Cinesesc

479 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios, Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Cinesesc

  1. 1. IN-EDIT BRASIL 2011: CINESESC: Agenda + SinopsesCINESESC - 320 lugaresRua Augusta, 2.075 - Telefone: (11) 3087-0501R$ 4 (inteira)Panorama Mundial.SEXTA: 29.0419hLENNONYC(Michael Epstein, EUA, 2010, 115’)A história de amor entre John Lennon e a cidade de Nova York. Com o fim dos Beatles, o músico semuda com sua família para Manhattan, lugar que servirá de palco para os últimos 10 anos de sua vida.Neste documentário, que tem todos os elementos para se converter em um clássico, conhecemosdados reveladores sobre sua relação com Yoko Ono, a parceria com Harry Nilsson e sua relação com abebida, com as drogas e com seus ex-companheiros de Liverpool.21hFLAMENCO, FLAMENCO(Carlos Saura, Espanha, 2010, 96’)Desde que Carlos Saura apresentou sua particular e poética visão do Flamenco em 1995, muita coisamudou. O gênero ganhou status e importância internacional, grandes nomes partiram, outras estrelasapareceram e novos sons surgiram para se integrar à tradição. Por tudo isso Flamenco precisava deuma segunda parte. Com Flamenco, Flamenco o diretor espanhol nos convida a um novo mergulhoneste fantástico universo repleto de música, poesia e baile. Grandes músicos, apresentaçõesantológicas e uma fotografia, de Vittorio Storaro, simplesmente espetacular. ¡Olé!SÁBADO: 30.0419hKEEP ON RUNNING: 50 YEARS OF ISLAND RECORDS(Stuart Watts, Reino Unido, 2009, 90’)O que Bob Marley, U2, Grace Jones e Cat Stevens têm em comum? Todos eles tiveram sua carreiraimpressa em um único selo: Island Records. Foi criado por Chris Blackwel na Jamaica e se transformouem um dos maiores ícones da música moderna. Respeitando a filosofia de trabalhar junto com oartista e não cobrar por resultados de discos gravados, a Island Records chegou aos 50 anos em 2009esbanjando vitalidade. Uma história de determinação, amizade e muitos talentos envolvidos.21hUPSIDE DOWN: THE STORY OF CREATION RECORDS(Danny O´Connor, Irlanda, 2010, 101´)Imagine-se abrindo uma gravadora e revolucionando a música de seu país e do mundo. Foi o que fezAlan McGee quando montou a Creation Records. O selo que descobriu bandas tão influentes comoOasis, My Bloody Valentine, The Jesus and Mary Chain, Primal Scream, Super Furry Animals, TeenageFanclub, entre tantas outras. Uma história de sexo, drogas, RocknRoll, fama, fortuna, falência, egos,volta por cima e muito bate-boca. Imperdível. 1
  2. 2. 23hLEMMY(Wes Orshoski e Greg Olliver, EUA, 2010, 117’)Viver rápido e morrer cedo? Isso é para os fracos. Lemmy Kilmister está vivendo intensamente omundo do rock há mais de quatro décadas. Liderando o Motörhead desde 1975, Lemmy é umexemplo para muitos. Tanto na vida como na música. Aos 65 anos, segue fiel a seu particular estilo devida: continua compondo, fazendo participações especiais e martelando com punho de ferro seumítico Rickenbacker.Atenção: por exigência do músico e dos diretores, este filme é projetado no máximo volume.DOMINGO: 01.0519hWILLIAM S BURROUGHS: A MAN WITHIN(Yony Leyser, EUA, 2010, 88’)A herança deixada pela geração beat é sem dúvida uma das maiores recebidas pela cultura ocidentaldepois da Segunda Guerra Mundial. Livres, contestadores e criativos, os Beatniks inventaram um estilode vida que anos mais tarde foi apadrinhado pelo mundo do RocknRoll.Liderando este movimento ao lado Allen Gingsberg y Jack Kerouac, William S. Burroughs desenvolveuuma obra literária que marcou a vida de muita gente. Este documentário mostra como AllenGingsberg, Patti Smith, Laurie Anderson, Jello Biafra, David Cronenberg, Iggy Pop, Andy Warhol, SonicYouth entre tantos se deixaram influenciar por um dos nomes mais censurados e ao mesmo tempomais lidos das últimas décadas.21hHIGH ON HOPE(Piers Sanderson, Reino Unido, 2009, 72’)Luta pelo seu direito de dançar! Esta é a história que dá início às Raves no norte da Inglaterra.Invadindo galpões, fabricando seu próprio equipamento e despistando a polícia, um grupo de amigoscriou um novo modelo de festas com um único objetivo: dançar o quanto quisesse. Um documentáriocomovente e sem moralismos que revela a vida de "heróis" anônimos (donas de casa, trabalhadores,traficantes, DJs, promotores de shows) que revolucionaram a indústria do entretenimento no final dosanos 80 e começo dos 90.SEGUNDA: 02.0519hSTRANGE POWERS: STEPHIN MERRITT AND THE MAGNETIC FIELDS(Kerthy Fix, GailO´Hara, EUA, 2010, 86’)Stephin Merritt é uma figura pouco convencional no mundo da música. Tranquilo, caseiro e talentoso,lidera sua banda Magnetic Fields de forma natural. Considerado por muitos como o melhorcompositor pop da atualidade, Stephin é uma metralhadora de pensamentos ácidos e ideias criativas.Sentado em seu gay bar favorito, escreve canções perfeitas e outras inusitadas. Entre shows,entrevistas e conversas íntimas, o filme retrata um dos personagens mais peculiares da atualidade.21h – SESSÃO DUPLATHE LAST POETS: MADE IN AMERIKKKA(Claude Santiago, França/EUA, 2008, 52’) 2
  3. 3. Seria um engano contar a história do Rap sem mencionar The Last Poets. Considerados a primeiraexperiência do gênero por gente que sabe do assunto, como Chuck D, a banda revolucionou mentes eouvidos gerando um amplo debate. Sem ser Jazz, sem ser Poesia, sem ser Rap e sem discurso políticomas sendo tudo isso ao mesmo tempo, a banda lutou, revirou as consciências negras alienadas echamou a atenção de toda a sociedade norte-americana. Made in Amerikkka reúne o grupo e faz umbalanço crítico do que foi a banda e seu legado.SOUL TRAIN: THE HIPPEST TRIP IN AMERICA(J. Kevin Swain, Amy Goldberg, EUA, 2009, 65’)Se existe um programa de televisão que realmente mudou os parâmetros de comportamento nosEstados Unidos foi Soul Train. Concebido por Don Cornelius como um espaço de expressão da culturaafro-americana, feito para difundir sua música, sua dança e seu jeito de ser, o programa revelou aopaís e ao mundo nomes tão importantes como Jackson 5, Marvin Gaye, Bill Whiters, Sugarhill Gang,entre tantos e tantos outros. Um filme fundamental para se entender a história da música negraamericana em todas as suas vertentes e o surgimento e afirmação da cultura black.TERÇA: 03.0519hDO IT AGAIN(Mikel Cee Karlsson e Fredrik Egerstrand, Suécia, 2010, 75’)Você já teve a vontade de sair pelo mundo para tentar convencer a sua banda favorita a se reunir denovo? Pois foi que fez o jornalista musical Geoff Edgers: tentar juntar novamente The Kinks. Umabanda que, segundo ele, é a melhor e mais importante do RocknRoll, mas não é valorizada comodeveria. Disposto a gastar as últimas economias de sua família, ele viaja pelo mundo e encontra gentecomo Sting e Paul Weller que, como ele, são fãs da banda e tentam ajudá-lo em seu objetivo.21hWHO IS HARRY NILSSON (AND WHY IS EVERYBODY TALKIN ABOUT HIM?)(John Scheinfeld, EUA, 2010, 116’)Cantor, compositor, produtor, instrumentista, parceiro de John Lennon em composições e baladas egrande referência de The Beatles nos Estados Unidos. Este é Harry Nilsson, um dos personagens maisbrilhantes e menos conhecidos da história da música pop. Um gênio que pouco se expunha, mas quedeixou um legado incontestável. Um tesouro esquecido e que finalmente encontrará seu lugar ao sol.QUARTA: 04.0519hCOMING BACK FOR MORE(Willem Alkema, Holanda, 2010, 74’)Se você é fã da Sly & The Family Stone, responda rápido: onde esteve Sly Stone nas últimas trêsdécadas? Se você não sabe, tudo bem. Ninguém sabe mesmo. Por isso, o diretor holandês WillemAlkema decidiu seguir seu ídolo para tentar uma das maiores proezas do jornalismo musical:entrevistar o músico. O resultado é um filme divertido, inusitado, cheio de surpresas e logicamentecom muito groove.21hWHO KILLED NANCY?(Alan G. Parker, Reino Unido, 2009, 93’) 3
  4. 4. Você já deve ter ouvido várias vezes a história de que Sid Vicious matou sua namorada NancySpungen. Verdade ou mentira? Este documentário analisa todas as versões e mostra os detalhes deum dos casos mais emblemáticos da história do Punk. Baseando-se em uma linha do tempo, o filmecontrasta o depoimento de quem estava no Hotel Chelsea naqueles dias e a determinação da políciaem acabar logo com o caso de um pop star entregue à droga.QUINTA: 05.0519hGIMME SHELTER(Albert e David Maysles, Charlotte Zwerin, EUA, 1970, 90’)Este célebre rockumentary dos irmãos Maysles registra um dos momentos mais emblemáticos dahistória do rock’n’roll. Em sua turnê norte-americana de 1969, os Rolling Stones realizam o históricoshow em Altamont, na Califórnia, onde um homem é assassinado pelos Hell´s Angels, contratatadospara fazerem a segurança do evento. Albert Maysles estava lá a convite da banda e registrou tudo.Diretor Albert Maysles fala ao final da sessão.21h – SESSÃO DUPLAWHAT’S HAPPENING? THE BEATLES IN THE USA*(Albert e David Maysles, EUA, 1964, 70’)Talvez você já tenha visto o famoso filme “The Beatles: The First US Visit” lançado em 1999. Trata-sede uma nova montagem feita pela gravadora Apple de “What’s Happening! The Beatles in USA” filmedirigido pelos irmãos Maysles em 1964. O In-Edit Brasil tem a honra de apresentar a primeira versãodesta obra que nunca foi comercializada e que só pode exibida com a presença do diretor. Uma sessãoúnica que ficará na sua memória.Filme gentilmente cedido por Apple Corps, Ltd.GET YERS YA YA’S OUT!(Albert e David Maysles, EUA, 1964, 27’)Quando os Rolling Stones foram tocar pela primeira vez no Madison Square Garden em novembro de1969, pouco depois do trágico show de Altamont que terminou com a morte de um homem, omomento requeria um registro histórico. Foi assim que gravaram o álbum “Get Yer Ya-Ya’s Out!”considerado um dos mais importantes registros da banda. Quatro décadas depois, Albert Mayslesreuniu o material que gravou naquela época e resolveu usar imagens nunca antes vistas da banda.Material para fã nenhum botar defeito.Filme distribuído por ABKCO.Diretor Albert Maysles abre a sessão.INGRESSO CINESESC: R$ 4,00 (inteira).Indicação: 16 anos, exceto Lemmy e Who Killed Nancy, 18 anos.O IN EDIT BRASIL 2011 tem patrocínio da NATURA / Programa Natura Musical e da PETROBRAS /Programa Petrobras Cultural.Parceiros Culturais: SMC-SP Secretaria Municipal de Cultura; SEC-SP Secretaria de Estado da Cultura;Instituto Cervantes; CineSesc / SESC SP; Matilha Cultural. 4

×