A cobra Floninha                Edivania doNascimento Pereira, Maria José Lima Teles, Mauriceia deMelo                Silv...
N246c   Nascimento, George Carlos               As caatingas – conhecer para preservar (Poesias) /       George Carlos Nas...
Era uma vez um povoado cercado por uma lindaCaatinga e uma serra encantadora. Nessa serramoravam vários animais, dos tanto...
Floninha era uma cobrinha linda, tinha escamas brilhosas e  coloridas em todo o seu corpo, além de uma cauda toda ornament...
Certo dia Floninha estava passeando, muito tranquilamente,admirando os lagedos que tinha na serra. Rastejou, rastejoutanto...
Não era só uma, eram várias batidas no    chão, Floninha assim percebeu que eram algumas crianças e seus pais correndo e s...
As crianças e seus pais estavam também muito assustados com a presença de Floninha, eles não sabiam o que fazer. Disseram ...
Depois de muita, perseguição Floninha muitorápida conseguiu fugir e achou o caminho de novo     para mata e as crianças e ...
Floninha é uma linda Cascavel, ela é conhecida comoCaudisona durissa é encontrada em todo o Brasil, masprincipalmente em á...
Essa Obra é parte de um trabalho de troca desaberes entre as crianças do Carrasco eNegreiros, povoado vizinho a Floresta N...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A cobra floninha

418 visualizações

Publicada em

Estória de Floninha, serpente que ao passear pela caatinga e chega em uma comunidade onde todos tentam mata-la e vive momentos de angustia e desespero...
Estória produzida por alunos de graduação e professora da Universidade Federal Rural de Pernambuco, do Curso de Ciências Biologias. Esta obra faz parte do Projeto Anfíbios e Répteis do Bioma Caatinga - Indicadores de Conservação para o Sertão Central de Pernambuco.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
418
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
159
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A cobra floninha

  1. 1. A cobra Floninha Edivania doNascimento Pereira, Maria José Lima Teles, Mauriceia deMelo Silva Santana & Ednilza Maranhão dos Santos,Ilustração : Crianças do Carrasco e Negreiros,Serrita/PE
  2. 2. N246c Nascimento, George Carlos As caatingas – conhecer para preservar (Poesias) / George Carlos Nascimento; organizadora Ednilza Maranhão dos Santos. – Recife: EDUFRPE, 2012. 33 p. : il. 1. Poesia brasileira I. Santos, Ednilza Maranhão dos, organizadora II. Título CDD B869.1Texto: Edivania do Nascimento Pereira, Maria José LimaTeles, Mauriceia de Melo Silva Santana e EdnilzaMaranhão dos SantosDesenhos das crianças do Carrasco e Negreiros,Serrita/PE : Alessandra, Maria Gilvanete, Maria HelenaPorfirio e Maria Luzinete
  3. 3. Era uma vez um povoado cercado por uma lindaCaatinga e uma serra encantadora. Nessa serramoravam vários animais, dos tantos animais queexistiam lá tem um que estava muito adoentado, doente de tristeza ... era a Cobra Floninha.
  4. 4. Floninha era uma cobrinha linda, tinha escamas brilhosas e coloridas em todo o seu corpo, além de uma cauda toda ornamentadas de guizos. Ela era muito feliz, adorava sairrastejando em busca de aventuras e também para rever os seus amigos. É claro que ela gostava de caçar, mas só caçava se estivesse com muita, muita fome. Sempre saia durante anoite e durante o dia adorava ficar descansando em tocas nos lajedos. Floninha dizia que não existia céu mais lindo que o do Sertão e adorava sair para olhar as estrelas e também era durante a noite que ela conseguia encontrar alguns de seus amigos
  5. 5. Certo dia Floninha estava passeando, muito tranquilamente,admirando os lagedos que tinha na serra. Rastejou, rastejoutanto, mais tanto, mais tanto que se perdeu e chegou em um lugar onde tinha várias casas e crianças, então de repenteela sentiu a terra começar a tremer, Floninha como todas asoutras serpentes, não tinha orelha nem ouvido, elas sentia as vibrações pelo corpo.
  6. 6. Não era só uma, eram várias batidas no chão, Floninha assim percebeu que eram algumas crianças e seus pais correndo e se aproximando dela, ela ficou desesperada, muito assustada não sabia o que fazer e começou a correr, ela não entendia porque estavam lhe perseguindo. Ela rastejava e rastejava rapidamente, sempre muito assustada balançando o seu guizo, quanto mais rastejava mais aquelas pessoascorriam atrás dela. Ela não entendia porque estavam correndo atrás dela. Então ela pensou: “Não fiz nada de errado só estava passeando admirando o meu lugar, porque eles me perseguem?”
  7. 7. As crianças e seus pais estavam também muito assustados com a presença de Floninha, eles não sabiam o que fazer. Disseram a eles que “cobraspodem matar com a sua picada e se encontrar comuma delas é pra matar, elas só estão ali para fazero mal!” Ficaram desesperados e se uniram para dar fim a Floninha, armados com alguns pedaços de madeira outros com pedras e alguns com facão,foram em direção a Floninha para matar, pois eles não sabiam que Floninha estava ali apenas passeando.
  8. 8. Depois de muita, perseguição Floninha muitorápida conseguiu fugir e achou o caminho de novo para mata e as crianças e seus pais nãoconseguiram mais encontra-la. Assim Floninha, de tanto rastejar ficou com suas escamas todasarranhadas e feias porém, hoje está em casa embaixo de um tronco de umburana caído perto dos lajedos. Que sorte a dela não?
  9. 9. Floninha é uma linda Cascavel, ela é conhecida comoCaudisona durissa é encontrada em todo o Brasil, masprincipalmente em áreas abertas como a nossaCaatinga. Se alimenta de pequenos roedores egeralmente é encontrada próximo ou em locais delagedos. É uma serpente peçonhenta, sua peçonha éimportante para produção de medicamentos e soroantiofídico. Devemos ter cuidado e respeito por esseanimal!!! O nome Floninha é uma homenagem a FLONANegreiros, Serrita/PE.
  10. 10. Essa Obra é parte de um trabalho de troca desaberes entre as crianças do Carrasco eNegreiros, povoado vizinho a Floresta Nacional(FLONA) de Negreiros e alunas do curso delicenciatura e bacharelado da UniversidadeFederal Rural de Pernambuco. Esse produto fazparte de um projeto “Anfíbios e répteis dobioma Caatinga – Indicadores de Conservaçãopara o sertão de Pernambuco, coordenado pelaProfessora Ednilza Maranhão dos Santos econtou com apoio dos gestores da FLONA, aFACEPE e ao CNPQ.Agradecemos ao Sr. Chicó ,Dona Margarida,sua família e todas as crianças do Carrasco edo Negreiros.

×