AD no Pátio:
experimentando a Áudio-
descrição no Pátio do
Colégio
Evento no marco de estudo
O que é AD?
Segundo um dos maiores entendedores da área no
Brasil:
“De modo a responder ao direito de acesso à
comunicação...
Local
• O local foi escolhido pois, ele é amplo,
plano e é de fácil acesso.
Materiais necessários
• 3 Tendas amplas e fechadas
• Cadeiras e mesas
• Mesas de som, equipamento para
tradução simultânea...
Programação
Ítem Horário
Mini-curso sobre AD com Rosa
Matsushita
Duas turmas de até 30 pessoas
uma as 09hs e outra as 15hs...
Especificações
• Mini-Curso sobre Áudio-descrição: explicação
sobre AD; realização de atividades que facilitem o
entendime...
Informações importantes
• DATA: 5 DE DEZEMBRO
(comemoração do Dia da
Acessibilidade).
• LOCAL: Pátio do Colégio.
APOIO
• Fundação Dorina Nowill;
• Instituto Laramara;
• Prefeitura da Cidade de São Paulo.
Dados importantes
• Aluna: Dóris Kobayashi Calvo de Sant’ana
• Professores: Carlos Alexandre Pompeu e Cláudio
Roberto Cand...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

AD no Pátio: experimentando a Áudio-descrição no Pátio do Colégio

164 visualizações

Publicada em

Trabalho da escolha de um evento em um marco de estudo da aluna Dóris.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
164
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

AD no Pátio: experimentando a Áudio-descrição no Pátio do Colégio

  1. 1. AD no Pátio: experimentando a Áudio- descrição no Pátio do Colégio Evento no marco de estudo
  2. 2. O que é AD? Segundo um dos maiores entendedores da área no Brasil: “De modo a responder ao direito de acesso à comunicação e à informação, portanto, surge uma técnica, e um profissional que a emprega: a áudio- descrição e o áudio-descritor, bem como são desenvolvidas tecnologias para a aplicação dessa técnica. Todavia, a áudio-descrição não é uma descrição qualquer, despretensiosa, sem regras, aleatória. Trata-se de uma descrição regrada, adequada a construir entendimento, onde antes não existia, ou era impreciso; uma descrição plena de sentidos e que mantém os atributos de ambos os elementos, do áudio e da descrição, com qualidade e independência. É assim que a áudio-descrição deve ser: a ponte entre a imagem não vista e a imagem construída na mente de quem ouve a descrição. Logo, a união dos sentidos se dá por uma ponte em cujas extremidades estão a imagem e a descrição. Essa ponte, o áudio-descritor, vem conduzir a imagem que sem a descrição será inacessível às pessoas com deficiência visual, mas que, com a áudio-descrição, tomará sentido.” (Francisco Lima)
  3. 3. Local • O local foi escolhido pois, ele é amplo, plano e é de fácil acesso.
  4. 4. Materiais necessários • 3 Tendas amplas e fechadas • Cadeiras e mesas • Mesas de som, equipamento para tradução simultânea, transmissão de fm, microfone, caixas de som. • 1 Poltrona • Tela de projeção • 25 voluntários • Responsáveis: Rosa Matsushita, Dóris e Rosângela Barqueiro
  5. 5. Programação Ítem Horário Mini-curso sobre AD com Rosa Matsushita Duas turmas de até 30 pessoas uma as 09hs e outra as 15hs Mostra de filmes com AD 9hs Frozen 12hs Ensaio sobre a cegueira 15hs Malévola Contação de Histórias com Cristina Kenne Três turmas de até 30 pessoas Horários: 9hs, 12hs e 15hs. Missa com AD Missa das 17hs
  6. 6. Especificações • Mini-Curso sobre Áudio-descrição: explicação sobre AD; realização de atividades que facilitem o entendimento sobre o tema e bate papo com deficientes visuais Carlos, Edgar e Antonio Carlos. • Mostra de filmes: filmes com AD. • Contação de Histórias: duas histórias contadas com as pessoas de olhos vendados (Momotaro e A almofada que não dizia tchau). • Missa: missa rezada com o recurso da AD.
  7. 7. Informações importantes • DATA: 5 DE DEZEMBRO (comemoração do Dia da Acessibilidade). • LOCAL: Pátio do Colégio.
  8. 8. APOIO • Fundação Dorina Nowill; • Instituto Laramara; • Prefeitura da Cidade de São Paulo.
  9. 9. Dados importantes • Aluna: Dóris Kobayashi Calvo de Sant’ana • Professores: Carlos Alexandre Pompeu e Cláudio Roberto Candido. • Eventos 1º semestre • FATEC Ipiranga

×