PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS
Faculdade de Psicologia
Fábio Araújo Ferreira
Natália de Fátima Resende
C...
INTRODUÇÃO
Ampla produção e divulgação sobre a inclusão de minorias
nos espaços sociais, como forma de garantia de direito...
Objetivo geral
Discutir quais são as influências da(s) Psicologia(s) sobre
as conquistas e superação das dificuldades no p...
Justificativa
Resultado de um velho desejo de pesquisar sobre as
classes minoritárias.
Pensamento crítico que não permite ...
A INCLUSÃO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA
 Histórico das pessoas com deficiência
 Três momentos:
- segregação e exclusão;
-...
A INCLUSÃO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA
 Conceituação de Deficiência
 Diferença entre deficiência e incapacidade:
- defic...
A INCLUSÃO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA
 Caracterização de inclusão
 Exclusão – a pessoa deixa de ter seus valores
reconh...
CONQUISTAS E DIFICULDADES ENFRENTADAS NA
INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA
 Inclusão na Educação
 Declaração de Salama...
CONQUISTAS E DIFICULDADES ENFRENTADAS NA
INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA
 Inclusão na Saúde
 1990 – Sistema Único de...
CONQUISTAS E DIFICULDADES ENFRENTADAS NA
INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA
 Inclusão no Trabalho
 Lei 8.213 – reserva ...
CONQUISTAS E DIFICULDADES ENFRENTADAS NA
INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA
 Inclusão no Esporte
 Esporte de rendimento...
CONQUISTAS E DIFICULDADES ENFRENTADAS NA
INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA
 Acessibilidade
 Possibilidade de utilizaçã...
AÇÕES DA PSICOLOGIA EM FAVOR DA PESSOA COM
DEFICIÊNCIA
 Psicologia Educacional e Escolar no contexto da
inclusão
 Mudanç...
AÇÕES DA PSICOLOGIA EM FAVOR DA PESSOA COM
DEFICIÊNCIA
 Psicologia da Saúde no contexto da inclusão
 Duas dimensões : so...
AÇÕES DA PSICOLOGIA EM FAVOR DA PESSOA COM
DEFICIÊNCIA
 Psicologia Organizacional e do Trabalho no contexto da
inclusão
...
AÇÕES DA PSICOLOGIA EM FAVOR DA PESSOA COM
DEFICIÊNCIA
 Psicologia do Esporte no contexto da inclusão
 Psicologia aplica...
AÇÕES DA PSICOLOGIA EM FAVOR DA PESSOA COM
DEFICIÊNCIA
 Acessibilidade no contexto da inclusão
 Falta de políticas públi...
CONSIDERAÇÕES FINAIS
Trajetória histórica das pessoas com deficiência marcada
por barreiras.
Surgimento de movimentos na...
REFERÊNCIAS
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 9050: Acessibilidade a
edificações, mobiliário, espaços e equipa...
Agradecemos a atenção.
Boa noite!
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Contribuições da(s) Psicologia(s) acerca das conquistas e superação das dificuldades no processo de inclusão das pessoas com deficiência

919 visualizações

Publicada em

Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao Curso de Psicologia da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, como requisito parcial para obtenção do título de Bacharel em Psicologia.

Publicada em: Ciências
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
919
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
89
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Contribuições da(s) Psicologia(s) acerca das conquistas e superação das dificuldades no processo de inclusão das pessoas com deficiência

  1. 1. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS Faculdade de Psicologia Fábio Araújo Ferreira Natália de Fátima Resende Contribuições da(s) Psicologia(s) acerca das conquistas e superação das dificuldades no processo de inclusão das pessoas com deficiência Orientadora: Ms. Maria Eugênia da Costa Machado Arcos 2014
  2. 2. INTRODUÇÃO Ampla produção e divulgação sobre a inclusão de minorias nos espaços sociais, como forma de garantia de direitos e cidadania. Há predominância do discurso teórico sobre o prático, ou seja, existem leis e contribuições de pesquisas científicas na área, porém nem sempre se vê a aplicação.
  3. 3. Objetivo geral Discutir quais são as influências da(s) Psicologia(s) sobre as conquistas e superação das dificuldades no processo de inclusão de pessoas com deficiência. Objetivos específicos - Caracterizar inclusão das pessoas com deficiência no Brasil. - Discutir sobre as conquistas e dificuldades enfrentadas na inclusão de pessoas com deficiência. - Verificar as ações da(s) Psicologia(s) em favor dos da pessoa com deficiência.
  4. 4. Justificativa Resultado de um velho desejo de pesquisar sobre as classes minoritárias. Pensamento crítico que não permite aceitar uma realidade posta como uma verdade indubitável. Entendimento da prática de inclusão frente à teoria e às necessidades da pessoa com deficiência. Metodologia Natureza exploratória Levantamento de dados, por meio de pesquisa bibliográfica que foi organizada em três capítulos.
  5. 5. A INCLUSÃO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA  Histórico das pessoas com deficiência  Três momentos: - segregação e exclusão; - ações isoladas; - ações unificadas por parte do governo, Estado, municípios e comunidade.  1948 - Declaração Universal dos Direitos Humanos.  1981 - ONU institui o Ano Internacional das Pessoas com deficiência.  1988 - Constituição Federal.
  6. 6. A INCLUSÃO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA  Conceituação de Deficiência  Diferença entre deficiência e incapacidade: - deficiências são problemas nas funções ou nas estruturas do corpo. - incapacidade é o resultado de uma relação complexa entre a condição de saúde do indivíduo, fatores pessoais e fatores externos que representam as circunstâncias nas quais o indivíduo vive.  Mudança na terminologia de portador de deficiência para pessoa com deficiência.
  7. 7. A INCLUSÃO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA  Caracterização de inclusão  Exclusão – a pessoa deixa de ter seus valores reconhecidos.  Integração – criar condições para pessoa participar das mesmas atividades que as demais pessoas.  Segregação – separar as pessoas com deficiências.  Inclusão – garantir o acesso das pessoas com deficiência com autonomia a qualquer espaço ou serviço.
  8. 8. CONQUISTAS E DIFICULDADES ENFRENTADAS NA INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA  Inclusão na Educação  Declaração de Salamanca.  2001 – Diretrizes Nacionais para a Educação Especial na Educação Básica.  Inclusão escolar – escolas se adaptarem aos alunos, considerando as diferenças existentes.
  9. 9. CONQUISTAS E DIFICULDADES ENFRENTADAS NA INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA  Inclusão na Saúde  1990 – Sistema Único de Saúde (SUS).  2008 – Política Nacional de Saúde da Pessoa Portadora de Deficiência.  2012 – Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência.  Dificuldades – acesso, financiamento, participação popular, oferta de serviços e insumos, gestão e formação, entre outros.
  10. 10. CONQUISTAS E DIFICULDADES ENFRENTADAS NA INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA  Inclusão no Trabalho  Lei 8.213 – reserva de 2 a 5% das vagas para pessoas com deficiência.  Lei 8.112 – reserva de 20% das vagas de concurso público para pessoas com deficiência.  Constituição Federal de 1988 – proibição da discriminação no tocante a salário e critério de admissão.
  11. 11. CONQUISTAS E DIFICULDADES ENFRENTADAS NA INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA  Inclusão no Esporte  Esporte de rendimento e lazer.  Desenvolvimento global.  A estruturação e organização do desporto, por meio de leis.  Brasil não oferece atenção à inclusão.  Pouca bibliografia.
  12. 12. CONQUISTAS E DIFICULDADES ENFRENTADAS NA INCLUSÃO DE PESSOAS COM DEFICIÊNCIA  Acessibilidade  Possibilidade de utilização dos espaços de forma autônoma.  NBR 9050 – normas para construção ou adaptação de edificações, observando condições de acessibilidade.  Acessibilidade ainda não é algo visto como natural.
  13. 13. AÇÕES DA PSICOLOGIA EM FAVOR DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA  Psicologia Educacional e Escolar no contexto da inclusão  Mudança do papel do psicólogo na escola.  Necessidade de interação de todos os profissionais.  Notável crescimento de encontros e fóruns voltados para temática da educação inclusiva.
  14. 14. AÇÕES DA PSICOLOGIA EM FAVOR DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA  Psicologia da Saúde no contexto da inclusão  Duas dimensões : sociocultural e focal.  Equipe, família e paciente.  2004 – Ministério da Saúde lança a cartilha da Política Nacional de Humanização – articular avanços tecnológicos com acolhimento, com melhorias dos ambientes de cuidado e das condições de trabalho.
  15. 15. AÇÕES DA PSICOLOGIA EM FAVOR DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA  Psicologia Organizacional e do Trabalho no contexto da inclusão  Necessidade de adaptação da empresa quando essa se propõe a ter em seu quadro de funcionários pessoas com deficiência.  O psicólogo do RH deve estar preparado.  Poucas ações são realizadas pelos setores de RH na inserção e integração das pessoas com deficiência.  O tratamento da pessoa com deficiência deve ser de
  16. 16. AÇÕES DA PSICOLOGIA EM FAVOR DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA  Psicologia do Esporte no contexto da inclusão  Psicologia aplicada ao Desporto Paralímpico ainda é restrita e pouco valorizada.  Conhecer e aperfeiçoar as condições do atleta, com o intuito de aumentar a capacidade física, técnica e táticos.
  17. 17. AÇÕES DA PSICOLOGIA EM FAVOR DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA  Acessibilidade no contexto da inclusão  Falta de políticas públicas e planejamento urbano.  O comportamento das pessoas agrava os problemas ambientais.  Trabalho interdisciplinar com atuação da Psicologia.  Escassez de material acerca das contribuições da Psicologia.
  18. 18. CONSIDERAÇÕES FINAIS Trajetória histórica das pessoas com deficiência marcada por barreiras. Surgimento de movimentos na busca de melhorias nas condições. Contribuição teórica e prática da Psicologia nos diversos contextos.
  19. 19. REFERÊNCIAS ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 9050: Acessibilidade a edificações, mobiliário, espaços e equipamentos urbanos. Rio de Janeiro, 2004. Disponível em: < http://www.justicaeleitoral.jus.br/arquivos/tre-al-abnt-nbr-9050>. Acesso em: 17 mar. 2014. BRASÍLIA. Secretaria de Direitos Humanos. Para todos: O movimento políticos das pessoas com deficiência no Brasil. Disponível em: <http://www.sdh.gov.br/assuntos/pessoa-com- deficiencia/pdfs/catalogo-para-todos>. Acesso em: 30 jan. 2014. CARVALHO-FREITAS, Maria Nivalda; MARQUES, Antônio Luiz. Trabalho e Pessoas com Deficiência: pesquisas, práticas e instrumentos de diagnóstico. Curitiba: Juruá Editora, 2009. MANTOAN, Maria Teresa Eglér. Inclusão escolar: o que é? por que? como fazer? São Paulo: Moderna, 2006a. SAMULSKI, Dietmar. In: 2º Seminário Internacional Sociedade Inclusiva PUC Minas, 2001, Belo Horizonte. Anais... Belo Horizonte: PUC Minas, 2003. SCLIAR, Moacyr. História do Conceito de Saúde. PHYSIS: Revista Saúde Coletiva. Rio de Janeiro, v. 17, n. 1, jan./abr. 2007. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/physis/v17n1/v17n1a03.pdf>. Acesso em: 12 mar. 2014. WERNECK, Claudia. Ninguém mais vai ser bonzinho na sociedade inclusiva. Rio de Janeiro: WVA, 1997.
  20. 20. Agradecemos a atenção. Boa noite!

×