Os EUA no golpe militar

155 visualizações

Publicada em

.

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
155
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
13
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os EUA no golpe militar

  1. 1. OS EUA E O GOLPE MILITAR Filipi Zanatta Juliano Ceconi Matheus Henrique
  2. 2. O GOLPE MILITAR DE 1964  Foi um ato de militares brasileiros, apoiado por parte da sociedade e do empresariado do país.  Conversas entre o ex-presidente John Kennedy e o então embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Lincoln Gordon.
  3. 3. DIA 30 DE JULHO DE 1962  Neste dia, ocorreu na Casa Branca uma reunião que já apontava a influência que teriam os Estados Unidos no golpe que viria a ocorrer no Brasil dois anos mais tarde.  Na presença do subsecretário de Estado para Assuntos Interamericanos, Richard Goodwin, do assessor especial para Assuntos de Segurança Nacional, McGeorge Bundy, e do embaixador americano no Brasil, Lincoln Gordon.
  4. 4. ESTADOS UNIDOS APOIAM O GOLPE  Os norte-americanos também se esforçaram no emprego de recursos financeiros.  Envio de uma frota naval dos Estados Unidos para apoiar o golpe.
  5. 5. O GOVERNO DOS EUA  O governo dos EUA, em plena Guerra Fria, tinha receio de que o maior país do Continente Sul- Americano seguisse o mesmo caminho de Cuba.  Forças lideradas por Fidel Castro destituíram o ditador Fulgencio Batista.
  6. 6. PRESIDENTE JOÃO GOULART (JANGO)  O poderio militar da maior potência do mundo é considerado por ele, uma das principais razões para não ter havido reação do presidente.  O conhecimento de que os EUA estavam enviando uma frota naval para a costa brasileira.
  7. 7. Obrigado pela atenção

×