manejo de doenças da soja...............
Manejo de doenças da soja...............Geagra UFG
 
Mecanismo de ação de fungicidas.........
Mecanismo de ação de fungicidas.........Mecanismo de ação de fungicidas.........
Mecanismo de ação de fungicidas.........Geagra UFG
 
Mecanismo de ação de inseticidas........
Mecanismo de ação de inseticidas........Mecanismo de ação de inseticidas........
Mecanismo de ação de inseticidas........Geagra UFG
 
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptxSLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptxGeagra UFG
 
Cópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdf
Cópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdfCópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdf
Cópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdfGeagra UFG
 
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptxSLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptxGeagra UFG
 
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptx
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptxMANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptx
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptxGeagra UFG
 
Manejo do solo e plantio de soja
Manejo do solo e plantio de sojaManejo do solo e plantio de soja
Manejo do solo e plantio de sojaGeagra UFG
 
Tecnologia de aplicação
Tecnologia de aplicaçãoTecnologia de aplicação
Tecnologia de aplicaçãoGeagra UFG
 
Manejo do solo e plantio de soja
Manejo do solo e plantio de sojaManejo do solo e plantio de soja
Manejo do solo e plantio de sojaGeagra UFG
 
inoculantes_coinoculantes_e_adubaASSAPSo_foliar.pptx
inoculantes_coinoculantes_e_adubaASSAPSo_foliar.pptxinoculantes_coinoculantes_e_adubaASSAPSo_foliar.pptx
inoculantes_coinoculantes_e_adubaASSAPSo_foliar.pptxGeagra UFG
 
Correção do solo e adubação na soja
Correção do solo e adubação na sojaCorreção do solo e adubação na soja
Correção do solo e adubação na sojaGeagra UFG
 
SLIDE DINÂMICA DOS NUTRIENTES OF.pptx
SLIDE DINÂMICA DOS NUTRIENTES OF.pptxSLIDE DINÂMICA DOS NUTRIENTES OF.pptx
SLIDE DINÂMICA DOS NUTRIENTES OF.pptxGeagra UFG
 
BIOTECNOLOGIA E RECOMENDAÇÃO DE CULTIVARES DE SOJA
BIOTECNOLOGIA E RECOMENDAÇÃO DE CULTIVARES DE SOJA BIOTECNOLOGIA E RECOMENDAÇÃO DE CULTIVARES DE SOJA
BIOTECNOLOGIA E RECOMENDAÇÃO DE CULTIVARES DE SOJA Geagra UFG
 
FENOLOGIA E FISIOLOGIA DA SOJA.pptx
FENOLOGIA E FISIOLOGIA DA SOJA.pptxFENOLOGIA E FISIOLOGIA DA SOJA.pptx
FENOLOGIA E FISIOLOGIA DA SOJA.pptxGeagra UFG
 
FENOLOGIA E FISIOLOGIA DA SOJA.pptx
FENOLOGIA E FISIOLOGIA DA SOJA.pptxFENOLOGIA E FISIOLOGIA DA SOJA.pptx
FENOLOGIA E FISIOLOGIA DA SOJA.pptxGeagra UFG
 
Produção de milho-doce, milho-pipoca e milho-verde no Brasil.
Produção de milho-doce, milho-pipoca e milho-verde no Brasil. Produção de milho-doce, milho-pipoca e milho-verde no Brasil.
Produção de milho-doce, milho-pipoca e milho-verde no Brasil. Geagra UFG
 
Colheita e armazenamento do milho
Colheita e armazenamento do milhoColheita e armazenamento do milho
Colheita e armazenamento do milhoGeagra UFG
 

Mais de Geagra UFG (20)

INTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptx
INTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptxINTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptx
INTRODUÇÃO À COTONICULTURA - THAÍS MOREIRA.pptx
 
Colheita e armazenamento da soja........
Colheita e armazenamento da soja........Colheita e armazenamento da soja........
Colheita e armazenamento da soja........
 
Manejo de doenças da soja...............
Manejo de doenças da soja...............Manejo de doenças da soja...............
Manejo de doenças da soja...............
 
Mecanismo de ação de fungicidas.........
Mecanismo de ação de fungicidas.........Mecanismo de ação de fungicidas.........
Mecanismo de ação de fungicidas.........
 
Mecanismo de ação de inseticidas........
Mecanismo de ação de inseticidas........Mecanismo de ação de inseticidas........
Mecanismo de ação de inseticidas........
 
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptxSLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pptx
 
Cópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdf
Cópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdfCópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdf
Cópia de SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1).pdf
 
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptxSLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptx
SLIDE OFICIAL GEAGRA 2023.2 (2).pptx (1) (1).pptx
 
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptx
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptxMANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptx
MANEJO DE PLANTAS DANINHAS DA SOJA. .pptx
 
Manejo do solo e plantio de soja
Manejo do solo e plantio de sojaManejo do solo e plantio de soja
Manejo do solo e plantio de soja
 
Tecnologia de aplicação
Tecnologia de aplicaçãoTecnologia de aplicação
Tecnologia de aplicação
 
Manejo do solo e plantio de soja
Manejo do solo e plantio de sojaManejo do solo e plantio de soja
Manejo do solo e plantio de soja
 
inoculantes_coinoculantes_e_adubaASSAPSo_foliar.pptx
inoculantes_coinoculantes_e_adubaASSAPSo_foliar.pptxinoculantes_coinoculantes_e_adubaASSAPSo_foliar.pptx
inoculantes_coinoculantes_e_adubaASSAPSo_foliar.pptx
 
Correção do solo e adubação na soja
Correção do solo e adubação na sojaCorreção do solo e adubação na soja
Correção do solo e adubação na soja
 
SLIDE DINÂMICA DOS NUTRIENTES OF.pptx
SLIDE DINÂMICA DOS NUTRIENTES OF.pptxSLIDE DINÂMICA DOS NUTRIENTES OF.pptx
SLIDE DINÂMICA DOS NUTRIENTES OF.pptx
 
BIOTECNOLOGIA E RECOMENDAÇÃO DE CULTIVARES DE SOJA
BIOTECNOLOGIA E RECOMENDAÇÃO DE CULTIVARES DE SOJA BIOTECNOLOGIA E RECOMENDAÇÃO DE CULTIVARES DE SOJA
BIOTECNOLOGIA E RECOMENDAÇÃO DE CULTIVARES DE SOJA
 
FENOLOGIA E FISIOLOGIA DA SOJA.pptx
FENOLOGIA E FISIOLOGIA DA SOJA.pptxFENOLOGIA E FISIOLOGIA DA SOJA.pptx
FENOLOGIA E FISIOLOGIA DA SOJA.pptx
 
FENOLOGIA E FISIOLOGIA DA SOJA.pptx
FENOLOGIA E FISIOLOGIA DA SOJA.pptxFENOLOGIA E FISIOLOGIA DA SOJA.pptx
FENOLOGIA E FISIOLOGIA DA SOJA.pptx
 
Produção de milho-doce, milho-pipoca e milho-verde no Brasil.
Produção de milho-doce, milho-pipoca e milho-verde no Brasil. Produção de milho-doce, milho-pipoca e milho-verde no Brasil.
Produção de milho-doce, milho-pipoca e milho-verde no Brasil.
 
Colheita e armazenamento do milho
Colheita e armazenamento do milhoColheita e armazenamento do milho
Colheita e armazenamento do milho
 

Último

Livro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdf
Livro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdfLivro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdf
Livro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdfSamuel Ramos
 
DESTRAVANDO O NOVO EDITAL DA CAIXA ECONOMICA
DESTRAVANDO O NOVO EDITAL DA CAIXA ECONOMICADESTRAVANDO O NOVO EDITAL DA CAIXA ECONOMICA
DESTRAVANDO O NOVO EDITAL DA CAIXA ECONOMICAPabloVinicius40
 
Eletricista instalador - Senai Almirante Tamandaré
Eletricista instalador - Senai Almirante TamandaréEletricista instalador - Senai Almirante Tamandaré
Eletricista instalador - Senai Almirante TamandaréGuilhermeLucio9
 
LEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurança
LEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurançaLEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurança
LEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurançaGuilhermeLucio9
 
Tecnólogo em Mecatrônica - Universidade Anhanguera
Tecnólogo em Mecatrônica - Universidade AnhangueraTecnólogo em Mecatrônica - Universidade Anhanguera
Tecnólogo em Mecatrônica - Universidade AnhangueraGuilhermeLucio9
 
Treinamento de NR06 Equipamento de Proteção Individual
Treinamento de NR06 Equipamento de Proteção IndividualTreinamento de NR06 Equipamento de Proteção Individual
Treinamento de NR06 Equipamento de Proteção Individualpablocastilho3
 
A Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboral
A Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboralA Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboral
A Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboralFranciscaArrudadaSil
 

Último (7)

Livro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdf
Livro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdfLivro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdf
Livro Vibrações Mecânicas - Rao Singiresu - 4ª Ed.pdf
 
DESTRAVANDO O NOVO EDITAL DA CAIXA ECONOMICA
DESTRAVANDO O NOVO EDITAL DA CAIXA ECONOMICADESTRAVANDO O NOVO EDITAL DA CAIXA ECONOMICA
DESTRAVANDO O NOVO EDITAL DA CAIXA ECONOMICA
 
Eletricista instalador - Senai Almirante Tamandaré
Eletricista instalador - Senai Almirante TamandaréEletricista instalador - Senai Almirante Tamandaré
Eletricista instalador - Senai Almirante Tamandaré
 
LEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurança
LEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurançaLEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurança
LEAN SIX SIGMA - Garantia da qualidade e segurança
 
Tecnólogo em Mecatrônica - Universidade Anhanguera
Tecnólogo em Mecatrônica - Universidade AnhangueraTecnólogo em Mecatrônica - Universidade Anhanguera
Tecnólogo em Mecatrônica - Universidade Anhanguera
 
Treinamento de NR06 Equipamento de Proteção Individual
Treinamento de NR06 Equipamento de Proteção IndividualTreinamento de NR06 Equipamento de Proteção Individual
Treinamento de NR06 Equipamento de Proteção Individual
 
A Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboral
A Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboralA Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboral
A Importância dos EPI's no trabalho e no dia a dia laboral
 

Escolha da cultivar de soja NS 7227 RR para área de 250 hectares em Piracanjuba-GO