Impactos na gestão do tempo para os alunos de e-Learning

976 visualizações

Publicada em

Apresentação sobre a investigação subjacente ao Mestrado em e-Learning de Ordenamento do Território e Sistemas de Informação Geográfica realizada no XIII Colóqui Ibérico de Geografia, Santiago de Compostela 24/27 Outubro de 2012

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
976
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
192
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Impactos na gestão do tempo para os alunos de e-Learning

  1. 1. XIII Colóquio Ibérico de Geografia | Ramalhete; Tenedório Impactos na gestão do tempo e do espaço da aprendizagem em regime de e-Learning Filipa Ramalhete José António Tenedório E-Geo, FSCH - UNL XIII Colóquio Ibérico de Geografia Santiago de Compostela 26 de Outubro de 2012
  2. 2. XIII Colóquio Ibérico de Geografia | Ramalhete; TenedórioA criação de novos cursos de mestrado a distância, em universidades cuja actividade se centra no regime presencial, implica necessariamente um conjunto de reflexões e opções para a integração do novo ciclo de estudos no funcionamento da instituição.A presente comunicação apresenta os resultados de um projecto de pós-doutoramento, que conduziu à elaboração de uma proposta de um novo mestrado a distância, tendo subjacente um levantamento do estado da arte em Portugal sobre este tema.A investigação foi realizada ao abrigo de uma bolsa de Pós-doutoramento da Fundação para a Ciência e Tecnologia (BPD 35843), tendo como instituição de acolhimento o e-GEO, Centro de Estudos de Geografia e Planeamento Regional, da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e como supervisores José António Tenedório e Margarida Pereira
  3. 3. XIII Colóquio Ibérico de Geografia | Ramalhete; TenedórioMetodologia – investigar antes, durante e depois de intervir Conhecer e analisar a oferta de cursos de mestrado em regime de e-Learning (ensino a distância, recorrendo à tecnologia informática) em Portugal, nos domínios do Ordenamento do Território e Sistemas de Informação Geográfica. Elaborar o curso com base na investigação e trabalho de equipa. Monitorizar o funcionamento e continuar a investigação, agora sobre o papel da interacção interpessoal no processo de aprendizagem. 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013Sondagem com inquérito on-line xEntrevistas e inquérito on-line x xElaboração da proposta x xAprovação da proposta pela A3ES xEstudo de caso (60 alunos) x xAbertura do Mestrado em OTSIG x xInvestigação (interacção / aprendizagens) x
  4. 4. XIII Colóquio Ibérico de Geografia | Ramalhete; TenedórioEnsino em e-LearningUm modelo de ensino centrado no aluno, com grande potencial de personalização.Modelo com vantagens e desvantagens – diferente, nem melhor nem pior – que é preciso conhecer para aplicar, adequar e melhorar.“Which aspects of e-learning environments help which kinds of learners to learn which kinds of knowledge?” (Meyer, 2003)
  5. 5. XIII Colóquio Ibérico de Geografia | Ramalhete; TenedórioGénero Número de filhos 3% Feminino 32% 0 38% 1 2 Masculino 3 ou mais 27% 26 28 30 32 34 Ano de nascimento 2% 8% 15% anterior a 1950 1951 a 1960 30% 1961 a 1970 1971 a 1980 1981 a 1984 45%
  6. 6. XIII Colóquio Ibérico de Geografia | Ramalhete; Tenedório Escolaridade 3% 18% 22% Ensino secundário Licenciatura Mestrado Doutoramento 57% Situação perante o trabalho 2% A trabalhar - chefia 11% 20% A trabalhar - técnico superior A trabalhar - técnico2% A trabalhar - administrativo 17% 48% A trabalhar - outro Desempregado
  7. 7. XIII Colóquio Ibérico de Geografia | Ramalhete; Tenedório Qual a importância das seguintes razões para a sua escolha do curso?Para adquirir competências independentemente da progressão na carreira Para adquirir competências para a progressão na carreira O curso era menos dispendioso do que uma alternativa presencial A instituição que leccionava o curso era uma instituição de prestígio Para poder gerir o tempo de formação conforme a sua diponibilidade Alguma Muita Para poder frequentaro curso no local de trabalho Nenhuma Para poder frequentar o curso em casa Curso existia em presencial, mas num horário que não lhe permitia assistir Curso existia em presencial, mas longe da sua residência Curso só existia em e-learning 0% 10% 20% 30% 40% 50% 60% 70% 80% 90% 100%
  8. 8. XIII Colóquio Ibérico de Geografia | Ramalhete; TenedórioDe que forma o facto de ter realizado o curso em e-Learning alterou o tempo de quedispunha para as várias actividades quotidianas? 60 51 50 45 45 43 40 40 Aumentou 30 Diminuiu Não se aplica 20 Sem alterações 15 14 12 10 7 7 4 5 4 3 1 1 0 1 1 1 0 Tempo para a Tempo para Tempo para a Tempo para si Tempo para profissão estudo família / amigos deslocações
  9. 9. XIII Colóquio Ibérico de Geografia | Ramalhete; TenedórioSe já frequentou um curso do mesmo tipo em regime presencial, qual a diferença entre opresencial e o e-Learning na sua gestão de tempo? 50 46 45 40 35 31 30 26 25 24 Igual 23 23 21 Maior em e-learning 20 20 19 Menor em e-learning 15 14 14 10 9 6 5 5 4 0 Tempo para a Tempo para Tempo para a Tempo para si Tempo para profissão estudo família / amigos deslocações
  10. 10. XIII Colóquio Ibérico de Geografia | Ramalhete; TenedórioContributos para uma ciência do e-Learning (Meyer, 2003):- DadosA opção pelo modelo em e-Learning tem impactos significativos na vida quotidiana dos alunos - estes impactos são apresentados como vantagens, suficientes para minorar as desvantagens (falta de interacção, necessidade de auto-disciplina).Falta de dados específicos sobre alunos em e-Learning em Portugal.- TeoriaContributo para o estudo do e-Learning como modelo alternativo adequado à aprendizagem ao longo da vida.- Aplicação práticaAdequaçao dos programas das Unidades Curriculares e Unidades de Aprendizagem.Embora persista uma lógica nacional de oferta, há potencial para a transnacionalidade (potenciada pelo aumento das competências em TIC e melhoria das comunicações), sendo estas alterações geridas, com resultados positivos, pelos alunos.E a crise?
  11. 11. XIII Colóquio Ibérico de Geografia | Ramalhete; TenedórioObrigada pela vossa atenção! framalhete@netcabo.pt

×