Cvsp e debate fife 2014

347 visualizações

Publicada em

Assistência Social e seus desafios num mundo de desenvolvimento sustentável - voluntariado

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
347
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cvsp e debate fife 2014

  1. 1. FILANTROPIA E VOLUNTARIADO: MITOS E REALIDADE
  2. 2. de maneira espontânea e não remunerada, para causas de interesse social e comunitário. TEMPO TRABALHO TALENTO É a pessoa que, motivada por valores de participação e solidariedade, doa seu Quem é o voluntário?
  3. 3. Legislação Lei nº 9.608 / 1998 A Lei do Voluntariado define que o serviço voluntário: Não é remunerado; Não gera vínculo empregatício; Não pode ser exigido em contrapartida de algum benefício; É exercido em entidade pública ou privada, sem fins lucrativos e com objetivos sociais. Exige a assinatura do Termo de Adesão; O Termo de Adesão deve:  Estabelecer o objeto e as condições de trabalho;  Definir o reembolso de despesas.
  4. 4. MITOS .......! O voluntariado é apenas exercido por mulheres; Os jovens não se interessam pelo voluntariado; O voluntariado precisa ser realizado presencialmente; Apenas fazem trabalho voluntário pessoas com renda média alta, nível de educação superior e que têm muito tempo livre; O voluntariado é feito de forma desordenada, sem compromisso e que não há espaço para profissionalização e tecnologias; Voluntariado acontece apenas em ONGs e que não deve haver interferência do Estado.
  5. 5. A pesquisa realizada em 2011 sobre o perfil do voluntário no Brasil indica uma maturidade e um crescimento do voluntariado em nosso país, mas vale a reflexão desses temas que ainda aparecem como falsas ideias e percepções do que é ser voluntário
  6. 6. Verdades: perfil do voluntário no Brasil
  7. 7. Concluímos que ainda temos alguns desafios a enfrentar:: Desfazer mitos e falsas percepções e ter um olhar inclusivo para a filantropia e o voluntariado Credibilidade e transparência Criar uma metodologia global para medir grau de comprometimento e impacto do voluntariado; Incluir o voluntariado no discurso do desenvolvimento a nível global, regional e nacional; Integrar o voluntariado em todos os programas que promovam o desenvolvimento e a paz; Destacar que o voluntariado deve ser considerado um poderoso recurso e componente vital do capital social de todas as nações.
  8. 8. Sustentabilidade Desenvolvimento Voluntariado A gestão das empresas, das organizações e da vida das pessoas deve ser voltada para seu próprio desenvolvimento e para a sustentabilidade do mundo onde atuam.
  9. 9. Centro de Voluntariado de São Paulo orgsociais@voluntariado.org.br www.voluntariado.org.br
  10. 10. Centro de Voluntariado de São Paulo orgsociais@voluntariado.org.br www.voluntariado.org.br

×