Projeto

2.319 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.319
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
36
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto

  1. 1. ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE PREFEITURA MUNICIPAL DE CURRAIS NOVOS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA ESCOLA MUNICIPAL “PROFESSOR FRANCISCO ROSA” O JEITO E O PRAZER DE LER: UMA PRÁTICA PARA A FORMAÇÃO DE LEITORES Coordenação Pedagógica: Francinete Medeiros de Lima Marineide Araújo SilvaProfessores responsáveis: Adevonete Maria de Melo Edmilson Pereira de Oliveira Maria Odete Medeiros Ferreira Valéria Kelly de Medeiros Costa CURRAIS NOVOS/RN MAIO-2011
  2. 2. ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE PREFEITURA MUNICIPAL DE CURRAIS NOVOS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA ESCOLA MUNICIPAL “PROFESSOR FRANCISCO ROSA” PROJETO O JEITO E O PRAZER DE LER: UMA PRÁTICA PARA A FORMAÇÃO DE LEITORESDuração do Projeto: As aulas poderão ser realizadas semanalmentedurante o ano letivo.Turmas envolvidas: 1ª, 2º e 3ª anoProfessores responsáveis: Adevonete Maria de Melo Edmilson Pereira de Oliveira Maria Odete Medeiros Ferreira Valéria Kelly de Medeiros Costa CURRAIS NOVOS/RN MAIO-2011
  3. 3. 1.DEFINIÇÃO DO PROBLEMA A SER RESOLVIDO COM OPROJETO O problema • Que temos um número entre 8 a 10 crianças em cada turma que apresentam aprendizagem lenta. Afeta • O desempenho escolar. • Auto-estima do aluno. O impacto disto é • Pouco ou nenhum desenvolvimento escolar. • Reprovação. • Baixa estima. • Desmotivação. Uma solução • Criar hábito de leitura. satisfatória faria • Motivação • Elevar a autoestima • Criar o prazer de escrever. • A criança ter um maior desempenho nas atividades escolares. • A criança ser mais bem preparada para o ano escolar subseqüente. • A criança ter condições de ter um ótimo desempenho escolar.
  4. 4. 2. JUSTIFICATIVA: O JEITO E O PRAZER DE LER: UMA PRÁTICA PARA AFORMAÇÃO DE LEITORES é um projeto que tem como intuito formarleitores. É um conjunto de ações que apóiam à prática de sala de aula ainteração do aluno com a cultura escrita, além de desenvolvercompetências leitoras. Esse projeto poderá se apresentar periodicamente na dinâmica desala de aula. Sugerimos que sejam disponibilizados livros e diversos textos.Esses livros poderão ser da escola, como também ser trazido de casa porcada criança com o objetivo de ficar na sala para que seja organizadadurante o ano as trocas entre as criança (ciranda de livros ou ciranda dehistórias). Como o universo escolar e seus profissionais têm papelindispensável na promoção da leitura para as crianças, o Projeto propõe aimplementação da Roda de Histórias e trabalhos com leituras de parlendas,cantigas de roda e poesia – que vão contribuir no processo de aquisição deleitura e escrita, que irá incentivar a leitura por prazer – como umaatividade permanente na rotina da escola, além de outras ações culturais defomento à leitura.
  5. 5. 3.OBJETIVOS:OBJETIVO GERAL: Desenvolver o gosto pela leitura e escrita contribuindo assim para odesempenho escolar satisfatório dos alunos.OBJETIVOS ESPECÍFICOS: Criança Professores Coordenadores DiretoresAmpliar o Fazer com que Fazer com que Fazer com querepertório de selecionem um observem a organizem espaçoshistórias e de acervo de livros de qualidade do acervo coletivos para omúsicas que elas qualidade, de livros e usufruto da leituraconhecem adequada a cada problematizem a dentro da escola. faixa-etária. escolha dos títulos que serão lidos às crianças.Familiarizá-las Estimulá-los a Orientá-los no Incentivá-los acom as realizar com apoio ao promoção de rotinashistórias,cantigas freqüência e planejamento do para o usufruto dade roda, parlendas regularidade a professor, leitura dentro e forae poesias. leitura. enfocando a leitura da escola. como atividade diária na escola e Fazer com que pensando em: incentivem a prática de leitura entre os - qualidade de funcionários da texto; escola. - leitura em voz alta; Fazer com que incentivem o - comportamentos empréstimo de leitores envolvidos livros para os nesta modalidade. professores.Aproximá-las do Fazer com que Fazer com queuniverso escrito e exponham orientem odos portadores de preferências professor naescrita (livros, pessoais com o organização erevistas e textos) intuito de ampliar a utilizaçãopara que elas possibilidade de as sistemática dapossam manuseá- crianças avaliarem biblioteca da salalos, reparar na as histórias. de aula.beleza dasimagens, Orientá-los narelacionar texto e seleção textosilustração, adequados aomanifestar propósito da
  6. 6. sentimentos, atividade habitualexperiências, de leitura.idéias e opiniões,definindopreferências e Fazer com queconstruindo permitam que ascritérios próprios crianças apreciem epara selecionar o tenham acesso aosque vão ler. livros e textos em diferentes momentos da rotina, tanto nas rodas de leitura quanto no cantinho da leitura.Proporcionar Incentivá-los a Incentivá-los a Incentivá-los asituações de compartilhar apoiar e orientar o garantir que oleitura informações prévias planejamento de conteúdo destecompartilhada e e relevantes com os uma atividade ou projeto estejauso da biblioteca alunos sobre o que roda de leitura assegurado comoda classe. será lido para o antes, durante e pauta nos encontros melhor depois da leitura. de formação dos entendimento do professores. texto.4.CONTEÚDOS:
  7. 7. Crianças Professores Coordenadores DiretoresParticipação em Orientações Concepção de Condiçõessituação de conto, didáticas para a leitura, alfabetização institucionais para aleitura de histórias, realização de leituras e cultura escrita. formação de leitores.leitura, poesias, para as crianças.parlendas e Comportamentos O papel do gestor nacantigas de roda leitores envolvidos formação de uma na leitura por prazer. comunidade leitora.Escuta atenta e Comportamentosinteressada de leitores envolvidos As modalidadeshistórias e de na leitura por prazer. organizativas domúsicas tempo didático: projetos, seqüênciasObservação e Atividade de atividades emanuseio de livros permanente de atividadese de textos. leitura. permanentes. Planejamento da roda de leitura. A leitura de textos memorizados. A leitura pelo professor: leitura em voz alta e leitura compartilhada. Planejamento das reuniões pedagógicas. Diferença entre dinâmicas e estratégias formativas. A resolução de problemas profissionais como princípio da formação continuada. O conhecimento didático como matéria prima da formação de professores.
  8. 8. 5. Indicadores de avaliação
  9. 9. Os resultados esperados em relação às crianças, professores,diretores e coordenadores para serem alcançados em 2011, possíveis deserem observados a partir dos seguintes indicadores:Crianças:- Aumento da concentração e atenção a cada encontro com a leitura;- Ampliação do repertório literário por meio da leitura diária;- Aumento da freqüência e diversidade do repertório de histórias indicadascomo suas favoritas;- Envolvimento e gosto pela leitura, proporcionando que livros maisextensos fossem lidos por capítulos;- Ampliação da qualidade e diversidade dos comentários sobre os livros etextos;- Elaboração de pensamentos crítico em relação às histórias contadas, paraeleição dos livros prediletos e argumentação com os colegas;- Sensibilidade diante das singularidades de cada livro, como autores,ilustradores e gêneros literários, entre outros;- Leitura ou contação de histórias, a partir da observação das imagens e dalembrança do que haviam escutado, acompanhados pelos colegas ousozinhos;- Manuseio dos livros presentes no canto da leitura;- Articulação do texto com a imagem, apreciação das ilustrações,socialização de sentimentos e percepções a partir do texto;- Evidências de marcas e expressões da linguagem escrita no discurso oral.Professores:- Presença de leitores modelos dentro da sala de aula - e os encontros deformação sejam importantes para que os professores instaurem a prática deleitura diária em sala de aula;
  10. 10. - Aumento da circulação de livros e de materiais escritos na sala de aula,expostos de maneira acessível às crianças;- Preocupação com os critérios de seleção de livros (atenção à qualidadeliterária) e adequação à faixa-etária;- Planejamento das situações de leitura, pensando o que fazer antes, durantee depois da leitura;- Preocupação em envolver as crianças, instigando-as a antecipar o enredo,construir e fundamentar suas opiniões;- Ampliação do universo literário dos professores e da freqüência daescolha de livros da leitura por prazer;Coordenadores:- Desenvolvimento de seu papel como formadores da equipe deprofessores;- Valorização da importância da leitura como conteúdo da formação dosprofessores por meio da discussão de textos teóricos, tematização de vídeose análise de livros infantis;- Apoio aos professores na organização dos cantos de leitura e aumento docantinho da leitura na sala de aula;- Acompanhamento no planejamento das atividades de leitura;- Valorização da leitura de textos memorizados, leitura compartilhada emvoz alta e rodas de leitura;- Postura de leitores modelos;- Apoio no enfrentamento de dificuldades e na articulação dos professoresna implementação da prática de leitura em sala de aula.Diretores:- Desenvolvimento de projetos institucionais de fomento à leitura, comomontagem ou reorganização do cantinho de leitura na sala de aula,permitindo o empréstimo para alunos;
  11. 11. - Incentivo da prática de leitura não apenas nas salas de aula, mas noâmbito de todos os profissionais da escola.6. ETAPAS PROVÁVEIS1ª etapa
  12. 12. Selecione parlendas, poemas, quadrinha, canções, livros e textos queconsidere interessantes. Cada professor organizar o cantinho da leitura nasala de aula para expor esses materiais nos momentos reservados para aleitura.2ª etapa Criar uma rotina para os momentos de leitura e escrita noplanejamento (empréstimos de livros para alunos e professores, roda deleitura, produção textual, leitura compartilhada, caderno literário eatividades diversificadas Inicialmente o professor lança o projeto para a turma, explicando quesemanalmente (preferencialmente às sextas-feiras) cada uma das criançaslevará para casa um livro de sua escolha (dos livros disponibilizados nomomento). Esse livro deverá ser lido. A cada semana a professora poderá apresentar atividades diferentesde interpretação das obras lidas pelas crianças.Inicialmente o professor poderá apresentar um livro lido e pontuar: • Porque você escolheu aquele livro para apresentar à classe; • se tomou como referência o autor e por que (já havia lido obras do mesmo e as apreciou); • Se tomou como referência o tema ou o gênero, sempre explicando suas razões e relacionando também com a possibilidade de os alunos virem a gostar também da obra em questão; • Se tomou como referência a editora ou a ilustração, também explicando os motivos; • Se gostou de algum trecho em particular, lendo-o para os alunos; • Se apreciou o jeito como o autor escreve, apresentando alguns recursos que ele utiliza;
  13. 13. • Se o livro apresenta alguma maneira diferente de organização; entre outros aspectos possíveis. Para a realização dessas atividades os alunos precisarão terescolhido, anteriormente, livros para ler, de acordo com seus critériospessoais de apreciação. Uma vez tendo escolhido, eles poderão tê-loslevado para casa, para leitura. A atividade a seguir deve ser realizadadepois de a leitura feita, para que os alunos possam comentá-la para osdemais colegas.Compartilhando oralmente com os colegas O professor deverá solicitar que os alunos se organizem em umcírculo e que tenham os livros que escolheram à mão. O professor pedirá que cada um dos alunos comentem para a turmasobre o livro lido, pontuando critérios de escolha, aspectos interessantes daobra, de modo que a classe se informe a respeito das obras que estãodisponíveis para leitura na biblioteca, sala de leitura, ou acervo pessoal .Etapa – Construindo o diário do leitor O professor também poderá disponibilizar para a turma a construçãodo diário do leitor. Esse diário consiste em um pequeno caderno, onde cadacriança registrará: o título do livro lido, os personagens, construir umresumo, dentre outros aspectos que poderão ser acrescentados.Etapa – Propaganda do livro Nesse dia o professor poderá pedir que cada um dos alunos imagineser um vendedor de livros e apresente para a turma, através de umapropaganda o livro que leu. É importante que o professor anteriormentetrabalhe com o grupo o que seja propaganda.Etapa – O bilhete Ao final da leitura cada um dos alunos terá que apresentar um bilhetepara um amigo, sugerindo que o mesmo leia o livro, além de anunciar oporquê.
  14. 14. O professor poderá registrar o desempenho de seus alunos nessas atividades pela ficha a seguir, principalmente na atividade 1:Comportamento Sim Não Só quando leitor incentivado por parceirosApresentou a obrafalando do título?Apresentou a obrafalando do autor?Estabeleceurelação com outrasobras já lidas, domesmo autor?Referiu-se aogênero (seescolheu fábulas,porque gosta defábulas, porexemplo, oucrônica, ou contode fadas...)?Relacionou essailustração comoutros do mesmoautor ou dediferentes autores?Fez comentáriossobre o tipo deilustração e suarelação com otexto verbal(comentando, porexemplo, se ailustração auxilia acompreensãoapresentandoinformaçõescomplementares
  15. 15. ao texto verbal,entre outrosaspectos)?Apresentoumotivaçõespessoais para aescolha,relacionando comsua vivência, porexemplo?Realizouapreciações sobrea obra relativas aoconteúdo?Realizouapreciaçõesafetivas sobre aobra?Realizouapreciaçõesrelativas aosrecursosestilísticos eestéticos utilizadospelo autor?Leu um trecho deque tenha gostadomuito?Apresentoucomentárioscríticos sobre asposições do autorapresentadas notexto (se for ocaso), inda queimplicitamente?Recomendou aleitura aos colegas,explicando porquê?
  16. 16. 3ª etapa Criar um portfólio de registros das atividades executadas durante oprojeto.4ª etapa Encerramento com Chá literário com convite para visitação e doaçãode livros infantis.7. Bibliografia/Vídeos

×