SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 71
Baixar para ler offline
O Twitter, passo a passo.




  O Twitter, passo a
        passo.

                  Por: Pedro Lopes
                        @pmol
            Fundador e Editor de: Pmol Blog

                             Primeira edição.




 Este livro é gratuito, pode ser publicado parcialmente sempre e quando seja
                  devidamente atribuída a autoria do mesmo a:
                        http://pedromolopes.blogspot.com

   Podem partilha-lo na totalidade com os amigos, família, redes sociais e
                      publica-lo nos vossos blogues.

          Copyright © 2009 Pmol Blog – Alguns direitos reservados.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                  1
O Twitter, passo a passo.




           Tabela de conteúdos.

                   Capítulo 1 - Descrição do Twitter.

                   Capítulo 2 - Criar uma conta.

                   Capítulo 3 - Termos mais usados.

                   Capítulo 4 - Como usar o Twitter.

                   Capítulo 5 - Replies.

                   Capítulo 6 - Retweet.

                   Capítulo 7 - Trends e Hashtags.

                   Capítulo 8 - Listas.

                   Capítulo 9 - Encurtar endereços.

                   Capítulo 10 - Serviços e dicionários online.

                   Capítulo 11 - Aplicações locais e Web para o Twitter.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                 2
O Twitter, passo a passo.




      Capítulo 1
     Descrição do Twitter.




http://pedromolopes.blogspot.com                           3
O Twitter, passo a passo.

O que é o Twitter? É uma rede social? É uma ferramenta para partilhar informação?
É um motor de busca? Ou será isto tudo ao mesmo tempo? Vamos tentar perceber
como funciona o Twitter, para que serve e porque se tornou tão famoso.

Esta plataforma foi lançada ao público em Agosto de 2006, a definição oficial que
estava no site era a seguinte, e passo a citar:

“O Twitter é um serviço para amigos, família e colegas de trabalho
comunicarem e manterem-se ligados através do intercâmbio rápido e frequente
de respostas a uma simples pergunta, O que estás a fazer?“




O conceito não podia ser mais simples, a ideia era que um grupo de pessoas
conhecidas partilhassem o que estavam a fazer, seja ao nível pessoal ou
profissional, mas a medida que os utilizadores do serviço foram aumentando, a
utilização de esta plataforma foi mudando, e a simplicidade de utilização permite
moldar o Twitter as nossas necessidades.

Esta plataforma passou a servir de fonte de informação em primeira mão, graças aos
dispositivos móveis, qualquer pessoa que esteja na presença de um acontecimento
especial, pode twitar através do telemóvel e enviar as fotos para todos os seus
seguidores, foi por isto que o Twitter remodelou a sua página principal em Julho de
2009, agora podemos ler na mesma, e passo a citar:

“Partilhe e descubra o que se está a passar neste momento, em qualquer parte
do mundo.”

Adicionalmente temos também na nova página principal uma listagem com os
tópicos mais populares do momento em questão.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                      4
O Twitter, passo a passo.




Como já disse esta plataforma já existe desde 2006, mas só começou a ser mais
reconhecida a raiz das eleições dos Estados Unidos no final de 2008, quando os
candidatos começaram a comunicar com os eleitores através do Twitter, para apelar
aos mais jovens.

Isto deu ao Twitter exposição e tempo de antena nos meios de comunicação, toda a
gente começou a falar nele, dai a fama mais recente, e também graças a adesão de
figuras públicas nomeadamente actores e cantores.

Como funciona? É muito fácil, após criar uma conta, temos acesso a interface
principal do site, na qual aparece a pergunta “What´s Happening?”, em Português
“O que está a acontecer?” e um espaço em branco donde podemos escrever
aquilo que quisermos, “até 140 caracteres”, depois basta carregar no botão que diz
“Update” e já está, já fizeram o vosso primeiro tweet.

Chama-se tweet a cada mensagem que escrevemos, mas é aqui neste pequeno
espaço com 140 caracteres que vamos definir a utilidade do Twitter para nós, e esta
utilidade vai depender directamente daquilo que escrevemos e do nosso objectivo a
atingir nesta plataforma.

A primeira utilidade óbvia é usar o Twitter como rede social, muitos utilizadores
escolheram o Twitter para partilhar com os amigos os pequenos acontecimentos da
vida pessoal, e tenho que dizer que para este objectivo é de facto, a melhor rede
social que existe.

A vantagem em relação a outros serviços como o Hi5, Facebook ou Orkut é a
simplicidade de utilização, não existem perfis, nem aplicações para adicionar, nem
toda a tralha que esta ligada aos outros serviços, e tampouco publicidade (pelo
menos por enquanto), basta twitar.



http://pedromolopes.blogspot.com                                                      5
O Twitter, passo a passo.

É um excelente substituto até dos serviços de mensagens instantâneas, como o
Messenger ou o Gtalk, isto porque contrariamente a estes últimos o Twitter não
requer a nossa constante interacção, basta escreverem uma mensagem e todos os
nossos seguidores vão automaticamente saber que está tudo bem.

Não é preciso abrir janelas de chat ou perder 5 minutos para falar com cada pessoa,
mas atenção que todas as mensagens são públicas, qualquer pessoa pode visualiza-
las, independentemente de serem ou não seguidores vossos.

Também podem mandar mensagens privadas, mas estas, podem ser retweetadas
publicamente, se a pessoa que a recebeu assim o entender.

Por tanto se passarem informação pessoal, façam-no com pessoas de confiança, de
resto temos sempre que ter cuidado com a nossa privacidade em todas as redes
sociais na Internet.

Mas e que tal usar esta plataforma com outra finalidade? Por exemplo, para partilhar
e receber informação? O Twitter colocou nas mãos de pessoas comuns a
capacidade de distribuir informação em tempo real, até aqui reservada para os meios
de comunicação.

O facto de esta plataforma funcionar em qualquer dispositivo com acesso a Internet,
seja ele PC, Mac, Linux, ou telefones móveis, veio permitir uma distribuição muito
mais rápida da informação, muitas vezes os acontecimentos que aparecem nos
noticiários já estão a rolar pelo Twitter há mais de 24 horas.

O mais impressionante é a quantidade de informação e a rapidez com que passa por
nós, se estiverem a seguir muitas pessoas que coloquem muitas mensagens, não
vão conseguir acompanhar tudo, nem que estivessem 24 horas agarrados ao Twitter.

Seja qual for o tema que mais nos interessa, de certeza que vamos encontrar no
Twitter muita informação acerca do mesmo, mas para isso temos que seguir as
pessoas que também estão interessadas nesses mesmos temas.

A partir dai, basta ler os tweets e podemos ter centenas ou milhares de pessoas a
partilharem experiências e artigos que foram publicados em sites de Internet, dos
quais nunca tínhamos ouvido falar, e que certamente iríamos demorar muito mais
tempo a encontrar pelos meios convencionais, leia-se, Google.

Não podemos definir o Twitter como um motor de busca, mas se procurarmos
alguma informação, quase de certeza que já foi partilhada por alguém como nós que
também já esteve a procura do mesmo

Actualmente é uma das melhores ferramentas para nos mantermos informados
acerca de muitos temas diferentes e com muita facilidade.

Além de podermos aceder ao Twitter através do próprio site, podemos também
instalar aplicações nos nossos computadores ou telefones.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                       6
O Twitter, passo a passo.

Existem centenas de programas para o Twitter, uns melhores do que outros, e para
qualquer plataforma, seja o Windows, Mac OSx, Linux, Iphone, Blackberry, Windows
Mobile, existem para todos os gostos e feitios, aconselho sempre que testem vários
até encontrarem aquele que lhes pareça o mais útil, falaremos de alguns deles nos
capítulos seguintes.

Este primeiro capítulo é uma pequena introdução para os ajudar a perceber o
conceito básico do Twitter, nos próximos, vamos colocar as mãos na massa e
explicar como se usa esta plataforma ao pormenor, e quais as melhores maneiras de
twitar, retwitar, responder, e muitas outras funcionalidades.

Já agora se estiverem curiosos, podem ver o meu perfil no twitter, o meu nome de
utilizador é @pmol, o endereço é o seguinte: http://twitter.com/pmol.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                      7
O Twitter, passo a passo.




      Capítulo 2
            Criar uma conta.




http://pedromolopes.blogspot.com                           8
O Twitter, passo a passo.

O primeiro que precisamos fazer é criar uma conta no Twitter, para isso vamos a
pagina principal e carregamos no botão verde que diz “Sign up now”,
posteriormente temos que introduzir o nosso nome, pode ser só o primeiro e o último,
e escolher um nome de utilizador.

Atenção que estes dados serão visíveis por toda a gente, a medida que vamos
escrevendo, a interface vai informando se os nomes que estamos a introduzir já
estão a ser utilizados ou não.




Adicionamos uma palavra passe, uma palavra passe segura tem que ter pelo menos
8 caracteres e uma mistura de maiúsculas, minúsculas e números, adicionamos
também o nosso endereço de email, este endereço é para as comunicações com o
Twitter e não será público, também aqui a interface informa o nível de segurança da
password e se o endereço de email é valido.

Depois basta colocar as palavras Captcha, que são aquelas letras que estão
deformadas, estas palavras têm como função impedir robots de Internet de criarem
contas indiscriminadamente, e depois basta carregar no botão que diz “Create my
account”.

O próximo passo é procurar nos contactos de email, para ver se alguns deles já têm
conta aberta no Twitter, podemos escolher entre os serviços de email mais
populares, podem introduzir o vosso nome de utilizador e a vossa palavra passe da
conta de email a vontade, este processo é seguro e os vossos dados não serão
partilhados com ninguém.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                       9
O Twitter, passo a passo.




Se não quiserem procurar agora podem saltar este passo carregando na opção
“Skip this step” abaixo do botão “Continue”, podem sempre fazer isto
posteriormente.

Se nenhum dos vossos contactos está no Twitter vão aparecer sugestões de
utilizadores para vocês seguirem, aqui aconselho a carregar na opção “Skip this
step” abaixo do botão “Finish”.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                   10
O Twitter, passo a passo.

É sempre melhor procurar posteriormente aqueles que realmente nos interessam, e
pronto já está, agora aparece a vossa página principal do Twitter chamada “Home”,
esta será a página donde vão aparecer os Tweets de todas as pessoas que vocês
estão a seguir e também os vossos, por ordem cronológica.




Nesta página principal temos uma barra de menu horizontal no topo e a direita, com
varias opções, a opção “Home” como o nome indica é para aceder a nossa página
principal, a opção “Profile” leva-nos directamente a nossa página pública que é vista
por toda a gente (o endereço para a esta página pública será sempre
http://twitter.com/qualquercoisa, donde “qualquercoisa” é o vosso nome de utilizador).

A opção “Find People” ajuda-nos a procurar pessoas para seguir, a opção
“Settings” é para configurar a nossa conta, a opção “Help” que como o nome
indica é para a ajuda, e finalmente a opção “Sign Out” é para sair da nossa conta.

Vamos então configurar a conta, para isso vamos carregar na opção “Settings”, no
primeiro separador de nome “Account” vão aparecer os dados que introduzimos
previamente quando criamos a conta, nome, nome de utilizador e endereço de email.

Adicionalmente podemos configurar o nosso fuso horário, podemos colocar um
endereço web, tipicamente o endereço do nosso site ou blogue, uma pequena
biografia, a localização, podem colocar só o país ou então a cidade e o país e activar
ou desactivar a funcionalidade de geo-localização.

A linguagem tem que ficar em Inglês, a menos que por algum motivo lhes apeteça
aprender Japonês, Espanhol, Italiano, Alemão ou Francês, ainda não existe em
Português, e temos uma opção para proteger os nossos tweets, na prática o que isto
faz é obrigar as pessoas que vos querem seguir a solicitar a vossa permissão para
ver as vossas actualizações.



http://pedromolopes.blogspot.com                                                         11
O Twitter, passo a passo.




No separador “Password” podemos alterar a nossa palavra passe, no separador
“Mobile” podemos configurar o nosso número de telemóvel para poder receber e
enviar os tweets por SMS, se quiserem aceder ao Twitter no vosso smartphone
podem sempre utilizar o navegador de Internet para aceder o site do Twitter mobile,
m.twitter.com .




http://pedromolopes.blogspot.com                                                      12
O Twitter, passo a passo.




No separador “Notices” estão as notificações por email, aconselho que activem as
três, assim receberão um email por cada vez que alguém os seguir, e por cada vez
que recebam uma mensagem directa, assim como as novidades do Twitter.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                    13
O Twitter, passo a passo.




No separador “Picture” vamos adicionar a nossa foto, basta carregar no botão
“Procurar” e escolher uma foto que tenham no disco, escolham uma foto
apresentável pois vai ser vista por qualquer pessoa, até pode ser uma foto de
tamanho grande.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                  14
O Twitter, passo a passo.

No separador “Design” podemos escolher o fundo da nossa página principal, se não
gostarem dos que lá estão podem sempre utilizar uma foto que tenham no disco
carregando no botão “Change background image” e depois carregar no botão
“Procurar”, após escolher a imagem carregamos no “save changes”.

Podemos também mudar as cores da barra lateral e do texto, basta carregar em
“Change Design Colors” e depois carregar na cor que queremos alterar, não
esquecer de carregar em “save changes”.




Por ultimo, o separador “Connections”, vai mostrar todas as aplicações externas as
quais demos acesso.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                      15
O Twitter, passo a passo.




E já está configurada a conta, tentem ser o mais explícitos e verdadeiros possíveis,
sobretudo na pequena biografia, no vosso nome e uma foto realmente vossa e não
um boneco qualquer, isto porque se eu vir um perfil que não tenha foto nem biografia
o mais certo é eu não o seguir.

E por favor não protejam as actualizações no separador “Accounts”, se eu tiver que
solicitar autorização para ver os vossos tweets de certeza que não o vou fazer e não
os vou seguir, o Twitter é uma rede pública.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                       16
O Twitter, passo a passo.




      Capítulo 3
       Termos mais usados.




http://pedromolopes.blogspot.com                           17
O Twitter, passo a passo.


Antes de passar a utilização do Twitter, e para perceber adequadamente os capítulos
de este livro, é conveniente explicar a terminologia mais usada no serviço de micro-
blogging.

O Twitter ainda não foi traduzido para Português, por isso os termos estão todos em
Inglês, existem alguns termos convertidos para a língua de Camões, que são
amplamente utilizados pela comunidade Lusa e Brasileira, mas até não existir uma
versão oficial dos mesmos, e para facilitar a vossa aprendizagem, vou manter o
Inglês.

Tweet = São todas as mensagens que escrevemos no Twitter.

Replies / Mentions = Mensagens dirigidas a outros utilizadores do Twitter, em
resposta a um Tweet ou para iniciar uma conversa.

Retweet / RT = Twitar um tweet originário de outro utilizador.

Direct message / DM = Mensagem privada dirigida a outro utilizador do Twitter.

Favorites = Tweets marcados como favoritos.

Following = Utilizadores que estamos a seguir.

Followers = Utilizadores que nos estão a seguir.

Unfollow = Deixar de seguir utilizadores.

Saved Searches = Procuras guardadas de termos específicos.

Lists = Listas de utilizadores.

Trending topics / Trends = Temas mais quentes, com mais tweets.

Hashtag = Etiqueta usada para identificar vários tweets acerca do mesmo tema,
sempre precedida do símbolo "#".

Block = Bloquear utilizadores.

Report for Spam = Notificar o Twitter e bloquear utilizadores com comportamento
spam.

Shorten URL = Endereços de Internet curtos.


Isto é só alguns dos termos habitualmente usados no Twitter, não se preocupem se
não entenderam o significado de alguns deles, nos próximos capítulos vamos
esclarecer todas as dúvidas.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                         18
O Twitter, passo a passo.




      Capítulo 4
      Como usar o Twitter.




http://pedromolopes.blogspot.com                           19
O Twitter, passo a passo.

A maneira mais fácil de usar o Twitter é através da interface Web, isto é, na página
do Twitter, existem outras maneiras de interagir com esta plataforma, que é com
programas específicos que são instalados no PC, por exemplo o Seesmic Desktop
ou o TweetDeck.

Mas o melhor é aprender primeiro a utilizar o site principal, que após as últimas
actualizações está muito bom.

Entramos na conta introduzindo o nome de utilizador e palavra passe que definimos
quando criamos a mesma, e podemos então começar a twitar, a primeira impressão
que temos do Twitter é fraca, e damos por nós a pensar que tem pouca utilidade,
nada de mais errado.

Vamos então criar o nosso primeiro tweet, vamos a nossa página principal
carregando donde diz “Home” na barra de menu horizontal, e basta escrever no
espaço em branco logo abaixo da pergunta “What´s happening?”, por exemplo:
“Novato no Twitter a tentar não estragar nada :-)”, pode ser em Português ou Inglês
ou noutra língua qualquer que mais gostem, depois basta carregar no botão que diz
“Update”, e já está, já fizeram o primeiro tweet.




O vosso primeiro tweet aparece logo abaixo, bem e agora? Agora temos que
começar a seguir pessoas, o Twitter é diferente das redes sociais mais conhecidas,
leia-se Hi5, Facebook e Orkut, estas redes baseiam-se no conceito de “Amigos”.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                       20
O Twitter, passo a passo.

Se pensarem bem, esse conceito não tem muita lógica, porque as vezes estamos a
ter uma conversa com uma pessoa que nunca conhecemos e que obviamente não é
nosso amigo, no Twitter usamos o conceito de “Seguidores”.

Os seguidores estão compostos por duas listas, aqueles que nos seguem e aqueles
que estamos a seguir, para por o Twitter a andar temos que começar a seguir
pessoas, se não soubermos o endereço de alguém conhecido no Twitter vamos ter
que procurar no meio de vários milhões de utilizadores, mas não se assustem porque
não é difícil.

A primeira opção é carregar na barra de menu horizontal donde diz “Find People”,
vão aparecer varias opções, “Find on Twitter” é a primeira, esta opção é para
procurar pessoas ou entidades pelo nome, por exemplo podem escrever “TVI24”,
sem aspas, e carregar no botão que diz “Search”.




Vão aparecer as duas contas do TVI24 (e uma fake), basta carregar na foto da
primeira e irão parar a conta do TVI24 donde são apresentadas as notícias, se
quiserem seguir esta conta basta carregar no botão que diz “Follow” logo abaixo da
foto, e já esta, a partir de agora as notícias do TVI24 vão aparecer na vossa página
principal.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                       21
O Twitter, passo a passo.




http://pedromolopes.blogspot.com                           22
O Twitter, passo a passo.

Se repararem na barra lateral direita da pagina principal, logo abaixo da vossa foto e
nome, verão que apareceu o numero 1 donde diz “Following”, isto quer dizer que
vocês estão a seguir uma pessoa, neste caso a TVI24, quando alguém os estiver a
seguir vai aparecer na contagem que diz “Followers”, a terceira contagem diz
respeito a quantidade de listas nas quais estamos mencionados, por baixo do nosso
nome temos a quantidade de tweets que já fizemos.

A segunda opção para procurar pessoas é “Find on other networks”, serve para
procurar se os nossos contactos de outras redes sociais estão no Twitter, a terceira
opção “Invite by email” serve para enviar convites por email para os endereços que
especificarmos, e a ultima opção é “Suggested users”, que como o próprio nome
indica, são utilizadores sugeridos pelo Twitter, esta ultima opção pode ser útil nesta
fase inicial para os ajudar a começar.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                         23
O Twitter, passo a passo.




http://pedromolopes.blogspot.com                           24
O Twitter, passo a passo.

Como encontrar pessoas no Twitter que sejam do nosso interesse?

É fácil, na barra direita do site têm um espaço em branco com uma lupa do lado
direito, escrevam o tema que acharem mais interessante, por exemplo: “Barata”, sem
aspas, carreguem na lupa e vão aparecer todos os tweets que contenham a palavra
“Barata”, agora basta aceder ao perfil das pessoas (carregando na foto) que estão a
twitar o tema em questão e aqueles que acharem interessantes é só fazer “Follow”.




Notem que podem guardar esta procura que fizeram, basta clicar donde diz “+ Save
this search” no topo da procura, ao guardarem, a mesma vai ficar disponível na
barra direita, na secção “Saved Searches”, em qualquer altura podem passar por lá
e seleccionar a procura novamente.

Para apagarem uma procura guardada, basta selecciona-la e posteriormente clicar
em “x Remove this saved search”, no topo da mesma.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                      25
O Twitter, passo a passo.




Agora é repetirem este processo tantas vezes quanto quiserem, de referir que
quantas mais pessoas seguirem mais possibilidades têm de encontrar informação
interessante, mas também a medida que seguimos mais pessoas vamos ter que
dedicar mais e mais tempo ao Twitter.

Outra maneira muito fácil de seguir pessoas é através de blogues e sites, a maioria
deles têm lá um acesso directo as contas dos criadores no Twitter, basta seguirem
os que acharem do vosso agrado.

À medida que forem seguindo pessoas, elas vão seguir de volta e vão começar a
aparecer emails com as notificações de que alguém nos está a seguir,
eventualmente vão também aparecer pessoas que nos seguem, mas que ainda não
estamos a seguir.

Nestes casos aconselho a seguirem de volta, desta maneira vão aumentado a vossa
rede de seguidores, alem do mais acho que é má educação não seguir alguém que
nos está a seguir (a menos que seja um spammer), e só podemos conhecer uma
pessoa através dos tweets que produz, por tanto não custa nada seguir, se depois
chegarmos a conclusão de que não nos interessa podemos então deixar de seguir.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                      26
O Twitter, passo a passo.

Não se esqueçam que a informação que vão receber do Twitter esta directamente
relacionada com as pessoas que estão a seguir, por isso tentem manter pelo menos
50% deles que falem de temas que achem interessantes, e os outros 50% mais
variados.

Uma última palavra para as personalidades, tudo o que for artistas, membros ou
instituições de governos e jornais normalmente não seguem de volta, tirando
algumas excepções eles estão no Twitter somente para se mostrar, e a menos que
vocês sejam fãs não vale a pena segui-los, pois não vai existir partilha de
informação.

Para toparem este tipo de utilizadores basta olharem para a relação entre seguidores
e pessoas que eles seguem, normalmente só estão a seguir 4 ou 5 pessoas mas têm
100.000 seguidores ou mais.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                       27
O Twitter, passo a passo.




      Capítulo 5
                          Replies.




http://pedromolopes.blogspot.com                             28
O Twitter, passo a passo.

Um “Replie” é uma resposta directa a outro utilizador do Twitter, vamos explicar
como é que se faz a comunicação entre utilizadores.

Podemos estabelecer um diálogo com outros utilizadores do Twitter de duas
maneiras, “Replies” (respostas em Português) que são mensagens públicas entre
utilizadores e “Direct Message” mais conhecida por “DM” (mensagem directa em
Português) que são privadas.

Enviar um replie é muito fácil, basta introduzir o nome do utilizador ao qual vamos
responder publicamente precedido de “@” (at ou arroba sem aspas), e
posteriormente escrevemos a mensagem, isto no mesmo espaço de 140 caracteres
que é utilizado para twitar, depois basta carregar no botão logo abaixo que diz
“Reply”.




Como podem ver a diferença entre um tweet e um replie é somente o
“@nomedeutilizador”, esta mensagem pode ser vista pelo destinatário carregando
donde diz “@nossonomedeutilizador” na barra direita do site do Twitter, assim
como vocês podem ver as vossas, não se esqueçam que os replies são públicos e
podem ser vistos por qualquer pessoa.

Já as mensagens directas são privadas, para enviar uma mensagem directa temos
que escrever um “D” sem aspas seguido de um espaço em branco antes do nome do
utilizador, e depois escrevemos a mensagem em questão, isto também no mesmo
espaço de 140 caracteres, depois basta carregar no botão logo abaixo que diz
“Send”.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                      29
O Twitter, passo a passo.




A simplicidade é uma das melhores coisas que o Twitter tem, como devem ter
reparado podemos fazer tudo no mesmo sítio, para twitar basta escrever uma
mensagem, para replies a mensagem precedida de “@nomedeutilizador” e para
mensagens directas “D nomedeutilizador” seguido da mensagem.

Se repararem o botão que esta abaixo do espaço de 140 caracteres vai mudando
consoante o que estivermos a escrever, se for um tweet diz “Update”, no replie diz
“Reply” e nas DM diz “Send”, assim como o titulo encima muda de “What´s
Happening” no tweet, para “Reply to nomedeutilizador” no replie e nas
mensagens directas muda para “Send nomedeutilizador a direct message”.

Para ver as mensagens directas carregamos donde diz “Direct Messages” na barra
direita do site do Twitter, depois temos dois separadores, um com as recebidas e
outro com as enviadas, embora estas mensagens sejam privadas não se esqueçam
de que o destinatário pode sempre reenviar a mensagem publicamente, por tanto
tenham cuidado com aquilo que escrevem e a quem escrevem.

Existe outra maneira de fazer um replie, se estivermos a ler um tweet de outra
pessoa podemos ver no lado direito do mesmo três opções, Reply, Retweet e uma
estrela, se carregarmos no Reply o site do Twitter vai automaticamente colocar o
“@nomedeutilizador” depois basta escrever a mensagem e carregar no “Reply”.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                      30
O Twitter, passo a passo.




O Retweet serve para retwitar um tweet, vamos falar do Retweet mais a frente.

A estrela serve para marcar o tweet como favorito, depois podemos aceder aos
favoritos na barra direita do site do Twitter donde diz “Favorites”, os tweets dos
outros utilizadores, aparecem em catadupa na nossa homepage a uma velocidade
maior do que aquela que podemos acompanhar, dai a importância dos favoritos, é
mais fácil procurar no meio de uma centena de favoritos do que em milhares de
tweets.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                       31
O Twitter, passo a passo.

Se quisermos remover um tweet dos favoritos basta carregar na estrela novamente
dentro da secção “Favorites” e o mesmo desaparece, dentro das mensagens
directas o botão Reply serve para responder também através de mensagem directa,
e adicionalmente temos um caixote do lixo para apagar a mensagem, podemos
apagar as mensagens directas enviadas e recebidas, já os tweets só podemos
apagar aqueles que enviamos.

Só mais uma nota para as mensagens directas, só podem enviar mensagens
directas para as pessoas que estão a seguir e que também os estão a seguir a
vocês, já os replies podem enviar para qualquer pessoa, e tenham em atenção que
quando apagam uma mensagem directa, a mesma também desaparece dos
enviados ou recebidos do outro utilizador.

Se clicarem em “Followers” na barra direita, vai aparecer uma listagem dos vossos
seguidores, a partir daqui também podemos fazer Reply e enviar mensagens
directas, podem reparar que do lado direito de cada seguidor temos três botões, o
primeiro é para seguir a pessoa em questão, o segundo é para adicionar essa
pessoa a uma lista (as listas serão abordadas mais a frente), e o último botão tem
uma série de funções.

Como podem ver na imagem abaixo, podemos enviar um Reply em “Mention
username”, podemos enviar uma mensagem directa em “Direct message
username”, podemos seguir ou deixar de seguir em “Follow/Unfollow/Remove
username”.

Podemos também bloquear um utilizador em “Block username”, e podemos ainda
reportar um utilizador como spammer em “Report username for spam”.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                      32
O Twitter, passo a passo.




      Capítulo 6
                        Retweet.




http://pedromolopes.blogspot.com                           33
O Twitter, passo a passo.

RT ou Retweet é um método muito rápido para partilhar informação no Twitter, o
Retweet consiste basicamente em repetir o tweet de outra pessoa, mas
reconhecendo essa mesma pessoa como a fonte de informação.

Embora pareça não fazer muito sentido repetir informação que outra pessoa já
escreveu, temos que ter em conta que as pessoas que nos estão a seguir não são
necessariamente as mesmas que estão a seguir a pessoa que escreveu o tweet
original, e por tanto, ainda o desconhecem.

Esta é a melhor maneira de espalhar a informação que nos parece mais
interessante, se vejo um tweet com informação que me foi útil porque não partilhar
essa mesma informação com as pessoas que me seguem?

O único ponto negativo disto é que as vezes vão ver a mesma informação que esta a
ser repetida por várias pessoas que por acaso estamos a seguir, é o preço de termos
informação distribuída rapidamente.

Uma coisa importante é de facto ler a informação antes de fazer o Retweet, não é
conveniente fazer um Retweet só pelo titulo da informação, porque o link contido na
mesma pode direccionar para conteúdo menos apropriado, e não é bom espalhar
informação incorrecta ou desagradável, o meu conselho é sempre lerem não só o
respectivo tweet mas também o conteúdo que esta no endereço do tweet.

Para fazer um Retweet temos que escrever no espaço em branco de 140 caracteres
o seguinte : “RT” seguido de um espaço em branco, depois “@ nome de utilizador
original” seguido de “:” e a seguir o respectivo tweet original, esta é a maneira mais
comum.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                         34
O Twitter, passo a passo.




Podemos também escrever a mensagem original e no final adicionar “-” seguido de
espaço em branco e depois “via” outro espaço em branco e “@ nome de utilizador
original”, eu prefiro a primeira forma, atenção isto tudo sem aspas, e obviamente no
final temos que clicar no botão “Update”.




Para fazer isto rapidamente no site do Twitter temos que seleccionar todo o texto do
tweet original e carregar no Ctrl+C (para copiar), depois cliquem no reply, verão que
vai automaticamente aparecer o “@ nome de utilizador original”, depois basta
colocar “RT” seguido do espaço em branco antes da arroba (at) e dois pontos a
seguir ao nome de utilizador e finalmente carregar no Ctrl+V (para colar o texto),
assim escrito parece muito mais difícil do que é na realidade.

Cada vez que fizerem um Retweet o mesmo vai aparecer nos replies das pessoas
em questão, que até podem ser mais do que uma, assim como os vossos retweets
vão aparecer na vossa secção de replies (a secção de replies está na barra direita,
donde diz “@nomedeutilizador”).




http://pedromolopes.blogspot.com                                                        35
O Twitter, passo a passo.




Não se esqueçam de agradecer as pessoas que fizeram Retweet da vossa
informação, mesmo que o vosso tweet já seja um Retweet de outra pessoa, isto não
é uma norma nem uma obrigação, alguns utilizadores agradecem e outros não, na
minha opinião não custa nada.

Para agradecer basta escreverem “@nomedeutilizador” seguido de um espaço em
branco e “Rthx” , que é o diminutivo de “RT Thanks” (RT obrigado em Português),
isto até pode servir para travarem conhecimento e conversar com as pessoas em
questão, o que também acaba por ser interessante, estes agradecimentos também
vão aparecer na lista de replies.

Retweet automático.

Como disse mais acima, o ponto mais negativo do Retweet, é que os tweets acabam
por ser repetidos muitas vezes, existem utilizadores muito influentes no Twitter que
vêem os seus tweets retweetados milhares de vezes.

A desvantagem para os servidores do Twitter é óbvia, milhares de tweets repetidos
ocupam espaço e recursos, para solucionar este problema, o pessoal do Twitter
colocou recentemente uma nova funcionalidade de Retweet.

A vantagem de esta nova funcionalidade, é que os tweets não serão repetidos, se
fizermos um retweet por este novo método, o que na prática vai acontecer é que
estamos somente a assinar o tweet, e não a repeti-lo, podem ver o aspecto na
imagem abaixo.



http://pedromolopes.blogspot.com                                                       36
O Twitter, passo a passo.




Aparece o tweet original, e por baixo todas as pessoas que já fizeram retweet do
mesmo, mas como não a bela sem senão, o resultado de este método é que vamos
ver tweets na nossa timeline de pessoas que não estamos a seguir.

Para explicar bem este ponto, quando uma pessoa que estamos a seguir faz um
retweet através da nova funcionalidade, em vez de ver essa mesma pessoa que fez
o retweet, vamos ver o tweet original, e a pessoa que fez o tweet original pode não
fazer parte dos que estamos a seguir.

Isto gerou uma grande confusão quando a função foi inicialmente implementada,
muita gente ainda continua a usar o método manual (explicado no início de este
artigo), mas penso que com o avançar do tempo toda a gente vai aderir ao novo
método, que é o que eu vos aconselho.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                      37
O Twitter, passo a passo.




Outro ponto negativo desta funcionalidade automática é o facto de os retweets não
aparecerem nos nossos replies, pelo método antigo cada retweet aparecia como se
fosse uma menção, agora para ver os retweets temos que aceder a secção
respectiva na barra direita do site, ou então fazer uma procura do nosso nome de
utilizador.

Vamos então ver como utilizamos esta nova funcionalidade.

Quando estamos a ler um tweet de outro utilizador, ao passarmos com o rato pelo
mesmo, vão aparecer duas opções, Reply e Retweet.

Ao seleccionar Retweet, aparece uma pequena janela de confirmação que diz
“Retweet to your followers”, se clicarem em “Yes” o retweet será feito, se por
acaso se enganaram podem clicar no “x” que está do lado direito do “Yes” para
anular a operação.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                     38
O Twitter, passo a passo.




Podem ver agora por baixo do tweet original a mensagem “Retweeted by you”.




Para ver todos os retweets, temos na barra direita do site uma nova secção chamada
“Retweets”, dentro da qual temos três separadores, o primeiro, “Retweets by
others” engloba todos os retweets feitos pelas pessoas que estamos a seguir.

O segundo “Retweets by you”, tem os retweets que nós fizemos e o terceiro, “Your
tweets, retweeted”, mostra os retweets que foram feitos aos nossos tweets.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                      39
O Twitter, passo a passo.




http://pedromolopes.blogspot.com                           40
O Twitter, passo a passo.




Notem que podem desligar a visualização dos retweets que são feitos por
utilizadores específicos, para tal temos um pequeno botão verde por baixo da foto e
nome do utilizador respectivo, se estiver verde quer dizer que estamos a visualizar os
retweets de essa pessoa, e se estiver em branco então não veremos os retweets.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                         41
O Twitter, passo a passo.




http://pedromolopes.blogspot.com                           42
O Twitter, passo a passo.




      Capítulo 7
           Trend e Hashtags.




http://pedromolopes.blogspot.com                           43
O Twitter, passo a passo.

Estamos quase a acabar de explorar as funcionalidades principais do Twitter, pelo
menos no que toca à interacção directa com o site, por isso vamos explicar o que
são Trends e Hashtags.

Vamos começar pelos Trends, a tradução literal para Português é “Modas” ou
“Tendências”, mas neste caso específico os Trends são os temas mais quentes que
estão a ser abordados nesta plataforma, se olharem para a barra da direita do site do
Twitter verão que estão lá as palavras “Trending Topics”, e logo abaixo uma lista
de vários temas, e alguns destes temas estão precedidos por um símbolo “#”.

Se clicarem em algum dos temas aparece uma lista com todos os tweets que falam
acerca do mesmo tema ou Trend, basicamente isto é uma procura das conversas
com mais tweets e número de utilizadores.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                        44
O Twitter, passo a passo.

Os termos que estão precedidos do “#” são conhecidos por “Hashtags”, esta
convenção é utilizada para facilitar o reconhecimento de uma conversa especifica no
meio do “ruído” do Twitter, entenda-se “ruído” por muitos tweets que baralham as
conversas e que na maior parte das vezes não dizem nada de interessante.

Para esclarecer bem isto vou exemplificar, digamos que quero partilhar o endereço
de um site que esta a fornecer um livro electrónico grátis, estes livros são conhecidos
por “Ebook” e não são mais do que livros em formato PDF, o tweet pode ser escrito
da seguinte maneira:

“Livro ABC grátis para designers - #free #ebook – http://......”

Como podem ver foram usados dois “Hashtags”, o “#free” para grátis e o “#ebook”
para indicar um livro electrónico, a vantagem deste sistema é que podemos procurar
no twitter pelo termo “#free” e de certeza que só vamos encontrar tweets com coisas
que sejam grátis.

A diferença de procurar no Twitter entre “#free” e só “free” é muita, no segundo caso
vão aparecer todos os tweets que contenham as letras “free” não sendo
necessariamente um produto grátis.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                           45
O Twitter, passo a passo.

A maioria dos Hashtags já se encontra definido pelos utilizadores, mas podemos ser
nós a começar um ”Hashtag” e quem sabe até pode virar “Trend”, para podermos
definir um Hashtag novo temos que previamente seguir um utilizador do Twitter
chamado “@Hashtags”, óbvio não é? Depois de o seguirmos podemos criar
Hashtags a vontade que eles vão aparecer na listagem que existe no site
http://hashtags.org/ .




Este método tem prós e contras, se por um lado é útil podermos definir um Hashtag
em qualquer altura, por outro é um sistema muito anárquico, quero dizer que muitas
vezes deparamos com Hashtags que desconhecemos e temos que empreender uma
maratona para tentar perceber do que é que se esta a falar, e acabamos sempre por
ter de perguntar a alguém que esteja envolvido na conversa para nos esclarecer.

Esta situação existe porque não há nenhum controlo na criação dos Hashtags, e não
existe nenhuma base de dados com todos os Hashtags e qual o seu significado, a
listagem do site hashtags.org não especifica o significado de cada Hashtag, só
especifica a utilização do mesmo.

Existem outros serviços que tentam esclarecer os significados dos Hashtags, mas só
têm de alguns, um destes serviços é o http://tagal.us/ , podemos procurar e ver a
definição de uma parte dos Hashtags e se quisermos e soubermos podemos definir o
significado deles, outro destes serviços é o http://twubs.com que tem o mesmo
funcionamento.



http://pedromolopes.blogspot.com                                                      46
O Twitter, passo a passo.




http://pedromolopes.blogspot.com                           47
O Twitter, passo a passo.

Não posso finalizar este capítulo sem antes falar de um dos Hashtags mais famosos
a circular pelo Twitter, se bem que esta a cair em desuso devido a má utilização do
mesmo, chama-se “#FollowFriday” e como o nome indica quer dizer “Seguir à
Sexta-feira”.




O conceito original do “#FollowFriday” era o de recomendar aos nossos seguidores
as pessoas que achávamos mais interessantes, uma ou duas em cada semana, mas
a banalização do mesmo veio estragar o objectivo inicial, o que acontece é que os
utilizadores estão a fazer “#FollowFriday” indiscriminadamente e sem nenhum nexo,
de muitos utilizadores todas as semanas, e repetindo muitas vezes na semana
seguinte.

Se quiserem fazer “#FollowFriday”, façam só de uma ou duas pessoas e
especifiquem o motivo da vossa recomendação, e evidentemente têm que ser
pessoas que vocês acompanham todos os dias, só para dar um exemplo:

@pmol @pmolblog #FollowFriday – porque estão sempre a fornecer informação útil.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                      48
O Twitter, passo a passo.




      Capítulo 8
                             Listas.




http://pedromolopes.blogspot.com                               49
O Twitter, passo a passo.

Uma das utilidades das listas, e a mais interessante na minha opinião, é a
possibilidade de agrupar as pessoas que mais nos interessam em grupos, para
facilitar o acesso a informação.

Outra utilidade é agrupar as pessoas que consideramos mais relevantes para a
nossa área profissional, e partilhar esta lista no Twitter ou inclusive nos sites e
blogues pessoais, através do endereço da mesma.

Vamos então ver como se cria uma lista.

No lado direito da página do Twitter, na secção “Lists”, podem clicar em “New list”
vai aparecer uma janela mais pequena na qual podemos definir a nossa nova lista,
colocamos o nome em “List name” e escolhemos se queremos uma lista pública em
“Public” ou privada em “Private”, para terminar basta clicar em “Create list”.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                      50
O Twitter, passo a passo.

Reparem na imagem acima, que, abaixo do nome da lista fica logo definido o
endereço que a mesma vai ter na Internet, se quiserem podem apontar para futuras
referências.

Após criarem a lista, aparece uma mensagem no topo da página a dizer que a lista
foi criada “Yay! Your list was created”, logo abaixo é donde podemos adicionar
pessoas a lista, em “Find people to add to your list”, basta escrever o nome de
utilizador e clicar no botão “Search”.




Introduzem o nome que desejam procurar, e de seguida aparece uma lista com
possíveis resultados, é só escolher a pessoa desejada e adiciona-la a lista através
do novo botão dedicado a esta funcionalidade, logo ao lado direito do nome do
utilizador.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                      51
O Twitter, passo a passo.

Basta clicar no quadro em branco ao lado do nome da lista, vai lá ficar um visto, o
que quer dizer que essa pessoa já faz parte dessa lista.




Se voltarem ao vosso ecrã principal no site do Twitter, carregando no “Home”,
podem ver que do lado direito, na secção “Lists”, já se encontra a lista que
acabaram de criar.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                      52
O Twitter, passo a passo.

Tenham em atenção que a partir de esta fase, quando estiverem a ler uma timeline
de algum utilizador, ou a listagem de seguidos e seguidores, terão sempre disponível
do lado direito do nome do utilizador, o botão “Lists”, para adicionar ou remover as
pessoas da lista respectiva.




Para aceder a uma lista, podem usar o endereço de internet da mesma, ou então na
secção “Lists”, podem seleccionar a lista que quiserem ver, clicando no nome
respectivo.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                       53
O Twitter, passo a passo.

Como podem ver na imagem anterior, ao seleccionar uma lista, vão ver uma timeline
com todos os utilizadores da mesma, tenham em atenção que só vão ver os tweets
dos utilizadores que estejam englobados na lista.

Se quiserem ver uma listagem de todas as vossa listas, têm que clicar em “View all”
na secção “Lists”, vão aparecer dois separadores, o primeiro “Lists following
you”, é das listas as quais fomos adicionados, o segundo “Lists you follow”, é das
listas que criamos e/ou que estamos a seguir.




Quando estiverem no separador “Lists you follow” e clicarem no nome de alguma
das listas que vocês criaram, vai aparecer a timeline da mesma, mas com umas
opções no topo do lado direito, a opção “Edit” serve para mudar o nome a lista, ou
mudar o estado da mesma de publica para privada ou vice-versa, a opção “Delete”
apaga a lista definitivamente.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                      54
O Twitter, passo a passo.

Cada vez que estamos a ver o perfil de algum utilizador do twitter, na secção “Lists”
podemos ver as listas que o mesmo criou, ou que está a seguir.




Basta clicar no nome de alguma lista para ter logo acesso a timeline da mesma,
notem que não podem aceder as listas privadas de outros utilizadores, estas listas
privadas só são visíveis por nós próprios, as listas privadas estão identificadas por
um cadeado no final do nome da mesma.

Ao entrarem em uma lista de outro utilizador, têm logo um botão no topo do lado
esquerdo que diz “Follow this list”, ao clicar nele, vamos passar a seguir a lista em
questão, aparecerá de seguida um visto verde a dizer “Following”.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                        55
O Twitter, passo a passo.




Tenham em conta que o que vai acontecer é que vão seguir a lista, mas não os
utilizadores individualmente, para que fique claro, se seguirem uma lista com 100
pessoas, só estarão a seguir uma lista e não as 100 pessoas que nela se encontram.

Se acederem ao “View all” na secção “Lists” do vosso perfil, reparem que após
seguirem uma lista, a mesma vai aparecer no separador “Lists you follow”,
juntamente com aquelas que vocês criaram.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                      56
O Twitter, passo a passo.

Notem que também podem seleccionar o “View all” na secção “Lists”, quando
estão no perfil de outros utilizadores, tendo assim acesso a todas as listas dos
mesmos.




Falta dizer que a quantidade de listas também tem limite, como tudo no Twitter,
actualmente só podemos criar 20 listas, não se sabe ao certo se esta quantidade
será aumentada no futuro.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                    57
O Twitter, passo a passo.




      Capítulo 9
       Encurtar endereços.




http://pedromolopes.blogspot.com                           58
O Twitter, passo a passo.

Já repararam que alguns endereços de páginas de Internet que visitamos são muito
compridos? Se para o navegador este factor é irrelevante, já para o Twitter não é
bem assim, o limite de 140 caracteres tem que ser aproveitado ao máximo, e não
nos podemos dar ao luxo de o desperdiçar com endereços de Internet muito
compridos.

Quando criamos um tweet temos que pensar que o mesmo pode vir a ser vítima de
um Retweet, por isso quanto mais pequeno for o tweet mais espaço fica para os
nossos seguidores fazerem um Retweet.

Como encurtamos os endereços de Internet? Existem várias ferramentas e métodos
para encurtar endereços, obviamente não vou falar de todos eles, vou sim falar dos
mais usados.

O “Tiny Url” foi dos primeiros a aparecer, este serviço é gratuito, podem aceder no
site http://tinyurl.com/ , e existem duas maneiras básicas de funcionamento.

A primeira é o típico copy-paste, seleccionamos o endereço que queremos encurtar e
carregamos no Ctrl+C para copiar, depois navegamos para o site do “Tiny Url” e
colamos no espaço indicado para o efeito carregando Ctrl+V, posteriormente basta
carregar no botão que diz “Make TinyURL!”, e já está, aparece o endereço mais
curto.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                      59
O Twitter, passo a passo.




Este endereço mais curto não expira e podemos fazer com ele aquilo que bem
entendermos, podemos twitar ou mandar por email ou por mensagem instantânea,
etc.

O segundo método é bem mais fácil, o site do “Tiny Url” proporciona uma
funcionalidade chamada “TinyURL!”, isto não é mais do que um favorito que
podemos adicionar a qualquer navegador de Internet.

Após adicionar o favorito, basta carregar nele em qualquer página que estivermos e
automaticamente vai abrir o site do “Tiny Url” já com o endereço mais curto, para
depois colar no nosso tweet com o tradicional copy-paste.

Um exemplo típico de um endereço curto gerado pelo “Tiny Url” seria o seguinte:

http://tinyurl.com/kt4je6

Este endereço corresponde a :

http://pedromolopes.blogspot.com/2009/04/como-escolher-uma-placa-grafica.html

Como podem ver, o endereço criado pelo “Tiny Url” é muito mais curto.

Outro serviço interessante é o “TwitSnip”, este funciona de maneira diferente, mas
é muito mais fácil que o anterior, podem encontrar este serviço no seguinte
endereço: http://twitter.grader.com/ , isto também é um favorito para adicionar ao
navegador, só que para além de encurtar o endereço, prepara logo o tweet, e se
quisermos pode envia-lo directamente para o Twitter.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                       60
O Twitter, passo a passo.

Para partilhar uma página de Internet com este serviço temos que seleccionar por
exemplo o título do artigo que estamos a ler, depois carregamos no favorito
“TwitSnip”, que vai abrir uma pequena janela do navegador donde vai aparecer o
título que tínhamos seleccionado seguido do endereço já encurtado.




E ainda se o site que estamos a ler tiver uma conta no Twitter, vai aparecer logo o
“@nomedeutilizador” para dar reconhecimento à fonte, depois basta carregar donde
diz “Login and Post”, fazemos o login com os nossos dados do Twitter e já esta, um
tweet feito em 5 segundos.

O único senão deste serviço é que está muitas vezes em baixo, devido ao excesso
de utilizadores, impossibilitando a utilização do mesmo, mas é pena porque é uma
ferramenta muito rápida.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                      61
O Twitter, passo a passo.

Para além destes dois existem muitos outros, por exemplo: bit.ly , migre.me, virl.com,
e tr.im, só para mencionar alguns, é uma questão de experimentarem.

Depois existem extensões para o Firefox e Google Chrome que também fazem estas
funções, e aplicativos como o Tweetdeck e Seesmic, que permite encurtar os
endereços com vários serviços a escolha.

Bit.ly e j.mp.

O redutor de endereços “bit.ly” é o serviço standard e mais popular para encurtar
endereços para o Twitter.

Para quem quer um endereço ainda mais curto, o “bit.ly” tem um segundo
encurtador de nome “j.mp”, como podem ver é mesmo muito reduzido, o “j.mp”
permite a criação de endereços e mantém as mesmas funcionalidades do “bit.ly”,
uma delas é o favorito para os navegadores de Internet que permite encurtar
rapidamente o endereço da página na qual estamos.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                         62
O Twitter, passo a passo.


Como podem ver na imagem anterior, temos também uma barra lateral para os
navegadores que permite muito rapidamente analisar o estado do endereço que
encurtamos, quantas vezes foi clicado e as conversas acerca do mesmo no Twitter e
Friendfeed, assim como também partilhar o endereço no Facebook, Twitter e
Friendfeed.

Ambos os serviços têm informação avançada, que permite saber quantas pessoas
clicaram no endereço que encurtamos, através da colocação do símbolo “+” no final
do endereço bit.ly ou j.mp.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                     63
O Twitter, passo a passo.




Recordo que para termos acesso a esta funcionalidade, e a barra lateral, temos que
fazer o registo no site, e posteriormente fazer o login com o nome de utilizador e
palavra passe.

Podemos também associar a nossa conta do Twitter para termos a possibilidade de
twitar directamente da barra lateral do navegador.

No site tanto do j.mp como do bit.ly, podemos fazer procuras no twitter de endereços
encurtados com o bit.ly ou j.mp acerca de um tema específico, e vemos logo quantas
vezes é que o endereço já foi clicado e podemos também ver o endereço longo
original.

A integração do j.mp e do bit.ly é total, todos os endereços são partilhados entre os
dois serviços, se encurtarmos um endereço com o bit.ly o resultado será o seguinte:
“http: //bit.ly'/?????”.

Posteriormente podemos alterar de forma manual este endereço para: “http:
//j.mp/?????” e o resultado será exactamente o mesmo, ao clicar iremos ter ao
mesmo sitio, tanto num como no outro.

O j.mp consegue de esta maneira acabar com a desvantagem que o bit.ly tinha para
com outros serviços, como o tr.im, não só acabou com a desvantagem como também
colocou a fasquia no máximo, os endereços nunca poderão ser mais curtos do que
isto.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                        64
O Twitter, passo a passo.




  Capítulo 10
     Serviços e dicionários
            online.




http://pedromolopes.blogspot.com                           65
O Twitter, passo a passo.

O aparecimento do Twitter e o sucessivo incremento de utilizadores, trouxe consigo
toda uma série de serviços e ferramentas dedicadas a esta plataforma de micro-
blogging.

Para os utilizadores que estão a tentar construir a sua reputação e dar-se a conhecer
online, estas ferramentas são um bem precioso para analisar a evolução do perfil no
Twitter, para todos os outros são ferramentas interessantes que permitem uns breves
momentos de distracção.

Vou indicar alguns de estes serviços para vocês experimentarem, alguns são para
estatísticas, outros simplesmente para entreter:

Search Twitter: Esta é indiscutivelmente a melhor ferramenta de procura para o
Twitter, este serviço foi adquirido pelo próprio Twitter, e permite não só procurar
termos e utilizadores, como também podemos filtrar a procura por termos,
utilizadores, datas, etc.

Twittas: Made in Portugal criado pelo @cmoreira, têm muitas opções para se
entreterem.

Twitter Analyzer: Sem dúvida a analise mais completa possível de um perfil do
Twitter.

Twitalyzer: Uma análise muito mais simples do que no anterior.

Twitter Counter: Mais uma análise estatística.

Twitter Grader: Mostra a pontuação de um perfil do Twitter dos 0 aos 100.

Twitter Score: Mais um serviço de pontuação desta vez dos 0 aos 10.

TwitRank: Outro serviço de pontuação dos 0 aos 10.

TweetValue: Este serviço vai um bocadinho mais longe e dá o valor em dinheiro do
perfil.

Visible Tweets: A melhor visualização dos tweets de um utilizador à escolha.

Twitter Browser: Mostra os utilizadores e os seguidores, bom efeito visual.

Twitter Vision: Vejam os tweets representados em um mapa do mundo, quase em
tempo real.

Isto é só alguns dos serviços existentes.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                         66
O Twitter, passo a passo.

Dicionários.

Para aqueles que andam há algum tempo no Twitter certas expressões são naturais
e já fazem parte do dia-a-dia, para os que estão a entrar agora na plataforma de
microblog estes termos podem parecer estranhos e criar alguma confusão.

Para solucionar este problema existem diversos sites que servem de dicionário para
uma melhor compreensão e esclarecimento do Twitterverse, não sabem o que é o
Twitterverse? Procurem nos dicionários que se seguem.

Twittonary: O Twittonary é uma das fontes mais completas de termos usados no
Twitter, permite a procura de palavras completas ou a selecção por letras.

Twictionary: O Twictionary apresenta uma lista dos termos mais comuns usados no
Twitter.

Twittords: No Twittords escolhemos a letra na qual queremos procurar e depois e ir
navegando pelos termos existentes.

Twitter for Teachers: Este serviço apresenta uma lista com muitos termos que são
utilizados no Twitter.

Essential Twitter dictionary – Twitterland: O site Twitterland tem um artigo com
uma lista de termos e respectivos significados.

Twittermania: Ficheiro em PDF que podem guardar no vosso computador com mais
uma lista de termos para usar na rede de microblog.

Twitterspeak: Artigo do site Mashable que contêm 66 termos e os seus significados.

Twitcionário do Twitterportugal: A página do Twitterportugal tem uma pequena
lista de termos usados no Twitter.

Twitterbrasil: Um artigo do Twitterbrasil com termos e significados.

Urban Dictionary: Por último o Urban Dictionary é alegadamente o dicionário mais
completo de todos, só que não é para o Twitter, é um dicionário de calão em Inglês,
mas que tem a vantagem de conter muitos dos termos que são usados no Twitter.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                         67
O Twitter, passo a passo.




  Capítulo 11
  Aplicações locais e Web
      para o Twitter.




http://pedromolopes.blogspot.com                           68
O Twitter, passo a passo.


Este livro baseou-se unicamente na utilização da interface do site oficial do Twitter,
mas existem outras formas de aceder a rede de micro-blogging, através de
aplicações locais, leia-se instaladas no PC ou Smartphone, ou através de aplicações
Web, tipo Cloud Computing.


Aplicações locais.

As aplicações locais mais conhecidas para aceder ao Twitter no PC são, o
Tweetdeck, o Twirl e o Seesmic Desktop, qualquer uma delas é excelente, se
quiserem mesmo usar uma de estas aplicações, o melhor e mais completo é, sem
dúvida, o Tweetdeck.

Para os fãs da Apple, as aplicações para aceder ao Twitter mais usadas são: o
Tweetie e o Twitterrific.

Entre as mais usadas para utilizadores de telemóveis Blackberry, temos o Openbeak
(antigo Twitterberry) e o Ubertwitter.

Telemóveis com Windows Mobile podem usar o Twikini e para os Nokia com sistema
operativo S60 existe o Gravity.

Notem que o Twitter tem um site oficial para acesso de telefones móveis, o endereço
é m.twitter.com .


Aplicações Web.

A desvantagem das aplicações locais, é o facto de ser necessário instalá-las no
respectivo dispositivo antes de poder usá-las, já no caso das aplicações Web, a
situação muda completamente de figura.

Este tipo de aplicações (Cloud Computing), funcionam através do navegador de
Internet, qualquer dispositivo que tenha acesso a Internet e um navegador pode
aceder sem problemas as aplicações Web.

Alguns exemplos de aplicações Web para o Twitter, são: Seesmic Web,
Twittergadget, Twitterface, Tweetminer e Brizzly.

A única desvantagem que existe na utilização de qualquer uma de estas aplicações,
é que, ao terem que aceder a toda a informação através da Internet, o seu
funcionamento é ligeiramente mais lento que as aplicações locais, mas compensam
em acessibilidade.

A aplicação Web que aconselho é o Brizzly, é a que uso todos os dias, muito
completa e funcional.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                         69
O Twitter, passo a passo.




E esta primeira edição do guia passo a passo para o Twitter chegou ao fim, a medida
que forem sendo adicionadas novas funcionalidades e melhorias ao site do Twitter as
mesmas serão reflectidas em próximas edições.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                      70
O Twitter, passo a passo.




  O Twitter, passo a
        passo.

                  Por: Pedro Lopes
                        @pmol
            Fundador e Editor de: Pmol Blog

                             Primeira edição.




 Este livro é gratuito, pode ser publicado parcialmente sempre e quando seja
                  devidamente atribuída a autoria do mesmo a:
                        http://pedromolopes.blogspot.com

   Podem partilha-lo na totalidade com os amigos, família, redes sociais e
                      publica-lo nos vossos blogues.

          Copyright © 2009 Pmol Blog – Alguns direitos reservados.




http://pedromolopes.blogspot.com                                                  71

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Twitter para Empresas, by Martha Gabriel
Twitter para Empresas, by Martha GabrielTwitter para Empresas, by Martha Gabriel
Twitter para Empresas, by Martha GabrielMartha Gabriel
 
“Tudo o que você precisa saber sobre o Twitter (você já aprendeu em uma mesa ...
“Tudo o que você precisa saber sobre o Twitter (você já aprendeu em uma mesa ...“Tudo o que você precisa saber sobre o Twitter (você já aprendeu em uma mesa ...
“Tudo o que você precisa saber sobre o Twitter (você já aprendeu em uma mesa ...Roberto Sena
 
Porque Empresas Devem Adotar o Twitter? (BeeTraining)
Porque Empresas Devem Adotar o Twitter? (BeeTraining)Porque Empresas Devem Adotar o Twitter? (BeeTraining)
Porque Empresas Devem Adotar o Twitter? (BeeTraining)mfpetersen
 
Microblogging aula 03
Microblogging aula 03Microblogging aula 03
Microblogging aula 03Júlio Rocha
 
Música Digital (Twitter) - Marcos Chomen - Setembro de 2014 Rede Cemec
Música Digital (Twitter) - Marcos Chomen - Setembro de 2014 Rede CemecMúsica Digital (Twitter) - Marcos Chomen - Setembro de 2014 Rede Cemec
Música Digital (Twitter) - Marcos Chomen - Setembro de 2014 Rede CemecCultura e Mercado
 
Escola de Propaganda e Marketing - Belem - Twitter para Negócios
Escola de Propaganda e Marketing - Belem - Twitter para NegóciosEscola de Propaganda e Marketing - Belem - Twitter para Negócios
Escola de Propaganda e Marketing - Belem - Twitter para NegóciosFernando Souza
 
Mídias Sociais. A revolução das mídias sociais por @andretelles
Mídias Sociais. A revolução das mídias sociais por @andretellesMídias Sociais. A revolução das mídias sociais por @andretelles
Mídias Sociais. A revolução das mídias sociais por @andretellesMentes Digitais - Marketing Digital
 
Plano de aula Twitter 1
Plano de aula Twitter 1Plano de aula Twitter 1
Plano de aula Twitter 1Marcelo Nonato
 
Cartilha para uso do Twitter por empresas
Cartilha para uso do Twitter por empresasCartilha para uso do Twitter por empresas
Cartilha para uso do Twitter por empresaseCliente Informática
 
A revolução das mídias sociais
A revolução das mídias sociaisA revolução das mídias sociais
A revolução das mídias sociaisdanielromero126
 
Boas Práticas no Twitter para Jornalistas
Boas Práticas no Twitter para JornalistasBoas Práticas no Twitter para Jornalistas
Boas Práticas no Twitter para JornalistasPonto Marketing
 
Curso de Gestão de Rede Sociais - Módulo Twitter
Curso de Gestão de Rede Sociais - Módulo Twitter Curso de Gestão de Rede Sociais - Módulo Twitter
Curso de Gestão de Rede Sociais - Módulo Twitter Fernando Souza
 

Mais procurados (19)

Twitter para Empresas, by Martha Gabriel
Twitter para Empresas, by Martha GabrielTwitter para Empresas, by Martha Gabriel
Twitter para Empresas, by Martha Gabriel
 
Twitter 8 c
Twitter 8 cTwitter 8 c
Twitter 8 c
 
Twitter Nível 1
Twitter Nível 1Twitter Nível 1
Twitter Nível 1
 
“Tudo o que você precisa saber sobre o Twitter (você já aprendeu em uma mesa ...
“Tudo o que você precisa saber sobre o Twitter (você já aprendeu em uma mesa ...“Tudo o que você precisa saber sobre o Twitter (você já aprendeu em uma mesa ...
“Tudo o que você precisa saber sobre o Twitter (você já aprendeu em uma mesa ...
 
Manual do Twitter
Manual do TwitterManual do Twitter
Manual do Twitter
 
Porque Empresas Devem Adotar o Twitter? (BeeTraining)
Porque Empresas Devem Adotar o Twitter? (BeeTraining)Porque Empresas Devem Adotar o Twitter? (BeeTraining)
Porque Empresas Devem Adotar o Twitter? (BeeTraining)
 
Twitter
TwitterTwitter
Twitter
 
Microblogging aula 03
Microblogging aula 03Microblogging aula 03
Microblogging aula 03
 
Música Digital (Twitter) - Marcos Chomen - Setembro de 2014 Rede Cemec
Música Digital (Twitter) - Marcos Chomen - Setembro de 2014 Rede CemecMúsica Digital (Twitter) - Marcos Chomen - Setembro de 2014 Rede Cemec
Música Digital (Twitter) - Marcos Chomen - Setembro de 2014 Rede Cemec
 
E Book MBV - Livro 4
E Book MBV - Livro 4E Book MBV - Livro 4
E Book MBV - Livro 4
 
Guia básico do twitter
Guia básico do twitterGuia básico do twitter
Guia básico do twitter
 
Escola de Propaganda e Marketing - Belem - Twitter para Negócios
Escola de Propaganda e Marketing - Belem - Twitter para NegóciosEscola de Propaganda e Marketing - Belem - Twitter para Negócios
Escola de Propaganda e Marketing - Belem - Twitter para Negócios
 
Mídias Sociais. A revolução das mídias sociais por @andretelles
Mídias Sociais. A revolução das mídias sociais por @andretellesMídias Sociais. A revolução das mídias sociais por @andretelles
Mídias Sociais. A revolução das mídias sociais por @andretelles
 
Plano de aula Twitter 1
Plano de aula Twitter 1Plano de aula Twitter 1
Plano de aula Twitter 1
 
Cartilha para uso do Twitter por empresas
Cartilha para uso do Twitter por empresasCartilha para uso do Twitter por empresas
Cartilha para uso do Twitter por empresas
 
A revolução das mídias sociais
A revolução das mídias sociaisA revolução das mídias sociais
A revolução das mídias sociais
 
Boas Práticas no Twitter para Jornalistas
Boas Práticas no Twitter para JornalistasBoas Práticas no Twitter para Jornalistas
Boas Práticas no Twitter para Jornalistas
 
Curso de Gestão de Rede Sociais - Módulo Twitter
Curso de Gestão de Rede Sociais - Módulo Twitter Curso de Gestão de Rede Sociais - Módulo Twitter
Curso de Gestão de Rede Sociais - Módulo Twitter
 
Microblogging
MicrobloggingMicroblogging
Microblogging
 

Semelhante a O Twitter explicado passo a passo

Manual twitter 2011
Manual twitter 2011Manual twitter 2011
Manual twitter 2011fernandomns
 
Manual Do Twitter
Manual Do TwitterManual Do Twitter
Manual Do TwitterJoao Silva
 
Palestra Fundação Roberto Marinho
Palestra Fundação Roberto MarinhoPalestra Fundação Roberto Marinho
Palestra Fundação Roberto MarinhoElis Monteiro
 
Apresentação workshop twitter revisto uca
Apresentação workshop twitter revisto ucaApresentação workshop twitter revisto uca
Apresentação workshop twitter revisto ucaFabio Rogerio Nepomuceno
 
Guia prático mídias sociais oficial
Guia prático mídias sociais oficialGuia prático mídias sociais oficial
Guia prático mídias sociais oficialSesi São Paulo
 
Mídias Sociais. Palestra: O poder das mídias sociais - @andretelles
Mídias Sociais. Palestra: O poder das mídias sociais - @andretellesMídias Sociais. Palestra: O poder das mídias sociais - @andretelles
Mídias Sociais. Palestra: O poder das mídias sociais - @andretellesMentes Digitais - Marketing Digital
 
Twitter para quem nunca tuitou
Twitter para quem nunca tuitouTwitter para quem nunca tuitou
Twitter para quem nunca tuitouBruno Carneiro
 
Apresentao opoderdasmdiassociais-andrtelles-100330080913-phpapp02-10033020074...
Apresentao opoderdasmdiassociais-andrtelles-100330080913-phpapp02-10033020074...Apresentao opoderdasmdiassociais-andrtelles-100330080913-phpapp02-10033020074...
Apresentao opoderdasmdiassociais-andrtelles-100330080913-phpapp02-10033020074...Raquel Rayanni
 
Twitter para Negócios - Curso Gestão de Redes Sociais
Twitter para Negócios - Curso Gestão de Redes SociaisTwitter para Negócios - Curso Gestão de Redes Sociais
Twitter para Negócios - Curso Gestão de Redes SociaisFernando Souza
 
TOP 10 das Ferramentas de Comunicação - Carlos, Bruno, Tiago Dias, Tiago Alves
TOP 10 das Ferramentas de Comunicação - Carlos, Bruno, Tiago Dias, Tiago AlvesTOP 10 das Ferramentas de Comunicação - Carlos, Bruno, Tiago Dias, Tiago Alves
TOP 10 das Ferramentas de Comunicação - Carlos, Bruno, Tiago Dias, Tiago AlvesLucky Fox
 
Midias sociais e seus impactos na nossa vida
Midias sociais e seus impactos na nossa vidaMidias sociais e seus impactos na nossa vida
Midias sociais e seus impactos na nossa vidaOnthe Class
 
Twitter Como Ferramenta Corporativa
Twitter Como Ferramenta CorporativaTwitter Como Ferramenta Corporativa
Twitter Como Ferramenta CorporativaAlessandra Nunes
 
e-book tudo o que voce precisa saber sobre twitter
e-book tudo o que voce precisa saber sobre twittere-book tudo o que voce precisa saber sobre twitter
e-book tudo o que voce precisa saber sobre twitterBees
 

Semelhante a O Twitter explicado passo a passo (20)

E-book MBV 4
E-book MBV 4E-book MBV 4
E-book MBV 4
 
Manual twitter 2011
Manual twitter 2011Manual twitter 2011
Manual twitter 2011
 
Manual Do Twitter
Manual Do TwitterManual Do Twitter
Manual Do Twitter
 
Palestra Fundação Roberto Marinho
Palestra Fundação Roberto MarinhoPalestra Fundação Roberto Marinho
Palestra Fundação Roberto Marinho
 
Twitter.pptx
Twitter.pptxTwitter.pptx
Twitter.pptx
 
Twitter no Brasil
Twitter no BrasilTwitter no Brasil
Twitter no Brasil
 
Tumblr
Tumblr Tumblr
Tumblr
 
Ti
TiTi
Ti
 
Apresentação workshop twitter revisto uca
Apresentação workshop twitter revisto ucaApresentação workshop twitter revisto uca
Apresentação workshop twitter revisto uca
 
Guia prático mídias sociais oficial
Guia prático mídias sociais oficialGuia prático mídias sociais oficial
Guia prático mídias sociais oficial
 
Mídias Sociais. Palestra: O poder das mídias sociais - @andretelles
Mídias Sociais. Palestra: O poder das mídias sociais - @andretellesMídias Sociais. Palestra: O poder das mídias sociais - @andretelles
Mídias Sociais. Palestra: O poder das mídias sociais - @andretelles
 
Twitter para quem nunca tuitou
Twitter para quem nunca tuitouTwitter para quem nunca tuitou
Twitter para quem nunca tuitou
 
Apresentao opoderdasmdiassociais-andrtelles-100330080913-phpapp02-10033020074...
Apresentao opoderdasmdiassociais-andrtelles-100330080913-phpapp02-10033020074...Apresentao opoderdasmdiassociais-andrtelles-100330080913-phpapp02-10033020074...
Apresentao opoderdasmdiassociais-andrtelles-100330080913-phpapp02-10033020074...
 
Twitter para Negócios - Curso Gestão de Redes Sociais
Twitter para Negócios - Curso Gestão de Redes SociaisTwitter para Negócios - Curso Gestão de Redes Sociais
Twitter para Negócios - Curso Gestão de Redes Sociais
 
Twitter
Twitter Twitter
Twitter
 
TOP 10 das Ferramentas de Comunicação - Carlos, Bruno, Tiago Dias, Tiago Alves
TOP 10 das Ferramentas de Comunicação - Carlos, Bruno, Tiago Dias, Tiago AlvesTOP 10 das Ferramentas de Comunicação - Carlos, Bruno, Tiago Dias, Tiago Alves
TOP 10 das Ferramentas de Comunicação - Carlos, Bruno, Tiago Dias, Tiago Alves
 
Midias sociais e seus impactos na nossa vida
Midias sociais e seus impactos na nossa vidaMidias sociais e seus impactos na nossa vida
Midias sociais e seus impactos na nossa vida
 
O Piauí No Twitter
O Piauí No TwitterO Piauí No Twitter
O Piauí No Twitter
 
Twitter Como Ferramenta Corporativa
Twitter Como Ferramenta CorporativaTwitter Como Ferramenta Corporativa
Twitter Como Ferramenta Corporativa
 
e-book tudo o que voce precisa saber sobre twitter
e-book tudo o que voce precisa saber sobre twittere-book tudo o que voce precisa saber sobre twitter
e-book tudo o que voce precisa saber sobre twitter
 

O Twitter explicado passo a passo

  • 1. O Twitter, passo a passo. O Twitter, passo a passo. Por: Pedro Lopes @pmol Fundador e Editor de: Pmol Blog Primeira edição. Este livro é gratuito, pode ser publicado parcialmente sempre e quando seja devidamente atribuída a autoria do mesmo a: http://pedromolopes.blogspot.com Podem partilha-lo na totalidade com os amigos, família, redes sociais e publica-lo nos vossos blogues. Copyright © 2009 Pmol Blog – Alguns direitos reservados. http://pedromolopes.blogspot.com 1
  • 2. O Twitter, passo a passo. Tabela de conteúdos. Capítulo 1 - Descrição do Twitter. Capítulo 2 - Criar uma conta. Capítulo 3 - Termos mais usados. Capítulo 4 - Como usar o Twitter. Capítulo 5 - Replies. Capítulo 6 - Retweet. Capítulo 7 - Trends e Hashtags. Capítulo 8 - Listas. Capítulo 9 - Encurtar endereços. Capítulo 10 - Serviços e dicionários online. Capítulo 11 - Aplicações locais e Web para o Twitter. http://pedromolopes.blogspot.com 2
  • 3. O Twitter, passo a passo. Capítulo 1 Descrição do Twitter. http://pedromolopes.blogspot.com 3
  • 4. O Twitter, passo a passo. O que é o Twitter? É uma rede social? É uma ferramenta para partilhar informação? É um motor de busca? Ou será isto tudo ao mesmo tempo? Vamos tentar perceber como funciona o Twitter, para que serve e porque se tornou tão famoso. Esta plataforma foi lançada ao público em Agosto de 2006, a definição oficial que estava no site era a seguinte, e passo a citar: “O Twitter é um serviço para amigos, família e colegas de trabalho comunicarem e manterem-se ligados através do intercâmbio rápido e frequente de respostas a uma simples pergunta, O que estás a fazer?“ O conceito não podia ser mais simples, a ideia era que um grupo de pessoas conhecidas partilhassem o que estavam a fazer, seja ao nível pessoal ou profissional, mas a medida que os utilizadores do serviço foram aumentando, a utilização de esta plataforma foi mudando, e a simplicidade de utilização permite moldar o Twitter as nossas necessidades. Esta plataforma passou a servir de fonte de informação em primeira mão, graças aos dispositivos móveis, qualquer pessoa que esteja na presença de um acontecimento especial, pode twitar através do telemóvel e enviar as fotos para todos os seus seguidores, foi por isto que o Twitter remodelou a sua página principal em Julho de 2009, agora podemos ler na mesma, e passo a citar: “Partilhe e descubra o que se está a passar neste momento, em qualquer parte do mundo.” Adicionalmente temos também na nova página principal uma listagem com os tópicos mais populares do momento em questão. http://pedromolopes.blogspot.com 4
  • 5. O Twitter, passo a passo. Como já disse esta plataforma já existe desde 2006, mas só começou a ser mais reconhecida a raiz das eleições dos Estados Unidos no final de 2008, quando os candidatos começaram a comunicar com os eleitores através do Twitter, para apelar aos mais jovens. Isto deu ao Twitter exposição e tempo de antena nos meios de comunicação, toda a gente começou a falar nele, dai a fama mais recente, e também graças a adesão de figuras públicas nomeadamente actores e cantores. Como funciona? É muito fácil, após criar uma conta, temos acesso a interface principal do site, na qual aparece a pergunta “What´s Happening?”, em Português “O que está a acontecer?” e um espaço em branco donde podemos escrever aquilo que quisermos, “até 140 caracteres”, depois basta carregar no botão que diz “Update” e já está, já fizeram o vosso primeiro tweet. Chama-se tweet a cada mensagem que escrevemos, mas é aqui neste pequeno espaço com 140 caracteres que vamos definir a utilidade do Twitter para nós, e esta utilidade vai depender directamente daquilo que escrevemos e do nosso objectivo a atingir nesta plataforma. A primeira utilidade óbvia é usar o Twitter como rede social, muitos utilizadores escolheram o Twitter para partilhar com os amigos os pequenos acontecimentos da vida pessoal, e tenho que dizer que para este objectivo é de facto, a melhor rede social que existe. A vantagem em relação a outros serviços como o Hi5, Facebook ou Orkut é a simplicidade de utilização, não existem perfis, nem aplicações para adicionar, nem toda a tralha que esta ligada aos outros serviços, e tampouco publicidade (pelo menos por enquanto), basta twitar. http://pedromolopes.blogspot.com 5
  • 6. O Twitter, passo a passo. É um excelente substituto até dos serviços de mensagens instantâneas, como o Messenger ou o Gtalk, isto porque contrariamente a estes últimos o Twitter não requer a nossa constante interacção, basta escreverem uma mensagem e todos os nossos seguidores vão automaticamente saber que está tudo bem. Não é preciso abrir janelas de chat ou perder 5 minutos para falar com cada pessoa, mas atenção que todas as mensagens são públicas, qualquer pessoa pode visualiza- las, independentemente de serem ou não seguidores vossos. Também podem mandar mensagens privadas, mas estas, podem ser retweetadas publicamente, se a pessoa que a recebeu assim o entender. Por tanto se passarem informação pessoal, façam-no com pessoas de confiança, de resto temos sempre que ter cuidado com a nossa privacidade em todas as redes sociais na Internet. Mas e que tal usar esta plataforma com outra finalidade? Por exemplo, para partilhar e receber informação? O Twitter colocou nas mãos de pessoas comuns a capacidade de distribuir informação em tempo real, até aqui reservada para os meios de comunicação. O facto de esta plataforma funcionar em qualquer dispositivo com acesso a Internet, seja ele PC, Mac, Linux, ou telefones móveis, veio permitir uma distribuição muito mais rápida da informação, muitas vezes os acontecimentos que aparecem nos noticiários já estão a rolar pelo Twitter há mais de 24 horas. O mais impressionante é a quantidade de informação e a rapidez com que passa por nós, se estiverem a seguir muitas pessoas que coloquem muitas mensagens, não vão conseguir acompanhar tudo, nem que estivessem 24 horas agarrados ao Twitter. Seja qual for o tema que mais nos interessa, de certeza que vamos encontrar no Twitter muita informação acerca do mesmo, mas para isso temos que seguir as pessoas que também estão interessadas nesses mesmos temas. A partir dai, basta ler os tweets e podemos ter centenas ou milhares de pessoas a partilharem experiências e artigos que foram publicados em sites de Internet, dos quais nunca tínhamos ouvido falar, e que certamente iríamos demorar muito mais tempo a encontrar pelos meios convencionais, leia-se, Google. Não podemos definir o Twitter como um motor de busca, mas se procurarmos alguma informação, quase de certeza que já foi partilhada por alguém como nós que também já esteve a procura do mesmo Actualmente é uma das melhores ferramentas para nos mantermos informados acerca de muitos temas diferentes e com muita facilidade. Além de podermos aceder ao Twitter através do próprio site, podemos também instalar aplicações nos nossos computadores ou telefones. http://pedromolopes.blogspot.com 6
  • 7. O Twitter, passo a passo. Existem centenas de programas para o Twitter, uns melhores do que outros, e para qualquer plataforma, seja o Windows, Mac OSx, Linux, Iphone, Blackberry, Windows Mobile, existem para todos os gostos e feitios, aconselho sempre que testem vários até encontrarem aquele que lhes pareça o mais útil, falaremos de alguns deles nos capítulos seguintes. Este primeiro capítulo é uma pequena introdução para os ajudar a perceber o conceito básico do Twitter, nos próximos, vamos colocar as mãos na massa e explicar como se usa esta plataforma ao pormenor, e quais as melhores maneiras de twitar, retwitar, responder, e muitas outras funcionalidades. Já agora se estiverem curiosos, podem ver o meu perfil no twitter, o meu nome de utilizador é @pmol, o endereço é o seguinte: http://twitter.com/pmol. http://pedromolopes.blogspot.com 7
  • 8. O Twitter, passo a passo. Capítulo 2 Criar uma conta. http://pedromolopes.blogspot.com 8
  • 9. O Twitter, passo a passo. O primeiro que precisamos fazer é criar uma conta no Twitter, para isso vamos a pagina principal e carregamos no botão verde que diz “Sign up now”, posteriormente temos que introduzir o nosso nome, pode ser só o primeiro e o último, e escolher um nome de utilizador. Atenção que estes dados serão visíveis por toda a gente, a medida que vamos escrevendo, a interface vai informando se os nomes que estamos a introduzir já estão a ser utilizados ou não. Adicionamos uma palavra passe, uma palavra passe segura tem que ter pelo menos 8 caracteres e uma mistura de maiúsculas, minúsculas e números, adicionamos também o nosso endereço de email, este endereço é para as comunicações com o Twitter e não será público, também aqui a interface informa o nível de segurança da password e se o endereço de email é valido. Depois basta colocar as palavras Captcha, que são aquelas letras que estão deformadas, estas palavras têm como função impedir robots de Internet de criarem contas indiscriminadamente, e depois basta carregar no botão que diz “Create my account”. O próximo passo é procurar nos contactos de email, para ver se alguns deles já têm conta aberta no Twitter, podemos escolher entre os serviços de email mais populares, podem introduzir o vosso nome de utilizador e a vossa palavra passe da conta de email a vontade, este processo é seguro e os vossos dados não serão partilhados com ninguém. http://pedromolopes.blogspot.com 9
  • 10. O Twitter, passo a passo. Se não quiserem procurar agora podem saltar este passo carregando na opção “Skip this step” abaixo do botão “Continue”, podem sempre fazer isto posteriormente. Se nenhum dos vossos contactos está no Twitter vão aparecer sugestões de utilizadores para vocês seguirem, aqui aconselho a carregar na opção “Skip this step” abaixo do botão “Finish”. http://pedromolopes.blogspot.com 10
  • 11. O Twitter, passo a passo. É sempre melhor procurar posteriormente aqueles que realmente nos interessam, e pronto já está, agora aparece a vossa página principal do Twitter chamada “Home”, esta será a página donde vão aparecer os Tweets de todas as pessoas que vocês estão a seguir e também os vossos, por ordem cronológica. Nesta página principal temos uma barra de menu horizontal no topo e a direita, com varias opções, a opção “Home” como o nome indica é para aceder a nossa página principal, a opção “Profile” leva-nos directamente a nossa página pública que é vista por toda a gente (o endereço para a esta página pública será sempre http://twitter.com/qualquercoisa, donde “qualquercoisa” é o vosso nome de utilizador). A opção “Find People” ajuda-nos a procurar pessoas para seguir, a opção “Settings” é para configurar a nossa conta, a opção “Help” que como o nome indica é para a ajuda, e finalmente a opção “Sign Out” é para sair da nossa conta. Vamos então configurar a conta, para isso vamos carregar na opção “Settings”, no primeiro separador de nome “Account” vão aparecer os dados que introduzimos previamente quando criamos a conta, nome, nome de utilizador e endereço de email. Adicionalmente podemos configurar o nosso fuso horário, podemos colocar um endereço web, tipicamente o endereço do nosso site ou blogue, uma pequena biografia, a localização, podem colocar só o país ou então a cidade e o país e activar ou desactivar a funcionalidade de geo-localização. A linguagem tem que ficar em Inglês, a menos que por algum motivo lhes apeteça aprender Japonês, Espanhol, Italiano, Alemão ou Francês, ainda não existe em Português, e temos uma opção para proteger os nossos tweets, na prática o que isto faz é obrigar as pessoas que vos querem seguir a solicitar a vossa permissão para ver as vossas actualizações. http://pedromolopes.blogspot.com 11
  • 12. O Twitter, passo a passo. No separador “Password” podemos alterar a nossa palavra passe, no separador “Mobile” podemos configurar o nosso número de telemóvel para poder receber e enviar os tweets por SMS, se quiserem aceder ao Twitter no vosso smartphone podem sempre utilizar o navegador de Internet para aceder o site do Twitter mobile, m.twitter.com . http://pedromolopes.blogspot.com 12
  • 13. O Twitter, passo a passo. No separador “Notices” estão as notificações por email, aconselho que activem as três, assim receberão um email por cada vez que alguém os seguir, e por cada vez que recebam uma mensagem directa, assim como as novidades do Twitter. http://pedromolopes.blogspot.com 13
  • 14. O Twitter, passo a passo. No separador “Picture” vamos adicionar a nossa foto, basta carregar no botão “Procurar” e escolher uma foto que tenham no disco, escolham uma foto apresentável pois vai ser vista por qualquer pessoa, até pode ser uma foto de tamanho grande. http://pedromolopes.blogspot.com 14
  • 15. O Twitter, passo a passo. No separador “Design” podemos escolher o fundo da nossa página principal, se não gostarem dos que lá estão podem sempre utilizar uma foto que tenham no disco carregando no botão “Change background image” e depois carregar no botão “Procurar”, após escolher a imagem carregamos no “save changes”. Podemos também mudar as cores da barra lateral e do texto, basta carregar em “Change Design Colors” e depois carregar na cor que queremos alterar, não esquecer de carregar em “save changes”. Por ultimo, o separador “Connections”, vai mostrar todas as aplicações externas as quais demos acesso. http://pedromolopes.blogspot.com 15
  • 16. O Twitter, passo a passo. E já está configurada a conta, tentem ser o mais explícitos e verdadeiros possíveis, sobretudo na pequena biografia, no vosso nome e uma foto realmente vossa e não um boneco qualquer, isto porque se eu vir um perfil que não tenha foto nem biografia o mais certo é eu não o seguir. E por favor não protejam as actualizações no separador “Accounts”, se eu tiver que solicitar autorização para ver os vossos tweets de certeza que não o vou fazer e não os vou seguir, o Twitter é uma rede pública. http://pedromolopes.blogspot.com 16
  • 17. O Twitter, passo a passo. Capítulo 3 Termos mais usados. http://pedromolopes.blogspot.com 17
  • 18. O Twitter, passo a passo. Antes de passar a utilização do Twitter, e para perceber adequadamente os capítulos de este livro, é conveniente explicar a terminologia mais usada no serviço de micro- blogging. O Twitter ainda não foi traduzido para Português, por isso os termos estão todos em Inglês, existem alguns termos convertidos para a língua de Camões, que são amplamente utilizados pela comunidade Lusa e Brasileira, mas até não existir uma versão oficial dos mesmos, e para facilitar a vossa aprendizagem, vou manter o Inglês. Tweet = São todas as mensagens que escrevemos no Twitter. Replies / Mentions = Mensagens dirigidas a outros utilizadores do Twitter, em resposta a um Tweet ou para iniciar uma conversa. Retweet / RT = Twitar um tweet originário de outro utilizador. Direct message / DM = Mensagem privada dirigida a outro utilizador do Twitter. Favorites = Tweets marcados como favoritos. Following = Utilizadores que estamos a seguir. Followers = Utilizadores que nos estão a seguir. Unfollow = Deixar de seguir utilizadores. Saved Searches = Procuras guardadas de termos específicos. Lists = Listas de utilizadores. Trending topics / Trends = Temas mais quentes, com mais tweets. Hashtag = Etiqueta usada para identificar vários tweets acerca do mesmo tema, sempre precedida do símbolo "#". Block = Bloquear utilizadores. Report for Spam = Notificar o Twitter e bloquear utilizadores com comportamento spam. Shorten URL = Endereços de Internet curtos. Isto é só alguns dos termos habitualmente usados no Twitter, não se preocupem se não entenderam o significado de alguns deles, nos próximos capítulos vamos esclarecer todas as dúvidas. http://pedromolopes.blogspot.com 18
  • 19. O Twitter, passo a passo. Capítulo 4 Como usar o Twitter. http://pedromolopes.blogspot.com 19
  • 20. O Twitter, passo a passo. A maneira mais fácil de usar o Twitter é através da interface Web, isto é, na página do Twitter, existem outras maneiras de interagir com esta plataforma, que é com programas específicos que são instalados no PC, por exemplo o Seesmic Desktop ou o TweetDeck. Mas o melhor é aprender primeiro a utilizar o site principal, que após as últimas actualizações está muito bom. Entramos na conta introduzindo o nome de utilizador e palavra passe que definimos quando criamos a mesma, e podemos então começar a twitar, a primeira impressão que temos do Twitter é fraca, e damos por nós a pensar que tem pouca utilidade, nada de mais errado. Vamos então criar o nosso primeiro tweet, vamos a nossa página principal carregando donde diz “Home” na barra de menu horizontal, e basta escrever no espaço em branco logo abaixo da pergunta “What´s happening?”, por exemplo: “Novato no Twitter a tentar não estragar nada :-)”, pode ser em Português ou Inglês ou noutra língua qualquer que mais gostem, depois basta carregar no botão que diz “Update”, e já está, já fizeram o primeiro tweet. O vosso primeiro tweet aparece logo abaixo, bem e agora? Agora temos que começar a seguir pessoas, o Twitter é diferente das redes sociais mais conhecidas, leia-se Hi5, Facebook e Orkut, estas redes baseiam-se no conceito de “Amigos”. http://pedromolopes.blogspot.com 20
  • 21. O Twitter, passo a passo. Se pensarem bem, esse conceito não tem muita lógica, porque as vezes estamos a ter uma conversa com uma pessoa que nunca conhecemos e que obviamente não é nosso amigo, no Twitter usamos o conceito de “Seguidores”. Os seguidores estão compostos por duas listas, aqueles que nos seguem e aqueles que estamos a seguir, para por o Twitter a andar temos que começar a seguir pessoas, se não soubermos o endereço de alguém conhecido no Twitter vamos ter que procurar no meio de vários milhões de utilizadores, mas não se assustem porque não é difícil. A primeira opção é carregar na barra de menu horizontal donde diz “Find People”, vão aparecer varias opções, “Find on Twitter” é a primeira, esta opção é para procurar pessoas ou entidades pelo nome, por exemplo podem escrever “TVI24”, sem aspas, e carregar no botão que diz “Search”. Vão aparecer as duas contas do TVI24 (e uma fake), basta carregar na foto da primeira e irão parar a conta do TVI24 donde são apresentadas as notícias, se quiserem seguir esta conta basta carregar no botão que diz “Follow” logo abaixo da foto, e já esta, a partir de agora as notícias do TVI24 vão aparecer na vossa página principal. http://pedromolopes.blogspot.com 21
  • 22. O Twitter, passo a passo. http://pedromolopes.blogspot.com 22
  • 23. O Twitter, passo a passo. Se repararem na barra lateral direita da pagina principal, logo abaixo da vossa foto e nome, verão que apareceu o numero 1 donde diz “Following”, isto quer dizer que vocês estão a seguir uma pessoa, neste caso a TVI24, quando alguém os estiver a seguir vai aparecer na contagem que diz “Followers”, a terceira contagem diz respeito a quantidade de listas nas quais estamos mencionados, por baixo do nosso nome temos a quantidade de tweets que já fizemos. A segunda opção para procurar pessoas é “Find on other networks”, serve para procurar se os nossos contactos de outras redes sociais estão no Twitter, a terceira opção “Invite by email” serve para enviar convites por email para os endereços que especificarmos, e a ultima opção é “Suggested users”, que como o próprio nome indica, são utilizadores sugeridos pelo Twitter, esta ultima opção pode ser útil nesta fase inicial para os ajudar a começar. http://pedromolopes.blogspot.com 23
  • 24. O Twitter, passo a passo. http://pedromolopes.blogspot.com 24
  • 25. O Twitter, passo a passo. Como encontrar pessoas no Twitter que sejam do nosso interesse? É fácil, na barra direita do site têm um espaço em branco com uma lupa do lado direito, escrevam o tema que acharem mais interessante, por exemplo: “Barata”, sem aspas, carreguem na lupa e vão aparecer todos os tweets que contenham a palavra “Barata”, agora basta aceder ao perfil das pessoas (carregando na foto) que estão a twitar o tema em questão e aqueles que acharem interessantes é só fazer “Follow”. Notem que podem guardar esta procura que fizeram, basta clicar donde diz “+ Save this search” no topo da procura, ao guardarem, a mesma vai ficar disponível na barra direita, na secção “Saved Searches”, em qualquer altura podem passar por lá e seleccionar a procura novamente. Para apagarem uma procura guardada, basta selecciona-la e posteriormente clicar em “x Remove this saved search”, no topo da mesma. http://pedromolopes.blogspot.com 25
  • 26. O Twitter, passo a passo. Agora é repetirem este processo tantas vezes quanto quiserem, de referir que quantas mais pessoas seguirem mais possibilidades têm de encontrar informação interessante, mas também a medida que seguimos mais pessoas vamos ter que dedicar mais e mais tempo ao Twitter. Outra maneira muito fácil de seguir pessoas é através de blogues e sites, a maioria deles têm lá um acesso directo as contas dos criadores no Twitter, basta seguirem os que acharem do vosso agrado. À medida que forem seguindo pessoas, elas vão seguir de volta e vão começar a aparecer emails com as notificações de que alguém nos está a seguir, eventualmente vão também aparecer pessoas que nos seguem, mas que ainda não estamos a seguir. Nestes casos aconselho a seguirem de volta, desta maneira vão aumentado a vossa rede de seguidores, alem do mais acho que é má educação não seguir alguém que nos está a seguir (a menos que seja um spammer), e só podemos conhecer uma pessoa através dos tweets que produz, por tanto não custa nada seguir, se depois chegarmos a conclusão de que não nos interessa podemos então deixar de seguir. http://pedromolopes.blogspot.com 26
  • 27. O Twitter, passo a passo. Não se esqueçam que a informação que vão receber do Twitter esta directamente relacionada com as pessoas que estão a seguir, por isso tentem manter pelo menos 50% deles que falem de temas que achem interessantes, e os outros 50% mais variados. Uma última palavra para as personalidades, tudo o que for artistas, membros ou instituições de governos e jornais normalmente não seguem de volta, tirando algumas excepções eles estão no Twitter somente para se mostrar, e a menos que vocês sejam fãs não vale a pena segui-los, pois não vai existir partilha de informação. Para toparem este tipo de utilizadores basta olharem para a relação entre seguidores e pessoas que eles seguem, normalmente só estão a seguir 4 ou 5 pessoas mas têm 100.000 seguidores ou mais. http://pedromolopes.blogspot.com 27
  • 28. O Twitter, passo a passo. Capítulo 5 Replies. http://pedromolopes.blogspot.com 28
  • 29. O Twitter, passo a passo. Um “Replie” é uma resposta directa a outro utilizador do Twitter, vamos explicar como é que se faz a comunicação entre utilizadores. Podemos estabelecer um diálogo com outros utilizadores do Twitter de duas maneiras, “Replies” (respostas em Português) que são mensagens públicas entre utilizadores e “Direct Message” mais conhecida por “DM” (mensagem directa em Português) que são privadas. Enviar um replie é muito fácil, basta introduzir o nome do utilizador ao qual vamos responder publicamente precedido de “@” (at ou arroba sem aspas), e posteriormente escrevemos a mensagem, isto no mesmo espaço de 140 caracteres que é utilizado para twitar, depois basta carregar no botão logo abaixo que diz “Reply”. Como podem ver a diferença entre um tweet e um replie é somente o “@nomedeutilizador”, esta mensagem pode ser vista pelo destinatário carregando donde diz “@nossonomedeutilizador” na barra direita do site do Twitter, assim como vocês podem ver as vossas, não se esqueçam que os replies são públicos e podem ser vistos por qualquer pessoa. Já as mensagens directas são privadas, para enviar uma mensagem directa temos que escrever um “D” sem aspas seguido de um espaço em branco antes do nome do utilizador, e depois escrevemos a mensagem em questão, isto também no mesmo espaço de 140 caracteres, depois basta carregar no botão logo abaixo que diz “Send”. http://pedromolopes.blogspot.com 29
  • 30. O Twitter, passo a passo. A simplicidade é uma das melhores coisas que o Twitter tem, como devem ter reparado podemos fazer tudo no mesmo sítio, para twitar basta escrever uma mensagem, para replies a mensagem precedida de “@nomedeutilizador” e para mensagens directas “D nomedeutilizador” seguido da mensagem. Se repararem o botão que esta abaixo do espaço de 140 caracteres vai mudando consoante o que estivermos a escrever, se for um tweet diz “Update”, no replie diz “Reply” e nas DM diz “Send”, assim como o titulo encima muda de “What´s Happening” no tweet, para “Reply to nomedeutilizador” no replie e nas mensagens directas muda para “Send nomedeutilizador a direct message”. Para ver as mensagens directas carregamos donde diz “Direct Messages” na barra direita do site do Twitter, depois temos dois separadores, um com as recebidas e outro com as enviadas, embora estas mensagens sejam privadas não se esqueçam de que o destinatário pode sempre reenviar a mensagem publicamente, por tanto tenham cuidado com aquilo que escrevem e a quem escrevem. Existe outra maneira de fazer um replie, se estivermos a ler um tweet de outra pessoa podemos ver no lado direito do mesmo três opções, Reply, Retweet e uma estrela, se carregarmos no Reply o site do Twitter vai automaticamente colocar o “@nomedeutilizador” depois basta escrever a mensagem e carregar no “Reply”. http://pedromolopes.blogspot.com 30
  • 31. O Twitter, passo a passo. O Retweet serve para retwitar um tweet, vamos falar do Retweet mais a frente. A estrela serve para marcar o tweet como favorito, depois podemos aceder aos favoritos na barra direita do site do Twitter donde diz “Favorites”, os tweets dos outros utilizadores, aparecem em catadupa na nossa homepage a uma velocidade maior do que aquela que podemos acompanhar, dai a importância dos favoritos, é mais fácil procurar no meio de uma centena de favoritos do que em milhares de tweets. http://pedromolopes.blogspot.com 31
  • 32. O Twitter, passo a passo. Se quisermos remover um tweet dos favoritos basta carregar na estrela novamente dentro da secção “Favorites” e o mesmo desaparece, dentro das mensagens directas o botão Reply serve para responder também através de mensagem directa, e adicionalmente temos um caixote do lixo para apagar a mensagem, podemos apagar as mensagens directas enviadas e recebidas, já os tweets só podemos apagar aqueles que enviamos. Só mais uma nota para as mensagens directas, só podem enviar mensagens directas para as pessoas que estão a seguir e que também os estão a seguir a vocês, já os replies podem enviar para qualquer pessoa, e tenham em atenção que quando apagam uma mensagem directa, a mesma também desaparece dos enviados ou recebidos do outro utilizador. Se clicarem em “Followers” na barra direita, vai aparecer uma listagem dos vossos seguidores, a partir daqui também podemos fazer Reply e enviar mensagens directas, podem reparar que do lado direito de cada seguidor temos três botões, o primeiro é para seguir a pessoa em questão, o segundo é para adicionar essa pessoa a uma lista (as listas serão abordadas mais a frente), e o último botão tem uma série de funções. Como podem ver na imagem abaixo, podemos enviar um Reply em “Mention username”, podemos enviar uma mensagem directa em “Direct message username”, podemos seguir ou deixar de seguir em “Follow/Unfollow/Remove username”. Podemos também bloquear um utilizador em “Block username”, e podemos ainda reportar um utilizador como spammer em “Report username for spam”. http://pedromolopes.blogspot.com 32
  • 33. O Twitter, passo a passo. Capítulo 6 Retweet. http://pedromolopes.blogspot.com 33
  • 34. O Twitter, passo a passo. RT ou Retweet é um método muito rápido para partilhar informação no Twitter, o Retweet consiste basicamente em repetir o tweet de outra pessoa, mas reconhecendo essa mesma pessoa como a fonte de informação. Embora pareça não fazer muito sentido repetir informação que outra pessoa já escreveu, temos que ter em conta que as pessoas que nos estão a seguir não são necessariamente as mesmas que estão a seguir a pessoa que escreveu o tweet original, e por tanto, ainda o desconhecem. Esta é a melhor maneira de espalhar a informação que nos parece mais interessante, se vejo um tweet com informação que me foi útil porque não partilhar essa mesma informação com as pessoas que me seguem? O único ponto negativo disto é que as vezes vão ver a mesma informação que esta a ser repetida por várias pessoas que por acaso estamos a seguir, é o preço de termos informação distribuída rapidamente. Uma coisa importante é de facto ler a informação antes de fazer o Retweet, não é conveniente fazer um Retweet só pelo titulo da informação, porque o link contido na mesma pode direccionar para conteúdo menos apropriado, e não é bom espalhar informação incorrecta ou desagradável, o meu conselho é sempre lerem não só o respectivo tweet mas também o conteúdo que esta no endereço do tweet. Para fazer um Retweet temos que escrever no espaço em branco de 140 caracteres o seguinte : “RT” seguido de um espaço em branco, depois “@ nome de utilizador original” seguido de “:” e a seguir o respectivo tweet original, esta é a maneira mais comum. http://pedromolopes.blogspot.com 34
  • 35. O Twitter, passo a passo. Podemos também escrever a mensagem original e no final adicionar “-” seguido de espaço em branco e depois “via” outro espaço em branco e “@ nome de utilizador original”, eu prefiro a primeira forma, atenção isto tudo sem aspas, e obviamente no final temos que clicar no botão “Update”. Para fazer isto rapidamente no site do Twitter temos que seleccionar todo o texto do tweet original e carregar no Ctrl+C (para copiar), depois cliquem no reply, verão que vai automaticamente aparecer o “@ nome de utilizador original”, depois basta colocar “RT” seguido do espaço em branco antes da arroba (at) e dois pontos a seguir ao nome de utilizador e finalmente carregar no Ctrl+V (para colar o texto), assim escrito parece muito mais difícil do que é na realidade. Cada vez que fizerem um Retweet o mesmo vai aparecer nos replies das pessoas em questão, que até podem ser mais do que uma, assim como os vossos retweets vão aparecer na vossa secção de replies (a secção de replies está na barra direita, donde diz “@nomedeutilizador”). http://pedromolopes.blogspot.com 35
  • 36. O Twitter, passo a passo. Não se esqueçam de agradecer as pessoas que fizeram Retweet da vossa informação, mesmo que o vosso tweet já seja um Retweet de outra pessoa, isto não é uma norma nem uma obrigação, alguns utilizadores agradecem e outros não, na minha opinião não custa nada. Para agradecer basta escreverem “@nomedeutilizador” seguido de um espaço em branco e “Rthx” , que é o diminutivo de “RT Thanks” (RT obrigado em Português), isto até pode servir para travarem conhecimento e conversar com as pessoas em questão, o que também acaba por ser interessante, estes agradecimentos também vão aparecer na lista de replies. Retweet automático. Como disse mais acima, o ponto mais negativo do Retweet, é que os tweets acabam por ser repetidos muitas vezes, existem utilizadores muito influentes no Twitter que vêem os seus tweets retweetados milhares de vezes. A desvantagem para os servidores do Twitter é óbvia, milhares de tweets repetidos ocupam espaço e recursos, para solucionar este problema, o pessoal do Twitter colocou recentemente uma nova funcionalidade de Retweet. A vantagem de esta nova funcionalidade, é que os tweets não serão repetidos, se fizermos um retweet por este novo método, o que na prática vai acontecer é que estamos somente a assinar o tweet, e não a repeti-lo, podem ver o aspecto na imagem abaixo. http://pedromolopes.blogspot.com 36
  • 37. O Twitter, passo a passo. Aparece o tweet original, e por baixo todas as pessoas que já fizeram retweet do mesmo, mas como não a bela sem senão, o resultado de este método é que vamos ver tweets na nossa timeline de pessoas que não estamos a seguir. Para explicar bem este ponto, quando uma pessoa que estamos a seguir faz um retweet através da nova funcionalidade, em vez de ver essa mesma pessoa que fez o retweet, vamos ver o tweet original, e a pessoa que fez o tweet original pode não fazer parte dos que estamos a seguir. Isto gerou uma grande confusão quando a função foi inicialmente implementada, muita gente ainda continua a usar o método manual (explicado no início de este artigo), mas penso que com o avançar do tempo toda a gente vai aderir ao novo método, que é o que eu vos aconselho. http://pedromolopes.blogspot.com 37
  • 38. O Twitter, passo a passo. Outro ponto negativo desta funcionalidade automática é o facto de os retweets não aparecerem nos nossos replies, pelo método antigo cada retweet aparecia como se fosse uma menção, agora para ver os retweets temos que aceder a secção respectiva na barra direita do site, ou então fazer uma procura do nosso nome de utilizador. Vamos então ver como utilizamos esta nova funcionalidade. Quando estamos a ler um tweet de outro utilizador, ao passarmos com o rato pelo mesmo, vão aparecer duas opções, Reply e Retweet. Ao seleccionar Retweet, aparece uma pequena janela de confirmação que diz “Retweet to your followers”, se clicarem em “Yes” o retweet será feito, se por acaso se enganaram podem clicar no “x” que está do lado direito do “Yes” para anular a operação. http://pedromolopes.blogspot.com 38
  • 39. O Twitter, passo a passo. Podem ver agora por baixo do tweet original a mensagem “Retweeted by you”. Para ver todos os retweets, temos na barra direita do site uma nova secção chamada “Retweets”, dentro da qual temos três separadores, o primeiro, “Retweets by others” engloba todos os retweets feitos pelas pessoas que estamos a seguir. O segundo “Retweets by you”, tem os retweets que nós fizemos e o terceiro, “Your tweets, retweeted”, mostra os retweets que foram feitos aos nossos tweets. http://pedromolopes.blogspot.com 39
  • 40. O Twitter, passo a passo. http://pedromolopes.blogspot.com 40
  • 41. O Twitter, passo a passo. Notem que podem desligar a visualização dos retweets que são feitos por utilizadores específicos, para tal temos um pequeno botão verde por baixo da foto e nome do utilizador respectivo, se estiver verde quer dizer que estamos a visualizar os retweets de essa pessoa, e se estiver em branco então não veremos os retweets. http://pedromolopes.blogspot.com 41
  • 42. O Twitter, passo a passo. http://pedromolopes.blogspot.com 42
  • 43. O Twitter, passo a passo. Capítulo 7 Trend e Hashtags. http://pedromolopes.blogspot.com 43
  • 44. O Twitter, passo a passo. Estamos quase a acabar de explorar as funcionalidades principais do Twitter, pelo menos no que toca à interacção directa com o site, por isso vamos explicar o que são Trends e Hashtags. Vamos começar pelos Trends, a tradução literal para Português é “Modas” ou “Tendências”, mas neste caso específico os Trends são os temas mais quentes que estão a ser abordados nesta plataforma, se olharem para a barra da direita do site do Twitter verão que estão lá as palavras “Trending Topics”, e logo abaixo uma lista de vários temas, e alguns destes temas estão precedidos por um símbolo “#”. Se clicarem em algum dos temas aparece uma lista com todos os tweets que falam acerca do mesmo tema ou Trend, basicamente isto é uma procura das conversas com mais tweets e número de utilizadores. http://pedromolopes.blogspot.com 44
  • 45. O Twitter, passo a passo. Os termos que estão precedidos do “#” são conhecidos por “Hashtags”, esta convenção é utilizada para facilitar o reconhecimento de uma conversa especifica no meio do “ruído” do Twitter, entenda-se “ruído” por muitos tweets que baralham as conversas e que na maior parte das vezes não dizem nada de interessante. Para esclarecer bem isto vou exemplificar, digamos que quero partilhar o endereço de um site que esta a fornecer um livro electrónico grátis, estes livros são conhecidos por “Ebook” e não são mais do que livros em formato PDF, o tweet pode ser escrito da seguinte maneira: “Livro ABC grátis para designers - #free #ebook – http://......” Como podem ver foram usados dois “Hashtags”, o “#free” para grátis e o “#ebook” para indicar um livro electrónico, a vantagem deste sistema é que podemos procurar no twitter pelo termo “#free” e de certeza que só vamos encontrar tweets com coisas que sejam grátis. A diferença de procurar no Twitter entre “#free” e só “free” é muita, no segundo caso vão aparecer todos os tweets que contenham as letras “free” não sendo necessariamente um produto grátis. http://pedromolopes.blogspot.com 45
  • 46. O Twitter, passo a passo. A maioria dos Hashtags já se encontra definido pelos utilizadores, mas podemos ser nós a começar um ”Hashtag” e quem sabe até pode virar “Trend”, para podermos definir um Hashtag novo temos que previamente seguir um utilizador do Twitter chamado “@Hashtags”, óbvio não é? Depois de o seguirmos podemos criar Hashtags a vontade que eles vão aparecer na listagem que existe no site http://hashtags.org/ . Este método tem prós e contras, se por um lado é útil podermos definir um Hashtag em qualquer altura, por outro é um sistema muito anárquico, quero dizer que muitas vezes deparamos com Hashtags que desconhecemos e temos que empreender uma maratona para tentar perceber do que é que se esta a falar, e acabamos sempre por ter de perguntar a alguém que esteja envolvido na conversa para nos esclarecer. Esta situação existe porque não há nenhum controlo na criação dos Hashtags, e não existe nenhuma base de dados com todos os Hashtags e qual o seu significado, a listagem do site hashtags.org não especifica o significado de cada Hashtag, só especifica a utilização do mesmo. Existem outros serviços que tentam esclarecer os significados dos Hashtags, mas só têm de alguns, um destes serviços é o http://tagal.us/ , podemos procurar e ver a definição de uma parte dos Hashtags e se quisermos e soubermos podemos definir o significado deles, outro destes serviços é o http://twubs.com que tem o mesmo funcionamento. http://pedromolopes.blogspot.com 46
  • 47. O Twitter, passo a passo. http://pedromolopes.blogspot.com 47
  • 48. O Twitter, passo a passo. Não posso finalizar este capítulo sem antes falar de um dos Hashtags mais famosos a circular pelo Twitter, se bem que esta a cair em desuso devido a má utilização do mesmo, chama-se “#FollowFriday” e como o nome indica quer dizer “Seguir à Sexta-feira”. O conceito original do “#FollowFriday” era o de recomendar aos nossos seguidores as pessoas que achávamos mais interessantes, uma ou duas em cada semana, mas a banalização do mesmo veio estragar o objectivo inicial, o que acontece é que os utilizadores estão a fazer “#FollowFriday” indiscriminadamente e sem nenhum nexo, de muitos utilizadores todas as semanas, e repetindo muitas vezes na semana seguinte. Se quiserem fazer “#FollowFriday”, façam só de uma ou duas pessoas e especifiquem o motivo da vossa recomendação, e evidentemente têm que ser pessoas que vocês acompanham todos os dias, só para dar um exemplo: @pmol @pmolblog #FollowFriday – porque estão sempre a fornecer informação útil. http://pedromolopes.blogspot.com 48
  • 49. O Twitter, passo a passo. Capítulo 8 Listas. http://pedromolopes.blogspot.com 49
  • 50. O Twitter, passo a passo. Uma das utilidades das listas, e a mais interessante na minha opinião, é a possibilidade de agrupar as pessoas que mais nos interessam em grupos, para facilitar o acesso a informação. Outra utilidade é agrupar as pessoas que consideramos mais relevantes para a nossa área profissional, e partilhar esta lista no Twitter ou inclusive nos sites e blogues pessoais, através do endereço da mesma. Vamos então ver como se cria uma lista. No lado direito da página do Twitter, na secção “Lists”, podem clicar em “New list” vai aparecer uma janela mais pequena na qual podemos definir a nossa nova lista, colocamos o nome em “List name” e escolhemos se queremos uma lista pública em “Public” ou privada em “Private”, para terminar basta clicar em “Create list”. http://pedromolopes.blogspot.com 50
  • 51. O Twitter, passo a passo. Reparem na imagem acima, que, abaixo do nome da lista fica logo definido o endereço que a mesma vai ter na Internet, se quiserem podem apontar para futuras referências. Após criarem a lista, aparece uma mensagem no topo da página a dizer que a lista foi criada “Yay! Your list was created”, logo abaixo é donde podemos adicionar pessoas a lista, em “Find people to add to your list”, basta escrever o nome de utilizador e clicar no botão “Search”. Introduzem o nome que desejam procurar, e de seguida aparece uma lista com possíveis resultados, é só escolher a pessoa desejada e adiciona-la a lista através do novo botão dedicado a esta funcionalidade, logo ao lado direito do nome do utilizador. http://pedromolopes.blogspot.com 51
  • 52. O Twitter, passo a passo. Basta clicar no quadro em branco ao lado do nome da lista, vai lá ficar um visto, o que quer dizer que essa pessoa já faz parte dessa lista. Se voltarem ao vosso ecrã principal no site do Twitter, carregando no “Home”, podem ver que do lado direito, na secção “Lists”, já se encontra a lista que acabaram de criar. http://pedromolopes.blogspot.com 52
  • 53. O Twitter, passo a passo. Tenham em atenção que a partir de esta fase, quando estiverem a ler uma timeline de algum utilizador, ou a listagem de seguidos e seguidores, terão sempre disponível do lado direito do nome do utilizador, o botão “Lists”, para adicionar ou remover as pessoas da lista respectiva. Para aceder a uma lista, podem usar o endereço de internet da mesma, ou então na secção “Lists”, podem seleccionar a lista que quiserem ver, clicando no nome respectivo. http://pedromolopes.blogspot.com 53
  • 54. O Twitter, passo a passo. Como podem ver na imagem anterior, ao seleccionar uma lista, vão ver uma timeline com todos os utilizadores da mesma, tenham em atenção que só vão ver os tweets dos utilizadores que estejam englobados na lista. Se quiserem ver uma listagem de todas as vossa listas, têm que clicar em “View all” na secção “Lists”, vão aparecer dois separadores, o primeiro “Lists following you”, é das listas as quais fomos adicionados, o segundo “Lists you follow”, é das listas que criamos e/ou que estamos a seguir. Quando estiverem no separador “Lists you follow” e clicarem no nome de alguma das listas que vocês criaram, vai aparecer a timeline da mesma, mas com umas opções no topo do lado direito, a opção “Edit” serve para mudar o nome a lista, ou mudar o estado da mesma de publica para privada ou vice-versa, a opção “Delete” apaga a lista definitivamente. http://pedromolopes.blogspot.com 54
  • 55. O Twitter, passo a passo. Cada vez que estamos a ver o perfil de algum utilizador do twitter, na secção “Lists” podemos ver as listas que o mesmo criou, ou que está a seguir. Basta clicar no nome de alguma lista para ter logo acesso a timeline da mesma, notem que não podem aceder as listas privadas de outros utilizadores, estas listas privadas só são visíveis por nós próprios, as listas privadas estão identificadas por um cadeado no final do nome da mesma. Ao entrarem em uma lista de outro utilizador, têm logo um botão no topo do lado esquerdo que diz “Follow this list”, ao clicar nele, vamos passar a seguir a lista em questão, aparecerá de seguida um visto verde a dizer “Following”. http://pedromolopes.blogspot.com 55
  • 56. O Twitter, passo a passo. Tenham em conta que o que vai acontecer é que vão seguir a lista, mas não os utilizadores individualmente, para que fique claro, se seguirem uma lista com 100 pessoas, só estarão a seguir uma lista e não as 100 pessoas que nela se encontram. Se acederem ao “View all” na secção “Lists” do vosso perfil, reparem que após seguirem uma lista, a mesma vai aparecer no separador “Lists you follow”, juntamente com aquelas que vocês criaram. http://pedromolopes.blogspot.com 56
  • 57. O Twitter, passo a passo. Notem que também podem seleccionar o “View all” na secção “Lists”, quando estão no perfil de outros utilizadores, tendo assim acesso a todas as listas dos mesmos. Falta dizer que a quantidade de listas também tem limite, como tudo no Twitter, actualmente só podemos criar 20 listas, não se sabe ao certo se esta quantidade será aumentada no futuro. http://pedromolopes.blogspot.com 57
  • 58. O Twitter, passo a passo. Capítulo 9 Encurtar endereços. http://pedromolopes.blogspot.com 58
  • 59. O Twitter, passo a passo. Já repararam que alguns endereços de páginas de Internet que visitamos são muito compridos? Se para o navegador este factor é irrelevante, já para o Twitter não é bem assim, o limite de 140 caracteres tem que ser aproveitado ao máximo, e não nos podemos dar ao luxo de o desperdiçar com endereços de Internet muito compridos. Quando criamos um tweet temos que pensar que o mesmo pode vir a ser vítima de um Retweet, por isso quanto mais pequeno for o tweet mais espaço fica para os nossos seguidores fazerem um Retweet. Como encurtamos os endereços de Internet? Existem várias ferramentas e métodos para encurtar endereços, obviamente não vou falar de todos eles, vou sim falar dos mais usados. O “Tiny Url” foi dos primeiros a aparecer, este serviço é gratuito, podem aceder no site http://tinyurl.com/ , e existem duas maneiras básicas de funcionamento. A primeira é o típico copy-paste, seleccionamos o endereço que queremos encurtar e carregamos no Ctrl+C para copiar, depois navegamos para o site do “Tiny Url” e colamos no espaço indicado para o efeito carregando Ctrl+V, posteriormente basta carregar no botão que diz “Make TinyURL!”, e já está, aparece o endereço mais curto. http://pedromolopes.blogspot.com 59
  • 60. O Twitter, passo a passo. Este endereço mais curto não expira e podemos fazer com ele aquilo que bem entendermos, podemos twitar ou mandar por email ou por mensagem instantânea, etc. O segundo método é bem mais fácil, o site do “Tiny Url” proporciona uma funcionalidade chamada “TinyURL!”, isto não é mais do que um favorito que podemos adicionar a qualquer navegador de Internet. Após adicionar o favorito, basta carregar nele em qualquer página que estivermos e automaticamente vai abrir o site do “Tiny Url” já com o endereço mais curto, para depois colar no nosso tweet com o tradicional copy-paste. Um exemplo típico de um endereço curto gerado pelo “Tiny Url” seria o seguinte: http://tinyurl.com/kt4je6 Este endereço corresponde a : http://pedromolopes.blogspot.com/2009/04/como-escolher-uma-placa-grafica.html Como podem ver, o endereço criado pelo “Tiny Url” é muito mais curto. Outro serviço interessante é o “TwitSnip”, este funciona de maneira diferente, mas é muito mais fácil que o anterior, podem encontrar este serviço no seguinte endereço: http://twitter.grader.com/ , isto também é um favorito para adicionar ao navegador, só que para além de encurtar o endereço, prepara logo o tweet, e se quisermos pode envia-lo directamente para o Twitter. http://pedromolopes.blogspot.com 60
  • 61. O Twitter, passo a passo. Para partilhar uma página de Internet com este serviço temos que seleccionar por exemplo o título do artigo que estamos a ler, depois carregamos no favorito “TwitSnip”, que vai abrir uma pequena janela do navegador donde vai aparecer o título que tínhamos seleccionado seguido do endereço já encurtado. E ainda se o site que estamos a ler tiver uma conta no Twitter, vai aparecer logo o “@nomedeutilizador” para dar reconhecimento à fonte, depois basta carregar donde diz “Login and Post”, fazemos o login com os nossos dados do Twitter e já esta, um tweet feito em 5 segundos. O único senão deste serviço é que está muitas vezes em baixo, devido ao excesso de utilizadores, impossibilitando a utilização do mesmo, mas é pena porque é uma ferramenta muito rápida. http://pedromolopes.blogspot.com 61
  • 62. O Twitter, passo a passo. Para além destes dois existem muitos outros, por exemplo: bit.ly , migre.me, virl.com, e tr.im, só para mencionar alguns, é uma questão de experimentarem. Depois existem extensões para o Firefox e Google Chrome que também fazem estas funções, e aplicativos como o Tweetdeck e Seesmic, que permite encurtar os endereços com vários serviços a escolha. Bit.ly e j.mp. O redutor de endereços “bit.ly” é o serviço standard e mais popular para encurtar endereços para o Twitter. Para quem quer um endereço ainda mais curto, o “bit.ly” tem um segundo encurtador de nome “j.mp”, como podem ver é mesmo muito reduzido, o “j.mp” permite a criação de endereços e mantém as mesmas funcionalidades do “bit.ly”, uma delas é o favorito para os navegadores de Internet que permite encurtar rapidamente o endereço da página na qual estamos. http://pedromolopes.blogspot.com 62
  • 63. O Twitter, passo a passo. Como podem ver na imagem anterior, temos também uma barra lateral para os navegadores que permite muito rapidamente analisar o estado do endereço que encurtamos, quantas vezes foi clicado e as conversas acerca do mesmo no Twitter e Friendfeed, assim como também partilhar o endereço no Facebook, Twitter e Friendfeed. Ambos os serviços têm informação avançada, que permite saber quantas pessoas clicaram no endereço que encurtamos, através da colocação do símbolo “+” no final do endereço bit.ly ou j.mp. http://pedromolopes.blogspot.com 63
  • 64. O Twitter, passo a passo. Recordo que para termos acesso a esta funcionalidade, e a barra lateral, temos que fazer o registo no site, e posteriormente fazer o login com o nome de utilizador e palavra passe. Podemos também associar a nossa conta do Twitter para termos a possibilidade de twitar directamente da barra lateral do navegador. No site tanto do j.mp como do bit.ly, podemos fazer procuras no twitter de endereços encurtados com o bit.ly ou j.mp acerca de um tema específico, e vemos logo quantas vezes é que o endereço já foi clicado e podemos também ver o endereço longo original. A integração do j.mp e do bit.ly é total, todos os endereços são partilhados entre os dois serviços, se encurtarmos um endereço com o bit.ly o resultado será o seguinte: “http: //bit.ly'/?????”. Posteriormente podemos alterar de forma manual este endereço para: “http: //j.mp/?????” e o resultado será exactamente o mesmo, ao clicar iremos ter ao mesmo sitio, tanto num como no outro. O j.mp consegue de esta maneira acabar com a desvantagem que o bit.ly tinha para com outros serviços, como o tr.im, não só acabou com a desvantagem como também colocou a fasquia no máximo, os endereços nunca poderão ser mais curtos do que isto. http://pedromolopes.blogspot.com 64
  • 65. O Twitter, passo a passo. Capítulo 10 Serviços e dicionários online. http://pedromolopes.blogspot.com 65
  • 66. O Twitter, passo a passo. O aparecimento do Twitter e o sucessivo incremento de utilizadores, trouxe consigo toda uma série de serviços e ferramentas dedicadas a esta plataforma de micro- blogging. Para os utilizadores que estão a tentar construir a sua reputação e dar-se a conhecer online, estas ferramentas são um bem precioso para analisar a evolução do perfil no Twitter, para todos os outros são ferramentas interessantes que permitem uns breves momentos de distracção. Vou indicar alguns de estes serviços para vocês experimentarem, alguns são para estatísticas, outros simplesmente para entreter: Search Twitter: Esta é indiscutivelmente a melhor ferramenta de procura para o Twitter, este serviço foi adquirido pelo próprio Twitter, e permite não só procurar termos e utilizadores, como também podemos filtrar a procura por termos, utilizadores, datas, etc. Twittas: Made in Portugal criado pelo @cmoreira, têm muitas opções para se entreterem. Twitter Analyzer: Sem dúvida a analise mais completa possível de um perfil do Twitter. Twitalyzer: Uma análise muito mais simples do que no anterior. Twitter Counter: Mais uma análise estatística. Twitter Grader: Mostra a pontuação de um perfil do Twitter dos 0 aos 100. Twitter Score: Mais um serviço de pontuação desta vez dos 0 aos 10. TwitRank: Outro serviço de pontuação dos 0 aos 10. TweetValue: Este serviço vai um bocadinho mais longe e dá o valor em dinheiro do perfil. Visible Tweets: A melhor visualização dos tweets de um utilizador à escolha. Twitter Browser: Mostra os utilizadores e os seguidores, bom efeito visual. Twitter Vision: Vejam os tweets representados em um mapa do mundo, quase em tempo real. Isto é só alguns dos serviços existentes. http://pedromolopes.blogspot.com 66
  • 67. O Twitter, passo a passo. Dicionários. Para aqueles que andam há algum tempo no Twitter certas expressões são naturais e já fazem parte do dia-a-dia, para os que estão a entrar agora na plataforma de microblog estes termos podem parecer estranhos e criar alguma confusão. Para solucionar este problema existem diversos sites que servem de dicionário para uma melhor compreensão e esclarecimento do Twitterverse, não sabem o que é o Twitterverse? Procurem nos dicionários que se seguem. Twittonary: O Twittonary é uma das fontes mais completas de termos usados no Twitter, permite a procura de palavras completas ou a selecção por letras. Twictionary: O Twictionary apresenta uma lista dos termos mais comuns usados no Twitter. Twittords: No Twittords escolhemos a letra na qual queremos procurar e depois e ir navegando pelos termos existentes. Twitter for Teachers: Este serviço apresenta uma lista com muitos termos que são utilizados no Twitter. Essential Twitter dictionary – Twitterland: O site Twitterland tem um artigo com uma lista de termos e respectivos significados. Twittermania: Ficheiro em PDF que podem guardar no vosso computador com mais uma lista de termos para usar na rede de microblog. Twitterspeak: Artigo do site Mashable que contêm 66 termos e os seus significados. Twitcionário do Twitterportugal: A página do Twitterportugal tem uma pequena lista de termos usados no Twitter. Twitterbrasil: Um artigo do Twitterbrasil com termos e significados. Urban Dictionary: Por último o Urban Dictionary é alegadamente o dicionário mais completo de todos, só que não é para o Twitter, é um dicionário de calão em Inglês, mas que tem a vantagem de conter muitos dos termos que são usados no Twitter. http://pedromolopes.blogspot.com 67
  • 68. O Twitter, passo a passo. Capítulo 11 Aplicações locais e Web para o Twitter. http://pedromolopes.blogspot.com 68
  • 69. O Twitter, passo a passo. Este livro baseou-se unicamente na utilização da interface do site oficial do Twitter, mas existem outras formas de aceder a rede de micro-blogging, através de aplicações locais, leia-se instaladas no PC ou Smartphone, ou através de aplicações Web, tipo Cloud Computing. Aplicações locais. As aplicações locais mais conhecidas para aceder ao Twitter no PC são, o Tweetdeck, o Twirl e o Seesmic Desktop, qualquer uma delas é excelente, se quiserem mesmo usar uma de estas aplicações, o melhor e mais completo é, sem dúvida, o Tweetdeck. Para os fãs da Apple, as aplicações para aceder ao Twitter mais usadas são: o Tweetie e o Twitterrific. Entre as mais usadas para utilizadores de telemóveis Blackberry, temos o Openbeak (antigo Twitterberry) e o Ubertwitter. Telemóveis com Windows Mobile podem usar o Twikini e para os Nokia com sistema operativo S60 existe o Gravity. Notem que o Twitter tem um site oficial para acesso de telefones móveis, o endereço é m.twitter.com . Aplicações Web. A desvantagem das aplicações locais, é o facto de ser necessário instalá-las no respectivo dispositivo antes de poder usá-las, já no caso das aplicações Web, a situação muda completamente de figura. Este tipo de aplicações (Cloud Computing), funcionam através do navegador de Internet, qualquer dispositivo que tenha acesso a Internet e um navegador pode aceder sem problemas as aplicações Web. Alguns exemplos de aplicações Web para o Twitter, são: Seesmic Web, Twittergadget, Twitterface, Tweetminer e Brizzly. A única desvantagem que existe na utilização de qualquer uma de estas aplicações, é que, ao terem que aceder a toda a informação através da Internet, o seu funcionamento é ligeiramente mais lento que as aplicações locais, mas compensam em acessibilidade. A aplicação Web que aconselho é o Brizzly, é a que uso todos os dias, muito completa e funcional. http://pedromolopes.blogspot.com 69
  • 70. O Twitter, passo a passo. E esta primeira edição do guia passo a passo para o Twitter chegou ao fim, a medida que forem sendo adicionadas novas funcionalidades e melhorias ao site do Twitter as mesmas serão reflectidas em próximas edições. http://pedromolopes.blogspot.com 70
  • 71. O Twitter, passo a passo. O Twitter, passo a passo. Por: Pedro Lopes @pmol Fundador e Editor de: Pmol Blog Primeira edição. Este livro é gratuito, pode ser publicado parcialmente sempre e quando seja devidamente atribuída a autoria do mesmo a: http://pedromolopes.blogspot.com Podem partilha-lo na totalidade com os amigos, família, redes sociais e publica-lo nos vossos blogues. Copyright © 2009 Pmol Blog – Alguns direitos reservados. http://pedromolopes.blogspot.com 71