







Planejar (Ou Plan) – É a primeira atividade do processo. Nesta etapa o
administrador irá definir um objetivo (...




Motivação
Todas as habilidades só estarão alinhadas se houver a motivação
necessária por parte do profissional para ...













Vantagens:

Suas mensagens podem ser escritas, editadas e armazenadas rapidamente;
Elas podem ser t...


Vantagens



Não há espera para o envio das mensagens;
Não há caixa postal lotada e nem a incerteza do recebimento da ...
As Intranets são redes privadas, internas e que
funcionam da mesma forma que a
internet, mas cujo acesso é limitado às pes...
É uma extensão dos sistemas de intranet e
extranet. Ela permite que os colaboradores de
uma empresa realizem reuniões com ...
Equipes de solução de problemas: se reúnem durante algumas horas por
semana com o intuito de discutir formas de melhorar a...












LAN (Local Area Network) – é uma rede de computador utilizada na
interconexão de computadores, equipamen...






Simplex – Comunicação viaja de uma forma
unidirecional (Como uma rua de uma única mão).
Exemplos: Rádio, TV e Cód...








Unicast - Comunicação na qual um quadro é enviado de um host e endereçado a um
destino específico. Na transmis...


















1 - Dados pessoais
O início do currículo deve apresentar o profissional, com nome completo, ida...




Dinâmica de grupo é uma ferramenta de estudo de grupos e também um termo
geral para processos de grupo. Em psicologi...
Uso de Informatica nas Organizações
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Uso de Informatica nas Organizações

347 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
347
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Uso de Informatica nas Organizações

  1. 1.     Planejar (Ou Plan) – É a primeira atividade do processo. Nesta etapa o administrador irá definir um objetivo (ou um conjunto deles), avaliar as alternativas para realizá-lo e escolher um plano de ação. O planejamento deve ser algo constante nas organizações, pois com o planejamento os administradores diminuem a incerteza na tomada de decisão, pois eles antecipam possíveis cenários e como agir em cada um deles. Organizar ( Ou Do) – É estruturar os recursos da organização a fim de alcançar os objetivos propostos. Por isso, o processo de organizar exige racionalização do trabalho objetivando minimizar desperdícios e otimizar a produtividade para alcançar os melhores resultados. Direção (Ou Check) – Liderar é a função mais difícil de definir, devido a sua complexidade e variedade de conceitos. Em poucas palavras, liderar é usar das habilidades técnicas, conceituais e principalmente humanas, para construir, junto às pessoas, o resultado esperado. Controle (Ou Act) – Controlar é saber se o que foi planejado e organizado está dando os resultados esperados, é medir o sucesso ou insucesso de todo o processo administrativo. O controle é fundamental para garantir a eficiência e eficácia da Administração.
  2. 2.   Motivação Todas as habilidades só estarão alinhadas se houver a motivação necessária por parte do profissional para a execução de suas atividades e responsabilidades. A motivação é o resultado da interação do indivíduo com a situação. Então, motivação é o processo responsável pela intensidade, direção e persistência dos esforços do indivíduo para o alcance de uma determinada meta. Comunicação Cada empresa possui a sua forma própria de comunicar-se com seus clientes internos e externos. A comunicação interna de uma empresa pode se dar em pequenos grupos ou podem incluir centenas de pessoas. Tudo depende do tamanho da organização e de como ela está organizada em seus diversos níveis hierárquicos.
  3. 3.           Vantagens: Suas mensagens podem ser escritas, editadas e armazenadas rapidamente; Elas podem ser transmitidas para um receptor apenas ou para milhares, com um simples toque no mouse; Elas podem ser lidas por inteiro, de acordo com a conveniência do receptor; O custo da transmissão de um e-mail para diversos colaboradores é apenas uma fração do necessário para imprimir, reproduzir e distribuir uma carta ou material impresso. Desvantagens: Ele pode ser utilizado como uma distração do trabalho sério; Ausência de conteúdo emocional; Ele tende a ser frio e impessoal (por este motivo não é o canal adequado pra transmitir notícias como demissões, fechamento de unidades ou outras mensagens que podem provocar reações emocionais e que exigem empatia e apoio social); Pode gerar conflitos no sentido que muitas pessoas parecem sentir-se à vontade para escrever para outra pessoa certas coisas que jamais teria coragem de dizer pessoalmente.
  4. 4.  Vantagens  Não há espera para o envio das mensagens; Não há caixa postal lotada e nem a incerteza do recebimento da mesma; Meio eficiente de monitorar a presença física de seus funcionários diante dos terminais; É ideal para uma mensagem curta.  Desvantagens        Alguns consideram esta ferramenta intrusiva e que desvia a atenção do trabalho; A presença constante de mensagens na tela distrai a atenção e dificulta a concentração dos colaboradores no trabalho; Os gestores também se encontram preocupados com o uso de mensagens instantâneas pelos colaboradores para bater papo com os amigos e colegas sobre assuntos pessoais; Como são mensagens vulneráveis, existe também uma preocupação com a segurança.
  5. 5. As Intranets são redes privadas, internas e que funcionam da mesma forma que a internet, mas cujo acesso é limitado às pessoas da organização. Uma das últimas novidades nas intranets é o uso do acesso de alta velocidade sem fio em chamadas telefônicas dentro da organização As organizações também já criaram extranets para conectar o pessoal da organização com os principais fornecedores, clientes e parceiros estratégicos.
  6. 6. É uma extensão dos sistemas de intranet e extranet. Ela permite que os colaboradores de uma empresa realizem reuniões com pessoas em lugares diferentes. A imagem e o áudio possibilitam que as pessoas se vejam, se ouçam e conversem entre si. A tecnologia de videoconferência, na realidade, permite que as pessoas conduzam reuniões interativas sem a necessidade de estarem todas no mesmo espaço físico.
  7. 7. Equipes de solução de problemas: se reúnem durante algumas horas por semana com o intuito de discutir formas de melhorar a qualidade, a eficiência e o ambiente de trabalho.  Equipes de trabalho auto-gerenciadas: são grupos de colaboradores que realizam trabalhos muito relacionados ou interdependentes e assumem muitas responsabilidades que antes eram de seus supervisores.  Equipes multifuncionais: formadas por colaboradores do mesmo nível hierárquico, mas de diferentes setores da empresa, que se juntam para cumprir uma tarefa.  Equipes virtuais: usam a tecnologia para reunir seus membros, fisicamente dispersos, e permitir que eles atinjam um objetivo comum. Essas equipes precisam de todo um apoio da informática para que seu trabalho flua rapidamente e que gerenciem projetos e etapas com sucesso, tanto para o próprio departamento de TI como para toda a empresa. 
  8. 8.       LAN (Local Area Network) – é uma rede de computador utilizada na interconexão de computadores, equipamentos processadores com a finalidade de troca de dados. MAN (Metropolitan Area Network) – interligam vários LAN geograficamente próximos (no máximo, a algumas dezenas de quilômetros) com débitos importantes. WAN (Wide Area Network) – é uma rede de computadores que abrange uma grande área geográfica, com freqüência um país ou continente. PAN (Personal Area Network) – é uma rede doméstica que liga recursos diversos ao longo de uma residência. Através da tecnologia Bluetooth obtém-se uma PAN. WLAN (Wireless Local Area Network) – é uma rede local que usa ondas de rádio para fazer uma conexão Internet ou entre uma rede, ao contrário da rede fixa ADSL ou conexão - TV, que geralmente usa cabos. WMAN – é uma rede sem fio que tem um alcance de dezenas de quilômetros.
  9. 9.    Simplex – Comunicação viaja de uma forma unidirecional (Como uma rua de uma única mão). Exemplos: Rádio, TV e Código Morse. Half Duplex – O fluxo de dados funciona nos dois sentidos porém não simultaneamente. A troca de informação entre as duas estações é chamada de turn-around. Exemplos: Walkie Talkie e Nextel. Full Duplex – Os dados navegam em ambos os sentidos simultaneamente. Possui duas linhas de transmissão Simplex funcionando ao mesmo tempo. Dessa forma não há perda de tempo como no Half Duplex. Exemplos – Telefone, Protocolo TCP e PCI Express.
  10. 10.     Unicast - Comunicação na qual um quadro é enviado de um host e endereçado a um destino específico. Na transmissão unicast, há apenas um remetente e um receptor. A transmissão unicast é a forma predominante de transmissão em redes locais e na Internet. Entre os exemplos de protocolos que usam transmissões unicast estão HTTP, SMTP, FTP e Telnet. Multicast - Comunicação na qual um quadro é enviado para um grupo específico de dispositivos ou clientes. Os clientes da transmissão multicast devem ser membros de um grupo multicast lógico para receber as informações. Um exemplo de transmissão multicast é a transmissão de vídeo e de voz associada a uma reunião de negócios colaborativa, com base em rede. Broadcast - Comunicação na qual um quadro é enviado de um endereço para todos os outros endereços. Nesse caso, há apenas um remetente, mas as informações são enviadas para todos os receptores conectados. A transmissão de broadcast é essencial durante o envio da mesma mensagem para todos os dispositivos na rede local. Um exemplo de transmissão de broadcast é a consulta de resolução de endereço que o protocolo de resolução de endereços (ARP, Address Resolution Protocol) envia para todos os computadores em uma rede local. Anycast - Meio de transmissão no qual é enviada a informação de um remetente a um destinatário como no Unicast. Porém a diferença é que o destinatário encaminha a informação para o computador “mais próximo” na rede.
  11. 11.          1 - Dados pessoais O início do currículo deve apresentar o profissional, com nome completo, idade, estado civil, endereço, cidade, região, telefone (celular, residencial ou para recados) e e-mail. Não é preciso informar o CEP. 2 - Objetivo Neste tópico, os profissionais precisam escrever de forma direta para que a empresa veja qual é a posição de interesse. Os candidatos não devem colocar diversos objetivos juntos. 3 - Resumo de qualificações É importante que os candidatos aproveitem esse espaço para colocar informações positivas sobre sua carreira. O objetivo é chamar atenção para que o recrutador leia o currículo até o final. Nesse item, o profissional deve pensar quais habilidades, conhecimentos e experiências que ele possui seriam positivos para a posição e companhia. A partir dessa resposta, é possível selecionar o que será colocado no resumo. 4 - Formação acadêmica O candidato deve colocar o último grau de escolaridade que possui, ou seja, quem não tem nível superior deve citar o nível médio, e assim por diante. Profissionais com MBA, pós-graduação ou curso técnico devem mencioná-los. A descrição deve ter o nome da instituição, curso e ano ou previsão de término. 5 - Experiência profissional As informações precisam estar em ordem decrescente, da experiência mais recente para a mais antiga. A descrição deve conter nome da empresa, cargo, mês e ano de entrada e saída e atribuições. O candidato precisa colocar as atribuições e responsabilidades que tinha na empresa. Ele também pode relacionar as atividades com os resultados obtidos e ainda destacar as promoções. 6 - Cursos complementares Cursos extracurriculares ou de curta duração e workshops podem ser informados. É importante mencionar o nome da instituição, mês e ano de início e término e carga horária. 7 - Idiomas O candidato precisar ser honesto e indicar seu real conhecimento no idioma, já que o recrutador poderá testá-lo durante a entrevista. A fluência pode ser categorizada como: básico, intermediário, avançado e fluente. Caso o profissional não tenha conhecimento, não é necessário informar. 8 - Informática O profissional pode informar seus conhecimentos em cada programa e categorizá-los. Para quem fez curso na área vale colocar, seguindo o padrão utilizado nos cursos complementares. 9 - Outras informações Neste campo, o candidato pode informar experiências internacionais e trabalhos voluntários. Atividades feitas fora do horário de trabalho podem ser citadas, desde que tenham relação com o emprego ou destaquem as qualidades do profissional.
  12. 12.   Dinâmica de grupo é uma ferramenta de estudo de grupos e também um termo geral para processos de grupo. Em psicologia e sociologia, um grupo são duas ou mais pessoas que estão mutuamente conectadas por relacionamentos sociais.1 Por interagir e influenciarem-se mutuamente, grupos desenvolvem vários processos dinâmicos que os separam de um conjunto aleatório de indivíduos. Estes processos incluem normas, papéis sociais, relações, desenvolvimento, necessidade de pertencer, influência social e efeitos sobre o comportamento. O campo da dinâmica de grupo preocupa-se fundamentalmente com o comportamento de pequenos grupos. Grupos podem ser classificados como agregados, primários, secundários e grupos de categoria, também aplicado em testes para admissão em empregos. Quando o assunto é entrevista de emprego, o velho ditado “pense antes de falar” é mais propício que em qualquer outra ocasião. Um deslize involuntário pode custar o emprego em questão e, por isso, é crucial saber que tipos de perguntas e respostas vai fazer o entrevistador levantar o “cartão vermelho”. Ao mesmo tempo que um gerente de RH tem a responsabilidade de evitar perguntas embaraçosas, há certas coisas que o profissional não deve dizer como candidato.

×