SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 10
Baixar para ler offline
Economia solidaria
Alunos : David e Gabriel
Professor : Lucas
Senac – Aprendizagem em serviços administrativos
Data : 01/04/2014
Introdução
 Neste trabalho vamos falar um pouco mais sobre a economia solidaria,
exemplos, como funciona, historia/surgimento, organização, como
funciona no Brasil e no mundo e outras coisas relacionadas a economia
solidaria.
O que é economia solidaria?
 Economia solidaria é uma forma de produção, consumo e distribuição de
riqueza (economia) centrada na valorização do ser humano e não do
capital. É um jeito diferente de produzir, vender, comprar e trocar o que é
preciso para viver. Sem explorar os outros, sem querer levar vantagem,
sem destruir o ambiente. Cooperando, fortalecendo o grupo, cada um
pensando no bem de todos e no próprio bem.
Economia Solidária possui as seguintes
características:
 Cooperação: existência de interesses e objetivos comuns, a união dos
esforços e capacidades, a propriedade coletiva de bens, a partilha dos
resultados e a responsabilidade solidária.
 Autogestão: os/as participantes das organizações exercitam as práticas
participativas de autogestão dos processos de trabalho, das definições
estratégicas e cotidianas dos empreendimentos, da direção e
coordenação das ações nos seus diversos graus e interesses, etc.
 Dimensão Econômica: é uma das bases de motivação da agregação de
esforços e recursos pessoais e de outras organizações para produção,
beneficiamento, crédito, comercialização e consumo.
 Solidariedade: O caráter de solidariedade nos empreendimentos é
expresso em diferentes dimensões: na justa distribuição dos resultados
alcançados; nas oportunidades que levam ao desenvolvimento de
capacidades e da melhoria das condições de vida dos participantes; no
compromisso com um meio ambiente saudável; nas relações que se
estabelecem com a comunidade local; na participação ativa nos
processos de desenvolvimento sustentável de base territorial, regional e
nacional; nas relações com os outros movimentos sociais e populares de
caráter emancipatório; na preocupação com o bem estar dos
trabalhadores e consumidores; e no respeito aos direitos dos trabalhadores
e trabalhadoras.
Economia solidaria no Brasil
A iniciativas de economia solidária no Brasil desenvolvem atividades
econômicas numa perspectiva de participação na construção de um
quadro democrático mais amplo, através de práticas de democracia
econômica e de inscrição em um movimento social militando por uma outra
economia. Nesse sentido, elas apontam para amplos limites dos paradigmas
ortodoxos em economia, em particular na maneira como esses analisam as
organizações. As práticas de economia solidária demonstram que a
organização é uma construção social que tem que ser analisada em duas
dimensões: a socioeconômica e a sociopolítica. A economia solidária
convida esses paradigmas a rever seus axiomas, em particular introduzindo a
dimensão política.
Historia/Surgimento
 A economia solidária resgata as lutas históricas dos trabalhadores que
tiveram origem no início do século XIX, sob a forma de cooperativismo,
como uma das formas de resistência contra o avanço avassalador do
capitalismo industrial.
Exemplo de economia solidaria :
 A comunidade dos Palmeiras, em Fortaleza, inaugurou no último mês sua
primeira pousada, a Palma Tur. O estabelecimento, mais do que uma
simples pousada, simboliza o desenvolvimento de uma comunidade
transformada pelo microcrédito. No início da década de 1990, a
localidade de 32 mil habitantes não passava de uma região paupérrima,
com a população vivendo em barracos, sem saneamento, escolas e
eletricidade.
 Hoje, os moradores produzem lá mesmo quase tudo o que consomem. Os
níveis de criminalidade caíram, a renda aumentou e já há tantos
interessados em conhecer o exemplo que a pousada foi necessária. Esse é
o resultado dos esforços de toda uma comunidade que aprendeu a fazer
a riqueza circular internamente, liderada pelo ex-seminarista Joaquim
Melo.
Vantagens
 Como modo de produção, a economia solidária apresenta vantagens em
relação ao capitalismo: a autogestão torna cada trabalhador(a)
consciente do seu papel no todo em que atua; a inteligência coletiva de
trabalhadores(as) está permanentemente a serviço do desenvolvimento
do Empreendimento Econômico Solidário e de seus sócios e sócias -
inclusive porque todos os ganhos de produtividade e resultados da
realização do processo de produção são diretamente apropriados
pelos(as) próprios(as) trabalhadores(as) -; há uma necessária vinculação
ao território em que a atividade econômica solidária está inserida,
acarretando o respeito às especificidades e culturas regionais e ao meio-
ambiente em que está inserida.
Conclusão
Na economia solidaria, produzimos, vendemos, compramos e trocamos o que
é preciso para viver. Produzimos atos de solidariedade ajudando o mundo.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apresentação plano educação ambiental
Apresentação plano educação ambientalApresentação plano educação ambiental
Apresentação plano educação ambiental
Contec Contabilidade
 
Educação Ambiental e Mudanças de Hábitos
Educação Ambiental e Mudanças de HábitosEducação Ambiental e Mudanças de Hábitos
Educação Ambiental e Mudanças de Hábitos
carlosbidu
 
1 introdução ao agronegócio 04 03
1 introdução ao agronegócio 04 031 introdução ao agronegócio 04 03
1 introdução ao agronegócio 04 03
Agronegócios
 
EducaçãO Do Campo
EducaçãO Do CampoEducaçãO Do Campo
EducaçãO Do Campo
culturaafro
 
Desenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento SustentávelDesenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento Sustentável
Mariana Cordeiro
 
Noções de economia
Noções de economiaNoções de economia
Noções de economia
Thulio Cesar
 
Protagonismo juvenil 3
Protagonismo juvenil 3Protagonismo juvenil 3
Protagonismo juvenil 3
Jonas Araújo
 

Mais procurados (20)

Da Cultura de Violência Para a cultura de Paz
Da Cultura de Violência Para a cultura de PazDa Cultura de Violência Para a cultura de Paz
Da Cultura de Violência Para a cultura de Paz
 
Agricultura familiar iica
Agricultura familiar   iicaAgricultura familiar   iica
Agricultura familiar iica
 
Aula SUSTENTABILIDADE
Aula SUSTENTABILIDADEAula SUSTENTABILIDADE
Aula SUSTENTABILIDADE
 
Sustentabilidade
SustentabilidadeSustentabilidade
Sustentabilidade
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
Apresentação plano educação ambiental
Apresentação plano educação ambientalApresentação plano educação ambiental
Apresentação plano educação ambiental
 
Educação Ambiental e Mudanças de Hábitos
Educação Ambiental e Mudanças de HábitosEducação Ambiental e Mudanças de Hábitos
Educação Ambiental e Mudanças de Hábitos
 
Meio ambiente apresentacao final
Meio ambiente  apresentacao finalMeio ambiente  apresentacao final
Meio ambiente apresentacao final
 
Desemprego
DesempregoDesemprego
Desemprego
 
Cuidar
Cuidar Cuidar
Cuidar
 
Meio ambiente powerpoint
Meio ambiente powerpointMeio ambiente powerpoint
Meio ambiente powerpoint
 
Plano de negocios
Plano de negociosPlano de negocios
Plano de negocios
 
Exercicios Empreendedorismo - Plano de Negócio
Exercicios Empreendedorismo - Plano de NegócioExercicios Empreendedorismo - Plano de Negócio
Exercicios Empreendedorismo - Plano de Negócio
 
1 introdução ao agronegócio 04 03
1 introdução ao agronegócio 04 031 introdução ao agronegócio 04 03
1 introdução ao agronegócio 04 03
 
Empreendedorismo
EmpreendedorismoEmpreendedorismo
Empreendedorismo
 
EducaçãO Do Campo
EducaçãO Do CampoEducaçãO Do Campo
EducaçãO Do Campo
 
Desenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento SustentávelDesenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento Sustentável
 
Noções de economia
Noções de economiaNoções de economia
Noções de economia
 
Protagonismo juvenil 3
Protagonismo juvenil 3Protagonismo juvenil 3
Protagonismo juvenil 3
 
Estagio gestão
Estagio gestãoEstagio gestão
Estagio gestão
 

Destaque

Tipos de organizaciones de la economía solidaria
Tipos de organizaciones de la economía solidariaTipos de organizaciones de la economía solidaria
Tipos de organizaciones de la economía solidaria
vivica19
 
4. organizaciones solidarias de desarrollo
4. organizaciones solidarias de desarrollo4. organizaciones solidarias de desarrollo
4. organizaciones solidarias de desarrollo
Luz Mayele Rodriguez
 
Economia Solidária - Uma Nova Economia Acontece
Economia Solidária - Uma Nova Economia AconteceEconomia Solidária - Uma Nova Economia Acontece
Economia Solidária - Uma Nova Economia Acontece
Deputada Ana Lucia
 
Economia social y solidaria
Economia social y solidariaEconomia social y solidaria
Economia social y solidaria
Solymar Medina
 
Ley 79 de 1988 exposicion
Ley 79 de 1988 exposicionLey 79 de 1988 exposicion
Ley 79 de 1988 exposicion
Patricia Medina
 

Destaque (20)

Economia Solidária
Economia SolidáriaEconomia Solidária
Economia Solidária
 
Economia solidaria
Economia solidaria Economia solidaria
Economia solidaria
 
Economia Solidaria
Economia SolidariaEconomia Solidaria
Economia Solidaria
 
Economia Solidaria
Economia SolidariaEconomia Solidaria
Economia Solidaria
 
Economía solidaria.docx
Economía solidaria.docxEconomía solidaria.docx
Economía solidaria.docx
 
Economia solidaria
Economia solidariaEconomia solidaria
Economia solidaria
 
Iniciativas de Economia Solidária
Iniciativas de Economia SolidáriaIniciativas de Economia Solidária
Iniciativas de Economia Solidária
 
Tipos de organizaciones de la economía solidaria
Tipos de organizaciones de la economía solidariaTipos de organizaciones de la economía solidaria
Tipos de organizaciones de la economía solidaria
 
LAS EMPRESAS Y LA ECONOMÍA SOLIDARIA
LAS EMPRESAS Y LA ECONOMÍA SOLIDARIALAS EMPRESAS Y LA ECONOMÍA SOLIDARIA
LAS EMPRESAS Y LA ECONOMÍA SOLIDARIA
 
Economia solidária e Finanças Solidárias
Economia solidária e Finanças SolidáriasEconomia solidária e Finanças Solidárias
Economia solidária e Finanças Solidárias
 
4. organizaciones solidarias de desarrollo
4. organizaciones solidarias de desarrollo4. organizaciones solidarias de desarrollo
4. organizaciones solidarias de desarrollo
 
4.1. organizaciones solidarias
4.1. organizaciones solidarias4.1. organizaciones solidarias
4.1. organizaciones solidarias
 
I Seminário de etnodesenvolvimento e economia solidária de Juiz de Fora e Região
I Seminário de etnodesenvolvimento e economia solidária de Juiz de Fora e RegiãoI Seminário de etnodesenvolvimento e economia solidária de Juiz de Fora e Região
I Seminário de etnodesenvolvimento e economia solidária de Juiz de Fora e Região
 
Economia Solidária - Uma Nova Economia Acontece
Economia Solidária - Uma Nova Economia AconteceEconomia Solidária - Uma Nova Economia Acontece
Economia Solidária - Uma Nova Economia Acontece
 
Proposta pedagogica
Proposta pedagogicaProposta pedagogica
Proposta pedagogica
 
APRESENTAÇÃO MOEDAS SOCIAIS
APRESENTAÇÃO MOEDAS SOCIAISAPRESENTAÇÃO MOEDAS SOCIAIS
APRESENTAÇÃO MOEDAS SOCIAIS
 
Economia solidaria
Economia solidariaEconomia solidaria
Economia solidaria
 
Economia social y solidaria
Economia social y solidariaEconomia social y solidaria
Economia social y solidaria
 
Economia social
Economia socialEconomia social
Economia social
 
Ley 79 de 1988 exposicion
Ley 79 de 1988 exposicionLey 79 de 1988 exposicion
Ley 79 de 1988 exposicion
 

Semelhante a Economia solidaria

Economia solidária laura e andressa
Economia solidária  laura e andressaEconomia solidária  laura e andressa
Economia solidária laura e andressa
Lau_Schmitt
 
Cooperativismo e economia solidária
Cooperativismo e economia solidáriaCooperativismo e economia solidária
Cooperativismo e economia solidária
CEFET
 
Raízes e pratica de economia solidária articulando economia plural e dádiva
Raízes e pratica de economia solidária articulando economia plural e dádivaRaízes e pratica de economia solidária articulando economia plural e dádiva
Raízes e pratica de economia solidária articulando economia plural e dádiva
MARIA ODETE ALVES
 
Economia Solidária - Bruno e Miguel (ThEbRoKaToR)
Economia Solidária - Bruno e Miguel (ThEbRoKaToR)Economia Solidária - Bruno e Miguel (ThEbRoKaToR)
Economia Solidária - Bruno e Miguel (ThEbRoKaToR)
Miguel Franzen
 
Economia solidária
Economia solidáriaEconomia solidária
Economia solidária
LOSTHEMP
 

Semelhante a Economia solidaria (20)

Projeto Riscos
Projeto Riscos Projeto Riscos
Projeto Riscos
 
Economia solidária laura e andressa
Economia solidária  laura e andressaEconomia solidária  laura e andressa
Economia solidária laura e andressa
 
Economia solidária laura e andressa
Economia solidária  laura e andressaEconomia solidária  laura e andressa
Economia solidária laura e andressa
 
Economia solidária como formas alternativas de economia
Economia solidária como formas alternativas de economiaEconomia solidária como formas alternativas de economia
Economia solidária como formas alternativas de economia
 
Economia Solidária.pptx
Economia Solidária.pptxEconomia Solidária.pptx
Economia Solidária.pptx
 
Economia solidária
Economia solidáriaEconomia solidária
Economia solidária
 
Cooperativismo e economia solidária
Cooperativismo e economia solidáriaCooperativismo e economia solidária
Cooperativismo e economia solidária
 
Cooperativismo e Associativismo.pdf
Cooperativismo e Associativismo.pdfCooperativismo e Associativismo.pdf
Cooperativismo e Associativismo.pdf
 
Economia solidaria
Economia solidariaEconomia solidaria
Economia solidaria
 
Raízes e pratica de economia solidária articulando economia plural e dádiva
Raízes e pratica de economia solidária articulando economia plural e dádivaRaízes e pratica de economia solidária articulando economia plural e dádiva
Raízes e pratica de economia solidária articulando economia plural e dádiva
 
Economia Solidária - Jhu e Mari
Economia Solidária - Jhu e MariEconomia Solidária - Jhu e Mari
Economia Solidária - Jhu e Mari
 
Educação econômica
Educação econômicaEducação econômica
Educação econômica
 
Economia Solidária - Bruno e Miguel (ThEbRoKaToR)
Economia Solidária - Bruno e Miguel (ThEbRoKaToR)Economia Solidária - Bruno e Miguel (ThEbRoKaToR)
Economia Solidária - Bruno e Miguel (ThEbRoKaToR)
 
Ministério da Agricultura - Cooperativismo
Ministério da Agricultura - CooperativismoMinistério da Agricultura - Cooperativismo
Ministério da Agricultura - Cooperativismo
 
Outro capitalismo
Outro capitalismoOutro capitalismo
Outro capitalismo
 
Moeda Social Pirapirê
Moeda Social PirapirêMoeda Social Pirapirê
Moeda Social Pirapirê
 
Economia solidária
Economia solidáriaEconomia solidária
Economia solidária
 
Sustentabilidade e escala nos empreendimentos econômicos solidários - Gabriel...
Sustentabilidade e escala nos empreendimentos econômicos solidários - Gabriel...Sustentabilidade e escala nos empreendimentos econômicos solidários - Gabriel...
Sustentabilidade e escala nos empreendimentos econômicos solidários - Gabriel...
 
Artigo: As empresas sociais e a mudança que queremos ver
Artigo: As empresas sociais e a mudança que queremos verArtigo: As empresas sociais e a mudança que queremos ver
Artigo: As empresas sociais e a mudança que queremos ver
 
Comércio Justo e Ecosol
Comércio Justo e Ecosol Comércio Justo e Ecosol
Comércio Justo e Ecosol
 

Economia solidaria

  • 1. Economia solidaria Alunos : David e Gabriel Professor : Lucas Senac – Aprendizagem em serviços administrativos Data : 01/04/2014
  • 2. Introdução  Neste trabalho vamos falar um pouco mais sobre a economia solidaria, exemplos, como funciona, historia/surgimento, organização, como funciona no Brasil e no mundo e outras coisas relacionadas a economia solidaria.
  • 3. O que é economia solidaria?  Economia solidaria é uma forma de produção, consumo e distribuição de riqueza (economia) centrada na valorização do ser humano e não do capital. É um jeito diferente de produzir, vender, comprar e trocar o que é preciso para viver. Sem explorar os outros, sem querer levar vantagem, sem destruir o ambiente. Cooperando, fortalecendo o grupo, cada um pensando no bem de todos e no próprio bem.
  • 4. Economia Solidária possui as seguintes características:  Cooperação: existência de interesses e objetivos comuns, a união dos esforços e capacidades, a propriedade coletiva de bens, a partilha dos resultados e a responsabilidade solidária.  Autogestão: os/as participantes das organizações exercitam as práticas participativas de autogestão dos processos de trabalho, das definições estratégicas e cotidianas dos empreendimentos, da direção e coordenação das ações nos seus diversos graus e interesses, etc.
  • 5.  Dimensão Econômica: é uma das bases de motivação da agregação de esforços e recursos pessoais e de outras organizações para produção, beneficiamento, crédito, comercialização e consumo.  Solidariedade: O caráter de solidariedade nos empreendimentos é expresso em diferentes dimensões: na justa distribuição dos resultados alcançados; nas oportunidades que levam ao desenvolvimento de capacidades e da melhoria das condições de vida dos participantes; no compromisso com um meio ambiente saudável; nas relações que se estabelecem com a comunidade local; na participação ativa nos processos de desenvolvimento sustentável de base territorial, regional e nacional; nas relações com os outros movimentos sociais e populares de caráter emancipatório; na preocupação com o bem estar dos trabalhadores e consumidores; e no respeito aos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras.
  • 6. Economia solidaria no Brasil A iniciativas de economia solidária no Brasil desenvolvem atividades econômicas numa perspectiva de participação na construção de um quadro democrático mais amplo, através de práticas de democracia econômica e de inscrição em um movimento social militando por uma outra economia. Nesse sentido, elas apontam para amplos limites dos paradigmas ortodoxos em economia, em particular na maneira como esses analisam as organizações. As práticas de economia solidária demonstram que a organização é uma construção social que tem que ser analisada em duas dimensões: a socioeconômica e a sociopolítica. A economia solidária convida esses paradigmas a rever seus axiomas, em particular introduzindo a dimensão política.
  • 7. Historia/Surgimento  A economia solidária resgata as lutas históricas dos trabalhadores que tiveram origem no início do século XIX, sob a forma de cooperativismo, como uma das formas de resistência contra o avanço avassalador do capitalismo industrial.
  • 8. Exemplo de economia solidaria :  A comunidade dos Palmeiras, em Fortaleza, inaugurou no último mês sua primeira pousada, a Palma Tur. O estabelecimento, mais do que uma simples pousada, simboliza o desenvolvimento de uma comunidade transformada pelo microcrédito. No início da década de 1990, a localidade de 32 mil habitantes não passava de uma região paupérrima, com a população vivendo em barracos, sem saneamento, escolas e eletricidade.  Hoje, os moradores produzem lá mesmo quase tudo o que consomem. Os níveis de criminalidade caíram, a renda aumentou e já há tantos interessados em conhecer o exemplo que a pousada foi necessária. Esse é o resultado dos esforços de toda uma comunidade que aprendeu a fazer a riqueza circular internamente, liderada pelo ex-seminarista Joaquim Melo.
  • 9. Vantagens  Como modo de produção, a economia solidária apresenta vantagens em relação ao capitalismo: a autogestão torna cada trabalhador(a) consciente do seu papel no todo em que atua; a inteligência coletiva de trabalhadores(as) está permanentemente a serviço do desenvolvimento do Empreendimento Econômico Solidário e de seus sócios e sócias - inclusive porque todos os ganhos de produtividade e resultados da realização do processo de produção são diretamente apropriados pelos(as) próprios(as) trabalhadores(as) -; há uma necessária vinculação ao território em que a atividade econômica solidária está inserida, acarretando o respeito às especificidades e culturas regionais e ao meio- ambiente em que está inserida.
  • 10. Conclusão Na economia solidaria, produzimos, vendemos, compramos e trocamos o que é preciso para viver. Produzimos atos de solidariedade ajudando o mundo.