CUSTOS DO
PÉ DIABÉTICO
Uma Casuística do Nosso Serviço
Francisco Vilaça Lopes, vilaca.lopes@gmail.comFrancisco Vilaça Lope...
CUSTOS DO
PÉ DIABÉTICO
Uma Estatística para o Nosso Serviço
RTP 12/12/12RTP 12/12/12
Custos PÉ DIABÉTICO
= ∑ custo CADA INTº
≈ n.º INTºS
• custo MÉDIO / INTº
≈ n.º INTºS
• dur. MÉDIA / INTº
• custo MÉDIO / D...
Luís Gardete Correia et al.. Diabetes: Factos e Números 2012 − Relatório Anual do Observatório
Nacional da Diabetes. Lisbo...
Amputações do membro inferior por diabetes
Luís Gardete Correia et al.. Diabetes: Factos e Números 2012 − Relatório Anual ...
José Manuel Boavida et al.. Diabetes: Factos e Números 2011 − Relatório Anual do Observatório Nacional
da Diabetes. Lisboa...
Casuística do Serviço
- Pé diabético -
CHBA Cirurgia I & II
2006-2011
Objectivos
Pé diabético, CHBA CIRURGIA I & II
Primário:
- total anual de dias de internamento por pé diabético no nosso Se...
Métodos
Definição operacional dos casos:
Todos os doentes com alta dos Serviços de Cirurgia I e II
entre 01/01/2006 e 31/1...
Resultados
Pé diabético, CHBA CIRURGIA I & II, 2006-2011
224 internamentos
em média 37/ano ou 3/mês
4385 dias de intername...
2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011
0
10
20
30
40
50
60
2
48
28
38 37
46
25
Ano da admissão
N.ºdeAdmissõesaoInternamento
N....
Volume de Cirurgias
Pé diabético, CHBA CIRURGIA I & II
Total 280. Média 47/ano
20052005 20062006 20072007 20082008 2009200...
Sazonalidade
Pé diabético, CHBA CIRURGIA I & II, 2006-2011
JanJan FevFev MarMar AbrAbr MaiMai JunJun JulJul AgoAgo SetSet ...
11 1010 2020 3030 4040 5050 6060 7070 8080 9090 100100 110110 120120 130130 140140 150150 160160 170170
0
5
10
15
Duração ...
00 11 22 33 44 55 66
0
20
40
60
80
100
120
140
160
N.º de cirurgias feitas no BO durante cada internamentoN.º de cirurgias...
Sexo dos doentes
Pé diabético, CHBA CIRURGIA I & II, 2006-2011
33%33%
67%67%
Número de admissões
n = 224
M
H
29-4429-44
45-4945-49
50-5450-54
55-5955-59
60-6460-64
65-6965-69
70-7470-74
75-7975-79
80-8480-84
85-8985-89
90-9290-92
3...
29-4429-44
45-4945-49
50-5450-54
55-5955-59
60-6460-64
65-6965-69
70-7470-74
75-7975-79
80-8480-84
85-8985-89
90-9290-92
3...
11 1010 2020 3030 4040 5050 6060 7070 8080 9090 100100 110110 120120 130130 140140 150150 160160 170170
0
5
10
15
M
F
Dura...
Idas ao BO por dte internado
Pé diabético, CHBA CIRURGIA I & II, 2006-2011
00 11 22 33 44 55 66
0
20
40
60
80
100
120
140
...
Utilização dos Serviços
Pé diabético, CIRURGIA I & II, CHBA 2006-11
129
58%
9595
42%42%
Número de admissões
1
2
1 10 20 30 40 50 60 70 80 90 100 110 120 130 140 150 160 170
0
5
10
15
Cir1
Cir2
Duração de internamento
Frequênciaabsolut...
0 1 2 3 4 5 6
0
20
40
60
80
100
120
140
160
Cir 1
Cir 2
Nº de cirurgias feitas no BO durante cada internamento
Nºdeinterna...
Mortalidade
Pé diabético, CIRURGIA I & II, CHBA 2006-2011
00 11 22 33 44 55 66 77
0%0%
10%10%
20%20%
30%30%
40%40%
50%50%
...
E a estóriaE a estória
continua...continua...
Custos do Pé Diabético no Serviço de Cirurgia Geral do Hospital do Barlavento Algarvio: uma estimativa baseada num relato ...
Custos do Pé Diabético no Serviço de Cirurgia Geral do Hospital do Barlavento Algarvio: uma estimativa baseada num relato ...
Custos do Pé Diabético no Serviço de Cirurgia Geral do Hospital do Barlavento Algarvio: uma estimativa baseada num relato ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Custos do Pé Diabético no Serviço de Cirurgia Geral do Hospital do Barlavento Algarvio: uma estimativa baseada num relato de caso e numa série de casos ao longo de 6 anos

369 visualizações

Publicada em

Para citar: Lopes FV. Custos do Pé Diabético no Serviço de Cirurgia Geral do Hospital do Barlavento Algarvio: uma estimativa baseada num relato de caso e numa série de casos ao longo de 6 anos - 1ª parte [palestra]. Reunião do Capítulo de Cirurgia Vascular da Sociedade Portuguesa de Cirurgia: Portimão, Hospital do Barlavento Algarvio, 25 de Maio de 2013. Diapositivos em: http://bit.ly/1YPfAgr

Publicada em: Saúde
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
369
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Custos do Pé Diabético no Serviço de Cirurgia Geral do Hospital do Barlavento Algarvio: uma estimativa baseada num relato de caso e numa série de casos ao longo de 6 anos

  1. 1. CUSTOS DO PÉ DIABÉTICO Uma Casuística do Nosso Serviço Francisco Vilaça Lopes, vilaca.lopes@gmail.comFrancisco Vilaça Lopes, vilaca.lopes@gmail.com IAC – CHBA, 2012; Interno MGF – UCSP Portimão, 2013IAC – CHBA, 2012; Interno MGF – UCSP Portimão, 2013 Reunião do Capítulo de Cirurgia Vascular da Sociedade Portuguesa de CirurgiaReunião do Capítulo de Cirurgia Vascular da Sociedade Portuguesa de Cirurgia Hospital do Barlavento Algarvio, 25 de Maio de 2013Hospital do Barlavento Algarvio, 25 de Maio de 2013
  2. 2. CUSTOS DO PÉ DIABÉTICO Uma Estatística para o Nosso Serviço RTP 12/12/12RTP 12/12/12
  3. 3. Custos PÉ DIABÉTICO = ∑ custo CADA INTº ≈ n.º INTºS • custo MÉDIO / INTº ≈ n.º INTºS • dur. MÉDIA / INTº • custo MÉDIO / DIA ≈ dur. TOTAL DE TODOS OS INTºS • custo UM INTº dur. UM INTº Dr.ª Noémia eu
  4. 4. Luís Gardete Correia et al.. Diabetes: Factos e Números 2012 − Relatório Anual do Observatório Nacional da Diabetes. Lisboa (2013 Fev); Sociedade Portuguesa de Diabetologia. Internamentos hospitalares por “pé diabético”
  5. 5. Amputações do membro inferior por diabetes Luís Gardete Correia et al.. Diabetes: Factos e Números 2012 − Relatório Anual do Observatório Nacional da Diabetes. Lisboa (2013 Fev); Sociedade Portuguesa de Diabetologia.
  6. 6. José Manuel Boavida et al.. Diabetes: Factos e Números 2011 − Relatório Anual do Observatório Nacional da Diabetes. Lisboa (2012 Fev); Sociedade Portuguesa de Diabetologia. 1/2 = 50 1/2 = 40
  7. 7. Casuística do Serviço - Pé diabético - CHBA Cirurgia I & II 2006-2011
  8. 8. Objectivos Pé diabético, CHBA CIRURGIA I & II Primário: - total anual de dias de internamento por pé diabético no nosso Serviço Secundários: - sazonalidade dos internamentos - duração média de cada internamento - volume anual de cirurgias praticadas - características demográficas dos doentes tratados - mortalidade intra e extra-hospitalar destes doentes
  9. 9. Métodos Definição operacional dos casos: Todos os doentes com alta dos Serviços de Cirurgia I e II entre 01/01/2006 e 31/12/2011, com o diagnóstico de GANGRENA (GDH 7854), e com referência no SAM ao diagnóstico de Diabetes mellitus e a doença dos membros inferiores. Repescagem dos outros internamentos dos mesmos doentes nos mesmos Serviços motivados por pé diabético (ou coto de amputação), mesmo que sem o GHD 7854.
  10. 10. Resultados Pé diabético, CHBA CIRURGIA I & II, 2006-2011 224 internamentos em média 37/ano ou 3/mês 4385 dias de internamento em média 731/ano = 2 camas 280 intervenções cirúrgicas em BO em média 47/ano ou 4/mês
  11. 11. 2005 2006 2007 2008 2009 2010 2011 0 10 20 30 40 50 60 2 48 28 38 37 46 25 Ano da admissão N.ºdeAdmissõesaoInternamento N.º de Internamentos Pé diabético, CHBA CIRURGIA I & II Total 224. Média 37/ano
  12. 12. Volume de Cirurgias Pé diabético, CHBA CIRURGIA I & II Total 280. Média 47/ano 20052005 20062006 20072007 20082008 20092009 20102010 20112011 0 10 20 30 40 50 60 70 2 63 42 42 46 57 28 Ano da admissão N.ºanualdeintervençõesnoBON.ºanualdeintervençõesnoBO
  13. 13. Sazonalidade Pé diabético, CHBA CIRURGIA I & II, 2006-2011 JanJan FevFev MarMar AbrAbr MaiMai JunJun JulJul AgoAgo SetSet OutOut NovNov DezDez 00 11 22 33 44 55 66 0 1 2 3 4 5 6 Internamentos Cirurgias Mês do internamento N.ºmédiomensalpraticado(2006-2011)
  14. 14. 11 1010 2020 3030 4040 5050 6060 7070 8080 9090 100100 110110 120120 130130 140140 150150 160160 170170 0 5 10 15 Duração do internamento, em diasDuração do internamento, em dias Frequênciaabsolutadeinternamentosem6anos Duração do internamento Pé diabético, CHBA CIRURGIA I & II, 2006-2011 1ºQ: 6 dias Mediana: 14½ dias Média: 19,6 dias 3ºQ: 25½ dias Máximo: 5½ meses
  15. 15. 00 11 22 33 44 55 66 0 20 40 60 80 100 120 140 160 N.º de cirurgias feitas no BO durante cada internamentoN.º de cirurgias feitas no BO durante cada internamento Frequênciaabsolutadeinternamentos 1ºQ: 1x Mediana: 1x Média: 1,3x 3ºQ: 1x Quantas vezes vai o doente ao BO? Pé diabético, CHBA CIRURGIA I & II, 2006-2011
  16. 16. Sexo dos doentes Pé diabético, CHBA CIRURGIA I & II, 2006-2011 33%33% 67%67% Número de admissões n = 224 M H
  17. 17. 29-4429-44 45-4945-49 50-5450-54 55-5955-59 60-6460-64 65-6965-69 70-7470-74 75-7975-79 80-8480-84 85-8985-89 90-9290-92 30 25 20 15 10 5 0 5 10 15 20 25 30 M F Episódios de internamento em 6 anos GrupoetárioGrupoetário Distribuição etária Pé diabético, CHBA CIRURGIA I & II, 2006-2011
  18. 18. 29-4429-44 45-4945-49 50-5450-54 55-5955-59 60-6460-64 65-6965-69 70-7470-74 75-7975-79 80-8480-84 85-8985-89 90-9290-92 30 25 20 15 10 5 0 5 10 15 20 25 30 M F Episódios de internamento em 6 anos GrupoetárioGrupoetário Distribuição etária Pé diabético, CHBA CIRURGIA I & II, 2006-2011 Mín: 47A 1ºQ: 68A Medn: 73A 3ºQ: 79A Máx: 92A Mín: 29A 1ºQ: 59A Medn: 71A 3ºQ: 78A Máx: 90A Teste U de Mann-Whitney p1 =0,04
  19. 19. 11 1010 2020 3030 4040 5050 6060 7070 8080 9090 100100 110110 120120 130130 140140 150150 160160 170170 0 5 10 15 M F Duração de internamentoDuração de internamento Episódiosdeinternamentoem6anos Duração média do internamento Pé diabético CHBA CIRURGIA I & II, 2006-2011 1ºQ: 5½ dias Mediana: 14½ dias Média: 19,3 dias 3ºQ: 24½ dias Máximo: 5½ meses 1ºQ: 6½ dias Mediana: 14½ dias Média: 19,7 dias 3ºQ: 25½ dias Máximo: 3½ meses Teste U de Mann-Whitney p1 =0,23;p2 =0,47
  20. 20. Idas ao BO por dte internado Pé diabético, CHBA CIRURGIA I & II, 2006-2011 00 11 22 33 44 55 66 0 20 40 60 80 100 120 140 160 m f N.º de cirurgias feitas no BO durante cada internamentoN.º de cirurgias feitas no BO durante cada internamento Nºdeinternamentos Medn: 1x Medn: 1x p1 ;p2 >0,05
  21. 21. Utilização dos Serviços Pé diabético, CIRURGIA I & II, CHBA 2006-11 129 58% 9595 42%42% Número de admissões 1 2
  22. 22. 1 10 20 30 40 50 60 70 80 90 100 110 120 130 140 150 160 170 0 5 10 15 Cir1 Cir2 Duração de internamento Frequênciaabsolutadeinternamentosem6anos Comparação dos Serviços: Dur.Int. Pé diabético, CIRURGIA I & II, CHBA 2006-2011 1ºQ: 6½ dias Medn: 15 dias 3ºQ: 26 dias Máx: 5½ meses 1ºQ: 8 dias Medn: 15 dias 3ºQ: 25 dias Máx: 3½ meses Teste U de Mann-Whitney p1 ;p2 >0,05
  23. 23. 0 1 2 3 4 5 6 0 20 40 60 80 100 120 140 160 Cir 1 Cir 2 Nº de cirurgias feitas no BO durante cada internamento Nºdeinternamentos Comparação dos Serviços: Idas BO Pé diabético, CIRURGIA I & II, CHBA 2006-2011 Medn: 1x Medn: 1x p1 ;p2 >0,05
  24. 24. Mortalidade Pé diabético, CIRURGIA I & II, CHBA 2006-2011 00 11 22 33 44 55 66 77 0%0% 10%10% 20%20% 30%30% 40%40% 50%50% 60%60% 70%70% 80%80% 90%90% 100%100% f(x) = 0,95 exp( -0,12 x ) R² = 0,91 Taxas calculadas pela prevalência de morte declarada no SAM à data da colheita dos dados para cada cohorte anual de doentes internados. Anos após a admissãoAnos após a admissão TaxadesobrevivênciaTaxadesobrevivência Mortalidade intra-hospitalar 4% Mortalidade tardia por todas as causas 12%/ANO
  25. 25. E a estóriaE a estória continua...continua...

×