O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Como extrair o máximo de seu confinamento usando de forma simples bases de gestão

851 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Como extrair o máximo de seu confinamento usando de forma simples bases de gestão

  1. 1. Como extrair o máximo de seu confinamentousando de forma simples bases de gestão
  2. 2. CONFINADOR- Atuação estratégica- Capacidade de planejamento e execução- Gestão de risco- Análise de mercado
  3. 3. OBJETIVOS:- Desempenho- Conversão alimentar- Rendimento de Carcaça- Rentabilidade
  4. 4. TOMADA DE DECISÕES- PLANEJAMENTO- ORGANIZAÇÃO- EXECUÇÃO- CUSTOS: - BOI - DIETA - OPERACIONAL- COMERCIALIZAÇÃO- RESULTADOS
  5. 5. TOMADA DE DECISÕES PLANEJAMENTO ORGANIZAÇÃO EXECUÇÃOOPERACIONAL COMERCIALIZAÇÃO CUSTOS BOI DIETA RESULTADOS
  6. 6. Distribuição dos custos DEPRECIAÇÕES - 0,73 % ADM, MANUSEIO E DISTRIBUIÇÃO - 2,88 % BOI MAGRO - 74,82 % 73.11% ALIMENTAÇÃO - 21,03 % SANIDADE - 0,27 % 23.02% RASTREABILIDADE - 0,272.72% OUTROS TRATOS OU MANEJOS - 0% 0.63% 0.26% 0.26% 0.00%
  7. 7. PERDAS DIRETAS QUAL O IMPACTO ?- COCHO QUEBRADO- BEBEDOURO SUJO- LOTAÇÃO DOS CURRAIS- METRAGEM DE COCHO- MISTURAS INADEQUADAS- MATÉRIA PRIMA FORA DO PADRÃO- CUSTO ELEVADO DO BOI- CUSTO ALTO DOS INSUMOS- QUALIDADE DOS ANIMAIS- LAMA- POEIRA- DIFICULDADE DE ACESSO AO COCHO E BEBEDOUROS- ADAPTAÇÃO
  8. 8. QUAIS SÃO AS PERDAS ?ELAS SÃO SIGNIFICATIVAS ?400 m de cocho – 28 m quebrados3,3 bois p/m x 12,6 Kg p/dia = 41,58 Kg p/dia41,58 Kg p/dia x 60 % perdas = 24,95 Kg p/dia24,95 Kg x 28 m = 698 kg x 105 dias = 73.347 Kg73.347 Kg x R$ 0,29 p/Kg = (R$ 21.270,00)
  9. 9. “COCHO QUEBRADO”
  10. 10. “BEBEDOURO SUJO”
  11. 11. “MISTURAS INADEQUADAS”
  12. 12. “LAMA”
  13. 13. “LAMA”
  14. 14. “ADAPTAÇÃO”
  15. 15. “DIFICULDADE DE ACESSO”
  16. 16. “DIFICULDADE DE ACESSO”
  17. 17. “QUALIDADE”
  18. 18. FATORES QUE INFLUENCIAM O PROCESSO DE ENGORDA -ADMINISTRAÇÃO -MÃO DE OBRA -INFRA ESTRUTURA -QUALIDADE DOS ANIMAIS -QUALIDADE DOS INGREDIENTES -FORMULAÇÃO DA DIETA -MANUSEIO E DISTRIBUIÇÃO -MISTURA DE DIETA -SANIDADE
  19. 19. “INFRA ESTRUTURA”
  20. 20. “INFRA ESTRUTURA”
  21. 21. “QUALIDADE DOS INGREDIENTES”
  22. 22. “QUALIDADE DOS INGREDIENTES”
  23. 23. “QUALIDADE DE MISTURA”
  24. 24. “QUALIDADE DA MISTURA ”
  25. 25. “MANUSEIO E DISTRIBUIÇÃO”
  26. 26. MISTURADORA TOTAL x VAGÃO DE DISTRIBUIÇÃOCAPACIDADE 8m³ 8m³CARGA 2.500 Kg 2.500 KgPREÇO R$ 102.000,00 R$ 22.000,00DIFERENÇA DE PREÇO R$ 80.000,00 BOI BOIP1 372 Kg 372 KgPF 529,59 517,23PERIODO DE DIAS 103 103GANHO 1,53 1,41DIFERENÇA 12,6 KgGANHO 55 %@ 0,46 @PREÇO R$ 95,00/@TOTAL R$ 43,70 R$ 80.000,00 / R$ 43,70 = 1830 Bois engordados para pagar o investimento
  27. 27. MISTURADORA TOTAL x VAGÃO DISTRIBUIÇÃO P1 PF DIAS GPD REND @PRODMISTURADORA TOTAL 372 Kg 529,59 Kg 103 1,53 Kg 55% 19,41@VAGÃO DISTRIBUIÇÃO 372 Kg 517,23 kg 103 1,41 Kg 54% 18,62@DIFERENÇA 0,79@ PREÇO R$ 95,00 p/@ x 0,79@ = R$ 75,05 p/ boi DIFERENÇA R$ 80.000,00 / R$ 75,05 = 1066 bois engordados para parar o investimento
  28. 28. ESCORE DE COCHOESCORE DESCRIÇÃO 0 VAZIO, SEM NENHUMA RAÇÃO 1 COCHO COM POUCO ALIMENTO, VISÍVEL E DESEJÁVEL 2 SOBRA DE 25 % DO TRATO DO DIA ANTERIOR 3 SOBRA DE 50 % DO TRATO DO DIA ANTERIOR 4 SOBRA DE 75 % DO TRATO DO DIA ANTERIOR 5 100 % PRATICAMENTE INTOCÁVEL
  29. 29. ESCORE DE COCHOESCORE 0 ESCORE 1 ESCORE 2ESCORE 3 ESCORE 4 ESCORE 5
  30. 30. CONVERSÃO ALIMENTAR x RELAÇÃO VOLUMOSO CONCENTRADO15 13.33 11.76 10.52 10.08 1010 8.9 8.33 7.4 6.63 7.15 6.1750 100/0 90/10 80/20 70/30 60/40 50/50 40/60 30/70 20/80 10/90 0/100
  31. 31. GANHO DE PESO x RELAÇÃO VOLUMOSO CONCENTRADO 1,50 Kg 1,60 Kg 1,40 Kg 1,35 Kg 1,20 Kg 1,00 Kg 1,05 Kg 1,12 Kg0,75 Kg 0,85 Kg 0,95 Kg100/0 90/10 80/20 70/30 60/40 50/50 40/60 30/70 20/80 10/90 0/100
  32. 32. DIETA x PERÍODO x DESEMPENHO
  33. 33. TIPOS DE DIETA DIETA FORMULADA DIETA MISTURADA DIETAANALISADA DIETA OFERECIDA DIETA CONSUMIDA
  34. 34. “QUALIDADE DE MISTURA”
  35. 35. Avaliando Resultados100.00 96.25 98.00 94.34 96.00 92.57 94.00 90.8 92.00 89.1 90.00 87.5 88.00 85.93 84.41 86.00 83 84.00 81.56 82.00 80.2 80.00 78.00 RC RC RC RC RC RC RC RC RC RC RC 50% 51% 52% 53% 54% 55% 56% 57% 58% 59% 60% Arrobas
  36. 36. RENDIMENTO RC 40 MIL ANIMAIS AVALIADOS40 % 34%3530 28%2520 15%15 11%10 8% 8%5 0% 0% 0% 0%0 De De De De De De De De De Acima 50% a 51% a 52% a 53% a 54% a 55% a 56% a 57% a 58% a de 59% 51% 52% 53% 54% 55% 56% 57% 58% 59%
  37. 37. Rendimento de carcaça
  38. 38. Rendimento de carcaça RAÇA Nº PESO INICIAL PESO FINAL PESO FINAL C/JEJUM * S/ JEJUM NELORE 72 392 Kg 544 Kg 574 Kg GANHO/PESO 1,52 Kg 1,82 Kg PERIODO/DIAS 100 100GANHO/PERIODO 152 Kg 182 Kg RENDIMENTO 57,6 % 54,6 % PESO@ 20,89 20,89* JEJUM HIDRICO E ALIMENTAR POR 12 HORAS
  39. 39. Comparativo entre Nelore Puro e seus Cruzamentos
  40. 40. Análise para compra de boi magro
  41. 41. ANÁLISE PARA COMPRA DE BOI MAGRO
  42. 42. ANÁLISE PARA COMPRA DE BOI MAGRO
  43. 43. ANÁLISE PARA COMPRA DE BOI MAGRO
  44. 44. Perdas Relativas ao TransporteKG KG30 4527 43.524 42 1100 a 2000 Km21 100 a 1000 Km 40.5 -3 Kg -1,5 Kg18 3915 37.512 36 9 34.5 6 33 3 31.5 0 30 100 200 300 400 500 600 700 800 900 1000 Km Km Km Km Km Km Km Km Km Km
  45. 45. MINÍMO CUSTO X MÁXIMO LUCRO RELAÇÃO
  46. 46. MINÍMO CUSTO X MÁXIMO LUCRO CONSUMO
  47. 47. MINÍMO CUSTO X MÁXIMO LUCRO

×