PROJETO MEMÓRIA
BAIRRO JARDIM IKEDA
ESCOLA: ANDERSON DA S. SOARES
PROFESSORES RESPONSÁVEIS:
CARLOS DONBOSCO E AMANDA CAMPOS
O POVOADO
No bairro de Baruel, está localizada a Capela do
Baruel. Foi lá que a cidade começou a
crescer, no século XVII, ...
A CAPELA
Em 1870, o Frei Jesuíta Francisco Baruel veio para região para catequizar os
“índios” e sua paróquia foi construí...
MEU BAIRRO
Aluna Amanda e o Professor Carlos segura o pesado tijolo que também foi
utilizado na construção da igreja, rein...
A Capela Nossa Senhora da Piedade foi fundada nas primeiras décadas de
1700. Em 1916, o italiano Roberto Bianchi, inaugura...
D.IZABEL, a moradora mais antiga do bairro, conversa com os alunos da escola
Anderson da Silva Soares, relatando suas lemb...
A PRIMEIRA ESCOLA
A primeira escola de Suzano , no Baruel, uma cadeira de primeiras letras para
o sexo masculino, por lei ...
A PRIMEIRA ESCOLA
A primeira sala de aula em Suzano , funcionou por mais de cem
anos, de 1870-1984.
A escola funcionava neste salão paroquial cedido pela igreja Nossa Senhora
da Piedade para atender alunos da 1ª ,2ª e 3ª s...
PATRONO
EE ANDERSON DA SILVA SOARES
HISTÓRICO DO PATRONO
Anderson da Silva Soares nasceu no dia cinco de junho do ano de m...
O tijolo, além do simbolismo da construção da cidade, reflete também a
construção do conhecimento, respeitando cronologica...
CEMITÉRIO INDÍGENA
A equipe escolar da EE Anderson da Silva Soares
promoveu um evento para comemorar o Dia
do Indio. Os al...
Vista parcial do cemitério dos indios atrás do posto de
saúde do Jardim Ikeda
O líder indígena Marcos Marques da Aldeia Lobo Velho da
Comunidade Indígena Kariboka fala para os alunos e professores
dur...
Em 19 de abril de 2012, professoras e alunos participam da celebração
no cemitério indígena do Jardim Ikeda..
Aldeia Lobo Velho da Comunidade Indígena Kariboka na celebração do dia dos
Índios no jardim Ikeda. Abril, 2012
ENTREVISTA COM OS MORADORES
A aluna Natalia entrevistou o senhor José Pinto de Almeida. No relato do Sr.
José, vários tema...
NARRATIVAS DO SR. JOSÉ
• “Quando precisava fazer compra para o
mês, tinha que ir na Ipelândia, no açougue do
Braga, no arm...
Documento apresentado pelo senhor José Pinto de Almeida, que afirma
ser herdeiro legítimo do senhor Francisco Pinto de Alm...
REGISTRO GRÁFICO 1
Linha do tempo: desenho da aluna Aryel , 8ª B
REGISTRO GRÁFICO 2
Igreja Nossa Senhora da Piedade: desenho do aluno Felipe, do
1ª série B - Ensino Médio.
CONSIDERAÇÕES FINAIS
Com a palavra o professor Carlos Donbosco Assis
Ao concluir este Projeto Memória do bairro Jardim Ike...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Ppt anderson

735 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
735
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ppt anderson

  1. 1. PROJETO MEMÓRIA BAIRRO JARDIM IKEDA
  2. 2. ESCOLA: ANDERSON DA S. SOARES PROFESSORES RESPONSÁVEIS: CARLOS DONBOSCO E AMANDA CAMPOS
  3. 3. O POVOADO No bairro de Baruel, está localizada a Capela do Baruel. Foi lá que a cidade começou a crescer, no século XVII, através de descendentes do ex-corsário inglês Henry Barwell (daí a origem do nome Baruel). hoje restam poucos vestígios deste vilarejo além da Igreja. (Fonte: http://www.skyscrapercity.com)
  4. 4. A CAPELA Em 1870, o Frei Jesuíta Francisco Baruel veio para região para catequizar os “índios” e sua paróquia foi construída na antiga Vila Piedade, hoje Baruel. http://ofrontispicio.blogspot.com.br
  5. 5. MEU BAIRRO Aluna Amanda e o Professor Carlos segura o pesado tijolo que também foi utilizado na construção da igreja, reinaugurada em 1916 no lugar da antiga Capela de taipa construída nas primeiras décadas de 1700.
  6. 6. A Capela Nossa Senhora da Piedade foi fundada nas primeiras décadas de 1700. Em 1916, o italiano Roberto Bianchi, inaugura a restauração da Capela para presentear sua esposa que era muito religiosa, Ernestina Maria de Jesus Bianchi
  7. 7. D.IZABEL, a moradora mais antiga do bairro, conversa com os alunos da escola Anderson da Silva Soares, relatando suas lembranças historica sobre as festas e missas que ocorria . Na oportunidade,o professor exibe o tijolo com as iniciais J.B, da familia Bianchi.
  8. 8. A PRIMEIRA ESCOLA A primeira escola de Suzano , no Baruel, uma cadeira de primeiras letras para o sexo masculino, por lei em 28 de março de 1870, anexa à capela Nossa Senhora da Piedade.
  9. 9. A PRIMEIRA ESCOLA A primeira sala de aula em Suzano , funcionou por mais de cem anos, de 1870-1984.
  10. 10. A escola funcionava neste salão paroquial cedido pela igreja Nossa Senhora da Piedade para atender alunos da 1ª ,2ª e 3ª séries ,inclusive, foi nesta sala que entre inúmeros alunos que por ali passaram, estudou o Patrono de nossa escola, Anderson da Silva Soares ,que faleceu aos 7 (sete) anos,
  11. 11. PATRONO EE ANDERSON DA SILVA SOARES HISTÓRICO DO PATRONO Anderson da Silva Soares nasceu no dia cinco de junho do ano de mil novecentos e setenta e seis, às zero hora e vinte e cinco minutos, de cor parda,em São Miguel Paulista. Filho de Josevaldo Gomes Soares e Claudete da Silva. Foi registrado em quatro de julho de mil novecentos e setenta e nove, no cartório do Distrito de Guaianazes. Em mil novecentos e oitenta e dois, mudou-se para o Bairro de Vila Ipelândia, Município de Suzano, Estado de São Paulo. Iniciou os estudos na E.E. Roberto Bianchi em vinte e um de agosto de mil novecentos e oitenta e dois, onde foi retido. Em mil novecentos e oitenta e três, transferiu-se para a E.E.P.G. (Isolada) do Bairro do Baruel Primeira. Oriundo de uma família humilde residiu na Rua dos Crisântemos s/ nº - Jardim Ikeda.Faleceu em quatorze de março de mil novecentos e oitenta e três, às seis horas e quarenta e cinco minutos a caminho da Santa Casa de Misericórdia de Suzano, vítima de atropelamento ocorrido na Rodovia Índio Tibiriçá, quando se dirigia à escola. Em mil novecentos e oitenta e sete, os familiares mudaram-se do bairro e o único documento existente nos arquivos da escola é a certidão de nascimento e histórico escolar. (Fonte: Grupo Gestor)
  12. 12. O tijolo, além do simbolismo da construção da cidade, reflete também a construção do conhecimento, respeitando cronologicamente o seu tempo histórico
  13. 13. CEMITÉRIO INDÍGENA A equipe escolar da EE Anderson da Silva Soares promoveu um evento para comemorar o Dia do Indio. Os alunos do Ensino Médio acompanhados pelos professores participaram de uma cerimônia promovida pela Comunidade Indígena do Lobo Velho, localizada em Palmeiras.
  14. 14. Vista parcial do cemitério dos indios atrás do posto de saúde do Jardim Ikeda
  15. 15. O líder indígena Marcos Marques da Aldeia Lobo Velho da Comunidade Indígena Kariboka fala para os alunos e professores durante as atividades do dia dos indios que ocorreram no cemitério do Jardim Ikeda, em abril de 2012.
  16. 16. Em 19 de abril de 2012, professoras e alunos participam da celebração no cemitério indígena do Jardim Ikeda..
  17. 17. Aldeia Lobo Velho da Comunidade Indígena Kariboka na celebração do dia dos Índios no jardim Ikeda. Abril, 2012
  18. 18. ENTREVISTA COM OS MORADORES A aluna Natalia entrevistou o senhor José Pinto de Almeida. No relato do Sr. José, vários temas foram abordados: Dificuldade de acesso à escola; Questão da posse da terra; infraestrutura precária do bairro.
  19. 19. NARRATIVAS DO SR. JOSÉ • “Quando precisava fazer compra para o mês, tinha que ir na Ipelândia, no açougue do Braga, no armazém do Sr. Angelo Gomes, onde tudo era marcado em caderneta.” • “Existia nas terras do atual Ikeda, plantações de feijão, milho, batata e banana, a família do Sr. Francisco vivia do sustento desta roça.”
  20. 20. Documento apresentado pelo senhor José Pinto de Almeida, que afirma ser herdeiro legítimo do senhor Francisco Pinto de Almeida, seu avô.
  21. 21. REGISTRO GRÁFICO 1 Linha do tempo: desenho da aluna Aryel , 8ª B
  22. 22. REGISTRO GRÁFICO 2 Igreja Nossa Senhora da Piedade: desenho do aluno Felipe, do 1ª série B - Ensino Médio.
  23. 23. CONSIDERAÇÕES FINAIS Com a palavra o professor Carlos Donbosco Assis Ao concluir este Projeto Memória do bairro Jardim Ikeda – Baruel, sinto-me contemplado em poder partilhar com os alunos e a Professora Amanda este trabalho. Agradecimentos especiais : Gestores; Equipe escolar; Comunidade do Jardim Ikeka; Moradores: Sra. Izabel, Sr. Arlindo, Sr. José Pinto de Almeida; Sra. Magdalena Pereira de Ávila

×