Livros 
Ed design 
A Ed Design nasceu em 2001. Experiência no 
desenvolvimento de projetos de design editorial e 
publicid...
Livros 
Vale Carajás
Livros 
João Rosa
Livros 
Festas de Minas
Livros 
Mercado Central
Livros 
Trens de Minas
Livros 
Marcus Nascimento 
Carlos Eduardo Costa 
Guia UAI 
Biografia José Costa Aggeo Simões 
Raquel Romano 
Rodolfo Magal...
Revistas 
PUC Minas Cimentos Liz PUC Minas New Holland
Revistas 
Sesi Cigré-Brasil Pitágoras Unimed CSN
Relatórios 
Cimentos Liz
Relatórios 
Vale VSE
Relatórios 
Grupo Vallourec 
V&M do BRASIL 
Relatório de 
Sustentabilidade 
2011 
19 
Relatório de Sustentabilidade 2011 •...
Livros 
Contato: 
flavia.editorial@gmail.com 
31 9137.8803
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Portifolio ed2

199 visualizações

Publicada em

A ed design está desde 2000 fazendo projetos editoriais.

Publicada em: Design
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
199
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Portifolio ed2

  1. 1. Livros Ed design A Ed Design nasceu em 2001. Experiência no desenvolvimento de projetos de design editorial e publicidade, com olhar diferenciado para a comunicação de produtos e serviços das empresas. Flávia Guimarães Diretora de Criação e Arte
  2. 2. Livros Vale Carajás
  3. 3. Livros João Rosa
  4. 4. Livros Festas de Minas
  5. 5. Livros Mercado Central
  6. 6. Livros Trens de Minas
  7. 7. Livros Marcus Nascimento Carlos Eduardo Costa Guia UAI Biografia José Costa Aggeo Simões Raquel Romano Rodolfo Magalhães
  8. 8. Revistas PUC Minas Cimentos Liz PUC Minas New Holland
  9. 9. Revistas Sesi Cigré-Brasil Pitágoras Unimed CSN
  10. 10. Relatórios Cimentos Liz
  11. 11. Relatórios Vale VSE
  12. 12. Relatórios Grupo Vallourec V&M do BRASIL Relatório de Sustentabilidade 2011 19 Relatório de Sustentabilidade 2011 • V & M do BRASIL • As empresas V & M do BRASIL Quem As empresas somos V & M do BRASIL A V & M do BRASIL (VMB) é líder, no país, na produção de tubos de aço sem costura, fabricados a partir de matéria-prima e energia fornecidas pelas subsidiárias V & M MINERAÇÃO (VMMN) e V & M FLORESTAL (VMFL). Integramos o grupo francês Vallourec, presente em mais de 20 países e com capacidade de produção instalada de três milhões de toneladas de tubos por ano. 2.1, 2.2, 2.3, 2.4, 2.5, 2.6, 2.9 AAAsss eeemmmppprrreeesssaaasss VVV &&& MMM dddooo BBBRRRAAASSSIIILLL Yara Tupynambá • Cena I - A chegada e o descarregamento do carvão que irá alimentar os fornos (detalhe) • Carvão e sanguínea sobre papel especial prensado de passepartourt Bodas de safi ra O ano de 2011 marcou os 45 anos de história e conquistas da Fundação Sidertube. Criada em 1966, como entidade fi lantrópica de prestação de benefícios e assistência recreativa aos empregados e familiares da então Companhia Siderúrgica Mannesmann, a Fundação tem mais de 26 mil benefi ciários, entre empregados, estagiários, dependentes e aposentados. Além de manter uma série de programas nas áreas social, cultural, de promoção da saúde, lazer e esportes, ela administra os planos médico e odontológico, contratados junto a operadoras de plano de saúde, o serviço de alimentação industrial da Lavor, gerencia o seguro de vida, ações de treinamento e desenvolvimento de pessoas. Além disso, conduz a restauração do antigo Cine Brasil, hoje V & M BRASIL Centro de Cultura, em Belo Horizonte, em parceria com a VMB, via Lei Federal de Incentivo à Cultura. 68 69 Relatório de Sustentabilidade 2011 • V & M do BRASIL • Mercado Relatório de Sustentabilidade 2011 • V & M do BRASIL • Mercado EN27, PR1 Por que inovar? Inovar para garantir a sustentabilidade do negócio, por meio da oferta ao cliente de soluções, assegurando o aumento de nossa competitividade. Em 2011, demos um importante passo para alcançar esse objetivo: assinamos o contrato de construção do Vallourec Research Rio de Janeiro (VRRJ), que integrará o Parque Tecnológico da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), na Ilha do Fundão, junto com outras organizações nacionais e internacionais. O VRRJ será um centro de pesquisas relevante sobre o pré-sal e de capacitação acadêmica e profissional. A previsão é iniciar as operações no segundo semestre de 2012. Com investimentos anuais que podem chegar a R$ 3 milhões, o centro estabelecerá um diálogo com a comunidade científica nacional, além de desenvolver estudos não só de tubos para petróleo e energia, mas também para fins estruturais, indústria automobilística, robótica e tecnologia ambiental. A presença da VMB representa ainda maior proximidade do cliente e da cadeia produtiva. A expectativa é de que o Parque Tecnológico, quando estiver em plena operação, prevista para o final de 2014, torne-se o maior complexo de pesquisas do mundo voltado para o setor petrolífero. Esses esforços na criação de tecnologia são fundamentais, pois nunca se explorou petróleo como será feito na camada do pré-sal, com condições adversas, como alta pressão de CO2, por exemplo, que demandam estudos sobre o comportamento das estruturas tubulares em relação a corrosões, à segurança, ao aquecimento, entre outros. As raras soluções que existem no mercado hoje são de alto custo, importadas e pouco disponíveis. Durante o ano, os projetos em andamento no Vallourec Research Belo Horizonte prosseguiram. Um dos destaques foi uma tese de doutorado, que permitiu identificar oportunidades de economia de energia elétrica na Usina e traçar um planejamento de longo prazo para melhor aproveitamento. Exemplos de projetos em andamento • Aumento da produtividade da madeira e melhor aproveitamento do carvão, o que contribui para a redução da emissão de gases na carbonização, possibilitando obtenção de créditos de carbono, por meio de projetos de MDL. • A plicação de chip eletrônico de identificação nos tubos da indústria de petróleo e gás, para futuro acompanhamento da vida útil e destinação final, em fase de protótipo. • Tubos de alto níquel para uso em baixas temperaturas, em fase final de testes. Por ter uma atuação sustentável, a V & M do BRASIL leva em consideração o desenvolvimento econômico e social que o Projeto Pré-Sal trará para o Brasil, uma vez que a extração do recurso energético em território nacional vai evitar a importação e gerar emprego e formação para a população. Do ponto de vista ambiental, além da redução do número de abertura de pequenos poços espalhados pelo país, o avanço tecnológico permitirá que o impacto seja atenuado, na medida em que a atividade realizada prevê, por exemplo, a reinjeção de CO2 que, em vez de ser liberado na atmosfera e contribuir com o efeito estufa, retornará para a camada do pré-sal. 71 Relatório de Sustentabilidade 2011 • V & M do BRASIL • Meio Ambiente Como agimos Em que investimos Gastos Ambientais (R$) tipo VMB VMMN VMFL 2011 2010 2009 2011 2010 2009 2011 2010 2009 Disposição, 10.964.633 3.780.478 5.009.461,76 2.161.908 713.344 1.455.445,93 838.084 38.072 143.694 tratamento, mitigação Prevenção e 4.335.153 1.870.086 1.336.841,15 1.074.943 2.244.641 838.660,93 6.932.170 5.220.558 4.732.635 gestão ambiental Total 15.299.786 5.650.564 6.346.302,91 3.236.851 2.957.985 2.294.106,86 7.770.254 5.258.630 4.876.329 EN30 nossas bases para o desenvolvimento sustentável Brigitte Blaha • A Borboleta e o Mamão (detalhe) • Óleo sobre tela O compromisso com o uso racional dos recursos e com a preservação do meio ambiente está presente no dia a dia das empresas V & M do BRASIL e abrange desde os princípios que guiam nossos negócios até as ações da rotina operacional, além de representar nossa responsabilidade em relação ao futuro. Entre os dez desafi os listados em 2010, quatro referem-se diretamente a questões ambientais, que continuaram recebendo a devida atenção em 2011. Novos projetos para créditos de carbono colaboram para a redução das emissões de gases de efeito estufa (GEE) nas atividades do Grupo no Brasil; o desenvolvimento da gestão de resíduos e coprodutos promete avanços nessa área; e mantivemos as ações de gestão e preservação ambiental e uso racional da água. Em 2011, as empresas V & M do BRASIL investiram R$ 26,3 milhões em cuidados, gestão e prevenção ambiental. Mudança do clima Resíduos e coprodutos Preservação ambiental Uso racional da água MMMeeeiiiooo Meio AAAmmmbbbiiieeennnttteee Ambiente Nosso presente e nosso futuro
  13. 13. Livros Contato: flavia.editorial@gmail.com 31 9137.8803

×