BAHIA. SEGUNDA-FEIRA, 18 de Outubro de 2010                                                ANO III N°069

                ...
2      BAHIA. SEGUNDA-FEIRA, 18 de Outubro de 2010                                         ANO III N°069


       requisit...
ANO III N°069                                        BAHIA. SEGUNDA-FEIRA, 18 de Outubro de 2010      3
4.10. Às pessoas p...
4      BAHIA. SEGUNDA-FEIRA, 18 de Outubro de 2010                                           ANO III N°069


    5.28. Em ...
ANO III N°069                                        BAHIA. SEGUNDA-FEIRA, 18 de Outubro de 2010       5
  venha a ser apr...
6      BAHIA. SEGUNDA-FEIRA, 18 de Outubro de 2010                                           ANO III N°069


    9.7. Os r...
ANO III N°069                                        BAHIA. SEGUNDA-FEIRA, 18 de Outubro de 2010        7
       11.9.5. P...
8      BAHIA. SEGUNDA-FEIRA, 18 de Outubro de 2010                                           ANO III N°069


    números p...
ANO III N°069                                         BAHIA. SEGUNDA-FEIRA, 18 de Outubro de 2010         9
angioneurotico...
10             BAHIA. SEGUNDA-FEIRA, 18 de Outubro de 2010                                                                ...
Edital do concurso de Barro Preto
Edital do concurso de Barro Preto
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Edital do concurso de Barro Preto

2.014 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.014
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
23
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Edital do concurso de Barro Preto

  1. 1. BAHIA. SEGUNDA-FEIRA, 18 de Outubro de 2010 ANO III N°069 inexata ou, ainda, que não atenda a todas as condições Ato Oficial estabelecidas neste Edital, terá sua inscrição cancelada e, em conseqüência, serão anulados todos os atos dela ESTADO DA BAHIA decorrentes, mesmo que aprovado nas provas e etapas, e PREFEITURA DO MUNICIPIO DE BARRO PRETO que o fato seja constatado posteriormente. 2.4. Para se inscrever no certame o candidato (a) necessita EDITAL DE CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2010 ter a idade mínima de 18 anos, salvo para o cargo de PARA ABERTURA DE INSCRIÇÕES Motorista Categoria D e E que a idade mínima é de 21 anos. 03 - DAS INSCRIÇÕES Concurso Público para provimento de vagas e cargos 3. DAS INSCRIÇÕES existentes no Município de BARRO PRETO, Estado da Bahia. 3.1. As inscrições serão realizadas apenas presencialmente, O Prefeito Municipal de BARRO PRETO, no uso de suas atri- no período entre 18 a 29 de outubro nos seus dias úteis nos buições e tendo em vista o cumprimento do disposto no Art. horários de 08h as 12h, e 13h30min as 17h no Sindicato 37, inciso II da Constituição Federal e com fundamento nas Rural de Barro Preto, localizado na Rua Antonio Osório Batista S/n – Centro – BA, salvo por solicitação devidamente Leis Municipais, e Portaria Municipal de nº 081/2010 que fundamentada pelo Chefe do Poder Executivo, hipótese que cria a comissão organizadora deste certame, se faz saber poderá ser prorrogado o período de inscrição, por tempo não que realizará o Concurso Público para provimento de vagas superior a 05 (cinco) dias, para esta empresa CONPEVEM. nos cargos existentes no quadro da Administração Pública, 3.1.1 A inscrição deverá ser feita pessoalmente, e na nos termos deste Edital e instruções que o integram, su- impossibilidade do candidato, por procuração não ma- bordinados ao regime administrativo do Estatuto dos Servi- nuscrita (ver modelo no anexo III), que não precisa ser dores Públicos Municipais do Município de BARRO PRETO, reconhecida em cartório. Lei Municipal nº 370 de 29 de Dezembro de 2003. Eis que 3.1.2. O candidato ou seu procurador é responsável pelas o concurso sob análise será executado pela CONPEVEM – informações prestadas no momento da Inscrição. Concursos Públicos Pesquisas Eventos e Marketing – S/C. 3.1.3. A inscrição por procuração será aceita mediante a 01 - CONCURSO PÚBLICO entrega do respectivo mandato, acompanhada de cópia 1-1 INSTRUÇÕES: do documento de identidade do candidato e apresentação 1. DO CONCURSO PÚBLICO da Cédula de Identidade do procurador. 1.2. Do total de vagas aos cargos que vierem a ser oferecidos 3.2. No ato da inscrição, o candidato deverá indicar sua opção durante o prazo de validade deste Concurso Público, 5% de cargo observado no anexo II deste Edital. (cinco por cento) serão reservadas aos portadores de 3.3. O candidato deverá optar por apenas um cargo necessidades especiais, desde que a necessidade especial correspondente no anexo supracitado. não seja incompatível ao exercício do cargo, nos termos do 3.4. Efetivada a inscrição, não será permitida alteração de artigo 37, §VIII, da Constituição Federal, da Lei n°370, de 29 cargo. de dezembro de 2003 do disposto neste Edital. 3.5. Para inscrever-se, o candidato deverá no período de 1.3. O prazo de validade do Concurso será de 02 (dois) anos, inscrição: contados a partir da data da homologação do resultado final, 3.5.1. Ler na integra o Edital (publicado no site, www. podendo, a critério da administração pública municipal, ser conpevem.net.br e em instituições públicas da cidade de prorrogado uma vez por igual período. BARRO PRETO); 1.4. Os cargos, as vagas, as vagas para candidatos portadores 3.5.2. O depósito ou a transferência referente à taxa de de necessidades especiais, a carga horária semanal, as inscrição deverá ser feito até o último dia de inscrição, em remunerações, os requisitos/escolaridade exigidos e a taxa agência bancária do Banco Bradesco, Agência 3022-8, de inscrição são os estabelecidos no anexo II. Conta Corrente 14.575-0, Favorecido Conpevem Concur- 02 - DAS CONDIÇÕES PARA INSCRIÇÃO sos Públicos, Eventos e Marketing S/C, (não serão aceitos DAS CONDIÇÕES PARA INSCRIÇÃO depósitos em Caixas Eletrônicos) e não será devolvida em 2.1. A inscrição do candidato implicará o conhecimento e hipótese alguma a taxa de inscrição; a tácita aceitação das normas e condições estabelecidas 3.5.3. Não será aceita qualquer forma de pagamento neste Edital. que não seja a especificada neste Edital conforme o item 2.2. O candidato será responsável por qualquer erro e 3.5.2.; omissão, bem como pelas informações prestadas no ato de 3.5.4. O valor da taxa de inscrição para realização do inscrição. O candidato que não satisfizer a todas as condições Concurso está definido no anexo II deste edital; estabelecidas neste Edital não será admitido. 3.5.5. Antes de efetuar o recolhimento da taxa de inscri- 2.3. O candidato que prestar qualquer declaração falsa, ção, o candidato deverá estar ciente de que disporá dos Este documento foi assinado digitalmente por AC SERASA SRF ICP-BRASIL.
  2. 2. 2 BAHIA. SEGUNDA-FEIRA, 18 de Outubro de 2010 ANO III N°069 requisitos necessários para admissão ao cargo pretendido, 4.3.1. O candidato portador de deficiência que necessite de especificados neste Edital, caso venha ser aprovado; tratamento diferenciado para a realização das provas de- 3.5.6. A devolução da importância paga somente ocorrerá verá requerê-lo e apresentar justificativa acompanhada de numa possibilidade remota de o Concurso Público não parecer emitido por especialista da área de sua deficiência. ser realizado; O parecer citado deverá ser anexado ao requerimento de Inscrição. Caso o candidato não envie o parecer do espe- 3.5.7. A formalização da inscrição somente se dará caso cialista, não realizará as provas em condições especiais, o candidato esteja munido com: o comprovante da Ope- mesmo que tenha assinalado tal opção no Requerimento ração (depósito ou transferência) emitido pela instituição de Inscrição e apresente o laudo médico para concorrer bancária; de qualquer documento que o identifique (ori- pelo cadastro de portador de necessidades especiais. ginal e uma fotocópia nítida, que ficará retida no balcão de atendimento), vale ressaltar que o mesmo documento 4.4. O candidato portador de deficiência que não declarar tais utilizado no ato de inscrição deverá ser apresentado para opções (vagas reservadas e/ou tratamento diferenciado) no a realização das provas; ato de inscrição e/ou o que não enviar laudo médico e/ou parecer emitido por especialista da área de sua deficiência 3.5.8. 05 (cinco) dias após o término das inscrições, o conforme determinado nos itens 4.2 e 4.3.1 deixará de candidato deverá conferir no site www.conpevem.net.br concorrer às vagas reservadas às pessoas portadoras de as inscrições homologadas. Caso seja detectada a falta deficiência ou de dispor das condições diferenciadas e não do nome de algum candidato, o mesmo deverá entrar em poderá impetrar recurso em favor quanto a esta situação. contato com a CONPEVEM através do e-mail conpevemcon- cursos@hotmail.com, para relatar o ocorrido; 4.5. Os candidatos que se declararem portadores de deficiência participarão do presente concurso público em 3.5.9. É de inteira responsabilidade do candidato à manu- igualdade de condições com os demais candidatos no que tenção sob sua guarda do comprovante do depósito da taxa concerne ao conteúdo das provas, à avaliação e aos critérios de inscrição, para posterior apresentação, se necessário; de aprovação, ao horário e ao local de aplicação das provas e 3.5.10. Informações complementares referentes às inscri- às notas mínimas exigidas para todos os demais candidatos. ções poderão ser obtidas através do site www.conpevem. 4.6. O candidato que se inscrever como portador de deficiência net.br, Secretaria Municipal de Administração - situada na e obtiver classificação dentro das vagas especificamente Prefeitura de Barro Preto, e no local onde serão realiza- destinadas a este fim figurará em lista específica e também das as inscrições no período correspondente as mesmas na listagem de classificação geral dos candidatos ao cargo (item 3.1). pretendido, conforme especificações constantes deste edital, 04 - DA INSCRIÇÃO PARA PORTADORES onde constará a indicação de que se trata de candidato DE NECESSIDADES ESPECIAIS portador de deficiência. 4. ISENÇÃO DA TAXA DE INSCRIÇÃO – DOADORES DE SANGUE 4.7. Os candidatos que se declararem portadores de 4.1. Do total de vagas e de formação de cadastro para deficiência, se convocados para os exames médicos de portadores de necessidades especiais previstos neste edital, responsabilidade da Prefeitura Municipal de BARRO PRETO, os quantitativos a seguir mencionados serão reservados que emitirá parecer conclusivo sobre a sua condição de às pessoas portadoras de deficiência conforme Decreto nº portador de deficiência ou não e sobre a compatibilidade das 3.298, de 20 de dezembro de 1999, publicado no Diário atribuições do cargo com a deficiência da qual é portador, Oficial da União, de 21 de dezembro de 1999, alterado pelo observadas: Decreto 5.296, de 02 de dezembro de 2004. 4.7.1. As informações fornecidas pelo candidato no ato 4.1.1. Em obediência ao disposto constitucional, aos can- da inscrição; didatos portadores de necessidades especiais habilitados, 4.7.2. A natureza das atribuições e tarefas essenciais do serão reservados o percentual de 5% (cinco por cento) cargo a desempenhar; das vagas existentes ou que vierem a surgir no prazo de 4.7.3. A viabilidade das condições de acessibilidade e validade do Concurso, conforme o anexo II. de adequações do ambiente de trabalho à execução das 4.2. Para concorrer a uma destas vagas, o candidato deverá, tarefas; no ato da inscrição, declarar-se portador de deficiência e 4.7.4. A possibilidade de uso, pelo candidato, de equipa- apresentar laudo médico atestando a espécie e o grau ou mentos ou outros meios que habitualmente utilize; nível da deficiência, com expressa referência ao código correspondente da Classificação Internacional de Doenças – 4.7.5. A Classificação Internacional de Doenças (CID). CID, bem como a provável causa da deficiência ou Certificado 4.8. A inobservância do disposto nos subitens anteriores, de Homologação de Readaptação ou Habilitação Profissional aqui incluindo o parecer conclusivo inserto no subitem emitido pelo INSS. O laudo médico deverá ser anexado ao 4.7, acarretará a exclusão do candidato do cadastro de Requerimento de Inscrição. Caso o candidato não apresente vagas reservadas às pessoas portadoras de deficiência o laudo médico, não poderá concorrer às vagas reservadas, e sua inclusão apenas na listagem geral, caso não tenha mesmo que tenha assinalado tal opção no requerimento de sido reprovado do processo concurso público. O Município inscrição. de BARRO PRETO convocará, então, o próximo candidato 4.3. No ato da inscrição, o candidato portador de deficiência portador de deficiência da lista geral, caso o cadastro de que necessite de tratamento diferenciado no dia das provas vagas reservadas às pessoas portadoras de deficiência já deverá requerê-lo indicando as condições diferenciadas de se tenha esgotado; que necessita para a realização das provas (ledor, prova 4.9. As vagas definidas no subitem 4.1 que não forem providas ampliada, auxílio para transcrição, sala de mais fácil acesso por falta de candidatos portadores de deficiência classificados ou tempo adicional). serão preenchidas pelos demais candidatos, observada a ordem geral de classificação por cargo pretendido. Este documento foi assinado digitalmente por AC SERASA SRF ICP-BRASIL.
  3. 3. ANO III N°069 BAHIA. SEGUNDA-FEIRA, 18 de Outubro de 2010 3 4.10. Às pessoas portadoras de necessidades especiais é 5.12. Depois de identificado e instalado na sala de prova, assegurado o direito de se inscrever neste Concurso Público, o candidato não poderá consultar ou manusear qualquer desde que os cargos pretendidos sejam compatíveis com material de estudo ou de leitura enquanto aguardar o horário a deficiência de que são portadores, conforme estabelece de início da prova. o Artigo 37, inciso VIII, da Constituição Federal, Lei 7853 5.13. O candidato não poderá ausentar-se da sala de prova de 1989 regulamentada pelo Decreto Federal 3.298 de sem o acompanhamento de um fiscal. 20/12/1999, alterado pelo Decreto Federal n°5.296, de 5.14. O candidato deverá apor sua assinatura na lista de 02/12/2004. presença assim que terminar a prova. 05 -. DAS PROVAS 5.15. É vedado o ingresso de candidato em local de prova 5.1. As provas objetivas constarão de questões de múltipla portando arma, mesmo que possua o respectivo porte. escolha, num total previsto de cinco alternativas cada, terão uma única resposta correta e versarão sobre os conteúdos 5.16. Não serão aceitos, por serem documentos destinados programáticos contidos no anexo I deste edital. a outros fins, Boletim de Ocorrência, exceto caso o candidato tenha perdido o documento entre a inscrição e a realização 5.1.1. Haverá também uma redação com o tema oferecido das provas. na hora do exame para os cargos de Coordenador Pedagó- gico, Professor Nível II – Zona Rural e todos os cargos de 5.17. Não haverá segunda chamada seja qual for o motivo nível superior e a mesma terão um peso de 20%. alegado para justificar o atraso ou a ausência do candidato. 5.2. A aplicação da prova objetiva está prevista para o dia 5.18. No dia da realização das provas, não será permitido ao 28 de Novembro de 2010 inicialmente na cidade de BARRO candidato consultas bibliográficas de qualquer espécie, bem PRETO no horário das 13h e 30min. e terá fim às 17h e 30min. como usar no local de exame, armas ou aparelhos eletrônicos (agenda elétrica, bip, gravador, 5.3. Os locais e o horário de realização da prova objetiva serão previamente publicados com 05 dias de antecedência, notebook, pager, palmtop, receptor, telefone celular, walkman referente ao dia de aplicação das provas objetivas, através etc.) boné, gorro, chapéu e óculos de sol. O descumprimento do site www.conpevem.net.br e dos logradouros públicos do desta instrução implicará na eliminação do candidato, município de BARRO PRETO. caracterizando-se tentativa de fraude. 5.4. Havendo alteração da data prevista, decorrente de algum 5.19. A CONPEVEM recomenda que o candidato não leve acontecimento extraordinário as provas poderão ocorrer em nenhum dos objetos citados no subitem anterior, no dia de outra data ou feriados previamente comunicados. realização das provas. 5.5. Caso o número de candidatos inscritos exceda a oferta 5.20. A CONPEVEM e a PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRO de lugares adequados existentes para realização de provas PRETO não se responsabilizarão por perdas ou extravios de em BARRO PRETO reserva-se o direito de alocá-los em cidades objetos ou de equipamentos eletrônicos ocorridos durante a vizinhas ou de até mesmo realizar o concurso em mais de realização das provas. uma etapa. 5.21. A candidata que tiver a necessidade de amamentar 5.6. O candidato deverá comparecer ao local designado para durante a realização das provas deverá levar um a prova, com antecedência de 60 (sessenta) minutos do acompanhante, que ficará em sala reservada para essa fechamento dos portões que acontecerá impreterivelmente finalidade e que será responsável pela guarda da criança. às 13h, munidos de: A candidata nesta condição, levando a criança sem a acompanhante não realizará as provas. 5.6.1 Documento apresentado no ato da inscrição; 5.22. Excetuada a situação prevista no item 5.21, não será 5.6.2 Comprovante de inscrição; permitida a permanência de qualquer acompanhante nas 5.6.3. Caneta esferográfica TRANSPARENTE (acrílica ou dependências do local de realização de qualquer prova, plástica) de cor azul ou preta, lápis preto e borracha para podendo ocasionar inclusive a não-participação do candidato rascunho; no Concurso Público; 5.7. Não será aceita como justificativa de ausência o 5.23. O candidato somente levará o Caderno de Questões comparecimento em data, local ou horário incorreto para depois de transcorridas 03 horas do início da prova. realização da prova. 5.24. No ato da realização da prova, o candidato receberá o 5.8. Os eventuais erros de digitação de nome, número de Cartão de Respostas e o Caderno de Questões, e não poderá documento de identidade, sexo e data de nascimento, retirar-se da sala de prova levando qualquer um desses deverão ser corrigidos somente no dia das respectivas provas, materiais, exceto o caderno de questões com a condição com o fiscal de sala. explicita no item 5.23; 5.9. O candidato que não solicitar a correção dos dados 5.25. Para a realização das provas objetivas, o candidato deverá arcar exclusivamente com as possíveis conseqüências lerá as questões no caderno de questões e marcará suas advindas de sua omissão. respostas no Cartão de Respostas, com caneta esferográfica 5.10. O candidato que, por qualquer que seja o motivo, não conforme o item 5.6.3. tiver seu nome constando do Edital de Convocação, mas que 5.26. Não serão computadas questões não respondidas, nem realmente tenha se inscrito deverá apresentar o respectivo questões que contenham mais de uma resposta (mesmo comprovante de pagamento (depósito), e o comprovante de que uma delas esteja correta), emendas ou rasuras, ainda inscrição, podendo então participar do Concurso Público, que legível. devendo preencher e assinar, no dia da prova, formulário 5.27. Não deverá ser feita nenhuma marca fora do campo específico. reservado à respostas ou assinatura, pois qualquer marca 5.11. O candidato que entrar na sala de prova antes da mesma poderá ser lida pelas leitoras automáticas, prejudicando o começar só poderá sair da sala após 1 hora do seu início. desempenho do candidato. Este documento foi assinado digitalmente por AC SERASA SRF ICP-BRASIL.
  4. 4. 4 BAHIA. SEGUNDA-FEIRA, 18 de Outubro de 2010 ANO III N°069 5.28. Em hipótese alguma, haverá substituição do Cartão de 6.6. As provas com 40 questões terão o valor de 2.0% por Respostas por erro do candidato; cada uma delas; conforme descrito neste edital, as provas 5.29. A Prova Objetiva terá duração de 04 horas. com 50 questões terão o valor de cada questão igual a 1.6%, pois já está observado que a redação tem um peso máximo 5.30. Ao terminar a prova, o candidato entregará ao fiscal de 20% em ambos os casos. a folha de respostas e o caderno de questões cedido respeitando a exceção prevista no item 5.23; 07 – DA AVALIAÇÃO TÍTULOS E EXPERIÊNCIA 7. DA AVALIAÇÃO DE TÍTULOS E EXPERIÊNCIA 5.31. O candidato somente poderá retirar-se da sala de aplicação da prova depois de transcorrida 01 hora do início 7.1. Os candidatos classificados na Prova Objetiva durante o da mesma. período divulgado no Edital de Convocação deverão enviar o que se fizer necessário para análise. 5.32. Será excluído do Concurso Público o candidato que: 7.2. Os envios deverão ser encaminhados via Correio pelo a) Apresentar-se após o fechamento dos portões ou fora servico de SEDEX para o CONPEVEM CONCURSOS PÚBLICOS, dos locais pré-determinados; EVENTOS E MARKETING S/C, na Rua Sóstenes de Miranda, nº b) Não apresentar o documento de identidade exigido no 47, Centro, CEP 456000-315, no Município de Itabuna, Estado item 5.6.1; da Bahia, indicando como referencia no envelope TÍTULOS E c) Não comparecer a prova, seja qual for o motivo alegado; EXPERIÊNCIA – CONCURSO BARRO PRETO. d) Ausentar-se da sala de provas sem o acompanhamento 7.3. O envio dos documentos relativos à Prova de Títulos e do fiscal, ou antes, do tempo mínimo de permanência Experiência não é obrigatório, contudo, não haverá nenhuma estabelecido no item 5.11. pontuação referente à avaliação de títulos e experiência em e) Forem surpreendidos em comunicação com outro can- favor do candidato. didato, terceiros verbalmente, por escrito ou por qualquer 7.4. A Prova de Títulos e Experiência terão caráter classificatório. outro meio de comunicação, ou utilizando-se de livros, 7.4.1. Todos os documentos referentes à Prova de Títulos notas, impressos não permitidos ou calculadoras; e Experiência deverão ser apresentados em copias au- f) Lançar mão de meios ilícitos para executar as provas; tenticadas em cartório, cuja autenticidade será objeto de g) Não devolver o Caderno de Questões conforme o item comprovação mediante apresentação de original e outros 5.23. e o seu Cartão de Respostas. procedimentos julgados necessários, caso o candidato venha a ser aprovado. h) Perturbar, de qualquer modo, a ordem dos trabalhos ou agir com descortesia em relação a qualquer dos exa- 7.4.2. Os documentos deverão estar em perfeitas condi- minadores, executores e seus auxiliares, ou autoridades ções, de forma a permitir a avaliação dos Títulos e Expe- presentes; riência com clareza. i) Fizer anotação de informações relativas à suas respostas 7.4.3. Os documentos de Certificação que forem represen- fora dos meios permitidos; tados por diplomas ou certificados/certidões de conclusão de curso deverão estar acompanhados do respectivo j) Ausentar-se da sala de provas, portando as folhas de histórico escolar, mencionando a data da colação de grau, respostas e/ou cadernos de questões; bem como deverão ser expedidos por Instituição Oficial k) Não cumprir as instruções contidas no caderno de ou reconhecida, em papel timbrado, e deverão conter questões de provas e nas folhas de respostas; carimbo e identificação da instituição e do responsável l) Utilizar ou tentar utilizar meios fraudulentos ou ilegais pela expedição do documento. para obter aprovação própria ou de terceiros, em qualquer 7.4.4. Os títulos expedidos em língua estrangeira deverão etapa do concurso público. vir acompanhados pela correspondente tradução efetuada m) Descumprir as normas deste edital estabelecido entre a por tradutor juramentado ou pela revalidação dada pelo CONPEVEM e a PREFEITURA MUNICIPAL DE BARRO PRETO. órgão competente. 5.33. O Gabarito das Provas Objetivas será divulgado no 7.4.5. Não serão aceitas entregas ou substituições poste- endereço eletrônico www.conpevem.net.br, 24 horas após a riormente ao período determinado, bem como, Títulos que aplicação da mesma. não constem na tabela apresentada no Anexo VI. 06 - DA ANÁLISE DAS PROVAS 7.4.6. Apenas os cursos já concluídos serão passiveis de 7. DA AVALIAÇÃO DE TÍTULOS E EXPERIÊNCIA pontuação na Prova de Títulos. 6.1. A Prova Objetiva será avaliada na escala de 0 (zero) a 7.4.7. Os pontos decorrentes da mesma formação não 80 (oitenta) pontos. serão cumulativos, ou seja, será considerado apenas um 6.2. A Redação valerá 20 pontos. titulo para cada faixa de pontuação. 6.3. Será considerado habilitado o candidato que na 7.4.8. O Certificado de curso de pós-graduação lato-sensu, somatória da prova objetiva e da redação obtiver no mínimo em nível de especialização, que não apresentar a carga 50 % dos pontos, ou seja, nota 50. horária mínima de 360 h/aula até a data de entrega dos títulos não será pontuado. 6.4. A nota da prova objetiva será obtida pela fórmula: Pc = (Qa x 80) / Tq) na qual: 7.4.9. A Graduação básica exigida como requisito para inscrição no Concurso Publico não será considerada a) Pc = Pontuação do candidato como Titulo. b) Qa = Quantidade de acertos 7.4.10. Todos os documentos referentes à comprovação c) Tq = Total de questões da prova de experiência deverão ser apresentados em copias au- 6.5. O candidato não habilitado na prova objetiva com o tenticadas em cartorio, cuja autenticidade sera objeto de mínimo de 30 pontos será eliminado do concurso. Não tendo comprovacao mediante apresentacao de original e outros a sua redação corrigida. procedimentos julgados necessarios, caso o candidato Este documento foi assinado digitalmente por AC SERASA SRF ICP-BRASIL.
  5. 5. ANO III N°069 BAHIA. SEGUNDA-FEIRA, 18 de Outubro de 2010 5 venha a ser aprovado. 7.9. No somatório da pontuação de cada candidato, os pontos 7.4.11. Os documentos deverão estar em perfeitas condi- excedentes serão desprezados. ções, de forma a permitir a avaliação da comprovação de 08 - CLASSIFICAÇÃO FINAL DOS CANDIDATOS experiência com clareza. 9. DA CLASSIFICAÇÃO FINAL DOS CANDIDATOS 7.4.12. Os documentos de comprovação de experiência 8.1. O Candidato será classificado em ordem decrescente profissional serao feitos mediante apresentação de do- dos pontos obtidos, por cargo de opção e localidade, quando cumentação que comprove o vinculo da pessoa com a for o caso. instituição (copia autenticada da CTPS ou, ainda, de Certi- 8.2. As provas de Conhecimento serão estatisticamente dão de Tempo de Serviço), no caso de empregados, ou de avaliadas de acordo com o desempenho do grupo a elas contrato de prestação de serviços, no caso de autônomo, submetido. Por grupo considera-se o total de candidatos acompanhada de declaração ou atestado de capacidade presentes ao dia de aplicação das provas. técnica expedido pelo orgao ou empresa, com indicação das atividades desempenhadas. 8.3. Na avaliação do candidato será utilizado o escore padronizado, tratamento estatístico que transforma escore 7.4.13. A declaração, expedida por instituição publica ou bruto dos candidatos numa mesma escala de valor, dando privada, deve ser assinada por representante da insti- a posição do candidato em relação à Média Aritmética e a tuição, devidamente autorizado, com firma reconhecida média dos candidatos concorrentes. (quando não se tratar de órgão publico), que comprove o tempo e a experiência apresentados. A declaração devera 8.4. A nota final de cada candidato do concurso resultará da trazer indicação clara e legível do emprego publico e nome soma dos pontos obtidos em cada prova. do representante da empresa que o assina, bem como re- 8.5. Será classificado o candidato que obtiver o escore global ferencia, para eventual consulta, incluindo nome, numero igual ou superior a 50% (cinqüenta por cento) do total de de telefone e endereço eletrônico do representante legal pontos das provas. do contratante. 8.6. Após proceder à classificação dos candidatos, havendo 7.4.14. As declarações deverão apresentar, no mínimo, igualdade de pontos na nota final, terá preferência, com as seguintes informações: nome empresarial ou sucessivamente o candidato que: denominação social do emitente; identificação completa a) Apresentar maior prole; do profissional beneficiado; descrição do emprego publico b) Pertencer ao quadro de servidores desta Prefeitura, exercido e principais atividades desenvolvidas; local e perí- calculando em 0,25 pontos por ano de serviço; odo (inicio e fim) de realização das atividades; assinatura e identificação do emitente (nome completo legível, emprego c) Pertencer ao quadro de servidores públicos em qualquer publico ou função). autarquia; 7.4.15. O candidato devera apresentar, juntamente com a d) For o mais idoso; documentação de comprovação da experiência profissio- 8.7. Permanecendo o empate dos resultados após confronto, nal, declaração assinada, conforme modelo do ANEXO VII, a comissão do concurso examinará a prova de Português atestando a autenticidade e veracidade da documentação para o desempate. e das informações apresentadas. 8.8. As listas de Classificação Final, após avaliações dos 7.4.16. A comprovação de experiência profissional, em caso eventuais recursos interpostos, será disponibilizada no site de candidato que tenha prestado serviços no exterior, será da CONPEVEM. feita mediante apresentação de copia de declaração do 8.9. A classificação no presente concurso não gera aos órgão ou empresa ou de Certidão de Tempo de Serviço. candidatos direito à nomeação para o Cargo, cabendo Esses documentos somente serão considerados quando ao Município de BARRO PRETO, o direito de aproveitar os traduzidos para a Língua Portuguesa por tradutor jura- candidatos aprovados em número estritamente necessário, mentado. não havendo obrigatoriedade de nomeação de todos os 7.4.17 Somente será considerada a experiência profissio- candidatos aprovados em número de vagas previsto neste nal adquirida pelo candidato em atividades compatíveis e edital. com a mesma exigência de escolaridade daquelas estabe- 09 - DOS RECURSOS lecidas para o cargo/especialidade para o qual concorre. 10. DOS RECURSOS 7.4.18. Para efeito do computo de pontuação relativa a 9.1. Será admitido recurso quanto ao resultado da prova. tempo de experiência não será considerada mais de uma 9.2. O prazo para interposição dos recursos será de 2 (dois) pontuação no mesmo período. dias, contados da data de divulgação ou do fato que lhe deu 7.4.19. Não será aceito qualquer tipo de estagio, bolsa origem, devendo, para tanto seguir o modelo de recurso do ou monitoria. anexo IV. 7.5. São de exclusiva responsabilidade do candidato a 9.3. Os recursos deverão ser encaminhados diretamente a apresentação e comprovação dos documentos de Títulos e CONPEVEM via sedex, através do endereço: Rua Sóstenes de Experiência. Miranda, 47, Centro, Itabuna-Bahia, CEP-45600-315. 7.6. Não serão aceitas entregas ou substituições 9.4. A comprovação do encaminhamento tempestivo do posteriormente ao período determinado, bem como, recurso será feita mediante data de envio, sendo rejeitado documentos que não constem neste capitulo. liminarmente recurso enviado fora do prazo. 7.7. Concorrerão a comprovação de Títulos e Experiência 9.5. Os recursos deverão ser individuais, devidamente somente os candidatos habilitados na Prova Objetiva, fundamentados com argumentos claros e objetivos. conforme item 7.1. 9.6. Os recursos interpostos fora do respectivo prazo não 7.8. A pontuação da documentação de Títulos e Experiência serão aceitos. se limitará ao valor máximo de pontos conforme Anexo VI. Este documento foi assinado digitalmente por AC SERASA SRF ICP-BRASIL.
  6. 6. 6 BAHIA. SEGUNDA-FEIRA, 18 de Outubro de 2010 ANO III N°069 9.7. Os recursos interpostos que não se refiram especificamente g) Titulo Eleitoral e quitação de estar em dia com a Justiça aos eventos aprazados não serão apreciados. Eleitoral; 9.8. A interposição dos recursos não obsta o regular h) Comprovante de residência; andamento do cronograma do Concurso. i) Carteira de Identidade (RG); 9.9. Não serão aceitos recursos interpostos de outro meio j) Carteira de reservista (apenas para candidatos do sexo que não seja o estabelecido no item 9.2. e 9.3. masculino); 9.10. A decisão dos recursos deferidos será publicada no site k) Declaração de Não Acumulação de Cargos; www.conpevem.net.br, e procedendo-se, caso necessário, à l) Declaração de Bens; reclassificação dos candidatos e divulgação de nova lista de aprovados. m) 02 (duas) fotos recentes. 9.11. Depois de julgados todos os recursos apresentados, 10.7. A não apresentação dos documentos referidos no será publicado o resultado final do Concurso, com as item anterior implicará na desclassificação do candidato alterações ocorridas em face do disposto no item 10.7. e na perda dos direitos decorrentes da inscrição, sem prejuízo das sanções penais aplicáveis à falsidade de 9.12. O ponto correspondente à anulação de questões da declaração, quando for o caso. prova Objetiva, em razão do julgamento de recurso será atribuído a todos os candidatos. 11 - DAS DISPOSIÇÕES GERAIS 9.13. Não serão apreciados os Recursos que forem 12. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS apresentados: 11.1. O Edital será publicado no site www.conpevem.net.br a) Fora do prazo estabelecido; e nos jornais oficiais. b) Sem fundamentação lógica e consistente; 11.2. Todas as convocações, avisos e resultados serão publicados no site www.conpevem.net.br e nos jornais oficiais. c) Com argumentação idêntica a outros recursos; 11.3. A inexatidão das afirmativas e/ou irregularidades dos d) Contra terceiros; documentos apresentados, mesmo que verificadas a qualquer e) Cujo teor desrespeite a banca examinadora; tempo, em especial na ocasião da nomeação, acarretará a 9.14. Em hipótese alguma será aceito revisão de recurso, nulidade da inscrição e desqualificação do candidato, com recurso do recurso ou recurso de gabarito final definitivo. todas as suas decorrências, sem prejuízo de medidas de ordem administrativa, civil e criminal. 9.15. A banca examinadora constitui última instância para recurso, sendo soberana em suas decisões, razão pela qual 11.4. Caberá a Secretaria da Administração, através não caberão recursos adicionais. de administração de competência, a homologação dos 11. DA NOMEAÇÃO resultados finais do Concurso Público. 10 - DAS NOMEAÇÕES 11.5. Os itens deste Edital poderão sofrer eventuais alterações, atualizações ou acréscimos enquanto não 10.1. Após a homologação de resultado do Concurso, o Chefe consumada a providência ou evento que lhe disser respeito, do Poder Executivo convocará os candidatos, de acordo com até a data da convocação dos candidatos para a prova suas necessidades e com base na relação de classificação. correspondente, circunstância que será mencionada em 10.2. A admissão far-se-á na classe ou Referência inicial do Edital ou aviso a ser publicado. cargo, obedecendo rigorosamente à ordem de classificação 11.6. A realização do certame será feita sob exclusiva e observando-se o número de vagas fixadas. responsabilidade da CONPEVEM. 10.3. Terá sua nomeação publicada oficialmente o candidato 11.7. Os casos omissos serão resolvidos por comissão classificado no concurso que tenha cumprido todas as específica para este fim designada pelo Chefe do Poder exigências legais estabelecidas no presente Edital. Executivo, cuja duração será a conclusão de julgamento dos 10.4. O Candidato que se omitir durante a nomeação, e recursos. conseqüentemente deixar de tomar posse ou entrar em 11.8. 05 (Cinco) dias antes da data das provas relação exercício, perderá os direitos decorrentes da sua classificação; dos candidatos estará disponível nos principais locais do desde que não apresente justificativa plausível à comissão município de BARRO PRETO e no site da Conpevem www. deste certame. conpevem.net.br contendo cargo, sala e local das provas. 10.5. Aos candidatos não será facultado a solicitação da 11.9. DA PROVA PRÁTICA OU transferência de local e de convocação o que não impedirá DA COMPROVAÇÃO DE HABILIDADE TÉCNICA que venham a ser removidos, relotados ou afastados para repartição ou locais diferentes daquele escolhido de acordo 11.9.1. O candidato faltoso estará automaticamente com o interesse do serviço público. desclassificado. 10.6. Para efeito de nomeação ficam os candidatos convocados, 11.9.2. A prova prática será realizada 10 (dez) dias após sujeitos à apresentação da seguinte documentação: a divulgação do Resultado, tendo como local de encontro a Secretaria Municipal de Administração, no Município a) Certidão de Nascimento ou Casamento; de BARRO PRETO, às 08h30m munidos de documentos, b) Atestado ou Histórico Escolar, ou Diploma que comprove quando proceder-se-á entre os candidatos classificados a escolaridade exigida para o cargo; presentes, por sorteio, a ordem de início do teste prático. c) Cadastro de Pessoa Física (CPF); 11.9.3. A prova prática dar-se a para comprovação de d) Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS); habilidade na área de condução de veículos somente e) Laudo médico favorável, fornecido por medico creden- para os candidatos ao cargo de Motorista categoria D e E. ciado; 11.9.4. À nota da prova prática será atribuída pontuação/ f) Certidão Negativa de Crimes; nota escala 0 (zero) a 5,00 (cinco). Este documento foi assinado digitalmente por AC SERASA SRF ICP-BRASIL.
  7. 7. ANO III N°069 BAHIA. SEGUNDA-FEIRA, 18 de Outubro de 2010 7 11.9.5. Para efeitos de atribuição de notas, será eliminado CONCURSO PÚBLICO DE BARRO PRETO o candidato que não obtiver, no mínimo 2,50 pontos no ANEXO I total da prova prática. CONTÉUDO PROGRAMÁTICO 11.10. O Concurso Público para provimentos de vagas nesta CONHECIMENTOS GERAIS Prefeitura será válido por dois anos, a contar da data da sua homologação, prorrogável por igual período. Observação: Os cargos de Coordenador Pedagógico e 11.11. Para as vagas que vierem a ser criadas ou vierem a Professor Nível II – Zona Rural e todos os cargos de Nível existir ao longo do prazo de validade do Concurso Público, Superior constarão de 01(uma) redação de, no mínimo, 25 serão convocados os candidatos remanescentes observando (vinte e cinco) linhas que a mesma não deverá ser escrita a ordem de classificação. com letras de fôrmas; conter rasuras e serão observadas as 11.12. Os servidores municipais que se encontrem na normas ortográficas (coesão, coerência, clareza textual, etc.). condição prevista acima e que não tenham se submetido ao ALFABETIZADO Concurso Público realizado por esta Prefeitura e aqueles que Língua Português. Ortografia, separação de sílabas, plural de tendo se submetido ao concurso tenham sido inabilitados nomes, flexão dos verbos, concordância verbal, crase. estarão automaticamente desligados do quadro de funcionários desta Prefeitura na data da primeira publicação Matemática. Operações com números inteiros, operações dos resultados. com números fracionários, problemas, sistema métrico decimal e operações fundamentais. Atualidades; História, 11.13. O servidor que se encontre na situação acima descrita, política e geografia do município de BARRO PRETO. submetendo-se ao concurso e sendo habilitado, adquire os benefícios previstos na Constituição Federal; Sendo FUNDAMENTAL COMPLETO inabilitado permanecerá no quadro suplemento do concurso. Língua Portuguesa. Compreensão de textos. Ortografia: 12 – DAS DISPOSIÇÕES FINAIS acentuação, emprego de letras, e divisão silábica. Pontuação. Classes e emprego de palavras. Gênero e número dos 12.1. As inscrições inicialmente acontecerão nos dias úteis substantivos. Coletivos. Sintaxe da oração. Concordância. entre 20 e 29 de Outubro de 2010. Significado das palavras: sinônimos, antônimos, denotação 12.2. As provas acontecerão no dia 28 de Novembro de 2010. e conotação. 12.2.1 A documentação referente a Títulos e Experiência Matemática. Números naturais, inteiros, racionais e reais. deverão ser postadas somente no dia 01 de Dezembro Operações com conjuntos. Fatoração e números primos – de 2010. divisibilidade, máximo divisor comum e mínimo múltiplo 12.3. O município divulgará o resultado do concurso no comum. Razoes e proporções – regras de três simples e dia 16/12/2010, caso acontecimentos extras e alheios à composta. Percentagem, juros simples e composto, divisão vontade da comissão, a administração será informada com proporcional. Equações e inequações, sistema lineares. um relatório circunstanciado. Noções de Informática; Atualidades; História, política e 12.4. O Município convocará os candidatos habilitados, em geografia do município de BARRO PRETO. ordem de classificação final, por cargo para a realização dos ENSINO MÉDIO COMPLETO exames de sanidade físico, mental, psicológicos e entrega Língua Portuguesa. Compreensão de textos. Ortografia: dos documentos previstos no item 10.6 conforme letras A, acentuação, emprego de letras, e divisão silábica. Pontuação. B, C, D, E, F, G, H, I, J, L, M. Classes e emprego de palavras. Gênero e número dos 12.5. A Administração Pública Municipal designará o substantivos. Coletivos. Sintaxe da oração. Concordância. candidato habilitado para o seu devido cargo e local, não Significado das palavras: sinônimos, antônimos, denotação cabendo ao servidor escolher local de trabalho. e conotação. 12.6. O chefe do poder executivo convocará segundo a ordem Matemática. Conjuntos numéricos. Números naturais, inteiros, de classificação, o candidato aprovado que se inscreveu para racionais e reais. Operações com conjuntos. Fatoração e localidade diferente, porém, para o mesmo cargo existente números primos – divisibilidade, máximo divisor comum e que não teve candidatos classificados o suficiente para e mínimo múltiplo comum. Razoes e proporções – regras completar a quantidade de vagas, criando assim motivação de três simples e composta. Percentagem, juros simples e para preenchimento de vagas em outro setor caso haja. composto, divisão proporcional. Equações e inequações, 12.7. O resultado final deste Concurso Público será divulgado sistema lineares. Noções de geometria – retas, ângulos, através de Jornal de grande circulação regional, nos murais paralelismo e perpendicularismo, triângulos e quadriláteros. das Secretarias da Prefeitura Municipal de BARRO PRETO e Teorema de Pitágoras. Sistema de medidas – tempo, no site www.conpevem.net.br massa, comprimento, área, volume etc. Perímetro e área de figuras planas, volumes de sólidos. Noções de Informática; 12.8. É exclusivamente de responsabilidade do candidato, Atualidades; História, política e geografia do município de acompanhar as publicações referentes a este Concurso BARRO PRETO. Público. SUPERIOR COMPLETO 12.9. Fica o Chefe do Poder Executivo na obrigação, de começar a fazer as convocações iniciais para os cargos Língua Portuguesa. Compreensão de textos. Ortografia: contidos neste Edital, após o registro de publicação de acentuação, emprego de letras, e divisão silábica. Pontuação. resultado em até 60(sessenta) dias. Classes e emprego de palavras. Gênero e número dos substantivos. Coletivos. Sintaxe da oração. Concordância. Gabinete do Prefeito Municipal de BARRO PRETO em 15 de Outubro de 2010. Significado das palavras: sinônimos, antônimos, denotação e conotação. ADRIANO CLEMENTINO DOS SANTOS Matemática. Conjuntos numéricos. Números naturais, inteiros, Prefeito Municipal racionais e reais. Operações com conjuntos. Fatoração e Este documento foi assinado digitalmente por AC SERASA SRF ICP-BRASIL.
  8. 8. 8 BAHIA. SEGUNDA-FEIRA, 18 de Outubro de 2010 ANO III N°069 números primos – divisibilidade, máximo divisor comum TÉCNICO EM ENFERMAGEM e mínimo múltiplo comum. Razoes e proporções – regras Fundamentos de enfermagem - técnicas básicas; Noções de três simples e composta. Percentagem, juros simples e de administração de medicamentos; Enfermagem medica composto, divisão proporcional. Equações e inequações, - cirúrgica; Parada cardiorrespiratória; Estados de choque; sistema lineares. Noções de geometria – retas, ângulos, Queimaduras; Convulsões e desmaios; Intoxicações e paralelismo e perpendicularismo, triângulos e quadriláteros. envenenamentos; Primeiros socorros; Assistência de Teorema de Pitágoras. Sistema de medidas – tempo , massa, enfermagem em doenças transmissíveis; Assistência de comprimento, área, volume etc. Perímetro e área de figuras enfermagem em doenças crônicas degenerativas: diabetes planas, volumes de sólidos. e hipertensão; Atuação de enfermagem em centro cirúrgico - Noções de Informática; Atualidades; História, política e assistência no pré, intra e pós-operatório e central de material; geografia do município de BARRO PRETO. Assistência de enfermagem ao paciente na UTI; Enfermagem CONHECIMENTOS ESPECIFICOS materno-infantil; Atendimento de enfermagem a saúde da COORDENADOR PEDAGOGICO mulher; Planejamento familiar; pré-natal, parto e puerperio; Climatério; Prevenção do câncer cervico - uterino; Cuidados FUNDAMENTOS PEDAGÓGICOS: Concepções de aprendizagem com o recém-nascido, aleitamento materno; Crescimento e suas implicações na prática pedagógica contemporânea: e desenvolvimento; Doenças mais freqüentes na infância; Inatismo, Ambientalismo, Construtivismo, Sócio-interacionista. Imunização; Lei do exercício profissional; Ética. História da Educação: transformações no tempo. A TÉCNICO EM RAIO X importância da tecnologia no processo educativo. Projeto Político Pedagógico: Gestão democrática da escola pública; Física das Radiações Ionizantes e não ionizantes. Proteção Concepções de currículo; visão interdisciplinar: um meio de Radiológica Anatomia Humana. Anatomia Radiológica. dar significado ao conhecimento; dimensão sócio-política Terminologia Radiográfica. Equipamentos radiográficos. do Projeto Político Pedagógico; função social e política da Princípios Básicos de Formação da Imagem. Contrastes Escola e função Social e política do Coordenador Pedagógico Radiológicos. Princípios de Posicionamento. Posicionamento como agente articulador do processo ensino-aprendizagem. Radiológico. Processamento Radiográfico (automático e Evasão escolar: causas e conseqüências. Avaliação do manual). Técnicas e Procedimentos Radiológicos. Noções processo ensino-aprendizagem: análise conceitual e novas básicas de procedimentos Angiográficos, Tomografia perspectivas emancipatórias; a dimensão sócio-política da Computadorizada e Ressonância Magnética. Legislação, avaliação pedagógica. Educação Inclusiva: Educação Especial, Ética. Contexto da Educação de Jovens e Adultos. II) FUNDAMENTOS MÉDICO CLÍNICO GERAL (PLANTONISTA) E MÉDICO PSF LEGAIS: Constituição Federal - Capítulo III - Artigos 205 a 214. Epidemiologia, fisiopatologia, diagnostico, clinica, tratamento Lei Federal n.º 9.394/96 - Diretrizes e Bases da Educação e prevenção das doenças cardiovasculares: insuficiência Nacional. Lei n.º 11.494 – FUNDEB. Parâmetros Curriculares cardíaca, insuficiência coronariana, arritmias cardíacas, Nacionais. Constituição do Estado da Bahia. doença reumática, aneurismas da aorta, insuficiência arterial PROFESSOR NIVEL II – ZONA RURAL periférica, tromboses venosas, hipertensão arterial, choque; FUNDAMENTOS PEDAGÓGICOS: Concepções de aprendizagem pulmonares: insuficiência respiratória aguda, bronquite e suas implicações na prática pedagógica contemporânea: aguda e crônica, asma, doença pulmonar obstrutiva crônica, Inatismo, Ambientalismo, Construtivismo, Sócio-interacionista. pneumonia, tuberculose, tromboembolismo pulmonar, História da Educação: transformações no tempo. A pneumopatia intestinal, neoplasias; sistema digestivo: importância da tecnologia no processo educativo. Projeto gastrite e ulcera péptica, colicistopatias, diarréia aguda Político Pedagógico: Gestão democrática da escola pública; e crônica, pancreatites, hepatites, insuficiência hepática, Concepções de currículo; visão interdisciplinar: um meio de parasitoses intestinais, doenças intestinais inflamatórias, dar significado ao conhecimento; dimensão sócio-política doença diverticular de colon; tumores de colon; renais: do Projeto Político Pedagógico; função social e política da insuficiência renal aguda e crônica, glomerulonefrites, Escola e função Social e política do Coordenador Pedagógico distúrbios hidroeletroliticos e do sistema acido base, como agente articulador do processo ensino-aprendizagem. nefrolitiase, infecções urinarias, metabólicas e do sistema Evasão escolar: causas e conseqüências. Avaliação do endócrino: hipovitaminoses, desnutrição, diabetes mellitus, processo ensino-aprendizagem: análise conceitual e novas hipotiroidismo, hipertiroidismo, doenças da hipófise e da perspectivas emancipatórias; a dimensão sócio-política da adrenal; hematológicas: anemias hipocromicas, macrociticas, avaliação pedagógica. Educação Inclusiva: Educação Especial, anemia aplasica, leucopenia, púrpuras, distúrbios de Contexto da Educação de Jovens e Adultos. II) FUNDAMENTOS coagulação, leucemias e linfomas, acidentes de transfusão; LEGAIS: Constituição Federal - Capítulo III - Artigos 205 a 214. reumatologicas: osteoartrose, doença reumatóide juvenil, Lei Federal n.º 9.394/96 - Diretrizes e Bases da Educação gota, lúpus eritematoso sistêmico, artrite infecciosa, doença Nacional. Lei n.º 11.494 – FUNDEB. Parâmetros Curriculares do colágeno; neurológicas: coma, cefaléias, epilepsia, acidente Nacionais. Constituição do Estado da Bahia. vascular cerebral, meningites, neuropatias periféricas, NUTRICIONISTA ESCOLAR encefalopatias; psiquiátricas: alcoolismo, abstinência alcoólica, surtos psicóticos, pânico, depressão; infecciosas Inerentes – Nutrientes nos alimentos: natureza; digestão; e transmissíveis: sarampo, varicela, rubéola, poliomielite, absorção; metabolismo; necessidades diárias e dieta difteria, tétano, coqueluche, raiva, febre tifóide, hanseníase, adequada. Nutrição no ciclo de vida: adolescência; idade adulta doenças sexualmente transmissíveis, AIDS, doença de e terceira idade. Higiene alimentar: alimentos; manipulador; Chagas, esquistossomose, leishmaniose, leptospirose, equipamento e utensílios; ambiente; intoxicações alimentares, malaria, tracoma, estreptocócicas, estafilococcias, doença medidas preventivas nas toxi-infecções alimentares; avaliação meningocócica, infecções por anaeróbicos, toxoplasmose, de exames laboratoriais. vi roses; dermatológicas: escabiose, pedi culose, dermatofitoses, eczema, dermatite de contato, onicomicoses, infecções bacterianas; imunológicas: doença do soro, edema Este documento foi assinado digitalmente por AC SERASA SRF ICP-BRASIL.
  9. 9. ANO III N°069 BAHIA. SEGUNDA-FEIRA, 18 de Outubro de 2010 9 angioneurotico, urticária, anafilaxia; ginecológica: doença de avaliação dos meios de esterilização físico e químico. inflamatória pélvica, câncer ginecológico, leu correias, câncer Enfermagem, ginecologia e obstetrícia: assistência de de mama, intercorrencias no ciclo gravídico. Código de Etica, enfermagem ao recém nascido; na gestação, com patologia Bioética. Preenchimento da declaração de óbito. Sistema obstetrícia; Parto e Puerperio. Assistência de enfermagem Único de Saúde: princípios e diretrizes, Estratégias de ações nos ciclos de vida, assistência a pacientes em tratamento de promoção, proteção e recuperação da saúde. Sistema de clinico e cirúrgico, Políticas nacionais nas áreas de: atenção Informação em Saúde. Doenças de notificação compulsória. ao idoso, adolescente, criança, mulher, de atenção as DST/ AUXILIAR NUTRIÇÃO AIDS, a diabetes e hipertensão, tuberculose, programa nacional de imunização, política integral de atenção as Nutrição Humana, Técnica Dietética e Higiene e Segurança urgências, manejo do grande queimado, suporte básico Alimentar, com especial enfoque em relação às recomendações e avançado de vida, atendimento pre-hospitalar móvel as nutricionais; composição, recebimento e armazenamento de urgências psiquiátricas, transporte neonatal, assistência de gêneros alimentícios; técnicas de prepreparo e preparo dos enfermagem nas urgências clinicas, Técnicas de imobilização alimentos; elaboração de cardápios; controle higienico- e remoção para transporte de paciente politraumatizado; sanitario dos alimentos, do ambiente e equipamentos; Sistemas de Informação em Saúde, doenças de notificação higiene pessoal; procedimentos operacionais, atendimento, compulsória, bioseguranca nas ações de enfermagem, distribuição e porcionamento de refeições; controles de tempo e temperatura; controle de desperdício; desenvolvimento de Enfermagem no controle de infecção hospitalar. Ética e preparações culinárias e situações de uma cozinha industrial legislação aplicada a enfermagem, Bioética. Sistema Único referentes a manipulação de alimentos. de Saúde: princípios e diretrizes. Estratégias de ações de RECEPCIONISTA promoção, proteção e recuperação da saúde. ODONTÓLOGO Atendimento ao público, princípios das relações humanas, agendamento, organização. Conceitos, propósitos e limites da cirurgia bucomaxilofacial, MOTORISTA CATEGORIA D e E Princípios básicos e fundamentais da cirurgia bucomaxilofacial, histofisiologia da reparação tecidual dos tecidos moles e Código Nacional de Transito. duros, anestesias local e geral em cirurgia bucomaxilofacial, AGENTE ADMINISTRATIVO I acidentes e complicações das anestesias locais, biopsia e Cidadania, a divisão dos poderes, direitos humanos, (e citilogia esfoliativa, Pré, trans e pós-operatórios em cirurgia direitos específicos: trabalhador, menor, mulher, consumidor, bucomaxilofacial, exodontias complicadas, cirurgia dos etc.) participação popular, administração e cooperativismo. dentes retidos, terapêutica medicamentosa em odontologia, Atendimento ao público, princípios das relações humanas, terapêutica medicamentosa em odontologia, cirurgias com agendamento, organização, lei 8.112. finalidades protéticas, cirurgias parendodonticas, cirurgias MONITOR CRECHE com fins ortodônticos, tratamento dos cistos do complexo maxilo-mandibular, diagnostico e tratamento de tumores Planejamento e suas fases, as diferentes correntes malignos e benignos dos maxilares, tumores odontogenicos, pedagógicas e suas concepções da educação, ECA – Estatuto Imaginologia, Radiografias convencionais: técnicas e Criança e Adolescentes e suas alterações. indicações, Tomografia computadorizada: técnicas e TECNICO AGRICOLA indicações, USG: indicações, Ressonância nuclear magnética: Cidadania, a divisão dos poderes, direitos humanos, (e direitos indicações. ATM – exame clinico, sinais e sintomas, Fraturas específicos: trabalhador, menor, mulher, consumidor, etc.) mandibulares – Tratamentos, Fraturas do esqueleto fixo da participação popular, administração e cooperativismo. face: estudo clinico/radiográfico, fraturas condilares, fraturas Criação de Peixes, Bovinocultura, Suinocultura, Agricultura de do complexo sigomatico, tratamento dos tecidos moles subsistência, Meio Ambiente, Cultura do Cacau. (tegumentos) faciais, tratamento das sequelas dos traumas ASSISTENTE SOCIAL maxilo-faciais, primeiro atendimento ao poli-traumatizado da face. Código de Ética, Bioética. Sistema Único de Saúde: Constituição Federal de 1988: dos princípios fundamentais, princípios e diretrizes. Estratégias de ações de promoção, dos direi tos e deveres individuais e coletivos, dos direitos proteção e recuperação da saúde. sociais, da ordem social, da seguridade social, da assistência social, da família, da criança, do adolescente e do idoso; FARMACÊUTICO/BIOQUÍMICO Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei n.º 8.060, de Coleta, preservação, transporte e processamento primário 13/07/1990) , Estatuto do Idoso (Lei 10. 741, de 1/10/2003); das principais amostras biológicas em laboratório de analises Código Civil Brasileiro: Do Direi to de Família: do casamento, clinicas. Biosseguranca em laboratório de analises clinicas; das relações de parentesco, dos alimentos, da união Princípios básicos da química clinica: calculo e reagentes. estável, da tutela e da curatela; Violência doméstica contra Microbiologia: microscopia e principais colorações utilizadas a mulher (Lei n.º 11.340 de 7/08/2006) ; Portadores de em bacteriologia; Meio de cultura utilizada em bacteriologia; Deficiência (Lei n.º 7.853 de 24/10/1989) e Decreto n.º Principais tipos e métodos de semeaduras; Classificação 3.298, de 20/12/1999 (que regulamenta a Lei n.º 7.853, morfológica das bactérias; Coloração de Gram e Ziehl-Nielsem; de 24/10/1989) ; Prioridade de atendimento a idosos, Doenças bacterianas e fungicas: Etiologia. Bioquímica: deficientes, gestantes, lactantes e pessoas acompanhadas Princípios básicos de Laboratórios: Soluções, Normalidade. de criança de colo (Lei n.º 10.048, de 08/11/2000) . Molaridade, Diluições e Conversão de Unidades; Bioquímica ENFERMAGEM Clinica: Dos carboidratos; Das proteínas plasmáticas; Dos lipídios; Enzimologia clinica; Bioquímica clinica da função Fundamentos de enfermagem. Processos de enfermagem – hepática, função renal, hormonal e cardiovascular. Urinalise. teoria e pratica. Concepções teórico-práticas de assistência Hematologia: Hematopoiese; Hemograma; Investigação de enfermagem, consultas de enfermagem. Enfermagem laboratorial de doenças hematológicas; Coagulação e tipagem na clinica cirúrgica: assistência de enfermagem ao paciente sanguinea. Imunologia geral: Sistema e Resposta imune; no pré, trans e pós-operatório; Central de material; Controle estrutura, função e produção de anticorpos; mecanismo de Este documento foi assinado digitalmente por AC SERASA SRF ICP-BRASIL.
  10. 10. 10 BAHIA. SEGUNDA-FEIRA, 18 de Outubro de 2010 ANO III N°069 defesa imune diagnostico laboratorial de doenças infecciosas. CONCURSO PÚBLICO DE BARRO PRETO Parasitologia: métodos de analise e suas implicações; doenças parasitológicas humanas relacionadas. Sistema ANEXO IV MODELO PARA RECURSO Único de Saúde: princípios e diretrizes. Estratégias de ações de promoção, proteção e recuperação da saúde. RECURSO CANDIDATO_____________________________________________ CONCURSO PÚBLICO DE BARRO PRETO ANEXO II N° DE INSCRIÇÃO________________________________________ CARGOS, VAGAS, ESCOLARIDADE, SALÁRIO, CARGA HORÁRIA E TAXA DE INSCRIÇÃO Nº. Cargos Vagas Escolaridade Salário C.H. P. Tit. Taxa Inscr. 01 Auxiliar Serviços Gerais 08 Alfabetizado 510,00 40 hs/sem 40,00 DOCUM. (o documento apresentado no ato da inscrição)__________________________ 02 Operador de Maquinas 01 Alfabetizado com 510,00 40 hs/sem 40,00 experiência em profissional CARGO__________________________________________________ em maquinas pesadas 03 Motorista Categoria D e E 04 Alfabetizado com 510,00 40 hs/sem 50,00 experiência profissional TEXTO RECURSAL: 04 Recepcionista 03 Nível Fundamental 510,00 40 hs/sem 50,00 Completo ____________________________________________________________ 05 Agente Administrativo I 01 Nível Médio Completo e 510,00 40 hs/sem 50,00 conhecimentos em ____________________________________________________________ Informática comprovado ____________________________________________________________ 06 Auxiliar de Nutrição 04 Nível Médio Completo 510,00 40 hs/sem 50,00 ____________________________________________________________ 07 Monitor Creche 08 Nível Médio Completo 510,00 40 hs/sem 50,00 08 Técnico Agrícola 01 Nível Médio Completo em 510,00 40 hs/sem 60,00 ____________________________________________________________ Agropecuária ____________________________________________________________ 09 Técnico Enfermagem 01 Nível Médio Completo 510,00 40 hs/sem 60,00 ____________________________________________________________ (Curso Técnico) com Coren 10 Técnico em Raio-X 01 Nível Médio Completo 510,00 + 40 hs/sem 50,00 ____________________________________________________________ (Curso Técnico) e inscrito vantagens em Conselho da Classe 11 Coordenador Pedagógico 02 Superior Completo em 990,00 40 hs/sem X 80,00 Pedagogia e especialização DATA ___/___/_____ na área 12 Professor Nível II – Zona 05 Superior Completo em 900,00 40 hs/sem X 60,00 Rural Pedagogia 13 Assistente Social 02 Superior Completo na área 700,00 40 hs/sem X 80,00 _________________________________ com inscrição no Conselho da Categoria ASSINATURA 14 Nutricionista 02 Superior Completo na área 700,00 40 hs/sem X 80,00 com inscrição no Conselho da Categoria CONCURSO PÚBLICO DE BARRO PRETO 15 Médico Clinico Geral 10 Superior Completo em 900,00 1 turno X 80,00 (Plantonista) Medicina com CRM 16 Enfermagem PSF - Sede 01 Superior Completo em 1.800,00 40 hs/sem X 80,00 ANEXO V Enfermagem com Coren 17 Enfermagem PSF – Zona 01 Superior Completo em 1.800,00 40 hs/sem X 80,00 CARGOS E SUAS ATRIBUIÇÕES Rural Enfermagem com Coren 18 Enfermagem Hospital 01 Superior Completo em 1.800,00 40 hs/sem X 80,00 (De acordo com o que dispõe o plano de carreira, car- Enfermagem com Coren gos, funções públicas e remuneração dos servidores 19 Médico PSF 10 Superior Completo em 1.800,00 2 turnos x 80,00 Medicina com CRM do município de BARRO PRETO) 20 Odontologo 01 Superior Completo em 820,00 40 hs/sem x 80,00 Odontologia com CRO 21 Farmacêutico Bioquímico 01 Superior Completo em farmácia 800,00 40 hs/sem x 80,00 AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS Este servidor uma vez aprovado em concurso ficará a disposição da Administração para as funções de porteiro, lavadeira, serventes, cozinheiras, e qualquer espécie de serviço braçal. CONCURSO PÚBLICO DE BARRO PRETO OPERADOR DE MAQUINAS ANEXO III Este servidor, uma vez aprovado, ficará à disposição da MODELO DE PROCURAÇÃO Administração para as funções em qualquer local deste mu- nicípio para exercer a função e cumprir determinações do PROCURAÇÃO seu chefe hierárquico. Por este instrumento particular João Macedo Brasileiro portador de RG. COORDENADOR PEDAGOGICO XXXXXXX-XX, Solteiro, maior, residente à rua SP, no município de Rio Branco, Titular do cargo de Coordenador Pedagógico, da carreira nomeia e constitui como seu bastante procurador o Sr. Zé Antônio, portador de do Magistério Público Municipal, com funções de suporte RG. XXXXXXXX-XX para fins específicos de tão somente inscrever-me para o pedagógico direto a docência, planejamento, coordenação concurso público de BARRO PRETO-BA para o cargo de Professor III. e orientação educacional; PROFESSOR NIVEL II – ZONA RURAL Rio Branco _____ de Outubro de 2010 Professor - o titular do cargo de Professor da Carreira do Magistério Público Municipal, com funções de docência; NUTRICIONISTA ESCOLAR ________________________________ Assinatura do Procurando conforme documento Titular do cargo de Nutricionista Escolar da Carreira dos Servidores do Magistério Público Municipal com funções de coordenação e ações que visem à política da alimentação escolar com atribuições de identificações de valores nu- trientes do processo da alimentação escolar no âmbito da rede municipal de ensino ou da unidade de ensino; Este documento foi assinado digitalmente por AC SERASA SRF ICP-BRASIL.

×