Apresentação nr12 abraman

4.196 visualizações

Publicada em

Apresentação da NR12 - ABRAMAN

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.196
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
261
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação nr12 abraman

  1. 1. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 – terotecbrito10@gmail.com
  2. 2. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 – terotecbrito10@gmail.com
  3. 3. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS CONSTITUIÇÃO FEDERAL Decreto Lei 5452, de 1 de maio de 1943 aprova CONSOLIDAÇÃO DAS LEIS DO TRABALHO Lei 6514, de 22 de dezembro de 1977, que altera o Capitulo V do Título II da CLT relativo a Segurança e Medicina do Trabalho . Artigos 154 a 201 PORTARIA Portaria 3214, de 08 de junho de 1978 aprova as NORMAS REGULAMENTADORAS - NR PORTARIA Portaria nº 197 , de 17 de dezembro de 2010 , altera a NR 12 – Máquinas e Equipamentos , aprovada pela Portaria nº 3214 , de 8 de junho de 1978 Portaria nº 2546, de 14 de dezembro de 2011 , altera a NR 31 – Segurança e Saúde no Trabalho na Agricultura, Pecuária ,Silvicultura, Exploração Florestal E Aquicultura Portaria nº 308 , de 29 de fevereiro de 2012, altera a NR 20 – Segurança no Trabalho com Inflamáveis e Combustíveis Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  4. 4. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS ITENS : 06 156ITENS : 06 156 ANEXOS : 02 12ANEXOS : 02 12 FALHA SEGURA + SISTEMAS DE SEGURANÇA + TECNOLOGIASFALHA SEGURA + SISTEMAS DE SEGURANÇA + TECNOLOGIAS NOVOS CONCEITOS MANUTENÇÃO + GLOSSÁRIO : CAPACITAÇÃO + HABILITAÇÃOMANUTENÇÃO + GLOSSÁRIO : CAPACITAÇÃO + HABILITAÇÃO ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO e PROTEÇÃOORGANIZAÇÃO DO TRABALHO e PROTEÇÃO Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  5. 5. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS PRINCÍPIOS GERAIS Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  6. 6. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS TITULO da NR 12 NR-12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS ARRANJO FÍSICO e INSTALAÇÕES 12.6. Nos locais de instalação de máquinas e equipamentos, as áreas de circulação devem ser devidamente demarcadas e em conformidade com as normas técnicas oficiais. 12.6.1. As vias principais de circulação nos locais de trabalho e as que conduzem às saídas devem ter, no mínimo, 1,20 m (um metro e vinte centímetros) de largura. 12.6.2. As áreas de circulação devem ser mantidas permanentemente desobstruídas FASES DE UTILIZAÇÃO 12.1.1. Entende-se como fase de utilização a construção, transporte, montagem, instalação, ajuste, operação, limpeza, manutenção, inspeção, desativação e desmonte da máquina ou equipamento PRAZOS e TIPOS de MÁQUINAS As obrigações são aplicáveis de acordo com prazos e o tipo de máquinas , NOVAS OU USADAS INSTALAÇÕES e DISPOSITIVOS ELÉTRICOS 12.14. As instalações elétricas das máquinas e equipamentos devem ser projetadas e mantidas de modo a prevenir, por meios seguros, os perigos de choque elétrico, incêndio, explosão e outros tipos de acidentes, forme previsto na NR10. 12.15. Devem ser aterrados, conforme as normas DISPOSITIVOS de PARADA de EMERGÊNCIA 12.56. As máquinas devem ser equipadas com um ou mais dispositivos de parada de emergência, por meio dos quais possam ser evitadas situações de perigo latentes e existentes. 12.56.1. Os dispositivos de parada de emergência não devem ser utilizados como dispositivos de partida ou de acionamento. SISTEMAS de SEGURANÇA Um dos aspectos mais importantes desta nova NR é a introdução de regras complexas sobre sistemas de segurança, enfatizando a necessidade de interligação desses dispositivos; exige-se contínuo monitoramento desses sistemas e exclusivamente por parte de pessoal qualificado. DISPOSITIVOS de PARTIDA, ACIONAMENTO e PARADA 12.24. Os dispositivos de partida, acionamento e parada das máquinas devem ser projetados, selecionados e instalados de modo que: a) não se localizem em suas zonas perigosas; b) possam ser acionados ou desligados em caso de emergência por outra pessoa que não seja o operador; c) impeçam acionamento ou desligamento involuntário pelo operador ou por qualquer outra forma acidental; d) não acarretem riscos adicionais; e e) não possam ser burlados. Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  7. 7. Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS ASPECTOS ERGONÔMICAS 12.94. As máquinas e equipamentos devem ser projetados, construídos e mantidos com observância aos os seguintes aspectos: a) atendimento da variabilidade das características antropométricas dos operadores; b) respeito às exigências posturais, cognitivas, movimentos e esforços físicos demandados pelos operadores; c) os componentes como monitores de vídeo, sinais e comandos, devem possibilitar a interação clara e precisa com o operador de forma a reduzir possibilidades de erros de interpretação ou retorno de informação; d) os comandos e indicadores devem representar, sempre que possível, a direção do movimento e demais efeitos correspondentes; e) os sistemas interativos, como ícones, símbolos e instruções devem ser coerentes em sua aparência e função; f) favorecimento do desempenho e a confiabilidade das operações, com redução da probabilidade de falhas na operação; g) redução da exigência de força, pressão, preensão, flexão, extensão ou torção dos segmentos corporais; h) a iluminação deve ser adequada e ficar disponível em situações de emergência, quando exigido o ingresso em seu interior. 12.95. Os comandos das máquinas e equipamentos devem ser projetados, construídos SINALIZAÇÃO 12.116. As máquinas e equipamentos, bem como as instalações em que se encontram, devem possuir sinalização de segurança para advertir os trabalhadores e terceiros sobre os riscos a que estão expostos, as instruções de operação e manutenção e outras informações necessárias para garantir a integridade física e a saúde dos trabalhadores. MANUAIS 12.125. As máquinas e equipamentos devem possuir manual de instruções fornecido pelo fabricante ou importador, com informações relativas à segurança em todas as fases de utilização. 12.126. Quando inexistente ou extraviado, o manual de máquinas ou equipamentos que apresentem riscos deve ser reconstituído pelo empregador, sob a responsabilidade de profissional legalmente habilitado RISCOS ADICIONAIS 12.106. Para fins de aplicação desta Norma, devem ser considerados os seguintes riscos adicionais: a) substâncias perigosas quaisquer, sejam agentes biológicos ou agentes químicos em estado sólido, líquido ou gasoso, que apresentem riscos à saúde ou integridade física dos trabalhadores por meio de inalação, ingestão ou contato com a pele, olhos ou mucosas; b) radiações ionizantes geradas pelas máquinas e equipamentos ou provenientes de substâncias radiativas por else utilizadas, processadas ou produzidas; c) radiações não ionizantes com potencial de causar danos à saúde ou integridade física dos trabalhadores; d) vibrações; e) ruído; f) calor; g) combustíveis, inflamáveis, explosivos e substâncias que reagem perigosamente; e h) superfícies aquecidas acessíveis que apresentem risco de queimaduras causadas pelo contato com a pele.
  8. 8. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS PROCEDIMENTOS de TRABALHO e SEGURANÇA 12.130. Devem ser elaborados procedimentos de trabalho e segurança específicos, padronizados, com descrição detalhada de cada tarefa, passo a passo, a partir da análise de risco. 12.130.1. Os procedimentos de trabalho e segurança não podem ser as únicas medidas de proteção adotadas para se prevenir acidentes, sendo considerados complementos e não substitutos das medidas de proteção coletivas necessárias para a garantia da segurança e saúde dos trabalhadores DISPOSIÇÕES FINAIS 12.153. O empregador deve manter inventário atualizado das máquinas e equipamentos com identificação por tipo, capacidade, sistemas de segurança e localização em planta baixa, elaborado por profissional qualificado ou legalmente habilitado. 12.153.1. As informações do inventário devem subsidiar as ações de gestão para aplicação desta Norma. 12.154. Toda a documentação referida nesta norma, inclusive o inventário previsto no item 12.153, deve ficar disponível para o SESMT, CIPA ou Comissão Interna de Prevenção de Acidentes na Mineração – CIPAMIN, sindicatos representantes da categoria profissional e fiscalização do Ministério do Trabalho e Emprego. 12.155. As máquinas autopropelidas agrícolas, florestais e de construção em aplicações agro-florestais e respectivos OUTROS REQUISITOS ESPECÍFICOS de SEGURANÇA 12.148. As ferramentas e materiais utilizados nas intervenções em máquinas e equipamentos devem ser adequados às operações realizadas 12.150. É proibido o porte de ferramentas manuais em bolsos ou locais não apropriados a essa finalidade. CAPACITAÇÃO 12.135. A operação, manutenção, inspeção e demais intervenções em máquinas e equipamentos devem ser realizadas por trabalhadores habilitados, qualificados, capacitados ou autorizados para este fim. 12.136. Os trabalhadores envolvidos na operação, manutenção, inspeção e demais intervenções em máquinas e MANUTENÇÃO, INSPEÇÃO, PREPARAÇÃO, AJUSTES e REPAROS PRIORIZAÇÃO PROTEÇÃO COLETIVA e ORGANIZAÇÃO DO TRABALHO PESSOAS DEFICIENTES GLOSSÁRIO Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  9. 9. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS NOVAS TECNOLOGIAS Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  10. 10. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS CONCEITO DE FALHA SEGURA Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  11. 11. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS Anexo I – Distância de Segurança e Requisitos para uso Detectores de presença eletrônico Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  12. 12. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS Anexo I – Distância de Segurança e Requisitos para uso Detectores de presença eletrônico Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  13. 13. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS Anexo I – Distância de Segurança e Requisitos para uso Detectores de presença eletrônico Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  14. 14. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS Anexo II – PROGRAMA DE CAPACITAÇÃO Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  15. 15. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS Anexo III – MEIOS DE ACESSO PERMANENTE Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  16. 16. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS Anexo III – MEIOS DE ACESSO PERMANENTE Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  17. 17. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS Anexo IV – GLOSSÁRIO SIL – Safety Integrity Level PL – Performance Level AOPD – Active Opto-electronic Protective Device ESPE – Electro-sensitive Protective Emergency PMI – Ponto Morto Inferior PMS – Ponto Morto Superior EPC – Estrutura de Proteção na Capotagem EPCO – Estrutura de Proteção Contra Queda de Objetos TDP – Tomada De Potência Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  18. 18. Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS Anexo IV – GLOSSÁRIO
  19. 19. Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS Anexo IV – GLOSSÁRIO
  20. 20. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS Anexo IV – GLOSSÁRIO Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  21. 21. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS Anexo XI – MÁQUINAS e IMPLEMENTOS PARA USO AGRÍCOLA e FLORESTAL Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  22. 22. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS Anexo XI – MÁQUINAS e IMPLEMENTOS PARA USO AGRÍCOLA e FLORESTAL Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  23. 23. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS Anexo XI – MÁQUINAS e IMPLEMENTOS PARA USO AGRÍCOLA e FLORESTAL Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  24. 24. Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS Anexo XI – MÁQUINAS e IMPLEMENTOS PARA USO AGRÍCOLA e FLORESTAL
  25. 25. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS Anexo V – MOTOSSERRAS Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  26. 26. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS PRAZOS de VIGÊNCIAS - Retificada no D.O.U. de 10/01/11 - Seção 1 - pág. 84 MÁQUINAS NOVAS e USADASMÁQUINAS NOVAS e USADAS Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  27. 27. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS PRAZOS de VIGÊNCIAS - Retificada no D.O.U. de 10/01/11 - Seção 1 - pág. 84 Anexo XI – MÁQUINAS e IMPLEMENTOS para USO AGRÍCOLA e FLORESTALAnexo XI – MÁQUINAS e IMPLEMENTOS para USO AGRÍCOLA e FLORESTAL Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  28. 28. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS AUDITORIA NR 12 – AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  29. 29. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS AUDITORIA NR 12 – AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA ARRANJO FÍSICO e INSTALAÇÕES - EM VIGOR Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br 12.6 a 12.13 – DEMARCADAS , VIAS ACESSO 1,20 m, áreas de circulação desobstruídas, materiais e produtos acabados locais demarcados , distâncias mínimas entre máquinas, pisos limpos , livres de objetos e sem graxas, óleos, ferramentas organizadas, maquinas instaladas estáveis, maquinas móveis com travas no min. duas rodas, movimentação de materiais e peças aéreas sobre os trabalhadores
  30. 30. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS AUDITORIA NR 12 – AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA ARRANJO FÍSICO e INSTALAÇÕES - EM VIGOR Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br 12.6 a 12.13 – DEMARCADAS , VIAS ACESSO 1,20 m, áreas de circulação desobstruídas, materiais e produtos acabados locais demarcados , distâncias mínimas entre máquinas, pisos limpos , livres de objetos e sem graxas, óleos, ferramentas organizadas, maquinas instaladas estáveis, maquinas móveis com travas no min. duas rodas, movimentação de materiais e peças aéreas sobre os trabalhadores
  31. 31. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS AUDITORIA NR 12 – AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA ARRANJO FÍSICO e INSTALAÇÕES - EM VIGOR Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br 12.6 a 12.13 – DEMARCADAS , VIAS ACESSO 1,20 m, áreas de circulação desobstruídas, materiais e produtos acabados locais demarcados , distâncias mínimas entre máquinas, pisos limpos , livres de objetos e sem graxas, óleos, ferramentas organizadas, maquinas instaladas estáveis, maquinas móveis com travas no min. duas rodas, movimentação de materiais e peças aéreas sobre os trabalhadores
  32. 32. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS AUDITORIA NR 12 – AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA INSTALAÇÕES e DISPOSITIVOS ELÉTRICOS – EM VIGOR exceto 12.20.2/12.22 Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br 12.14 a 12.23 – Atender NR 10, aterradas, proteção contra umidade e avarias, condutores, quadros, ligações e derivações, proteção sobre tensão, monitorar inversão de fase, proibido chave geral das partida e parada, chaves tipo faca, exposição partes energizadas e baterias
  33. 33. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS AUDITORIA NR 12 – AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA INSTALAÇÕES e DISPOSITIVOS ELÉTRICOS – EM VIGOR exceto 12.20.2/12.22 Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br 12.14 a 12.23 – Atender NR 10, aterradas, proteção contra umidade e avarias, condutores, quadros, ligações e derivações, proteção sobre tensão, monitorar inversão de fase, proibido chave geral das partida e parada, chaves tipo faca, exposição partes energizadas e baterias
  34. 34. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS AUDITORIA NR 12 – AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA DISPOSITIVOS de PARTIDA , ACIONAMENTO e PARADA – EM VIGOR exceto 12.26 a 12.31 e 12.36 e 12.37 12.24 a 12.37 – Dispositivos, comandos bimanuais, dois ou mais dispositivos , comandos bimanuais em pedestal, acessos e facilidades Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  35. 35. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS AUDITORIA NR 12 – AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA DISPOSITIVOS de PARTIDA , ACIONAMENTO e PARADA – EM VIGOR exceto 12.26 a 12.31 e 12.36 e 12.37 12.24 a 12.37 – Dispositivos, comandos bimanuais, dois ou mais dispositivos , comandos bimanuais em pedestal, acessos e facilidades Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  36. 36. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS AUDITORIA NR 12 – AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA SISTEMAS de SEGURANÇA – EM VIGOR exceto 12.39 a 12.40 e 12.43 e 12.47; 12.51 e 12.55 12.38 a 12.55 – Dispositivos de Segurança, intertravamento, proteções fixas, móveis, sensores de segurança, sensores opto-eletricos. Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  37. 37. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS AUDITORIA NR 12 – AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA SISTEMAS de SEGURANÇA – EM VIGOR exceto 12.39 a 12.40 e 12.43 e 12.47; 12.51 e 12.55 12.38 a 12.55 – Dispositivos de Segurança, intertravamento, proteções fixas, móveis, sensores de segurança, sensores opto-eletricos. Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  38. 38. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS AUDITORIA NR 12 – AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA SISTEMAS de SEGURANÇA – EM VIGOR exceto 12.39 a 12.40 e 12.43 e 12.47; 12.51 e 12.55 12.38 a 12.55 – Dispositivos de Segurança, intertravamento, proteções fixas, móveis, sensores de segurança, sensores opto-eletricos. Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  39. 39. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS AUDITORIA NR 12 – AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA DISPOSITIVOS de PARADA de EMERGÊNCIA– EM VIGOR Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br 12.56 a 12.63 – Dispositivos de Parada de Emergência não pode ser utilizado para partida ou parada.
  40. 40. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS AUDITORIA NR 12 – AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA MEIOS de ACESSO PERMANENTES – EM VIGOR exceto 12.65,12.69, 12.73 a 12.75 Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br 12.64 a 12.76 – Meios de acesso fixados e seguros : elevadores, rampas, passarelas, plataformas ou escadas de degraus.
  41. 41. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS AUDITORIA NR 12 – AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA MEIOS de ACESSO PERMANENTES – EM VIGOR exceto 12.65,12.69, 12.73 a 12.75 Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br 12.64 a 12.76 – Meios de acesso fixados e seguros : elevadores, rampas, passarelas, plataformas ou escadas de degraus.
  42. 42. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS AUDITORIA NR 12 – AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA COMPONENTES PRESSURIZADOS – EM VIGOR 12.77 a 12.84 – Medidas de segurança complementar a NR 13 , tubulações, mangueiras, pneumáticos e demais componentes pressurizados. Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  43. 43. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS AUDITORIA NR 12 – AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA COMPONENTES PRESSURIZADOS – EM VIGOR 12.77 a 12.84 – Medidas de segurança complementar a NR 13 , tubulações, mangueiras, pneumáticos e demais componentes pressurizados. Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  44. 44. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS AUDITORIA NR 12 – AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA TRANSPORTADORES DE MATERIAIS – EM VIGOR ASPECTOS ERGONÔMICOS – EM VIGOR RISCOS ADICIONAIS – EM VIGOR MANUAIS – EM VIGOR PROCEDIMENTOS de TRABALHO e SEGURANÇA – EM VIGOR 12.85 a 12.93 – MOVIMENTOS PERIGOSOS E CONTÍNUOS DE MATERIAIS – TRANSPORTADORES 12.94 a 105 – MÁQUINAS DEVEM SER PROJETADAS , FABRICADAS e OPERADAS adaptando as condições Psico-fisiológicas do trabalhador . – ERGONOMIA 106 a 110 – Substâncias perigosas, radiações ionizantes e não ionizantes, vibrações, ruído, calor, combustíveis, explosivos, superfícies aquecidas. – RISCOS ADICIONAIS 125 a 129 – Manual de instruções de operação e segurança - MANUAIS 130 a 134 – Procedimentos de trabalho e segurança específicos, padronizados, com detalhamento da tarefa, passo a passo, a partir da análise de risco – Procedimentos de trabalho e segurança. 135 a 147 – Operação, manutenção, inspeção devem ser realizadas por trabalhadores habilitados, qualificados, capacitados ou autorizados para este fim. - Capacitação CAPACITAÇÃO – EM VIGOR Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  45. 45. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS AUDITORIA NR 12 – AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA MANUTENÇÕES, INSPEÇÕES, PREPARAÇÃO, AJUSTES e REPAROS – EM VIGOR Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br 12.111 a 12.115 – Máquinas e Equipamentos devem ser submetidos a manutenção preventiva e corretiva, com planejamento e gerencialmente com PH, registrando todas as Ordens de serviços em livros de registros ou informatizado.
  46. 46. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS AUDITORIA NR 12 – AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA SINALIZAÇÃO – PRAZO ATÉ 30/12/2011 12.116 a 12.124 – Máquinas e Equipamentos , bem como as instalações devem possuir sinalização de segurança em advertência aos trabalhadores e terceiros sobre os riscos a que estão expostos. Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  47. 47. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS AUDITORIA NR 12 – AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA TRANSPORTADORES DE MATERIAIS – EM VIGOR 12.85 a 12.93 – Os movimentos perigosos dos transportadores contínuos de materiais devem ser protegidos, especialmente nos pontos de esmagamento, agarramento e aprisionamento formados pelas esteiras, correias, roletes, acoplamentos, freios, roldanas, amostradores, volantes, tambores, engrenagens, cremalheiras, correntes , guias , alinhadores, região do esticamento e contrapeso e outras partes móveis acessíveis durante a operação normal Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  48. 48. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS AUDITORIA NR 12 – AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA OUTROS REQUISITOS ESPECÍFICOS de SEGURANÇA – PRAZO ATÉ 30/12/2011 12.148 a 12.152 – Ferramentas e materiais devem ser adequados às operações da Máquina; proibido andar com ferramentas no bolso ou locais inapropriados a essa finalidades. Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  49. 49. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS AUDITORIA NR 12 – AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA ANEXO XI– MÁQUINAS e IMPLEMENTOS para uso Agrícola e Florestal – PRAZO ATÉ 30/12/2011 MÁQUINAS AGRÍCOLAS TRATORES – cobertura de proteção TPD Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  50. 50. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS AUDITORIA NR 12 – AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA ANEXO XI– MÁQUINAS e IMPLEMENTOS para uso Agrícola e Florestal – PRAZO ATÉ 30/12/2011 MÁQUINAS AGRÍCOLAS TRATORES – Escada de acesso Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  51. 51. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS AUDITORIA NR 12 – AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br ANEXO XI– MÁQUINAS e IMPLEMENTOS para uso Agrícola e Florestal – EM VIGOR [EXCETO VER NOTA] PRAZO ATÉ 20-12-2013 : Subitem 6.5.1, para colhedoras; Subitens 15.1.2, 15.3, 15.4, 15.5, 15.12, 15.16, 15.21, 15.22, 15.23, 15.24 e 15.25 para máquinas autopropelidas; Subitens 6.5.2, 6.5.4, 6.6, 6.6.1 e 15.25.
  52. 52. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS AUDITORIA NR 12 – AGROINDÚSTRIA SUCROENERGÉTICA Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br ANEXO XI– MÁQUINAS e IMPLEMENTOS para uso Agrícola e Florestal – EM VIGOR [EXCETO VER NOTA] PRAZO ATÉ 20-12-2013 : Subitem 6.5.1, para colhedoras; Subitens 15.1.2, 15.3, 15.4, 15.5, 15.12, 15.16, 15.21, 15.22, 15.23, 15.24 e 15.25 para máquinas autopropelidas; Subitens 6.5.2, 6.5.4, 6.6, 6.6.1 e 15.25.
  53. 53. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS CASES EMPRESAS AUDITADAS ANTES DEPOIS Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  54. 54. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS CASES EMPRESAS AUDITADAS Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  55. 55. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS CASES EMPRESAS AUDITADAS Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  56. 56. PRESERVANDO VIDAS E A NATUREZAPRESERVANDO VIDAS E A NATUREZA Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 – terotecbrito10@gmail.com
  57. 57. PRESERVANDO VIDAS E A NATUREZAPRESERVANDO VIDAS E A NATUREZA Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 – terotecbrito10@gmail.com
  58. 58. NOVA NR 12 – SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS e EQUIPAMENTOS AGRADECIMENTOS “ CONCENTRE-SE NOS PONTOS FORTES, RECONHEÇA AS FRAQUEZAS, AGARRE AS OPORTUNIDADES E PROTEJA-SE CONTRA AS AMEAÇAS” SUN TZU ( 500 aC ) “Muito obrigado pela oportunidade. Vamos em busca da melhoria continua com SSDC – SEGURANÇA, SAÚDE, DISPONIBILIDADE e CONFIABILIDADE “ Marco Brito “Muito obrigado pela oportunidade. Vamos em busca da melhoria continua com SSDC – SEGURANÇA, SAÚDE, DISPONIBILIDADE e CONFIABILIDADE “ Marco Brito Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 - terotecbrito@uol.com.br
  59. 59. Engº Marco Brito – TEROTEC/CPS- Cel. 81-99615110 – terotecbrito10@gmail.com

×