Didatica3

2.476 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.476
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
78
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Didatica3

  1. 1. Didática do Ensino Superior - aula 3 - Me. Frineia Rezende
  2. 2. Criação da Personalidade Didática Personalidade didática: Características, atitudes e estratégias - criação de imagem atraente e significativa Caracteres Elementos de comunicação - expressão corporal, voz, figurino, entonação vocal - poder de percepção captação das necessidades e características
  3. 3. Peants/ The Charlie Brown and Snoopy Show Charles Schulz
  4. 4. Ensino ou aprendizagem? Verbo ensinar relaciona-se a: instruir, orientar, apontar, guiar, dirigir, treinar, formar, amoldar, preparar, doutrinar, instruir.
  5. 5. Dinâmica 1
  6. 6. Professor x Educador Professor Educador … … … … … …
  7. 7. Professor x Educador Que programa devo seguir? Que matéria devo dar? Que critério devo utilizar para aprovar ou reprovar?
  8. 8. Professor x Educador Agente do processo educativo Preocupa-se em ideficar aptidões, necessidades e interesses …
  9. 9. Professor x Educador Quando a ênfase é colocada na aprendizagem, o papel predominante de ‘ensinar’ é substituido por ‘ajudar o aluno a aprender’.
  10. 10. Professor x Educador Quais são as expectativas dos alunos? Em que medida determinado aprendizado terá significado para eles? Quais as estratégias mais adequadas para determinado perfil?
  11. 11. Paulo Freire (2002 p. 26) “… a narração, de que o educador é o sujeito, conduz os educandos à memorização mecânica do conteúdo narrado. Mais ainda, a narração os transforma em ‘vasilhas’, em recipientes a serem ‘enchidos’ pelo educador. Quanto mais vá enchendo os recipientes com seus ‘depósitos’, tanto melhor será. Quanto mais se deixarem totalmente ‘encher’, tanto melhores educandos serão.”
  12. 12. Paulo Freire (2002 p. 26) “Educação bancária” Caracteriza-se pelo ato de transmitir, depositar ou transferir valores e conhecimentos…
  13. 13. O educador é o que educa; Os educandos, os que são educados. O educador é o que sabe; Os educandos, os que não sabem. O educador é o que pensa; Os educandos, os que não pensam. O Educador é o que diz a palavra; Os educandos, os que escutam docilmente. O Educador é o que disciplina; Os educandos, os disciplinados.
  14. 14. O educador é o que opta e prescreve sua opção; Os educandos, os que seguem a prescrição. O educador é o que atua; Os educandos, os que têm a ilusão de que atuam na atuação do educador. O educador escolhe o conteúdo programático; Os educandos jamais são ouvidos nesta escolha, acomodam-se a ele. O educador identifica a autoridade do saber com sua autoridade funcional, que se opõe, antagonicamente, à liberdade dos educandos; estes devem adaptar-se às determinações daquele. O educador, finalmente, é o sujeito do processo; Os educandos, meros objetos.
  15. 15. Fatores que influenciam o processo de aprendizagem Competências Concentração intelectuais Reação Idade e gênero (estímulo) Emocionais Realimentação (ansiedade, etc) (prova? nota?) Sociais Memória Motivação Hábito de estudo
  16. 16. Referências CATELLANI, Gabriel. Didática para o Professor: quando lecionar é uma arte. Apostila. São Paulo: Projeto Mestre, 2007. FREIRE, Paulo. A pedagogia do oprimido. 38. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2002. GIL, Antonio Carlos. Didática do Ensino Superior. São Paulo: Atlas, 2008.

×