Resolução Treliça /Inclinada1ªFASE1-Transformar a figura em vários triângulos, dê preferencia para começar a analisarno ap...
3- Determinação das forças verticais (  + ) ( -): Σ FV= 04- Determinação da forças na horizontal temos (  + ) ( -): Σ ...
 Treliça inclinada-pronto11
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Treliça inclinada-pronto11

3.188 visualizações

Publicada em

autor: Fernando Alencar

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.188
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Treliça inclinada-pronto11

  1. 1. Resolução Treliça /Inclinada1ªFASE1-Transformar a figura em vários triângulos, dê preferencia para começar a analisarno apoio que for de 2º gênero, na força vertical;2-Observar a existência de ângulos no triângulo e de altura e comprimento, casoesteja faltando ( ângulo, altura, comprimento) seguir o procedimentos abaixo,vejamos :★ Existindo  (comprimento  e  altura)  = Encontraremos  o  ângulo  :    tg-1(C.O/C.A)✜ A   resposta   obtida   pela   tg-1 pode ajudá-lo a encontrar o senθ e cosθ, para issobasta pegar o resultado da tangente inversa encontrada e digitar na calculadora: sen (resultado da tangente inversa) =; cos ( resultado da tangente inversa obtida) =obs.: esses valores obtidos pelo seno e cosseno você vai usar  obs.:  se  for  em  treliça  inclinada,  devera  ser  pego  apenas  a  altura  e  largura  do  nó  INCLINADO,    ora  analisado,  para  encontrar  ângulo  .  ✚ Existindo  (comprimento,  altura    e  treliça  inclinada  )  =  Encontrar FORCAS de xe y através da seguinte fórmula: tg-1(C.O/C.A)  Decomposição = Forças em x e y  Fx=F.cosθ Fx= Fy=F.senθ Fy=    ✚Existindo   (ângulo,   comprimento   )utilizar semelhança de triângulo, paraencontrarmos a altura, vejamos:
  2. 2. 3- Determinação das forças verticais (  + ) ( -): Σ FV= 04- Determinação da forças na horizontal temos (  + ) ( -): Σ FH = 05- Determinar a somatória do momento em um determinado nó geralmente escolhidoquando existem duas forças atuando ou seja, em um apoio de 2º gênero:(+  sentido  horário)    (  -­‐  sentido  anti-­‐horário  )     • Σ MA= 0 (HB x altura) +2ª FASE1- Escrever o nome “ Nó” e identificar o número do nó.Ex.: N12-Desenhar o plano cartesiano e adicionar o sentido das setas a priori sempre saindodo nó em direção ao infinito, posteriormente CASO EXISTAM FORCAS na figuraadicioná-las..3-Efetuar a somatória das Σ FV= 0 (Eixo Y) e Σ FH= 0. Na Σ FV= 0 analisar em relação ao eixo Y se comprimir é cosseno. Σ FH = 0 analisar em relação ao eixo X se comprimir o ângulo localizadoentre as duas setas será cosseno. Σ FH = 0 analisar em relação ao eixo X se comprimir o ângulo localizadoentre as duas setas será cosseno. Ao obter a resposta se dê positivo : TRACAO. Se o resultado do calculo do nóde negativo COMPRESSAO

×