Gimp2

1.885 visualizações

Publicada em

Esta oficina é para todos que querem aprender a manipular estar ferramenta livre

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.885
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
103
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Gimp2

  1. 1. GIMP (GNU IMAGE MANIPULATION PROGRAM) PROGRAMA DE MANIPULAÇÃO DE IMAGEM
  2. 2. O QUE É GIMP? Projeto com o objetivo de criar um sistema operacional totalmente livre, que qualquer pessoa tem direito de usar. É um programa para criação e edição de imagens. É um software livre que não requer licença para instalá-lo e pode ser distribuído gratuitamente. A sigla GIMP significa G NU I mage M anipulation P rogram. Ele é integrante oficial do Projeto GNU. O GIMP possui os recursos para serem utilizados na criação ou manipulação de imagens e fotografias. Seus usos incluem criar gráficos, logotipos, redimensionar fotos, alterar cores, combinar imagens utilizando camadas, remover partes indesejadas e converter arquivos entre diferentes formatos de imagem digital.
  3. 3. RASTER E VETORES <ul><li>As imagens raster (ou bitmap) são baseadas no fato de que cada pixel da tela recebe uma cor, e juntos, esses pixels, formam um desenho. </li></ul><ul><li>Imagens vetoriais são desenhos geométricos, obtidos através de uma fórmula matemática. Existem diversos modelos matemáticos. A resolução de um desenho vetorial é limitada unicamente pelo dispositivo de saída, permitindo ampliação ilimitada sem perda de qualidade. Uma imagem vetorial normalmente é composta por curvas, elipses, polígonos, texto, entre outros elementos. </li></ul><ul><li>RESUMINDO </li></ul><ul><li>Desenho vetorial , se baseia em vetores matemáticos; </li></ul><ul><li>Raster , que não é mais que a descrição da cor de cada pixel; </li></ul>
  4. 4. RASTER VETOR
  5. 5. CONHECENDO O GIMP E SUAS FERRAMENTAS Para abrir o Editor de Imagens GIMP o caminho é o seguinte: Menu Aplicativos > Gráficos > Editor de Imagens Gimp. A Interface Gŕafica do GIMP é única. Ao abri-lo você verá três janelas:
  6. 6. BARRA DE FERRAMENTAS SELEÇÃO SELEÇÃO ELÍPTICA SELEÇÃO LIVRE SELEÇÃO CONTÍGUA SELEÇÃO POR COR SELEÇÃO C/ TESOURA SELEÇÃO DE FRENTE VETORES SELEÇÃO DE CORES ZOOM MEDIDAS MOVER ALINHAM. CORTE ROTACIONAR REDIMENSIONAR INCLINAR PREENC. ESPELHAR LÁPIS BORRACHA TINTA RESTAUR. DESFOCAR SUB/SUPER EXPOSIÇÃO PERSPECT. TEXTO MISTURA PINCEL AEROGRÁFO CLONAGEM CLONAGEM EM PERSP. BORRAR
  7. 7. BARRA DE MENUS Essa barra já é bastante conhecida, pois encontramos ela em vários programas que já estamos acostumados a utilizar. Os mesmos menus disponíveis nessa barra podem ser acessados através do botão direito do mouse. Para isso, basta clicar sobre a imagem e escolher a opção desejada. Arquivo – Nesse menu você encontrará dentre muitas opções, as principais são: criar um arquivo em branco, abrir um arquivo existente e salvar. Editar – Como padrão esse menu traz opções de desfazer ou refazer alguma ação, copiar e colar.
  8. 8. São usadas para se trabalhar partes de uma imagem individualmente, não afetando outras partes da mesma. Fazendo uma analogia, camadas são como folhas de papel transparentes, colocadas umas sobre as outras, onde cada folha de papel representa uma camada. Podemos então, mover, criar efeitos, redimensionar, alterar matiz/saturação enfim, alterar como quisermos cada parte de uma imagem que esteja em uma determinada camada, sem alterar o resto da imagem/desenho. CAMADAS
  9. 9. Adicionando Camadas: Para adicionar uma nova camada à imagem que você está trabalhando, vá à Barra de Menus > Camada > Nova Camada ; Ou utilize o atalho CTRL + SHIFT + N . TRABALHANDO COM CAMADAS
  10. 10. Explicando cada um dos campos: Nome da Camada: É o nome que você dará à camada criada. É importante que você identifique cada camada pela sua função específica na imagem. Por exemplo, se você estiver retocando uma foto, você poderia criar camadas chamadas “Camada de Brilho”, “Camada de Cor”, etc. Largura e Altura: Aqui você define qual a largura e a altura da camada criada. Por padrão, as novas camadas têm o mesmo tamanho da imagem que está sendo trabalhada. Tipo de preenchimento de Camada: A nova camada pode ser preenchida de 4 maneiras diferentes: com a cor de frente, com a cor de fundo, em branco ou com transparência(a nova camada fica invisível). COMO TRABALHAR COM CAMADAS
  11. 11. Após ajustar as configurações da nova camada, clique em OK. A imagem atual será coberta pela camada criada – note que se a nova camada for transparente, você não conseguirá vê-la. Para visualizar e gerenciar as camadas criadas existe o diálogo “Camadas”. Para abri-lo, vá à Barra de Menus: Janelas > Diálogos de Encaixe > Camadas . TRABALHANDO COM CAMADAS
  12. 12. Será criada a seguinte janela: Nela você verá todas as camadas existentes naquela imagem com nomes e posições. No exemplo há 3 camadas: A camada Texto, ; a camada 1° plano , disposta abaixo da camada Texto ; e, por último, a camada Fundo, que se encontra abaixo de todas as outras. Na parte superior, encontramos as seguintes opções: CAMADAS
  13. 13. Modo: é a maneira como a camada será aplicada à imagem. Opacidade: permite ajustar o nível de transparência da camada. Quanto menor o nível de opacidade, mais transparente a camada ficará. Na parte inferior há alguns botões auxiliares. Eles são atalhos para opções que são encontradas no Menu Camadas, como Criar nova Camada, Subir Camada, Abaixar Camada, etc. OPACIDADE
  14. 14. Para ilustrar os conceitos de camadas, mudaremos a cor dos olhos de uma pessoa Trabalharemos sobre a seguinte imagem: ATIVIDADE ANTES DEPOIS
  15. 15. Antes de tudo, vamos abrir a imagem no Gimp. Vá à Barra de Menus > Arquivos > Abrir (ou Ctrl+O) e escolha o arquivo da imagem. ABRINDO UM ARQUIVO
  16. 16. Em seguida, escolha a ferramenta Seleção Elíptica Após clicar na Seleção Elíptica, selecione com o mouse a região que mudará de cor na figura – no caso, a íris: SELEÇÃO ELÍPTICA
  17. 17. Abra o diálogo de camadas. Vá até a barra de Menus > Janelas > Diálogos de Encaixe > Camadas ou pelo atalho Ctrl+L. Após selecionar a região que deseja modificar a cor, use Ctrl+C para copiar a área selecionada e depois use Ctrl+V para colar a região copiada anteriormente. Note que, ao colar a região, é criada no Diálogo de Camadas uma nova camada chamada Seleção Flutuante. Essa é uma camada temporária criada toda vez que você cola um objeto sobre a imagem. DIÁLOGOS DE ENCAIXE
  18. 18. Para torná-la permanente, basta ir na Barra de Menus > Camada > Nova Camada. Após fazer isso, ela será fixada e receberá o nome de “camada colada”.Clique com o botão direito do mouse sobre essa camada e selecione a opção Editar atributos da Camada. Mude seu nome para: Nova Cor. Note que, ao lado de cada camada do Diálogo de Camadas, há um pequeno olho. Esse olho indica quais são as camadas visíveis naquele momento. No nosso exemplo, todas as camadas estão visíveis. Clique sobre o olho ao lado da camada Fundo para que esta se torne invisível e você possa visualizar apenas o conteúdo da camada Nova Cor. CORES DE CAMADAS
  19. 19. Para mudar a cor do olho primeiro, certifique-se de que a camada Nova Cor está selecionada no Diálogo de Camadas. Isso fará com que as alterações feitas surtam efeito apenas sobre essa camada, deixando intacta a camada Fundo. Em seguida, vá na Barra de Menus > Cores > Equilíbrio de Cores . Para mudar a cor, basta ajustar os valores das cores na aba “Ajustar níveis de Cor”. Para obter o resultado final que foi mostrado EQUILÍBRIO DE CORES
  20. 20. Obrigado pela atenção e até a Próxima Oficina!

×