Paulo Leminski, Melhores poemas

1.229 visualizações

Publicada em

Paulo Leminski, Melhores poemas

Publicada em: Educação
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.229
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Paulo Leminski, Melhores poemas

  1. 1. Melhores Poemas PAULO LEMINSKI
  2. 2.  Vídeo “5 frases de Paulo Leminski  Documentário “Ervilha da Fantasia”
  3. 3. você está tão longe que às vezes penso que nem existo nem fale em amor que amor é isto
  4. 4. amarga mágoa o pobre pranto tem por que cargas d'água chove tanto e você não vem?
  5. 5. coisas do vento a rede balança sem ninguém dentro
  6. 6. Paráfrase  É o conteúdo literal do texto.  É a reescritura dele.  É dizer, com outras palavras, o assunto do texto.
  7. 7. Sentido literal e sentido figurado  Sentido literal (ou denotativo) é o sentido usual, próprio da palavra.  Sentido figurado (ou conotativo) é o sentido “simbólico” que podemos dar a uma palavra em determinadas situações.  Ex: A fera fugiu do zoológico (denotativo) Ana é fera em matemática (conotativo)
  8. 8. Como ler um poema?  Quando interpretamos um poema, buscamos seu sentido figurado, aquele que só existe em situações não usuais. Para isso, temos que ler nas entrelinhas.
  9. 9.  É a “voz” que “fala” no poema. Eu lírico  Os sentimentos, eventos e emoções que o poema narram podem ter sido sentidos pelo poeta, ou não.  O eu lírico pode ser feminino e o poeta ser um homem, por exemplo.
  10. 10. Licença poética  É uma incorreção da linguagem permitida na poesia.  Concede uma certa liberdade ao artista para que ele possa expressar toda a sua criatividade, sem estar preso às regras gramaticais ou métricas.  Quando o artista faz uso da licença poética, nós leitores, podemos encontrar textos criativos, nos quais o autor pôde usar as palavras do seu jeito, sem seguir às regras.
  11. 11. Licença poética O artista pode manipular as palavras de várias formas: - Rimas falsas - Versos com métrica irregular - Temas obscenos em época de moralidade - Palavras “aparentemente erradas” (uma forma de brincar com as palavras) - Vocabulário mais próximo do cotidiano
  12. 12. O que é importante na poesia?  Na linguagem poética, a FORMA vale tanto quanto o CONTEÚDO, muitas vezes vale até mais.  O CONTEÚDO só ganha sentido por meio da FORMA.  Em poesia, e em arte de um modo geral, FORMA É CONTEÚDO.  O mais importante não é o QUE se diz e sim COMO se diz.
  13. 13. Exercícios 1) 1. O que fala cada um dos poemas que vimos anteriormente? Faça uma "paráfrase" de cada poema, ou seja, explicite seu conteúdo no nível mais literal possível. 2)Do que falam os poemas? Arrisque uma interpretação do sentido figurado, das entrelinhas de cada poema.
  14. 14. Discussão − Os três poemas falam da mesma coisa? − Os três poemas falam do mesmo jeito? − No que são diferentes?

×