Teodicéia - Ordem e Caos

734 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Teodicéia - Ordem e Caos

  1. 1. TEODICÉIA CAOS – ORDEM
  2. 2. Caos e Ordem 1) O que é ordem? • Psicologia (padrões individuais do comportamento); • Sociologia/antropólogo (padrões/ordem na sociedade, na cultura); • Matemático (padrões numéricos, geometria); • Pintura, escultura, poesia (padrões sendo observados na natureza e reproduzidos).
  3. 3. Caos e Ordem 2) Regra básica do ser humano (observar ordem na natureza): • percebeu que na natureza ha uma luta constante entre ordem e caos: • sua observação captava uma ordem que a natureza expressava através de sua geometria, temporalidade, harmonia, tudo em meio a desordem. • Percebe estações, ciclios de vida dos animais, plantas; percebe que pode regular sua cultura pelas regularidades naturais (épocas de plantio, colheita, sacrifícios, etc.); • Aprofundando sua observação, percebe que apesar dos elementos serem diferentes, parecem se igualar em de alguma forma...uma unidade na multiplicidade.
  4. 4. Caos e Ordem 3) No campo da Biologia e da Química também vão surgir observações avançadas sobre o caos e a ordem: • Como é que Prego (ferro), Giz (cálcio), Água (H2O), Balão de ar (gases, oxigênio) conspiram com seus trilhões de átomos comuns e inanimados para se auto-organizar e formar seres vivos e pensantes como nós? • Como o caos forma a ordem? Que relação estranha e inesperada é essa entre Ordem e Caos???
  5. 5. Caos e Ordem • Esse é um processo chamado Auto-organização que, segundo o matemático Alan Turing, acontece a partir de processos muito simples, mas que reunidos, formariam uma complexidade inimaginável.
  6. 6. Caos e Ordem 4) Esse descobrimento foi crucial para a superação do mecanicismo com sua tese de que o futuro poderia ser conhecido ao se analisar sistemas e padrões. Ou seja, para os mecanicistas (Newton, Descartes) se um sistema se torna repentinamente imprevisível, a causa seria que alguma força maligna externa estava causando isso. A culpa era sempre exterior.
  7. 7. Caos e Ordem 5) Diferentemente do que afirma o senso comum, o caos é um tipo de sistema/ordem extremamente instável e imprevisível sem qualquer interferência externa. A partir de leis ou regras completamente determinadas podem ser produzidos resultados completamente imprevisíveis (ex: bater de asas de uma borboleta no Japão, em meses, pode contribuir para um tornado nos EUA (Meteorologista E. Lorenz).
  8. 8. Caos e Ordem 6) Mas ter medo do Caos é inútil. O "descobrimento do Caos" foi importantíssimo para se perceber a ligação entre o estranho poder de auto-organização da natureza e as consequências caóticas do efeito borboleta. • Ao mesmo tempo que se descobre que a natureza pode ser profundamente imprevisível, também se percebe que ela permite criar padrão e estrutura. (Ordem no Caos) • Para mostrar como ordem e caos podem surgir sozinhos a partir de um sistema simples podemos fazer o teste dos reflexos nos espelhos ou, nesse caso, entender os fractais (Mandelbrot): • Primeiro surge a questão: será que há algo único na multiplicidade de formas da natureza? Será que as superficies macias das nuvens, as ramificações das árvores e dos rios, as bordas onduladas das praias possuem uma espécie de ordem em comum? Sim. • Por trás de toda forma única na natureza, há um princípio conhecido como auto-similaridade. Uma espécie de auto-reprodução em escalas cada vez menores (Ex, pulmões, vasos sanguíneos, cursos dos rios, árvores, a natureza). Se pudéssemos capturar a essência dessas formas da natureza em formas matemáticas (com ajuda da cibernética) teríamos padrões muito simples que vão formar a complexidade:
  9. 9. Caos e Ordem 7) É aqui que entra a evolução. A evolução interagindo com os sistemas complexos pode criar algo que seja adaptado ao meio ambiente. • Assim, a evolução com seu incrível poder criativo desenvolve e modela sistemas complexos em certos períodos de tempo...
  10. 10. Caos e Ordem • BBC Film, The Secret Life of Chaos. 2008 • GLEISER, Marcelo. Criação Imperfeita. São Paulo: Record, 2009

×