SlideShare uma empresa Scribd logo
Estima-se que existam hoje no mundo pelo menos 5 mil povos indígenas, somando
mais de 350 milhões de pessoas (IWGIA, 2009).
No Brasil somos 241 povos listados.
A população indígena no país tem crescido de forma constante, indicando uma reto-
mada demográfica por parte da maioria desses povos.
Os mais de 240 povos indígenas somam, segundo o Censo IBGE 2010, 896.917 pesso-
as.
Destes, 324.834 vivem em cidades e 572.083 em áreas rurais.
Corresponde aproximadamente a 0,47% da população total do país.
Os povos indígenas contemporâneos estão espalhados por todo o território brasileiro.
Vários desses povos também habitam países vizinhos.
A maioria dos povos indígenas tem crescido, em média, 3,5% ao ano, muito mais do
que a média de 1,6% estimada para o período de 1996 a 2000 para a população brasi-
leira em geral.
Atualmente, mais de 150 línguas e diale-
tos são falados pelos povos indígenas no
Brasil.
Até hoje, muitas palavras de origem Tupi
fazem parte do vocabulário dos brasilei-
ros.
Consciência Indigena no Brasil
Povo Pankararu - MG e PE
Povo Xukuru - Kariri - MG
Nos últimos anos, aumenta o número de populações que passam a reivindicar pública e
oficialmente a condição de indígenas no Brasil.
Trata-se de famílias que, miscigenadas e territorialmente espoliadas ao longo do tempo,
reencontram, no presente, contextos políticos e históricos favoráveis à retomada de suas
identidades coletivas indígenas.
Em um levantamento inicial e, sem dúvida, precário, pudemos localizar o registro de
mais de 50 grupos novos com demandas pelo seu reconhecimento como indígenas.
A tradição legalista e o forte senso comum sobre o que deve ser um índio têm funcio-
nado como sérios obstáculos à implementação de avanços teóricos e jurídicos no reco-
nhecimento de povos indígenas resistentes.
. .
60% da população branca brasileira tem um antepassado indígena.
45 milhões de brasileiros brancos carregam hoje, uma grande parcela de sangue Indíge-
na
84,7 milhões de brasileiros que se auto-declararam pardos carregam 80% de DNA Indí-
gena.
Povo Krenak - MG Povo Xakriabá - MG

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

População Brasileira
População BrasileiraPopulação Brasileira
População Brasileira
Vanessa Silva
 
Modulo 11 - A população dos Estados Unidos
Modulo 11 - A população dos Estados UnidosModulo 11 - A população dos Estados Unidos
Modulo 11 - A população dos Estados Unidos
Claudio Henrique Ramos Sales
 
População brasileira
População brasileiraPopulação brasileira
População brasileira
amaroviana
 
Henrique e Julio 603 Aula Roma
Henrique e Julio 603   Aula RomaHenrique e Julio 603   Aula Roma
Henrique e Julio 603 Aula Roma
Vera Mln Silva
 
População brasileira
População brasileiraPopulação brasileira
População brasileira
DouglasElaine Moraes
 
População
PopulaçãoPopulação
População
Everton Pessoa
 
Aula população 2
Aula população 2Aula população 2
Aula população 2
João Paulo Portela
 
Território e população brasileira
Território e população brasileiraTerritório e população brasileira
Território e população brasileira
CBM
 
Asia quadro humano e economico
Asia   quadro humano e economicoAsia   quadro humano e economico
Asia quadro humano e economico
Luciano Pessanha
 
SOCIOLOGIA: Brasil, IBGE, IDH, Formação da sociedade Brasileira
SOCIOLOGIA: Brasil, IBGE, IDH, Formação da sociedade BrasileiraSOCIOLOGIA: Brasil, IBGE, IDH, Formação da sociedade Brasileira
SOCIOLOGIA: Brasil, IBGE, IDH, Formação da sociedade Brasileira
Colégio Basic e Colégio Imperatrice
 
População do Brasil
População do BrasilPopulação do Brasil
População do Brasil
PIBID Geografia UNEAL CAMPUS I
 
População brasileira
População brasileiraPopulação brasileira
População brasileira
Pedro Gervásio
 
Modulo 06 - Asia: continente populoso e povoado
Modulo 06 - Asia: continente populoso e povoadoModulo 06 - Asia: continente populoso e povoado
Modulo 06 - Asia: continente populoso e povoado
Claudio Henrique Ramos Sales
 
População brasileira
População brasileiraPopulação brasileira
População brasileira
Bruna Azevedo
 
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Geografia - População Brasileira
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Geografia -  População Brasileira www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Geografia -  População Brasileira
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Geografia - População Brasileira
Annalu Jannuzzi
 
{Sociologia} Imigração.
{Sociologia} Imigração.{Sociologia} Imigração.
{Sociologia} Imigração.
Julia Maldonado Garcia
 
Atualidade Brasil - Populacao brasileira - Blog do Prof. Marco Aurelio Gondim...
Atualidade Brasil - Populacao brasileira - Blog do Prof. Marco Aurelio Gondim...Atualidade Brasil - Populacao brasileira - Blog do Prof. Marco Aurelio Gondim...
Atualidade Brasil - Populacao brasileira - Blog do Prof. Marco Aurelio Gondim...
Marco Aurélio Gondim
 
IECJ - Cap. 8 - A população brasileira
IECJ - Cap. 8 - A população brasileiraIECJ - Cap. 8 - A população brasileira
IECJ - Cap. 8 - A população brasileira
profrodrigoribeiro
 
2º ano _soc_cap_12_-_prof._hudson
2º ano _soc_cap_12_-_prof._hudson2º ano _soc_cap_12_-_prof._hudson
2º ano _soc_cap_12_-_prof._hudson
Rita Leite Santos
 
Moradia no méxico.
Moradia no méxico.Moradia no méxico.
Moradia no méxico.
Isaac Ruiz Guerra
 

Mais procurados (20)

População Brasileira
População BrasileiraPopulação Brasileira
População Brasileira
 
Modulo 11 - A população dos Estados Unidos
Modulo 11 - A população dos Estados UnidosModulo 11 - A população dos Estados Unidos
Modulo 11 - A população dos Estados Unidos
 
População brasileira
População brasileiraPopulação brasileira
População brasileira
 
Henrique e Julio 603 Aula Roma
Henrique e Julio 603   Aula RomaHenrique e Julio 603   Aula Roma
Henrique e Julio 603 Aula Roma
 
População brasileira
População brasileiraPopulação brasileira
População brasileira
 
População
PopulaçãoPopulação
População
 
Aula população 2
Aula população 2Aula população 2
Aula população 2
 
Território e população brasileira
Território e população brasileiraTerritório e população brasileira
Território e população brasileira
 
Asia quadro humano e economico
Asia   quadro humano e economicoAsia   quadro humano e economico
Asia quadro humano e economico
 
SOCIOLOGIA: Brasil, IBGE, IDH, Formação da sociedade Brasileira
SOCIOLOGIA: Brasil, IBGE, IDH, Formação da sociedade BrasileiraSOCIOLOGIA: Brasil, IBGE, IDH, Formação da sociedade Brasileira
SOCIOLOGIA: Brasil, IBGE, IDH, Formação da sociedade Brasileira
 
População do Brasil
População do BrasilPopulação do Brasil
População do Brasil
 
População brasileira
População brasileiraPopulação brasileira
População brasileira
 
Modulo 06 - Asia: continente populoso e povoado
Modulo 06 - Asia: continente populoso e povoadoModulo 06 - Asia: continente populoso e povoado
Modulo 06 - Asia: continente populoso e povoado
 
População brasileira
População brasileiraPopulação brasileira
População brasileira
 
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Geografia - População Brasileira
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Geografia -  População Brasileira www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Geografia -  População Brasileira
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Geografia - População Brasileira
 
{Sociologia} Imigração.
{Sociologia} Imigração.{Sociologia} Imigração.
{Sociologia} Imigração.
 
Atualidade Brasil - Populacao brasileira - Blog do Prof. Marco Aurelio Gondim...
Atualidade Brasil - Populacao brasileira - Blog do Prof. Marco Aurelio Gondim...Atualidade Brasil - Populacao brasileira - Blog do Prof. Marco Aurelio Gondim...
Atualidade Brasil - Populacao brasileira - Blog do Prof. Marco Aurelio Gondim...
 
IECJ - Cap. 8 - A população brasileira
IECJ - Cap. 8 - A população brasileiraIECJ - Cap. 8 - A população brasileira
IECJ - Cap. 8 - A população brasileira
 
2º ano _soc_cap_12_-_prof._hudson
2º ano _soc_cap_12_-_prof._hudson2º ano _soc_cap_12_-_prof._hudson
2º ano _soc_cap_12_-_prof._hudson
 
Moradia no méxico.
Moradia no méxico.Moradia no méxico.
Moradia no méxico.
 

Destaque

Cartaz e regulam. cnl
Cartaz e regulam. cnlCartaz e regulam. cnl
Cartaz e regulam. cnl
Margarida Botelho da Silva
 
Boletim hidrometeorológico região serrana 14.nov.2012
Boletim hidrometeorológico região serrana   14.nov.2012Boletim hidrometeorológico região serrana   14.nov.2012
Boletim hidrometeorológico região serrana 14.nov.2012
Terê Total Teresópolis RJ
 
Programa mympel2012
Programa mympel2012Programa mympel2012
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1Seny Lima
 
Noite de autógrafo2.docx
Noite de autógrafo2.docxNoite de autógrafo2.docx
Noite de autógrafo2.docx
Ramão Medina Vieira
 
Bingo
BingoBingo
Bv aditamento memorial 2 ap 470 marcos valerio
Bv aditamento memorial 2 ap 470   marcos valerioBv aditamento memorial 2 ap 470   marcos valerio
Bv aditamento memorial 2 ap 470 marcos valerio
Marcelo Bancalero
 
Leituras: 12° Domingo Tempo Comum - Ano C
Leituras: 12° Domingo Tempo Comum - Ano CLeituras: 12° Domingo Tempo Comum - Ano C
Leituras: 12° Domingo Tempo Comum - Ano C
José Lima
 
Duda e regina
Duda e reginaDuda e regina
Duda e regina
Brunodsantos
 
Prebenjamin a
Prebenjamin aPrebenjamin a
Prebenjamin a
fbcat
 
Etapa Final do Circuito Caixa 2012 - Lista de Participantes
Etapa Final do Circuito Caixa 2012 - Lista de ParticipantesEtapa Final do Circuito Caixa 2012 - Lista de Participantes
Etapa Final do Circuito Caixa 2012 - Lista de Participantes
gymblogbrazil
 
O artista
O artistaO artista
O artista
charlesteony2012
 
Juvenil b
Juvenil bJuvenil b
Juvenil b
fbcat
 
Catequistas
CatequistasCatequistas
Catequistaslospelos
 
Rehfeld, a. acerca das generosas curvas da espera
Rehfeld, a. acerca das generosas curvas da esperaRehfeld, a. acerca das generosas curvas da espera
Rehfeld, a. acerca das generosas curvas da espera
Érika Renata
 
[Creategies] Marketing: saiba por que o crescimento do seu restaurante depend...
[Creategies] Marketing: saiba por que o crescimento do seu restaurante depend...[Creategies] Marketing: saiba por que o crescimento do seu restaurante depend...
[Creategies] Marketing: saiba por que o crescimento do seu restaurante depend...
creategies
 
02pt06
02pt0602pt06
2 015-2012 - resolucao arquivamento tcc
2   015-2012 - resolucao arquivamento tcc2   015-2012 - resolucao arquivamento tcc
2 015-2012 - resolucao arquivamento tcc
Direcao Ccsa-Jacarezinho Direito
 
História
HistóriaHistória
História
restartilovee
 

Destaque (20)

Forro pegado
Forro pegadoForro pegado
Forro pegado
 
Cartaz e regulam. cnl
Cartaz e regulam. cnlCartaz e regulam. cnl
Cartaz e regulam. cnl
 
Boletim hidrometeorológico região serrana 14.nov.2012
Boletim hidrometeorológico região serrana   14.nov.2012Boletim hidrometeorológico região serrana   14.nov.2012
Boletim hidrometeorológico região serrana 14.nov.2012
 
Programa mympel2012
Programa mympel2012Programa mympel2012
Programa mympel2012
 
Apresentação1
Apresentação1Apresentação1
Apresentação1
 
Noite de autógrafo2.docx
Noite de autógrafo2.docxNoite de autógrafo2.docx
Noite de autógrafo2.docx
 
Bingo
BingoBingo
Bingo
 
Bv aditamento memorial 2 ap 470 marcos valerio
Bv aditamento memorial 2 ap 470   marcos valerioBv aditamento memorial 2 ap 470   marcos valerio
Bv aditamento memorial 2 ap 470 marcos valerio
 
Leituras: 12° Domingo Tempo Comum - Ano C
Leituras: 12° Domingo Tempo Comum - Ano CLeituras: 12° Domingo Tempo Comum - Ano C
Leituras: 12° Domingo Tempo Comum - Ano C
 
Duda e regina
Duda e reginaDuda e regina
Duda e regina
 
Prebenjamin a
Prebenjamin aPrebenjamin a
Prebenjamin a
 
Etapa Final do Circuito Caixa 2012 - Lista de Participantes
Etapa Final do Circuito Caixa 2012 - Lista de ParticipantesEtapa Final do Circuito Caixa 2012 - Lista de Participantes
Etapa Final do Circuito Caixa 2012 - Lista de Participantes
 
O artista
O artistaO artista
O artista
 
Juvenil b
Juvenil bJuvenil b
Juvenil b
 
Catequistas
CatequistasCatequistas
Catequistas
 
Rehfeld, a. acerca das generosas curvas da espera
Rehfeld, a. acerca das generosas curvas da esperaRehfeld, a. acerca das generosas curvas da espera
Rehfeld, a. acerca das generosas curvas da espera
 
[Creategies] Marketing: saiba por que o crescimento do seu restaurante depend...
[Creategies] Marketing: saiba por que o crescimento do seu restaurante depend...[Creategies] Marketing: saiba por que o crescimento do seu restaurante depend...
[Creategies] Marketing: saiba por que o crescimento do seu restaurante depend...
 
02pt06
02pt0602pt06
02pt06
 
2 015-2012 - resolucao arquivamento tcc
2   015-2012 - resolucao arquivamento tcc2   015-2012 - resolucao arquivamento tcc
2 015-2012 - resolucao arquivamento tcc
 
História
HistóriaHistória
História
 

Semelhante a Consciência indígena

A luta dos povos indígenas e a violação
A luta dos povos indígenas e a violaçãoA luta dos povos indígenas e a violação
A luta dos povos indígenas e a violação
Erica Marcela
 
POVOS INDIGENAS BRASILEIROS
POVOS INDIGENAS BRASILEIROSPOVOS INDIGENAS BRASILEIROS
POVOS INDIGENAS BRASILEIROS
Antonio Marcos Nunes dos Reis Marcos
 
Indígenas
IndígenasIndígenas
Indígenas
Paola Prandini
 
FORMAÇÃO DA IDENTIDADE MACIONAL BRASILEIRA - 2 SÉRIE - UNIDADE 1.pptx
FORMAÇÃO DA IDENTIDADE MACIONAL BRASILEIRA - 2 SÉRIE - UNIDADE 1.pptxFORMAÇÃO DA IDENTIDADE MACIONAL BRASILEIRA - 2 SÉRIE - UNIDADE 1.pptx
FORMAÇÃO DA IDENTIDADE MACIONAL BRASILEIRA - 2 SÉRIE - UNIDADE 1.pptx
AmricoBarreto1
 
Seminário Tópicos Especiais em Brasil V.pptx
Seminário  Tópicos Especiais em Brasil V.pptxSeminário  Tópicos Especiais em Brasil V.pptx
Seminário Tópicos Especiais em Brasil V.pptx
Caelen1
 
Modulo 17 - População brasileira - os indígenas (Apostila Anglo)
Modulo 17 - População brasileira - os indígenas (Apostila Anglo)Modulo 17 - População brasileira - os indígenas (Apostila Anglo)
Modulo 17 - População brasileira - os indígenas (Apostila Anglo)
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Desigualdade Racial
Desigualdade RacialDesigualdade Racial
Desigualdade Racial
roberto mosca junior
 
Afinal, o que é ser indigena?
Afinal, o que é ser indigena?Afinal, o que é ser indigena?
Afinal, o que é ser indigena?
Paola Prandini
 
A questão indígena no Brasil
A questão indígena no BrasilA questão indígena no Brasil
A questão indígena no Brasil
BeatrizLeitedosSanto
 
Situaçao atual dos indigenas no brasil
Situaçao atual dos indigenas no brasil Situaçao atual dos indigenas no brasil
Situaçao atual dos indigenas no brasil
JuMayer
 
6º anos - Revisão de prova (Geografia)
6º anos - Revisão de prova (Geografia)6º anos - Revisão de prova (Geografia)
6º anos - Revisão de prova (Geografia)
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Sociologia: Raça e Etnicidade
Sociologia: Raça e EtnicidadeSociologia: Raça e Etnicidade
Sociologia: Raça e Etnicidade
Uziram Silva
 
Aspectos Demográficos do Brasil
Aspectos Demográficos do BrasilAspectos Demográficos do Brasil
Aspectos Demográficos do Brasil
Cadernizando
 
Brasil-distribuicao-e-crescimento-da-populacao.pptx
Brasil-distribuicao-e-crescimento-da-populacao.pptxBrasil-distribuicao-e-crescimento-da-populacao.pptx
Brasil-distribuicao-e-crescimento-da-populacao.pptx
Nalva Novais
 
Farra antropologia oportunista_teoria_3
Farra antropologia oportunista_teoria_3Farra antropologia oportunista_teoria_3
Farra antropologia oportunista_teoria_3
Felipe Bruno Martins Fernandes
 
Dinâmicas da população brasileira e diversidade cultural
Dinâmicas da população brasileira e diversidade culturalDinâmicas da população brasileira e diversidade cultural
Dinâmicas da população brasileira e diversidade cultural
EVALDOFRANCODESOUZAJ
 
A farra antropologica revista veja e as ongs
A farra antropologica revista veja e as ongsA farra antropologica revista veja e as ongs
A farra antropologica revista veja e as ongs
Guy Valerio Barros dos Santos
 
CNU BLOCO 8 - REALIDADE BRASILEIRA 2 A 15.pdf
CNU BLOCO 8 - REALIDADE BRASILEIRA 2 A 15.pdfCNU BLOCO 8 - REALIDADE BRASILEIRA 2 A 15.pdf
CNU BLOCO 8 - REALIDADE BRASILEIRA 2 A 15.pdf
LirajOS
 
Geografia a
Geografia  aGeografia  a
8o ano cultura indigena
8o ano cultura indigena8o ano cultura indigena
8o ano cultura indigena
Júlio César Anjos
 

Semelhante a Consciência indígena (20)

A luta dos povos indígenas e a violação
A luta dos povos indígenas e a violaçãoA luta dos povos indígenas e a violação
A luta dos povos indígenas e a violação
 
POVOS INDIGENAS BRASILEIROS
POVOS INDIGENAS BRASILEIROSPOVOS INDIGENAS BRASILEIROS
POVOS INDIGENAS BRASILEIROS
 
Indígenas
IndígenasIndígenas
Indígenas
 
FORMAÇÃO DA IDENTIDADE MACIONAL BRASILEIRA - 2 SÉRIE - UNIDADE 1.pptx
FORMAÇÃO DA IDENTIDADE MACIONAL BRASILEIRA - 2 SÉRIE - UNIDADE 1.pptxFORMAÇÃO DA IDENTIDADE MACIONAL BRASILEIRA - 2 SÉRIE - UNIDADE 1.pptx
FORMAÇÃO DA IDENTIDADE MACIONAL BRASILEIRA - 2 SÉRIE - UNIDADE 1.pptx
 
Seminário Tópicos Especiais em Brasil V.pptx
Seminário  Tópicos Especiais em Brasil V.pptxSeminário  Tópicos Especiais em Brasil V.pptx
Seminário Tópicos Especiais em Brasil V.pptx
 
Modulo 17 - População brasileira - os indígenas (Apostila Anglo)
Modulo 17 - População brasileira - os indígenas (Apostila Anglo)Modulo 17 - População brasileira - os indígenas (Apostila Anglo)
Modulo 17 - População brasileira - os indígenas (Apostila Anglo)
 
Desigualdade Racial
Desigualdade RacialDesigualdade Racial
Desigualdade Racial
 
Afinal, o que é ser indigena?
Afinal, o que é ser indigena?Afinal, o que é ser indigena?
Afinal, o que é ser indigena?
 
A questão indígena no Brasil
A questão indígena no BrasilA questão indígena no Brasil
A questão indígena no Brasil
 
Situaçao atual dos indigenas no brasil
Situaçao atual dos indigenas no brasil Situaçao atual dos indigenas no brasil
Situaçao atual dos indigenas no brasil
 
6º anos - Revisão de prova (Geografia)
6º anos - Revisão de prova (Geografia)6º anos - Revisão de prova (Geografia)
6º anos - Revisão de prova (Geografia)
 
Sociologia: Raça e Etnicidade
Sociologia: Raça e EtnicidadeSociologia: Raça e Etnicidade
Sociologia: Raça e Etnicidade
 
Aspectos Demográficos do Brasil
Aspectos Demográficos do BrasilAspectos Demográficos do Brasil
Aspectos Demográficos do Brasil
 
Brasil-distribuicao-e-crescimento-da-populacao.pptx
Brasil-distribuicao-e-crescimento-da-populacao.pptxBrasil-distribuicao-e-crescimento-da-populacao.pptx
Brasil-distribuicao-e-crescimento-da-populacao.pptx
 
Farra antropologia oportunista_teoria_3
Farra antropologia oportunista_teoria_3Farra antropologia oportunista_teoria_3
Farra antropologia oportunista_teoria_3
 
Dinâmicas da população brasileira e diversidade cultural
Dinâmicas da população brasileira e diversidade culturalDinâmicas da população brasileira e diversidade cultural
Dinâmicas da população brasileira e diversidade cultural
 
A farra antropologica revista veja e as ongs
A farra antropologica revista veja e as ongsA farra antropologica revista veja e as ongs
A farra antropologica revista veja e as ongs
 
CNU BLOCO 8 - REALIDADE BRASILEIRA 2 A 15.pdf
CNU BLOCO 8 - REALIDADE BRASILEIRA 2 A 15.pdfCNU BLOCO 8 - REALIDADE BRASILEIRA 2 A 15.pdf
CNU BLOCO 8 - REALIDADE BRASILEIRA 2 A 15.pdf
 
Geografia a
Geografia  aGeografia  a
Geografia a
 
8o ano cultura indigena
8o ano cultura indigena8o ano cultura indigena
8o ano cultura indigena
 

Mais de Francisco Machado

Mochilão na Europa
Mochilão na EuropaMochilão na Europa
Mochilão na Europa
Francisco Machado
 
Aventuras em Cuba
Aventuras em CubaAventuras em Cuba
Aventuras em Cuba
Francisco Machado
 
Os Indígenas do Brasil e o seu dia a dia na capital
Os Indígenas do Brasil e o seu dia a dia na capitalOs Indígenas do Brasil e o seu dia a dia na capital
Os Indígenas do Brasil e o seu dia a dia na capital
Francisco Machado
 
Como fazer um vídeo a partir de um álbum de fotos
Como fazer um vídeo a partir de um álbum de fotosComo fazer um vídeo a partir de um álbum de fotos
Como fazer um vídeo a partir de um álbum de fotos
Francisco Machado
 
Conceitos básicos da produção audio visual
Conceitos básicos da produção audio visualConceitos básicos da produção audio visual
Conceitos básicos da produção audio visual
Francisco Machado
 
Cibercultura e práticas estabelecidas e emergentes no jornalismo impresso e o...
Cibercultura e práticas estabelecidas e emergentes no jornalismo impresso e o...Cibercultura e práticas estabelecidas e emergentes no jornalismo impresso e o...
Cibercultura e práticas estabelecidas e emergentes no jornalismo impresso e o...
Francisco Machado
 
Inteligência coletiva, espiritualidade e renovação do laço social
Inteligência coletiva, espiritualidade e renovação do laço socialInteligência coletiva, espiritualidade e renovação do laço social
Inteligência coletiva, espiritualidade e renovação do laço social
Francisco Machado
 

Mais de Francisco Machado (7)

Mochilão na Europa
Mochilão na EuropaMochilão na Europa
Mochilão na Europa
 
Aventuras em Cuba
Aventuras em CubaAventuras em Cuba
Aventuras em Cuba
 
Os Indígenas do Brasil e o seu dia a dia na capital
Os Indígenas do Brasil e o seu dia a dia na capitalOs Indígenas do Brasil e o seu dia a dia na capital
Os Indígenas do Brasil e o seu dia a dia na capital
 
Como fazer um vídeo a partir de um álbum de fotos
Como fazer um vídeo a partir de um álbum de fotosComo fazer um vídeo a partir de um álbum de fotos
Como fazer um vídeo a partir de um álbum de fotos
 
Conceitos básicos da produção audio visual
Conceitos básicos da produção audio visualConceitos básicos da produção audio visual
Conceitos básicos da produção audio visual
 
Cibercultura e práticas estabelecidas e emergentes no jornalismo impresso e o...
Cibercultura e práticas estabelecidas e emergentes no jornalismo impresso e o...Cibercultura e práticas estabelecidas e emergentes no jornalismo impresso e o...
Cibercultura e práticas estabelecidas e emergentes no jornalismo impresso e o...
 
Inteligência coletiva, espiritualidade e renovação do laço social
Inteligência coletiva, espiritualidade e renovação do laço socialInteligência coletiva, espiritualidade e renovação do laço social
Inteligência coletiva, espiritualidade e renovação do laço social
 

Último

O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
SILVIAREGINANAZARECA
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
PatriciaZanoli
 
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
LEANDROSPANHOL1
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
PatriciaZanoli
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
1_10_06_2024_Criança e Cultura Escrita, Ana Maria de Oliveira Galvão.pdf
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.pptLeis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
Leis de Mendel - as ervilhas e a maneira simples de entender.ppt
 
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 

Consciência indígena

  • 1. Estima-se que existam hoje no mundo pelo menos 5 mil povos indígenas, somando mais de 350 milhões de pessoas (IWGIA, 2009). No Brasil somos 241 povos listados. A população indígena no país tem crescido de forma constante, indicando uma reto- mada demográfica por parte da maioria desses povos. Os mais de 240 povos indígenas somam, segundo o Censo IBGE 2010, 896.917 pesso- as. Destes, 324.834 vivem em cidades e 572.083 em áreas rurais. Corresponde aproximadamente a 0,47% da população total do país. Os povos indígenas contemporâneos estão espalhados por todo o território brasileiro. Vários desses povos também habitam países vizinhos. A maioria dos povos indígenas tem crescido, em média, 3,5% ao ano, muito mais do que a média de 1,6% estimada para o período de 1996 a 2000 para a população brasi- leira em geral. Atualmente, mais de 150 línguas e diale- tos são falados pelos povos indígenas no Brasil. Até hoje, muitas palavras de origem Tupi fazem parte do vocabulário dos brasilei- ros. Consciência Indigena no Brasil Povo Pankararu - MG e PE Povo Xukuru - Kariri - MG
  • 2. Nos últimos anos, aumenta o número de populações que passam a reivindicar pública e oficialmente a condição de indígenas no Brasil. Trata-se de famílias que, miscigenadas e territorialmente espoliadas ao longo do tempo, reencontram, no presente, contextos políticos e históricos favoráveis à retomada de suas identidades coletivas indígenas. Em um levantamento inicial e, sem dúvida, precário, pudemos localizar o registro de mais de 50 grupos novos com demandas pelo seu reconhecimento como indígenas. A tradição legalista e o forte senso comum sobre o que deve ser um índio têm funcio- nado como sérios obstáculos à implementação de avanços teóricos e jurídicos no reco- nhecimento de povos indígenas resistentes. . . 60% da população branca brasileira tem um antepassado indígena. 45 milhões de brasileiros brancos carregam hoje, uma grande parcela de sangue Indíge- na 84,7 milhões de brasileiros que se auto-declararam pardos carregam 80% de DNA Indí- gena. Povo Krenak - MG Povo Xakriabá - MG