Massagem com pedras quentes (2)

2.378 visualizações

Publicada em

Massagem com Pedras Quentes. Terapia alternativa de massagem que auxilia na diminuição das dores através do calor.

Publicada em: Saúde e medicina
1 comentário
12 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.378
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
1
Gostaram
12
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Massagem com pedras quentes (2)

  1. 1. MASSAGEM COM PEDRAS QUENTES Profª Marisa Rodrigues de Santana
  2. 2. HISTÓRIA  O Escrito mais antigo que relata a história das Pedras Quentes é o livro Amarelo escrito a 3.000,00 mil anos por um imperador Chinês, utilizavam as pedras quentes para curas doenças.  Dinastia Shang (Cir. 2000-1500 AC) – Aliviar a musculatura.  Monges - Na antiguidade a cerca de 2.000,00 mil anos, para controlar a fome, quando estavam em jejum.  Índios - Nos rituais de cura escolhiam pedras específicas.  Índios - No período menstrual – Helioterapia.  Índios – Na cerimônia de puberdade.
  3. 3. COMO SE FORMAM AS PEDRAS  As magmáticas ou ígneas: surgem a partir da solidificação de materiais fundidos (rochas terrestres antigas), exemplo: as lavas vulcânicas.  Rochas Sedimentares: Formadas pelo agrupamento de diversos sedimentos, que são pedaços de outras rochas que se soltam com a ação do vento, da água, da temperatura e das geleiras.  Rochas metamórficas: Sua formação é feita a partir das duas anteriores, por ação da alta temperatura pressão sobre as rochas preexistentes. Isso acontece quando os continentes colidem. As rochas quando estão na superfície da terra, sofrem constantes desgastes ( erosão) e tendem a reduzir de tamanho.
  4. 4. AS PEDRAS MAIS UTILIZADAS  A terapia com pedras quentes, é realizada com pedras brasileiras ou vulcânicas, dentre as mais indicadas temos: ágata, calcedônia, feldspato, seixos, basalto, amigdalóide ou pedras plutônicas.
  5. 5. CRISTAIS  Os cristais que são usados nas massagens são de origem do magma, que significa rocha derretida, ou de gases do interior da terra, ou dos fluxos de lavas vulcânicas.
  6. 6. MASSAGEM COM PEDRAS QUENTES  Essa técnica tem o objetivo de explorar as formas e sensações que uma  pedra pode passar para o ser humano, são ricas em sais minerais,  contém uma herança energética a milhões de anos e tem a capacidade  de reter calor, que em contato com o corpo penetra nas camadas  profundas do músculo dando uma sensação de relaxamento e bem estar.
  7. 7. MASSAGEM COM PEDRAS QUENTES  A massagem de pedras quentes tem origem sueca e do shiatsu, somando as teorias de moxa, uma técnica oriental que usa a termoterapia para curar.  As pedras que usamos na massagem são  do tipo roladas, tem formas arredondadas ou ovuladas, aumentando e facilitando o deslizamento sem causar atrito nos locais aplicados.  O tamanho das pedras escolhidas são de acordo com o local a ser aplicado e o formato é escolhido de acordo com o encaixe melhor de  cada região do corpo.
  8. 8. FUNÇÃO  TERMOTERAPIA  Promove a vasodilatação – Acelera o metabolismo - Nutrição, quebra de gordura, linfa.  O fígado o intestino e os rins, passam por um processo de desintoxicação.
  9. 9. CHAKRAS  Centros de energia situadas na metade do nosso corpo. São receptores de energia universal, se estendem do corpo físico para o exterior, podendo se localizar tanto na frente como nas costas.  Podem ser reconhecido como rodas, discos ou vórtices de energia.  Cada chakra possui o seu respectivo nome, som, cor, símbolo e frequência elétrica.  Os chakras estão registrados em culturas antigas e referenciados como pontos energéticos utilizados para cura e progresso energético e Espiritual.  Quando não funcionam em harmonia com o corpo, pode significar doença física ou de fundo emocional.
  10. 10. MULADHARA CHAKRA BASE OU RAIZ  Nome em sânscrito: MULADHARA ("Base e fundamento"; "Suporte")  Pétalas: 4.  Localização: Base da Espinha.  Cor: Vermelho.  Elemento: Terra.  Funções: Traz vitalidade para o corpo físico.  Qualidades Positivas: Coragem, Estabilidade. Individualidade, Paciência, Saúde, Sucesso e Segurança.  Qualidades Negativas: Insegurança, Raiva, Tensão e Violência.  É responsável pela energização geral do organismo. Quando esse chakra é estimulado, propicia uma boa captação energética.
  11. 11. SVADHISTHANA CHAKRA ESPLÊNICO, SACRO OU DO BAÇO  Nome em sânscrito: SWADHISTANA ("Morada do Prazer")  Pétalas: 6.  Localização: Abaixo do umbigo - Chacra órgão genital e base da barriga.  Cor: Laranja.  Elemento: Água.  Funções: Força e vitalidade física.  Qualidades Positivas: Assimilação de novas ideias, Dar e Receber, Desejo, Emoções, Mudanças, Prazer, Saúde e Tolerância.  Qualidades Negativas: Confusão, Ciúme, Impotência, Problemas da bexiga e Problemas Sexuais.  Relaciona-se com o poder criador da energia sexual. Quando esse chakra está enfraquecido indica distúrbios da sexualidade ou disfunções endócrinas. Quando excessivamente energizado, indica excesso de hormônios e sexualidade exacerbada.
  12. 12. MANIPURA CHAKRA DO PLEXO SOLAR  Nome em sânscrito: MANIPURA ("Cidade das Jóias")  Pétalas: 10.  Localização: Umbigo.  Cor: Amarelo.  Elemento: Fogo.  Funções: Digestão, emoções e metabolismo.  Cristais: Âmbar, Olho de Tigre e Ouro.  Qualidades Positivas: Auto controle, Autoridade, Energia, Humor, Imortalidade, Poder pessoal e Transformação.  Qualidades Negativas: Medo, Ódio, Problemas digestivos e Raiva.  Está relacionado com as emoções. Quando muito energizado, indica que a pessoa é voltada para as emoções e prazeres imediatos. Quando fraco sugere carência energética, baixo magnetismo, suscetibilidade emocional e a possibilidade de doenças crônicas.
  13. 13. ANAHATA CHAKRA CARDÍACO  Nome em sânscrito: ANAHATA ("Invicto"; "Inviolado")  Pétalas: 12.  Localização: Coração.  Cor: Verde (cura e energia vital); Rosa (Amor).  Elemento: Ar.  Funções: Energiza o sangue e o corpo físico.  Qualidades Positivas: Amor incondicional, Compaixão, Equilíbrio, Harmonia e Paz.  Qualidades Negativas: Desequilíbrio, Instabilidade emocional, Problemas de coração e circulação.  Relaciona-se principalmente com o timo e o coração. Sua energia corresponde ao amor e à devoção, como formas sutis e elevadas de emoção. Quando ativado desenvolve todo o potencial para o amor altruísta. Os sentimentos humanos egoístas desaparecem e nasce em si uma canalização para tudo que recebe e sente, iniciando o caminho para a consciência. Quando enfraquecido indica a necessidade de se libertar do egoísmo e de cultivar maior dedicação ao próximo. No aspecto físico, também pode indicar doenças cardíacas.
  14. 14. VISHUDDHA CHAKRA LARÍNGEO  Nome em sânscrito: VISHUDDA ("O purificador")  Pétalas: 16.  Localização: Na garganta.  Cor: Azul claro.  Elemento: Éter.  Funções: Som, vibração, comunicação.  Qualidades Positivas: Comunicação, Criatividade, Conhecimento, Honestidade, Integração, Lealdade e Paz.  Qualidades Negativas: Depressão, Ignorância e Problemas na comunicação.  Relaciona-se com a capacidade de percepção mais sutil, com o entendimento e com a voz. Quando desenvolvido, de forma geral, indica força de caráter, grande capacidade mental e discernimento. Em caso contrário, pode indicar doenças tireoidianas e fraquezas de diversas funções físicas, psíquicas ou mentais.
  15. 15. AJÑA CHAKRA FRONTAL TERCEIRO OLHO  Nome em sânscrito: AJÑA ("O Centro de comando")  Pétalas: 2.  Localização: Na testa, entre as sobrancelhas.  Cor: Azul escuro.  Elemento: Todos os elementos.  Funções: Revitaliza sistema nervoso e a visão.  Qualidades Positivas: Concentração, Devoção, Intuição, Imaginação, Realização da alma e Sabedoria.  Qualidades Negativas: Dores de cabeça, Medo, Problema nos olhos, Pesadelos e Tensão  Está ligado à capacidade intuitiva e à percepção sutil. Quando bem desenvolvido, pode indicar um sensitivo de alto grau. Enfraquecido aponta para um certo primitivismo psico-mental ou, no aspecto físico, para tumoração craniana.
  16. 16. SAHASRARA CHAKRA COROA  Nome em sânscrito: SAHASRARA ("O Lótus das mil pétalas")  Pétalas: 1000.  Localização: No topo da cabeça, bem no centro.  Cor: Violeta e Branco.  Elemento: Todos os elementos.  Funções: Revitaliza o cérebro.  Qualidades Positivas: Percepção além do tempo e do espaço. Abre a consciência para o infinito.  Qualidades Negativas: Alienação, Confusão, Depressão e Falta de Inspiração.  Relaciona-se com o padrão energético global da pessoa. Conhecido como chakra da coroa, é representado na tradição indiana por uma flor-de-lótus de mil pétalas na cor violeta. A tradição de coroar os reis fundamenta-se no princípio da estimulação deste chakra, de modo a dinamizar a capacidade espiritual e a consciência superior do ser humano.
  17. 17. INDICAÇÕES  Stress  Prisão de Ventre  Músculos atrofiados  Circulação sanguínea deficiente  Cólica menstrual  Cansaço, angustia, depressão e obesidade  Gordura localizada e celulite
  18. 18. CONTRA INDICAÇÃO  Infecções agudas  Tumores e Câncer  Asma aguda  Alterações vasculares  Cistite aguda  Ferimentos  Doenças da pele
  19. 19. CUIDADOS ESPECIAIS COM AS PEDRAS  As pedras devem estar sempre limpas a cada cliente, lavadas com água e sabão e colocadas em cuba de alumínio ou panela de ágata com água Aquecida à 45ºC.  Quando pegar uma pedra da cuba ou da panela aquecida, secar antes de levar ao cliente.  Fazer o uso de óleos específicos para o deslizamento adequado.  Quando a pedra perder o calor, retorná-la a panela, e pegar outra.
  20. 20. CUIDADOS COM O CLIENTE  A quantidade de pressão exercida na pedra irá depender do conforto do cliente, ele não pode em hipótese alguma sentir dor ou desconforto.  A massagem deverá ser sempre agradável ao cliente.  Durante a massagem, pergunte se esta confortável e se esta tudo bem com ele.  Verificar a temperatura da pedra antes de colocar no cliente.
  21. 21. REFERÊNCIAS  SZERMAN, Ala. Terapia das Pedras Quentes. 2001  - Material não publicado  MOTOYAMA, Hiroshi Teoria dos chakras. São Paulo, Editora Cultrix, ...  BESANT, Annie O Homem e os seus Corpos. Biblioteca de Teosofia, vol. IX.  BESANT, Annie W.; LEADBEATER, C. W. Formas de Pensamento. SP, Ed. Pensamento, Maio, 2011  MELO, Jacob. O Passe - seu estudo, suas técnicas, sua prática. RJ, FEB, 1992.  LEADBEATER C. W. Os Chakras, os centros magnéticos vitais do ser humano. SP, Ed. Pensamento, 1956 . Maio, 2011

×