O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

Transformar as bibliotecas públicas portuguesas

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Próximos SlideShares
Maceió 2011
Maceió 2011
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 50 Anúncio

Transformar as bibliotecas públicas portuguesas

Baixar para ler offline

Versão pdf da comunicação apresentada no 13º Encontro Nacional de Bibliotecas Públicas que decorreu, nos dias 4 e 5 de Maio de 2012, no Centro de Congressos do Estoril. Uma organização conjunta da DGLB e da BAD, com o apoio da CMC.

Versão pdf da comunicação apresentada no 13º Encontro Nacional de Bibliotecas Públicas que decorreu, nos dias 4 e 5 de Maio de 2012, no Centro de Congressos do Estoril. Uma organização conjunta da DGLB e da BAD, com o apoio da CMC.

Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Diapositivos para si (20)

Quem viu também gostou (20)

Anúncio

Semelhante a Transformar as bibliotecas públicas portuguesas (20)

Mais de BibliotecAtiva (14)

Anúncio

Transformar as bibliotecas públicas portuguesas

  1. 1. Que futuro? Para as Bibliotecas Públicas Portuguesas Filipe Leal Biblioteca Municipal Oeiras
  2. 2. Quer saber o futuro das bibliotecas públicas portuguesas?! Humm…
  3. 3. Futurologia?
  4. 4. Gestão Estratégica!
  5. 5. Retrospetiva Prospetiva
  6. 6. Retrospetiva Quem somos? Onde estamos?
  7. 7. 1987-2012 25 Anos da RNBP Balanço?
  8. 8. Abertura ao público de 200 novas bibliotecas municipais (BM) no pais Aspetos positivos Fortíssimo impacto social das BM nas comunidades locais que servem Falta de integração das BM em redes de âmbito regional e nacional Aspetos negativos Falta de uma política governamental para o desenvolvimento da RNBP
  9. 9. Paradoxo!
  10. 10. Apesar do enorme sucesso pode estar em causa a visão fundadora da RNBP : Cobrir o todo o pais com uma rede de modernas bibliotecas públicas
  11. 11. Quais foram as causas que deram Origem ao Paradoxo que afeta atualmente a RNBP ?
  12. 12. Nos últimos 25 anos o Mundo Mudou de uma forma radical…
  13. 13. Vivemos atualmente numa Aldeia Global de dimensão planetária…
  14. 14. Qual o impacto direto das Mudanças nas bibliotecas públicas portuguesas?
  15. 15. Sociedade em rede, potenciada: • Evolução tecnologias informação Estruturais • Criação e expansão internet • Criação novos media (ebooks) • Conexão global e omnipresente Crise financeira, económica, social • Fortes cortes orçamentais Conjunturais • Pressão sobre serviços públicos • Reforma administração pública • Reforma quadros pessoal
  16. 16. Quais são as atuais Tendências que afetam as bibliotecas públicas?
  17. 17. Biblioteca » Internet Catálogo » Google Tendências Impresso » Digital Texto » Multimédia Leitores » Utilizadores
  18. 18. Matriz swot
  19. 19. Cobertura território nacional Edifícios modernos e confortáveis Forças Serviços e atividades oferecidos Equipas técnicas especializadas Dificuldades gerir a mudança Desarticulação entre BM da RNBP Fraquezas Fortes dificuldades orçamentais Perda notoriedade e estatuto
  20. 20. Desvalorização função social Ameaças Descaracterização perfil institucional Desinvestimento recursos estratégicos Valorização conhecimento e literacias Desafios Rentabilização potencial instalado Valorização gratuitidade dos serviços
  21. 21. O que podemos fazer para Resolver o Paradoxo e garantir o futuro da RNBP ?
  22. 22. Cenários Futuro?
  23. 23. Visão: catastrófica Extinção Perda valor social Atitude: Inércia fatalista Transformação Visão: conservadora Evolução Cristalização institucional Atitude: Resistência mudança
  24. 24. Transformar As Bibliotecas Públicas Portuguesas
  25. 25. Prospetiva Quem queremos ser? Para onde vamos?
  26. 26. Matriz de Reflexão & Debate
  27. 27. Os desenvolvimentos nas tecnologias de infor- mação criaram maiores expectativas nos utiliza- dores e levaram a pedidos mais complexos. Como consequência, os bibliotecários têm que com- siderar menos os materiais que podem cole- cionar e considerar mais o que os utilizadores querem. oooooo Maurice B. Line
  28. 28. As más bibliotecas constroem coleções, as boas bibliotecas constroem serviços, as excelentes bibliotecas constroem comunidades. opoopopo David Lankes
  29. 29. Nós não precisamos somente de mudar, nós precisamos de um avanço, de uma mudança de paradigma, de ideias de rotura, transformadoras. Brian Mathews
  30. 30. Pensar globalmente, agir localmente.ooooooooo Patrick Geddes
  31. 31. Enfoque: Reforçar a dimensão social das bibliotecas públicas, ie., satisfazer as reais necessidades e interesses das pessoas!
  32. 32. Enfoque: Que querem realmente as pessoas das bibliotecas públicas?
  33. 33. Perceptions of libraries OCLC – 2010 Building better library services Audit Commission – 2002 Documentos What do the public want from libraries? MLA – 2010 de referência The customer-focused library Joseph R. Matthews – 2009 Best pratices for the customer-focused library Metropolitan Library System
  34. 34. Implicações práticas?
  35. 35. Implicação 1: Transformar as bibliotecas públicas em espaços de cultura e conhecimento ao serviço de todos os cidadãos!
  36. 36. Implicação 2: Transformar as bibliotecas públicas em espaços sociais de encontro, abertos, acessíveis, atrativos e confortáveis!
  37. 37. Implicação 3: Transformar as bibliotecas públicas em ambientes híbridos para a oferta de coleções, serviços e atividades!
  38. 38. Implicação 4: Transformar as bibliotecas públicas em organizações sustentáveis financeiramente e com um elevado valor social!
  39. 39. Implicação 5: Transformar as bibliotecas públicas com o envolvimento direto dos membros da comunidade local (gestão participada)!
  40. 40. Matriz ALA Um instrumento de gestão estratégica
  41. 41. D1: Biblioteca física » Biblioteca virtual Quatro D2: Biblioteca individual » Biblioteca comunitária dimensões D3: Biblioteca coleção » Biblioteca criação D4: Biblioteca portal » Biblioteca arquivo
  42. 42. A biblioteca física A biblioteca virtual A biblioteca individual Oitos A biblioteca comunitária casos A biblioteca coleção A biblioteca criação A biblioteca portal A biblioteca arquivo
  43. 43. Que futuro? Para as Bibliotecas Públicas Portuguesas Filipe Leal Biblioteca Municipal Oeiras
  44. 44. 3Desafios
  45. 45. 1 Repensar o modelo das Bibliotecas Municipais 2 Consolidar a Rede Nacional de Bibliotecas Públicas 3 Reafirmar valor social das Bibliotecas Públicas
  46. 46. 3Propostas
  47. 47. 1 Criar um fórum de discussão e debate sobre o futuro BP 2 Fazer o diagnóstico situação e definir estratégia para RNBP 3 Realizar uma campanha nos media a realçar valor social BP
  48. 48. Quer alcançar o sucesso na sua vida ? O melhor é deixar de ser bibliotecário !
  49. 49. Encontro Nacional RNBP Centro Congressos Estoril 4 e 5 de Maio de 2012 Filipe Leal Biblioteca Municipal Oeiras
  50. 50. Apresentação disponível no site: http://bibliotecativa.tumblr.com/

×