ADM - Modelos organizacionais

61.362 visualizações

Publicada em

ADM - Modelos organizacionais

Publicada em: Educação
2 comentários
16 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
61.362
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.269
Comentários
2
Gostaram
16
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

ADM - Modelos organizacionais

  1. 1. 4 – ModelosOrganizacionais 4.1 – Tipos de modelos organizacionais 4.2 – Desenho estrutural das organizações 4.3 – Tipos de estruturas organizacionais 4.4 – Considerações sobre modelos organizacionais ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  2. 2. 4.1 – Tipos demodelos organizacionais O modelo é uma forma genérica estrutural que pode ser assumida por uma organização. O modelo depende das características internas da organização e do contexto no qual ela opera. Podem existir diversos estágios intermediários entre os dois tipos clássicos. ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  3. 3. 4.1 – Tipos demodelos organizacionais Modelo mecanicista Modelo orgânico ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  4. 4. 4.1 – Tipos de modelosorganizacionais Modelo mecanicista:  Tarefas bem definidas e elevada especialização do trabalho.  Hierarquia clara de controle e coordenação.  Prevalece a hierarquia nas relações internas.  Estruturas verticais com muitos níveis hierárquicos.  Departamentalização funcional. ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  5. 5. 4.1 – Tipos de modelosorganizacionais Modelo mecanicista:  A comunicação é vertical e formal, fazendo uso da cadeia de comando.  Decisões centralizadas na cúpula da organização.  Elevada formalização, com muitas regras e procedimentos.  Os membros devem lealdade à organização e obediência aos superiores. ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  6. 6. 4.1 – Tipos de modelosorganizacionais Modelo orgânico:  Reduzida especialização do trabalho, com redefinição contínua das tarefas baseadas no conhecimento.  Sistema estratificado de acordo com o nível de conhecimento especializado.  Os laços internos são fluídos e estão em permanente mudança.  Estruturas horizontais e achatadas. ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  7. 7. 4.1 – Tipos de modelosorganizacionais Modelo orgânico:  Equipes de trabalho multifuncionais.  Comunicação informal.  Decisões descentralizadas para os níveis hierárquicos mais baixos.  Reduzida formalização, com poucas regras.  Os membros identificam-se e estão comprometidos com a organização. ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  8. 8. 4.2 – Desenho estruturaldas organizações Consiste em um conjunto de decisões sobre elementos estruturais para definir uma estrutura adequada à estratégia e ao ambiente da organização. Refletem diferentes usos da cadeia de comando e canais por onde fluem a autoridade e a comunicação. ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  9. 9. 4.2 – Desenho estruturaldas organizações A estrutura organizacional é o resultado final do processo de organização. Refere-se como as atividades de uma organização são ordenadas para o alcance dos objetivos. ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  10. 10. 4.2 – Desenho estruturaldas organizações Organograma é a representação gráfica da estrutura de uma organização. Ele mostra as funções, os departamentos e os cargos da organização, especificando também como eles se relacionam. ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  11. 11. 4.2 – Desenho estruturaldas organizações Os organogramas são instrumentos úteis de comunicação da estrutura organizacional, mas não conseguem representá-la totalmente. Podem dar a entender que todos os administradores que se encontram no mesmo nível têm a mesma autoridade e responsabilidade, e isso, nem sempre é verdade. ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  12. 12. 4.3 – Tipos de estruturasorganizacionais: Funcional Divisional Matricial Em rede ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  13. 13. 4.3 – Tipos de estruturasorganizacionais: Estrutura funcional:  É resultado do critério de departamentalização mais lógico e intuitivo, já que se refere à agregação de tarefas de acordo com a função organizacional (recursos necessários).  Trata-se de um critério de agrupamento baseado na similaridade das tarefas, habilidades, uso de recursos e conhecimentos necessários para o desempenho de cada função. ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  14. 14. 4.3 – Estrutura funcional ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  15. 15. 4.3 – Tipos de estruturasorganizacionais: Vantagens da Estrutura funcional:  Permite economias de escala e torna mais eficiente o uso de recursos.  Cria condições para centralizar o processo de decisão.  Facilita a direção unificada e o controle da organização aos administradores de topo.  Possibilita o aperfeiçoamento dos funcionários e administradores em suas funções.  Facilita a comunicação e a coordenação dentro das áreas funcionais. ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  16. 16. 4.3 – Tipos de estruturasorganizacionais: Desvantagens da Estrutura funcional:  Estimula uma visão limitada dos objetivos organizacionais, muito focalizada nos objetivos de cada área funcional.  Dificulta a coordenação e a comunicação entre departamentos funcionais.  Diminiui a velocidade de resposta às mudanças externas em função da centralização da tomada de decisão.  Dificulta a avaliação da contribuição/responsabilidade de cada área funcional para o desempenho ou não da organização como um todo. ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  17. 17. 4.3 – Tipos de estruturasorganizacionais: Estrutura divisional:  Empresas começam a diversificar os produtos, tecnologias e mercados.  Agrega as tarefas em diferentes unidades semi-autônomas segundo o objetivo para o qual concorrem: produtos, mercados ou clientes.  São organizadas em função dos resultados. ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  18. 18. 4.3 – Estrutura divisional ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  19. 19. 4.3 – Tipos de estruturasorganizacionais: Vantagens da Estrutura divisional:  Possibilita melhor distribuição de riscos para a organização como um todo, uma vez que cada administrador da divisão é responsável por um produto, mercado ou cliente.  Proporciona maior adaptabilidade e capacidade de resposta por causa da relativa descentralização da tomada de decisão para as divisões.  Permite manter alto nivel de desempenho, com ênfase no resultado (produto, cliente, território). ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  20. 20. 4.3 – Tipos de estruturasorganizacionais: Desvantagens da Estrutura divisional:  Pode fazer com que os interesses da divisão se sobreponham aos interesses gerais da organização, tornando difícil a coordenação entre divisões.  Multiplica os recursos, já que as funções se apresentam de forma redundante na organização, resultando em perda de eficiência.  Pode estimular a concorrência entre divisões por recursos da organização. ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  21. 21. 4.3 – Tipos de estruturasorganizacionais: Estrutura matricial:  Modelo híbrido que procura conjugar as vantagens da estrutura funcional com o melhor da estrutura divisional.  É usada para lidar com projetos ou negócios que precisam de equipes multidisciplinares temporárias que possam simultaneamente envolvidas em outros projetos. ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  22. 22. 4.3 – Estrutura matricial ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  23. 23. 4.3 – Tipos de estruturasorganizacionais: Vantagens da Estrutura matricial:  Potencializa as vantagens decorrentes da estrutura funcional e da divisional.  Pode reduzir a multiplicação e a dispersão de recursos.  Permite maior flexibilidade e adaptabilidade da organização ao ambiente.  Facilita a cooperação interdisciplinar entre os departamentos. ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  24. 24. 4.3 – Tipos de estruturasorganizacionais: Desvantagens da Estrutura matricial:  Dificulta a coordenação em razão da autoridade dual, o que pode causar frustração e confusão.  Trata-se de uma forma estrutural complexa, com potenciais focos de conflito e desequilíbrio de poder entre os dois lados da matriz.  Perda excessiva de tempo em reuniões para discutir problemas e solucionar conflitos.  Muita dificuldade para apurar responsáveis por problemas. ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  25. 25. 4.3 – Tipos de estruturasorganizacionais: Estruturas em rede:  É um termo de natureza genérica que agrupa uma série de formas organizacionais alternativas às estruturas burocráticas tradicionais como organizações em rede, de clusters e virtuais, estruturas por equipes de trabalho e organizações de aprendizagem. ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  26. 26. 4.3 – Estruturas em rede ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  27. 27. 4.3 – Tipos de estruturasorganizacionais: Vantagens das Estruturas em rede:  Permite maior flexibilidade e adaptabilidade da organização a um ambiente muito complexo e volátil.  Potencializa a rapidez de resposta às demandas ambientais.  Estimula o desenvolvimento de competitividade à escala global.  Promove um ambiente desafiador e motivador para se trabalhar. ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  28. 28. 4.3 – Tipos de estruturasorganizacionais: Desvantagens das Estruturas em rede:  Dificuldade em apurar responsáveis por alguma situação ou problema.  Inexistência de um sistema de controle ativo por causa da dispersão das unidades (dependência de conexões eletrônicas).  Possibilidade de perda de uma parte da estrutura com impactos imprevisíveis a organização.  Dificuldade de desenvolvimento de uma cultura organizacional forte, o que diminui a lealdade dos membros à organização. ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  29. 29. 4.4 – Tipos de estruturasorganizacionais: As decisões acerca do desenho estrutural mais adequado devem levar em consideração os fatores que o influenciam:  A estrutura segue a estratégia  A estrutura se adapta ao ambiente  A estrutura depende da tecnologia  A estrutura se ajusta ao tamanho ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  30. 30. 4.4 – Considerações sobremodelos organizacionais A administração se exerce no campo das incertezas. A mudança e a adaptação do desenho estrutural às características ambientais geralmente assumem características únicas. Mais do que oferecer modelos determinísticos, o objetivo deste módulo é aguçar o espírito analítico e apresentar os desafios das relações complexas entre os vários elementos estruturais. ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira
  31. 31. Referências AMARU, A. C. Introdução a Administração. São Paulo: Atlas, 2004. CHIAVENATO, I. Introdução à Teoria Geral da Administração. Rio de Janeiro: Campus, 2000. MAXIMIANO, A. C. A. Introdução à Administração. São Paulo. Atlas, 2004. SOBRAL, F.; PECI, A. Administração: teoria e prática no contexto brasileiro. São Paulo: Pearson – Prentice Hall, 2008. SILVA, R. O. Teorias da Administração. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2001. ADMEMP – Administração de Empresas Prof. Ms. Paulo Cristiano de Oliveira

×