CAPS
Pelotas

Uma dose de história:
contextualizando o uso de drogas
Gabriela Lanzetta Haack
Psicóloga
Coordenadora CAPS A...
Uma dose de história


As drogas sempre estiveram
presentes, em diferentes épocas,
nas mais diferentes civilizações e
sua...
Na pré história...
O homem já conhecia determinadas
plantas e fungos tóxicos que
produziam alterações no humor e na
percep...


Na antiga Creta, no Mar
Mediterrâneo,os habitantes adoravam
a deusa da papoula, a flor de onde se
extrai o ópio.



Os...


São também dos antigos egípcios as
primeiras referências que se têm
sobre a produção da cerveja.



Na Grécia antiga, ...


Em Roma, em 312 d.C., havam 739
casas para a distribuição do ópio.



Contudo, em 320 d.C., com o domínio
do Império R...


No século VII, os turcos descobrem
que os efeitos da droga são muito
mais poderosos se ocorrer a inalação
do suco da pa...


Os astecas utilizavam cogumelos
alucinógenos em seus atos religiosos



O tabaco, originário do nosso
continente, é ut...


Os índios do Brasil central e da
Amazônia usam o “caulim”, bebida de
alto teor alcoólico fermentada a partir
de raízes ...


Em busca de ouro Sir Walter Raligh,
guerreiro, historiador e poeta inglês,
explorou o Caribe. Levou para a
Europa o tab...
A novidade espalhou-se pela Europa
rapidamente. Os médicos notaram o
efeito relaxante da nicotina e
passaram a prescrever ...


Os “maços” de cigarro passaram
então a ser produzidos para
distribuição aos soldados, como parte
da ração diária, duran...


Na Alemanha da Idade Média, eram
executados em praça pública aqueles
que utilizavam uma certa bebida
escura de efeitos ...


Em 8 de outubro de 1800, o general
Napoleão Bonaparte, comandante das
tropas francesas que haviam invadido
o Egito, pro...
No Brasil a maconha chegou
importada da África como erva
sagrada e tinha nomes diferentes de
acordo com a região do país, ...






Até o final do século passado, havia um
grande número de bebidas com extratos
de coca ou cocaína pura, como os
vi...
A coca cola foi então lançada no
mercado como um “remédio soberano
e bebida estimulante”
 Um anúncio de 1888 comentava:
“...
Até a primeira década do século XX,
todas as drogas conhecidas se
encontravam disponíveis em
farmácias e drogarias, podend...


Contudo, com o melhor estudo sobre
os efeitos das drogas no organismo e
a ação das drogas sobre a saúde, ios
primeiros ...
Na Jamaica os “rastafari” utilizam a
maconha em suas práticas religiosas,
como uma erva sagrada, que lhes dá
conhecimento ...
Breve história do álcool
O álcool é a droga mais antiga e mais usada
 A cerveja foi descoberta por acaso há 6000
anos a.c...
A cerveja colaborou com o
desenvolvimento da agricultura, comércio
e economia
 Vinho: era considerado mais elegante;
“exc...
O álcool na antiguidade era conhecido
como a “água da vida”: era usado
para todos os males
 Num segundo momento passou a ...


1930: um médico de Nuremberg já
traz a questão do quanto de álcool
cada um pode beber para “se portar
como um cavalheir...
A cachaça
Em 1400 – escravos – cana de açúcar
 Com a descoberta do Novo Mundo
por Cristóvão Colombo houve a
expansão da e...
Na verdade, o melado fermentou. Para
consertar, os escravos misturaram mais
melado novo e levaram ao fogo. O álcool
então ...
Com o tempo, o processo foi
aprimorado e hoje exporta-se
cachaça.
 Século XX – Cultura do botequim –
cachaça considerada ...
Então, antigamente...


As drogas eram utilizadas pelo ser
humano primitivo ou pelas antigas
sociedades dentro de seus ri...
Contudo, na idade moderna...


Particularmente em nosso século, as
drogas têm sido utilizadas de uma
maneira indiscrimina...
É possível uma sociedade sem
drogas?
Hoje em dia é comum se divertir ao
consumir álcool...
 Ou tentar esquecer algum prob...
A questão é:


A busca pelo prazer nos move!!!!!



Tendemos a repetir ações agradáveis
e ás vezes é nesse prazer que
en...
O problema é....


Quando o “gostar muito” se
transforma em
DEPENDÊNCIA ....



E o prazer se transforma em

DOR
E o que mudou???


Aumento do consumo de drogas...



Novas drogas...



Novas formas de uso das “velhas”
drogas...


...
E como são esses novos
dias?
Imediatismo
Tudo é “para ontem”
Tudo é muito rápido
Você tem que ter!!!
Sucesso!
Dinheiro!!
Status!
Beleza! Corpo “perfeito”!
FELICIDADE!!!
Estimula-se:
Individualismo
 Consumismo

E ainda...
Tudo é descartável
 O consumo é estimulado
 Nada se conserta

Nem pensar!!!!

Tem remédio para tudo!!!
Não se pode suportar nenhuma
dor...
Então...


A droga apresenta-se como uma
possibilidade de:
◦
◦
◦
◦
◦

Alívio
Auxílio
Entorpecimento
Estímulo
Prazer imedi...
Pinga

Pra curar sua paixão, beba pinga com limão;
Pra curar sua amargura, beba pinga sem mistura;
Contra dor de cotovelo,...
Mas isso não é grátis!!
 Todo uso de drogas oferece risco
 O problema não está na substância,
mas na relação que o sujei...
É possível


CONVIVER em uma sociedade com
DROGAS, mantendo sua liberdade
de escolha, sua saúde, com prazer,
com alegria,...
Obrigada!!!!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Uma dose de história: uma introdução à história das drogas e o contexto atual

13.673 visualizações

Publicada em

História das drogas
o contexto atual e sua influencia no uso de drogas

Uma dose de história: uma introdução à história das drogas e o contexto atual

  1. 1. CAPS Pelotas Uma dose de história: contextualizando o uso de drogas Gabriela Lanzetta Haack Psicóloga Coordenadora CAPS AD Novembro de 2013
  2. 2. Uma dose de história  As drogas sempre estiveram presentes, em diferentes épocas, nas mais diferentes civilizações e suas utilizações eram e ainda são das mais variadas, bem como suas consequências.
  3. 3. Na pré história... O homem já conhecia determinadas plantas e fungos tóxicos que produziam alterações no humor e na percepção da realidade. A papoula (ópio) foi descoberta há 7000 anos. Era utilizada, primeiramente, com fins terapêuticos.
  4. 4.  Na antiga Creta, no Mar Mediterrâneo,os habitantes adoravam a deusa da papoula, a flor de onde se extrai o ópio.  Os egípcios, nos tempos dos faraós, também utilizavam o ópio e, inclusive, eram enterrados com objetos com objetos para o uso dessa substância.
  5. 5.  São também dos antigos egípcios as primeiras referências que se têm sobre a produção da cerveja.  Na Grécia antiga, assim como no Império Romano, o vinho era adorado, como algo sagrado.
  6. 6.  Em Roma, em 312 d.C., havam 739 casas para a distribuição do ópio.  Contudo, em 320 d.C., com o domínio do Império Romano pelo cristianismo, o ópio foi proibido junto com outras plantas “infernais e diabólicas”
  7. 7.  No século VII, os turcos descobrem que os efeitos da droga são muito mais poderosos se ocorrer a inalação do suco da papoula solidificado.  No século XVIII, com a expansão das rotas comerciais, o ópio se torna uma droga universal, consumida em toda a Europa. (considerada um remédio excelente)
  8. 8.  Os astecas utilizavam cogumelos alucinógenos em seus atos religiosos  O tabaco, originário do nosso continente, é utilizado desde os tempos mais remotos pelos aborígenes.
  9. 9.  Os índios do Brasil central e da Amazônia usam o “caulim”, bebida de alto teor alcoólico fermentada a partir de raízes (principalmente a mandioca), e se embriagam com ela em seus rituais
  10. 10.  Em busca de ouro Sir Walter Raligh, guerreiro, historiador e poeta inglês, explorou o Caribe. Levou para a Europa o tabaco, entre outras coisas como o milho e a batata. Ele fumava num longo tubo de madeira para impressionar as mulheres da corte. Um serviçal assustou-se ao ver o patrão soltar fumaça pelo nariz e correu com água para apagar o “fogo”...
  11. 11. A novidade espalhou-se pela Europa rapidamente. Os médicos notaram o efeito relaxante da nicotina e passaram a prescrever o tabaco como remédio.  Inicialmente fumados como pequenos charutos embrulhados em papel, tornaram-se produtos da grande indústria no final do século XIX. 
  12. 12.  Os “maços” de cigarro passaram então a ser produzidos para distribuição aos soldados, como parte da ração diária, durante a Primeira Guerra Mundial, de 1914 a 1918.
  13. 13.  Na Alemanha da Idade Média, eram executados em praça pública aqueles que utilizavam uma certa bebida escura de efeitos euforizantes... O café!!!
  14. 14.  Em 8 de outubro de 1800, o general Napoleão Bonaparte, comandante das tropas francesas que haviam invadido o Egito, proibiu o uso do haxixe para “evitar delírios violentos e excessos de toda espécie entre os soldados”
  15. 15. No Brasil a maconha chegou importada da África como erva sagrada e tinha nomes diferentes de acordo com a região do país, como macumba, diamba, liamba, pungo....  Em 1830, ela foi proibida pela Câmara do Rio de Janeiro, sendo que o usuário ficaria sujeito a multa e três dias de prisão.  Era usada fumada em cigarros e cachimbos, ou como um chá 
  16. 16.    Até o final do século passado, havia um grande número de bebidas com extratos de coca ou cocaína pura, como os vinhos e licores Mariani. O mais famoso era a Coca Cola, registrada em 1895, como French Wine of Coca, Ideal Tonic Com o esboço da lei seca, foi substituído o álcool da coca cola por noz de Cola (que contém cafeína) e essências para realçar o paladar.
  17. 17. A coca cola foi então lançada no mercado como um “remédio soberano e bebida estimulante”  Um anúncio de 1888 comentava: “você vai ficar surpreso ao perceber como Coca-Cola reanima as mentes cansadas”  Em 1903, a cocaína foi retirada da fórmula 
  18. 18. Até a primeira década do século XX, todas as drogas conhecidas se encontravam disponíveis em farmácias e drogarias, podendo também ser compradas pelo correio.  A propaganda era livre e anunciava o efeito benéfico dessas substâncias. 
  19. 19.  Contudo, com o melhor estudo sobre os efeitos das drogas no organismo e a ação das drogas sobre a saúde, ios primeiros atos de proibição legal começaram a ser estabelecidos, como a Lei Seca de 1920 nos EUA
  20. 20. Na Jamaica os “rastafari” utilizam a maconha em suas práticas religiosas, como uma erva sagrada, que lhes dá conhecimento interior os põe em contato com o divino  Embora a maconha seja proibida na Jamaica, calcula-se que 10% da população fazem uso dela, e o reggae é uma de suas expressões culturais mais importantes 
  21. 21. Breve história do álcool O álcool é a droga mais antiga e mais usada  A cerveja foi descoberta por acaso há 6000 anos a.c. na Mesopotamia e Egito  Uma lenda contava que ela era um presente do Deus Osiris (rei da vida após a morte – deus da agricultura) com propriedades sobrenaturais  Era usada em cerimonias religiosas, rituais de fertilidade e funerais 
  22. 22. A cerveja colaborou com o desenvolvimento da agricultura, comércio e economia  Vinho: era considerado mais elegante; “excelente cerveja das montanhas”  O uso religioso predominava  Destilados: usados num primeiro momento como remédio para alívio da dor: poderes milagrosos de cura (bebido ou aplicado externamente) 
  23. 23. O álcool na antiguidade era conhecido como a “água da vida”: era usado para todos os males  Num segundo momento passou a ser usado como algo recreativo  “Depois de beber a água da vida em excesso ela é a água da morte” – Richard Macragnall, 1405 
  24. 24.  1930: um médico de Nuremberg já traz a questão do quanto de álcool cada um pode beber para “se portar como um cavalheiro”
  25. 25. A cachaça Em 1400 – escravos – cana de açúcar  Com a descoberta do Novo Mundo por Cristóvão Colombo houve a expansão da escravidão – aumento da produção do açúcar e álcool  No Brasil os escravos trabalhavam na obtenção do melado, que um dia “desandou” 
  26. 26. Na verdade, o melado fermentou. Para consertar, os escravos misturaram mais melado novo e levaram ao fogo. O álcool então evaporou e começou a pingar do teto. Daí o nome PINGA.  Quando a pinga caía em suas costas machucadas, ardia. Daí o nome ÁGUA ARDENTE.  Caía na boca e pecebiam que ficavam alegres, com vontade de dançar. 
  27. 27. Com o tempo, o processo foi aprimorado e hoje exporta-se cachaça.  Século XX – Cultura do botequim – cachaça considerada bebida oficial brasileira  Século XXI – 2003 – decreto de FHC – Cachaça é bebida original do Brasil  Hoje em dia: 1,3 bilhões de litros produzidos por dia e só 0,4% é exportado 
  28. 28. Então, antigamente...  As drogas eram utilizadas pelo ser humano primitivo ou pelas antigas sociedades dentro de seus rituais e como obter uma forma de contato com o divino, como parte de uma atividade cultural e religiosa de suas civilizações.
  29. 29. Contudo, na idade moderna...  Particularmente em nosso século, as drogas têm sido utilizadas de uma maneira indiscriminada e não ritualizada, muitas vezes ligadas à criminalidade, e de forma extremamente abusiva.
  30. 30. É possível uma sociedade sem drogas? Hoje em dia é comum se divertir ao consumir álcool...  Ou tentar esquecer algum problema tomando um porre...  Ou fumar um cigarro para relaxar...  Ou comer uma caixa de bombons para aguentar um momento difícil...  Ou sair às compras após uma briga...  Ou mesmo fazer sexo para sentir-se melhor ou “esvaziar” a cabeça.... 
  31. 31. A questão é:  A busca pelo prazer nos move!!!!!  Tendemos a repetir ações agradáveis e ás vezes é nesse prazer que encontramos uma forma de fugir das dificuldades.  E isso não é um problema....
  32. 32. O problema é....  Quando o “gostar muito” se transforma em DEPENDÊNCIA ....  E o prazer se transforma em DOR
  33. 33. E o que mudou???  Aumento do consumo de drogas...  Novas drogas...  Novas formas de uso das “velhas” drogas...  Novos tempos!!!! Novas tecnologias!!!!
  34. 34. E como são esses novos dias? Imediatismo Tudo é “para ontem” Tudo é muito rápido
  35. 35. Você tem que ter!!! Sucesso! Dinheiro!! Status! Beleza! Corpo “perfeito”! FELICIDADE!!!
  36. 36. Estimula-se: Individualismo  Consumismo 
  37. 37. E ainda... Tudo é descartável  O consumo é estimulado  Nada se conserta 
  38. 38. Nem pensar!!!! Tem remédio para tudo!!! Não se pode suportar nenhuma dor...
  39. 39. Então...  A droga apresenta-se como uma possibilidade de: ◦ ◦ ◦ ◦ ◦ Alívio Auxílio Entorpecimento Estímulo Prazer imediato......
  40. 40. Pinga Pra curar sua paixão, beba pinga com limão; Pra curar sua amargura, beba pinga sem mistura; Contra dor de cotovelo, beba cachaça com gelo; Contra falta de carinho: cachaça, cerveja e vinho! Se brigar com a namorada, beba pinga misturada; Se brigar com a mulher, beba pinga na colher; Quem dá amor e não recebe, mistura todas e bebe; E se alguém te faz sofrer, beba para esquecer!!! Pra curar seu sofrimento, beba pinga com fermento; Pra esquecer um falso amor, beba pinga com licor; Pra acalmar seu coração, beba até cair no chão; E se a vida não tem graça, encha a cara de cachaça!!! Pra você ganhar no bicho, beba uma no capricho; Pra ganhar na loteria, beba pinga na bacia; Pra viver sempre feliz, beba pinga com raiz; E se você não tem sorte… beba pinga ate a morte!!! Se essa vida de cão só te faz sofrer… …o remédio é beber… (Autor desconhecido: deve ter morrido de cirrose)
  41. 41. Mas isso não é grátis!!  Todo uso de drogas oferece risco  O problema não está na substância, mas na relação que o sujeito estabelece com ela  Não é possível pensar em uma sociedade sem drogas, 
  42. 42. É possível  CONVIVER em uma sociedade com DROGAS, mantendo sua liberdade de escolha, sua saúde, com prazer, com alegria, com satisfação...  Sem precisar de NADA, nem de ninguém que diga o que se tem que fazer...
  43. 43. Obrigada!!!!

×