SETOR NAVAL

399 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
399
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • Dados Históricos
  • Dados Históricos
  • Dados Históricos
  • SETOR NAVAL

    1. 1. CAMINHOS PARA PROMOVER AINOVAÇÃO NO SETOR NAVALCarlos Daher PadoveziIPT - Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo / diretor do Centro NavalSOBENA – Sociedade Brasileira de Engenharia Naval / diretor regional de São PauloCEENO - Centro de Excelência em Engenharia Naval e Oceânica / secretário-geral3º INTERNATIONAL CONGRESS ON INNOVATION"Ways to Promote Innovation in the Naval Sector"Painel 7 - "Inovação na Indústria Naval e de Operações de Offshore"PORTO ALEGRE – 18 de Novembro de 2010
    2. 2.   Bens de capital de alto valor agregado, produzidossob encomenda, de acordo com necessidadesespecíficas de utilizaçãoO ciclo completo de produção de um navio é de 1 a 2 anosSua vida útil é de cerca de 25 anosNAVIOS e PLATAFORMAS – construção e operaçãoO ciclo completo de produção de uma plataforma marítima éde 2 a 3 anos. Sua vida útil é de cerca de 25 anos
    3. 3. Processo de acelerada recuperação da capacidade deprodução de embarcaçõesDesenvolvimento da produção de plataformasmarítimas para exploração de petróleo e gás no marEstaleiros antigos – modernizaçãoEstaleiros novos – instalação com tecnologias modernasEmpresas de navipeças – processo de desenvolvimento /nacionalização de equipamentosPrestadores de serviços – formação de novas empresas  INDÚSTRIA NAVAL BRASILEIRA ATUAL
    4. 4. CompetitividadeSustentabilidadeDomínio do conhecimentoCapacitação tecnológicaProcesso contínuo com amplaparticipação dos setoresIndústria Naval no Brasil - para serforte e importante:
    5. 5. Domínio doconhecimentotecnológicoProjetosadequados deembarcações ede sistemas(equipamentos)Domínio doconhecimentotecnológicoProcessosconstrutivoseficientesPesquisa,DesenvolvimentoInovaçãoApoiotecnológicolaboratorialCompetitividadecomconfiabilidadeExcelênciatecnológica paraexportar -sustentabilidadeIndústria Naval no Brasil - para ser forte e importante:
    6. 6. OBJETIVO: Melhores PráticasCapacitação emProjeto do NavioConstrução NavalcomQualidade, Prazose CustosCompetitivosCapacitação emGestão de OperaçõesCapacitação emGestão de SuprimentosSETOR NAVAL: ESPAÇO PARA INOVAÇÃO
    7. 7. • PROCESSOS CONSTRUTIVOS• NOVOS EQUIPAMENTOS / PEÇAS• SISTEMAS DE PROPULSÃO E MANOBRAS• FORMAS, NOVAS CONCEPÇÕESSISTEMAS PARA ECONOMIZAR ENERGIA EREDUZIR EMISSÕES DE POLUENTESSETOR NAVAL: ESPAÇO PARA INOVAÇÃOMELHORIAS DO PRODUTO NAVIOAUMENTAR A EFICIÊNCIA DA INDÚSTRIAMELHORIAS DA PRODUÇÃO
    8. 8. UM EXEMPLO DE SOLUÇÃO INOVADORAHydrodynamic Optimization Testing of Ballast-Free Ship DesignMichael G. Parsons Arthur F. Thurnau / Professor of Naval Architecture and Marine EngineeringNAVIOSLIVRES DELASTROS
    9. 9. OUTRO EXEMPLO DE SOLUÇÃO INOVADORAESTATOR PARAPRÉ-ROTAÇÃO DOESCOAMENTOANTES DOPROPULSORAUMENTO DE EFICIÊNCIA PROPULSIVA ENTRE 3 – 5%
    10. 10. PRODUTOS PROCESSOSNAVIOSPLATAFORMASMÓDULOSPARTESGESTÃOMÁQUINAS /EQUIPAMENTOSFORNECEDORESSISTEMASCONSTRUTIVOSInovação tecnológica
    11. 11. PRODUTOSPROCESSOSDesenvolvimentotecnológicoINOVAÇÃOTENDÊNCIAS DA ATUAL INDÚSTRIA NAVAL BRASILEIRABusca de inovação contínua:Equipe técnica dedicada, recursos financeirosreservados, integração do projeto com a produção
    12. 12. Inovação tecnológica Como?Apoio de universidades e centros de pesquisasEquipe técnica (engenharia / P&D&I) adequada ededicada dentro da empresaUtilização de incentivos / financiamentos especiais
    13. 13. UMA PROPOSTA EM CONSOLIDAÇÃO !!!
    14. 14. Rede de Inovação para Competitividade da IndústriaNaval e Offshore da SOBENATRIPÉ DA MOTIVAÇÃO = BASE DA FORMAÇÃO DA REDEA INDÚSTRIABRASILEIRA DESEJA ODESENVOLVIMENTOTECNOLÓGICO, QUE ÉESSENCIAL PARA ACOMPETITIVIDADEEXISTEM UNIVERSIDADESE INSTITUTOS DEPESQUISA CONSAGRADOSPARA A FORMAÇÃO DE R.HE PARA P&D&IO SISTEMA ESTATALTEM RECURSOSPARA IMPORTANTESLINHAS DE FOMENTO
    15. 15. UMA PROPOSTA EM CONSOLIDAÇÃO !!!Rede de Inovação para Competitividade daIndústria Naval e Offshore da SOBENANÚCLEOS DA REDE JÁ FORMADOS:1) Núcleo de Tecnologia da Construção Naval2) Núcleo de Projeto Naval e Offshore3) Núcleo de Cadeia de Suprimentos4) Núcleo Regional do Rio Grande do Sul5) Núcleo Regional de Pernambuco
    16. 16. INDÚSTRIA –ESTALEIROSE NAVIPEÇASDEMANDAS DENAVIOS EEQUIPAMENTOSAPOIOTECNOLÓGICOP&D&IPOTENCIAL DENACIONALIZAÇÃOPRIORIZAÇÃO DELINHAS DE PESQUISASE DE PROPOSTAS DEP&D&IRede de Inovação para Competitividade da IndústriaNaval e Offshore da SOBENA
    17. 17. A integração entre vários grupos depesquisa de uma mesma área, emprojetos estruturados em cooperação,leva à utilização racional dascapacitações tecnológicas existentes,com o aumento da probabilidade deobtenção de melhores resultados empesquisa, desenvolvimento e inovação.Aprendizado com os trabalhos desenvolvidos:O isolamento limita a evolução1
    18. 18. O sucesso, tanto do processo detransferência de tecnologia como daefetivação de processos inovadores emempresas, também depende daexistência, dentro das empresas, depessoal que domine o conhecimento e sededique às atividades de pesquisa,desenvolvimento e inovação.Aprendizado com os trabalhos desenvolvidos:Necessidade: grupos de P&D&I nas empresas2
    19. 19. OBRIGADO!Carlos D. Padovezipadnaval@ipt.br

    ×