As crianças, o brincar e o currículo

4.834 visualizações

Publicada em

1 comentário
2 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.834
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
171
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
81
Comentários
1
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

As crianças, o brincar e o currículo

  1. 1. AS CRIANÇAS, O BRINCAR E O CURRÍCULO NA EDUCAÇÃO INFANTIL<br />COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA: FRANCINETE MEDEIROS DE LIMA<br />
  2. 2. “Vambrincar?”<br />
  3. 3. Como as crianças brincam?<br /><ul><li>Olhando um móbile;
  4. 4. Imitando os fazeres dos adultos e das outras crianças;
  5. 5. Cantam e desenham histórias;
  6. 6. Leem e escutam histórias;
  7. 7. Cuidam dos filhinhos;
  8. 8. Jogam bola e fazem shows;
  9. 9. Montam torres e constroem casas.</li></li></ul><li> O discurso da modernidade construiu socialmente o conceito de infância a partir do binômio criança-brincadeira.<br /> Pode ser bastante arriscado, uma vez que, ao deslocar o conteúdo (brincar) do referente (criança), este se torna vazio de significado, podendo ser agregados a eles novos conceitos, como produtividade, eficácia, alfabetização, etc.<br />
  10. 10. A BRINCADEIRA E O CURRÍCULO DA EDUCAÇÃO INFANTIL<br /><ul><li>ATÉ OS ANOS DE 1950 (FridrichFroebel e Maria Montessori – As concepções de Educação Infantil estavam centradas no brincar.
  11. 11. A PARTIR DAS DÉCADAS DE 1960 e 1970 – Assumiu um caráter vinculado à preparação para a escola e ao desenvolvimento da inteligência.</li></li></ul><li><ul><li>MEADOS DOS ANOS DE 1980 – O debate entre culturalistas e conteudistas acabou gerando uma concepção de conhecimento como conteúdo. A ênfase da transmissão da cultura – sistematizada em disciplinas – foi tomando conta da educação infantil nos últimos 30 anos.</li></li></ul><li>O CURRÍCULO E O BRINCAR NA EDUCAÇÃO INFANTIL<br />Torna-se impossível pensar em um currículo que não surja do diálogo intercultural entre famílias, crianças e professores, sem que nenhuma destas partes seja esquecida ou tenha preponderância.<br /><ul><li>As crianças – contribuem trazendo suas experiências de vida
  12. 12. As famílias – trazem os contextos sociais, políticos, culturais e científicos.
  13. 13. Os professores – como responsáveis por organizar e conferir intencionalidade a prática educativa do cotidiano.</li></li></ul><li>A brincadeira é a forma específica de narrar das crianças pequenas. Por esse motivo, podemos resumir dizendo que brincar é a ação que lhe possibilita aprender e assim sociliazar, realizando a grande tarefa dos seres humanos em sua pequena infância.<br />
  14. 14. Fonte: Texto de Maria Carmen Silveira Barbosa<br /> Revista Pátio Educação Infantil – Abril/Junho 2011 Nº 27<br />

×