Bioecologia, monitoramento e
controle da mosca-das-frutas na
fruticultura de clima temperado
e videira
Marcos Botton, Embr...
Fotos: E. Hickel
E. Hickel
R. Machota Jr.
L.A.B. Salles
Anestor MezzomoAnestor Mezzomo
Hospedeiros
Danos
Luis Gonzaga Ribeiro
Marcelo Zart
Marcelo Zart
Marcelo Zart
Monitoramento
da mosca-das-frutas
L.A.B. Salles
0,00
0,20
0,40
0,60
0,80
1,00
1,20
out-06 nov-06 dez-06 dez-06 jan-07 fev-07 mar-07
Data
MAD
Niágara Rosada C.sauvignon Is...
Armadilha
Número médio de adultos de A. fraterculus capturados em pomar de pessegueiro com três tipos de
armadilhas iscadas com suco...
Atrativos
0,09
19,43
67,64
3,09
0
10
20
30
40
50
60
70
80
90
100
Torula Bioanastrepha Vinagre Suco Uva
Atrativos
MAD
Zart et al., 20...
0
100
200
300
400
500
7 dias 14 dias 21 dias 28 dias
Capturasacumuladasdeadultosde
Anastrephafraterculus Suco uva 25% Toru...
Suco de uva 25% CeraTrap®
0
10
20
30
40
BioA 5% CT 0 CT 7 CT 14 CT 21 CT 30 CT 40 CT 50 CT 60
N°médiodeadultosdeAnastrephafraterculus
capturados
Leg...
Controle
L.A.B. Salles
Controle Químico de Larvas
Supracid ou Lebaycid (21 dias)
Sumithion (14 dias)
Imidan (7 dias)
Perfekthion/Tiomet (3 dias)
EFICIÊNCIA DOS INSETICIDAS
0,00
20,00
40,00
60,00
80,00
100,00
120,00
Testemunha Decis 25 CE Sevin 480 SC Lorsban 480 BR M...
Figura. Nº médio de larvas vivas de A. fraterculus no interior de maçãs cv. ‘Gala’ 15 dias após aplicação dos tratamentos....
Macieira cv. ‘Eva’ - 16.02.2012
0
15
30
45
60
Imidan (200g/100L) Saurus (40g/100L) Testemunha
Porcentagem(%)defrutosdanifi...
Pessegueiro cv. ‘Chimarrita’ –
19.12.2011
0
10
20
30
40
50
60
70
Imidan (200g/100L) Saurus (40g/100L) Testemunha
Porcentag...
L.A.B. Salles
26/02/2009
A. Czermanski
F. Bello
Juliete Frigheto
Iscas tóxicas
Atrativo alimentar + inseticida
Iscas tóxicas
Pronto uso
Preparada na propriedade
Success*
Diluição: 1 L (produto): 1,5 L (água)/ha
1,5 L : 3,5 L água por ha
Preparo na Propriedade
Melaço 5 a 7% + Fosforado (malathion)
X L/ha
Gotas grossas
Isca-Tóxica
26/02/2009
A. Czermanski
F. Bello
Introdução geral
Proteína hidrolisada - Biofruit® + Fosforado
Preparo na Propriedade
W. Harter
Efeito de iscas tóxicas em gaiolas
0
10
20
30
40
50
60
70
80
90
1 2 3 4 5 6
Dias após aplicação
%deMortalidade
Biof+Malat
...
0
20
40
60
80
100
Success* 0,02 CB Malathion 0,15%
+ Biofruit 3%
Malathion 0,15%
+ Melaço 7%
Mortalidade(%)
SPLAT®-A-0.1% ...
Zart et al., 2007
Colheita
1,18
0,46
0,08
0
0,2
0,4
0,6
0,8
1
1,2
1,4
Testemunha Convencional (Lebaycid) Isca Toxica (Biofruti 3% + Malathon
0,2%)
Po...
40,8
22,5
4,2
0
5
10
15
20
25
30
35
40
45
Testemunha Convencional (Lebaycid) Isca tóxica (Biofruit 3% + Malathion 0,2%)
Po...
ANAMED®
Inseticida
SPLAT Atrativo
A&K
ANAMED®
Bioensaios de Laboratório
ANAMED (Spinosad)
Success/GF120 (Spinosad)
Biofruit (Proteína Hidrolisada) (3%) +
Malathion (0.1...
A
B
ruben_soad @yahoo.com.br
0,00
10,00
20,00
30,00
40,00
50,00
60,00
70,00
80,00
90,00
100,00
4h 24h 48h
Mortalidade (%) Anastrepha fraterculus
Anamed...
sol
0,00
10,00
20,00
30,00
40,00
50,00
60,00
70,00
80,00
90,00
100,00
21 dias 28 dias 35 dias
Mortalidade (%) A. fraterculus –...
Chuva
Com chuva simulada;
UPF;
Mudas de citros em estufa durante os testes de persistência a
radiação solar (1) e chuva simulada (2).
0,00
10,00
20,00
30,00
40,00
50,00
60,00
70,00
80,00
90,00
100,00
20 mm 50 mm
Mortality (%) A. fraterculus _ Rain fastness...
Conclusões
Eficácia equivalente as iscas convencionais
Maior persistência
Permite o emprego de inseticidas autorizados
par...
ANAMED – Pequenas áreas
Pomar orgânico
São Joaquim - SC
Área 01 – 1,2 ha
Área 02 – 2,76 ha
Pressão de borda
Safra 2009/2010
Redução das capturas – 74,24%
Frutos danificados Colheita
ANAMED – Áreas Grandes
ANAMED Aplicator
94
Splat Anamed - 60mm de chuva
0
10
20
30
40
50
60
12 HAF 24 HAF 36 HAF 48 HAF
Horas após o fornecimento (HAF)
Mortalidade(%...
Convencional (Isca com Melaço)
x
Anamed
Resultados de campo – Safra 2012/2013
Laboratório de Entomologia - Embrapa Uva e V...
Área tratada com
Splat Anamed
Flutuação populacional de adultos de A. fraterculus
0,0
0,5
1,0
1,5
2,0
2,5
3,0
3,5
22/10/12
29/10/1205/11/1212/11/12
19/1...
0
10
20
30
40
26.02.2013 22.03.2013
%frutoscompresençadelarvasde
Anastrephafraterculus
Convencional Splat Anamed
Avaliação...
ANAMED®
CeraTrap®
CeraTrap®
Ensaio visando o controle de adultos
de Anastrepha fraterculus
Resultados de campo – Safra 2011/2012
Data de instalação: 27.09.2011
Data final de avaliação: 09.12.2011
Armadilha: PET 2L com 2 aberturas de 4cm²
Nº de tratame...
CeraTrap
Testemunha
Avaliação da porcentagem de frutos danificados
38,5
63,7
46,5
75,6
0
20
40
60
80
1ª avaliação 2ª avaliação
Porcentagem(%)defrutosdanificados
CeraTrap Testemunha
21.11.20...
Média de 63,5 adultos de A. fraterculus capturados por armadilha
CeraTrap®
Ensaio de controle de adultos de
Anastrepha fraterculus
Pomares orgânicos de pessegueiro e macieira
Antônio Prad...
CeraTrap
Testemunha
Pessegueiro cv. ‘Eragil’
21,7
60,5
0
20
40
60
80
100
CeraTrap Testemunha
%frutoscompresençadelarvasde
Anastrephafraterculu...
Macieira cv. ‘Eva’
71,3
82
0
20
40
60
80
100
CeraTrap Testemunha
%frutoscompresençadelarvasde
Anastrephafraterculus
0
1
2
...
26/02/2009
A. Czermanski
F. Bello
Orifícios circulares
de 7mm Ø.
Uva de mesa cv. ‘Itália’ sob cobertura plástica
0
10
20
30
40
50
22.01.2013 01.02.2013 05.03.2013 05.04.2013
%cachoscompre...
CeraTrap®
Ensaio de evaporação
e atratividade
Vinhedos de uvas finas cv. ‘Moscato’
Farroupilha, RS – Safra 2012/2013
Legenda:
SG (Sensus grande), SP (Sensus pequena), PP (PET padrão), PT (PET transparente),
PV (PET verde), PT (PET metade a...
0.0
0.5
1.0
1.5
2.0
2.5
3.0
3.5
MT SM CS PT PV PM
MAS(moscas/armadilha/semana)
0
50
100
150
200
250
300
350
Volumefinal(mL...
Observações
Resumo
- Um novo atrativo para o
monitoramento
- Duas novas formulações de iscas
tóxicas
- Introdução da captura massal
- ...
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos

149 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
149
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

6ª apresentação do 5º horti serra gaúcha 23 5-2013 marcos

  1. 1. Bioecologia, monitoramento e controle da mosca-das-frutas na fruticultura de clima temperado e videira Marcos Botton, Embrapa Uva e Vinho Ruben Machota Jr., UFPel
  2. 2. Fotos: E. Hickel E. Hickel
  3. 3. R. Machota Jr.
  4. 4. L.A.B. Salles
  5. 5. Anestor MezzomoAnestor Mezzomo Hospedeiros
  6. 6. Danos
  7. 7. Luis Gonzaga Ribeiro
  8. 8. Marcelo Zart
  9. 9. Marcelo Zart
  10. 10. Marcelo Zart
  11. 11. Monitoramento da mosca-das-frutas
  12. 12. L.A.B. Salles
  13. 13. 0,00 0,20 0,40 0,60 0,80 1,00 1,20 out-06 nov-06 dez-06 dez-06 jan-07 fev-07 mar-07 Data MAD Niágara Rosada C.sauvignon Isabel Moscato Embrapa Zart et al., 2007
  14. 14. Armadilha
  15. 15. Número médio de adultos de A. fraterculus capturados em pomar de pessegueiro com três tipos de armadilhas iscadas com suco de uva a 25%. Bento Gonçalves, 2003. Scoz et al., 2005
  16. 16. Atrativos
  17. 17. 0,09 19,43 67,64 3,09 0 10 20 30 40 50 60 70 80 90 100 Torula Bioanastrepha Vinagre Suco Uva Atrativos MAD Zart et al., 2008 Efeito de atrativos alimentares na captura de adultos de A. fraterculus na cultura da videira.
  18. 18. 0 100 200 300 400 500 7 dias 14 dias 21 dias 28 dias Capturasacumuladasdeadultosde Anastrephafraterculus Suco uva 25% Torula IscaMosca 5% BioAnast. 5% CeraTrap Testemunha Ensaio de comparação de atrativos Machota Jr et al., 2012
  19. 19. Suco de uva 25% CeraTrap®
  20. 20. 0 10 20 30 40 BioA 5% CT 0 CT 7 CT 14 CT 21 CT 30 CT 40 CT 50 CT 60 N°médiodeadultosdeAnastrephafraterculus capturados Legenda: CT (CeraTrap®) com 0, 7, 14, 21, 30, 40, 50 e 60 dias de envelhecimento no campo.
  21. 21. Controle
  22. 22. L.A.B. Salles
  23. 23. Controle Químico de Larvas Supracid ou Lebaycid (21 dias) Sumithion (14 dias) Imidan (7 dias) Perfekthion/Tiomet (3 dias)
  24. 24. EFICIÊNCIA DOS INSETICIDAS 0,00 20,00 40,00 60,00 80,00 100,00 120,00 Testemunha Decis 25 CE Sevin 480 SC Lorsban 480 BR Malathion 1000 CE Imidam 500 PM Tiomet 400 CE Lebaycid Sumithion 500 CE Suprathion 400 CE TRATAMENTOS MÉDIADELARVAS MÉDIA DELARVAS VIVAS % NA REDUÇÃO DEDANO Nº médio de larvas de A. fraterculus por fruto e % de controle de larvas (Abbot) em maçã Gala proporcionado por inseticidas aplicados cinco dias após a postura em laboratório.
  25. 25. Figura. Nº médio de larvas vivas de A. fraterculus no interior de maçãs cv. ‘Gala’ 15 dias após aplicação dos tratamentos. Legenda: Fen = fentiona; Fos=fosmete; Imi + Ese = imidacloprid + espirotetramate; Chl = chlorantraniliprole; Cya = cyantraniliprole; Ese = espirotetramate; Mal = malationa; Aba = abamectina; Flb = flubendiamida; Esm = espinetoram; Esd = espinosade e Test = testemunha.
  26. 26. Macieira cv. ‘Eva’ - 16.02.2012 0 15 30 45 60 Imidan (200g/100L) Saurus (40g/100L) Testemunha Porcentagem(%)defrutosdanificados Mospilan
  27. 27. Pessegueiro cv. ‘Chimarrita’ – 19.12.2011 0 10 20 30 40 50 60 70 Imidan (200g/100L) Saurus (40g/100L) Testemunha Porcentagem(%)defrutosdanificados Mospilan
  28. 28. L.A.B. Salles
  29. 29. 26/02/2009 A. Czermanski F. Bello
  30. 30. Juliete Frigheto
  31. 31. Iscas tóxicas Atrativo alimentar + inseticida
  32. 32. Iscas tóxicas Pronto uso Preparada na propriedade
  33. 33. Success* Diluição: 1 L (produto): 1,5 L (água)/ha 1,5 L : 3,5 L água por ha
  34. 34. Preparo na Propriedade Melaço 5 a 7% + Fosforado (malathion) X L/ha
  35. 35. Gotas grossas
  36. 36. Isca-Tóxica
  37. 37. 26/02/2009 A. Czermanski F. Bello
  38. 38. Introdução geral Proteína hidrolisada - Biofruit® + Fosforado Preparo na Propriedade
  39. 39. W. Harter
  40. 40. Efeito de iscas tóxicas em gaiolas 0 10 20 30 40 50 60 70 80 90 1 2 3 4 5 6 Dias após aplicação %deMortalidade Biof+Malat Mel+Malat Success Efeito de iscas tóxicas sobre A. fraterculus em gaiolas em casa de vegetação (Harter, 2009)
  41. 41. 0 20 40 60 80 100 Success* 0,02 CB Malathion 0,15% + Biofruit 3% Malathion 0,15% + Melaço 7% Mortalidade(%) SPLAT®-A-0.1% SPLAT®-B-0.1% SPLAT®-C-0.1% SPLAT®-A-0.2% Success® 0.02CB Malathion 0.15% + Biofruit® 3% Malathi + Molas 0 20 40 60 80 100 24HAA 48HAA 72HAA 96HAA 0 20 40 60 80 100 24HAA 48HAA 72HAA 96HAA 0 20 40 60 80 100 24HAA 48HAA 72HAA 96HAA 0 20 40 60 80 00 24HAA 48HAA 72HAA 96HAA24HAA 48HAA 72HAA 96HAA Mortalidade (%) de adultos de Diachasmimorpha longicaudata em 24, 48, 72 e 96 horas após aplicação (HAA) de iscas tóxicas, em laboratório. (Zanardi, 2011)
  42. 42. Zart et al., 2007 Colheita
  43. 43. 1,18 0,46 0,08 0 0,2 0,4 0,6 0,8 1 1,2 1,4 Testemunha Convencional (Lebaycid) Isca Toxica (Biofruti 3% + Malathon 0,2%) Porcentagem de bagas da cultivar Moscato danificadas por A. fraterculus após o emprego de diferentes estratégias de controle (Zart et., al 2007).
  44. 44. 40,8 22,5 4,2 0 5 10 15 20 25 30 35 40 45 Testemunha Convencional (Lebaycid) Isca tóxica (Biofruit 3% + Malathion 0,2%) Porcentagem de cachos da cultivar Moscato danificadas por A. fraterculus após o emprego de diferentes estratégias de controle (Zart et., al 2007).
  45. 45. ANAMED®
  46. 46. Inseticida SPLAT Atrativo A&K
  47. 47. ANAMED®
  48. 48. Bioensaios de Laboratório ANAMED (Spinosad) Success/GF120 (Spinosad) Biofruit (Proteína Hidrolisada) (3%) + Malathion (0.15%) Controle (Testemunha) – Proteína hidrolisada Borges et al (2009)
  49. 49. A B ruben_soad @yahoo.com.br
  50. 50. 0,00 10,00 20,00 30,00 40,00 50,00 60,00 70,00 80,00 90,00 100,00 4h 24h 48h Mortalidade (%) Anastrepha fraterculus Anamed (Spin 0,1%) Success Biofrut (3%) - Malathion (0,15%) Testemunha 4h 24h 48h Anamed (Spin 0,1%) 21,50 80,11 91,88 Success 14,25 87,96 100,00 Biofrut (3%) - Malathion (0,15%) 32,25 63,87 87,96 Testemunha 0,00 1,00 1,00
  51. 51. sol
  52. 52. 0,00 10,00 20,00 30,00 40,00 50,00 60,00 70,00 80,00 90,00 100,00 21 dias 28 dias 35 dias Mortalidade (%) A. fraterculus – Casa de vegetação Anamed (Spin 0,1%) Success Biofrut (3%) - Malathion (0,15%) Testemunha 21 dias 28 dias 35 dias Anamed (Spin 0,1%) 100,00 60,00 48,00 Success 91,70 64,00 48,00 Biofrut (3%) - Malathion (0,15%) 91,70 40,00 11,00 Testemunha 1,00 0,00 0,00
  53. 53. Chuva
  54. 54. Com chuva simulada; UPF;
  55. 55. Mudas de citros em estufa durante os testes de persistência a radiação solar (1) e chuva simulada (2).
  56. 56. 0,00 10,00 20,00 30,00 40,00 50,00 60,00 70,00 80,00 90,00 100,00 20 mm 50 mm Mortality (%) A. fraterculus _ Rain fastness Anamed (Spin 0,1%) Success Biofrut (3%) - Malathion (0,15%) Testemunha 20 mm 50 mm Anamed (Spin 0,1%) 70,51 49,01 Success 33,38 5,14 Biofrut (3%) - Malathion (0,15%) 14,10 1,28 Testemunha 1,00 0,00
  57. 57. Conclusões Eficácia equivalente as iscas convencionais Maior persistência Permite o emprego de inseticidas autorizados para a cultura Seletivo a abelhas e inimigos naturais
  58. 58. ANAMED – Pequenas áreas
  59. 59. Pomar orgânico São Joaquim - SC Área 01 – 1,2 ha Área 02 – 2,76 ha
  60. 60. Pressão de borda
  61. 61. Safra 2009/2010 Redução das capturas – 74,24%
  62. 62. Frutos danificados Colheita
  63. 63. ANAMED – Áreas Grandes
  64. 64. ANAMED Aplicator
  65. 65. 94
  66. 66. Splat Anamed - 60mm de chuva 0 10 20 30 40 50 60 12 HAF 24 HAF 36 HAF 48 HAF Horas após o fornecimento (HAF) Mortalidade(%)deadultosde Anastrephafraterculus Splat Anamed – após 15 dias e 60mm de chuva
  67. 67. Convencional (Isca com Melaço) x Anamed Resultados de campo – Safra 2012/2013 Laboratório de Entomologia - Embrapa Uva e Vinho Bento Gonçalves, RS
  68. 68. Área tratada com Splat Anamed
  69. 69. Flutuação populacional de adultos de A. fraterculus 0,0 0,5 1,0 1,5 2,0 2,5 3,0 3,5 22/10/12 29/10/1205/11/1212/11/12 19/11/1226/11/12 03/12/1210/12/1217/12/12 24/12/1231/12/12 07/01/1314/01/1321/01/13 28/01/1304/02/1311/02/13 18/02/1325/02/13 04/03/1311/03/1318/03/13 25/03/1301/04/13 08/04/1315/04/1322/04/13 29/04/13 MAD(moscas/armadilha/dia) Convencional Splat Anamed colheita colheita
  70. 70. 0 10 20 30 40 26.02.2013 22.03.2013 %frutoscompresençadelarvasde Anastrephafraterculus Convencional Splat Anamed Avaliação de danos na colheita
  71. 71. ANAMED®
  72. 72. CeraTrap®
  73. 73. CeraTrap® Ensaio visando o controle de adultos de Anastrepha fraterculus Resultados de campo – Safra 2011/2012
  74. 74. Data de instalação: 27.09.2011 Data final de avaliação: 09.12.2011 Armadilha: PET 2L com 2 aberturas de 4cm² Nº de tratamentos: 2 (com e sem CeraTrap®) Densidade: 100 armadilhas/ha Área CeraTrap: 80x30m (0,24 ha) – 24 armadilhas Caminhos de Pedra, Bento Gonçalves, RS Pomar orgânico de pessegueiro cv. ‘Chimarrita’
  75. 75. CeraTrap Testemunha
  76. 76. Avaliação da porcentagem de frutos danificados
  77. 77. 38,5 63,7 46,5 75,6 0 20 40 60 80 1ª avaliação 2ª avaliação Porcentagem(%)defrutosdanificados CeraTrap Testemunha 21.11.2011 09.12.2011
  78. 78. Média de 63,5 adultos de A. fraterculus capturados por armadilha
  79. 79. CeraTrap® Ensaio de controle de adultos de Anastrepha fraterculus Pomares orgânicos de pessegueiro e macieira Antônio Prado, RS – Safra 2012/2013
  80. 80. CeraTrap Testemunha
  81. 81. Pessegueiro cv. ‘Eragil’ 21,7 60,5 0 20 40 60 80 100 CeraTrap Testemunha %frutoscompresençadelarvasde Anastrephafraterculus 0 1 2 3 4 nºmédiodelarvasde Anastrephafraterculusporfruto % frutos com larvas nº médio de larvas * CeraTrap: média de 28,4 moscas capturadas/ armadilha.
  82. 82. Macieira cv. ‘Eva’ 71,3 82 0 20 40 60 80 100 CeraTrap Testemunha %frutoscompresençadelarvasde Anastrephafraterculus 0 1 2 3 4 nºmédiodelarvasde Anastrephafraterculusporfruto % frutos com larvas nº médio de larvas * CeraTrap: média de 176,1 moscas capturadas/ armadilha.
  83. 83. 26/02/2009 A. Czermanski F. Bello
  84. 84. Orifícios circulares de 7mm Ø.
  85. 85. Uva de mesa cv. ‘Itália’ sob cobertura plástica 0 10 20 30 40 50 22.01.2013 01.02.2013 05.03.2013 05.04.2013 %cachoscompresençadedanoporlarvasde Anastrephafraterculus CeraTrap Convencional
  86. 86. CeraTrap® Ensaio de evaporação e atratividade Vinhedos de uvas finas cv. ‘Moscato’ Farroupilha, RS – Safra 2012/2013
  87. 87. Legenda: SG (Sensus grande), SP (Sensus pequena), PP (PET padrão), PT (PET transparente), PV (PET verde), PT (PET metade amarelo). SG SP PP PT PV PM
  88. 88. 0.0 0.5 1.0 1.5 2.0 2.5 3.0 3.5 MT SM CS PT PV PM MAS(moscas/armadilha/semana) 0 50 100 150 200 250 300 350 Volumefinal(mL) MAS Volume final (mL) Legenda: MT (armadilha MaxiTrap); SM (armadilha Sensus modificada); CS (armadilha CeraTrap System); PT (armadilha PET transparente); PV (armadilha PET verde) e PM (armadilha PET metade inferior amarela).
  89. 89. Observações
  90. 90. Resumo - Um novo atrativo para o monitoramento - Duas novas formulações de iscas tóxicas - Introdução da captura massal - Projetos em amplas áreas

×