SMED (Single Minute Exchange of Die) v3

3.540 visualizações

Publicada em

SMED: Single Minute Exchange of Die. Um dos Indicadores mensurados no Projeto SMED é o Tempo de Setup ou o Tempo de Troca da Ferramenta. Tempo de Setup é o tempo da última peça boa até a primeira peça boa após a troca. Conheça as etapas do Projeto SMED.

Publicada em: Negócios
  • Seja o primeiro a comentar

SMED (Single Minute Exchange of Die) v3

  1. 1. Valor Agregado Consulting SMED Single Minute Exchange of Die
  2. 2. Valor Agregado Consulting http://www.valoragregadoconsulting.com2 Apresentação • Introdução • O que é SMED • O que é OTED • Objetivo • Onde pode ser aplicado • Por que aplicá-lo? • Como aplicar o SMED (10 etapas) • Exercícios • Auditoria SMED • Conclusão • Bibliografia Agenda
  3. 3. Valor Agregado Consulting http://www.valoragregadoconsulting.com3 Introdução SMED (Single Minute Exchange of Die) (Troca Rápida em Minutos de 1 Dígito) Um dos Indicadores mensurados no Projeto SMED é o Tempo de Setup ou o Tempo de Troca da Ferramenta. Tempo de Setup é o tempo da última peça boa até a primeira peça boa após a troca. OTED (One-Touch Exchange of Die) (Troca Rápida em Menos de 100 segundos) SMED (Single Minute Exchange of Die) (Troca Rápida em Minutos de 1 Dígito) OTED (One-Touch Exchange of Die) (Troca Rápida em Menos de 100 segundos) Um dos Indicadores mensurados no Projeto SMED é o Tempo de Setup ou o Tempo de Troca da Ferramenta. Tempo de Setup é o tempo da última peça boa até a primeira peça boa após a troca. Criado por Shigeo Shingo – 1909/1990 (Engenheiro que trabalhou na Toyota) e utilizado pela primeira vez em 1975. Um dos Indicadores mensurados no Projeto SMED é o Tempo de Setup ou o Tempo de Troca da Ferramenta. Tempo de Setup é o tempo da última peça boa até a primeira peça boa após a troca. SMED (Single Minute Exchange of Die) (Troca Rápida em Minutos de 1 Dígito) OTED (One-Touch Exchange of Die) (Troca Rápida em Menos de 100 segundos) SMED (Single Minute Exchange of Die) (Troca Rápida em Minutos de 1 Dígito) OTED (One-Touch Exchange of Die) (Troca Rápida em Menos de 100 segundos) SMED (Single Minute Exchange of Die) (Troca Rápida em Minutos de 1 Dígito)
  4. 4. Valor Agregado Consulting http://www.valoragregadoconsulting.com4 Objetivos Globais • Novos negócios; • Novos produtos; • Crescimento Lucrativo; • Satisfação do Cliente; • Satisfação do Colaborador; • Investimentos do capital na organização; • Reconhecimentos. A equipe torna-se unida para atingir objetivos comuns e globais dentro da organização:
  5. 5. Valor Agregado Consulting http://www.valoragregadoconsulting.com5 Objetivos do Projeto SMED  ______________________________.  Diminuir o tempo de trocas.  Diminuir as Operações Internas.  Tornar as linhas e os equipamentos mais flexíveis.  Aumentar as Operações Externas.  Eliminar os erros freqüentes nos momentos das trocas.  Maior simplicidade no armazenamento das ferramentas.  Reduzir estoques (lotes menores).  Reduzir perdas de produção.  Reduzir investimento em novas máquinas.  ______________________________.  Atender mais Clientes.
  6. 6. Valor Agregado Consulting http://www.valoragregadoconsulting.com6 Objetivos: 3 Focos Pessoais • Implantação das mudanças • Menos frustração • Crescimento pessoal • Crescimento profissional • Oportunidade • Controle Organização • Implantação das mudanças • Menos frustração • Novos Negócios e produtos • Crescimento lucrativo • Oportunidade • Controle Clientes • Lead times mais curtos • Entrega na hora prometida • Quantidades menores • Entregas Frequentes • Produtos com Qualidade • Atendimento a Emergências
  7. 7. Valor Agregado Consulting http://www.valoragregadoconsulting.com7 Onde Podemos Aplicar o SMED? Equipamentos _________________ Máquinas Linhas de Montagem
  8. 8. Valor Agregado Consulting http://www.valoragregadoconsulting.com8 Por que aplicá-lo?
  9. 9. Valor Agregado Consulting http://www.valoragregadoconsulting.com9 Condições Mínimas para Aplicação 1ª) Conhecer a Máquina 2ª) Conhecer o Processo 3ª) ____________________________ 4ª) Disponibilidade de Técnicos, Operadores e Engenheiros 5ª) Apoio do Supervisor / Gerente da Área 6ª) _____________________________________________
  10. 10. Valor Agregado Consulting http://www.valoragregadoconsulting.com10 Dinâmica SMED SMED com Lego!!!
  11. 11. Valor Agregado Consulting http://www.valoragregadoconsulting.com11 Dinâmica SMED Molde A Molde B
  12. 12. Valor Agregado Consulting http://www.valoragregadoconsulting.com12 Etapas Projeto SMED 1ª) Formação da Equipe 2ª) Filmagem da troca atual 3ª) Relacionar Operações Internas e Externas 4ª) Definir Objetivo no Tempo do Set up 5ª) Converter Operações Internas em Externas 6ª) Definir Operações em Duplas 7ª) Plano de Ação + Criar o Procedimento 8ª) Fazer Filmagem após as Melhorias 9ª) Treinar a equipe 10ª) Confeccionar Fichas Kaizen
  13. 13. Valor Agregado Consulting http://www.valoragregadoconsulting.com13 Etapa 5: Dicas de Melhoria Área de Moldes ou Dispositivos deve ser organizada Gavetas e carrinhos sempre organizados
  14. 14. Valor Agregado Consulting http://www.valoragregadoconsulting.com14 Etapa 5: Dicas de Melhoria Implantar Chaves em L e T
  15. 15. Valor Agregado Consulting http://www.valoragregadoconsulting.com15 Etapa 5: Dicas de Melhoria Padronizar moldes com calços
  16. 16. Valor Agregado Consulting http://www.valoragregadoconsulting.com16 ... novas maneiras de se fazer as mesmas coisas gerando valor; ... é fazer mais com menos recursos; ... é enxergar no escuro; ... ideias sem tecnologia; ... é o resgate de projetos perdidos; ... é um gesto de vida. ... Etapa 5: Inovação
  17. 17. Valor Agregado Consulting http://www.valoragregadoconsulting.com17 Etapa 5: Dicas de Melhoria
  18. 18. Valor Agregado Consulting http://www.valoragregadoconsulting.com18
  19. 19. Valor Agregado Consulting http://www.valoragregadoconsulting.com19
  20. 20. Valor Agregado Consulting http://www.valoragregadoconsulting.com20 Exercício: Operação Externa & Interna Vamos Praticar !!!
  21. 21. Valor Agregado Consulting http://www.valoragregadoconsulting.com21 Vídeos
  22. 22. Valor Agregado Consulting http://www.valoragregadoconsulting.com22 Etapa 10: Confeccionar Fichas Kaizen 1º O desperdício é o inimigo nº1. Para eliminá-lo é preciso sujar as mãos. 2º Melhorias graduais feitas continuadamente, não é ruptura pontual. 3º Todos na empresa tem de estar envolvidos, desde os gestores e intermédios, até o pessoal de base, a metodologia não é elitista. 4º A estratégia deve ser barata. O aumento da produtividade deve ser feito sem investimentos significativos. Não se deve aplicar somas astronômicas em tecnologia e consultorias. 5º _________________________________________________ . 6º Apóia-se numa gestão visual, numa total transparência de procedimentos, processos e valores; torna os problemas e os desperdícios visíveis aos olhos de todos. 7º Focaliza a atenção no local onde se cria realmente o valor (“gemba” em japonês). 8º _________________________________________________ . 9º Dá prioridade às pessoas, ao humanware; acredita que o esforço principal deve vir de uma nova mentalidade e estilo de trabalho das pessoas (orientação pessoal para a qualidade, trabalho em equipe, cultivo da sabedoria, elevação da moral, autodisciplina, círculos de qualidade e prática de sugestões individuais ou de grupo). 10º O lema essencial da aprendizagem organizacional é aprender fazendo. Fonte: http://br.kaizen.com/artigos-e-livros/artigos/kaizen-baixando-os-custos-e-melhorando-a-qualidade.html
  23. 23. Valor Agregado Consulting http://www.valoragregadoconsulting.com23 Como Assegurar o Projeto SMED?
  24. 24. Valor Agregado Consulting http://www.valoragregadoconsulting.com24 Conceito Kaizen O que você fez de melhoria ontem para a sua vida? O que você fez de melhoria hoje para a sua vida? O que você vai fazer de melhoria para a sua vida amanhã? “O Kaizen é a base filosófica que sustenta a busca pela melhoria no gerenciamento japonês” – Masaaki Imai. “Não corrigir nossas falhas é o mesmo que cometer novos erros”. Kung-Fu-Tse, Filósofo Chinês, 551-478 a.c.
  25. 25. Valor Agregado Consulting http://www.valoragregadoconsulting.com25 Para conhecer o Conteúdo Programático desta formação acesse: http://www.valoragregadoconsulting.com/#!lean- manufacturing/c181w "... transformamos conhecimento em valor para benefício de nossos clientes e de nossa equipe ..." Cordialmente, Flávia Ferrari Rossi Consultora e Instrutora de Treinamentos & Workshops Lean Manufacturing e Desenvolvimento Organizacional Valor Agregado Consulting http://valoragregadoconsulting.com Valor Agregado Consulting

×