A volta do <br />filhopródigo<br />
Jesus continuou: “Um homemtinhadoisfilhos. <br />O mais novo disseaoseupai: ‘Pai, quero a minhaparte<br />da herança’. Ass...
Caindoemsi, eledisse: ‘Quantosempregadosde<br />meupaitêm comida de sobra, e euaqui, <br />morrendode fome! Eu me porei a ...
Estandoaindalonge, seupai o viu e, cheio de compaixão, <br />correuparaseufilho, e o abraçou e beijou. <br />O filholhedis...
Quaisforam as palavras do filhoquandovoltou? <br />“Nãomereçoserchamadoseufilho” <br />eledisse. Eleestavacontenteemvoltar...
Como as palavras do paidevemter o surpreendido– <br />“Meufilhoestavamorto...” O jovempensouquetinha<br />perdidoseulugar ...
Nãoé bom saber quenóstemos um Paiassimtambém? <br />E nãohádiamelhor do queesteparalembraresta<br />preciosaverdade. Que D...
Pai, portodosnósfilhospródigos, todosnósque<br />nosafastamos, ounacaminhadaou no coração, queremos<br />dizerobrigado. Ob...
Aprendiumacoisadurante a minhavida, <br />sofrernao e a piorcoisaqueexiste. <br />Desobedecer a Deus e a pior de<br />toda...
A volta do filho prodigo
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A volta do filho prodigo

982 visualizações

Publicada em

Um homem tinha dois filhos.
O mais novo disse ao seu pai: ‘Pai, quero a minha parte
da herança’. Assim, ele repartiu sua propriedade entre eles.
Não muito tempo depois, o filho mais novo reuniu
tudo o que tinha, e foi para uma região distante;

Publicada em: Espiritual, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
982
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A volta do filho prodigo

  1. 1. A volta do <br />filhopródigo<br />
  2. 2.
  3. 3. Jesus continuou: “Um homemtinhadoisfilhos. <br />O mais novo disseaoseupai: ‘Pai, quero a minhaparte<br />da herança’. Assim, elerepartiusuapropriedade entre eles. <br />Nãomuito tempo depois, o filhomais novo reuniu<br />tudoo quetinha, e foiparaumaregiãodistante; e lá<br />desperdiçouosseus bens vivendoirresponsavelmente. Depois<br />de tergastotudo, houveumagrandefomeemtodaaquela<br />região, e elecomeçou a passarnecessidade. Porissofoi<br />empregar-se com um dos cidadãosdaquelaregião, que o <br />mandoupara o seu campo a fim de cuidar de porcos. <br />Eledesejavaencher o estômago com as vagens de <br />alfarrobeiraqueosporcoscomiam, mas ninguém<br />lhedava nada. <br />
  4. 4.
  5. 5. Caindoemsi, eledisse: ‘Quantosempregadosde<br />meupaitêm comida de sobra, e euaqui, <br />morrendode fome! Eu me porei a caminho e <br />voltareiparameupai, e lhedirei: Pai, pequei contra <br />o céu e contra ti. Nãosoumaisdigno de serchamadoteufilho; <br />trata-me como um dos teusempregados’. <br />A seguir, levantou-se e foiparaseupai. <br />
  6. 6.
  7. 7. Estandoaindalonge, seupai o viu e, cheio de compaixão, <br />correuparaseufilho, e o abraçou e beijou. <br />O filholhedisse: ‘Pai, pequei contra o céu e contra ti. <br />Nãosoumaisdigno de serchamadoteufilho’. <br />“Mas o paidisseaosseus servos: ‘Depressa! <br />Tragama melhorroupa e vistamnele. <br />Coloquemum anelemseudedo e calçadosemseuspés.<br />Tragam o novilhogordo e matem-no. <br />Vamosfazerumafesta e alegrar-nos. <br />Poisestemeufilhoestavamorto e voltou à vida; <br />estavaperdido e foiachado’. <br />E começaram a festejar o seuregresso.” <br />Lucas 15:11-24 <br />
  8. 8.
  9. 9. Quaisforam as palavras do filhoquandovoltou? <br />“Nãomereçoserchamadoseufilho” <br />eledisse. Eleestavacontenteemvoltarapenas<br />como um trabalhador. Sótinha um problema. Apesar do <br />filhoestardisposto a deixar de serfilho, o painão<br />estavadisposto a deixar de serseupai. <br />
  10. 10.
  11. 11. Como as palavras do paidevemter o surpreendido– <br />“Meufilhoestavamorto...” O jovempensouquetinha<br />perdidoseulugar no lar. Elenãoabandonouseupai? <br />Elenãodesperdiçousuaherança? Elepresumiuqueteriaperdido<br />tambémsuafiliação. Mas, o painãodesistiaassim. <br />Para ele o filhoainda era um filho. Elepodeterdeixado<br />a mesa do lar. Mas, elenuncasaiu da família. Elepode<br />terdeixado a casa de seupai. Mas, nuncasaiu<br />do seucoração. <br />
  12. 12.
  13. 13. Nãoé bom saber quenóstemos um Paiassimtambém? <br />E nãohádiamelhor do queesteparalembraresta<br />preciosaverdade. Que Deus lheajude a lembrar<br />cadadia do ano o quantoElelheama e a descobrir<br />o caminho de voltapara casa - é sóseguirseuirmão<br />maisvelho, Jesus. <br />
  14. 14.
  15. 15. Pai, portodosnósfilhospródigos, todosnósque<br />nosafastamos, ounacaminhadaou no coração, queremos<br />dizerobrigado. Obrigado porsernossoPai. Obrigado pornos<br />enviarJesus. Obrigado, Espírito, pornosagüentar. Quepossamos<br />devolverum pouco da felicidadeincomparávelqueconhecemosem<br />serseusfilhos. Obrigado pelomaiorpresente de todosos tempos –<br />a bênção de sermoschamadosfilhos de Deus. Emnome e <br />poramor a Jesus oramos. Amém.<br /> Dennis Downing<br />
  16. 16.
  17. 17. Aprendiumacoisadurante a minhavida, <br />sofrernao e a piorcoisaqueexiste. <br />Desobedecer a Deus e a pior de<br />todas as coisas.<br />Sinceramente,<br /> Fernanda Torres/2010<br />fftorres65@hotmail.com<br />

×