Estudo: Quem fala de política?

1.382 visualizações

Publicada em

Estadão, Folha de São Paulo, Revista Época, Correio Braziliense e Veja. Qual seria a linha editorial adotada por cada veículo? Qual é o veículo mais influente quando o assunto em pauta é a política nacional? Quais as capas mais polêmicas já apresentadas pela revista Veja quando o assunto é política?

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.382
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estudo: Quem fala de política?

  1. 1. Estudo QUEM FALA DE POLÍTICA?
  2. 2. Índice Introdução.......................................................................03 O Estado de S. Paulo......................................................04 Folha de S. Paulo...........................................................07 Correio Braziliense..........................................................10 Revista Época.................................................................12 Revista Veja....................................................................15 Aplicabilidade..................................................................18 Ficha Técnica do Estudo.................................................19 2
  3. 3. QUEM FALA DE POLÍTICA?Os influenciadoresSão inúmeros os meios de comunicação existentes no Brasil que disponibilizam conteúdos de editoria política. Algunsdestes veículos têm maior peso e influência na opinião pública e sociedade em geral, chegando a exercercaracterística até mesmo investigativa e delatora.Neste estudo serão avaliados os cinco principais veículos de comunicação com essas características atuantes no país.Serão traçados paralelos para verificar como eles se comunicam e publicam conteúdo quando o assunto é política,além de verificar qual a receptividade das pessoas, através das duas principais redes sociais do momento: Facebook eTwitterEstadão, Folha de São Paulo, Revista Época, Correio Braziliense e Veja. Qual seria a linha editorial adotada por cadaveículo? Qual é o veículo mais influente quando o assunto em pauta é a política nacional? Quais as capas maispolêmicas já apresentadas pela revista Veja quando o assunto é política? 3
  4. 4. Confira a seguir como esses veículos movimentaram e vêm movimentando as discussões no Brasil.O Estado de São PauloCom 135 anos de existência, o Estadão é, sem dúvidas, um dos veículos mais influentes do país. Surgiu com base emideais republicanos e foi o primeiro dos jornais a impulsionar a venda avulsa.Em época de ditadura, o jornal sofreu muitas repressões e várias edições foram apreendidas. Mas não precisamos irmuito longe para exemplificar um caso de censura: no ano passado o jornal foi impedido de noticiar qualquer fato sobrea Operação Boi Barrica, na qual Fernando Sarney está envolvido e é investigado por suspeita de fazer caixa dois paraa campanha de Roseana Sarney, em 2006.Abaixo, algumas capas do Estadão que causaram muita repercussão: Capa – Fevereiro de 1985 Capa – Novembro de 2009Estabelecendo um paralelo entre mídias online e mídias sociais, temos a seguir um gráfico que ilustra o volume denotícias entre os dias 17 e 21 deste mês de Dezembro sobre os principais temas que envolvem a política nacional: 4
  5. 5. Notícias sobre política no veículo O Estado de São Paulo – plataforma Clipping Express  Em um período de cinco dias, o jornal veiculou mais de 130 notícias sobre política.  Tivemos um pico de 76 notícias no dia 17 de dezembro, devido ao coquetel realizado no Itamaraty para comemorar a diplomação dos eleitos.Agora vejamos nas mídias sociais de que forma os internautas citam o Estadão e o que costumam comentar:  Percebemos que a maioria das interações envolvendo o Estadão possui teor positivo ou neutro. Os internautas elogiam o conteúdo apresentado ou falam de forma simplesmente informativa.O gráfico a seguir nos mostra em qual das duas mídias sociais, Twitter ou Facebook, o Estadão é mais citado: 5
  6. 6. Interações por palavra-chave Estadão – plataforma postX  Nas duas mídias, o que percebemos é a maior parte do conteúdo replicado diretamente da fonte, ou seja, pessoas apenas dando RT ou compartilhando os twits do próprio veículo.Nessa busca pela atenção dos leitores, no qual os concorrentes apresentam cada vez mais um conteúdo parecido,com objetivo justamente de seguir os modelos que já são de sucesso, o Estadão e a Folha de S. Paulo têm trabalhadode forma cada vez mais similar, apresentando inclusive as mesmas fotos de capa, como podemos conferir abaixo: 6
  7. 7. Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo e – Janeiro de 2009Folha de S. PauloA Folha de S. Paulo tem 89 anos de existência. Logo em seu início foi fechada por declarar apoio a Júlio Prestes ereabriu um ano depois sob nova direção e com nova roupagem. Na época, o jornal mostrava-se a favor da ditaduracausando muita polêmica e gerando violência em várias ocasiões.Entre feitos importantes, um dos mais recentes foi a denúncia dos pagamentos de 30 mil reais realizados pelotesoureiro do PT, Delúbio Soares, a deputados da base aliada. Finalmente foi desarmado o esquema do mensalão. Ajornalista responsável pela matéria foi contemplada com o prêmio Esso de Jornalismo de 2005.Confira algumas capas da Folha relacionadas com o esquema e outros assuntos: 7
  8. 8. Capa – Dezembro de 1968 Capa – Setembro de 2010Referente ao volume de notícias online temos os seguintes números:Notícias sobre política no veículo Folha de S. Paulo – plataforma Clipping Express  Em volume, a Folha possui mais matérias sobre política noticiadas que o Estadão.  O pico foi no dia 19 de Dezembro, quando a futura presidente Dilma Rousseff anunciou seu novo Ministro das Cidades, o Deputado Mário Negromonte. 8
  9. 9. Já nas mídias sociais, vejamos quais são os comentários voltados para a Folha:  Assim como acontecem com as interações relacionadas ao Estadão, as citações envolvendo a Folha de S. Paulo são em sua maior parte de conteúdos replicados ou elogios aos conteúdos.No gráfico a seguir podemos perceber se é no Twitter ou Facebook que o jornal mais aparece:Interações por palavra-chave Folha de S. Paulo – Plataforma postX 9
  10. 10.  O número de interações envolvendo a Folha, se comparado ao Estadão, é muito menor.  O pico de interações nas mídias sociais coincide com o pico das mídias online, confirmando o interesse do internauta em se informar sobre a política nacional.Correio BrazilienseJovem em relação aos concorrentes, o Correio tem apenas 50 anos de idade e foi fundado por Assis Chateaubriand,depois de um desafio lançado por Juscelino Kubitschek que provocou o conglomerado de Diários Associados a criarum jornal da nova capital federal.Assim como a Folha, o Correio Braziliense também se mostrou a favor da ditadura, pois na ocasião do Golpe deEstado em 1964, publicou a seguinte nota:“Milhares de pessoas compareceram, ontem, às solenidades que marcaram a posse do Marechal Humberto CasteloBranco na Presidência da República. O ato de posse do presidente Castelo Branco revestiu-se do mais alto sentidodemocrático, tal o apoio que obteve.” Correio Braziliense, 16 de abril de 1964.Acompanhe algumas capas do jornal:Capa – abril de 1960 Capa – Maio de 2010Em seu formato online, vejamos qual o volume de matérias noticiadas: 10
  11. 11. Notícias sobre política no veículo Correio Braziliense – plataforma Clipping Express  Com um volume menor do que os anteriores, o Correio aparece com pouco mais de 90 notícias sobre política no período estudado.  O pico de notícias foi no dia 17 de Dezembro, devido a uma declaração que o atual presidente Lula deu dizendo que não concordava com o fato de ex-presidentes ocuparem a secretaria geral da ONU.A seguir, os exemplos de citações do Correio nas mídias sociais:  Constatamos aqui comentários de tonalidade neutra sobre conteúdos publicados pelo Jornal, maioria entre as interações dos internautas que apenas replicam as notícias veiculadas pelo Correio Braziliense. 11
  12. 12. E em seguida temos o gráfico que nos mostra em qual mídia o veículo é mais citado, entre as duas principais redes:Facebook e Twitter.Interações por palavra-chave Correio Braziliense – plataforma postX  O veículo revela número menor de interações do que a Folha e o Estadão, porém a situação se repete: o Twitter está à frente do Facebook nas citações.Revista ÉpocaCriada pela Editora Globo em 1998, a revista é hoje um dos veículos mais importantes do país e com forte poder deinfluência no cenário nacional. Baseia seu estilo na revista alemã Focus, que valoriza muito o senso estético e padrõesde layout.Um dos maiores escândalos que a revista publicou foi na quebra de sigilo bancário do caseiro Francenildo SantosCosta, que acabou culminando na queda de Antonio Palocci.As capas da Época sempre chamam a atenção e costumam ser irreverentes. Vejamos algumas: 12
  13. 13. Capa – Maio de 2010 Capa – Novembro de 2010 Capa – Dezembro de 2010O número de notícias no meio online surpreende, conforme mostra o gráfico abaixo:Notícias sobre política no veículo Época – plataforma Clipping Express  Com periodicidade semanal, a revista Época apresentou no período estudado 24 notícias sobre política. Bastante expressivo esse número revela o forte posicionamento do veículo com editoral de política se apresentando como principal foco de abordagem da revista.Nas mídias sociais as interações mostram o seguinte: 13
  14. 14.  Os usuários como acontece com os outros veículos, replicam as notícias veiculadas nas mídias online e também elogiam e recomendam vários conteúdos a outros internautas.No gráfico, mais uma vez o Twitter à frente em volume de citações:Interações por palavra-chave Época – plataforma postX  O volume de interações trazido pelo Facebook é o segundo maior, se comparado a todos os outros veículos anteriormente citados.  O pico do dia 19 refere-se a uma notícia que foi bastante comentada sobre a diplomação dos candidatos eleitos em 2010.Por fim, falaremos aqui da revista com maior circulação em território brasileiro. 14
  15. 15. Revista VejaPublicada semanalmente pela Editora Abril, é a revista com a maior tiragem do Brasil: são mais de um milhão deexemplares vendidos semanalmente. Com 12 anos de existência, a Veja assume um papel investigativo e costumatrazer vários escândalos à tona.Ao longo de sua jornada, noticiou diversos fatos que marcaram a história nacional. Em 1992 a revista publicou umaentrevista exclusiva com Pedro Collor de Mello, irmão de Fernando Collor, que na ocasião relatou vários casos dedesvio de dinheiro público. Essa entrevista foi a responsável por várias outras denúncias que acabaram por provocar oImpeachment do ex-presidente Fernando Collor.Em 2005 a revista também teve papel importantíssimo para a eclosão do caso Mensalão, quando divulgou umatranscrição de um vídeo que mostrava o então funcionário dos Correios, Maurício Marinho, explicando a doisempresários como funcionaria um esquema de pagamentos de propina para fraudar licitações.Confira a seguir algumas capas famosas da revista na área política, que é seu forte:Capa - Maio de 1992 Capa – Dezembro de 1992 15
  16. 16. Capa – Janeiro 2003 Capa – Maio de 2005 Capa – Outubro de 2010Pelas capas expostas acima se percebe o quão polêmica é a proposta da revista. Trata de assuntos políticos comonenhuma outra e sempre coloca pressão, expondo fortemente sua opinião nas matérias, que sempre acaba causandocontrovérsias.Abaixo temos em números qual o volume de matérias publicadas sobre política no monitorado para o estudo. 16
  17. 17. Notícias sobre política no veículo Veja – plataforma Clipping Express  Com 108 notícias, temos um volume muito maior se a compararmos com a revista Época. As publicações, em sua maioria, têm cunho político, seguido de economia e comportamento.  O pico de notícias ocorreu no dia 17 de Dezembro devido à Diplomação da futura presidente, Dilma Rousseff.A Veja está no topo das revistas mais vendidas no país como podemos ver na lista abaixo: 1º Veja 2º Época 3º Isto É 4º Caras 5º Viva Mais 6º Ana Maria 7º Contigo 8º Tititi 9º Minha novela 10º Malu 17
  18. 18. Por semana, a revista vende 1.098.000 exemplares, mais de 500.000 exemplares a mais do que a segunda colocada,a Revista Época.Apesar de sua popularidade, a Revista é alvo de muitas críticas, justamente por assumir uma postura declaradamentepartidarista e bastante ofensiva, gerando uma discussão sobre o papel da imprensa em informar o cidadão de maneiraisenta e imparcial.Politicando no ciberespaçoOs cinco veículos apresentados neste estudo têm muita influência no cenário político brasileiro, cada qual com suascaracterísticas, linguagem e forma de interagir com o público.Os veículos impressos, embora pareçam representar maior credibilidade frente à população, estão cada vez maisexpandindo suas ações e se rendendo ao meio online. O jornalismo eletrônico, justamente por adaptar-se a linguagemutilizada no ambiente web, promete democratizar a informação, tornando o conteúdo disponibilizado anteriormenteapenas para assinantes pagantes, acessível para um público cada vez maior e diversificado.No campo da política, já conseguimos observar essa mudança de paradigma. Conforme observado neste estudo,muitos usuários já replicam as informações dos twitters dos grandes veículos.Nesse processo, o veículo que mais contribui para o debate sobre política no ambiente web é a Folha de S. Paulo, quejá difunde o conteúdo com informações cada vez mais curtas e em volume bastante expressivo. De qualquer forma, osoutros veículos já apresentam uma postura atenta a esse novo perfil e devem exercer um papel importante nesseprocesso de democratização da informação.Aplicabilidade do estudoIdentificar quais os concorrentes e quais as formas de atuação de cada um, bem como avaliar sua repercussão juntoaos veículos de comunicação deve ser um diferencial de atuação na luta constante de sobrevivência no mercado. Vistoque a opinião pública é formada a partir da relevância de cada uma dessas notícias publicadas principalmente pelosgrandes veículos, estar atento a sua repercussão pode redefinir quem são ou não as marcas de sucesso.Através da qualificação e quantificação das informações obtidas a partir das redes sociais é possível traçar ações demaneira efetiva e alcançar resultados mais rapidamente. Ter acesso ao que o consumidor diz de maneira espontânea enão através de pesquisas que muitas vezes acabam induzindo posicionamentos aproxima a empresa de seu público epermite uma abordagem cada vez mais personalizada, atendendo o consumidor exatamente como ele espera seratendido: como se fosse único. 18
  19. 19. Comentários sobre a plataforma postXAtravés do monitoramento das mídias sociais foi possível verificar neste estudo o quanto os internautas replicam osconteúdos postados por qualquer um dos veículos analisados. Também foi possível qualificar e quantificar estasinterações, identificando se o resultado era favorável ou prejudicial ao veículo.Comentários sobre a plataforma Clipping ExpressA plataforma Clipping Express permitiu a avaliação com relação ao volume de notícias publicadas na versão online dosveículos analisados. Para tal, foram cadastradas as palavras-chave Estadão, Folha de S. Paulo, Época, Veja, CorreioBraziliense dentro de um perfil de política, trazendo apenas as interações relacionadas ao tema em questão.Método de pesquisaAs mídias sociais representam uma área movimentada para qualquer debate, principalmente na área política. Paraanalisar o buzz gerado pelo internauta, realizamos um monitoramento de 5 dias nas mídias sociais envolvendo aspalavras-chave de referência. Utilizando a plataforma postX como ferramenta de rastreamento, conseguimos umacobertura do Twitter e Facebook.As mídias online foram utilizadas para mensurar a representatividade do tema estudado perante mais de 4000 veículosde comunicação monitorados, através da plataforma Clipping Express. A plataforma permitiu embasar o conteúdoapresentado como cenário atual sobre o tema e mensurar seu reflexo quantitativo nas mídias online por palavra-chavee por região.Os dados coletados para este estudo de apresentação são quantitativos e qualitativos, revelando em números o quantoa palavra-chave teve repercussão nas mídias sociais e mídias online.Ficha Técnica do Estudo:postXPeríodo monitorado: 17/12/2010 a 21/12/2010Total de interações: 2128 19
  20. 20. Palavras-chave:Estadão:910Folha de S. Paulo: 923Época:242Correio Braziliense:53Clipping ExpressPeríodo monitorado: 17/12/2010 a 21/12/2010Total de notícias sobre política: 544Palavras-chave:Estadão: 139Folha de S. Paulo: 180Época: 24Veja: 108Correio Braziliense:93 20
  21. 21. Esse estudo foi desenvolvido pela MITI Inteligência.Acesse nosso site: HTTP://miti.com.brSiga-nos no Twitter: HTTP://twitter.com/fontemiti 21

×