Rio+20,     sob o olhar dos movimentos sociais         e da comunidade científicaFelipe Pinheiro, Biólogo, mestrando em Bo...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012   Causas estruturais das cri...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012  Causas estruturais das cris...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012   Causas estruturais das cri...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012  Causas estruturais das cris...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012  Enfim...Rio+20,  20 anos de...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012  Planeta Terra
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012…a biocapacidade do Brasil re...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012  Pegada Ecologica, 2006
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Equivale dizer que hoje prec...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012  Causas estruturais das cris...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012  Causas estruturais das cris...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012     Causas estruturais das c...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012  Causas estruturais das cris...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012    Causas estruturais das cr...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012  Causas estruturais das cris...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012  Causas estruturais das cris...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012  Causas estruturais das cris...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012     Causas estruturais das c...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012    Causas estruturais das cr...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012     Valoração da Natureza co...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Contato          Esta palestra pode ser divulgada e utilizada livremente, peço apenas paraque seja citada a fonte.        ...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                      Agradec...
Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012                             ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Rio+20 sob o olhar dos movimentos sociais de comunidade científica

4.341 visualizações

Publicada em

Palestra preparada por Felipe Pinheiro com objetivo de diuvlgar as críticas a respeito das soluções propostas pelos governos para as crises (ambiental, social e econômica), assim como algumas das verdadeiras soluções já existentes, que são pouco ou quase nada consideradas pelos governos

Publicada em: Educação
5 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.341
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.436
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
168
Comentários
5
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Rio+20 sob o olhar dos movimentos sociais de comunidade científica

  1. 1. Rio+20, sob o olhar dos movimentos sociais e da comunidade científicaFelipe Pinheiro, Biólogo, mestrando em Botânica (ENBT/JBRJ), Integrante do Mov. Cidadesem Transição Rio e GT-RIO(CFSC)
  2. 2. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Porque existe a Rio+20? O Pensador - Singer
  3. 3. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 CRISE!!! cesarbargoperez.blogspot.com
  4. 4. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Crise Ambiental samuelrobaert.blogspot.com atuartes.blogspot.com mpcidadania.ning.com planetaviavel.com.br
  5. 5. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Crise Econômica ciprianomedeiros.blogspot.com genteonline.com.br
  6. 6. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Crise Social forodefotos.com infosurhoy.com inteligenciaeconomica.com.pt forodefotdanielvazquez.wordpress.comos.com ideiasfixas2.blogs.sapo.pt grupoescolar.com
  7. 7. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Visão de Mundo Crise de Percepção • Principais problemas de nossa época não podem ser entendidos isoladamente. Problemas sistêmicos, o que significa dizer que estão interligados e são interdependentes. – Fritjot Capra behindthemoon.wordpress.com
  8. 8. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 O Evento Oficial Dois principais temas: (a) Economia verde no contexto do desenvolvimento sustentável e da erradicação da pobreza (b) O quadro institucional para o desenvolvimento sustentável ... a solução?
  9. 9. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Lado B : Major Groups• “Percebeu-se que o desenvolvimento sustentável não poderia ser alcançado apenas através da atuação de governos, mas que seria necessária a participação ativa de todos os segmentos da sociedade e tipos de pessoas” UNCDS• Porém:
  10. 10. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Eventos Paralelos da Rio + 20 Fórum de Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Sustentável, promovido pelo International Council for Science (ICSU). O evento vai reunir 500 cientistas • Explorar melhores práticas para ações com foco no desenvolvimento sustentável; • Demonstrar a importância da interdisciplinaridade, e do diálogo entre as ciências e comunidades.
  11. 11. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Eventos Paralelos da Rio + 20 Contra a Mercantilização da Vida e da Natureza em defesa dos Bens Comuns - As Plenárias segundo cinco temas agregadores: 1 – Direitos por Justiça Social e Ambiental 2 – Defesa dos Bens Comuns Contra a Mercantilização 3 – Soberania Alimentar 4 – Energia e Indústrias Extrativas 5 – Trabalho: Por uma Outra Economia e Novos Paradigmas de Sociedade - As plenárias serão momentos de preparação para a Assembleia dos Povos, organizados em torno de três eixos: 1) causas estruturais das crises e as falsas soluções; 2) nossas soluções e propostas; 3) agenda de mobilizações e lutas.
  12. 12. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Causas estruturais das crises e as falsas soluções Linha do Tempo do Cinismo Ambiental * Rio+20: O futuro que queremos. "Mas a pergunta que não quer calar é: quem queremos? • Guerra fria, uso da Revolução Verde - obrigar a agricultor a sempre comprar sementes hibridas e químicos que sobraram da segunda guerra. • Rio 92 - Três convenções para “satisfazer a sociedade” - clima, diversidade biológica e combate à desertificação – temas pauta da Economia Verde. "Vinte anos depois, o que a Conferência Rio+20 oferece é: o mercado do clima, da biodiversidade e do solo. • Rio + 10 fracasso. Solução : empresas precisam ser sócias dos governos para a sustentabilidade acontecer. Ponto X: • Contradição : riqueza quando há escassez de recurso; • Capital já baseado no ouro, no petróleo, hoje bolsa virtuais, Convencer que estamos na época do Capital Natural? * Camila Moreno Pesquisadora EPSJV/Fiocruz - EPSJV/Fiocruz/EcoAgência
  13. 13. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Causas estruturais das crises e as falsas soluções Crise ambiental não é um obstáculo ao capital, é uma oportunidade de negócios. Problema não é o capital, é se basear em crise para obter ele. Camila Moreno EPSJV/Fiocruz
  14. 14. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Causas estruturais das crises e as falsas soluções O mercado resolve tudo??? Será que a mesma lógica do capital que gerou a crise é capaz de nos tirar dela??? • Einstein: a mesma lógica que provocou o problema não pode ajudar a enfrentá-la • Modelo insustentável em escala global. Amantes do mercado continuam negando. * * PS: citação Jubileu Sul Brasil sempre referente a esta.
  15. 15. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Causas estruturais das crises e as falsas soluções Desigualdade Global Está Aumentando Distribuição de renda Em 20 anos: • Só 20% ficou + mais rica, • Maioria empobreceu. • 20% mais pobres: - renda caiu 20x - vivem com apenas 0,07% das riquezas. * * ONU, por Jubileu Sul Brasil) 1960 – 70 x mais que os 20% mais pobres 1989 –140 x mais que os 20% mais pobres Renda dos 20% mais ricos da população mundial
  16. 16. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Enfim...Rio+20, 20 anos de metas descumpridas1. Aumento da emissão de CO2 = 36% (80% vem de 19 países).2. Aumento da temperatura: 0,04ºC.3. Desde 1998: anos mais quentes da história.4. Desastres naturais dobraram.5. Biodiversidade: -12%.6. Florestas: 300 milhões de hectares cortados (> Argentina) –no lugar pastos, monocultivo de eucalipto, palma, soja e cana. fotosdenatureza.blogspot.com blogs.estadao.com.b meioambiente.culturamix.com
  17. 17. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Já ultrapassamos os limites da Terra * Limites - espaços seguros para a vida humana. Fronteira já atravessada para: • Ciclo do nitrogênio, uso de fertilizantes subiu 135% (20 anos), três vezes mais que a produção alimentar. • Perda da biodiversidade 100 spp extintas por mi, por ano, aceitável é 35, pré ver. ind. até 1 • Mudanças climáticas , aquecimento acima de 3°C Aproximando dos limites: • Uso de água, • Conversão de florestas e de outros ecossistemas naturais para uso agropecuário, • Acidificação oceânica A Safe Operating Space for Humanity, Johan Rockstrom et al., Nature, 24 set. 2009 • Ciclo de fósforo.
  18. 18. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Planeta Terra
  19. 19. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012…a biocapacidade do Brasil representa o 16 % do total do mundo Biocapacity, 2006 Biocapacidade, 2006
  20. 20. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Pegada Ecologica, 2006
  21. 21. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Equivale dizer que hoje precisamos de 1,3 planetas
  22. 22. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Rio + 20 – Conferência sem Proposições *• Rio+20 não é uma conferência sobre o clima, é sobre economia verde inclusiva. - descaracterizando a conferência - Itamaraty e o gov. brasileiro• Não é que os cientistas estão preocupados com o clima, mas para o tipo de civilização que estamos marchando;• Três aspectos não são iguais em termos de essencialidade.• “Ambiental não encaminhada de maneira satisfatória, e o clima aquecer demais, aí não vai ter nem social nem econômico, porque isso vai afetar de tal maneira a vida na Terra que todo o resto vai entrar em colapso“ * Goldemberg, pesquisador da USP e hoje presidente do Conselho de Sustentabilidade da FecomercioSP. , ex secretário de MA em 92 e Ricupero, atualmente diretor da Faculdade de Economia da FAAP http://m.estadao.com.br/noticias/impresso,cientistas-e-ex-ministros-pedem-rio20-mais-verde,848124.htmmudarock.com.br blog.planalto.gov.br
  23. 23. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Causas estruturais das crises e as falsas soluções Economia Verde : mercadoria o que não entendemos como mercadoria * • Mercantiliza os bens comuns e os transforma em produtos na bolsa de valores. • Ex: Floresta nativa - vira serviço ambiental - ser valorizado e posto no mercado. • Deixa se de lado a responsabilidade de ter desenvolvimento econômico com padrões de sustentabilidade mais rígidos. ambio.blogspot.com * Marcelo Durão MST/Via Campesina http://cupuladospovos.org.br/2011/11/reflexao-sobre-as-causas- estruturais-dos-problemas-ambientais-e-suas-verdadeiras-solucoes/
  24. 24. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Causas estruturais das crises e as falsas soluções ... o que é isso? • Movimenta cerca de 140 bilhões de dólares por ano • Foco no erro! • Dois exemplos *: 1- Equador, buscado desde 2009 - US$ 4 milhões, pelos quatro milhões de hectares de floresta virgem, que o governo se compromete a conservar. 2- Empresa gastou US$ 5 milhões na construção de um incinerador que converte lixo em energia elétrica - US$ 500 milhões em créditos de carbono pelos gases-estufa que deixarão de ser emitidos. Mercado Verde para empresas que mais destroem a natureza (as de celulose, as mineradoras, as do agronegócio) são as que mais lucram com o mercado “verde”: Assim não há redução. * Rede Jubileu Sul Brasil
  25. 25. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Causas estruturais das crises e as falsas soluções Economia Verde no RJjusticanostrilhos.org TK-CSA • Perseguições e ameaças às lideranças contrárias, inclusive por parte de milícias, * • Supressão de áreas de manguezais e margem de rios sem autorização; * • Morte de operários; * • Desemprego local de 8 mil pescadores ** • Aumento das doenças respiratórias, dermatológicas e dos casos de câncer; * • Aumenta em 76% a emissão de CO², lançando 12 vezes mais gás poluente do que toda a g1.globo.com indústria do Rio de Janeiro. * (*Jubileu Sul Brasil; ** Paulo Messina blog.messina.com.br/tag/thyssenkrupp-csa/) pedlowski.blogspot.com educcampo.blogspot.com
  26. 26. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Causas estruturais das crises e as falsas soluções Projeto do Crédito de Carbono – MDL (Mecanismo de Desenvolvimento Limpo - TKCSA Mesmo assim... TKCSA – ok do Conselho Executivo do MDL, da ONU, para obtenção de créditos de carbono! Justificativa : uso de energia elétrica pelo reaproveitamento de calor e de gases do processo siderúrgico. O projeto ainda precisa ser validado e aprovado pelo Governo brasileiro. * mstrio.casadomato.org * Rede Jubileu Sul Brasil
  27. 27. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Causas estruturais das crises e as falsas soluções REDD (redução de emissão por desmatamento e degradação)• Estratégia voltada para reduzir emissão do desmatamento (17% das emissões);• “Título verde” – adquire comprador, autorizado a degradar e poluir ;• Quanto maior a degradação, maior o lucro com especulação do “Título Verde” no mercado financeiro. *http://www.terradedireitos.org.br/wp-content/uploads/2012/03/encarte_publica%C3%A7%C3%A3o-final-1.pdf
  28. 28. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Causas estruturais das crises e as falsas soluções Pagamento de Serviços Ambientais (PSA) • Florestas = mercadoria e a natureza = um serviço; • Crítica central: $ através de credito de carbono. • Comercialização em bolsas de valores; • Um dos riscos: remunerar grileiros e madeireiros; • Pagar a quem cuida livrando de responsabilidades quem destruiu? * PS: Posição da Cúpula dos Povos. O tema é alvo de discussões entre ONGs, acadêmicos...; discussão deve ser amadurecida e a posição da Cúpula deve ser considerada. *Fonte Jubileu Sul Brasil
  29. 29. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Causas estruturais das crises e as falsas soluções Geoengenharia – Alta tecnologia • Abordagem da medicina alopática em relação às doenças: • Maciços investimentos nos sintomas e quase nenhuma pesquisa sobre os fatores patogênicos . • Publicações internacionais contra (ETCCanadá) • Persegue a lógica do crescimento ilimitado. * forums.3dtotal.com * Jubileu Sul Brasil
  30. 30. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Causas estruturais das crises e as falsas soluções E a Crise agrícola? • Reducionismo da crise ambiental às Mudanças Climáticas; • Necessidade de relacionar agricultura atual com as mudanças climáticas; • Degradação Rural Ignorada; * * Fonte Jubileu Sul Brasil otemporb.blogspot.comboitempoeditorial.wordpress.com destaknews.blogspot.com capetown.china-consulate.org
  31. 31. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Causas estruturais das crises e as falsas soluções Crise Agrícola! • Aumento do índice de câncer • Brasil: agrotóxicos proibidos na maioria dos países, isenção de até 100% do valor dos impostos; • Agrotóxicos, lucro de 7 bilhões de $ em 2010. • Leite materno, em MT, presença de agrotóxicos em todas amostras. De 63 mães apenas 3 eram rurais. ZONA URBANA CONTAMINADA . Causa abortos e infertilidade masculina. (Danielly Palma, da UFMT (Universidade Federal do Mato Grosso); • Agricultura familiar = + de 70% da produção, + produtividade do que as maiores. Parte tirada das famílias para ser convertida em plantações de eucalipto, palma, soja, cana e pasto * * Fonte: Jubileu Sul Brasil
  32. 32. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Causas estruturais das crises e as falsas soluções Brasil dando o exemplo? Vale, a “Grande” Empresa Nacional Justicanostrilhos.org• Encontro Mundial dos afetados pela Vale;• Vale - 2009 - 114 milhões de metros cúbicos de efluentes industrial e oleosos despejados nos rios e mares;• BNDES e no Tesouro Nacional, que têm 31,4% das ações ordinárias da Vale.
  33. 33. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Agenda de Mobilizações e Lutas Rio de Janeiro, esqueceu do exemplo... veja.abril.com.br Porto do Açu (Foto: LLX/Divulgação
  34. 34. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Agenda de Mobilizações e Lutas Pontos Chaves: Soberania Alimentar • Direito dos povos a controlar: - suas próprias sementes, terras, água e produção de alimentos, • Reforma agrária sustentável; • Capacitação dos agricultores em técnicas sustentáveis; Reversão do modelo de agricultura baseada no agronegócio;... e lógica de alimentos para o mercado. * *Jubileu Sul Brasil
  35. 35. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Agenda de Mobilizações e Lutas Pontos Chaves: Direito ao território! Garantir, proteger e defender os territórios de povos originários e camponeses que mantêm os ecossistemas que protegem o clima. Exemplo Indígenas: • Grandes invasões e ameaças constantes da pressão do agronegócio, da agropecuária. 2 Pontos Focais: 1- Contra: Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 215, Executivo para o Congresso Nacional o poder de demarcar terras indígenas, quilombolas e áreas de conservação. 2- Fazer valer: Convenção 169 da Organização Internacional do Trabalho (OIT)- consulta antes de grandes empreendimentos.*A Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) por Sonia Guajajara (Fonte: Alana Gandra/ Agência Brasil)
  36. 36. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Agenda de Mobilizações e Lutas Tirar 1,3 bilhões da pobreza absoluta, repensar consumo e população * • Necessário apenas 0,2% do rendimento global • Programas de planejamento familiar – Educação - controle de natalidade • Países mais desenvolvidos se abstenham de certos tipos de consumo, como o CO2. * The Royal Society Science, People and the planet, Policy report 01/12
  37. 37. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Agenda de Mobilizações e Lutas • Pesquisas orientadas cada vez mais para soluções, abordagens interdisciplinares; • União da ciência com a sociedade civil; • Necessário objetivos e metas universais de desenvolvimento sustentável; • Não basta ideal distante, agilidade política!
  38. 38. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Agenda de Mobilizações e Lutas Valorizar Patrimônio Nacional, Minimizar Vulnerabilidade * • Evento climático + vulnerabilidade = desastre - minimizar vulnerabilidade (Arquiteta Urbanista Maria Fernanda Lemos) • Valorizar o patrimônio que nós temos, e não seguir o dos outros; • Tecnologias sociais como soluções; • Medição e valoração dos serviços verdes (alvo de críticas pelos Mov. Sociais ) apremavi.org.b *Pesquisadores da PUC Rio presentes no “Planet Under Pressure” Palestra Nima PUC Rio, maio 2012 bluue.com Ciclovivo.com.br
  39. 39. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Valoração da Natureza como Defesa! e-dublin.com.br • Valor de 17 serviços ambientais por 16 ecossistemas (ex. florestas tropicais e manguezais) = 33,3 trilhões de dólares por ano, contra 18 trilhões anuais do PIB mundial (1997), ou seja: a natureza faz muito mais pelo homem do que a economia. • 7 biomas brasileiros, biodiversidade estimada em 4 trilhões de dólares por ano; 5x PIB no ano, 2002 ** portalsaofrancisco.com.br •1997, Costanza et al. The value of the worlds ecosystem services and natural capital. Nature 387:253-260 (1997) **No prelo. Estimativa baseada em estudos prévios por Moacir Arruda Bueno, do Departamento de Ecossistemas do Ibama, Programa de Valoração Econômica da Natureza do Governo Federal
  40. 40. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Nossas Soluções e Propostas ** Excluir o PIB! * • PIB - não complementar com outros indicadores, mas excluir . Medir o que está sobrando em termos de renda familiar. • FIB não é ideal, “Mismeasuring Our Lives” acúmulo científico (***); • Países desenvolvidos não necessitam manter crescimento econômico , mas estabilizar , + qualidade. Ex. livraria cheia. *** • Ex. Canadá, avaliação positiva sobre futuro (emprego, pobreza, equilíbrio fiscal) , (**) PRINCIPAL UTOPRIA É ACHAR QUE É POSSIVEL MANTER TUDO COMO ESTA!!! ESSA É A FANTASIA. *José Eli da Veiga, professor de pós-graduação do (IRI/USP) e do Instituto de Pesquisas Ecológicas (IPÊ). Palestra promovida pelo NIMA-PUC Rio
  41. 41. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Nossas Soluções e Propostas Rio desenvolvimento limpo - Alternativa turismo • Portal da prefeitura: Planejamento para 2030: tratamento de viciados! Revitalizar a economia? • ONU: maior vocação natural planetária para a maior indústria do mundo: o turismo; • Desenvolvimento do turismo (dois milhões de empregos de qualidade em curto prazo, até para analfabetos ) *Felipe Pinheiro * José Paulo Grasso; No Rio, investimento em turismo só para inglês ver; Jornal do Brasil; País – Sociedade Aberta; 30 de abril de 2012 Felipe PinheiroFelipe Pinheiro
  42. 42. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Nossas Soluções e Propostas Energias alternativas Dilma: “não há espaço para fantasia”. Certo! Melhor ficar nos fatos.. * • Cientificamente falando: -Eólica: possibilidade de 143 gigawatts = dez Itaipus. -Solar, preços estão despencando - 40% entre 2010 e 2011. Até 2021 1/3 do atual. • Dilma: críticas ao carvão - Três termelétricas serão inauguradas para queimar carvão importado da Colômbia. E há outros projetos de térmicas a carvão. * Miriam Leitão http://oglobo.globo.com/economia/miriam/posts/2012/04/06/e-vento-levou-439178.asp bbel.uol.com.br
  43. 43. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Nossas Soluções e Propostas Fomentar alternativas sustentáveis, limpasVeículo Leve sobre Trilhos Carro Movido a Ar Herrydean.comaqueimaroupa.com.br meutransporte.blogspot.com Carromovidoaar.com
  44. 44. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Nossas Soluções e Propostas Fim dos Juros Compostos, Integração Regional, Auditoria Integral das Dívidas Públicas• Um centavo emprestado no ano 0 a 4%, em 1750 valeria uma esfera de ouro com o peso da Terra. (perita alemã M. Kennedy) *• Dinheiro, criado para fazer circular a riqueza, hoje a concentra através do macabro mecanismo dos juros compostos .*Marcos Arruda – PACS e Jubileu Sul Brasil http://www.jubileusul.org.br/nota/38
  45. 45. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Nossas Soluções e Propostas Economia solidária • Forma de produção, consumo e distribuição de riqueza (economia) centrada na valorização do ser humano e não do capital. • Exemplos comprovados de redução da pobreza • Moeda solidária. “Dinheiro" circule na comunidade, ampliando o poder do comércio local, aumentando a riqueza da comunidade, e gerando emprego e renda no total. • Secretaria Nacional de Economia Solidária - SENAES Criada em 2003 pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. * http://www.bancopalmas.org.br/
  46. 46. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Nossas Soluções e Propostas Permacultura opabrasil.blogspot.com • O princípio básico: trabalhar “com” e “a favor de”, e não “contra a natureza” * http://www.permacultura.org.br/
  47. 47. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Nossas Soluções e Propostas Bioconstrução• Materiais alternativos, baixo ou nenhum impacto.• Redução no custo de obra ou beneficiamento futuro• Soluções definitivas para “problemas”.• Embasamento científico. Reciclaflores.files.wordpress.com Mendelin2018.blogspot.com Cidades em Transiçao CANTARINO, Carol. Bioconstrução combina técnicas milenares com inovações tecnológicas. Inovação Uniemp [online]. 2006, vol. 2, no. 5 [citado 2012-05-03], pp. 46-47. Disponible en: <http://inovacao.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808- 23942006000500025&lng=es&nrm=iso>. ISSN 1808-2394 Instituto Nós- INOS
  48. 48. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Nossas Soluções e Propostas Agroecologia, Sistemas Agroflorestais • Experiências científicas comprovam sucesso em produzir sem uso de agrotóxicos e fertilizantes. • Melhoria da qualidade do solo; • Maior produtividade; • Saúde para os produtores, o consumidor e o meio natural.Fonte: Rede Agroecologia
  49. 49. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Nossas Soluções e Propostas Fortalecer Poder Local - Movimento Cidades em Transição Espalhado pelo Mundo Objetivo de transformar as cidades em modelos sustentáveis, menos dependentes do petróleo, mais integradas à natureza e mais resistentes a crises externas, tanto econômicas como ecológicas. RESILIÊNCIA. Mudanças externas e internas.
  50. 50. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Conclusões• As soluções propostas não levam em consideração a maioria dos segmentos das sociedade civil;• Governos ignoram as verdadeiras soluções que precisam ser mais valorizadas;• É preciso agir!• Necessário respeitar e reconhecer a importância de povos tradicionais, exemplos de sustentabilidade;• Fortalecimento local antes do global;• Preciso investir em ponto básico de educação, conscientização;• Importância do coletivo, fazer juntos, somos iguais na mesma luta, mesma casa, somos interdependentes... UNIÃO FAZ A FORÇAdesacato.info tremembedeacarau.blogspot.com servicos.emater.rn.gov.br
  51. 51. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Sites de Referências Bibliográfica • http://cupuladospovos.org.br/ • http://transitionbrasil.ning.com/ • http://www.jubileusul.org.br/ • http://www.permacultura.org.br/ • http://www.agrofloresta.net/ • http://www.agroeco.org/socla/archivospdf/Agroecologia_-short-port.pdf • http://www.seminariobancoscomunitarios.com/uploads/4/1/6/1/4161009/joaqui m_melo.pdf • http://www.nima.puc-rio.br/ • http://aspta.org.br/ • www.cbsaf.com.br "Quanto mais conhecemos, mais amamos." (Leonardo da Vinci)
  52. 52. Contato Esta palestra pode ser divulgada e utilizada livremente, peço apenas paraque seja citada a fonte. Seu objetivo maior é difundir as críticas da sociedade civil a respeito dassoluções propostas pelos países para as crises mundiais; assim como demonstrar quejá existem em prática, verdadeiras alternativas para um mundo sustentável, quedevem ser valorizadas, ao mesmo tempo, em que devemos defender o direito daspopulações, respeitar e aprender com os povos tradicionais e viver em harmonia como planeta que compartilhamos. Disponho meu contato para dúvidas, críticas e sugestões.• Email: felipinheirorj@gmail.com• Facebook: www.facebook.com/felipinheirorj Abs esperançosos. Felipe Pinheiro
  53. 53. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Agradecimentos• Movimento Cidades em Transição;• Escolas em Transição;• GT Rio – CFSC;• Nima - PUC Rio;• Marcos Arruda, Juliana Maschietto e Vinícius Moreira• E a vida... chicaoonline.blogspot.com apaguesuaspegadas.blogspot.com os5gatos.blogspot.com movimentodeprotecaocolina.blogspot.com
  54. 54. Felipe Pinheiro; Rio + 20, sob o olhar da sociedade civil e da comunidade científica; 05/2012 Obrigado! mensagemespirita.com.br

×