SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 102
Logística de Distribuição 
NNúúcclleeoo EEnnssiinnoo 
OOppeennGGoo -- 
OOssaassccoo 
TTééccnniiccoo ddee AAddmmiinniissttrraaççããoo
Bem vviinnddoo aa mmaaiiss uummaa 
aauullaa ddoo mmóódduulloo ddoo ccuurrssoo 
ddee AAddmmiinniissttrraaççããoo:: 
GGeessttããoo ddaa DDiissttrriibbuuiiççããoo
Gestão da Distribuição 
•O Atributo Praça / PDV – também chamado de distribuição – abarca 
todos os canais de distribuição necessários para tornar um produto 
disponível no mercado.
• Canais de marketing ou de distribuição podem ser vistos como um 
conjunto de organizações interdependentes envolvidas no 
processo de tornar o produto ou serviço disponível para consumo 
ou uso.
Distribuição 
 A distribuição diz respeito à concepção e à gestão dos canais por 
meio dos quais a organização e seus produtos chegam ao mercado. 
 As organizações podem optar por: 
 Vendedores, representantes ou consultores. 
 Lojas e sucursais próprias da organização. 
 Venda on-line pelo site da organização. 
 Rede de franqueados. 
 Varejistas. 
5
Funções dos 
canais de distribuição 
6
• Somente através da distribuição que produtos e serviços públicos 
e privados se tornam disponíveis aos consumidores, já que o 
produto precisa ser transportado para onde os consumidores têm 
acesso, ser estocado e trocado por outro tipo de recurso para que 
se possa ter acesso a ele. 
• Verifica-se , então, que os quatro tipos de utilidade (forma, tempo, 
lugar e posse) são inseparáveis. 
• Não existe um produto completo que não compreenda todas estas 
quatro formas, sejam estas voltadas a um objeto, ideia ou serviço.
• Os participantes ( fabricantes, atacadistas e varejistas) têm o apoio 
dos chamados “facilitadores dos canais de distribuição”, que são as 
empresas de pesquisa de mercado, de transporte, de seguros, de 
propaganda, depósitos, instituições financeiras e consultores.
• Supply Chain Management: é o gerenciamento de uma rede 
interligada de negócios envolvidos na provisão final de pacotes 
produto e serviço requeridos por clientes finais. ( Wikipédia) 
• Outra definição é fornecido pelo Dicionário APICS quando define 
SCM como "design, planejamento, execução, controle, e 
monitoramento das atividades da cadeia de suprimentos com o 
objetivo de criar valor líquido, construção de uma infraestrutura 
competitiva, alavancagem logística mundial, sincronizar a oferta e a 
procura e avaliação do desempenho global."
•Gestão da cadeia de suprimentos
1. Produtores: Os fabricantes de produtos são empresas que 
produzem matérias-primas e empresas que fabricam produtos 
finais. 
• Os produtores de matérias-primas são organizações que exploram 
as minas para obterem os minerais, realizam as perfurações na 
superfície terrestre para obter petróleo ou gás ou procedem ao 
corte de árvores. 
• Estas organizações são dos mais variadas áreas tais como de 
agricultura, criação de animais ou pesca. 
• WIKIPÉDIA
2. Distribuidores: os distribuidores são conhecidos como 
revendedores. 
• Vão buscar, em grande volume, stocks aos produtores para entregar 
aos clientes, ou seja, vendem os produtos em quantidades 
superiores às que um consumidor normalmente compra.
3. Varejistas: Os Varejistas são uma organização que controla de perto 
as preferências e a procura dos clientes. Eles armazenam os estoques e 
vendem em quantidades pequenas ao público geral. 
•Utilizam uma combinação de preços, seleção do produto, serviço e 
conveniência, para atrair os clientes. 
•WIKIPÉDIA
4. Clientes: Clientes ou consumidores são organizações que compram 
ou usam um produto. Um consumidor pode comprar um produto com o 
objetivo de incorporar noutro, vendendo posteriormente a outro 
cliente. 
•Por outro lado, o cliente pode ser o utilizador/consumidor final do 
produto. 
•WIKIPÉDIA
5. Fornecedores de serviços: Os fornecedores de serviços são 
organizações que fornecem serviços aos produtores, distribuidores, 
retalhistas e clientes.
• EDI – Eletronic Data Interchange: que é a transferência eletrônica 
e automática de dados entre comutadores de empresas 
participantes, dados esses devidamente estruturados dentro dos 
padrões. O EDI se tornou especialmente popular nas transações 
entre grandes empresas, que o utilizam para agilizar suas 
operações e implantar processos administrativos e operacionais 
na cadeia de suprimentos.
• ECR – Efficient Consumer Response: Surge na década de 80 com o 
objetivo de coordenar trocas e informações entre indústria e 
varejo, permitindo um fluxo de produtos e estoques sicronizados 
com as informações de venda obtidas em tempo real. 
• No Just-in-time o EDI é essencial.
• Just in time é um sistema de administração da produção que 
determina que nada deve ser produzido, transportado ou 
comprado antes da hora exata. 
• O just in time é o principal pilar do Sistema Toyota de Produção ou 
produção enxuta.
A origem da Logística – O dia D: Desembarque das tropas aliadas na 
Normandia.
• O conceito de logística integrada está no entendimento de que a 
logística deve ser vista como um instrumento de Marketing, uma 
ferramenta gerencial, capaz de agregar valor por meio dos 
serviços prestados.
• Natura e sua Logística 
• http://www.youtube.com/watch?v=Gw-mFw_ 
V3fw 
• http://www.youtube.com/watch? 
v=5hdc07n71nY 
• http://www.youtube.com/watch? 
v=SWSN5fiHXKA 
• Obras incríveis Porto de Rotterdam completo 
parte 1/4.flv
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição
Gestão de Distribuição

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Logística de armazenagem e distribuicao
Logística de armazenagem e distribuicaoLogística de armazenagem e distribuicao
Logística de armazenagem e distribuicao
Elvis Bruno
 

Mais procurados (20)

AULA 05 GESTÃO DE DISTRIBUIÇÃO.pptx
AULA 05 GESTÃO DE DISTRIBUIÇÃO.pptxAULA 05 GESTÃO DE DISTRIBUIÇÃO.pptx
AULA 05 GESTÃO DE DISTRIBUIÇÃO.pptx
 
Logística 1 introdução
Logística 1 introduçãoLogística 1 introdução
Logística 1 introdução
 
Distribuição e Transporte
Distribuição e TransporteDistribuição e Transporte
Distribuição e Transporte
 
Logística e cadeia de suprimento
Logística e cadeia de suprimentoLogística e cadeia de suprimento
Logística e cadeia de suprimento
 
Gestão de compras
Gestão de comprasGestão de compras
Gestão de compras
 
Expedição e distribuição
Expedição e distribuiçãoExpedição e distribuição
Expedição e distribuição
 
LogíStica
LogíSticaLogíStica
LogíStica
 
Apresentação sobre Logística
Apresentação sobre LogísticaApresentação sobre Logística
Apresentação sobre Logística
 
Logística -Sistemas de armazenagem de material
Logística -Sistemas de armazenagem de materialLogística -Sistemas de armazenagem de material
Logística -Sistemas de armazenagem de material
 
Fluxos logísticos
Fluxos logísticosFluxos logísticos
Fluxos logísticos
 
Cadeia de suprimentos
Cadeia de suprimentosCadeia de suprimentos
Cadeia de suprimentos
 
3ª aula de Logística (Atividades de Apoio)
3ª aula de Logística (Atividades de Apoio)3ª aula de Logística (Atividades de Apoio)
3ª aula de Logística (Atividades de Apoio)
 
07 aula armazenagem l
07 aula armazenagem l07 aula armazenagem l
07 aula armazenagem l
 
01 aula introdução a logística
01 aula introdução a logística01 aula introdução a logística
01 aula introdução a logística
 
Logística de armazenagem e distribuicao
Logística de armazenagem e distribuicaoLogística de armazenagem e distribuicao
Logística de armazenagem e distribuicao
 
Aula 9 - Praça, P.D.V. e Canais de Distribuição
Aula 9 - Praça, P.D.V. e Canais de DistribuiçãoAula 9 - Praça, P.D.V. e Canais de Distribuição
Aula 9 - Praça, P.D.V. e Canais de Distribuição
 
Logística Empresarial
Logística EmpresarialLogística Empresarial
Logística Empresarial
 
Logistica empresarial
Logistica empresarialLogistica empresarial
Logistica empresarial
 
Logistica
LogisticaLogistica
Logistica
 
Cadeia de suprimentos
Cadeia de suprimentosCadeia de suprimentos
Cadeia de suprimentos
 

Destaque

Canais de distribuição full
Canais de distribuição   fullCanais de distribuição   full
Canais de distribuição full
Dawison Calheiros
 
Distribuição e armazenagem
Distribuição e armazenagemDistribuição e armazenagem
Distribuição e armazenagem
Consultor SAP MM
 
Aula de controle de estoques
Aula de controle de estoquesAula de controle de estoques
Aula de controle de estoques
Moises Ribeiro
 
Apresentacao 4 pilares canalvertical
Apresentacao 4 pilares canalverticalApresentacao 4 pilares canalvertical
Apresentacao 4 pilares canalvertical
Roberto Kanter
 

Destaque (20)

Canais de distribuição full
Canais de distribuição   fullCanais de distribuição   full
Canais de distribuição full
 
Armazenagem de Materiais
Armazenagem de MateriaisArmazenagem de Materiais
Armazenagem de Materiais
 
Logistica artigo
Logistica   artigoLogistica   artigo
Logistica artigo
 
Distribuição e armazenagem
Distribuição e armazenagemDistribuição e armazenagem
Distribuição e armazenagem
 
Logística Empresarial
Logística EmpresarialLogística Empresarial
Logística Empresarial
 
Logística reversa
Logística reversaLogística reversa
Logística reversa
 
Aula de controle de estoques
Aula de controle de estoquesAula de controle de estoques
Aula de controle de estoques
 
Logística
LogísticaLogística
Logística
 
презентація "Постійни магніти. Магнітне поле Землі. Взаємодія магнітів."
презентація "Постійни магніти. Магнітне поле Землі. Взаємодія магнітів."презентація "Постійни магніти. Магнітне поле Землі. Взаємодія магнітів."
презентація "Постійни магніти. Магнітне поле Землі. Взаємодія магнітів."
 
Breve história sobre Gestão de Operações
Breve história sobre Gestão de OperaçõesBreve história sobre Gestão de Operações
Breve história sobre Gestão de Operações
 
Operadores Logísticos: Um setor em transformação
Operadores Logísticos: Um setor em transformaçãoOperadores Logísticos: Um setor em transformação
Operadores Logísticos: Um setor em transformação
 
Gestão da Produção
Gestão da ProduçãoGestão da Produção
Gestão da Produção
 
Gerenciamento e canais de distribuição
Gerenciamento e canais de distribuiçãoGerenciamento e canais de distribuição
Gerenciamento e canais de distribuição
 
Scm
ScmScm
Scm
 
Apresentacao 4 pilares canalvertical
Apresentacao 4 pilares canalverticalApresentacao 4 pilares canalvertical
Apresentacao 4 pilares canalvertical
 
Palestra Canais de Distribuição
Palestra Canais de DistribuiçãoPalestra Canais de Distribuição
Palestra Canais de Distribuição
 
DistribuiçãoAWDASDQDAWDASD
DistribuiçãoAWDASDQDAWDASDDistribuiçãoAWDASDQDAWDASD
DistribuiçãoAWDASDQDAWDASD
 
Aula 11 - Terceirização em TI
Aula 11 - Terceirização em TIAula 11 - Terceirização em TI
Aula 11 - Terceirização em TI
 
1 slides - conceitos logísticos
1   slides - conceitos logísticos1   slides - conceitos logísticos
1 slides - conceitos logísticos
 
Aula 3 terceirização
Aula 3   terceirizaçãoAula 3   terceirização
Aula 3 terceirização
 

Semelhante a Gestão de Distribuição

Unidade ii.3 estratégia de distribuição
Unidade ii.3   estratégia de distribuiçãoUnidade ii.3   estratégia de distribuição
Unidade ii.3 estratégia de distribuição
Daniel Moura
 
A actividade de distribuição
A actividade de distribuiçãoA actividade de distribuição
A actividade de distribuição
Jorge Dias
 
A actividade de distribuição
A actividade de distribuiçãoA actividade de distribuição
A actividade de distribuição
Jorge Dias
 
Introduo ao-marketing-120507141202-phpapp01
Introduo ao-marketing-120507141202-phpapp01Introduo ao-marketing-120507141202-phpapp01
Introduo ao-marketing-120507141202-phpapp01
Zeca Massanjane
 

Semelhante a Gestão de Distribuição (20)

Mix de marketing
Mix de marketingMix de marketing
Mix de marketing
 
Estr dist 01
Estr dist 01Estr dist 01
Estr dist 01
 
Unidade ii.3 estratégia de distribuição
Unidade ii.3   estratégia de distribuiçãoUnidade ii.3   estratégia de distribuição
Unidade ii.3 estratégia de distribuição
 
Sandra Godoi - BM04 - 9ª semana
Sandra Godoi - BM04 - 9ª semanaSandra Godoi - BM04 - 9ª semana
Sandra Godoi - BM04 - 9ª semana
 
Que são canais de marketing
Que são canais de marketingQue são canais de marketing
Que são canais de marketing
 
Logística Empresarial - Módulo I
Logística Empresarial - Módulo ILogística Empresarial - Módulo I
Logística Empresarial - Módulo I
 
P de ponto 2012_01
P de ponto 2012_01P de ponto 2012_01
P de ponto 2012_01
 
A actividade de distribuição
A actividade de distribuiçãoA actividade de distribuição
A actividade de distribuição
 
Distribuição
DistribuiçãoDistribuição
Distribuição
 
Canal de distribuição
Canal de distribuiçãoCanal de distribuição
Canal de distribuição
 
20130516 supply chainmanagement
20130516 supply chainmanagement20130516 supply chainmanagement
20130516 supply chainmanagement
 
Introdução ao Marketing
Introdução ao MarketingIntrodução ao Marketing
Introdução ao Marketing
 
A actividade de distribuição
A actividade de distribuiçãoA actividade de distribuição
A actividade de distribuição
 
Marketing de especialidade
Marketing de especialidadeMarketing de especialidade
Marketing de especialidade
 
Trade Marketing
Trade MarketingTrade Marketing
Trade Marketing
 
Cadeia suprimentos
Cadeia suprimentosCadeia suprimentos
Cadeia suprimentos
 
Livro "
Livro "Livro "
Livro "
 
Livro "Fundamentos de Marketing"
Livro "Fundamentos de Marketing"Livro "Fundamentos de Marketing"
Livro "Fundamentos de Marketing"
 
Introduo ao-marketing-120507141202-phpapp01
Introduo ao-marketing-120507141202-phpapp01Introduo ao-marketing-120507141202-phpapp01
Introduo ao-marketing-120507141202-phpapp01
 
Rotaividade de Estoque.pptx
Rotaividade de Estoque.pptxRotaividade de Estoque.pptx
Rotaividade de Estoque.pptx
 

Mais de Opengo,Espro,AllNet, Led Informática, Instituto Dom Bosco

Mais de Opengo,Espro,AllNet, Led Informática, Instituto Dom Bosco (20)

Conect World - Projeto
Conect World - ProjetoConect World - Projeto
Conect World - Projeto
 
Bella Modas - TCM
Bella Modas - TCMBella Modas - TCM
Bella Modas - TCM
 
Belas Facahadas (Apresentação)
Belas Facahadas (Apresentação)Belas Facahadas (Apresentação)
Belas Facahadas (Apresentação)
 
Belas Fachadas - TCM
Belas Fachadas - TCMBelas Fachadas - TCM
Belas Fachadas - TCM
 
ATIVIDADES EM SALA DE AULA QUE REALMENTE INCLUEM: COMO O PROFESSOR PODE REAL...
ATIVIDADES EM SALA DE AULA QUE REALMENTE INCLUEM:  COMO O PROFESSOR PODE REAL...ATIVIDADES EM SALA DE AULA QUE REALMENTE INCLUEM:  COMO O PROFESSOR PODE REAL...
ATIVIDADES EM SALA DE AULA QUE REALMENTE INCLUEM: COMO O PROFESSOR PODE REAL...
 
Contadores e Registradores
Contadores e RegistradoresContadores e Registradores
Contadores e Registradores
 
Culto de Missôes
Culto de MissôesCulto de Missôes
Culto de Missôes
 
Feriados Novembro - Seu Significados
Feriados  Novembro - Seu SignificadosFeriados  Novembro - Seu Significados
Feriados Novembro - Seu Significados
 
Outubro Rosa - Curiososidades
Outubro Rosa - CuriososidadesOutubro Rosa - Curiososidades
Outubro Rosa - Curiososidades
 
Outubro Rosa - Prevenção
Outubro Rosa - PrevençãoOutubro Rosa - Prevenção
Outubro Rosa - Prevenção
 
Outubro Rosa - Cancer de Mama
Outubro Rosa - Cancer de MamaOutubro Rosa - Cancer de Mama
Outubro Rosa - Cancer de Mama
 
Tranquilizantes
TranquilizantesTranquilizantes
Tranquilizantes
 
Opiáceos
OpiáceosOpiáceos
Opiáceos
 
Nicotina
NicotinaNicotina
Nicotina
 
Maconha
Maconha Maconha
Maconha
 
LSD (Doce ou Balinha)
LSD (Doce ou Balinha)LSD (Doce ou Balinha)
LSD (Doce ou Balinha)
 
Club Drugs
Club DrugsClub Drugs
Club Drugs
 
Cogumelos
CogumelosCogumelos
Cogumelos
 
Cases de Sucesso - Empreendedorismo Social
Cases de Sucesso - Empreendedorismo SocialCases de Sucesso - Empreendedorismo Social
Cases de Sucesso - Empreendedorismo Social
 
Diferenças entre Empreendededorismo Social e Empresasrial
Diferenças entre Empreendededorismo Social e EmpresasrialDiferenças entre Empreendededorismo Social e Empresasrial
Diferenças entre Empreendededorismo Social e Empresasrial
 

Gestão de Distribuição

  • 1. Logística de Distribuição NNúúcclleeoo EEnnssiinnoo OOppeennGGoo -- OOssaassccoo TTééccnniiccoo ddee AAddmmiinniissttrraaççããoo
  • 2. Bem vviinnddoo aa mmaaiiss uummaa aauullaa ddoo mmóódduulloo ddoo ccuurrssoo ddee AAddmmiinniissttrraaççããoo:: GGeessttããoo ddaa DDiissttrriibbuuiiççããoo
  • 3. Gestão da Distribuição •O Atributo Praça / PDV – também chamado de distribuição – abarca todos os canais de distribuição necessários para tornar um produto disponível no mercado.
  • 4. • Canais de marketing ou de distribuição podem ser vistos como um conjunto de organizações interdependentes envolvidas no processo de tornar o produto ou serviço disponível para consumo ou uso.
  • 5. Distribuição  A distribuição diz respeito à concepção e à gestão dos canais por meio dos quais a organização e seus produtos chegam ao mercado.  As organizações podem optar por:  Vendedores, representantes ou consultores.  Lojas e sucursais próprias da organização.  Venda on-line pelo site da organização.  Rede de franqueados.  Varejistas. 5
  • 6. Funções dos canais de distribuição 6
  • 7. • Somente através da distribuição que produtos e serviços públicos e privados se tornam disponíveis aos consumidores, já que o produto precisa ser transportado para onde os consumidores têm acesso, ser estocado e trocado por outro tipo de recurso para que se possa ter acesso a ele. • Verifica-se , então, que os quatro tipos de utilidade (forma, tempo, lugar e posse) são inseparáveis. • Não existe um produto completo que não compreenda todas estas quatro formas, sejam estas voltadas a um objeto, ideia ou serviço.
  • 8. • Os participantes ( fabricantes, atacadistas e varejistas) têm o apoio dos chamados “facilitadores dos canais de distribuição”, que são as empresas de pesquisa de mercado, de transporte, de seguros, de propaganda, depósitos, instituições financeiras e consultores.
  • 9. • Supply Chain Management: é o gerenciamento de uma rede interligada de negócios envolvidos na provisão final de pacotes produto e serviço requeridos por clientes finais. ( Wikipédia) • Outra definição é fornecido pelo Dicionário APICS quando define SCM como "design, planejamento, execução, controle, e monitoramento das atividades da cadeia de suprimentos com o objetivo de criar valor líquido, construção de uma infraestrutura competitiva, alavancagem logística mundial, sincronizar a oferta e a procura e avaliação do desempenho global."
  • 10. •Gestão da cadeia de suprimentos
  • 11. 1. Produtores: Os fabricantes de produtos são empresas que produzem matérias-primas e empresas que fabricam produtos finais. • Os produtores de matérias-primas são organizações que exploram as minas para obterem os minerais, realizam as perfurações na superfície terrestre para obter petróleo ou gás ou procedem ao corte de árvores. • Estas organizações são dos mais variadas áreas tais como de agricultura, criação de animais ou pesca. • WIKIPÉDIA
  • 12. 2. Distribuidores: os distribuidores são conhecidos como revendedores. • Vão buscar, em grande volume, stocks aos produtores para entregar aos clientes, ou seja, vendem os produtos em quantidades superiores às que um consumidor normalmente compra.
  • 13. 3. Varejistas: Os Varejistas são uma organização que controla de perto as preferências e a procura dos clientes. Eles armazenam os estoques e vendem em quantidades pequenas ao público geral. •Utilizam uma combinação de preços, seleção do produto, serviço e conveniência, para atrair os clientes. •WIKIPÉDIA
  • 14. 4. Clientes: Clientes ou consumidores são organizações que compram ou usam um produto. Um consumidor pode comprar um produto com o objetivo de incorporar noutro, vendendo posteriormente a outro cliente. •Por outro lado, o cliente pode ser o utilizador/consumidor final do produto. •WIKIPÉDIA
  • 15. 5. Fornecedores de serviços: Os fornecedores de serviços são organizações que fornecem serviços aos produtores, distribuidores, retalhistas e clientes.
  • 16. • EDI – Eletronic Data Interchange: que é a transferência eletrônica e automática de dados entre comutadores de empresas participantes, dados esses devidamente estruturados dentro dos padrões. O EDI se tornou especialmente popular nas transações entre grandes empresas, que o utilizam para agilizar suas operações e implantar processos administrativos e operacionais na cadeia de suprimentos.
  • 17. • ECR – Efficient Consumer Response: Surge na década de 80 com o objetivo de coordenar trocas e informações entre indústria e varejo, permitindo um fluxo de produtos e estoques sicronizados com as informações de venda obtidas em tempo real. • No Just-in-time o EDI é essencial.
  • 18.
  • 19. • Just in time é um sistema de administração da produção que determina que nada deve ser produzido, transportado ou comprado antes da hora exata. • O just in time é o principal pilar do Sistema Toyota de Produção ou produção enxuta.
  • 20. A origem da Logística – O dia D: Desembarque das tropas aliadas na Normandia.
  • 21. • O conceito de logística integrada está no entendimento de que a logística deve ser vista como um instrumento de Marketing, uma ferramenta gerencial, capaz de agregar valor por meio dos serviços prestados.
  • 22.
  • 23.
  • 24.
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 29.
  • 30.
  • 31.
  • 32.
  • 33.
  • 34.
  • 35.
  • 36.
  • 37.
  • 38.
  • 39.
  • 40.
  • 41.
  • 42.
  • 43.
  • 44.
  • 45.
  • 46.
  • 47.
  • 48.
  • 49.
  • 50.
  • 51.
  • 52.
  • 53.
  • 54.
  • 55.
  • 56.
  • 57.
  • 58.
  • 59.
  • 60.
  • 61. • Natura e sua Logística • http://www.youtube.com/watch?v=Gw-mFw_ V3fw • http://www.youtube.com/watch? v=5hdc07n71nY • http://www.youtube.com/watch? v=SWSN5fiHXKA • Obras incríveis Porto de Rotterdam completo parte 1/4.flv