Redes sociais

225 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
225
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Redes sociais

  1. 1. Culturas Digitais e Comunicação Redes sociais – Comunidades virtuais Fabiana Bertazzo Manuel Castells Fico assim sem você – Int.: Adriana Calcanhoto/ Comp.: Claudinho e Buchecha Internet e sociedade em rede Zygmunt Bauman Manuel Castells O que são redes sociais? nosdacomunicacao Disponível em: Comunidade - Modernidade líquida http://www.youtube.com/watch?v=ty9xmwMnqtg&feature=related Zygmunt Bauman Pierre Lévy O que são redes sociais VipzeBrazilvix Disponível em: http://www.youtube.com/watch?v=pEZClyqnNEM Cibercultura Pierre Lévy Redes sociais - Fantástico 19/04/2009 Tom Jobim Disponível em: Píerre Lévy Vinicius de Moraes http://www.youtube.com/watch?v=elzxkoMEdaI&feature=related Conteúdo
  2. 2. Culturas Digitais e Comunicação Redes sociais – Comunidades virtuais Fabiana Bertazzo Surgimento da Internet e as redes sociais: A primeira lição da Internet é que ela se desenvolve a Manuel Castells partir da interação entre a ciência, pesquisa universitária fundamental, os Internet e sociedadepesquisa militar nos CASTELLS, Manuel. programas de em rede. In: MORAES, Denis de. Por uma outra comunicação: mídia, mundialização cultural e poder. Rio Estados Unidos – uma combinação curiosa – e a de Janeiro: Record, 2003. contracultura radical libertária. O desenvolvimento da Internet com base nas redes libertárias comunitárias – que criaram todo o tipo de novas aplicações, como as conferências, os boletins ou as listas de correio eletrônico – não saiu do Departamento de defesa, mas dos grupos libertários que se organizaram através e em torno das redes de Internet. A sociabilidade está se transformando através daquilo que alguns chamam de privatização da sociabilidade, que é a sociabilidade entre pessoas que constroem laços O que são redes sociais? eletivos, que não são os que trabalham ou vivem em um Autor: nosdacomunicacao mesmo lugar, que coincidem fisicamente, mas pessoas Disponível em: que se buscam: eu queria encontrar alguém que gostasse http://www.youtube.com/watch?v=ty9xmwMnqtg&feature=related de andar de bicicleta comigo, mas primeiro tenho que procurar esse alguém. Quanto mais as comunidades virtuais estão ligadas a Zygmunt Bauman tarefas, a fazer coisas ou a perseguir interesses comuns, maior é o seu êxito. (LIPMAN apud CASTELLS, 2003). Conteúdo Manuel Castells Mais que ver a emergência de uma nova sociedade, totalmente on line, o que vemos é a apropriação da Pierre Lévy Internet por redes sociais, por formas de organização do trabalho, por tarefas, ao mesmo tempo que muitos laços fracos, que seriam demasiadamente complicados de
  3. 3. um porto seguro, o destino dos sonhos dos marinheiros Redes sociais – Comunidades virtuais perdidos no mar turbulento da mudança constante, confusa e imprevisível.Culturas Digitais e Comunicação Fabiana Bertazzo A comunidade do evangelho comunitário é um lar evidentemente (o lar familiar, não um lar achado ou feito, mas Zygmunt Bauman um lar em que se nasceu, de tal forma que não se pode encontrar a origem, a “razão de existir”, em qualquer outro BAUMAN, Zygmunt. Modernidade líquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001. Lugar). (...) Que o lar esteja fora do domínio da experiência ajuda: seu aconchego não pode ser posto a prova, e seus atrativos, como são imaginados, ficam imunes aos aspectos menos atraentes do pertencimento obrigatório e das obrigações não negociáveis. O “nós” do credo patriótico/nacionalista significa pessoas como nós, “eles” significa pessoas que são diferentes de nós. Não que “nós” sejamos idênticos em tudo; há diferenças entre “nós”, ao lado das características comuns, mas as semelhanças diminuem, tornam difuso e neutralizam seu impacto. Redes sociais Como disse recentemente Alain Touraine, o presente estado da Fantástico 19/04/2009 sociedade assinala “o fim da definição do ser humano como um Disponível em: ser social, definido por seu lugar na sociedade, que determina http://www.youtube.com/watch?v=elzxkoMEdaI&feature=related seu comportamento ou ação”. O “nós”, como insiste Richard Sennett, “é hoje um ato de autoproteção. O desejo de comunidade é defensivo... Certamente é quase uma lei universal que o “nós” pode ser usado como defesa contra a confusão e o deslocamento”. O que são redes sociais Pierre Lévy Zygmunt Bauman A imagem da comunidade é purificada de tudo o que pode Conteúdo trazer uma sensação de diferença, que dirá conflito, a quemAutor: somos “nós”. Desse modo, o mito da solidariedade é um ritual VipzeBrazilvix de purificação – O que distingue esse compartilhamento mítico nas comunidades é que as pessoas sentem que pertencem Disponível em: uma às outras, e ficam juntas, porque são as http://www.youtube.com/watch mesmas... O Manuel Castells ?v=pEZClyqnNEM sentimento de “nós”, que expressa o desejo de semelhança, é o
  4. 4. Culturas Digitais e Comunicação Redes sociais – Comunidades virtuais Fabiana Bertazzo Conteúdo Manuel Castells Pierre Lévy Zygmunt Bauman

×