Português (leitura, interpretação e múltiplas linguagens)

1.265 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.265
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
28
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
52
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Português (leitura, interpretação e múltiplas linguagens)

  1. 1. Leitura, interpretação e múltiplas linguagens
  2. 2. Ler, compreender e interpretar um texto requer alguns procedimentos básicos, como decodificar as informações verbais (escritas) e não verbais (imagens), ativar conhecimentos prévios, localizar e comparar ideias centrais, inferir, conhecer o sentido das palavras (vocabulário), perceber a intertextualidade (o “diálogo” com outros textos), entre outros.
  3. 3. Um texto é uma unidade de sentido construída por ideias que podem ser expostas por meio de palavras e/ou imagens, mas que precisam concordar com um conjunto de elementos que possibilitem justamente o entendimento dessas ideias, como:
  4. 4. • Coesão (a perfeita articulação das informações por meio dos chamados conectivos ou nexos gramaticais – conjunções, pronomes etc.); • Coerência (a relação harmônica das situações, dos acontecimentos ou das ideias); • Contexto ( formado pelo emissor e suas intenções e pelo receptor, inseridos em um espaço e tempo); • Estilo e marcas linguísticas.
  5. 5.  Procedimentos de leitura • Ler o texto integralmente para se inteirar do assunto • Localizar as informações essenciais. As perguntas referenciais ajudam nessa localização – O quê? Quem? Quando? Onde? Por quê? Para quê? Como? • Analisar o contexto de produção – Quem é ou são os emissores, seus papéis sociais, suas intenções, o local de circulação do texto, a época.
  6. 6.  Procedimentos de leitura • Comparar as informações, apontando semelhanças e diferencias, relacionando-as a seu conhecimento de mundo. • Analisar as características estruturais – Verso ou prosa? Tipo de texto, recursos linguísticos, particularidades. • Fazer inferências, ou seja, tirar conclusões, ler as “entrelinhas”, apontar informações implícitas.
  7. 7. A linguagem corporal Esse assunto exige que todos percebam que os movimentos corporais – produzidos por meio de jogos, esportes, brincadeiras, danças e lutas – são carregados de sentido e estão presentes nas manifestações culturais de um povo, além de proporcionarem a melhoria da saúde e do bem estar.
  8. 8. As artes visuais A leitura e interpretação de textos não verbais como esculturas, peças de designers, pinturas e fotografias, requerem conhecimento prévio – no caso, informações que fazem parte dos conteúdos de História da Arte.
  9. 9.  As artes visuais  É importante fazer uma observação atentada imagem, considerando alguns passos indicados a seguir: • Analisar as informações contidas na legenda: autor, época de produção, titulo. • Desvendar o tema: se mitológico, cotidiano, histórico, religioso etc. • Examinar a cena, os personagens, a situação retratada.
  10. 10. As artes visuais • Apontar o estilo de composição: se trata de uma obra clássica, moderna, contemporânea... • Avaliar a composição: se geométrica, com perspectiva etc.
  11. 11.  As artes visuais • Observar os recursos técnicos utilizados pelo artista: - Luz – de onde vem, se ressalta algo ou alguém, se há jogos marcantes de luz e sombra. - Cores – se quentes, frias, saturadas... - Técnicas – se manchada, esfumada, pontilhada... - Linhas – são marcantes, claras, delimitam o desenho?
  12. 12.  As artes visuais • Ver se a obra dialoga com outras obras. • Verificar se o olhar do espectador é atraído para algum ponto. Após a analise dos dados, é possível concluir se uma obra é representativa ou não do período histórico-cultural no qual foi produzida; se reforça valores sociais, políticos, econômicos, religiosos e estéticos de sua época ou se faz oposição a eles.
  13. 13. Tiras e quadrinhos As historias em quadrinhos são poucos quadros, geralmente três marcados pela junção de dados verbais e desenhos cujo o sentido é construído a partir de uma sequência de fatos e ações. O não verbal, assume importante na compreensão.
  14. 14.  Tiras e quadrinhos  A fala dos personagens é inserida em “balões” e a do narrador, geralmente em um retângulo na parte superior dos quadrinhos.  As falas acabam transmitindo ‘sons’’ pelo tamanho e tipo de leitura utilizados e também pelo uso de onomatopeias e símbolos consagrados no contexto histórico no qual os leitores estão inseridos.
  15. 15.  Tiras e quadrinhos  Para realizar uma leitura eficiente e significativa, é preciso fazer a associação entre escrita e desenho, considerando as intenções do autor, além do papel do leitor.  Neste tipo de texto, o duplo sentido de uma palavra, expressão ou até mesmo uma situação é, muitas vezes, o elemento responsável pelo humor nas tiras.
  16. 16.  Charges  A charge é essencialmente crítica e têm um caráter efêmero, pois retrata o momento em que é produzida.  Nesse tipo de texto não é obrigatório o uso de informações verbais (texto), mas, quando houver, é fundamental que haja uma associação entre o verbal e o não verbal.
  17. 17.  Charges  A presença de humor também não é essencial, já que o foco é a crítica, na maioria das vezes de caráter político, explorando algo que choca a sociedade.  Esse gênero é amplamente divulgado pelos jornais, já que expressa acontecimentos atuais.  Esta sempre vinculado a uma matéria com a função de complementá-la por meio da crítica.
  18. 18.  Tabelas  As tabelas são textos concisos, mas que contêm inúmeras informações.  Ao proceder á leitura, você deve atentar para alguns elementos: • Título: chama a atenção do leitor e, geralmente, indica o tema ou resume o assunto tratado. • Texto explicativo: expõe contexto do tema tratado.
  19. 19. Tabelas • Corpo: geralmente dividido em colunas e linhas, apresenta os dados. • Fonte: comumente localizada embaixo e fora da tabela (como rodapé), indica a procedência ou origem dos dados.
  20. 20.  Infográficos e infogramas  Compõem a informação gráfica, visual, que associa linguagem verbal e não verbal para explicar algum assunto de forma mais clara e didática, além de mais atraente.  É comum a associação de pequenos textos pontuais, esquemas, desenhos, símbolos e fotografias, sempre com intuito de explicar, detalhar e elucidar um assunto por meio de linguagens complementares.
  21. 21.  Infográficos e infogramas  Esses infográficos são muito comuns em textos científicos, jornais e manuais nas mais variadas áreas do conhecimento, pois são utilizados com o intuito de tornar mais compreensíveis para o leitor as informações constantes no texto.  Também são comuns na internet, meio em que funcionam como complemento de notícias, de textos didáticos ou de outros gêneros textuais.
  22. 22.  Peças publicitárias  São textos que utilizam vários recursos linguísticos e a associação do verbal e do não verbal para expressar uma ideologia.  Os textos publicitários, para chamar a atenção de seus interlocutores, já que no processo de comunicação estão centrados no receptor, fazem uso da função conotativa e apelativa  Essa função é marcada pelo uso de verbos no imperativo, tanto afirmativo quanto negativo, além da referência direta do interlocutor.
  23. 23. Referências Coleção ENEM e vestibulares; Português 1 Páginas: 7 à 22

×