Nematelmintos ou Asquelmintos      “verme fio”      “verme saco”• Lombriga, ancilóstomo e filária.• Cerca de 90.000 espéci...
Novidade evolutiva• Pseudoceloma (“um tubo dentro de outro tubo”).• Sistema digestório completo (boca e ânus).• Curiosidad...
• Triblástico• Pseudocelomado• Protostômio
• Corpo coberto por uma cutícula  (proteína) secretada pela  epiderme.• Esqueleto hidrostático.• Possuem músculos longitud...
• Respiração cutânea.• Ausência do sistema circulatório; o líquido  pseudocelomático participa do transporte de  nutrientes.
• Excreção feita por um tubo “H”.• Sistema nervoso ganglionar ventral.• Reprodução – maioria dióica, fecundação  interna c...
Doenças causadas por   nematelmintos
Ascaridíase•   Causador – Ascaris lumbricoides ( lombriga)•   Ciclo monóxeno – Homem (HD)•   “oral-fecal”•   Considerada a...
Sintomas•   Ação espoliadora, subnutrição;•   Urticária, convulsões, reações alérgicas;•   Obstrução intestinal;•   Descon...
Profilaxia•   Educação sanitária.•   Construção de fossas sépticas.•   Tratamento de doentes.•   Higiene.•   Lavar bem fru...
Amarelão, ancilostomose ou          necatoriose• Causador – Ancylostoma duodenale             Necator americanus• Ciclo mo...
Sintomas• Anemia devido à espoliação sanguínea.• Dermatites.• Dor abdominal.
Profilaxia       “faça como o Jeca-Tatu”•   Utilização de calçados.•   Tratamento do esgoto.•   Higiene.•   Tratamento dos...
Enterobiose ou oxiurose• Causador – Enterobius vermicularis ( oxiúro)• Ciclo monóxeno – Homem (HD)  “oral-fecal”• Comum em...
Sintomas• Prurido anal, perturbação do sono e  congestão anal.                Profilaxia• Higiene e saneamento básico.
Elefantíase ou Filariose• Causador – Wuchereria bancrofti• Transmissor – mosquito Culex• Ciclo heteróxeno – Homem(HD), Cul...
Sintomas• Hipertrofia de membros superiores,  membros inferiores, mamas e testículos.
Profilaxia• Tratamento de doentes.• Combate ao mosquito – uso de telas de  proteção, inseticidas ou controle biológico.
Linfoedema, sec.XII. Museu de Tóquio
esculturas africanas Nok, de cerca de500 d.C.
Dranunculus medinensis
Nematelmintos
Nematelmintos
Nematelmintos
Nematelmintos
Nematelmintos
Nematelmintos
Nematelmintos
Nematelmintos
Nematelmintos
Nematelmintos
Nematelmintos
Nematelmintos
Nematelmintos
Nematelmintos
Nematelmintos
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Nematelmintos

5.950 visualizações

Publicada em

salabioquimica.blogspot.com

0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.950
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
664
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
155
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Nematelmintos

  1. 1. Nematelmintos ou Asquelmintos “verme fio” “verme saco”• Lombriga, ancilóstomo e filária.• Cerca de 90.000 espécies. Talvez 10 vezes mais?• Encontrados na água, no solo e como parasitas de animais e vegetais. Uma colher de solo fértil chega a conter milhões de nematelmintos.• Corpo cilíndrico, com extremidades afiladas e não segmentado.• Simetria bilateral.
  2. 2. Novidade evolutiva• Pseudoceloma (“um tubo dentro de outro tubo”).• Sistema digestório completo (boca e ânus).• Curiosidade: nenhum de seus representantes possui células com cílios ou flagelos. Nem mesmo o espermatozóide, que se locomove por meio de pseudópodes.
  3. 3. • Triblástico• Pseudocelomado• Protostômio
  4. 4. • Corpo coberto por uma cutícula (proteína) secretada pela epiderme.• Esqueleto hidrostático.• Possuem músculos longitudinais (movimento de chicotada)• Primeiro grupo animal a possuir tubo digestivo completo – boca e ânus.• Digestão extra e intracelular.
  5. 5. • Respiração cutânea.• Ausência do sistema circulatório; o líquido pseudocelomático participa do transporte de nutrientes.
  6. 6. • Excreção feita por um tubo “H”.• Sistema nervoso ganglionar ventral.• Reprodução – maioria dióica, fecundação interna com desenvolvimento indireto.
  7. 7. Doenças causadas por nematelmintos
  8. 8. Ascaridíase• Causador – Ascaris lumbricoides ( lombriga)• Ciclo monóxeno – Homem (HD)• “oral-fecal”• Considerada a parasitose mais prevalente no mundo
  9. 9. Sintomas• Ação espoliadora, subnutrição;• Urticária, convulsões, reações alérgicas;• Obstrução intestinal;• Desconforto abdominal;• Infecção pulmonar, tosse e febre.
  10. 10. Profilaxia• Educação sanitária.• Construção de fossas sépticas.• Tratamento de doentes.• Higiene.• Lavar bem frutas e verduras.• Filtrar ou ferver a água.
  11. 11. Amarelão, ancilostomose ou necatoriose• Causador – Ancylostoma duodenale Necator americanus• Ciclo monóxeno – Homem (HD) “cutâneo-fecal”
  12. 12. Sintomas• Anemia devido à espoliação sanguínea.• Dermatites.• Dor abdominal.
  13. 13. Profilaxia “faça como o Jeca-Tatu”• Utilização de calçados.• Tratamento do esgoto.• Higiene.• Tratamento dos doentes.
  14. 14. Enterobiose ou oxiurose• Causador – Enterobius vermicularis ( oxiúro)• Ciclo monóxeno – Homem (HD) “oral-fecal”• Comum em crianças com menos de 5 anos - auto-infestação
  15. 15. Sintomas• Prurido anal, perturbação do sono e congestão anal. Profilaxia• Higiene e saneamento básico.
  16. 16. Elefantíase ou Filariose• Causador – Wuchereria bancrofti• Transmissor – mosquito Culex• Ciclo heteróxeno – Homem(HD), Culex(HI)• 120 milhões de infectados
  17. 17. Sintomas• Hipertrofia de membros superiores, membros inferiores, mamas e testículos.
  18. 18. Profilaxia• Tratamento de doentes.• Combate ao mosquito – uso de telas de proteção, inseticidas ou controle biológico.
  19. 19. Linfoedema, sec.XII. Museu de Tóquio
  20. 20. esculturas africanas Nok, de cerca de500 d.C.
  21. 21. Dranunculus medinensis

×