<ul><li>A iguana na rocha </li></ul><ul><li>Vai vendo o tempo a passar </li></ul><ul><li>Sabendo que o sol a pique </li></...
O andar desajeitado  Deste urso grandalhao  Não esconde a força que tem Quando em alguém poe a mao
Dona orca como passa Quer vir comigo á boleia De uma onda que nos trago  Noticias da maré cheia
É rainha das alturas Com o céu colado ás asas E por ser livre não pode viver fechda nas casas.
É a mulher do cavalo  E tem potros para criar  Galopa alegre nos campos Com um sonoro relinchar.
A tinta que ás vezes deita  Não é tinta de escrever Se tem inimigo á espreita Com ela se quer defender.
Tem a carapaça dura  Este simpatico tatu Como um pequeno gladiador Que podemos tratar por tu.
Ninguem tem do da doninha Pois dizem que cheira mal.  Mas o odoe e a defesa Dontro do mundo animal.
O uivo na noite escura E do lobo ao pe  da cria Com medo do caçador Que um rumor anuncia.
Com tamanha macaquice Deixa o macaco a ilusao  De que as vezes ate gosta Que o achem de imitaçao.
Estranha mania do cuco  De por ovos noutro ninho  Dando os filhos de presente  A um pássaro vizinho.
Há quem diga que as hastes De que se orgulha com razão  Ate podiam ser antenas  Para ver melhor televisão.
Se não há gato por perto Sataz o seu desejo Vai a despensa lampeiro Comer um naco de queijo.
Com a mudança da estaçao Chega de longe a narceja, Que e uma ave de arribaçao Esteja ela onde esteja.
Quando ele canta desperta A  manha adormecida  A galinha acorda os pintos  E la vai a sua vida.
Quando ela bate as asas Borboleta de mil cores  Ate a brisa se enfeita Com grinaldas de flores.
Oea aponte aqui no mapa.  Caro amigo  jacare,  Essas aguas onde mora Para eu não por la o pe.
Que grandes bigodes tem A dona foca com zelo  A beber agua fresquinha Com duas pedras de gelo
Faz da pedra o seu poiso Juntodumcharco ao luar O sapo que esta noite Não tem ras paea namorar.
Sera pretoemfundo branco , Sera branco em fundo preto Mas a resposta de zebra E que ningguem sabe aocerto
Mesmo cumprindo a dieta O peso e que  nunca reduz  La vai o hipopotamo Na agua a fazerccatrapuz.
Por favor não leve a serio O que dizem certas vozes Voce e primo da gralha E chama-se quebra-nozes.
Esta boca que eu tenho E uma boca de xarroco Que por ser tao funda e escura Não se contenta com pouco
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Quadras de animais

4.751 visualizações

Publicada em

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Quadras de animais

  1. 2. <ul><li>A iguana na rocha </li></ul><ul><li>Vai vendo o tempo a passar </li></ul><ul><li>Sabendo que o sol a pique </li></ul><ul><li>Nunca a há-de bronzear. </li></ul>
  2. 3. O andar desajeitado Deste urso grandalhao Não esconde a força que tem Quando em alguém poe a mao
  3. 4. Dona orca como passa Quer vir comigo á boleia De uma onda que nos trago Noticias da maré cheia
  4. 5. É rainha das alturas Com o céu colado ás asas E por ser livre não pode viver fechda nas casas.
  5. 6. É a mulher do cavalo E tem potros para criar Galopa alegre nos campos Com um sonoro relinchar.
  6. 7. A tinta que ás vezes deita Não é tinta de escrever Se tem inimigo á espreita Com ela se quer defender.
  7. 8. Tem a carapaça dura Este simpatico tatu Como um pequeno gladiador Que podemos tratar por tu.
  8. 9. Ninguem tem do da doninha Pois dizem que cheira mal. Mas o odoe e a defesa Dontro do mundo animal.
  9. 10. O uivo na noite escura E do lobo ao pe da cria Com medo do caçador Que um rumor anuncia.
  10. 11. Com tamanha macaquice Deixa o macaco a ilusao De que as vezes ate gosta Que o achem de imitaçao.
  11. 12. Estranha mania do cuco De por ovos noutro ninho Dando os filhos de presente A um pássaro vizinho.
  12. 13. Há quem diga que as hastes De que se orgulha com razão Ate podiam ser antenas Para ver melhor televisão.
  13. 14. Se não há gato por perto Sataz o seu desejo Vai a despensa lampeiro Comer um naco de queijo.
  14. 15. Com a mudança da estaçao Chega de longe a narceja, Que e uma ave de arribaçao Esteja ela onde esteja.
  15. 16. Quando ele canta desperta A manha adormecida A galinha acorda os pintos E la vai a sua vida.
  16. 17. Quando ela bate as asas Borboleta de mil cores Ate a brisa se enfeita Com grinaldas de flores.
  17. 18. Oea aponte aqui no mapa. Caro amigo jacare, Essas aguas onde mora Para eu não por la o pe.
  18. 19. Que grandes bigodes tem A dona foca com zelo A beber agua fresquinha Com duas pedras de gelo
  19. 20. Faz da pedra o seu poiso Juntodumcharco ao luar O sapo que esta noite Não tem ras paea namorar.
  20. 21. Sera pretoemfundo branco , Sera branco em fundo preto Mas a resposta de zebra E que ningguem sabe aocerto
  21. 22. Mesmo cumprindo a dieta O peso e que nunca reduz La vai o hipopotamo Na agua a fazerccatrapuz.
  22. 23. Por favor não leve a serio O que dizem certas vozes Voce e primo da gralha E chama-se quebra-nozes.
  23. 24. Esta boca que eu tenho E uma boca de xarroco Que por ser tao funda e escura Não se contenta com pouco

×