U.S. Retail Pulse | Pós RECon 2014

734 visualizações

Publicada em

PÓS RECON 2014: O RENASCIMENTO DOS SHOPPINGS
29 de maio | Espaço Milenium - São Paulo - SP
O Pós Recon 2014, evento organizado pela GS&BW, retoma as tendências apresentadas e as novidades do RECon – maior evento de shopping centers do mundo. Com palestras e debate, os temas foram das mudanças no cenário, às tendências do design de shopping centers às novas ferramentas de tecnologia para o setor.

Alexandre Cesar
Retail Division Leader - Jones Lang LaSalle
Alexandre Cesar, traz em sua apresentação dados do setor de shopping centers dos EUA, informações por segmento, e-commerce e uma visão do futuro. No final ele ainda traça um comparativo Brasil x EUA.

  • Seja o primeiro a comentar

U.S. Retail Pulse | Pós RECon 2014

  1. 1. U.S. Retail Pulse Alex C. Cesar Head of Retail - Brazil May 2014
  2. 2. Agenda • Resumo Econômico • Mercado de Varejo • Lojistas • Dados por segmento: big boxes, outlets, artigos de luxo, supermercado • E-commerce • Investimentos/Mercado de Capitais • Varejo 2020: Visão do Futuro • Diferenças EUA x Brasil
  3. 3. Resumo Econômico
  4. 4. Indicadores do Varejo – Melhorando Lentamente A polarização no setor de varejo continuará; os consumidores de alto padrão estão de volta, mas os consumidores de média renda ainda estão sentindo o aperto financeiro. Isso significa que muitos varejistas do mercado de produtos de médio preço, em especial de produtos de alimentação, continuarão sendo pressionados. O nome do jogo, neste ano, será ‘consolidação’. A atividade na área de fusões e aquisições aumentará à medida que os varejistas responderem às mudanças na demanda. O pequeno estoque de imóveis que se encontra hoje em construção é composto principalmente de grandes lojas monousuário, ancoradas por lojas populares (discount retailers).
  5. 5. Indicadores econômicos antecedentes disparam no 1T 2014 Indicadores antecedentes / indicadores coincidentes -0.4 -0.2 0.0 0.2 0.4 0.6 0.8 1.0 1.2 Mar-13 Apr-13 May-13 Jun-13 Jul-13 Aug-13 Sep-13 Oct-13 Nov-13 Dec-13 Jan-14 Feb-14 Mar-14 % change Leading Coincident Source: Moody’s Economy.com
  6. 6. T1 2014 Relogio Valores Aluguel Pico Queda Ascensão Estabilização New York City, Houston, Fort Lauderdale Atlanta, Philadelphia, Tampa, OrlandoHawaii, Boston, Seattle, Palm Beach, San Diego, Los Angeles, US, Orange County, DC Chicago San Francisco, Miami, Dallas
  7. 7. No longo prazo, o forte contingente de talentos, a vasta infraestrutura de transporte e a localização central de Chicago trabalharão a favor dessa cidade. Desenvolvimento Prédios térreos monousuário de variados tamanhos, pré-locados, autônomos e independentes Current statistics 12 Month Outlook Estoque 47,7 milhoes m² Vacancia 8.7% T1 2014 absorção líquida 191 mil m² Estoque em construção 148 mil m² Entregas 32 mil m² T/T mudança vacancia ▼40 bps - A/A mudança vacancia ▲30 bps - Aluguel medio US$13 / m² Chicago Vacancia Malls 4.1% Aluguel medio Malls US$35/ m² Vacancia Power Centers 6.9% Power center quoted rent US$13 / m²
  8. 8. Ambiente Varejo
  9. 9. Definição dos tipos de empreendimentos
  10. 10. Definição dos tipos de empreendimentos Total Retail Todos os tipos de portas de comércio em prédios monousuário e multiusuário, incluindo imóveis ocupados pelo proprietário. Malls Incluem “lifestyle centers”**, shoppings regionais e shoppings super-regionais. Power Centers Consistem em várias lojas independentes e líderes de seus segmentos, as chamadas lojas-âncoras, com a presença de pouquíssimas lojas pequenas. As grandes âncoras incluem lojas de departamentos e magazines populares, lojas de pontas de estoque e lojas de hipermercado e atacarejo (“warehouse clubs”). Shopping Centers IIncluem “community centers” ou centros de compras locais (como, por exemplo, pequenos shoppings em empreendimentos de uso misto) shoppings de bairro e shoppings a céu aberto, estes incluindo shoppings de rua, galerias de rua e ruas específicas de compras, geralmente com vagas de estacionamento na frente de cada loja General Retail Composto de prédios comerciais de uso geral, independentes e monousuário, com estacionamento Specialty retail É composto de varejo em aeroportos, shoppings de desconto ou outlets e shoppings temáticos (“theme/festival centers”).
  11. 11. Estoque de imóveis de varejo por categoria Specialty retail 1% Power centers 6% Malls 9% Shopping Center 34% General Retail 50% Type Total M² (B) Total Retail 1.17 B General Retail 576 M Shopping Center 390 M Malls 111 M Power centers 74 M Specialty Retail 74 M
  12. 12. 06% 06% 06% 07% 07% 07% 07% 07% 08% 0 2 4 6 8 10 12 14 16 18 20 22 24 26 2011 q1 2011 q2 2011 q3 2011 q4 2012 q1 2012 q2 2012 q3 2012 q4 2013 q1 2013 q2 2013 q3 2013 q4 2014 q1 Absorption (M) Vacancy Rent A vacância tem caído continuamente desde a recessão, enquanto os aluguéis, em sua maioria, têm se mantido inalterados
  13. 13. Varejistas de Luxo e Descontos Crescendo ▲30% ▲10% Y/Y % Sales Change November 2013 MIDDLE Luxury retail continues to perform well Discounters are experiencing strong sales growth
  14. 14. Urban high-street locations Varejista Categoria Novas aberturas (12 meses) Giorgio Armani Moda 76 Michael Kors Moda 10 Brooks Brothers Moda 10 Outlet centers Varejistas de moda planejando 6 ou mais lojas: Source: Value Retail News Varejistas de artigos de luxo estão se expandindo para:
  15. 15. A polarização no varejo vê-se enfatizada no setor de mercearias e supermercados Mercearias e empórios sofisticados e de nicho como a Whole Foods e a Fresh Market estão tendo bom desempenho e se expandindo. Players regionais de médio porte, como a Food Lion, estão sofrendo com o aperto nas margens.
  16. 16. Institutional Public & Private US$ 5.2 trillion Average size of Walmart Supercenter = 18.000 m² Average Size of Walmart Neighborhood Market = 3.800 m² Average Size of Walmart Express = 1.500 m² Grandes magazines e atacarejos tornam-se menores e mais ágeis Conforme os consumidores mudam-se de volta para as cidades, os grandes magazines e atacarejos mudam-se com eles – e se tornam menores
  17. 17. 6102 4634 3458 2864 2348 1574 1437 1293 1062 935 0 1000 2000 3000 4000 5000 6000 7000 Fast Food Food/Beverage Specialty Restaurants- family Gift Specialties Restaurants - with liquor Health/Fitness/Nutrition Family apparel Salon/Spa Womens apparel Convenience store/gas station Source: RBC Capital Markets Categorias de varejo com o maior número de inaugurações planejadas para os próximos 12 meses Inaugurações planejadas de lojas
  18. 18. Segmentos registrando crescimento 2014 • Off-price apparel • Grocery – Smaller formats: discount, ethnic, organic, upscale • Fast food • Fast casual • Discounters • Dollar stores • Thrift stores • Fitness/Health/Spa concepts • Drug stores • Pet supplies • Sporting goods • Wireless stores • Automotive Luxury/upscale Food Value retail Health/wellness Other • Bookstores • Video stores • Office supplies • Mid-priced apparel • Mid-priced grocery – especially unionized • Casual dining – older, struggling concepts • Do-it-yourself home stores • Stationery/Gift shops Replaceable by internet Mid-range retailers Other Segmentos registrando contração 2014
  19. 19. Select 2014 Store Openings Retailer Open Subway 2500 Samsung 1400 Dollar General 635 Microsoft 600 Dunkin Donuts 360 H&M 325 GNC 257 Walmart 240 Panera Bread 105 Quiznos 100 AT&T 100 Aldi 50 Petco 45 Moe’s Southwest Grill 10 Bloomingdale’s Outlet 5 Select 2014 Store Closings Retailer Close RadioShack 1100 Family Dollar 370 Coldwater Creek 365 Dots 360 Blockbuster 300 Staples 225 Barnes & Noble (over 10 years) 223 Fresh & Easy 199 Abercrombie & Fitch (by 2015) 180 Aeropostale (over next few years) 175 Aberturas e fechamentos de lojas anunciadas para 2014 Source: Retailindustry.about.com
  20. 20. Retailer Summary
  21. 21. 80 90 100 110 120 130 140 150 160 0 3 6 9 12 15 18 21 24 27 30 33 36 39 42 45 48 51 54 57 60 63 66 69 Index,firstmonthofrecession=100 Number of months after start of recession 2007 2001 1990 1981 Source: Moody’s Economy.com, JLL; As of December 2013 Trajetória das vendas do varejo nas últimas quatro recessões As vendas caíram muito mais nesta última recessão
  22. 22. Type of business M/M chg Y/Y chg Type of business M/M chg Y/Y chg Total retail & food services 1.1% 3.8% Health & personal care stores 0.3% 5.2% Excluding autos 0.7% 2.6% Gasoline stations -1.3% -3.3% Excluding autos & gasoline 1.0% 3.5% Clothing & accessories stores 1.0% 2.1% Motor vehicle & parts dealers 3.1% 9.1% Sporting goods, hobby, book & music stores 0.3% -2.0% Auto & other motor vehicle dealers 3.4% 9.5% General merchandise stores 1.9% 1.9% Furniture & home furnishings stores 1.0% 2.1% Department stores (excl. leased depts.) 0.5% -3.4% Electronics & appliance stores -1.6% -0.7% Miscellaneous store retailers -1.3% -1.7% Building material & garden Eq. / supplies dealers 1.8% 5.7% Nonstore retailers 1.7% 7.8% Food & beverage stores 0.2% 3.0% Food services & drinking places 1.1% 4.1% Grocery stores 0.2% 2.6% As vendas em março aumentaram acima do esperado
  23. 23. Varejistas com os maiores indices de vendas Ano/Ano 0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% 70% 80% 90% 0 20 40 60 80 100 120 140 Y/Ysaleschange # of planned stores (12 mths) Varejistas com otimo desempenho
  24. 24. Mercado de Capitais
  25. 25. 05% 06% 06% 07% 07% 08% 08% 09% 09% 10% Jan '01 Jan '02 Jan '03 Jan '04 Jan '05 Jan '06 Jan '07 Jan '08 Jan '09 Jan '10 Jan '11 Jan '12 Jan '13 Cap rates vêm se comprimindo continuamente desde a recessão Source: Real Capital Analytics, JLL; As of Q1 2014
  26. 26. 5% 6% 6% 7% 7% 8% 8% 9% 9% 10% 01Q1 01Q3 02Q1 02Q3 03Q1 03Q3 04Q1 04Q3 05Q1 05Q3 06Q1 06Q3 07Q1 07Q3 08Q1 08Q3 09Q1 09Q3 10Q1 10Q3 11Q1 11Q3 12Q1 12Q3 13Q1 13Q3 14Q1 Chicago cap rates também estão se comprimindo Source: Real Capital Analytics, JLL; As of Q1 2014
  27. 27. E-commerce & Clicks to Bricks
  28. 28. Consumidores adoram tecnologia Até o final de 2014 teremos mais aparelhos de comunicação móvel do que pessoas. Hoje, 40% dos consumidores consultam 3 ou mais canais antes de comprar, ante 10% em 2002. Em 2014, prevê-se que o uso de internet móvel supere o uso de internet a partir de computadores de mesa Falemos de ‘superconectados’: 75% dos americanos levam o celular para o banheiro
  29. 29. Source: Emarketer $24,780 $41,680 $56,720 $75,0 $96,810 $113,570 $225,50 $258,90 $296,70 $338,90 $384,90 $434,20 11% 16% 19% 22% 25% 26% $,0 $50,0 $100,0 $150,0 $200,0 $250,0 $300,0 $350,0 $400,0 $450,0 0% 5% 10% 15% 20% 25% 30% 2012 2013 2014 2015 2016 2017 M-commerce sales ($b) E-commerce sales ($b) M-commerce as % of total e-commerce sales Em 2017, 25% das pessoas que compram pela internet usarão seus telefones celulares para comprar
  30. 30. A adoção da internet móvel está crescendo a um ritmo 8x mais veloz que o da adoção da internet tradicional no final da década de 1990 Por que a comunicação móvel é importante... Consumidores que usam seu celular em lojas compram mais quando estão dentro da loja do que aqueles que não usam o celular
  31. 31. 0% 1% 2% 3% 4% 5% 6% 7% 8% Mar-1992 Dec-1992 Sep-1993 Jun-1994 Mar-1995 Dec-1995 Sep-1996 Jun-1997 Mar-1998 Dec-1998 Sep-1999 Jun-2000 Mar-2001 Dec-2001 Sep-2002 Jun-2003 Mar-2004 Dec-2004 Sep-2005 Jun-2006 Mar-2007 Dec-2007 Sep-2008 Jun-2009 Mar-2010 Dec-2010 Sep-2011 Jun-2012 Mar-2013 Dec-2013 Electronic & Mail-order % of sales E-commerce % of sales As vendas do comércio eletrônico estão crescendo e substituindo as vendas por catálogo como porcentagem do total de vendas do varejo
  32. 32. O futuro do comércio on-line é (também) off-line Benefícios do espaço físico: • Os consumidores conseguem tocar e testar o produto • Os varejistas podem construir o reconhecimento de sua marca • Os varejistas conseguem oferecer uma experiência pessoal única, a qual não pode ser entregue pela internet Embora os varejistas estejam incrementando seus sites de internet e móveis, os “e-tailers” (varejistas de comércio eletrônico) estão partindo também para a operação em espaços físicos
  33. 33. As lojas se tornarão menos definidas por paredes. Um projeto modular possibilitará mudanças diárias no layout, no merchandising e no ‘clima’ das lojas tores will become less defined by walls. A modular design will enable changes to layout, merchandising O espaço verde se integrará totalmente com o espaço das lojas Os shopping centers serão projetados com um clima maior de comunidade: agrupamentos de lojas, espaço verde, espaços para caminhar, para andar de bicicleta e entretenimento. Sem caixas registradoras, com pagamento por celular Anúncios holográficos baseados em informações móveis Zonas de retirada [de mercadorias] ao redor dos shoppings “Valets” de shopping virtual que farão as compras por você e as reunirão em um único local para retirada Micro-shopping: Micro shopping: as lojas estocam as mercadorias com base nas preferências individuais dos clientes registradas em CRM. Estacionamento automático: o consumidor deixa o carro na entrada do estacionamento, a rampa estaciona o carro na vaga designada e o consumidor recebe um tíquete com código de barras O fim do “vanilla shell” Clima de vila/bairro A tecnologia será… Em todos locais Retail 2020: o futuro dos shopping centers
  34. 34. Diferenças EUA x Brasil • Controle do mix • Lojistas regionais e nacionais x locais • Marketing a longo prazo x imediatista • Diversos tipos de empreendimentos • Tamanho das lojas • Condomínio fixo x CRD • Lojas de Departamento x n/a
  35. 35. ©2014 Jones Lang LaSalle IP, Inc. All rights reserved. All information contained herein is from sources deemed reliable; however, no representation or warranty is made to the accuracy thereof. Para mais informações contate:: Alex Cesar Lider Divisão Varejo 11- 3043-6258 alexandre.cesar@am.jll.com Obrigado!

×