Gestão do ciclo de vida de produtos

2.533 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Gestão do ciclo de vida de produtos

  1. 1. Gestão do ciclo de vida um Guia de Negócios para a Sustentabilidade Sessão de capacitação, 1 de 4 Novembro de 2006
  2. 2. Formação na Gestão do ciclo de vida – Plano Geral <ul><li>Introdução à GCV </li></ul><ul><ul><li>Esta Sessão! </li></ul></ul><ul><li>Como a GCV é usada na Prática </li></ul><ul><ul><li>Segunda Sessão </li></ul></ul><ul><li>Comunicar os Resultados da GCV </li></ul><ul><ul><li>Terceira Sessão </li></ul></ul><ul><li>Expectativas da GCV e dos Participantes </li></ul><ul><ul><li>Quarta Sessão </li></ul></ul>
  3. 3. <ul><li>Introdução à GCV </li></ul><ul><ul><li>Nesta Sessão! </li></ul></ul>Objetivo de Aprendizagem: Compreender os fundamentos teóricos da gestão do ciclo de vida e a sua história 08.00-08.30 <ul><li>O que é o ciclo de vida? Impactos e valores criados ao longo do ciclo de vida de um produto ou serviço. </li></ul><ul><ul><li>Definições </li></ul></ul><ul><ul><li>História </li></ul></ul><ul><ul><li>Usos </li></ul></ul>08.30-08.40 <ul><li>Por que a GCV é necessária nos negócios e no governo? </li></ul><ul><ul><li>Meios de difusão </li></ul></ul>08.40-09.15 <ul><li>Qual a abrangência da GCV? </li></ul><ul><ul><li>Quais são os aspectos únicos da GCV? </li></ul></ul>09.15-10.00 Exercício em Grupo 10.00-10.30 Pausa para café
  4. 4. <ul><li>Como a GCV é usada na Prática </li></ul><ul><ul><li>Segunda Sessão </li></ul></ul>Objetivo de Aprendizagem : Compreender os aspectos principais da GCV no desenvolvimento de políticas e em operações de negócio, por meio de discussões sobre como integrá-la na tomada de decisões e por meio de estudos de caso 10.30-10.45 <ul><li>Gestão do ciclo de vida </li></ul><ul><ul><li>Definição e Benefícios </li></ul></ul>10.45-11.00 <ul><li>A GCV envolve… </li></ul><ul><ul><li>Aprendizagem a partir de um conjunto de exemplos </li></ul></ul>11.00-12.00 <ul><li>Um processo para implementar GCV </li></ul><ul><ul><li>Planejar – Fazer – Verificar – Ajustar </li></ul></ul><ul><ul><li>Foco no projeto </li></ul></ul><ul><ul><li>Mais exemplos ilustrativos </li></ul></ul>12.00-12.30 Exercício em grupo 12.30-13.30 Pausa para almoço
  5. 5. <ul><li>Divulgar os Resultados da GCV </li></ul><ul><ul><li>Terceira Sessão </li></ul></ul>Objetivo de Aprendizagem : Proporcionar uma boa compreensão das ferramentas e estratégias de comunicação. Por que e como é que elas podem ser importantes para os negócios? 08.00-08.15 <ul><li>Por que divulgar a GCV? E para quem? </li></ul><ul><ul><li>Definição e escopo, agentes, público alvo de comunicação </li></ul></ul>08.15-09.00 <ul><li>Caixa de ferramentas para a Comunicação </li></ul><ul><ul><li>Principais características e vínculo com a GCV </li></ul></ul><ul><ul><li>Exemplos e difusão das ferramentas </li></ul></ul>09.00-09.45 <ul><li>Estudos de caso </li></ul><ul><ul><li>Agentes setoriais específicos Estratégias de Comunicação Combinação de ferramentas </li></ul></ul>09.45-10.00 Exercício em Grupo 10.00-10.30 Pausa para café
  6. 6. <ul><li>Expectativas da GCV e dos Interessados </li></ul><ul><ul><li>Quarta Sessão </li></ul></ul>Objetivo de Aprendizagem : Entender como identificar os interessados, assim como as suas prioridades e preocupações 10.30-10.35 Por que atrair as Partes Interessadas? 10.35-10.45 <ul><li>Identificar Interessados </li></ul><ul><ul><li>Potenciais Participantes </li></ul></ul><ul><ul><li>Questionar a pessoa certa </li></ul></ul><ul><ul><li>Classificação </li></ul></ul>10.45-11.00 <ul><li>Importância de incluir as partes interessadas </li></ul><ul><ul><li>Evitar riscos </li></ul></ul><ul><ul><li>Criar oportunidades </li></ul></ul>11.00-11.45 Estudo de caso 11.45-12.30 Exercício em Grupo 12.30-13.30 Pausa para almoço
  7. 7. A Gestão do Ciclo de Vida é… … a aplicação do pensamento do ciclo de vida em práticas empresariais, com o Objetivo de gerenciar sistematicamente o ciclo de vida dos produtos e serviços de uma organização … a gestão sistemática de ciclos da vida de produtos e materiais, para promover padrões de produção e consumo que sejam mais sustentáveis do que os que temos hoje … uma estrutura de gestão flexível e integrada de conceitos, técnicas e procedimentos para abordar os aspectos ambiental, econômico e social de produtos, procedimentos e organizações Adaptado de Background Report UNEP Guide to LCM – A bridge to Sustainable Products Feb 2006
  8. 8. A Gestão do ciclo de vida é … … a aplicação do pensamento do ciclo de vida em práticas empresariais, com o Objetivo de gerenciar sistematicamente o ciclo de vida dos produtos e serviços de uma organização … a gestão sistemática de ciclos da vida de produtos e materiais, para promover padrões de produção e consumo que sejam mais sustentáveis do que os que temos hoje … uma estrutura de gestão flexível e integrada de conceitos, técnicas e procedimentos para abordar os aspectos ambiental, econômico e social de produtos, procedimentos e organizações
  9. 9. O ciclo de vida
  10. 10. O ciclo de vida – Um Exemplo Worldwatch Institute, Worldwatch Paper 166: Purchasing Power: Harnessing Institutional Procurement for People and the Planet, July 2003, www.worldwatch.org
  11. 11. O Pensamento do ciclo de vida
  12. 12. Mais sustentável O desenvolvimento Sustentável “vai de encontro às necessidades do presente … $
  13. 13. Mais sustentável … sem comprometer a capacidade das gerações futuras de satisfazer as suas próprias necessidades.” O desenvolvimento Sustentável “vai de encontro às necessidades do presente $
  14. 14. Ambiental Sócio-econômico – O Triplo Objetivo
  15. 15. Onde se aplica a GCV numa organização? From: Life Cycle Management - A Business Guide to Sustainability. UNEP/SETAC, 2007.
  16. 16. Produtos & Serviços
  17. 17. A Gestão do ciclo de vida é… … a aplicação do pensamento do ciclo de vida a práticas empresariais, com o Objetivo de gerir sistematicamente o ciclo de vida dos produtos e serviços de uma organização … a gestão sistemática de ciclos da vida de produtos e materiais, para promover padrões de produção e consumo que sejam mais sustentáveis do que os que temos hoje … uma estrutura de gestão flexível e integrada de conceitos, técnicas e procedimentos para abordar o aspecto ambiental, econômico e social de produtos, procedimentos e organizações
  18. 18. História da GCV Aumento de valores & complexidade da expectativa Tempo 1974 SOLAS 1986 Chernobyl 1993 ISM Code 1996 Blue Water Network 1992/97 UNEP Finance Initiatives 1999 Seattle Riots-WTO 1990s Rise of the Internet 2002 Sarbanes-Oxley Act 2001 ISPS Code 2004 ISO 14001 2001 GRI Guidelines 1989 Exxon Valdez 1962 Silent Spring 1971 Green Peace & FOE 1972 FCCA 1984 Union Carbide, Bhopal 1986 Responsible Care 1980 Superfund 1982 Seveso Directive 1986 Right to Know Act 1989 ILO Convention on Ind. People 1987 Our Common Future 1989 CERES Principles 1987 Montreal Protocol 1989 The Natural Step 1993 TRI 1997 Kyoto Protocol 1996 Nigeria 1997 SA8000 1999 AA1000 1998 Global Mining Initiative 1999 OECD Principles of Corporate Governance 1992 UNCED/ Agenda 21 1990 Domini Index Fund 1990s Globalization of Media 1995 Brent Spar 1990s Growth in SRI 1996 ISO14001 1999 DJSI 1999 Global Sullivan Principles 1999 Nike Labour Practices Campaign 2001 OECD EPR Guidelines 2000 GRI SD Reporting Guidelines 2000 Starlink Corn / GMO 2000 UN Global Compact 2001 Exxon & BP Shareholder Activism 2001 EU Green Paper IPP 2001 European Green Paper on CSR 2001 FTSE4Good Index 2005 South Asian Tsunami 2006 Hurricane Katrina
  19. 19. A História da GCV Time Movimento Ambiental Inicial Melhoria do Desempenho Ambiental das Empresas Avaliação do ciclo de vida Gestão do ciclo de vida Aumento de valores & complexidade da expectativa Tempo
  20. 20. Quem é Ativo no Pensamento do Ciclo de Vida Atualmente? D AIMLER C HRYSLER
  21. 21. Por que a GCV é necessária? Antecipar & Responder aos Agentes <ul><ul><li>Agentes da Estratégia Comercial </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Tomada de Decisões </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Eficiência </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Custo Total </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Design </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Agentes do Mercado </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Quota de Mercado </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Acesso </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Relações Publicas </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Agentes do Setor Financeiro </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Previsibilidade </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Vantagem Competitiva </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Agentes Financeiros </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Remoção de Substâncias Banidas </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Responsabilidade ao Final da Vida </li></ul></ul></ul>
  22. 22. Agentes Empresariais da GCV – 1. Estratégia Comercial <ul><li>Tomada de Decisões </li></ul><ul><ul><li>Possuir conhecimento completo da situação </li></ul></ul><ul><ul><li>Novas oportunidades de negócios </li></ul></ul><ul><li>Eficiência </li></ul><ul><ul><li>Eco-Eficiência </li></ul></ul><ul><li>Custo Total </li></ul><ul><li>Design </li></ul><ul><ul><li>Valor ou desempenho melhorado </li></ul></ul><ul><li>Risco Evitado </li></ul>
  23. 23. Agentes Empresariais da GCV – 2. Mercado <ul><li>Expectativas em mudança </li></ul><ul><ul><li>Consumidores conscientes </li></ul></ul><ul><ul><li>Aquisição </li></ul></ul><ul><ul><li>Retalhistas </li></ul></ul>
  24. 24. Agentes Empresariais da GCV – 2. Mercados
  25. 25. Agentes Empresariais da GCV – 2. Mercados
  26. 26. Agentes Empresariais da GCV – 2. Mercados <ul><li>Expectativas em Mudança </li></ul><ul><ul><li>Consumidores Conscientes </li></ul></ul><ul><ul><li>Retalhistas </li></ul></ul><ul><ul><li>Fornecedores </li></ul></ul>
  27. 27. Agentes Empresariais da GCV – 3. Sector Financeiro Crescimento Total em Investimentos Sociais nos EU Entre 1995 e 2005 0 500 1000 1500 2000 2500 1995 1997 1999 2001 2003 2005 Ano Valor em Biliões
  28. 28. Agentes Empresariais da GCV – 3. Sector Financeiro
  29. 29. Agentes Empresariais da GCV – 4. Legislação <ul><li>Impacto Legislativo </li></ul><ul><ul><li>Tornando-se mais rígido </li></ul></ul><ul><ul><li>Empresas Alvo </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Simplicidade </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Globalização </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Confiança em declínio </li></ul></ul></ul>
  30. 30. Agentes Empresariais da GCV – 4. Legislação WEEE RoHS Diretiva de final de vida de veículos 3R Initiative Índice de Prioridade de Políticas Ambientais (JEPIX) Programa de Compras Preferencialmente Ambientais Regulação para Controle de Poluição de Produtos Eletrônicos (RPCEP)
  31. 31. Agentes Empresariais da GCV – 4. Legislação
  32. 32. Agentes de Negócios do GCV – 4. Legislação
  33. 33. O que é que a GCV inclui? Dados Informativos& Modelos Gestão do ciclo de vida Estratégias & Conceitos Sistemas & Processos Programas Ferramentas & Técnicas
  34. 34. O que torna a GCV única em relação a outras abordagens? <ul><li>Entrada </li></ul><ul><li>Fontes de Informação </li></ul><ul><li>Ferramentas </li></ul><ul><li>Conceitos </li></ul><ul><li>Sistemas </li></ul><ul><li>Políticas </li></ul><ul><li>Saída </li></ul><ul><li>Aperfeiçamentos de Estratégias </li></ul><ul><li>Participação no Mercado </li></ul><ul><li>Acesso a Financiamentos </li></ul><ul><li>Atendimento de Regulamentos </li></ul>GCV
  35. 35. O que é que a GCV inclui? Gestão do ciclo de vida Dados Informativos & Modelos Estratégias & Conceitos Sistemas & Processos Programas Ferramentas & Técnicas
  36. 36. Life Cycle Management Estratégias & Conceitos Ecologia Industrial Desmaterialização Produção mais limpa Eco-eficiência Estratégias & Conceitos
  37. 37. Fonte: Intier, Five Winds International, National ReFontes Canada Estratégias & Conceitos Desmaterialização
  38. 38. <ul><li>Uma estratégia Ambiental </li></ul><ul><li>Pode ser aplicada em processos, produtos e servicos </li></ul><ul><li>Pode aumentar a eficiência total e reduzir os riscos aos seres humanos e meio-ambiente </li></ul>Estratégias & Conceitos Desmaterializacao Produção mais Limpa
  39. 39. Ecologia Industrial Ecosistemas Industriais Produção Balanceada e Capacidade Natural Desmaterialização Simular caminhos do metabolismo Melhorar padrões de uso de energia Alinhamento da Política Desmaterializacao Produção mais limpa Estratégias & Conceitos
  40. 40. “ Criando mais valor com menos impacto” (WBCSD) Estratégias & Conceitos Ecologia Industrial Desmaterializacao Produção Mais Limpa Eco-eficiência
  41. 41. Sistemas & Processos Certificação Responsabilidade Estendida do Produtor (EPR) Sistemas de Gestão Integrada e Ambiental (i.e. ISO 14000, EMAS, EFQM) Política Integrada de Produtos (IPP)
  42. 42. Sistemas & Processos Sistemas de Gestão Integrada e Ambiental (i.e. ISO 14000, EMAS, EFQM)
  43. 44. Sistemas de Gestão Integrada e Ambiental (i.e. ISO 14000, EMAS, EFQM) Sistemas & Processos
  44. 45. Sistemas de Gestão Integrada e Ambiental (i.e. ISO 14000, EMAS, EFQM) Responsabilidade Estendida do Produtor (REP) Sistemas & Processos
  45. 46. Sistemas de Gestão Integrada e Ambiental (i.e. ISO 14000, EMAS, EFQM) Responsabilidade Clássica Entradas Produto Final Sistemas & Processos
  46. 47. Sistemas de Gestão Integrados e Ambientais (i.e. ISO 14000, EMAS, EFQM) ENTRADAS Produto Final Resíduo Resíduos Uso Responsabilidade Estendida do Produtor (REP) Benefícios Sistemas & Processos
  47. 48. Responsabilidade Estendida do Produtor (REP) Sistemas de Gestão Integrada e Ambiental (i.e. ISO 14000, EMAS, EFQM) Sistemas & Processos Política Integrada do Produto (PIP) Por meio do uso de uma variedade de ferramentas é possível desenvolver uma política que enfoque o vasto impacto dos produtos ou processos
  48. 49. Sistemas de Gestão Integrada e Ambiental (i.e. ISO 14000, EMAS, EFQM) Certificação Responsabilidade Estendida do Produtor (REP) Política Integrada do Produto (PIP) Sistemas & Processos
  49. 50. Gestão da Cadeia de Fornecimento Comunicação Responsabilidade Social Corporativa (RSC) Envolvimento dos Partes Interessadas Compras Públicas Verdes Design para o Ambiente (DpA) Programas
  50. 51. Design para o Ambiente (DpA) <ul><li>A integração sistemática de considerações ambientais no Design de produto e processo. </li></ul><ul><ul><li>Motivações Internas </li></ul></ul><ul><ul><li>Motivações Externas </li></ul></ul>Programas
  51. 52. Design para o Ambiente (DpA) <ul><li>Políticas de compras públicas e procedimentos, são formas comuns e efetivas pela qual a gestão do ciclo de vida pode ser desenvolvida numa empresa </li></ul><ul><li>Trabalhar com fornecedores e com as questões da cadeia de fornecimento estão rapidamente tornando-se uma importante consideração estratégica </li></ul>Gestão da Cadeia de Fornecimento Programas
  52. 53. <ul><li>O melhor valor agregado como preço, qualidade, disponibilidade, funcionalidade, etc.; </li></ul><ul><li>Considera o Ciclo de Vida completo do produto; </li></ul><ul><li>Aspectos sociais: efeitos dos aspectos como erradicação da pobreza, equidade internacional na distribuição de recursos, condições dos trabalhadores e direitos humanos. </li></ul>Design para o Ambiente (DpA) Gestão da Cadeia de Fornecimento Compras Públicas Verdes Programas
  53. 54. Design para o Ambiente (DpA) Gestão da Cadeia de Fornecimento “… Criação de valor para todos os envolvidos com a empresa é fundamental para criar um propósito comum e atender às questões complexas que afetam o planeta - The Stakeholder Engagement Manual Envolvimento das Partes Interessadas Compras Públicas Verdes Programas
  54. 55. Design para o Ambiente (DpA) Gestão da Cadeia de Fornecimento Envolvimento com as Partes Interessadas <ul><li>Integração das preocupações sociais e ambientais nas transações de negócio e na interação com as Partes Interessadas </li></ul>Responsabilidade Social Corporativa (RSC) Compras Públicas Verdes Programas
  55. 56. Design para o Ambiente (DpA) Gestão da Cadeia de Fornecimento Responsabilidade Social Corporativa (RSC) Envolvimento com as Partes Interessadas <ul><li>Qualquer forma de compartilhamento de informação com os Partes Interessadas, geralmente em uma mão, processos não iterativos, i.e. Relatórios de Sustentabilidade Corporativa </li></ul>Communicação Compras Públicas Verdes Programas
  56. 57. Analíticas Procedimentais Apoio Ferramentas & Técnicas
  57. 58. <ul><li>Análise de Entradas – Saídas </li></ul><ul><li>Intensidade de Materiais </li></ul>Analíticas Ferramentas & Técnicas
  58. 59. Analytical Procedimentais <ul><li>Auditorias </li></ul><ul><li>Listas de checagem </li></ul>Ferramentas & Técnicas
  59. 60. Analíticas Procedimentais <ul><li>Padrões </li></ul><ul><li>Acordos voluntários </li></ul>Ferramentas & Técnicas Apoio
  60. 61. Data: Bases de Dados, Armazenamento de Dados, Controle Melhores Práticas: Benchmarks de melhores práticas, Referências, etc. Modelos: Destino, Dose-Resposta, etc. Informação & Modelos
  61. 62. O que envolve a GCV? Data Information & Models Life Cycle Management Meta Desenvolvimento Sustentável Estratégias & Conceitos Systems & Processes Programas Tools & Techniques
  62. 63. A GCV na minha Organização Benchmarks das melhores práticas Comunicatção Certificação Eco-Eficiência Informação & Modelos Gestão do Ciclo de Vida Apoio, padrões ISO na rotulagem ambiental dos produtos Estratégias & Conceitos Sistemas & Processos Programas Ferramentas & Técnicas
  63. 64. A GCV na Organização Dela Bases de Dados Design para o Ambiente Desmaterialização Informação & Modelos Gestão do Ciclo de Vida Analítica, ACV Responsabilidade Estendida ao Produtor Estratégias & Conceitos Sistemas & Processos Programas Ferramentas & Técnicas
  64. 65. A GCV na Organização Dele Gestão da Cadeia de Fornecedores Produção mais Limpa Informação & Modelos Gestão do Ciclo de Vida Procedimental, Auditorias aos fornecedores Benchmark da gestão das melhores práticas dos fornecedores Sistemas de gestão Integrada (i.e. ISO 14000, EMAS, EFQM) Estratégias & Conceitos Sistemas & Processos Programas Tools & Techniques
  65. 66. Worldwatch Institute, Worldwatch Paper 166: Purchasing Power: Harnessing Institutional Procurement for People and the Planet, July 2003, www.worldwatch.org A GCV em contexto – Um Exemplo
  66. 67. Worldwatch Institute, Worldwatch Paper 166: Purchasing Power: Harnessing Institutional Procurement for People and the Planet, July 2003, www.worldwatch.org A GCV em contexto – Um Exemplo
  67. 68. A GCV em contexto – Um Exemplo Geoffrey Gaudreault, NPR
  68. 69. A GCV em contexto – Um Exemplo
  69. 70. Quais são os impactos das suas roupas?
  70. 71. Quais são os impactos das suas roupas? Tempo de discutir…
  71. 72. Formação na Gestão do ciclo de Vida – Plano Geral <ul><li>Introdução à GCV </li></ul><ul><ul><li>Esta Sessão! </li></ul></ul><ul><li>Como a GCV é usada na Prática </li></ul><ul><ul><li>Segunda Sessão </li></ul></ul><ul><li>Comunicar os Resultados da GCV </li></ul><ul><ul><li>Terceira Sessão </li></ul></ul><ul><li>Espectativas da GCV e dos Participantes </li></ul><ul><ul><li>Quarta Sessão </li></ul></ul>

×