SlideShare uma empresa Scribd logo

CENÁRIOS FUTUROS DA GUERRA ENTRE RÚSSIA E UCRÂNIA

Este artigo analisa os desdobramentos futuros da guerra entre a Rússia e a Ucrânia e a necessidade de uma governança mundial para evitar novos conflitos internacionais e preservar a paz mundial.

CENÁRIOS FUTUROS DA GUERRA ENTRE RÚSSIA E UCRÂNIA

1 de 5
Baixar para ler offline
1
CENÁRIOS FUTUROS DA GUERRA ENTRE RÚSSIA E UCRÂNIA
Fernando Alcoforado*
Este artigo analisa os desdobramentos futuros da guerra entre a Rússia e a Ucrânia e a
necessidade de uma governança mundial para evitar novos conflitos internacionais e
preservar a paz mundial. Em recente artigo que publicamos sob o título O conflito Rússia
e Ucrânia como novo foco de guerra no mundo afirmamos que a guerra entre a Rússia e
a Ucrânia poderia acontecer em consequência da posição anti-Rússia assumida pelo
governo de extrema-direita da Ucrânia presidido por Volodymyr Zelenskyy que estava
negociando a adesão do país à União Europeia e à OTAN - Organização do Tratado do
Atlântico Norte (aliança militar ocidental que foi constituída em 1949 para enfrentar a
União Soviética durante a Guerra Fria) se colocando como aliada dos Estados Unidos e
das potências europeias e a posição assumida pelo presidente Wladimir Putin da Rússia
ao considerar que a incorporação da Ucrânia à OTAN ameaçaria a integridade do país
haja vista que, desde o fim da União Soviética em 1989, houve o cerco da Rússia com a
cooptação de antigos aliados da União Soviética no leste europeu do ponto de vista
econômico com suas adesões à União Europeia e do ponto de vista militar com suas
adesões à OTAN. Para Putin, a incorporação da Ucrânia à OTAN completaria o cerco da
Rússia tornando-a vulnerável. As causas da guerra entre a Rússia e a Ucrânia são,
portanto, sobretudo, geopolíticas e estratégicas. O que está em jogo não é, na realidade, a
pura e simples adesão da Ucrânia à União Europeia e à OTAN mas a sobrevivência da
própria Rússia que se sente ameaçada com a incorporação da Ucrânia pelas potências
ocidentais do ponto de vista econômico e militar.
A Ucrânia se tornou uma peça importante no tabuleiro geopolítico internacional porque,
de um lado, os Estados Unidos e seus aliados da União Europeia visam ampliar o cerco
da Rússia iniciado após o fim da União Soviética em 1989 quando vários países a ela
então aliados como Albânia, Bulgária, Croácia, Eslováquia, Eslovênia, Estônia, Hungria,
Letônia, Lituânia, Macedónia do Norte, Montenegro, Polónia, Romênia e República
Tcheca aderiram à OTAN. Países ex-socialistas, aliados da União Soviética, como
Bulgária, Estônia, Finlândia, Hungria, Croácia, Letônia, Lituânia, Polônia, Romênia,
Eslovênia, Eslováquia e República Tcheca aderiram à União Europeia. Países como
Montenegro, Macedônia, Sérvia e Albânia estão à espera de aprovação para entrada na
União Europeia. O cerco à Rússia se completaria com a incorporação da Ucrânia à OTAN
e à União Europeia como deseja os Estados Unidos e o governo ucraniano (Ver Figura
1). Diante deste fato, a estratégia militar da Rússia consiste em evitar a todo o custo que
a Ucrânia seja incorporada à OTAN e à União Europeia.
É oportuno observar que o movimento de expansão da OTAN teve início com o fim da
União Soviética em 1989 começando pelo Mar Báltico, atravessou a Europa Central, a
Ucrânia e a Bielorússia, passando pela intervenção nos Bálcãs (ex- Iugoslávia) e
chegando até a Ásia Central e o Paquistão, ampliando as fronteiras da OTAN. Ao terminar
a década de 1990, a distribuição geopolítica das novas bases militares norte-americanas
não deixa dúvidas sobre a existência de um novo “cinturão sanitário‟ separando a
Alemanha da Rússia e a Rússia da China. A expansão da OTAN rumo às fronteiras russas
é o principal perigo externo à Rússia. A chegada de Vladimir Putin ao poder na Rússia
modificou radicalmente esse quadro geopolítico, até então muito desfavorável para os
russos. A chegada de Vladimir Putin ao poder da Rússia em 2000, marcou o início da
recuperação geopolítica da Rússia, cuja posição tinha sido muito enfraquecida durante o
governo Ieltsin na década de 1990. Putin representa a ascensão ao poder de uma ampla e
sólida coalizão de interesses econômicos e políticos que se uniram quanto à necessidade
2
de recompor as bases mínimas de operação de um Estado capitalista moderno na Rússia
que superasse a fase selvagem e predadora da “acumulação primitiva” na Federação
Russa com Ieltsin no poder. A recuperação geopolítica da Rússia foi possível graças à
afirmação de um projeto nacionalista de recuperação do Estado russo por parte de Putin.
Figura 1- O cerco da Rússia pela OTAN na Europa
Fonte: https://www.bbc.com/portuguese/internacional-60129112
3
Foi a partir do ano 2000 que a Rússia resolveu desenvolver uma parceria estratégica com
a China. A Rússia considerou que a China poderia ajudá-la na sua resistência às ambições
geopolíticas dos Estados Unidos tanto na Europa Oriental, quanto no Cáucaso ou na Ásia
Central. A Organização da Cooperação de Xangai (Shanghai Cooperation Organization
– SCO) foi criada em 2001 para estabelecer uma aliança entre a Rússia e a China em
termos militares e de combate ao terrorismo, ao fundamentalismo religioso e ao
separatismo na região da Ásia. A SCO é uma organização de cooperação política e militar
que se propõe explicitamente a ser um contrapeso aos Estados Unidos e às forças militares
da OTAN. Os dois países defendem, em geral, posições convergentes na ONU e nos
demais fóruns internacionais, como, por exemplo, o G20.
São dois os cenários futuros para a guerra entre a Rússia e a Ucrânia; 1) O conflito bélico
se restringe à Ucrânia; e, 2) O conflito se estende pela Europa e pelo mundo. Se o conflito
se restringir à Ucrânia, a Rússia poderá ocupar militarmente todo o país para impor sua
vontade ao inimigo. O governo Putin tentará derrubar o presidente Zelinskyy da Ucrânia
para instalar um governo ucraniano pró-Rússia. O conflito poderia se tornar generalizado
inicialmente na Europa se a OTAN intervir militarmente ao lado do governo da Ucrânia.
Isto abriria caminho para uma nova guerra mundial com o envolvimento das grandes
potências militares de consequências imprevisíveis com o uso de armas nucleares porque
Putin ameaçou de retaliação os países que intervirem militarmente em apoio à Ucrânia.
Os dois cenários acima citados trarão grandes consequências, não apenas geopolíticas,
mas também econômicas para todos os países do mundo. Do ponto de vista geopolítico,
pode significar a mudança na correlação de forças do ponto de vista militar com o
fortalecimento da união militar entre a Rússia e a China ambas aliadas no enfrentamento
dos Estados Unidos e maior declínio deste país como potência mundial. Do ponto de vista
econômico, pode ocorrer a desestabilização da economia mundial.
A desestabilização de economia mundial impactará fortemente na Rússia, na Ucrânia e
em vários países da Europa que sofrerão grande impacto econômico. Atualmente, a
Ucrânia depende comercial e economicamente da Rússia, sobretudo por esta lhe fornecer
gás natural, fonte de energia primordial ao país, e a Rússia ser o principal comprador de
inúmeras matérias-primas produzidas pela economia ucraniana. Além disso, no leste da
Ucrânia onde ainda se fala russo muitas empresas dependem das vendas para a Rússia. A
Ucrânia não pode se desprender da Rússia, da qual muito depende, sobretudo para seu
abastecimento de gás. Não apenas os ucranianos serão prejudicados, mas também, a Rússia
que poderá ter suas exportações de gás natural e petróleo à Europa comprometidas haja vista
que poderá cessar o suprimento desses combustíveis para vários países da região. É
importante destacar o fato de que as exportações de gás e petróleo à Europa financiam cerca
de metade de todo o orçamento anual federal russo que poderá ser comprometido com o
fim do suprimento de petróleo e gás natural à Europa. A Rússia poderá superar este
problema exportando gás natural em grande volume para a China para compensar o fim
do suprimento aos países da Europa. Como a Rússia é o maior produtor de petróleo do
mundo depois da Arábia Saudita, ela poderá ganhar bastante com a provável elevação do
preço do petróleo e o aumento de suas exportações para a China. A Europa será, também,
prejudicada porque poderá ter a cessação do fornecimento russo de petróleo e gás natural.
A Europa consome 70% do petróleo e 65% do gás natural exportado pela Rússia. Vários
países da Europa dependem do petróleo e gás natural russo. Países como a Alemanha e a
Inglaterra dependem cada vez mais da Rússia para o fornecimento do combustível.
Países como a Eslováquia e a Bulgária dependem 100% da Rússia para o fornecimento do
4
combustível. Finalmente, a economia mundial será impactada pelo vertiginoso aumento
do preço do petróleo e do gás natural com a saída da Rússia do suprimento aos países
europeus. O Brasil será um dos países que será bastante afetado pela guerra entre a Rússia
e a Ucrânia porque os preços dos combustíveis aumentarão bastante porque estão
vinculados ao preço do petróleo no mercado internacional e ao valor do dólar.
A guerra entre Rússia e Ucrânia significa a continuidade da velha ordem mundial em que
os conflitos de interesses entre as grandes potências têm sido resolvidos a “manu-
militare”, isto é, por meios militares. Há séculos, a humanidade se defronta com conflitos
entre as grandes potências que não são resolvidas pela via diplomática e sim pelos meios
militares porque vivemos em um mundo sem um governo mundial e um direito
internacional que seja respeitado por todos os países, especialmente pelas grandes
potências que procuram impor suas vontades na cena mundial. Sem a existência de um
governo mundial e de um parlamento mundial democraticamente eleitos pela população
mundial não há como o direito internacional ser aplicado efetivamente. Urge a
humanidade se dotar o mais urgentemente possível de instrumentos necessários à
construção de um mundo de paz. Ao longo da história da humanidade houve três
tentativas de estruturar instrumentos voltados para a construção de um mundo de paz. A
primeira tentativa ocorreu em 1648 com o Tratado de Westfália que colocou um fim
à Guerra dos Trinta Anos (1618 – 1648) que marcou o século XVII como um dos
conflitos mais sangrentos da história europeia. A segunda tentativa de estruturar
instrumentos voltados para a construção de um mundo de paz ocorreu com a criação da
Liga das Nações em 10 de janeiro de 1920 nos escombros da 1ª Guerra Mundial. A
terceira tentativa de estruturar instrumentos voltados para a construção de um mundo de
paz ocorreu com a criação da ONU (Organização das Nações Unidas) que foi fundada
após a 2ª Guerra Mundial e tem sido inoperante ao longo de sua história, inclusive no
atual conflito entre a Rússia e a Ucrânia. A ONU tem sido um fracasso na construção de
um mundo de paz.
O insucesso na construção da paz mundial com o Tratado de Westfália, a Liga das
Nações e a ONU demonstram a urgência de reestruturar a ONU para que ela possa
exercer uma efetiva governança do sistema internacional que possibilite mediar os
conflitos internacionais e assegurar a paz mundial. O governo mundial a ser exercido pela
ONU, cuja Assembleia Geral seria transformada em Parlamento Mundial, teria por
objetivo defender os interesses gerais do planeta, zelar no sentido de cada Estado nacional
respeitar a soberania dos demais países e impedir a propagação dos riscos sistêmicos
mundiais. A ONU reestruturada evitaria o império de um só país como já ocorreu ao
longo da história da humanidade e a anarquia de todos os países como ocorre atualmente.
Com um governo mundial e um parlamento mundial será possível combater a guerra e
acabar com o banho de sangue que tem caracterizado a história da humanidade ao longo
da história. Com a ONU reestruturada, deixaria de existir o Conselho de Segurança. Para
ser democrático, o governo mundial deve ser representativo de todos os povos do mundo.
A sobrevivência da humanidade depende da capacidade de se celebrar um Contrato Social
Planetário representativo da vontade da maioria da população do planeta. Enquanto isto
não ocorrer, novos conflitos como o atual entre a Rússia e a Ucrânia poderão acontecer.
*Fernando Alcoforado, 82, condecorado com a Medalha do Mérito da Engenharia do Sistema
CONFEA/CREA, membro da Academia Baiana de Educação, engenheiro e doutor em Planejamento
Territorial e Desenvolvimento Regional pela Universidade de Barcelona, professor universitário e consultor
nas áreas de planejamento estratégico, planejamento empresarial, planejamento regional e planejamento de
sistemas energéticos, é autor dos livros Globalização (Editora Nobel, São Paulo, 1997), De Collor a FHC-
5
O Brasil e a Nova (Des)ordem Mundial (Editora Nobel, São Paulo, 1998), Um Projeto para o Brasil
(Editora Nobel, São Paulo, 2000), Os condicionantes do desenvolvimento do Estado da Bahia (Tese de
doutorado. Universidade de Barcelona,http://www.tesisenred.net/handle/10803/1944, 2003), Globalização
e Desenvolvimento (Editora Nobel, São Paulo, 2006), Bahia- Desenvolvimento do Século XVI ao Século
XX e Objetivos Estratégicos na Era Contemporânea (EGBA, Salvador, 2008), The Necessary Conditions
of the Economic and Social Development- The Case of the State of Bahia (VDM Verlag Dr. Müller
Aktiengesellschaft & Co. KG, Saarbrücken, Germany, 2010), Aquecimento Global e Catástrofe Planetária
(Viena- Editora e Gráfica, Santa Cruz do Rio Pardo, São Paulo, 2010), Amazônia Sustentável- Para o
progresso do Brasil e combate ao aquecimento global (Viena- Editora e Gráfica, Santa Cruz do Rio Pardo,
São Paulo, 2011), Os Fatores Condicionantes do Desenvolvimento Econômico e Social (Editora CRV,
Curitiba, 2012), Energia no Mundo e no Brasil- Energia e Mudança Climática Catastrófica no Século XXI
(Editora CRV, Curitiba, 2015), As Grandes Revoluções Científicas, Econômicas e Sociais que Mudaram o
Mundo (Editora CRV, Curitiba, 2016), A Invenção de um novo Brasil (Editora CRV, Curitiba,
2017), Esquerda x Direita e a sua convergência (Associação Baiana de Imprensa, Salvador, 2018, em co-
autoria), Como inventar o futuro para mudar o mundo (Editora CRV, Curitiba, 2019) e A humanidade
ameaçada e as estratégias para sua sobrevivência (Editora Dialética, São Paulo, 2021).
Anúncio

Recomendados

O CONFLITO RÚSSIA E UCRÂNIA COMO NOVO FOCO DE GUERRA NO MUNDO
O CONFLITO RÚSSIA E UCRÂNIA COMO NOVO FOCO DE GUERRA NO MUNDO O CONFLITO RÚSSIA E UCRÂNIA COMO NOVO FOCO DE GUERRA NO MUNDO
O CONFLITO RÚSSIA E UCRÂNIA COMO NOVO FOCO DE GUERRA NO MUNDO Fernando Alcoforado
 
O complexo impasse político no conflito rússia ucrãnia
O complexo impasse político no conflito rússia ucrãniaO complexo impasse político no conflito rússia ucrãnia
O complexo impasse político no conflito rússia ucrãniaFernando Alcoforado
 
Cap 13 mundo ex socialista
Cap 13 mundo ex socialistaCap 13 mundo ex socialista
Cap 13 mundo ex socialistaFernanda Lopes
 
Ucrânia em ebulição e suas consequências
Ucrânia em ebulição e suas consequênciasUcrânia em ebulição e suas consequências
Ucrânia em ebulição e suas consequênciasFernando Alcoforado
 
Conflito Entre Rússia e Ucrânia
Conflito Entre Rússia e UcrâniaConflito Entre Rússia e Ucrânia
Conflito Entre Rússia e UcrâniaHenrique Abrantes
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula Sobre GeopolÍtica E Conflitos Internacionais
Aula Sobre GeopolÍtica E Conflitos InternacionaisAula Sobre GeopolÍtica E Conflitos Internacionais
Aula Sobre GeopolÍtica E Conflitos InternacionaisProfMario De Mori
 
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 618 an 02 maiol 2017.
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 618 an 02 maiol 2017.AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 618 an 02 maiol 2017.
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 618 an 02 maiol 2017.Roberto Rabat Chame
 
russia
russiarussia
russiacastr
 
A GUERRA NA UCRÂNIA E O FIM DA GLOBALIZAÇÃO CONTEMPORÂNEA
A GUERRA NA UCRÂNIA E O FIM DA GLOBALIZAÇÃO CONTEMPORÂNEAA GUERRA NA UCRÂNIA E O FIM DA GLOBALIZAÇÃO CONTEMPORÂNEA
A GUERRA NA UCRÂNIA E O FIM DA GLOBALIZAÇÃO CONTEMPORÂNEAFernando Alcoforado
 
Federação russa
Federação russaFederação russa
Federação russaCelso Stick
 
Nato, Ucrânia e a menoridade política dos chefes da UE
Nato, Ucrânia e a menoridade política dos chefes da UENato, Ucrânia e a menoridade política dos chefes da UE
Nato, Ucrânia e a menoridade política dos chefes da UEGRAZIA TANTA
 
EUA – Um perigo enorme para a Humanidade.pdf
EUA – Um perigo enorme para a Humanidade.pdfEUA – Um perigo enorme para a Humanidade.pdf
EUA – Um perigo enorme para a Humanidade.pdfGRAZIA TANTA
 
Rússia e Comunidade dos Estados Independentes -CEI
Rússia e Comunidade dos Estados Independentes -CEIRússia e Comunidade dos Estados Independentes -CEI
Rússia e Comunidade dos Estados Independentes -CEIPortal do Vestibulando
 
Crise da ucrânia 2013 2014
Crise da ucrânia 2013 2014Crise da ucrânia 2013 2014
Crise da ucrânia 2013 2014Ternuma
 
trabalho sobre Rússia e Moldávia
trabalho sobre Rússia e Moldáviatrabalho sobre Rússia e Moldávia
trabalho sobre Rússia e Moldáviavictor grigoriev
 

Mais procurados (17)

Aula Sobre GeopolÍtica E Conflitos Internacionais
Aula Sobre GeopolÍtica E Conflitos InternacionaisAula Sobre GeopolÍtica E Conflitos Internacionais
Aula Sobre GeopolÍtica E Conflitos Internacionais
 
Em marcha nova guerra fria
Em marcha nova guerra friaEm marcha nova guerra fria
Em marcha nova guerra fria
 
Como eliminar a guerra no mundo
Como eliminar a guerra no mundoComo eliminar a guerra no mundo
Como eliminar a guerra no mundo
 
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 618 an 02 maiol 2017.
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 618 an 02 maiol 2017.AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 618 an 02 maiol 2017.
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 618 an 02 maiol 2017.
 
russia
russiarussia
russia
 
Coreia do norte
Coreia do norteCoreia do norte
Coreia do norte
 
A GUERRA NA UCRÂNIA E O FIM DA GLOBALIZAÇÃO CONTEMPORÂNEA
A GUERRA NA UCRÂNIA E O FIM DA GLOBALIZAÇÃO CONTEMPORÂNEAA GUERRA NA UCRÂNIA E O FIM DA GLOBALIZAÇÃO CONTEMPORÂNEA
A GUERRA NA UCRÂNIA E O FIM DA GLOBALIZAÇÃO CONTEMPORÂNEA
 
Rússia país
Rússia paísRússia país
Rússia país
 
Federação russa
Federação russaFederação russa
Federação russa
 
RÚSSIA.SLIDES
RÚSSIA.SLIDESRÚSSIA.SLIDES
RÚSSIA.SLIDES
 
Nato, Ucrânia e a menoridade política dos chefes da UE
Nato, Ucrânia e a menoridade política dos chefes da UENato, Ucrânia e a menoridade política dos chefes da UE
Nato, Ucrânia e a menoridade política dos chefes da UE
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
 
EUA – Um perigo enorme para a Humanidade.pdf
EUA – Um perigo enorme para a Humanidade.pdfEUA – Um perigo enorme para a Humanidade.pdf
EUA – Um perigo enorme para a Humanidade.pdf
 
Rússia e Comunidade dos Estados Independentes -CEI
Rússia e Comunidade dos Estados Independentes -CEIRússia e Comunidade dos Estados Independentes -CEI
Rússia e Comunidade dos Estados Independentes -CEI
 
Crise da ucrânia 2013 2014
Crise da ucrânia 2013 2014Crise da ucrânia 2013 2014
Crise da ucrânia 2013 2014
 
A rússia e a cei
A rússia e a ceiA rússia e a cei
A rússia e a cei
 
trabalho sobre Rússia e Moldávia
trabalho sobre Rússia e Moldáviatrabalho sobre Rússia e Moldávia
trabalho sobre Rússia e Moldávia
 

Semelhante a CENÁRIOS FUTUROS DA GUERRA ENTRE RÚSSIA E UCRÂNIA

1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...Atividades Diversas Cláudia
 
A 3ª GUERRA MUNDIAL E OS RESPONSÁVEIS POR SUA ECLOSÃO.pdf
A 3ª GUERRA MUNDIAL E OS RESPONSÁVEIS POR SUA ECLOSÃO.pdfA 3ª GUERRA MUNDIAL E OS RESPONSÁVEIS POR SUA ECLOSÃO.pdf
A 3ª GUERRA MUNDIAL E OS RESPONSÁVEIS POR SUA ECLOSÃO.pdfFaga1939
 
Ucrânia em ebulição e suas consequências
Ucrânia em ebulição e suas consequênciasUcrânia em ebulição e suas consequências
Ucrânia em ebulição e suas consequênciasRoberto Rabat Chame
 
A invasão da Ucrânia de Trump a Putin-contributos para uma teoria da conspira...
A invasão da Ucrânia de Trump a Putin-contributos para uma teoria da conspira...A invasão da Ucrânia de Trump a Putin-contributos para uma teoria da conspira...
A invasão da Ucrânia de Trump a Putin-contributos para uma teoria da conspira...Unipessoal
 
DA NOVA GUERRA FRIA, DA GUERRA COMERCIAL, DA GUERRA FINANCEIRA E DA GUERRA CI...
DA NOVA GUERRA FRIA, DA GUERRA COMERCIAL, DA GUERRA FINANCEIRA E DA GUERRA CI...DA NOVA GUERRA FRIA, DA GUERRA COMERCIAL, DA GUERRA FINANCEIRA E DA GUERRA CI...
DA NOVA GUERRA FRIA, DA GUERRA COMERCIAL, DA GUERRA FINANCEIRA E DA GUERRA CI...Faga1939
 
Tendências geopolíticas da era contemporânea
Tendências geopolíticas da era contemporâneaTendências geopolíticas da era contemporânea
Tendências geopolíticas da era contemporâneaFernando Alcoforado
 
Tendencias geopoliticas da era contemporanea
Tendencias geopoliticas da era contemporaneaTendencias geopoliticas da era contemporanea
Tendencias geopoliticas da era contemporaneaRoberto Rabat Chame
 
A VERDADEIRA CAUSA DA GUERRA NA UCRÂNIA E DAS GUERRAS ATUAIS NO MUNDO
A VERDADEIRA CAUSA DA GUERRA NA UCRÂNIA E DAS GUERRAS ATUAIS NO MUNDOA VERDADEIRA CAUSA DA GUERRA NA UCRÂNIA E DAS GUERRAS ATUAIS NO MUNDO
A VERDADEIRA CAUSA DA GUERRA NA UCRÂNIA E DAS GUERRAS ATUAIS NO MUNDOFernando Alcoforado
 
Revisão bimestral de prova de geografia 2º ano
Revisão bimestral de prova de geografia 2º anoRevisão bimestral de prova de geografia 2º ano
Revisão bimestral de prova de geografia 2º anoeunamahcado
 
Aspectos geopolíticos do pós guerra
Aspectos geopolíticos do pós guerraAspectos geopolíticos do pós guerra
Aspectos geopolíticos do pós guerraAna Paula Alves
 
Resumos de história 5ºteste 12ºano
Resumos de história 5ºteste 12ºanoResumos de história 5ºteste 12ºano
Resumos de história 5ºteste 12ºanoMaria Rebelo
 
_ União soviética na Guerra Fria.pdf
_ União soviética na Guerra Fria.pdf_ União soviética na Guerra Fria.pdf
_ União soviética na Guerra Fria.pdffelipescherner
 
A Geopolítica das Relações entre a Federação Russa e os EUA: da Cooperação ao...
A Geopolítica das Relações entre a Federação Russa e os EUA: da Cooperação ao...A Geopolítica das Relações entre a Federação Russa e os EUA: da Cooperação ao...
A Geopolítica das Relações entre a Federação Russa e os EUA: da Cooperação ao...Grupo de Economia Política IE-UFRJ
 
Texto escolar3anoguerrafria
Texto escolar3anoguerrafriaTexto escolar3anoguerrafria
Texto escolar3anoguerrafriaechechurry
 
Texto escolar3anoguerrafria
Texto escolar3anoguerrafriaTexto escolar3anoguerrafria
Texto escolar3anoguerrafriaechechurry
 
O RISCO DE ECLOSÃO DA 3ª GUERRA MUNDIAL.pdf
O RISCO DE ECLOSÃO DA 3ª GUERRA MUNDIAL.pdfO RISCO DE ECLOSÃO DA 3ª GUERRA MUNDIAL.pdf
O RISCO DE ECLOSÃO DA 3ª GUERRA MUNDIAL.pdfFaga1939
 
1º DE JANEIRO - DIA DA CONFRATERNIZAÇÃO UNIVERSAL E DA PAZ MUNDIAL.pdf
1º DE JANEIRO - DIA DA CONFRATERNIZAÇÃO UNIVERSAL E DA PAZ MUNDIAL.pdf1º DE JANEIRO - DIA DA CONFRATERNIZAÇÃO UNIVERSAL E DA PAZ MUNDIAL.pdf
1º DE JANEIRO - DIA DA CONFRATERNIZAÇÃO UNIVERSAL E DA PAZ MUNDIAL.pdfFaga1939
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra friagdfsabc
 

Semelhante a CENÁRIOS FUTUROS DA GUERRA ENTRE RÚSSIA E UCRÂNIA (20)

Em marcha nova guerra fria
Em marcha nova guerra friaEm marcha nova guerra fria
Em marcha nova guerra fria
 
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
1 guerra Russia Ucrania atividade interdisciplinar historia geografia portugu...
 
A 3ª GUERRA MUNDIAL E OS RESPONSÁVEIS POR SUA ECLOSÃO.pdf
A 3ª GUERRA MUNDIAL E OS RESPONSÁVEIS POR SUA ECLOSÃO.pdfA 3ª GUERRA MUNDIAL E OS RESPONSÁVEIS POR SUA ECLOSÃO.pdf
A 3ª GUERRA MUNDIAL E OS RESPONSÁVEIS POR SUA ECLOSÃO.pdf
 
Ucrânia em ebulição e suas consequências
Ucrânia em ebulição e suas consequênciasUcrânia em ebulição e suas consequências
Ucrânia em ebulição e suas consequências
 
A invasão da Ucrânia de Trump a Putin-contributos para uma teoria da conspira...
A invasão da Ucrânia de Trump a Putin-contributos para uma teoria da conspira...A invasão da Ucrânia de Trump a Putin-contributos para uma teoria da conspira...
A invasão da Ucrânia de Trump a Putin-contributos para uma teoria da conspira...
 
DA NOVA GUERRA FRIA, DA GUERRA COMERCIAL, DA GUERRA FINANCEIRA E DA GUERRA CI...
DA NOVA GUERRA FRIA, DA GUERRA COMERCIAL, DA GUERRA FINANCEIRA E DA GUERRA CI...DA NOVA GUERRA FRIA, DA GUERRA COMERCIAL, DA GUERRA FINANCEIRA E DA GUERRA CI...
DA NOVA GUERRA FRIA, DA GUERRA COMERCIAL, DA GUERRA FINANCEIRA E DA GUERRA CI...
 
Tendências geopolíticas da era contemporânea
Tendências geopolíticas da era contemporâneaTendências geopolíticas da era contemporânea
Tendências geopolíticas da era contemporânea
 
Tendencias geopoliticas da era contemporanea
Tendencias geopoliticas da era contemporaneaTendencias geopoliticas da era contemporanea
Tendencias geopoliticas da era contemporanea
 
A VERDADEIRA CAUSA DA GUERRA NA UCRÂNIA E DAS GUERRAS ATUAIS NO MUNDO
A VERDADEIRA CAUSA DA GUERRA NA UCRÂNIA E DAS GUERRAS ATUAIS NO MUNDOA VERDADEIRA CAUSA DA GUERRA NA UCRÂNIA E DAS GUERRAS ATUAIS NO MUNDO
A VERDADEIRA CAUSA DA GUERRA NA UCRÂNIA E DAS GUERRAS ATUAIS NO MUNDO
 
Revisão bimestral de prova de geografia 2º ano
Revisão bimestral de prova de geografia 2º anoRevisão bimestral de prova de geografia 2º ano
Revisão bimestral de prova de geografia 2º ano
 
Aspectos geopolíticos do pós guerra
Aspectos geopolíticos do pós guerraAspectos geopolíticos do pós guerra
Aspectos geopolíticos do pós guerra
 
Resumos de história 5ºteste 12ºano
Resumos de história 5ºteste 12ºanoResumos de história 5ºteste 12ºano
Resumos de história 5ºteste 12ºano
 
_ União soviética na Guerra Fria.pdf
_ União soviética na Guerra Fria.pdf_ União soviética na Guerra Fria.pdf
_ União soviética na Guerra Fria.pdf
 
A Geopolítica das Relações entre a Federação Russa e os EUA: da Cooperação ao...
A Geopolítica das Relações entre a Federação Russa e os EUA: da Cooperação ao...A Geopolítica das Relações entre a Federação Russa e os EUA: da Cooperação ao...
A Geopolítica das Relações entre a Federação Russa e os EUA: da Cooperação ao...
 
Texto escolar3anoguerrafria
Texto escolar3anoguerrafriaTexto escolar3anoguerrafria
Texto escolar3anoguerrafria
 
Texto escolar3anoguerrafria
Texto escolar3anoguerrafriaTexto escolar3anoguerrafria
Texto escolar3anoguerrafria
 
Guerra Fria
Guerra FriaGuerra Fria
Guerra Fria
 
O RISCO DE ECLOSÃO DA 3ª GUERRA MUNDIAL.pdf
O RISCO DE ECLOSÃO DA 3ª GUERRA MUNDIAL.pdfO RISCO DE ECLOSÃO DA 3ª GUERRA MUNDIAL.pdf
O RISCO DE ECLOSÃO DA 3ª GUERRA MUNDIAL.pdf
 
1º DE JANEIRO - DIA DA CONFRATERNIZAÇÃO UNIVERSAL E DA PAZ MUNDIAL.pdf
1º DE JANEIRO - DIA DA CONFRATERNIZAÇÃO UNIVERSAL E DA PAZ MUNDIAL.pdf1º DE JANEIRO - DIA DA CONFRATERNIZAÇÃO UNIVERSAL E DA PAZ MUNDIAL.pdf
1º DE JANEIRO - DIA DA CONFRATERNIZAÇÃO UNIVERSAL E DA PAZ MUNDIAL.pdf
 
Guerra fria
Guerra friaGuerra fria
Guerra fria
 

Mais de Fernando Alcoforado

LES GRANDES INVENTIONS DU TRANSPORT PAR EAU À TRAVERS L'HISTOIRE ET LEUR ÉVOL...
LES GRANDES INVENTIONS DU TRANSPORT PAR EAU À TRAVERS L'HISTOIRE ET LEUR ÉVOL...LES GRANDES INVENTIONS DU TRANSPORT PAR EAU À TRAVERS L'HISTOIRE ET LEUR ÉVOL...
LES GRANDES INVENTIONS DU TRANSPORT PAR EAU À TRAVERS L'HISTOIRE ET LEUR ÉVOL...Fernando Alcoforado
 
THE GREAT INVENTIONS IN WATERWAY TRANSPORT THROUGHOUT HISTORY AND THEIR FUTUR...
THE GREAT INVENTIONS IN WATERWAY TRANSPORT THROUGHOUT HISTORY AND THEIR FUTUR...THE GREAT INVENTIONS IN WATERWAY TRANSPORT THROUGHOUT HISTORY AND THEIR FUTUR...
THE GREAT INVENTIONS IN WATERWAY TRANSPORT THROUGHOUT HISTORY AND THEIR FUTUR...Fernando Alcoforado
 
AS GRANDES INVENÇÕES NO TRANSPORTE HIDROVIÁRIO AO LONGO DA HISTÓRIA E SUA FUT...
AS GRANDES INVENÇÕES NO TRANSPORTE HIDROVIÁRIO AO LONGO DA HISTÓRIA E SUA FUT...AS GRANDES INVENÇÕES NO TRANSPORTE HIDROVIÁRIO AO LONGO DA HISTÓRIA E SUA FUT...
AS GRANDES INVENÇÕES NO TRANSPORTE HIDROVIÁRIO AO LONGO DA HISTÓRIA E SUA FUT...Fernando Alcoforado
 
LA GUERRE EN UKRAINE ET LA FIN DE LA MONDIALISATION CONTEMPORAINE
LA GUERRE EN UKRAINE ET LA FIN DE LA MONDIALISATION CONTEMPORAINELA GUERRE EN UKRAINE ET LA FIN DE LA MONDIALISATION CONTEMPORAINE
LA GUERRE EN UKRAINE ET LA FIN DE LA MONDIALISATION CONTEMPORAINEFernando Alcoforado
 
COMO PROMOVER O DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA DE EDUCAÇÃO DA BAHIA
COMO PROMOVER O DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA DE EDUCAÇÃO DA BAHIA COMO PROMOVER O DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA DE EDUCAÇÃO DA BAHIA
COMO PROMOVER O DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA DE EDUCAÇÃO DA BAHIA Fernando Alcoforado
 
FOUS ET AVEUGLES CONDUISENT LE MONDE VERS LA NOUVELLE GUERRE MONDIALE
FOUS ET AVEUGLES CONDUISENT LE MONDE VERS LA NOUVELLE GUERRE MONDIALEFOUS ET AVEUGLES CONDUISENT LE MONDE VERS LA NOUVELLE GUERRE MONDIALE
FOUS ET AVEUGLES CONDUISENT LE MONDE VERS LA NOUVELLE GUERRE MONDIALEFernando Alcoforado
 
MADMEN AND BLIND LEAD THE WORLD TOWARDS THE NEW WORLD WAR
MADMEN AND BLIND LEAD THE WORLD TOWARDS THE NEW WORLD WAR MADMEN AND BLIND LEAD THE WORLD TOWARDS THE NEW WORLD WAR
MADMEN AND BLIND LEAD THE WORLD TOWARDS THE NEW WORLD WAR Fernando Alcoforado
 
LEÇONS DE LA GUERRE ENTRE LA RUSSIE ET L'UKRAINE
LEÇONS DE LA GUERRE ENTRE LA RUSSIE ET L'UKRAINE  LEÇONS DE LA GUERRE ENTRE LA RUSSIE ET L'UKRAINE
LEÇONS DE LA GUERRE ENTRE LA RUSSIE ET L'UKRAINE Fernando Alcoforado
 
A ENGENHARIA COMO SOLUÇÃO PARA EVITAR ALAGAMENTOS, ENCHENTES E INUNDAÇÕES NAS...
A ENGENHARIA COMO SOLUÇÃO PARA EVITAR ALAGAMENTOS, ENCHENTES E INUNDAÇÕES NAS...A ENGENHARIA COMO SOLUÇÃO PARA EVITAR ALAGAMENTOS, ENCHENTES E INUNDAÇÕES NAS...
A ENGENHARIA COMO SOLUÇÃO PARA EVITAR ALAGAMENTOS, ENCHENTES E INUNDAÇÕES NAS...Fernando Alcoforado
 
COMO LIDAR COM AS ENCHENTES NO BRASIL
COMO LIDAR COM AS ENCHENTES NO BRASILCOMO LIDAR COM AS ENCHENTES NO BRASIL
COMO LIDAR COM AS ENCHENTES NO BRASILFernando Alcoforado
 
A GÊNESE DA RIQUEZA E DA POBREZA NA ERA CONTEMPORÂNEA
A GÊNESE DA RIQUEZA E DA POBREZA NA ERA CONTEMPORÂNEAA GÊNESE DA RIQUEZA E DA POBREZA NA ERA CONTEMPORÂNEA
A GÊNESE DA RIQUEZA E DA POBREZA NA ERA CONTEMPORÂNEAFernando Alcoforado
 
THE GREAT INVENTIONS OF LAND AND PIPELINE TRANSPORT IN HISTORY AND ITS FUTURE...
THE GREAT INVENTIONS OF LAND AND PIPELINE TRANSPORT IN HISTORY AND ITS FUTURE...THE GREAT INVENTIONS OF LAND AND PIPELINE TRANSPORT IN HISTORY AND ITS FUTURE...
THE GREAT INVENTIONS OF LAND AND PIPELINE TRANSPORT IN HISTORY AND ITS FUTURE...Fernando Alcoforado
 
AS GRANDES INVENÇÕES NO TRANSPORTE TERRESTRE E DUTOVIÁRIO DA HISTÓRIA E SUA F...
AS GRANDES INVENÇÕES NO TRANSPORTE TERRESTRE E DUTOVIÁRIO DA HISTÓRIA E SUA F...AS GRANDES INVENÇÕES NO TRANSPORTE TERRESTRE E DUTOVIÁRIO DA HISTÓRIA E SUA F...
AS GRANDES INVENÇÕES NO TRANSPORTE TERRESTRE E DUTOVIÁRIO DA HISTÓRIA E SUA F...Fernando Alcoforado
 
THE RUSSIA AND UKRAINE CONFLICT AS A NEW FOCUS OF WAR IN THE WORLD
THE RUSSIA AND UKRAINE CONFLICT AS A NEW FOCUS OF WAR IN THE WORLDTHE RUSSIA AND UKRAINE CONFLICT AS A NEW FOCUS OF WAR IN THE WORLD
THE RUSSIA AND UKRAINE CONFLICT AS A NEW FOCUS OF WAR IN THE WORLDFernando Alcoforado
 
LE CONFLIT RUSSIE ET UKRAINE COMME NOUVEAU FOYER DE GUERRE DANS LE MONDE
LE CONFLIT RUSSIE ET UKRAINE COMME NOUVEAU FOYER DE GUERRE DANS LE MONDELE CONFLIT RUSSIE ET UKRAINE COMME NOUVEAU FOYER DE GUERRE DANS LE MONDE
LE CONFLIT RUSSIE ET UKRAINE COMME NOUVEAU FOYER DE GUERRE DANS LE MONDEFernando Alcoforado
 
THE MODEL OF ECONOMIC AND SOCIAL DEVELOPMENT BRAZIL NEEDS
THE MODEL OF ECONOMIC AND SOCIAL DEVELOPMENT BRAZIL NEEDSTHE MODEL OF ECONOMIC AND SOCIAL DEVELOPMENT BRAZIL NEEDS
THE MODEL OF ECONOMIC AND SOCIAL DEVELOPMENT BRAZIL NEEDSFernando Alcoforado
 
O MODELO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL DE QUE O BRASIL PRECISA
O MODELO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL DE QUE O BRASIL PRECISA O MODELO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL DE QUE O BRASIL PRECISA
O MODELO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL DE QUE O BRASIL PRECISA Fernando Alcoforado
 
THE RATIONAL AND DEMOCRATIC WAY OF MANAGING BRAZIL
THE RATIONAL AND DEMOCRATIC WAY OF MANAGING BRAZIL  THE RATIONAL AND DEMOCRATIC WAY OF MANAGING BRAZIL
THE RATIONAL AND DEMOCRATIC WAY OF MANAGING BRAZIL Fernando Alcoforado
 
O GOVERNADOR DE ESTADO DE QUE A BAHIA PRECISA
O GOVERNADOR DE ESTADO DE QUE A BAHIA PRECISAO GOVERNADOR DE ESTADO DE QUE A BAHIA PRECISA
O GOVERNADOR DE ESTADO DE QUE A BAHIA PRECISAFernando Alcoforado
 
LE GOUVERNEUR DONT L'ETAT BAHIA A BESOIN
LE GOUVERNEUR DONT L'ETAT BAHIA A BESOINLE GOUVERNEUR DONT L'ETAT BAHIA A BESOIN
LE GOUVERNEUR DONT L'ETAT BAHIA A BESOINFernando Alcoforado
 

Mais de Fernando Alcoforado (20)

LES GRANDES INVENTIONS DU TRANSPORT PAR EAU À TRAVERS L'HISTOIRE ET LEUR ÉVOL...
LES GRANDES INVENTIONS DU TRANSPORT PAR EAU À TRAVERS L'HISTOIRE ET LEUR ÉVOL...LES GRANDES INVENTIONS DU TRANSPORT PAR EAU À TRAVERS L'HISTOIRE ET LEUR ÉVOL...
LES GRANDES INVENTIONS DU TRANSPORT PAR EAU À TRAVERS L'HISTOIRE ET LEUR ÉVOL...
 
THE GREAT INVENTIONS IN WATERWAY TRANSPORT THROUGHOUT HISTORY AND THEIR FUTUR...
THE GREAT INVENTIONS IN WATERWAY TRANSPORT THROUGHOUT HISTORY AND THEIR FUTUR...THE GREAT INVENTIONS IN WATERWAY TRANSPORT THROUGHOUT HISTORY AND THEIR FUTUR...
THE GREAT INVENTIONS IN WATERWAY TRANSPORT THROUGHOUT HISTORY AND THEIR FUTUR...
 
AS GRANDES INVENÇÕES NO TRANSPORTE HIDROVIÁRIO AO LONGO DA HISTÓRIA E SUA FUT...
AS GRANDES INVENÇÕES NO TRANSPORTE HIDROVIÁRIO AO LONGO DA HISTÓRIA E SUA FUT...AS GRANDES INVENÇÕES NO TRANSPORTE HIDROVIÁRIO AO LONGO DA HISTÓRIA E SUA FUT...
AS GRANDES INVENÇÕES NO TRANSPORTE HIDROVIÁRIO AO LONGO DA HISTÓRIA E SUA FUT...
 
LA GUERRE EN UKRAINE ET LA FIN DE LA MONDIALISATION CONTEMPORAINE
LA GUERRE EN UKRAINE ET LA FIN DE LA MONDIALISATION CONTEMPORAINELA GUERRE EN UKRAINE ET LA FIN DE LA MONDIALISATION CONTEMPORAINE
LA GUERRE EN UKRAINE ET LA FIN DE LA MONDIALISATION CONTEMPORAINE
 
COMO PROMOVER O DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA DE EDUCAÇÃO DA BAHIA
COMO PROMOVER O DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA DE EDUCAÇÃO DA BAHIA COMO PROMOVER O DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA DE EDUCAÇÃO DA BAHIA
COMO PROMOVER O DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA DE EDUCAÇÃO DA BAHIA
 
FOUS ET AVEUGLES CONDUISENT LE MONDE VERS LA NOUVELLE GUERRE MONDIALE
FOUS ET AVEUGLES CONDUISENT LE MONDE VERS LA NOUVELLE GUERRE MONDIALEFOUS ET AVEUGLES CONDUISENT LE MONDE VERS LA NOUVELLE GUERRE MONDIALE
FOUS ET AVEUGLES CONDUISENT LE MONDE VERS LA NOUVELLE GUERRE MONDIALE
 
MADMEN AND BLIND LEAD THE WORLD TOWARDS THE NEW WORLD WAR
MADMEN AND BLIND LEAD THE WORLD TOWARDS THE NEW WORLD WAR MADMEN AND BLIND LEAD THE WORLD TOWARDS THE NEW WORLD WAR
MADMEN AND BLIND LEAD THE WORLD TOWARDS THE NEW WORLD WAR
 
LEÇONS DE LA GUERRE ENTRE LA RUSSIE ET L'UKRAINE
LEÇONS DE LA GUERRE ENTRE LA RUSSIE ET L'UKRAINE  LEÇONS DE LA GUERRE ENTRE LA RUSSIE ET L'UKRAINE
LEÇONS DE LA GUERRE ENTRE LA RUSSIE ET L'UKRAINE
 
A ENGENHARIA COMO SOLUÇÃO PARA EVITAR ALAGAMENTOS, ENCHENTES E INUNDAÇÕES NAS...
A ENGENHARIA COMO SOLUÇÃO PARA EVITAR ALAGAMENTOS, ENCHENTES E INUNDAÇÕES NAS...A ENGENHARIA COMO SOLUÇÃO PARA EVITAR ALAGAMENTOS, ENCHENTES E INUNDAÇÕES NAS...
A ENGENHARIA COMO SOLUÇÃO PARA EVITAR ALAGAMENTOS, ENCHENTES E INUNDAÇÕES NAS...
 
COMO LIDAR COM AS ENCHENTES NO BRASIL
COMO LIDAR COM AS ENCHENTES NO BRASILCOMO LIDAR COM AS ENCHENTES NO BRASIL
COMO LIDAR COM AS ENCHENTES NO BRASIL
 
A GÊNESE DA RIQUEZA E DA POBREZA NA ERA CONTEMPORÂNEA
A GÊNESE DA RIQUEZA E DA POBREZA NA ERA CONTEMPORÂNEAA GÊNESE DA RIQUEZA E DA POBREZA NA ERA CONTEMPORÂNEA
A GÊNESE DA RIQUEZA E DA POBREZA NA ERA CONTEMPORÂNEA
 
THE GREAT INVENTIONS OF LAND AND PIPELINE TRANSPORT IN HISTORY AND ITS FUTURE...
THE GREAT INVENTIONS OF LAND AND PIPELINE TRANSPORT IN HISTORY AND ITS FUTURE...THE GREAT INVENTIONS OF LAND AND PIPELINE TRANSPORT IN HISTORY AND ITS FUTURE...
THE GREAT INVENTIONS OF LAND AND PIPELINE TRANSPORT IN HISTORY AND ITS FUTURE...
 
AS GRANDES INVENÇÕES NO TRANSPORTE TERRESTRE E DUTOVIÁRIO DA HISTÓRIA E SUA F...
AS GRANDES INVENÇÕES NO TRANSPORTE TERRESTRE E DUTOVIÁRIO DA HISTÓRIA E SUA F...AS GRANDES INVENÇÕES NO TRANSPORTE TERRESTRE E DUTOVIÁRIO DA HISTÓRIA E SUA F...
AS GRANDES INVENÇÕES NO TRANSPORTE TERRESTRE E DUTOVIÁRIO DA HISTÓRIA E SUA F...
 
THE RUSSIA AND UKRAINE CONFLICT AS A NEW FOCUS OF WAR IN THE WORLD
THE RUSSIA AND UKRAINE CONFLICT AS A NEW FOCUS OF WAR IN THE WORLDTHE RUSSIA AND UKRAINE CONFLICT AS A NEW FOCUS OF WAR IN THE WORLD
THE RUSSIA AND UKRAINE CONFLICT AS A NEW FOCUS OF WAR IN THE WORLD
 
LE CONFLIT RUSSIE ET UKRAINE COMME NOUVEAU FOYER DE GUERRE DANS LE MONDE
LE CONFLIT RUSSIE ET UKRAINE COMME NOUVEAU FOYER DE GUERRE DANS LE MONDELE CONFLIT RUSSIE ET UKRAINE COMME NOUVEAU FOYER DE GUERRE DANS LE MONDE
LE CONFLIT RUSSIE ET UKRAINE COMME NOUVEAU FOYER DE GUERRE DANS LE MONDE
 
THE MODEL OF ECONOMIC AND SOCIAL DEVELOPMENT BRAZIL NEEDS
THE MODEL OF ECONOMIC AND SOCIAL DEVELOPMENT BRAZIL NEEDSTHE MODEL OF ECONOMIC AND SOCIAL DEVELOPMENT BRAZIL NEEDS
THE MODEL OF ECONOMIC AND SOCIAL DEVELOPMENT BRAZIL NEEDS
 
O MODELO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL DE QUE O BRASIL PRECISA
O MODELO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL DE QUE O BRASIL PRECISA O MODELO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL DE QUE O BRASIL PRECISA
O MODELO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO E SOCIAL DE QUE O BRASIL PRECISA
 
THE RATIONAL AND DEMOCRATIC WAY OF MANAGING BRAZIL
THE RATIONAL AND DEMOCRATIC WAY OF MANAGING BRAZIL  THE RATIONAL AND DEMOCRATIC WAY OF MANAGING BRAZIL
THE RATIONAL AND DEMOCRATIC WAY OF MANAGING BRAZIL
 
O GOVERNADOR DE ESTADO DE QUE A BAHIA PRECISA
O GOVERNADOR DE ESTADO DE QUE A BAHIA PRECISAO GOVERNADOR DE ESTADO DE QUE A BAHIA PRECISA
O GOVERNADOR DE ESTADO DE QUE A BAHIA PRECISA
 
LE GOUVERNEUR DONT L'ETAT BAHIA A BESOIN
LE GOUVERNEUR DONT L'ETAT BAHIA A BESOINLE GOUVERNEUR DONT L'ETAT BAHIA A BESOIN
LE GOUVERNEUR DONT L'ETAT BAHIA A BESOIN
 

CENÁRIOS FUTUROS DA GUERRA ENTRE RÚSSIA E UCRÂNIA

  • 1. 1 CENÁRIOS FUTUROS DA GUERRA ENTRE RÚSSIA E UCRÂNIA Fernando Alcoforado* Este artigo analisa os desdobramentos futuros da guerra entre a Rússia e a Ucrânia e a necessidade de uma governança mundial para evitar novos conflitos internacionais e preservar a paz mundial. Em recente artigo que publicamos sob o título O conflito Rússia e Ucrânia como novo foco de guerra no mundo afirmamos que a guerra entre a Rússia e a Ucrânia poderia acontecer em consequência da posição anti-Rússia assumida pelo governo de extrema-direita da Ucrânia presidido por Volodymyr Zelenskyy que estava negociando a adesão do país à União Europeia e à OTAN - Organização do Tratado do Atlântico Norte (aliança militar ocidental que foi constituída em 1949 para enfrentar a União Soviética durante a Guerra Fria) se colocando como aliada dos Estados Unidos e das potências europeias e a posição assumida pelo presidente Wladimir Putin da Rússia ao considerar que a incorporação da Ucrânia à OTAN ameaçaria a integridade do país haja vista que, desde o fim da União Soviética em 1989, houve o cerco da Rússia com a cooptação de antigos aliados da União Soviética no leste europeu do ponto de vista econômico com suas adesões à União Europeia e do ponto de vista militar com suas adesões à OTAN. Para Putin, a incorporação da Ucrânia à OTAN completaria o cerco da Rússia tornando-a vulnerável. As causas da guerra entre a Rússia e a Ucrânia são, portanto, sobretudo, geopolíticas e estratégicas. O que está em jogo não é, na realidade, a pura e simples adesão da Ucrânia à União Europeia e à OTAN mas a sobrevivência da própria Rússia que se sente ameaçada com a incorporação da Ucrânia pelas potências ocidentais do ponto de vista econômico e militar. A Ucrânia se tornou uma peça importante no tabuleiro geopolítico internacional porque, de um lado, os Estados Unidos e seus aliados da União Europeia visam ampliar o cerco da Rússia iniciado após o fim da União Soviética em 1989 quando vários países a ela então aliados como Albânia, Bulgária, Croácia, Eslováquia, Eslovênia, Estônia, Hungria, Letônia, Lituânia, Macedónia do Norte, Montenegro, Polónia, Romênia e República Tcheca aderiram à OTAN. Países ex-socialistas, aliados da União Soviética, como Bulgária, Estônia, Finlândia, Hungria, Croácia, Letônia, Lituânia, Polônia, Romênia, Eslovênia, Eslováquia e República Tcheca aderiram à União Europeia. Países como Montenegro, Macedônia, Sérvia e Albânia estão à espera de aprovação para entrada na União Europeia. O cerco à Rússia se completaria com a incorporação da Ucrânia à OTAN e à União Europeia como deseja os Estados Unidos e o governo ucraniano (Ver Figura 1). Diante deste fato, a estratégia militar da Rússia consiste em evitar a todo o custo que a Ucrânia seja incorporada à OTAN e à União Europeia. É oportuno observar que o movimento de expansão da OTAN teve início com o fim da União Soviética em 1989 começando pelo Mar Báltico, atravessou a Europa Central, a Ucrânia e a Bielorússia, passando pela intervenção nos Bálcãs (ex- Iugoslávia) e chegando até a Ásia Central e o Paquistão, ampliando as fronteiras da OTAN. Ao terminar a década de 1990, a distribuição geopolítica das novas bases militares norte-americanas não deixa dúvidas sobre a existência de um novo “cinturão sanitário‟ separando a Alemanha da Rússia e a Rússia da China. A expansão da OTAN rumo às fronteiras russas é o principal perigo externo à Rússia. A chegada de Vladimir Putin ao poder na Rússia modificou radicalmente esse quadro geopolítico, até então muito desfavorável para os russos. A chegada de Vladimir Putin ao poder da Rússia em 2000, marcou o início da recuperação geopolítica da Rússia, cuja posição tinha sido muito enfraquecida durante o governo Ieltsin na década de 1990. Putin representa a ascensão ao poder de uma ampla e sólida coalizão de interesses econômicos e políticos que se uniram quanto à necessidade
  • 2. 2 de recompor as bases mínimas de operação de um Estado capitalista moderno na Rússia que superasse a fase selvagem e predadora da “acumulação primitiva” na Federação Russa com Ieltsin no poder. A recuperação geopolítica da Rússia foi possível graças à afirmação de um projeto nacionalista de recuperação do Estado russo por parte de Putin. Figura 1- O cerco da Rússia pela OTAN na Europa Fonte: https://www.bbc.com/portuguese/internacional-60129112
  • 3. 3 Foi a partir do ano 2000 que a Rússia resolveu desenvolver uma parceria estratégica com a China. A Rússia considerou que a China poderia ajudá-la na sua resistência às ambições geopolíticas dos Estados Unidos tanto na Europa Oriental, quanto no Cáucaso ou na Ásia Central. A Organização da Cooperação de Xangai (Shanghai Cooperation Organization – SCO) foi criada em 2001 para estabelecer uma aliança entre a Rússia e a China em termos militares e de combate ao terrorismo, ao fundamentalismo religioso e ao separatismo na região da Ásia. A SCO é uma organização de cooperação política e militar que se propõe explicitamente a ser um contrapeso aos Estados Unidos e às forças militares da OTAN. Os dois países defendem, em geral, posições convergentes na ONU e nos demais fóruns internacionais, como, por exemplo, o G20. São dois os cenários futuros para a guerra entre a Rússia e a Ucrânia; 1) O conflito bélico se restringe à Ucrânia; e, 2) O conflito se estende pela Europa e pelo mundo. Se o conflito se restringir à Ucrânia, a Rússia poderá ocupar militarmente todo o país para impor sua vontade ao inimigo. O governo Putin tentará derrubar o presidente Zelinskyy da Ucrânia para instalar um governo ucraniano pró-Rússia. O conflito poderia se tornar generalizado inicialmente na Europa se a OTAN intervir militarmente ao lado do governo da Ucrânia. Isto abriria caminho para uma nova guerra mundial com o envolvimento das grandes potências militares de consequências imprevisíveis com o uso de armas nucleares porque Putin ameaçou de retaliação os países que intervirem militarmente em apoio à Ucrânia. Os dois cenários acima citados trarão grandes consequências, não apenas geopolíticas, mas também econômicas para todos os países do mundo. Do ponto de vista geopolítico, pode significar a mudança na correlação de forças do ponto de vista militar com o fortalecimento da união militar entre a Rússia e a China ambas aliadas no enfrentamento dos Estados Unidos e maior declínio deste país como potência mundial. Do ponto de vista econômico, pode ocorrer a desestabilização da economia mundial. A desestabilização de economia mundial impactará fortemente na Rússia, na Ucrânia e em vários países da Europa que sofrerão grande impacto econômico. Atualmente, a Ucrânia depende comercial e economicamente da Rússia, sobretudo por esta lhe fornecer gás natural, fonte de energia primordial ao país, e a Rússia ser o principal comprador de inúmeras matérias-primas produzidas pela economia ucraniana. Além disso, no leste da Ucrânia onde ainda se fala russo muitas empresas dependem das vendas para a Rússia. A Ucrânia não pode se desprender da Rússia, da qual muito depende, sobretudo para seu abastecimento de gás. Não apenas os ucranianos serão prejudicados, mas também, a Rússia que poderá ter suas exportações de gás natural e petróleo à Europa comprometidas haja vista que poderá cessar o suprimento desses combustíveis para vários países da região. É importante destacar o fato de que as exportações de gás e petróleo à Europa financiam cerca de metade de todo o orçamento anual federal russo que poderá ser comprometido com o fim do suprimento de petróleo e gás natural à Europa. A Rússia poderá superar este problema exportando gás natural em grande volume para a China para compensar o fim do suprimento aos países da Europa. Como a Rússia é o maior produtor de petróleo do mundo depois da Arábia Saudita, ela poderá ganhar bastante com a provável elevação do preço do petróleo e o aumento de suas exportações para a China. A Europa será, também, prejudicada porque poderá ter a cessação do fornecimento russo de petróleo e gás natural. A Europa consome 70% do petróleo e 65% do gás natural exportado pela Rússia. Vários países da Europa dependem do petróleo e gás natural russo. Países como a Alemanha e a Inglaterra dependem cada vez mais da Rússia para o fornecimento do combustível. Países como a Eslováquia e a Bulgária dependem 100% da Rússia para o fornecimento do
  • 4. 4 combustível. Finalmente, a economia mundial será impactada pelo vertiginoso aumento do preço do petróleo e do gás natural com a saída da Rússia do suprimento aos países europeus. O Brasil será um dos países que será bastante afetado pela guerra entre a Rússia e a Ucrânia porque os preços dos combustíveis aumentarão bastante porque estão vinculados ao preço do petróleo no mercado internacional e ao valor do dólar. A guerra entre Rússia e Ucrânia significa a continuidade da velha ordem mundial em que os conflitos de interesses entre as grandes potências têm sido resolvidos a “manu- militare”, isto é, por meios militares. Há séculos, a humanidade se defronta com conflitos entre as grandes potências que não são resolvidas pela via diplomática e sim pelos meios militares porque vivemos em um mundo sem um governo mundial e um direito internacional que seja respeitado por todos os países, especialmente pelas grandes potências que procuram impor suas vontades na cena mundial. Sem a existência de um governo mundial e de um parlamento mundial democraticamente eleitos pela população mundial não há como o direito internacional ser aplicado efetivamente. Urge a humanidade se dotar o mais urgentemente possível de instrumentos necessários à construção de um mundo de paz. Ao longo da história da humanidade houve três tentativas de estruturar instrumentos voltados para a construção de um mundo de paz. A primeira tentativa ocorreu em 1648 com o Tratado de Westfália que colocou um fim à Guerra dos Trinta Anos (1618 – 1648) que marcou o século XVII como um dos conflitos mais sangrentos da história europeia. A segunda tentativa de estruturar instrumentos voltados para a construção de um mundo de paz ocorreu com a criação da Liga das Nações em 10 de janeiro de 1920 nos escombros da 1ª Guerra Mundial. A terceira tentativa de estruturar instrumentos voltados para a construção de um mundo de paz ocorreu com a criação da ONU (Organização das Nações Unidas) que foi fundada após a 2ª Guerra Mundial e tem sido inoperante ao longo de sua história, inclusive no atual conflito entre a Rússia e a Ucrânia. A ONU tem sido um fracasso na construção de um mundo de paz. O insucesso na construção da paz mundial com o Tratado de Westfália, a Liga das Nações e a ONU demonstram a urgência de reestruturar a ONU para que ela possa exercer uma efetiva governança do sistema internacional que possibilite mediar os conflitos internacionais e assegurar a paz mundial. O governo mundial a ser exercido pela ONU, cuja Assembleia Geral seria transformada em Parlamento Mundial, teria por objetivo defender os interesses gerais do planeta, zelar no sentido de cada Estado nacional respeitar a soberania dos demais países e impedir a propagação dos riscos sistêmicos mundiais. A ONU reestruturada evitaria o império de um só país como já ocorreu ao longo da história da humanidade e a anarquia de todos os países como ocorre atualmente. Com um governo mundial e um parlamento mundial será possível combater a guerra e acabar com o banho de sangue que tem caracterizado a história da humanidade ao longo da história. Com a ONU reestruturada, deixaria de existir o Conselho de Segurança. Para ser democrático, o governo mundial deve ser representativo de todos os povos do mundo. A sobrevivência da humanidade depende da capacidade de se celebrar um Contrato Social Planetário representativo da vontade da maioria da população do planeta. Enquanto isto não ocorrer, novos conflitos como o atual entre a Rússia e a Ucrânia poderão acontecer. *Fernando Alcoforado, 82, condecorado com a Medalha do Mérito da Engenharia do Sistema CONFEA/CREA, membro da Academia Baiana de Educação, engenheiro e doutor em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Regional pela Universidade de Barcelona, professor universitário e consultor nas áreas de planejamento estratégico, planejamento empresarial, planejamento regional e planejamento de sistemas energéticos, é autor dos livros Globalização (Editora Nobel, São Paulo, 1997), De Collor a FHC-
  • 5. 5 O Brasil e a Nova (Des)ordem Mundial (Editora Nobel, São Paulo, 1998), Um Projeto para o Brasil (Editora Nobel, São Paulo, 2000), Os condicionantes do desenvolvimento do Estado da Bahia (Tese de doutorado. Universidade de Barcelona,http://www.tesisenred.net/handle/10803/1944, 2003), Globalização e Desenvolvimento (Editora Nobel, São Paulo, 2006), Bahia- Desenvolvimento do Século XVI ao Século XX e Objetivos Estratégicos na Era Contemporânea (EGBA, Salvador, 2008), The Necessary Conditions of the Economic and Social Development- The Case of the State of Bahia (VDM Verlag Dr. Müller Aktiengesellschaft & Co. KG, Saarbrücken, Germany, 2010), Aquecimento Global e Catástrofe Planetária (Viena- Editora e Gráfica, Santa Cruz do Rio Pardo, São Paulo, 2010), Amazônia Sustentável- Para o progresso do Brasil e combate ao aquecimento global (Viena- Editora e Gráfica, Santa Cruz do Rio Pardo, São Paulo, 2011), Os Fatores Condicionantes do Desenvolvimento Econômico e Social (Editora CRV, Curitiba, 2012), Energia no Mundo e no Brasil- Energia e Mudança Climática Catastrófica no Século XXI (Editora CRV, Curitiba, 2015), As Grandes Revoluções Científicas, Econômicas e Sociais que Mudaram o Mundo (Editora CRV, Curitiba, 2016), A Invenção de um novo Brasil (Editora CRV, Curitiba, 2017), Esquerda x Direita e a sua convergência (Associação Baiana de Imprensa, Salvador, 2018, em co- autoria), Como inventar o futuro para mudar o mundo (Editora CRV, Curitiba, 2019) e A humanidade ameaçada e as estratégias para sua sobrevivência (Editora Dialética, São Paulo, 2021).