Central de Concursos / Degrau Cultural
RIO DE JANEIRO
CINELÂNDIA : Praça Mahatma Gandhi, 2 / 2º andar * (21) 2279-8256
CEN...
Administração
500 Testes Comentados
Conselho Editorial
Iaroslau Sessak Jr.
Adolfo Martins de Oliveira
Marizete Ribeiro Cas...
Central de Concursos / Degrau Cultural 500 Testes Comentados - 3
ÍNDICE
1. Conceitos Básicos de Administração................
4 - 500 Testes Comentados Central de Concursos / Degrau Cultural
01. Conceito Básicos de Administração
01. Suponha que voc...
Central de Concursos / Degrau Cultural 500 Testes Comentados - 5
b) Flexibilidade, diminuição dos níveis hierárqui-
cos, d...
6 - 500 Testes Comentados Central de Concursos / Degrau Cultural
19. (UnB/94) Os planos que definem ativida-
des ou tarefa...
Central de Concursos / Degrau Cultural 500 Testes Comentados - 7
c) 1, 2, 3 são verdadeiras, mas 4 é falsa.
d) 1, 2 são ve...
8 - 500 Testes Comentados Central de Concursos / Degrau Cultural
c) Avaliação.
d)Coordenação.
e) Planejamento.
34.Na estru...
Central de Concursos / Degrau Cultural 500 Testes Comentados - 9
crita é mais eficiente quando são utilizados.
a) Frases e...
10 - 500 Testes Comentados Central de Concursos / Degrau Cultural
b) A restauração da cadeia de comando.
c) A unidade de c...
Central de Concursos / Degrau Cultural 500 Testes Comentados - 11
c) Direito de dar ordens e o poder de exigir obedi-
ênci...
12 - 500 Testes Comentados Central de Concursos / Degrau Cultural
61. A ......................é a maneira de aumentar a
ef...
Central de Concursos / Degrau Cultural 500 Testes Comentados - 13
d) Baixo nível de escolaridade e insuficiência orgâ-
nic...
14 - 500 Testes Comentados Central de Concursos / Degrau Cultural
02. Pensamentos da Administração
73. Podemos definir a c...
Central de Concursos / Degrau Cultural 500 Testes Comentados - 15
ponsabilidades sociais.
c) O desenvolvimento das pessoas...
16 - 500 Testes Comentados Central de Concursos / Degrau Cultural
c) Os papéis são mais enfatizados do que as pesso-
as em...
Central de Concursos / Degrau Cultural 500 Testes Comentados - 17
d)Formalismo.
e) Liberdade de gerência.
97. A burocracia...
18 - 500 Testes Comentados Central de Concursos / Degrau Cultural
c) 1 é falsa, mas 2 é verdadeira.
d) 1 e 2 são verdadeir...
Central de Concursos / Degrau Cultural 500 Testes Comentados - 19
b) A administração participativa.
c) O desenvolvimento o...
20 - 500 Testes Comentados Central de Concursos / Degrau Cultural
d) Ameaças e oportunidades dizem respeito a situ-
ações ...
Central de Concursos / Degrau Cultural 500 Testes Comentados - 21
a) Organização por departamentos, planejamento
estratégi...
22 - 500 Testes Comentados Central de Concursos / Degrau Cultural
c) Desenvolver o modelo de burocracia como um
corpo de f...
Central de Concursos / Degrau Cultural 500 Testes Comentados - 23
os aspectos “humanos” das organizações;
b) Centra sua an...
24 - 500 Testes Comentados Central de Concursos / Degrau Cultural
b) Sistemafinanceiro,governo,clienteseconcorrentes.
c) S...
Central de Concursos / Degrau Cultural 500 Testes Comentados - 25
03. Qualidade Total
145. Assinale a opção correta em rel...
26 - 500 Testes Comentados Central de Concursos / Degrau Cultural
d)Método.
e) N.d.a.
156. Princípio de Deming: “_________...
Central de Concursos / Degrau Cultural 500 Testes Comentados - 27
165. No tocante às ferramentas utilizadas na ob-
tenção ...
28 - 500 Testes Comentados Central de Concursos / Degrau Cultural
de desperdícios no processo total de fabricação.
d) Méto...
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Administracao+ +500+testes
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Administracao+ +500+testes

662 visualizações

Publicada em

Testes de Administração, teorias.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
662
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
34
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Administracao+ +500+testes

  1. 1. Central de Concursos / Degrau Cultural RIO DE JANEIRO CINELÂNDIA : Praça Mahatma Gandhi, 2 / 2º andar * (21) 2279-8256 CENTRO : Rua da Alfândega, 80 / 2º andar * (21) 3970-1015 COPACABANA : Av. N. Sra. Copacabana, 807 / 2º andar * (21) 3816-1142 DUQUE DE CAXIAS : Av. Presidente Kennedy, 1203 / 3º andar * (21) 3659-1523 MADUREIRA : Shopping Tem-Tudo / Slj 18 * (21) 3390-8887 MEIÉR : Rua Manuela Barbosa, 23 / 2º andar * (21) 3296-8857 NITERÓI : Rua São Pedro, 151 / Sobreloja * (21) 3604-6234 SÃO PAULO SÃO PAULO : Rua Barão de Itapetininga, 163 / 6º andar * (11) 3017-8800 SANTO ANDRÉ : Av. José Cabalero, 257 * (11) 4438-8777 SANTO AMARO : Av. Santo Amaro, 5.860* (11) 5181-2221 ADMINISTRAÇÃO 500 Testes (QUESTÕES COM GABARITO COMENTADO) Coleção Só Testes
  2. 2. Administração 500 Testes Comentados Conselho Editorial Iaroslau Sessak Jr. Adolfo Martins de Oliveira Marizete Ribeiro Castanheira Martins Redação André Galvão Supervisão Metodológica e Didática Fernanda Magalhães Copydesk e Diagramação Alexandre Alves Barbosa Neto Digitação Alexandre Alves Barbosa Neto Revisão Final Fernanda Magalhães Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) Administração - 500 Testes Comentados/ redação: André Galvão; supervisão metodológica e didática: Fernanda Magalhães São Paulo: Editora Central de Concursos, 2005. 1. Administração - 500 Testes Comentados – Concursos – Brasil I. Galvão, André II. Magalhães, Fernanda Índices para catálogo sistemático: 1. Brasil: Concursos Públicos: Administração - 500 Testes Comentados 2. Brasil: Administração - 500 Testes Comentados: Concursos Públicos Vendas por Reembolso Postal Livraria da Editora Central de Concursos Ltda. Rua Barão de Itapetininga, 163 - 6º andar CEP. 01042-909 São Paulo – SP Fone: (011) 3017-8800 Fax: (011) 3257-0027 www.centraldeconcursos.com.br Direitos Autorais Reservados 2005
  3. 3. Central de Concursos / Degrau Cultural 500 Testes Comentados - 3 ÍNDICE 1. Conceitos Básicos de Administração.................................................. 4 2. Pensamentos de Administração ......................................................... 14 3. Qualidade Total..................................................................................... 26 4. Novas Ferramentas de Gestão............................................................ 37 5. Tecnologia da Informação................................................................... 50 6. Comportamento Organizacional......................................................... 61 7. Administração Pública......................................................................... 73 8. Comentários.......................................................................................... 91
  4. 4. 4 - 500 Testes Comentados Central de Concursos / Degrau Cultural 01. Conceito Básicos de Administração 01. Suponha que você foi nomeado para chefiar o “Departamento de Atendimento ao Contribu- inte” da Secretária da Fazenda no âmbito da ci- dade de São Paulo. Após estudar a atividade, você decide criar “Postos de Atendimento” em vinte locais diferentes, de fácil acesso ao contribuinte. Para acompanhar o comportamento das ativida- des em todos esses postos, mantendo uma visão global do atendimento, você cria um novo cargo, nomeado Agente Fiscal de Rendas, como Assis- tente. Nesta situação, você está praticando: a) Descentralização e enriquecimento o trabalho. b) Descentralização e especialização. c) Descentralização e delegação. d) Especialização e delegação. e) Delegação e empowerment. 02. A medida em que se sobe na escala hierár- quica, o aspecto mais importante em termos organizacionais é: a)Capacidade de planejar com grande antecipação. b)Capacidade de tomar decisões imediatas. c)Capacidade de controlar pessoas e fatos. d)Capacidade de conseguir a cooperação dos subordinados. e)Capacidade de coordenar eficientemente o trabalho dos operários. 03.Asfunçõesdeplanejamento.Organização,Dire- ção e Controle são levados a efeito por todos os diri- gentes de uma organização, entretanto, as funções que são realizadas de maneira mais acentuadas são: a) As de Planejamento e Controle. b) As de Direção e Controle. c) As de Planejamento e Direção. d) As de Direção e Movimentação. e) As de Planejamento e Organização. 04. Na.............................o assessor assistente é o chefe de linha, sem, contudo impor ao mes- mo o seu julgamento. a) Autoridadehierárquica-funcional. b)Autoridadefuncional. c) Autoridadelinear. d) Autoridade de Fiscalização. e) Linha-Staff. 05. A ................................ se manifesta quando, por exemplo, um indivíduo ao requisitar materi- al ou equipamento de escritório para uso de sua unidade organizacional tem a seguir as diretri- zes baixadas pelo gerente de materiais. a) AutoridadeFuncional. b) Autoridade Linha-Staff. c) AutoridadeLinear. d) Autoridade de Fiscalização. 06. Esta estrutura é característica de pequenas firmas em seus estágios primitivos, sendo as fun- ções primárias ou básicas de organização cria- das em primeiro lugar. a) Linear. b)Funcional. c) Linha-Staff. d) Formal e Informal. 07. A............................. tem por finalidade au- xiliar, apoiar, aconselhar, assistir a Autoridade de Linha. a) AutoridadeLinear. b)AutoridadeHierárquica. c) AutoridadeFuncional. d) Autoridade de Fiscalização. e) Linha-Staff. 08. A Estrutura Plana ou Horizontal: a) Não reduz a distância administrativa entre os ní- veis superior e inferior. b) Possibilita a supervisão minuciosa e obriga os su- bordinados a depender essencialmente dos seus res- pectivos chefes. c) Possibilita o desenvolvimento de subordinados capazes. d) Não é conseqüência da extensão administrativa. 09. As organizações formais foram classicamen- te definidas como aquelas que apresentam pa- drões de interrelação entre unidades e cargos, logicamente estabelecidos através de regulamen- tos padronizados, destinados a viabilizar seus objetivos. No período recente, novos tipos de organização têm sido introduzidos em substitui- ção aos padrões organizacionais até então pre- valecentes. Aponte a opção que melhor retrata essa mudança nas organizações atuais. a) Melhor relação custo-eficiência, dedicação à melhoria incremental de processos, redução das uni- dades organizacionais e do quantitativo do pessoal.
  5. 5. Central de Concursos / Degrau Cultural 500 Testes Comentados - 5 b) Flexibilidade, diminuição dos níveis hierárqui- cos, desenvolvimento de pessoal, criatividade, ino- vação e foco no cliente. c) Inovação tecnológica, controle centralizado, es- tabilidade de recursos humanos e avaliação de de- sempenho com base em processos de trabalho reno- vados. d) Informatização,rotinizaçãodeatividades,padro- nização de procedimento descentralização da execu- ção e do controle. e) Desconcentração do planejamento, da execução e do controle, interação cautelosa com o meio ambi- ente externo em mutação, controle de custos. 10. (UnB/94) O gerente que toma decisões com base apenas em seu próprio julgamento é um gerente: a) Intuitivo. b) Irracional. c) Racional. d) Prudente. e)Dedutivo. 11. (UnB/94) No processo de descentralização, deve-se fixar criteriosamente o que compete à cúpula da organização e o que pode ser delega- do. Indique as decisões privativas da cúpula: a) Decisões políticas e estratégicas. b) Decisões financeiras e operacionais. c) Decisões sobre compra de equipamentos. d) Decisõessobreinvestimentoseseleçãodepessoal. e) Decisõessobrepuniçãoepremiaçãodeempregados. 12. (UnB/94) De acordo com a periodicidade maior ou menor em que ocorre a decisão mais programável, entre as seguintes, é a de: a) Definir a missão e os objetivos da organização. b) Preparar a folha de pagamento. c) Escolherafirmavencedoraemprocessodelicitação. d)Elaboraroorçamentoplurianualdeinvestimentos. e) Determinar a ordem cronológica de pagamento das faturas apresentadas pelos fornecedores. 13. (UnB/94) Os objetivos de uma organização podem ser anunciados como pretensões genéri- cas ou como alvo muito preciso. No primeiro caso, tomam a forma de: a) Declarações de propósitos. b) Metas qualitativas. c) Metasquantitativas. d) Planos operacionais. e) Missões. 14. (UnB/94) Assinale o objetivo mais operacional entre os seguintes: a) Tornar o brasileiro mais responsável. b) Fazer com que o adolescente seja menos rebelde. c) Integrar o índio brasileiro à sociedade nacional. d) Chegar ao planeta Marte. e) Construir uma sociedade mais justa. 15. (UnB/94) São requisitos considerados bá- sicos no processo de planejamento: a)Procura de informações e designação dos respon- sáveis pelas ações. b)Definições precisas de objetivos e previsão de al- ternativas. c)Determinação dos recursos e elaboração do cronograma de desempenho. d)Formulação de um plano de carreira e fixação de tetos salariais. e)Análise de situação e escolha dos instrumentos de trabalho. 16. (UnB/94) Entre as definições abaixo, indi- que qual a que caracteriza adequadamente a fun- ção de planejamento. a) Definir objetivos ou resultados a serem alcança- dos, bem como os meios para realizá-los. b) Antecipar com precisão o que ocorrerá no futuro. c) Estipular, sem qualquer margem de erro, as medi- das necessárias à realização de objetivos. d) Evitar qualquer tipo de ameaça à eficácia da or- ganização. e) Controlar todas as variáveis que interferem no processo de desenvolvimento organizacional. 17. (UnB/94) A proposta de cenários para o fu- turo implica, entre outras finalidades: a) Prever tudo o que possa acontecer. b) Criar algo que ainda não existe. c) Pré-determinar o desempenho das pessoas. d) Garantir que as condições previstas realmente aconteçam. e) Tomar decisões que assegurarão o retorno do ca- pitalinvestido. 18. (UnB/94) O planejamento traz benefícios para a organização, porque: a) Assegura maior eficiência a maiores lucros. b)Impedeaduplicaçãodemeiosparaosmesmosfins. c) Oferece-lhe maior possibilidade de controlar seu própriofuturo. d)Fazcomqueelapermaneçasemprenomesmorumo. e) Estabeleceroteirosquenãopodemsermodificados.
  6. 6. 6 - 500 Testes Comentados Central de Concursos / Degrau Cultural 19. (UnB/94) Os planos que definem ativida- des ou tarefas específicas a serem executados chamam-se: a) Estratégicos. b) Institucionais. c) Financeiros. d)Operacionais. e) Econômicos. 20. (UnB/94) Toda organização adota estratégia ou estratégias para vencer seus competidores. Estratégia, neste caso, é: a) A definição clara do que ela pretende alcançar. b) A determinação de vencer a competição. c) A destruição do competidor. d) A utilização de campanha publicitária agressiva e enganosa. e) O conjunto de meios empregados para chegar ao objetivo. 21. (ESAF/89) Admitida à classificação dos pla- nos em planos-fins e planos-meios. Os primei- ros deverão dispor sobre: a) Os objetivos e metas desejadas. b) As políticas e diretrizes a serem observadas. c) As normas que detalharão a ação administrativa. d) As rotinas/procedimentos que detalharão a ação administrativa. e) Os métodos indicados para consecução dos fins propostos. 22. O planejamento é fundamental como ferra- menta de antecipação organizacional e deve ser realizado por dirigentes de nível superior que desenvolvem os planos de ação para serem exe- cutados pelo quadro funcional. A afirmação acima estará correta se substituirmos: a) Dirigentes de nível superior “por” todos os funci- onários. b) Antecipação por “previsão”. c) Planos de ação “por planos”. d)“Quadro funciona” por “gerentes” e)“Executados” por “acompanhados” 23. O processo organizacional envolve, pelo me- nos, cinco funções administrativas básicas. Den- tre elas, uma adquire caráter fundamental em de- corrência de velocidade de mudança do ambien- te em que as organizações atuam. Aponte a op- ção que indica essa função de forma correta. a) O controle é a principal preocupação dos dirigen- tes dada à escassez crônica de recursos determinada pelo momento de crise em que estamos vivendo. b) A comunicação é fundamental dada à necessidade de interagir constantemente com mercados globalizados. c) A organização merece destaque especial, pois sem o ordenamento e a rotinização de atividades experi- mentar-se-á um processo de entropia negativa. d) O planejamento é a mais fundamental das fun- ções administrativas por envolver a escolha de cur- sos alternativos de ação e estratégias de intervenção, dele dependendo todos as outras funções. e) A direção é o ponto central do processo, pois só ela possibilita uma maior capacidade de enfrentar si- tuações críticas e reverter através de cunho carismático os problemas administrativos. 24. Considere as seguintes assertivas. 1) Na estrutura de organização do tipo funcional um executante pode estar subordinado a um che- fe, mas sobre a influência de vários outros chefes, por força de sua especialização funcional. 2) A atividade de pesquisa consiste em verificar permanentemente se a execução de atividades ocorre de acordo com as diretrizes e planos organizacionais, a fim de permitir o necessário ajustamento dos planos anteriores e a formula- ção dos novos planos. a) 1 e 2 são verdadeiras b) 1 é verdadeira, mas 2 é falsa c) 1 é falsa, mas 2 é verdadeira d) 1 e 2 são falsas 25. Considere as assertivas abaixo: 1) Através de um organograma é possível obter- se a estrutura hierárquicas, os órgãos componen- tes, os canais de comunicação que ligam os ór- gãos, os principais planos da empresa, além do nome dos ocupantes dos cargos. 2) A organização do tipo linha-staff permite aquele que recebe autoridade, além de atividade de aconselhamento, atuar diretamente sobre os níveis hierárquicos inferiores. 3) Os canais de comunicação formal, indicados pelas linhas verticais do organograma indicam exclusivamente relações de autoridade. 4) Um dos tipos básicos de organização de em- presa é a chamada organização linear ou militar que permite a um cargo ou órgão atuar sobre elementos não ligados diretamente a ele em ques- tões específicas. a) Todas são verdadeiras. b) Todas são falsas.
  7. 7. Central de Concursos / Degrau Cultural 500 Testes Comentados - 7 c) 1, 2, 3 são verdadeiras, mas 4 é falsa. d) 1, 2 são verdadeiras, mas 3 e 4 são falsas. e) 1, 2 e 3 são falsas, mas 4 é verdadeira. 26. Considere as assertivas 1)A organização do tipo linha-staff tem por fi- nalidade auxiliar, apoiar, aconselhar, assistir a Autoridade de linha: 2) Na organização do tipo linha-staff o asses- sor assiste o chefe de linha, impondo, quando necessário, sua autoridade. a) 1 e 2 são verdadeiras b) 1 é verdadeira, mas 2 é falsa c) 1 é falsa, mas 2 é verdadeira d) 1 e 2 são falsas 27. A organização formal é, classicamente defi- nida como aquela onde determinados padrões de inter-relação entre órgãos ou cargos, defini- dos logicamente através de diretrizes, normas e regulamentos visando ao alcance de seus objeti- vos. Em outras palavras, a organização é perce- bida como um conjunto de encargos funcionais e hierárquicos orientados para o objetivo de pro- dução de bens e serviços. Suas principais carac- terísticas são: a) Flexibilidade, padronização e comunicação. b) Divisão do trabalho, especialização e hierarquia. c) Integração horizontal, vertical, descentralização e autonomia das partes. d) Competitividade, integração sistêmica e avaliação porresultados. e) Interdependência operacional, desconcentração decisória,comandohorizontalizados. 28. Considere as seguintes assertivas. 1) Planejar é decidir antecipadamente o que fazer, definindo objetivos e meios para concretizá-los. 2) O princípio da universidade do planejamento é aquele que determina que o planejamento deve abranger todos os aspectos do problema, preven- do inclusive suas conseqüências. 3) A elaboração do plano se dá na fase de defi- nição das linhas básicas de ação logo após a aná- lise das alternativas possíveis. 4) As medidas de controle são partes integran- tes de um bom plano. a) Todas são verdadeiras. b) Todas são falsas. c) 1, 2 e 4 são verdadeiras, mas 3 é falsa. d) 1, 2, 3 são verdadeiras, mas 4 é falsa. e) 1 e 2 são verdadeiras, mas 3 e 4 são falsas. 29. Considere as seguintes assertivas. 1) O princípio da contribuição individual ao ob- jetivo determina que os superiores precisam motivar e orientar os subordinados para assegu- rar a contribuição mais eficiente destes aos ob- jetivos da organização. 2) A direção se torna mais eficiente quando os subordinados são responsáveis perante um úni- co chefe. Este é o princípio da unidade de co- mando. 3) A direção em nível global é aquela realizada pelos altos diretores e executivos e abrange a empresa como um todo. a) Apenas 1 é verdadeira. b) Apenas 2 é verdadeira. c) Apenas 3 é verdadeira. d) Todas são verdadeiras. e) Todas são falsas. 30. A .......................... baseia no estabelecimen- to de um sistema de relações de autoridade-obe- diência entre superiores e subordinados: a) Autoridadeorganizacional. b)Autoridadenormativa. c) Autoridadeliberal. d) Autoridade pessoal. e) Autoridadelinear. 31. A ............................ constitui mecanismo es- sencial da descentralização administrativa. Ocor- re quando um chefe cede uma parcela de sua autoridade a um subordinado para que possa desincumbir-se de suas tarefas. a) Promoçãohorizontal. b) Delegação. c) Comunicaçãovertical. d) Responsabilidade. 32. Nas organizações..................... o sentido bá- sico do processo decisório é de cima para baixo. a) Descentralizadas. b) Burocráticos de Weber. c) Dialéticas de Marx. d) Sistêmicas. e) Clássicas de Fayol. 33. A função que tem por finalidade a compatibilização de todas as atividades da or- ganização e a promoção da cooperação na bus- ca de um dado objetivo chamamos: a) Controle. b) “Feedback”.
  8. 8. 8 - 500 Testes Comentados Central de Concursos / Degrau Cultural c) Avaliação. d)Coordenação. e) Planejamento. 34.Na estrutura de organização do tipo............................, um executante pode es- tar subordinado a um chefe, mas sob a influên- cia de vários outros chefes, por força de sua es- pecialização profissional. a) Escalar. b)Participativa. c) Coletiva. d) Funcional. 35. A atividade de ............................... consiste em verificar permanentemente se a execução de atividades, ocorre de acordo com as diretrizes e planos organizacionais, a fim de permitir o ne- cessário ajustamento dos planos anteriores e a formulação dos novos planos. a) Coordenação. b) Pesquisa. c) Direção. d)Controle. 36. O planejamento é considerado uma função básica, pois: a) Pré-estabelece metas somente. b) Estabelece a ponte onde estamos e onde deseja- mos estar. c) Inicia–se pelo estabelecimento dos resultados. d) Utiliza recursos somente. e) Estabelece um único curso de ação. 37. “Um fabricante de pequenas ferramentas contratou um novo representante de vendas, fez com que ele visitasse a fábrica, entregou-lhe um exemplar do catálogo de produtos e designou-o um território. Ao fim do mês, o representante enviou um pedido de 100 mil unidades de um determinado modelo de ferramenta. Só então a empresa percebeu que havia se esquecido de informar ao novo representante que aquele pro- duto nunca havia sido promovido junto aos cli- entes porque estava com um preço inferior ao seu custo de fabricação (apenas para chegar ao preço do concorrente). O resultado final foi que a empresa perdeu cerca de R$ 10.000,00 em um único pedido” . O problema de comunicação ilustrado pelo exemplo refere-se a: a) Comunicação ascendente. b) Informações sobre o desempenho. c) Instruções de trabalho. d) Comunicação de uma via. e) Feedback deficiente. 38. A mensuração do desempenho no serviço público deve ser encarada como questão prioritária para uma administração moderna da máquina estatal. A premissa da mensuração ba- seia-se no seguinte raciocínio lógico: 1) Se não mensurar, não vale a pena planejar; 2) Se não planejar, não vale a pena controlar; 3) Se não controlar, não vale a pena administrar; 4) Se não administrar, tudo vira um grande “faz de conta”; Tendo em vista o enunciado, assinale a alterna- tiva correta. a) No raciocínio lógico apresentado, verifica-se uma falha conceitual no item 2: “se não planejar, não vale a pena controlar.” O controle, aliás, muito bem con- solidado no serviço público, independente do plane- jamento sendo exercido pelos dirigentes públicos a partir de princípios universais de funcionamento do Estado em seus níveis federal, estadual ou municipal. b) Mensuração objetiva é viável nas atividades-fim de um órgão público, onde as realizações podem ser contadas e comparadas, porém, no âmbito das ativi- dades de apoio ou atividade-meio, a mensuração, objetiva torna-se dispensáveis devido à grande difi- culdade de sua realização dentro de uma relação cus- to-benefício favorável. c) Amensuraçãododesempenhonãosóéprioritária como é perfeitamente viável no setor público. Sua maior expressão reside nos indicadores de produti- vidade que fundamentam o raciocínio lógico apre- sentado e são amplamente utilizados nos países de- senvolvidos para orientar a gestão pública e prestar contas ao contribuinte. d) O raciocínio lógico apresentado não é verdadei- ro na medida em que os novos modelos de gestão recomendamoautocontroleeaparticipaçãocriativa como forma de obter resultados nas organizações públicas e privadas. e) Emborasejaimportanteamensuraçãoobjetivado desempenho não deve constituir prioridade da mo- derna administração, já que patente falta de recursos é fator restritivo que deve ser resolvido em primeiro lugar. 39. Uma parcela significativa da comunicação organizacional é escrita sob forma de relatórios, memorandos, comunicados. A comunicação es-
  9. 9. Central de Concursos / Degrau Cultural 500 Testes Comentados - 9 crita é mais eficiente quando são utilizados. a) Frases e parágrafos curtos intercalados com fra- ses e parágrafos longos, pouco espaçamento entre os parágrafos, palavras de mediana dificuldade, ver- bos na voz ativa. b) Frasescurtaseparágrafoslongos,aproveitamen- to ideal do papel, palavras familiares e coloquiais, verbos na voz passiva. c) Frases e parágrafos detalhados e explicativos, espaçamento entre os parágrafos, palavras coloqui- aisintercaladascomlinguagemerudita,verbosnavoz passiva. d) Frases e parágrafos encadeados através de preposi- ções, aproveitamento ideal do papel, palavra simples acompanhadasdesinônimos,verbosnavozativa. e) Frases e parágrafos curtos, espaçamento entre parágrafos, palavras curtas e conhecidas, verbos na vozativa. 40. O controle constitui uma função do progres- so gerencial. Os elementos centrais de um siste- ma de controle são: (x) padrão, (Y) sensor, (z) comparação. Quando à relação entre esses ele- mentos pode-se dizer que: a) Uma comparação entre um padrão e o resultado previsto é definida por um sensor em pontos conse- cutivos do processo. b) Um dado-padrão é detectado através de medi- das fornecidas por um sensor que compara resulta- dos ao longo do tempo. c) Um dado resultado é detectado por um sensor e comparado com um padrão, dando origem a ações cabíveis. d) Um sistema de sensores detecta os padrões do processo a serem controlados por meio de compara- ção no tempo. e) Umdadoresultadoétomadocomopadrãoecom- parado com um sensor controlado pelo sistema em temporeal. 41. O planejamento é uma das principais fun- ções administrativas das organizações comple- xas, entre as quais se encaixa o setor público. Á função planejamento caberia realizar os seguin- tes passos; a) Primeiro, estabelecer prioridades: segundo, fazer um plano de trabalho: terceiro, colocá-lo em discus- são dentro da organização para antecipar-se às situa- ções previsíveis. b) Primeiro, evitar o estabelecimento de priorida- des, pensando de forma holística: segundo, consti- tuir um plano geral: terceiro, antecipar-se às situa- ções previsíveis. c) Primeiro, fazer um plano de trabalho, segundo, fazer um plano em prática, terceiro, avaliá-lo. d) Primeiro, antecipar-se metas futuras; segundo fazer um plano; terceiro, comparar este plano com outros realizados por outras organizações. e) Primeiro, antecipar-se às situações previsíveis; se- gundo,estabelecermetasfuturas,terceiro,coordenar estas metas entre si. 42. Indique, nas opções abaixo, aquela que não se apresenta como princípio da Administração Pública estabelecido pela constituição de 1988. a) Legalidade. b)Moralidade. c) Impessoalidade. d)Unidade. e) Publicidade. 43. SegundoDruker, eficáciaé“fazerascoisascer- tas” enquanto eficiência “é fazer certo as coisas”. Da conjugação de determinados graus de eficácia e eficiência, qual é a denominação dada ao conceito que propicia a satisfação do cliente e, conseqüente- mente, a garantia de permanência no mercado? a) Efetividade. b) Efluxão. c) Efetuação. d) Efabulação. e) Efluência. 44. O planejamento e o controle de resultados requerem que: a) As sub-unidades organizacionais sejam agregadas em unidades, dando-se aos seus coordenadores res- ponsabilidade, mas não autoridade. b)Osplanossejamimplementados,osobjetivosatin- gidos e o controle obtido através de centros de res- ponsabilidade. c) Osobjetivossejamclaramentedefinidoseseletiva- mentecomunicadosaosníveiscríticosdaorganização. d) O padrão em relação ao qual se avalie o desempe- nho organizacional seja o desempenho das organi- zações similares. e) Se cheque à definição de um propósito comum para a organização, tomando por base os resultados concretos alcançados com planos. 45. A prática de uma coordenação inadequada produz: a) A sincronização das atividades de um grupo de pessoas.
  10. 10. 10 - 500 Testes Comentados Central de Concursos / Degrau Cultural b) A restauração da cadeia de comando. c) A unidade de comando. d) Perda de controle. e) A unificação das atividades. 46. À medida, em que se sobe na escala hierár- quica, o aspecto mais importante em termos organizacionais é: a) Capacidade de planejar com grande antecipação. b) Capacidade de tomar decisões imediatas. c) Capacidade de controlar pessoas e fatos. d) Capacidade de conseguir a cooperação dos subor- dinados. e) Capacidade de coordenar eficientemente o traba- lho dos operários. 47. Administrar é trabalhar com pessoas para determinar, interpretar e alcançar os objetivos organizacionais pelo desempenho das funções de administração (Planejamento, Direção, Or- ganização e Controle). A máxima de que toda organização necessita da administração refere- se ao princípio: a) Princípio da entidade. b) Princípio da universidade. c) Princípio da inerência. d) Princípio do atingimento de objetivos. e) Princípiodo“indúbioproréu”. 48. São características básicas das organizações formais: a) Especialização,precisão,confiabilidade,hierarquia eformalismo. b) Divisão do trabalho, hierarquia, especialização, precisão e confiabilidade. c)Hierarquia, formalismo, especialização, confiabilidade e precisão. d) Divisão do trabalho, especialização, hierarquia, distribuição de autoridade/ responsabilidade e naci- onalismo. e) Especialização,formalismo,confiabilidade,hierar- quia e precisão. 49. Adivisãodotrabalho,enunciadaporAdamSmithno livro“Ariquezadasnações”,correspondeàalternativa: a) Amaneiradeaumentaraeficiência e de diminuir os custos de produção, reduzindo o período de apren- dizagem, permitindo melhorias de métodos e tendo como conseqüência o aumento do rendimento da produção. b) Dirige as operações dos níveis que lhes estão su- bordinados. c) Direito de dar ordens e o poder de exigir obedi- ência formal e legitimado. d) As pessoas irão “funcionar” segundo os princípi- os e objetivos da organização. e)Maneirapelaqualumprocessocomplexoédecom- posto em uma série de pequenas tarefas. 50. A especialização, uma das características básicas das organizações formais, corresponde à alternativa: a) Maneira de aumentar a eficiência e de diminuir os custos de produção, reduzindo o período de apren- dizagem, permitindo melhorias de métodos e tendo como conseqüência o aumento de rendimento da produção. b) Dirige as operações dos níveis que lhes estão su- bordinados. c) Direito de dar ordens e o poder de exigir obediên- cia, a formal e legitimado. d) As pessoas irão “funcionar” segundo os princípio e objetivos da organização. e) Maneira pela qual um processo complexo é de- composto em uma série de pequenas tarefas. 51. Tratando-se das características básicas das organizações, formais, a hierárquica corresponde à alternativa: a) Maneira de aumentar a eficiência e de diminuir os custos de produção, reduzindo o período de apren- dizagem, permitindo melhorias de métodos e tendo como conseqüência o aumento do rendimento da produção. b) Dirige as operações dos níveis que lhes estão su- bordinados. c) Direito de dar ordens e o poder de exigir obediên- cia, formal e legitimo. d) As pessoas irão “funcionar” segundo os princí- pios e objetivos da organização. e) Maneira pela qual um processo complexo é de- composto em uma série de pequenas tarefas. 52. Á distribuição de autoridade e responsabili- dade, característica pertinente às organizações formais, cabe a autoridade cuja definição está contida na alternativa: a) A maneira de aumentar a eficiência e de diminuir oscustosdeprodução,reduzindooperíododeapren- dizagem, permitindo melhorias de métodos e tendo como conseqüência o aumento do rendimento da produção. b) Dirige as operações dos níveis que lhes estão su- bordinados
  11. 11. Central de Concursos / Degrau Cultural 500 Testes Comentados - 11 c) Direito de dar ordens e o poder de exigir obedi- ência, formal e legitimado. d) A pessoas irão “funcionar” segundo os princípios e objetivos da organização e)Maneirapelaqualumprocessocomplexoédecom- posto em uma série de pequenas tarefas. 53. O Racionalismo da organização, formal corresponde à alternativa: a) Maneira de aumentar a eficiência e de diminuir os custos de produção, reduzindo o período de apren- dizagem, permitindo melhorias de métodos, e tendo como conseqüência o aumento do rendimento da produção. b) Dirige as operações dos níveis que lhes estão su- bordinados. c) Direito de dar ordens e o poder de exigir obediên- cia, formal e legitimado. d) As pessoas irão “funcionar” segundo os princípio e objetivos da organização. e) Maneira pela qual um processo complexo é de- composto em uma série de pequenas tarefas. 54. Podemos afirmar, na velha economia, os três tipos básicos de organizações, existentes são: a) Organização convencional eclética e organização linear. b) Organização funcional, organização em rede e organizaçãolinear. c) Organização linear, organização eclética e orga- nização linha-staff. d) Organização linha-staff, organização convencio- nal e organização funcional. e) Organização linear, organização funcional e orga- nização linha-staff. 55. É característica da organização linear ou em linha: a) Conceder ao seu possuidor o direito de dar or- dens diretas aos seus subordinados b) Não poder, a pessoa ou grupo, ativar sobre outros níveis hierárquicos através da emissão de ordens di- retas. c) Permitir a um cargo ou a órgão ativar sobre ele- mentos não ligados diretamente a ele em relação a assuntos específicos à sua função na organização. d) Receber poderes para fazer pesquisas e trabalhos específicos ou de aconselhamentos para alta cúpula deadministração. e) N.d.a. 56. Departamentalização é o processo de esta- belecer unidades compostas de grupos com fun- ções relacionadas dentro das organizações. Com o crescimento da organização imprescindível se torna a departamentalização. A finalidade da departamentalização é: a) Permitir que as tarefas fossem executadas por di- versos setores existentes nas organizações. b)Criarumfluxomelhordecomunicaçãoempresarial c) Imprimir maior responsabilidade sobre as tarefas a fim de melhorar o atingimento dos objetivos organizacionais. d) Criar uma energia entre os departamentos empre- sariais. e) N.d.a. 57. De uma forma resumida, podemos descre- ver o processo organizacional como as ações administrativas encetadas no cotidiano empre- sarial. O processo organizacional é composto pelo conjunto de funções administrativas bási- cas que são: a) Planejamento, orientação, delegação e controle. b) Planejamento, organização, delegação e controle. c) Planejamento,organização,orientaçãoecontrole. d) Planejamento, direção, orientação e controle. e) Planejamento, organização, direção e controle. 58. O planejamento, importante função da ad- ministração, pode ser dividido em: a) Estratégico, tático e operacional; b) Global, setorial e operacional; c) Básico, específico e operacional; d) Interno, externo e operacional. e) Intuitivo, matemático e operacional. 59. O .................... refere-se ao fato de que as pessoas que operam nas organizações irão se comportar segundo os princípios e normas ema- nados da administração. a) Especialização; b)Hierarquia; c) Distribuição de autoridade/responsabilidade; d)Racionalismo; e) Divisão do trabalho. 60. A ...................... dirige as operações dos níveis que lhes estão subordinados na organização. a) Especialização; b)Hierarquia; c) Distribuição de autoridade / responsabilidade; d)Racionalismo; e) Divisão do trabalho.
  12. 12. 12 - 500 Testes Comentados Central de Concursos / Degrau Cultural 61. A ......................é a maneira de aumentar a eficiência do trabalho e de diminuir os custos de produção. a) Especialização; b)Hierarquia; c) Distribuição de autoridade / responsabilidade; d)Racionalismo; e) Divisão de trabalho. 62. A .....................é a maneira pela qual um pro- cesso complexo é decomposto em uma série de pequenas tarefas. a) Especialização; b)Hierarquia; c) Distribuição de autoridade / responsabilidade; d)Racionalismo; e) Divisão do trabalho. 63. Os princípios gerais que regem o planejamen- to podem ser elencados: a) Dicotomia, retroatividade, integração, unidade e flexibilidade; b) Inerência, competência, integração, dicotomia e flexibilidade; c) Inerência, universalidade, unidade, integração e flexibilidade; d) Dicotomia, universalidade, unidade, integração e flexibilidade. e) Amorfidade,universalidade,unidade,integraçãoe flexibilidade. 64. A função de direção se refere às relações interpessoais dos administradores em todos os níveis da organização e de seus respectivos su- bordinados. São princípios finalísticos da fun- ção direção: a) Princípio da unidade de comando e da contribui- ção individual ao objetivo; b)Princípiodasupervisãodiretaedaseleçãodatécnica; c) Princípio da harmonia dos objetivos e da contri- buição individual ao objetivo; d) Princípio da seleção da técnica e da harmonia ao objetivo; e) Princípio da contribuição individual ao objetivo e da unidade de comando. 65. Podemos enumerar dois princípios de dire- ção quanto aos meios, a saber: a) Princípio da unidade de comando e princípio da orientação; b) Princípio da supervisão direta e princípio da uni- dade de comando; c) Princípio da emissão de ordens e princípio da unidade de comando; d) Princípio da harmonia de objetivos e princípio da unidade de comando; e) Princípio da unidade de comando e princípio da harmonia de objetivos. 66. A comunicação nas organizações pode se desenvolver de duas maneiras; a escrita e a oral. Ela refere-se ao processo de transferir significa- dos sob formas de idéias ou informações. Pode- mos definir ruído administrativo como: a) É a comunicação entre pessoas e máquinas e até entre as máquinas; b) É a mensagem recebida pelo aparelho receptor que foi transmitida pelo aparelho receptor; c) É um problema de transmissão, ocorrido na co- municação efetuada; d) Refere-se às ordens de serviço, memorando, avi- sos, ofícios, cartas e outras formas de comunicação escrita; e) São as instruções de trabalho que compõem a co- municaçãoorganizacional. 67. O controle é a função que procura mensurar e corrigi o desempenho dos subordinados para assegurar os objetivos da empresa e os planos delineados para alcançá-los. Escolha a seqüên- cia lógica relacionada a esta importante função. a) Estabelecimento de padrões; observação de de- sempenho; comparação do desempenho com o pa- drão estabelecido; ação corretiva. b) Observaçãodedesempenho;estabelecimentode padrões; comparação do desempenho com o padrão estabelecido; ação corretiva. c) Comparação do desempenho com o padrão esta- belecido; estabelecimento de padrões; observação de desempenho; ação corretiva. d) Ação corretiva; estabelecimento de padrões; ob- servação de desempenho; comparação do desempe- nho com o padrão estabelecido. e) Observação de desempenho; ação corretiva; com- paração do desempenho com o padrão estabelecido; estabelecimento de padrões. 68. Normalmente, o ser humano nas organiza- ções oferece resistência ao controle. Tal resis- tência pode ser explicada da melhor maneira pelo conteúdo da alternativa. a) Supervisão deficiente e baixo nível de educação. b) Pressões de tempo e direção deficiente. c) Padrõesflexíveisefaltadeaçõescorretivasespecíficas.
  13. 13. Central de Concursos / Degrau Cultural 500 Testes Comentados - 13 d) Baixo nível de escolaridade e insuficiência orgâ- nica. e) Padrões rígidos e ações corretivas são mais puniti- vos do que de aprendizado. 69. A busca pela eficiência nas organizações modernas é incessante, haja vista a necessidade de sobrevivência numa ambiência mutável. A alternativa que melhor exprime o conceito de eficiência é a: a) A eficiência traduz-se no atingimento de resulta- dos com os meios adequados para tanto. b) A eficiência é a realização de um trabalho ou o atingimentodeumresultadoindependentementedos meios empregados para tanto. c)A eficácia diz respeito aos meios empregados para atingir objetivos ao passo que, a eficiência é o resul- tado em si. d) A eficiência é atingida através da eficácia. e)Nenhumas das anteriores. 70. A organização formal pode ser entendida a partir dos seguintes elementos: a) Planos oficiais de trabalho, sistema de comunica- ção estabelecido pela administração, controle das operações. b) O comportamento dos grupos naturais e espon- tâneos que florescem na organização. c) O pensamento integrado, coerente, articulado e harmônico de todos os empregados da organização. d) A e b são conceitos complementares. e) A e c completam o conceito. 71. Estrutura que se aplica às organizações de natureza industrial, especialmente em linhas de produção ou de montagem: a) Comissão. b)Linear. c) Funcional. d) Com base em função. e) Matricial. 72. Entreasfunções administrativasbásicas,ocon- trole chegou a adquirir, ao longo da história da administração e, sobretudo na cultura gerencial, uma posição preeminente, sobrepujando muitas vezes todas demais. Uma das possibilidades de explicar este fato reside nas características das or- ganizações burocráticas, que depositam particu- lar atenção na questão da disciplina no trabalho e na estruturação de hierarquias rígidas e claramen- te definidas. Apenas disso, o planejamento mante- ve–se em posição de destaque, funcionando como peçaschavedastécnicasadministrativasmaisavan- çadas. Indique a opção que apresenta a melhor formulação a respeito dessa importante problemá- tica do processo organizacional. a) O planejamento é fundamental para se definirem os rumos das organizações no longo prazo, mas o controledeveseraprincipalpreocupaçãodosdirigen- tes, dada a escassez crônica de recursos determinada pela várias crises econômicas das últimas décadas. b) Embora sejam decisivos, o controle e o planeja- mento são dependentes da comunicação e da dire- ção, dada a complexidade crescente das organizações e a necessidade que têm de interagir constantemente com mercados globalizados. c) Dasfunçõesadministrativasbásicas,oplanejamen- to é mais fundamental, pois envolve a escolha de cursos alternativos de ação e a definição das estraté- gias de intervenção, dele dependendo todas as de- mais funções. d) As funções organizativas centrais, dedicadas ao ordenamentoearotinizaçãodasatividades,subordinam todasasdemaisfunçõesadministrativas,poisfornecem ascondiçõesbásicasparaqueoprocessoorganizacional funcionedemodoharmoniosoeeficiente. e) A direção é o ponto central do processo organizacional, pois só ela pode gerar, através de li- derançaenergéticaecarismática,umacapacidadecres- cente de enfrentar situações críticas e reverter os pro- blemasadministrativos.
  14. 14. 14 - 500 Testes Comentados Central de Concursos / Degrau Cultural 02. Pensamentos da Administração 73. Podemos definir a co-gestão como: a) A forma de participação em que as decisões são tomadas nas organizações pelos representantes do capital e do trabalho simultaneamente. b) A forma de participação em que o trabalho assu- me a tomada de decisões nas organizações, apenas. c) A forma em que o capital assume a tomada de decisões nas organizações, apenas. d) A forma de participação que exclui a parte dos representantes do trabalho. e) A forma de participação que inclui a parte dos representantes do capital. 74. Podemos definir a autogestão como: a) A forma de participação em que as decisões são tomadas nas organizações pelos representantes do capital e do trabalho simultaneamente. b) A forma de participação em que o trabalho assu- me a tomada de decisões nas organizações, apenas. c) A forma em que o capital assume a tomada de decisões nas organizações, apenas. d) A forma de participação que exclui a parte dos representantes do trabalho. e) A forma de participação que inclui a parte dos representantes do capital. 75. No que tange a participação, dentro do tema administração participativa, no sentido “Latu Sensu”, pode ser assim definida: a) Influenciar decisões que irão afetar os indivídu- os na organização. b) Participaremtodosossentidos,ouseja,também em trabalhos em equipe, grupos de trabalhos etc. c) Participar influenciando nas decisões operacionais. d) Participar em “workshopps” nas empresas, bem como de seminários. e) N.d.a. 76. Podemos, no tocante à administração participativa, dividir a participação em “Stricto Sensu” e “Latu Sensu”. Participação “Stricto Sensu” significa: a) Influenciar decisões que irão afetar os indivídu- os na organização. b) Participar em todos os sentidos, ou seja, em tra- balhos de equipe, grupos de trabalho etc. c) Participar influenciando nas decisões operacionais. d) Participar de “workshopps” nas empresas bem como de seminários. e) N.d.a. 77. A cerca da administração participativa pode- mos defini-la, de um modo geral, como: a) Participar é receber uma parcela do lucro. b) Participar é dar idéias de como as coisas poderi- am ser melhoradas. c) Aadministraçãoparticipativatemsidovistacomoum instrumentodemanipulaçãoàdisposiçãodocapital. d) Participar é trabalhar em equipe. e) Participar consiste na criação de oportunidades, para que as pessoas influenciem decisões que as afe- tarão. 78. Estudioso da administração que, em 1960, escreveu sobre administração estratégica: a) HenriFayol. b)HenriFranz. c) Igor Stravinski. d) Igor Ansoff. e) Chester Barnard. 79. Autor que escreveu sobre o enfoque sistêmico: a) Kurt Lewin. b) Igor Ansoff. c) LudwigVonBertallanffy. d) Chester Barnard. e) PeterDrueker. 80. Os desafios para a adoção da administração estratégica, segundo Igor Ansoff, são: a) Aumentar a lucratividade e a competitividade. b) Selecionar pessoas adequadas, pagar remunera- ção condizente com o mercado e enfrentar a ambiência. c) Permanecer no mercado, aniquilar a concorrên- cia e estabelecer o mark-up desejado. d) Convencer a gerência a pensar em termos estra- tégicos, garantir a resposta organizacional e enfren- tar o ambiente. e) n.d.a. 81. O objetivo máximo da administração estraté- gica, de acordo com Igor Ansoff, é: a) A maximização do lucro na organização. b) O desenvolvimento dos valores da organização, sua capacidade gerencial tendo em vista as suas res-
  15. 15. Central de Concursos / Degrau Cultural 500 Testes Comentados - 15 ponsabilidades sociais. c) O desenvolvimento das pessoas para gerar uma fonte de lucro inesgotável nas organizações. d) Efetuarem-se mudanças, sempre que necessário. e) Planejar e concentrar-se na análise custo/benefí- cio das atividades fins. 82. Podemos definir administração estratégica, segundo Igor Ansoff, como: a) Regras e diretrizes para o planejamento e o con- trole da organização. b) Diretrizesparaalcançarmelhoresresultadoseco- nômicos nas organizações. c) Sistemáticaqueapuraocusto/benefíciodospro- jetos de produtos nas organizações industriais. d) Feixe de responsabilidades da alta administração elencado por prioridades. e) Regras e diretrizes para decisão, que orientam o processo de desenvolvimento de uma organização. 83. A teoria do campo de força, enunciada por Kurt Lewin, significa: a) Que as forças internas são superiores às exter- nas, na organização. b) Que as forças externas são superiores às internas, naorganização. c) Que as forças externas e internas se equilibram, naorganização. d) Que uma ação gera uma reação contrária mais do que proporcional. e) Que uma ação gera uma reação contrária menos do que proporcional. 84. Para operar-se a mudança organizacional, se- gundo D.O. (Desenvolvimento Organizacional), todo projeto deve concentrar-se: a) Na estrutura (Sistemas, Processos). b) Na tecnologia (Equipamentos, Pesquisas). c) No comportamento (Pessoas). d) Na ambiência (externa). e) Na ambiência (interna). 85. D.O. reconhecia que a ambiência externa estava em constante mudança e que era necessária à organi- zaçãoamudançaorganizacional.SegundoD.O.(De- senvolvimentoOrganizacional)aorganizaçãodeveser entendidacomoumatríadedefatores,asaber: a) Estrutura, tecnologia e comportamento. b) Tecnologia, resultados e estrutura. c) Comportamento, resultados e estrutura. d) Fatores internos, fatores externos e fatores endógenos. e) Cultura,climaemotivação. 86. A abordagem D.O. (Desenvolvimento Organizacional): a) Partia do pressuposto de que o sistema de re- compensa era o pagamento de um salário justo. b) Reconheciaaorganizaçãocomoumconjuntode partes e peças inter-relacionadas, situados numa ambiência, e que controlava os seus resultados. c) Baseia-se no reconhecimento da importância da cultura da empresa sobre o comportamento dos seus integrantes. d) Não valorizava o desenvolvimento pessoal e a participação dos funcionários. e) N.d.a. 87. A abordagem desenvolvida nos anos 60, que valorizava o desenvolvimento pessoal e a parti- cipação dos funcionários foi: a) O enfoque sistêmico. b) A abordagem clássica. c) Ofordismo. d) A administração estratégica. e) Odesenvolvimentoorganizacional. 88. Assinale a alternativa que não condiz com os pensamentos do enfoque sistêmico: a) Homemfuncional. b) Conflito de papéis. c) Equilíbriointegrado. d) Estado estável. e) Participação dos funcionários. 89. O equilíbrio integrado, na teoria geral dos sistemas, diz respeito a: a) O sistema aberto pressupõe uma troca de maté- ria e que precisa se equilibrar. b) Há o reconhecimento da importância da cultura da empresa sobre o comportamento de seus inte- grantes. c) Os papéis são mais enfatizados do que as pesso- as em si. d) Paraevitaraentropia(desgaste)aempresaprecisa manterasrelaçõesnatrocadeenergiacomoambiente. e) N.d.a. 90. AteoriageraldossistemasenunciadaporLudwig vonBertalanffydizrespeitoaoenfoquesistêmico.O significadodeestadoestávelnessateoriasignificaque: a) O sistema aberto pressupõe uma troca de maté- ria e que precisa se equilibrar. b) Há o reconhecimento da importância da cultura da empresa sobre o comportamento de seus inte- grantes.
  16. 16. 16 - 500 Testes Comentados Central de Concursos / Degrau Cultural c) Os papéis são mais enfatizados do que as pesso- as em si. d) Para evitar a entropia (desgaste) a empresa preci- sa manter as relações na troca de energia com o am- biente. e) N.d.a. 91. O conceito popular da burocracia, distante daquele enunciado pelo celebre Max Weber, pode ser assim enunciado: a) As principais responsabilidades dos administra- dores são planejar, dirigir e controlar as ações dos seus subordinados para obter deles, através do uso válido da autoridade, a maior produção. b) Considera a organização em todos os aspectos como uma só estrutura, fornecendo uma visão inte- grada da mesma, analisando os aspectos internos e externos que atuam sobre a organização e as múlti- plas relações que se estabelecem entre eles. c) Os administradores tendem a interessar-se mais por formação de moral e manutenção das interações sociais. d) Apego aos regulamentos e rotinas causando ine- ficiência à organização, e) N.d.a. 92. Podemos definir o estruturalismo, uma dis- sidência da burocracia, escolhendo a assertiva: a) As principais responsabilidades dos administra- doressão:planejar,dirigirecontrolarasaçõesdeseus subordinados, para obter deles, através do uso válido da autoridade, a maior produção. b) Considera a organização em todos os aspectos como uma só estrutura, fornecendo uma visão inte- grada da mesma, analisando os aspectos internos e externos que atuam sobre a organização e as múlti- plas relações que se estabelecem entre eles. c) Os administradores tendem a interessar-se mais por formação de moral e manutenção das interações sociais. d) Apego aos regulamentos e rotinas causando ine- ficiência à organização. e) N.d.a. 93. Podemos assim descrever a perspectiva da abordagem mecanicista: a) As principais responsabilidades dos administra- doressão:planejar,dirigirecontrolarasaçõesdeseus subordinados para obter deles, através do uso válido de autoridade, a mais produção. b) Considera a organização em todos os aspectos como uma só estrutura, fornecendo uma visão inte- grada da mesma, analisando os aspectos internos e externos que atuam sobre a organização e as múlti- plas relações que se estabelecem entre eles. c) Os administradores tendem a interessar-se mais por formação de moral e manutenção das interações sociais. d) Apego aos regulamentos e rotinas causando ine- ficiência à organização. e) N.d.a. 94. Podemos assim descrever a perspectiva da abordagem humanística: a) As principais responsabilidades dos administra- doressão:planejar,dirigirecontrolarasaçõesdeseus subordinados para obter deles, através do uso válido da autoridade, a maior produção. b) Considera a organização em todos os aspectos como uma só estrutura, fornecendo uma visão inte- grada da mesma, analisando os aspectos internos e externos que atuam sobre a organização e as múlti- plas relações que se estabelecem entre eles. c) Os administradores tendem a interessar-se mais por formação de moral e manutenção das interações sociais. d) Apego aos regulamentos e rotinas causando ine- ficiência à organização. e) N.d.a. 95. O conceito de “homem econômico” criado pela abordagem mecanicista de administração significa: a) Que o homem é motivado pela participação na organização. b) Que o sistema de recompensa era “um salário justo para um justo dia de trabalho”. c) Que não existia sistema de recompensa na abor- dagem mecanicista. d) Era o sistema de recompensa criado pela abor- dagemhumanística. e) “Homemeconômico”,traduzqueaempresatem alma. 96. A burocracia é a organização eficiente por ex- celência. Os indivíduos que atuam na organiza- ção dependem financeiramente dela retirando seu salário ou remuneração. Eles procuram adquirir conhecimentos específicos para melhorar seu de- sempenho na execução das tarefas cotidianas. Essa afirmativa está relacionada ao princípio: a) Divisão do trabalho. b)Profissionalismo. c) Impessoalidade.
  17. 17. Central de Concursos / Degrau Cultural 500 Testes Comentados - 17 d)Formalismo. e) Liberdade de gerência. 97. A burocracia é a organização eficiente por ex- celência. O fator mérito individual é o mais im- portante critério de seleção, promoção e transfe- rência na organização. Este princípio refere-se a: a) Divisão do trabalho. b)Profissionalismo. c) Impessoalidade. d)Formalismo. e) Liberdade de gerência. 98. A burocracia é a organização eficiente, por excelência. O poder se baseia na ________________ de forma a estabelecer o grau hierárquico de cada cargo. a) Divisão do trabalho. b)Profissionalismo. c) Impessoalidade. d)Formalismo. e) Liberdade de gerência. 99. A organização burocrática é eficiente por excelência. Nela, ____________________ signi- fica que as regras têm que ser escritas a fim de que todos saibam os seus direitos e deveres. a) Divisão do trabalho. b)Profissionalismo. c) Impessoalidade. d)Formalismo. e) Liberdade de gerência. 100. Grande estudioso e filósofo que estudou a nova forma de dominação do homem pelo pró- prio homem (a burocracia), foi: a) MaxWeber. b)HenriFayol. c) FriedrickW.Taylor. d) Oliver Sheldon e) EltonMayo. 101. Os experimentos efetuados na WEC (Western Eletric Company), com iluminação, revelavam a necessidade de se criar uma abor- dagem humanística de administração. Quem enunciou que “a empresa tem alma” foi: a) MaxWeber. b)HenriFayol. c) Taylor. d) Oliver Sheldon. e) EltonMayo. 102. O precursor da escola clássica que pela pri- meira vez enunciou as funções de administra- ção (Planejar, Coordenar, Organizar, Dirigir e Controlar) foi: a) MaxWeber. b)HenriFayol. c) F.WistonTaylor. d) Oliver Sheldon. e) EltonMayo. 103. A escola de administração científica teve como principal expoente: a) MaxWeber. b)HenriFayol. c) FriedrickWistonTaylor. d) Oliver Sheldon. e) EltonMayo. 104. Para Henri Fayol autoridade é: a) Dada por cada cargo na estrutura hierárquica. b) Advém do conceito tradicional passada de pai parafilho. c) Écompartilhadaportodososmembrosdaequipe. d) É o direito de dar ordens e o poder de exigir obediência, formal e legitimado. e) É apenas o poder formal de dar ordens e exigir obediência. 105. A escola clássica desenvolvida a partir dos trabalhos dos trabalhos de Fayol: a) Centralizou sua análise no estudo dos tempos e movimentos, com intuito de determinar a organiza- ção racional do trabalho. b) Baseia-se na concepção de “homo economicus”, enfatizadoportandoaimportânciademecanismode motivação que não estejam apenas associados à re- muneraçãomonetária. c) Leva em consideração não apenas os elementos associados à organização formal da firma, mas tam- bém aqueles associados a sua organização informal. d) Restringe-se exclusivamente à organização for- mal da firma. e) N.d.a. 106. Considere as seguintes assertivas: 1) A autoridade linear se baseia no estabeleci- mento de um sistema de relações de autoridade- obediência entre superiores e subordinados. 2) Nas organizações clássicas de Fayol, o senti- do básico do processo é de cima para baixo. a) 1 e 2 são falsas. b) 1 é verdadeira, mas 2 é falsa.
  18. 18. 18 - 500 Testes Comentados Central de Concursos / Degrau Cultural c) 1 é falsa, mas 2 é verdadeira. d) 1 e 2 são verdadeiras.. 107. A principal razão gerencial pela qual os órgãos públicos devem se preocupar com as or- ganizações e gestão de arquivos é assegurar a: a) Viabilidade do fluxo de informações? b) Acessibilidade das informações. c) Confiabilidade das informações. d) Privacidade das informações. e) Conectividade das informações. 108. Considere as seguintes assertivas: 1) Podemos afirmar que o objetivo fundamen- tal da teoria clássica encontra-se em aumentar a eficiência da empresa através da forma e dispo- sição dos órgãos componentes da organização. 2) Um dos principais avanços da teoria clássi- ca visa à administração científica é a análise da organização informal. 3) A escola de Relações Humanas procurou enfatizar, além do papel exercido pelo homem enquanto ser social dentro da empresa, a forma de estruturação da firma, com avanços na deter- minação dos sistemas hierárquicos. a)Todas são verdadeiras b) Todas são falsas. c) Apenas 1 é verdadeira. d) Apenas 2 é verdadeira e) Apenas 3 é verdadeira. 109. Uma das características centrais da adminis- tração pública burocrática está na concepção do mecanismo de controle. Sobre este tópico é cor- reto afirmar que o modelo administrativo prega: a) Ausência total de mecanismos de controle, com vistas a elevar o conteúdo de identificação dos obje- tos da burocracia com o cidadão. b) Oscontrolesadministrativosvisandoàcorrupção e o nepotismo são sempre ex post. c) Os controles administrativos visando evitar a corrupção e os nepotismos são sempre a priori. d) Oscontrolesadministrativosnãodevemserflexí- veis,adaptando-seàsnecessidadesdocliente-cidadão. e) N.d.a. 110.Sobre o modelo burocrático de Weber é cor- reto afirmar que: a) Enfatizou a necessidade de transmissão oral da organizaçãoburocrática. b) O fator individual deve ser o principal elemento no critério de seleção, promoção e transferência de pessoas de um cargo para outro. c) Não é necessária a profissionalização dos mem- bros, o que vale é a experiência do indivíduo. d) Exalta as vantagens da união entre propriedade e corpoadministrativo. e) N.d.a. 111. Nas organizações modernas, a administra- ção estratégica inclui: a) Mais considerações sobre o passado que previ- sões e conjunturas sobre o futuro. b) Análises racionais e econômicas, bem como in- tuição e decisões políticas. c) Separação entre os processos de planejamento e implementação. d) Objetivos amplos que proporcionem estabilida- de às atividades de gestão. e) Levantamento e estudo do máximo de variáveis controláveis e não controláveis. 112. (Unb/94) Na grade gerencial de Blacke e Mouton, o comportamento ideal para um líder ou gerente é o representado pela posição: a) 1.9. b) 9.1. c) 1.1. d) 5.5. e) 9.9. 113. (Unb/94) A abrangência é uma das dimen- sões a ser examinada na formulação de políti- cas. Indique qual das políticas a seguir tem mai- or grau de abrangência: a) Política financeira. b) Política de recursos humanos. c) Política de vendas. d) Política de compras. e) Política de negócios. 114.Movimento que teve como característica bá- sica uma oposição contínua à Escola Clássica: a) Relações humanas. b) Behaviorista. c) Estruturalista. d) Sistêmica. e) Contingencial. 115.A administração que integra todos os mode- los aliando o processamento de informações em tempo real (Real Time Information), permitido pelo avanço tecnológico, é: a) A organização aprendiz.
  19. 19. Central de Concursos / Degrau Cultural 500 Testes Comentados - 19 b) A administração participativa. c) O desenvolvimento organizacional. d) A administração do tempo. e) A administração virtual. 116.A escola das Relações Humanas trouxe para o campo da administração: a) As ciências sociais, especialmente a sociologia e a psicologia. b) As ciências sociais, especialmente a sociologia e a pedagogia. c) As ciências exatas, especialmente a engenharia e matemática. d) As ciências sociais, especialmente a sociologia e economia. e) N.d.a. 117.O “homo economicus”: a) É o homem cujos valores são previamente defini- dos como econômicos. b) É aquele cuja é orientada por objetivos simples. c) É perfeitamente previsível. d) Todas as alternativas são corretas. 118. Constituem-se princípios básicos do mode- lo burocrático de Weber: a) A organização burocrática é regida por normas escritas. b) A burocracia se baseia na divisão do trabalho de forma a estabelecer o grau hierárquico de cada cargo. c) O fator mérito individual é o mais importante critério de seleção, promoções e transferência nas organizações. d) A burocracia deve-se caracterizar pelo profissionalismo de seus membros. e) Todas as alternativas anteriores são verdadeiras. 119.A interpretação das organizações como o conjunto de elementos distintos, porém inter- relacionados, que controlam seu próprio desem- penho visando à realização de objetivos situa- dos no meio ambiente corresponde ao enfoque: a) Clássico. b) Sistêmico. c) Burocrático. d) Ecológico. e) Contemporâneo. 120. O tipo ideal de burocracia constituído por Max Weber tem as seguintes características bá- sicas. a) Profissionalismo, horinzontalização de estrutu- ras e impessoalidade. b) Impessoalidade,patrimonialismoeTaylorismo c) Formalidade,impessoalidadeeprofissionalismo. d) Impessoalidade, verticalização de estruturas e voltada para os anseios do consumidor. e) Profissionalismo,formalidadeehorizontalização de estruturas. 121.Elton Mayo foi dos autores fundamentais do pensamento administrativo, rompendo com a tendência produtivista, então dominante. A es- cola de pensamento por ele inaugurada é cha- mada, de: a) Escola libertária. b) Escola sistêmica. c) Escola estruturalista. d) Escola de relações humanas. e) Escolas participacionista. 122. Nas organizações modernas, o planeja- mento estratégico: a)Concentra-senosproblemasmaisfreqüentemente enfrentados pela própria organização; b) Insere-se nas táticas de conquista de apoio para objetivosimediatos. c) Refere-se aos objetivos restritos, de curto prazo e que envolvam recursos escassos. d) Caracteriza-se pela flexibilidade na busca de re- cursos que afinem com os propósitos gerais da orga- nização. e) Justifica-se porque, além de importante, permite decisões mais técnicas na implantação rápida de mu- danças. 123. Leia o enunciado abaixo e assinale a alter- nativa correta. O planejamento estratégico envolve a formula- ção de objetivos e estratégias não só frente a ameaças e oportunidades, como também frente a pontos fortes e fracos identificados. a) Ameaças e oportunidades dizem respeito ao ambiente interno enquanto que pontos fortes e pon- tos fracos dizem respeito ao ambiente externo da organização. b) Ameaças e oportunidades dizem respeito ao ambiente externo, em relação aos concorrentes, en- quanto que pontos fortes e fracos dizem respeito ao ambiente. c) Ameaças e oportunidades dizem respeito a situ- ações internas da organização enquanto que pontos fortes e fracos dizem respeito a atuação de clientes e fornecedores externos.
  20. 20. 20 - 500 Testes Comentados Central de Concursos / Degrau Cultural d) Ameaças e oportunidades dizem respeito a situ- ações internas das organizações enquanto que pon- tos fortes e fracos dizem respeito à atuação de clien- tes e fornecedores externos. e) Ameaças e oportunidades dizem respeito ao ambiente externo enquanto que pontos fortes e fra- cos dizem respeito ao ambiente interno em relação aos concorrentes. 124. Nas organizações modernas, o planeja- mento estratégico: a) Concentra-senosproblemasmaisfreqüentemente enfrentados pela própria organização. b) Insere-se nas táticas de conquista de apoio para objetivosimediatos. c) Refere-se a objetivos restritos, de curto prazo e que envolvam recursos escassos. d) Caracteriza-se pela flexibilidade na busca de re- cursos que afinem com os propósitos gerais da orga- nização. e) Justifica-se porque, além de importante, permite decisões mais técnicas na implantação rápida de mu- danças. 125.O conceito de burocracia é o principal ele- mento do modelo racional-legal de administra- ção, tanto na área pública quanto na empresari- al. Seja na abordagem clássica de Max Werber, seja nas diversas variantes teóricas por ela balizadas, a burocracia define-se, basicamente, como o tipo de organização capacitada para re- alizar de modo eficiente e eficaz tarefas admi- nistrativas em grande escala, mediante o traba- lho racionalmente organizado de muitos indiví- duos. Indique a opção que apresenta a formula- ção correta das principais características desse tipo de organização. a) A especialização funcional, a autoridade hierarquizada e a impessoalidade, articuladas em um sistemaderegrasnormativasregidopeloprincípioda competência garantiriam a superioridade técnica da burocracia sobre as demais formas de organização. b) Organização por departamentos, disciplinas estatutárias e especialização dos níveis intermediári- os,associadasàaltaremuneraçãodosescalõesdebase e à restrição dos privilégios dos superiores hierárqui- cos, seriam tendências inerentes ao fenômeno buro- crático. c) A burocracia consolida-se como modelo de or- ganização, graças à sua capacidade de estimular a participação permanente dos funcionários, a rotinização normativa e a liderança carismática. d) A flexibilidade gerencial e a extrema transparên- cia administrativa são os instrumentos com que con- ta,aburocraciaparaevitaratendêncianaturalaofor- talecimento do seu próprio poder. e) A racionalidade interna, o rigoroso planejamen- to estratégico e a horizontalização dos processos decisórios explicariam a alta eficiência da burocracia, mas seriam, também, os fatores que impulsionariam a sua crise. 126. Ao lado das dificuldades apresentadas pela burocracia para se adaptar às rápidas mudanças culturais, políticas e econômicas das últimas décadas, o crescimento desmesurado do núme- ro e do poder das organizações burocráticas tem sido apresentado como um dos fatores que leva- ram á ineficiência a inviabilizaram a reprodução do modelo racional-legal de administração. In- dique a opção que fornece a melhor explicação a respeito desse problema. a) A burocracia cresceu em tamanho e em número na proporção direta em que se deixou contaminar pela influência de fatores políticos irracionais e pela massificação do acesso às suas carreiras. b) A dificuldade crescente para estabelecer rotinas processuais e a polarização excessiva dos procedi- mentos normativos acabou por fazer com que as al- tasautoridadesburocráticasperdessemocontroleso- bre os seus subordinados. c) As organizações burocráticas cresceram por terem sido forçadas a reagir diante dos excessivos contro- les democráticos sobre elas exercidos pelas instânci- as políticas do Estado. d) O espírito de corpos e a oligarquização das cúpu- las dirigentes acabaram por estimular a tendência à multiplicação artificial de órgãos como forma de re- forçar o poder dos burocratas. e) O crescimento desmesurado das burocracias foi provocado pela aplicação descriteriosa de métodos intuitivos, num quadro marcado por uma acirrada competição entre os agentes econômicos. 127. O modelo racional-legal de administração, tanto na área pública quanto na empresarial, encontra no conceito de burocracia um de seus elementos principais. Neste modelo, a burocra- cia define-se, basicamente como o tipo de orga- nização apto para realizar de modo eficiente e eficaz tarefas em grande escala, mediante o tra- balho racionalmente organizado de muitos indi- víduos. Indique a opção que contém os princí- pios administrativos típicos da burocracia.
  21. 21. Central de Concursos / Degrau Cultural 500 Testes Comentados - 21 a) Organização por departamentos, planejamento estratégico, disciplina e criatividade. b) Especialização dos níveis intermediários, alta re- muneração dos escalões de base e restrição dos pri- vilégios dos superiores hierárquicos. c) Horizontalização dos processos decisórios, par- ticipação permanente, rotinização normativa e lide- rançacarismática. d) Flexibilidade gerencial, estruturação de carreiras e transparência orçamentária. e) Especialização,autoridadehierárquica,sistemade regras normativas e impessoalidade. 128. A luz do enfoque sistêmico pode-se afir- mar que as organizações buscam eficiência e a eficácia organizacional. Estes dois conceitos expressam, respectivamente: a) Arelaçãoentreosresultadosalcançadoseosrecur- sos empregados para tanto; a capacidade da organiza- çãoderealizarumobjetivoouresolverumproblema; b) A capacidade da organização de produzir deter- minada quantidade de bens ou serviços; a compara- çãoentreosobjetivosrealizadospelaorganizaçãoeos indicadores de sucesso naquele setor de atividades. c) A capacidade da organização de atender a seus clientes ou usuários com o menor dispêndio de re- cursos; a medida da utilização dos recursos organizacionaisbásicos,istoé,recursosfísicos,finan- ceiros e humanos; d) A comparação entre os custos da organização e os indicadores financeiros dos mercados para aquele setor; a capacidade da organização de manter eleva- dos seus índices financeiros e econômicos; e) A medida da utilização dos recursos próprios da organização; a capacidade da organização de trans- formar recursos escassos em produtos ou serviços de alto valor no mercado. 129. Segundo definido por Max Weber, as bu- rocracias, em sua forma ideal, estão baseadas nos seguintes princípios: a) Processo decisório informal suportado por um conjunto de normas e regulamentos contingenciais que estipulam os direitos e deveres dos participan- tes; impessoalidade nas relações, na medida em que as interações entre as pessoas são governadas pelos cargos que elas ocupam; fluxo de trabalho verticalizado, predominando a hierarquia com uma autoridade máxima no topo. b) Legalidade, ou seja, todos os atos administrati- vos são previstos em lei; processo decisório centrali- zado em um cargo com autoridade máxima; profissionalismo, na medida em que os cargos são ocupados por especialistas profissionalizados; c) Manualização dos atos administrativos, ou seja, todas as áreas de competência, atribuições e respon- sabilidades são definidas em manuais administrati- vos; ênfase nas comunicações escritas, uma vez que todos os atos administrativos devem ser suportados porumaataoficial;fluxodetrabalhohorizontal,com uma autoridade máxima no topo; d) Formalidade dos atos administrativos, dada por um conjunto de normas e regulamentos que estipu- lam qual é o comportamento esperado e quais os di- reitosedeveresdosparticipantes;impessoalidadenas relações, na medida em que as interações entre as pessoas são governadas pelos cargos que elas ocu- pam; profissionalismo, na medida em que os cargos são ocupados em regime de dedicação exclusiva. e) Administração centralizada em um cargo com autoridade máxima; legalidade, ou seja, todos os atos administrativos são previstos em lei; ênfase nas co- municações laterais, uma vez que todos os atos ad- ministrativos devem ser suportados por um docu- mentooficial. 130. O modelo adhocrático de organização pro- cura reduzir a formalidade das organizações, abrindo espaço para maior integração entre os chefes e os subordinados. Apesar desta flexibilização organizacional conter várias qua- lidades, este modelo tem um sério problema de delegação, qual seja: a) Osinteresseseoscritériospessoaisdeatuaçãopo- demsesobreporaosorganizacionaiseaosdosclientes; b) As funções são exercidas sem a confiança mútua entre o dirigente e os liderados; c) As motivações para exercer determinadas fun- ções são mais limitadas; d) O poder continua muito concentrado no topo da pirâmide da organização; e) O controle fica restrito a apenas um espaço den- tro da hierarquia de comando. 131.Henry Fayol foi um dos pioneiros da Admi- nistração Científica. Sua maior contribuição para a teoria geral da administração foi: a) Reconhecer que a administração deveria ser vis- ta como uma função separada das demais funções da empresa, de modo que o trabalho dos dirigentes tor- nar-se-ia distinto das operações técnicas da empresa; b) Utilizaroestudodostemposemovimentoscomo mecanismo fundamental de aferição da produtivida- deindustrial;
  22. 22. 22 - 500 Testes Comentados Central de Concursos / Degrau Cultural c) Desenvolver o modelo de burocracia como um corpo de funcionários neutro e impessoal; d) Priorizar o estudo das relações humanas dentro da empresa, rompendo com a tendência de enxergar o trabalhador apenas pelo ângulo econômico; e) Enfatizar umavisãonão-hierárquicadasrelações industriais,abrindocaminhoparaadiscussãosobrea participaçãodotrabalhadornoprocessodetrabalho. 132. “No presente momento, uma visão realis- ta da reconstrução do aparelho de Estado em bases gerenciais deve levar em conta a necessi- dade de equacionar as assimetrias decorrentes da persistência de aspectos patrimoniais na ad- ministração contemporânea, bem como dos ex- cessos formais a anacronismo do modelo buro- crático tradicional. Para isso, é fundamental ter clara a dinâmica da administração racional-le- gal ou burocrática. Não se trata simplesmente de descartá-la, mas sim de considerar os aspec- tos em que está superada, e as características que ainda se mantêm válidas como formas de garan- tir efetividade à administração pública. O modelo gerencial tornou-se realidade no mun- do desenvolvido quando através da definição cla- ra de objetivos para cada unidade da adminis- tração, da descentralização, da mudança de es- truturas organizacionais e da adoção de valores e comportamentos modernos no interior do Es- tado, se revelou mais capaz de promover o au- mento da qualidade e da eficiência dos serviços sociais oferecidos pelo setor público. A reforma do Estado no Brasil significará, fundamental- mente, a introdução na administração pública da cultura e das técnicas gerenciais modernas.” A teoria da Burocracia surgiu na Teoria Geral da Administração só redor da década de 40, quan- do a Teoria Clássica e a Teoria das Relações Humanas lutavam entre si pela conquista de es- paço na teoria administrativa e já apresentavam sinais de obsolescência para a sua época. Indi- que, entre as opções abaixo, a principal ênfase da Teoria da Burocracia. a) Nas pessoas; b) No ambiente; c) Nas tarefas; d) Na estrutura organizacional. 133. “Muitos autores consideram a Teoria de Sistemas demasiada abstrata e conceitual e, por- tanto, de difícil aplicação a situações gerenciais práticas. Muito embora venha predominando fortemente na teoria administrativa, e tendo “uma aplicabilidade geral ao comportamento de diferentes tipos e indivíduos em diferentes mei- os culturais”, a abordagem sistêmica é basica- mente uma teoria geral compreensiva, cobrindo amplamente todos os fenômenos das organiza- ções e da administração, uma síntese integrativa dos conceitos clássicos, neoclássicos, estrutura- listas, neo-estruturalistas e behavioristas. Na Teoria de Sistemas as organizações são aborda- das como: a) Sistemasabertos,poisoseucomportamentoénão- probabilístico; b) Sistemas abertos, pois o seu comportamento é probabilístico; c) Sistemas abertos, pois o seu comportamento e determinístico; d) Sistemas fechados, pois o seu comportamento e probabilístico; e) Sistemas fechados, pois o seu comportamento e não-determinístico. 134. Um dos aspectos mais importantes da vida das organizações diz respeito ao seu desenvolvi- mento, visto como o processo através do qual as estruturas organizacionais reagem a pressões derivadas do ambiente externo. Considerando que as organizações são sistemas de relações entre pessoas, como você caracterizaria a ques- tão do desenvolvimento organizacional? a) As organizações eficientes conseguem se adap- tar com maior rapidez às mudanças externas porque conseguem equilibrar os fatores da motivação, da li- derança e do conhecimento técnico; b) Osmembrosdeumaorganização,individualmen- te considerados, devem ser o foco de todo processo de desenvolvimento organizacional; c) O desenvolvimento das organizações só pode ocorrerdemodoconseqüentemente,serigorosamen- te controlado no plano formal; d) O desenvolvimento organizacional provocado, quase por crises, é um dos principais fatores da insta- bilidade nas organizações; e) As organizações apenas devem mudar quando es- gotadas todas as possibilidades de responder a pres- sões externas com base nas normas e regras proces- suais vigentes. 135. A escola da administração científica de- senvolvida principalmente por Taylor: a) Centra sua análise no comportamento do “ho- mem social”, levando em consideração, sobretudo
  23. 23. Central de Concursos / Degrau Cultural 500 Testes Comentados - 23 os aspectos “humanos” das organizações; b) Centra sua análise na determinação da organiza- ção racional do trabalho através do estudo dos tem- pos e movimentos; c) Busca a formação de trabalhadores generalistas capazes de adaptar-se rapidamente às alterações que se processam na economia; d) Prega a necessidade de sistemas de controle so- bre supervisão dos próprios executantes das tarefas como meio de elevar o grau de identificação entre os objetivos do operário e da firma; e) N.d.a. 136. Considere a seguintes assertivas: 1) A departamentalização pode ocorrer em qual- quer nível hierárquico da organização. Ela é o meio pelo qual se agrupam atividades diferentes através da especialização de órgãos, a fim de se obter os melhores resultados para o conjunto. 2) A Administração Científica de Taylor não se preocupou de forma significativa com o proble- ma de departamentalização, uma vez que estava mais voltada para as tarefas e operações do que para os órgãos e estruturas organizacionais. 3) A departamentalização foi exaustivamente estudada pelos autores clássicos, que lhe atribu- íram enorme ênfase. 4) Um dos principais critérios de departamentalização é o por função ou propósi- to, e consiste no agrupamento das atividades e tarefas de acordo com as principais funções de- senvolvidas pela empresa. a) Todas são verdadeiras. b) Todas são falsas. c) 1, 2 e 3 são verdadeiras, mas a 4 é falsa. d) 1, 2, e 3 são falsas, mas a 4 é verdadeira. e) 1 e 2 são falsas, mas 3 e 4 são verdadeiras. 137. O modelo racional-legal de administração, tanto na área pública quanto na empresarial, encontra no conceito de burocracia um de seus elementos principais. Neste modelo, a burocra- cia define-se basicamente como o tipo de orga- nização apto para realizar de modo eficiente e eficaz tarefas em grande escala, mediante o tra- balho racionalmente organizado de muitos indi- víduos. Indique a opção que contém os princí- pios administrativos típicos da burocracia: a) Organização por departamentos, planejamento estratégico, disciplina e criatividade; b) Especialização dos níveis intermediários, alta re- muneração dos escalões de base e restrição dos pri- vilégios dos superiores hierárquicos; c) Horizontalização dos processos decisórios, par- ticipação permanente, rotinização normativa e lide- rançacarismática; d) Flexibilidade gerencial, estruturação de carreiras e transparência orçamentária; e) Especialização,autoridadehierarquizada,sistema de regras normativas e impessoalidade. 138. A questão da autonomia burocrática tem sido abordada pela literatura e implementada em algumas diferentes direções. Em alguns casos, está relacionada a questões mais estratégicas que envolvem a independência de decisão e de jul- gamento em matérias sensíveis de políticas pú- blicas; em outros está relacionada à flexibilização da gestão interna. Acerca dessas idéias, julgue os itens que se seguem. a) Regras operacionais rígidas e padronizadas asse- guram a utilização eficiente dos recursos públicos. b) Aadoçãodeinstrumentoscontratuais,taiscomo o contrato de gestão, pode ser uma forma de regulação da autonomia gerencial, vinculado-a a re- sultados. c) Oexercíciodaautonomiagerencialrequeraprer- rogativa de poder tomar decisões estratégicas fora docontroleparlamentarprogramáticoprocedimental. d) Anoçãodeaccountabilityimplicatransparênciae definição clara de resultados. e) Corporativismo e insulamento burocrático são exemplos de possíveis disfunções da autonomia bu- rocrática. 139. Max Weber criou um tipo de ideal de bu- rocracia, argumentando ser a forma mais efici- ente de organização, dadas suas características de superioridade em precisão, estabilidade, ri- gor de sua disciplina e confiabilidade. Assinale a alternativa que contém os três elemen- tos mais encontrados em qualquer burocracia e na quefoipropostaporMaxWeberemparticular. a) Tradição,carismaerazão. b) Confiabilidade,variabilidadeehierarquia. c) Disciplina, nepotismo e autoridade. d) Formalidade, impessoalidade e profissionalismo. e) Eficiência, eficácia e efetividade. 140. São considerados fatores ambientais que influenciam as organizações os fatores: a) Tecnológicos, econômicos, políticos-legais e só- cio-culturais.
  24. 24. 24 - 500 Testes Comentados Central de Concursos / Degrau Cultural b) Sistemafinanceiro,governo,clienteseconcorrentes. c) Sistemafinanceiro,governo,clientesefornecedores. d) Tecnológicos,Econômicos,ClienteseFornecedores. e) Políticos-legais, Sócio-culturais, governo e con- correntes. 141.Leia o enunciado abaixo e assine a alternati- va correta. O planejamento estratégico envolve a formula- ção de objetivos e estratégias não só frente às ameaças e oportunidades, como também frente a pontos fortes e fracos identificados. a) Ameaças e oportunidades dizem respeito ao ambiente interno enquanto que pontos fortes e pon- tos fracos dizem respeito ao ambiente externo da organização. b) Ameaças e oportunidades dizem respeito ao ambiente externo, em relação aos concorrentes, en- quanto que pontos fortes e fracos dizem respeito ao ambiente. c) Ameaças e oportunidades dizem respeito a situ- ações internas da organização, enquanto que pontos fortes e fracos dizem respeito à atuação de clientes e fornecedores externos. d) Ameaças e oportunidades dizem respeito a situ- ações internas das organizações enquanto que pon- tos fortes e fracos dizem respeito à atuação de clien- te e fornecedores externos. e) Ameaças e oportunidades dizem respeito ao ambiente externo enquanto que pontos fortes e fra- cos dizem respeito ao ambiente interno em relação aos concorrentes. 142. A divisão do trabalho atende a necessida- de de especialização e de coordenação de pes- soas e tarefas para que uma organização possa funcionar de forma eficiente e eficaz. A respeito das relações entre os elementos da afirmação acima pode se dizer que: a) Quanto maior a divisão do trabalho, menor a especialização e maior necessidade de coordenação. b) Quanto menor a divisão do trabalho, maior a es- pecialização e menor a necessidade de coordenação. c) Quanto maior a divisão do trabalho, maior a es- pecialização e menor a necessidade de coordenação. d) Quanto maior a divisão do trabalho, maior a es- pecialização e maior a necessidade de coordenação. e) Quantomenoradivisãodotrabalho,menoraes- pecialização e maior a necessidade de coordenação. 143. A organização formal é, classicamente, definida como aquela onde são determinados os padrões de interrelação entre os órgão ou car- gos, definidos logicamente através de diretrizes, normas e regulamentos visando ao alcance de seus objetivos. Em outras palavras, a organiza- ção percebida como um conjunto de encargos funcionais e hierárquicos orientados para o ob- jetivo de produção de bem e serviços. Suas prin- cipais características são: a) Flexibilidade, padronização e comunicação. b) Divisão do trabalho, especialização e hierarquia. c) Integraçãohorizontalevertical,descentralização e autonomia das partes. d) Competitividade, integração sistêmica e avalia- ção por resultados. e) Independência operacional, desconcentração decisória,comandohorizontalizados. 144. Considere as assertivas abaixo: 1) A Administração científica fundada por Taylor; constitui-se na primeira tentativa de realização de uma análise científica da administração, com ênfase na racionalização do trabalho. 2) A organização racional do trabalho proposta por Taylor fundamenta-se na análise do traba- lho do operário, no estudo dos tempos e movi- mentos, na fragmentação das tarefas e na espe- cialização do trabalhador. 3) Além da preocupação com a racionalização do trabalho a administração científica procurou desenvolver os chamados “aspectos humanos” do trabalho constituindo-se desta forma na pri- meira escola a utilizar-se do conceito de “homem social”. a) Todas estão verdadeiras. b) Todas são falsas. c) Apenas 1 é falsa. d) Apenas a 2 é falsa. e) Apenas a 3 é falsa.
  25. 25. Central de Concursos / Degrau Cultural 500 Testes Comentados - 25 03. Qualidade Total 145. Assinale a opção correta em relação à quali- dade. a) Um sistema de indicadores de qualidade deve con- siderar apenas a mensuração da qualidade percebida. b) O prêmio nacional de qualidade baseia-se em que- sitos da qualidade da gestão e desconsidera o desem- penho global da organização. c) Gestão de qualidade total é a melhor maneira de se promover a qualidade. d) O foco principal da gestão estratégica da qualida- de eqüivale àquele do marketing. e) O pressuposto de que a qualidade do produto está na qualidade do processo contradiz o precipício da satisfação do cliente. 146. Grandes vilões ao atingimento da qualidade: a) Receitas e lucros. b) Quebra e desperdício. c) Quebra e retrabalho. d) Desperdício e lucratividade. e) Retrabalho e desperdício. 147. Princípio de Deming: “A alta administração tem que _______________ com a qualidade e a produtividade”. a) Se comprometer. b)Incentivar. c) Ignorar. d)Apoiar. e) N.d.a. 148. Princípio de Deming para a qualidade: “Crie a constância de propósito para a melhoria _____________”. a) Da rentabilidade. b) Da lucratividade. c) Da maximização do lucro. d) Do produto e do serviço. e) N.d.a. 149. Princípio de Deming: “________________ os níveis vigentes de atrasos, materiais defeituo- sos e falhas de mão-de-obra”. a) Aceitar. b)Melhorar. c) Corrigir. d)Recusar. e) N.D.A. 150. Princípio de Deming: “________________ a necessidade de depender de inspeção em massa”. a) Abaixar. b)Eliminar. c) Aceitar. d)Reduzir. e) N.D.A. 151. Princípio de Deming: “________________ o número de fornecedores, comprar baseando-se na evidência estatística e não no menor preço”. a) Reduzir. b)Aumentar. c) Manter. d)Ampliar. e) N.D.A. 152. Princípio de Deming: “Pesquisar continua- mente a solução dos problemas no sistema e bus- car as formas de ___________________ sempre”. a) Eliminá-la. b) Melhorá-la. c) Reduzi-la. d) Simplificá-lo. e) N.d.a. 153. Princípio de Deming: “Instituir métodos modernos de treinamento, usando a ________________”. a) Matemática. b) Sociologia. c) Estatística. d) Filosofia. e) Engenharia. 154. Princípio de Deming: “________________ a supervisão a auxiliar as pessoas a fazer cada vez melhor o seu serviço”. a) Convencer. b)Forçar. c) Sugerir. d) Ensinar. e) N.d.a. 155. Princípio de Deming: “Eliminar o ________________”. a) Medo. b) Desperdício. c) Retrabalho.
  26. 26. 26 - 500 Testes Comentados Central de Concursos / Degrau Cultural d)Método. e) N.d.a. 156. Princípio de Deming: “________________ as barreiras entre os departamentos, encorajan- do a solução dos problemas através do trabalho em equipe”. a) Aumentar. b)Reduzir. c) Ampliar. d)Romper. e) N.d.a. 157. Princípio de Deming: “________________ o uso de metas numéricas, lemas, slogan e pôsteres para estimular a mão-de-obra a traba- lhar melhor”. a) Introduzir. b)Eliminar. c) Ampliar. d)Reduzir. e) N.d.a. 158. Princípio de Deming: “Utilizar métodos ________________ para ter continuamente a melhoria da qualidade e da produtividade”. a) Estatísticos. b) Empíricos. c) Matemáticos. d)Abstratos. e) N.d.a. 159. Princípio de Deming: “________________ todas as barreiras que impeçam todos os que tra- balham de ter orgulho do que fazem”. a) Evitar. b)Diminuir. c) Remover. d)Criar. e) N.d.a. 160. Princípio de Deming: “Instituir um vigoro- so programa de ________________ e ________________ para que todas as pessoas estejam atualizadas no que se refere ao desen- volvimento de novos materiais, métodos e tecnologia”. a) Job-rotation e cursos. b) Educação e treinamento. c) Cursos e palestras. d) Palestras e treinamento. e) N.d.a. 161. O prêmio anual para qualidade total, no Ja- pão leva o nome de um incansável professor e pesquisador sobre o tema: a) Pareto. b)Ishikawa. c) Deming. d)Juran. e) Gantt. 162. Podemos definir “Qualidade” como, exceto: a) Adequação ao uso. b) Medida de satisfação do cliente. c) Atendimento às necessidades do cliente. d) Atendimento às expectativas do cliente. e) Menor preço. 163. No tocante às ferramentas utilizadas na obten- çãodaqualidade,podemosdefinirfluxogramacomo: a) Causas e efeito que aparecem no diagrama “espi- nha do peixe”. b) A representação gráfica das atividades que inte- gram determinado processo, sob a forma seqüencial de passos, de modo analítico, caracterizando as ope- rações e os agentes executores. c) Aredefiniçãodosprocessosbuscandoamelhoria da qualidade, do atendimento, da velocidade ao me- nor custo. Significa eliminar trabalhos que não agre- gam valor aos produtos e serviços. d) O quociente entre o faturamento da empresa e os custos empregados para tal desiderato. e) Permite acompanhar a freqüência com que cer- tos eventos (principalmente os erros) se verificam a fim de priorizar o processo de análises corretivas. 164. No tocante às ferramentas utilizadas na obtenção da qualidade, podemos definir “dia- grama de causa e efeito” como: a) A redefinição dos processos buscando a melhoria da qualidade, do atendimento, da velocidade ao me- nor custo. Significa eliminar trabalhos que não agre- gam valor aos produtos e serviços. b) A representação gráfica das atividades que inte- gram determinado processo sob a forma seqüencial de passos, de modo analítico, caracterizando as ope- rações e os agentes executores. c) A representação de relação entre um efeito perce- bido e todas as possibilidades de causa que podem estar contribuindo para esse efeito. d) O quociente entre o faturamento da empresa e os custos empregados para tal desiderato. e) Permite acompanhar a freqüência com que cer- tos eventos (principalmente os erros) se verificam a fim de priorizar o processo de análises corretivas.
  27. 27. Central de Concursos / Degrau Cultural 500 Testes Comentados - 27 165. No tocante às ferramentas utilizadas na ob- tenção da qualidade, podemos definir “folha de verificação” como: a) O Quociente entre o faturamento da empresa e os custos empregados para tal objetivo. b) Aredefiniçãodosprocessosbuscandoamelhoria da qualidade do atendimento, da velocidade ao me- nor custo. Significa eliminar trabalhos que não agre- gam valor aos produtos e serviços. c) A representação da relação entre um efeito per- cebido e todas as possibilidades de causa que podem estar contribuindo para esse efeito. d) Instrumentoquepermiteacompanharafreqüên- cia com que certos eventos (principalmente os er- ros) se verificam a fim de priorizar o processo de análises corretivas. e) A representação gráfica das atividades que inte- gram determinado processo solo a forma seqüencial de passos, de modo analítico, caracterizando as ope- rações e os agentes executores. 166. No que se refere à qualidade o conceito “eli- minação do desperdício” significa: a) Aredefiniçãodosprocessosbuscandoamelhoria da qualidade, do atendimento, da velocidade ao me- nor custo. Significa eliminar trabalhos que não agre- gam valor aos produtos e serviços. b) O quociente entre o faturamento da empresa e os custos empregados para tal objetivo. c) A representação de relação entre um efeito per- cebido e todas as possibilidades de causa que podem estar contribuindo para esse efeito. d) Instrumentoquepermiteacompanharafreqüên- cia com que certos eventos (principalmente os er- ros) se verificam a fim de priorizar o processo de análises corretivas. e) A representação gráfica das atividades que inte- gram determinado processo sob a forma seqüencial de passos, de modo analítico, caracterizando as ope- rações e os agentes executores. 167. No que se refere à qualidade e produtivida- de nas organizações, podemos definir “produti- vidade” como: a) Aredefiniçãodosprocessosbuscandoamelhoria da qualidade, do atendimento, da velocidade ao me- nor custo. Significa eliminar trabalhos que não agre- gam valor aos produtos e serviços. b) A representação de relação entre um efeito per- cebido e todas as possibilidades de causa que podem estar contribuindo para esse efeito. c) Instrumentoquepermiteacompanharafreqüên- cia com que certos eventos (principalmente os er- ros) se verificam a fim de priorizar o processo de análises corretivas. d) A representação gráfica das atividades que inte- gram determinado processo sob a forma seqüencial de passos, de modo analítico, caracterizando as ope- rações e os agentes executores. e) O quociente entre o faturamento da empresa e os custos empregados para tal objetivo. 168. A curva ABC, conhecida como diagrama de Pareto expressa: a) Afreqüênciacomquecertoseventosseverificam. b) A relação entre um efeito e suas causas. c) As relações existentes entre duas variáveis. d) O conjunto de padrões de gerenciamento volta- do para a implementação e gerenciamento de Pro- gramas de Qualidade. e) A distribuição de freqüência onde permite a visualização dos eventos de maior incidência. 169. A organização internacional, localizada em Genebra na Suíça, que audita e publica a ISO 9000 (Normatização) é: a) ISO. b) CPI. c) FMI. d)ABRAS. e) OAP. 170. No tocante à qualidade total, “Just-in-time” é: a) Filosofia japonesa que preconiza a realização de campanhas para organizar o ambiente de trabalho, conservá-lo arrumado e limpo, manter as condições, o padrão e as disciplinas. b) Fazer certo da primeira vez. c) Filosofia de produção voltada para a eliminação de desperdícios no processo total de fabricação. d) Método “causa-efeito” denominado de “espinha- peixe”. e) Conjunto de idéias e ações que colocam a quali- dade como ponto central das atividades de uma or- ganização. 171. No tocante à qualidade total, o conceito zero defeito significa: a) Filosofia japonesa que preconiza a realização de campanhas para organizar o ambiente de trabalho, conservá-lo arrumado e limpo, manter as condições, o padrão e a disciplina. b) Fazer certo da primeira vez. c) Filosofia de produção voltada para a eliminação
  28. 28. 28 - 500 Testes Comentados Central de Concursos / Degrau Cultural de desperdícios no processo total de fabricação. d) Método “causa-efeito” denominado de “espi- nha-peixe”. e) Conjunto de idéias e ações que colocam a quali- dade como ponto central das atividades de uma or- ganização. 172. No tocante à qualidade total, 5S significa: a) Filosofia japonesa que preconiza a realização de campanhas para organizar o ambiente de trabalho, conservá-lo arrumado e limpo, manter as condições, o padrão e a disciplina. b) Fazer certo da primeira vez. c) Filosofia de produção voltada para a eliminação de desperdícios no processo total de fabricação. d) Método “causa-efeito” denominado de “espinha- peixe”. e) Conjunto de idéias e ações que colocam a quali- dade como ponto central das atividades de uma or- ganização. 173. A contribuição do Dr. Kaoru Ishikawa à Qualidade Total foi à criação de um método a ser utilizado na resolução/detecção de proble- mas denominado: a) Filosofia japonesa que preconiza a realização de campanhas para organizar o ambiente de trabalho, conservá-lo arrumado e limpo, manter as condições, o padrão e a disciplina. b) Fazer certo da primeira vez. c) Filosofia de produção voltada para a eliminação de desperdícios no processo total de fabricação. d) Método “causa-efeito” denominado de “espinha- peixe”. e) Conjunto de idéias e ações que colocam a quali- dade como ponto central das atividades de uma or- ganização. 174. Podemos definir Qualidade Total como: a) Filosofia japonesa que preconiza a realização de campanhas para organizar o ambiente de trabalho, conservá-lo arrumado e limpo, manter as condições, o padrão e a disciplina. b) Fazer certo da primeira vez. c) Método “causa-efeito” denominado de “espinha- peixe”. d) Filosofia de produção voltada para a eliminação de desperdício no processo total de fabricação. e) Conjunto de idéias e ações que colocam a quali- dade como ponto central das atividades de uma or- ganização. 175.OprincípiodaQualidadeTotalqueafirmaque os clientes são a razão da existência de uma orga- nização e ela precisa encantá-los é o princípio: a) Da gerência participativa. b) Do desenvolvimento de recursos humanos. c) Da total satisfação dos clientes. d) Da constância de propósitos. e) Do aperfeiçoamento contínuo. 176. O princípio da Qualidade Total que enun- cia liberdade, apoio e estímulo para que as pes- soas façam sugestões, apresentem idéias e ma- nifestem opiniões, sendo ouvidas naquilo que a elas permite é o princípio: a) Da gerência participativa. b) Do desenvolvimento de recursos humanos. c) Da total satisfação dos clientes. d) Da constância de propósitos. e) Do aperfeiçoamento contínuo. 177. O princípio de Qualidade Total que perse- gue a valorização do ser humano, possibilitando o crescimento do mesmo e a sua realização pro- fissional, motivando-o, é o princípio: a) Da gerência participativa. b) Do desenvolvimento de recursos humanos. c) Da total satisfação dos clientes. d) Da constância de propósitos. e) Do aperfeiçoamento contínuo. 178. O princípio da Qualidade Total que parte do pressuposto de que ninguém é perfeito, mas que podemos melhorar sempre é o princípio: a) Da gerência participativa. b) Do desenvolvimento de recursos humanos. c) Da total satisfação dos clientes. d) Da constância de propósitos. e) Do aperfeiçoamento contínuo. 179. O princípio da Qualidade Total que exige boa compreensão dos propósitos da organiza- ção assim como muita persistência em alcançar os objetivos é o princípio: a) Da gerência participativa. b) Do desenvolvimento de recursos humanos. c) Da total satisfação dos clientes. d) Da constância de propósitos. e) Do aperfeiçoamento contínuo. 180. O princípio de Qualidade Total que com- preende a organização como um grande proces- so, formado por inúmeros processos menores,

×