Programando os Microcontroladores PIC

1.288 visualizações

Publicada em

Uma pequena palestra sobre os microcontroladores PIC de 8 bits, familias recursos e linguagem de programação a utilizar

Publicada em: Engenharia
1 comentário
9 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.288
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
20
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
127
Comentários
1
Gostaram
9
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Programando os Microcontroladores PIC

  1. 1. Fábio B. Souza
  2. 2. Microcontroladores de 8 bits da família Microchip (PIC); Qual linguagem de programação usar; Recursos necessários.
  3. 3. Empresa americana; Produz: ◦Microcontroladores: 8, 16 e 32 bits; ◦Memórias; ◦CI’s Analógicos: Amplificadores Operacionais, conversores AD, DA ... ◦Interfaces: serial, CAN, internet ... Site: www.microchip.com
  4. 4. Arquitetura RISC (Set de instruções reduzido); Processamento superior a 16 MIPS; Memória de Programa de 2 K a 128K; Memória EEPROM interna; Oscilador interno; Diversos periféricos: ◦Conversor AD, PWM, Comunicação serial, USB .... Variedade de encapsulamentos.
  5. 5. Os primeiros dispositivos programáveis tinham seus programas escritos em códigos de máquina.
  6. 6. Devido a complexidade de programação em linguagem de máquina, criou-se a linguagem Assembly. Substituição dos códigos de máquina por palavras denominadas mnemônicos. Escrita de código mais agradável que em linguagem de máquina.
  7. 7. Criada em 1972; Linguagem intermediária entre o Assembly e as linguagens de alto nível (JAVA, por exemplo); Estruturada; Facilidade de acesso ao hardware; Portabilidade; Reutilização de código (bibliotecas);
  8. 8. Dependência entre o código fonte e o processador ? Assembly : SIM Linguagem C: NÃO
  9. 9. Facilidade na manutenção do código? Assembly : NÃO Linguagem C: SIM
  10. 10. Facilidade em desenvolver funções complexas, como por exemplo cálculos matemáticos? Assembly : NÃO Linguagem C: SIM
  11. 11. Velocidade na criação de novos projetos; Eficiência e velocidade do código gerado; Facilidade de aprendizado ; Necessidade de grande conhecimento do hardware;
  12. 12. Compiladores eficientes; Grande gama de operadores; Foco na aplicação; Funções prontas; Gerenciamento do hardware feito pelo compilador; Portabilidade; Agilidade na criação de novos projetos;
  13. 13. Com certeza NÃO. O bom programador de sistemas embarcados usa a linguagem de mais alto nível e recorre ao Assembly quando a eficiência ou tamanho do código é o objetivo principal
  14. 14. MPLAB IDE; Compilador C; Kit Didático ou simulador Digital; Programador; Boa Literatura.
  15. 15. CCS C compiler – www.ccsinfo.com HI-TECH C for the PIC10/12/16 MCU Family http://www.microchip.com MikroC Compiler - http://www.mikroe.com/
  16. 16. http://www.oshonsoft.com/ http://www.labcenter.com
  17. 17. PIC Básico 28 P
  18. 18. JDM - programador serial(RS232) de baixo custo. www.ic-prog.com
  19. 19. http://www.erica.com.br
  20. 20. Fabio Souza fabio_souza53@hotmail.com

×