Analgésicos e Antibióticos em Patologia Dentária

1.848 visualizações

Publicada em

Para citar: Francisco Vilaça Lopes. Analgésicos e Antibióticos em Patologia Dentária: Apoio à Leitura das Normas de Orientação Clínica da
Direcção-Geral da Saúde n.ºs 62 e 64 de 2011 Actualizadas em 2014 [palestra]. Reunião da Equipa de Internos e Orientadores de Medicina Geral e Familiar do Agrupamento de Centros de Saúde do Barlavento Algarvio: Portimão, Auditório do Centro de Saúde de Portimão, 30-4-2015. Diaporama em http://migre.me/pG3jr

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.848
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
77
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Analgésicos e Antibióticos em Patologia Dentária

  1. 1. Analgésicos e Antibióticos em Patologia Dentária Apoio à Leitura das Normas de Orientação Clínica da Direcção-Geral da Saúde n.ºs 62 e 64 de 2011 Actualizadas em 2014 Francisco Vilaça Lopes vilaca.lopes@gmail.com Médico Interno do 3º Ano de Medicina Geral e Familiar Estágio de Medicina de Urgência ; Reunião da Equipa de Internos e Orientadores do Barlavento Algarvio Auditório do Centro de Saúde de Portimão, Algarve, Portugal, 30 de Abril de 2015
  2. 2. Cárie ● Doença multifactorial de origem bacteriana que atinge inicialmente os tecidos duros do dente e que na sua evolução natural dá origem a uma cavidade. ● Superfície lisa: cone externo, vértice interno ● Sulco ou fissura: vértice externo, cone interno ● Varios tipos: mastigação, radicular, coronária, interdentária, drogas... POLPA
  3. 3. Hipersensibilidade dentinária ● Solução de continuidade no esmalte ● Má higiene dentária ● Traumatismo, etc. ● Dôr desencadeada por ● Frio ● Dôces ● Ácidos ● Contacto ● Calor, mastigação, etc. ● Cessa com a remoção do estímulo e com a protecção da dentina por material dentário. ● Inspecção normal (ou pequeno orifício / fissura)
  4. 4. Pulpite ● Exposição da polpa ● inflamação do tecido conjuntivo, vasodilatação e compressão do nervo ● Aguda ou Reversível ● Dor intensa, pode ser pulsátil ● Início e fim abruptos ● Dura segundos a horas ● 1-2 vezes por dia, horário repetido, “ciclalgias”, vespertina ● Pode irradiar (dentes contíguos, território do trigémeo, etc.) ● Pode associar-se à síndrome dentinária: alonga-se para além da cessação do estímulo ● Se muito intensa: alterações cutâneas vasomotoras e secretórias, ptialismo, lacrimejo e paralisia facial. ● Boa resposta aos analgésicos habituais
  5. 5. Pulpite (2) ● Evolui para Necrose: ● Irreversível ● Dor espontânea ● Dor à percussão ● Crónica ● Pode ser subclínica ou assimptomática
  6. 6. Síndrome periodontal ● Extensão da infecção pelo foramem apical e acessórios para o espaço ligamentar peri-apical e periodonto ● Clínica: ● Dor contínua ● Alívio pelo calor ● Agrava com pressão e percussão ● Alonga-se para além do estímulo ● Se muito intensa, evicção do contacto: sialorreia, recusa alimentar, foge do e.o., protege a face ● Insuficiente resposta aos analgésicos habituais.
  7. 7. Abcesso Dentoalveolar / Periapical / Perirradicular Agudo ● Extensão aos tecidos peridentários: ● “O meu dente cresceu” ● Mobilidade relativa ● Dor lancinante e pulsátil ● Abcesso drena por fístula ● Periodontal (A): espaço ligamentar, sulco gengival, mais frequente na mandíbula ● Gengival (B): perfura osso esponjoso e cortical, e drena para a gengiva.
  8. 8. Gengivoestomatite ulcerativa necrotizante aguda ● Uma doença do periodonto ● Anaeróbios ● Má higiene, desnutrição, tabagismo, stress, imunodepressão ● Dor, hemorragia, eritema e úlceras da mucosa, amputação das papilas interdentárias, halitose, linfadenopatia
  9. 9. Abcesso Periodontal ● Sobre uma doença periodontal prévia ● Flora subgengival, diabetes, imunosupressão, ttºs periodontais incompletos, anomalias anatómicas congénitas, corpos estranhos, etc. ● Aumento gengival em área próxima ao dente, eritema, edema, hemorragia ● Dor pulsante, extrema sensibilidade, halitose. ● Disseminação até ao peri-ápex. ● Linfadenopatia, mal-estar, febre.
  10. 10. Alveolite Fibrinolítica ● Destruição do coágulo inicial pós-extracção dentária, o que impede a sua ossificação e a normal cicatrização do osso ● “Osteíte alveolar” ● Cirurgião inexperiente / Extracção traumática ● 20-45 anos de idade ● Contraceptivos hormonais ● Tabaco ● Má higiene oral ● Sucção / cuspo excessivos ● Dor intensa, inicia 3-4 dias pós-extracção, dura 10-40 dias ● Irradiação ipsilateral ao ouvido, têmpora ou olho, trismus. ● Odor fétido, tumefacção e linfadenopatia. ● 3ºs molares inferiores, coágulo acinzentado necrótico e alvéolo vazio
  11. 11. Pericoronarite ● Infeção dos tecidos moles que envolvem um dente parcialmente erupcionado ● Restos alimentares sob a camada gengival ● Stress, amigdalites e faringites ● 3ºs molares inferiores ● Dor intensa, gôsto desagradável, incapacidade para fechar as arcadas. ● Irradiação à garganta, ouvido ou pavimento bucal. ● Edema e eritema, febre, leucocitose, mal-estar geral
  12. 12. Osteomielite supurada ● Extensão à medula do osso da mandíbula ou maxila ● Dor intensa ● Pode associar-se a febre, linfadenopatia regional, leucocitose, proteína C reactiva elevada, etc.. ● Com a evolução adquire aspectos radiológicos ● Na cronicidade, apresenta-se com febrícula e fístula extra ou intra-oral.
  13. 13. Celulite ● Frequentemente resulta de pericoronarite complicada, ou outra infecção odontogénica ● Disseminação loco-regional da infecção odontogénica ao tecido célulo-adiposo maxilofacial e/ou cervicofacial ● Tumefação com limites e dor difusos, com rubor e calor na sua evolução ● Afecção sistémica: febre, mau estado geral, adinamia, prostração, dificuldade alimentar, desidratação, leucocitose e PCR elevada (valor preditivo da gravidade da situação)
  14. 14. Celulite (2) Difusão celulítica a partir de dentes do maxilar inferior.
  15. 15. Celulite (3) Tipos de celulite a partir de dentes do maxilar inferior. Assimetria facial. Deformação do vestíbulo (espaço entre arcadas- lábios-bochechas). Empurra língua, que “não cabe na boca”. Afecta glândula salivar, deglutição e fala. Trismo. Tumefacção entre o bordo basilar e a tábua interna.
  16. 16. Celulite (4) Celulite submandibular
  17. 17. Celulite (5) Tipos de celulite a partir de dentes do maxilar superior.
  18. 18. Celulite (6) 1 – Abcesso vestibular 2 – Celulite vestibular 3 – Celulite geniana alta
  19. 19. Outras complicações ● Difusão espaço a espaço: ● mastigadores, espaços para- e retrofaríngeos, locas parotídea, submandibular e sublingual ● seio maxilar, órbita, trombose do seio cavernoso, abcesso cerebral ● Fasceíte necrosante ● necrose das fáscias e tecido celular subcutâneo, com eventual formação de gás ● frequente no imunodeprimido: alcoolismo, diabetes, SIDA ● com ou sem mediastinite ● Choque séptico / morte
  20. 20. Analgesia ● Dor odontogénica aguda ligeira a moderada ● 1ª L: Paracetamol ; se grande componente inflam.: AINE ● Dor od. ag. moderada a intensa ● 1ª L: Paracetamol + AINE ● 2ª L: Paracetamol + AINE + Opióde Fraco ● 3ª L: Opióides potentes ● Dor peri-operatória: ● Tratamento deve iniciar-se antes da cirurgia ● 1ª L: Paracetamol ; se grande inflam.: AINE ● 2ª L: Paracetamol + AINE ● 3ª L: Paracetamol + AINE + Opióide Fraco
  21. 21. Analgesia (2) ● AINEs: ● Ibuprofeno é 1ª escolha ● Vantagem no pré-operatório ● Contraind. rel.: úlcera péptica, asma, insuf. renal ● Sint.s gastrointestinais: supressão ácida ● Alto risco cardiovascular: Naproxeno ● Risco de complicações gastrointestinais e intolerância a AINE clássico + IBP: inibidor da COX2 (excepto nas dç. isquémica cardíaca, DAP, dç. cerebrovascular estabelecidas) ● Gravidez e Aleitamento: ● Paracetamol ● 3º T: contraindicados AINEs
  22. 22. Patologia Antibioterapia empírica Cirurgia Internamento Hospitalar Sínd. Dentinário - +/- - Sínd. Pulpar - + - Alveolite Fibrinolítica - + - Abcesso Dento-Alveolar / Periapical Agudo Amoxi(+Ác.Clav.) (ou Clinda) + - Pericoronarite Amoxi(+Ác.Clav.) (ou Clinda) + +/- Abcesso periodontal S/ manifestações sistémicas - + - C/ manifestações sistémicas Amoxi (ou Clinda ou Azitro) + + Gengiv. Ulcer. Necrotiz. Aguda Metro(+Amoxi) + + Periodontite do adulto Metro(+Amoxi) (ou Clinda) + +/- Periodontite agressiva do adolescente ou pré-pubertária Minociclina + +/- Celulite em ambulatório Amoxi+Ác.Clav. (ou Clinda) + - em internamento PenicilinaG (ou Ampi) + Metro ou Clinda (+Genta) + + Osteomielite supurada 2º Etiologia + +
  23. 23. Muito obrigado! 1. Malheiro R. Cárie Dentária, Principais Síndromas Alvéolo-Dentárias, e Infecções Odontogénicas: Capítulos 261-3. Tratado de Clínica Pediátrica. 2a ed. Lisboa, Portugal: Abbott; 2008. p. 1268–83. 2. Neville B. Patologia Oral e Maxilofacial. Elsevier Brasil; 2011. 3515 p. 3. Pulpite: o que é, definições | odontologiacontatore.com.br [Internet]. [citado 29 de Abril de 2015]. Obtido de: http://odontologiacontatore.com.br/pulpite-o-que-e-definicoes/ 4. Endo-e - Patologias Endodonticas [Internet]. [citado 29 de Abril de 2015]. Obtido de: http://www.endo- e.com/images/doencas_polpa/doencas_polpa.htm 5. Alveolitis [Internet]. 18:08:14 UTC [citado 29 de Abril de 2015]. Obtido de: http://es.slideshare.net/pokejimmy/alveolitis 6. Pericoronarite: saiba o que fazer para vencer esta dor! [Internet]. Doutíssima. [citado 29 de Abril de 2015]. Obtido de: http://doutissima.com.br/2013/09/21/nada-pior-dor-pericoronarite-15979/ 7. SAC PERICORONAIRE ET PERICORONARITE. Par le Dr.A.Hauteville. [Internet]. Conseil Dentaire Dr.Hauteville. [citado 29 de Abril de 2015]. Obtido de: http://conseildentaire.com/2013/03/30/sac-pericoronaire-et-pericoronarite- par-le-dr-a-hauteville/ 8. Acute necrotizing ulcerative gingivitis [Internet]. Wikipedia, the free encyclopedia. 2015 [citado 29 de Abril de 2015]. Obtido de: http://en.wikipedia.org/w/index.php?title=Acute_necrotizing_ulcerative_gingivitis&oldid=655723250 9. Cause & Elimination Of Bad Breath | identalhub.com [Internet]. [citado 29 de Abril de 2015]. Obtido de: http://www.identalhub.com/article_what-causes-bad-breath-262.aspx 10. Isabella D. Osteomielite Supurativa Aguda [Internet]. Odontologia. [citado 29 de Abril de 2015]. Obtido de: https://odontow.wordpress.com/2012/12/03/osteomielite-supurativa-aguda/ 11. Isabella D. Osteomielite Supurativa Crônica [Internet]. Odontologia. [citado 29 de Abril de 2015]. Obtido de: https://odontow.wordpress.com/2012/12/03/osteomielite-supurativa-cronica/ 12. Portugal, Direcção-Geral da Saúde. Norma no 062/2011 de 29/12/2011 actualizada em 01/08/2014: Prescrição de Analgésicos em Patologia Dentária. 13. Portugal, Direcção-Geral da Saúde. Norma no 064/2011 de 30/12/2011 actualizada em 25/11/2014: Prescrição de Antibióticos em Patologia Dentária. Nota: as imagens constantes não são de minha autoria; elas pertencem aos seus respectivos autores, acima indicados, e são aqui usadas unicamente para fins de divulgação e formação científicas.
  24. 24. Resumo A dor de origem dentária deve ser tratada com paracetamol ou com AINEs, associando estas duas classes, e eventualmente recorrendo a opióides, sempre como complemento dos tratamentos cirúrgicos / instrumentais. A antibioterapia está indicada no abcesso periapical agudo, na pericoronarite, no abcesso periodontal com manifestações sistémicas, na gengivite ulcerativa necrotizante aguda, nas periodontites do adulto e do adolescente, nas celulites e na osteomielite. A avaliação e/ou o internamento hospitalares devem ser fortemente considerados nos casos mais graves e agressivos, na presença de complicações loco-reginais ou sistémicas, ou de comorbilidades importantes, tais como imunodepressão.

×